BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

dezembro 6, 2015 Abreu 499 comments

 

*******************************************************************************************************************************

Prezado Abreu,
Obrigado pela boa vontade e pelo serviço de sobrevivência nas nossas estradas dado pelo seu blog. Fui repórter-pesquisador do Guia 4 Rodas nos anos 70, sei o trabalho que dá atualizar as informações – o que dignifica ainda mais o seu blog.
Vou fazer Brasília-Trancoso (BA) e encontrei aqui informação essencial para eu planejar a viagem. Muito obrigado.

Comentário postado em 19/08/2017 as 13:41 por Alceu Simões Nader

*******************************************************************************************************************************

 

 

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

FATO RELEVANTE  – 08.04.2018 – 19h40min;

A alternativa Itapetinga-Potiraguá-BR 101 para quem vai para Porto Seguro já está em condições de uso, embora com algumas sinuosidades e operações tapa-buraco nos primeiros cinco quilômetros. Assim, depois de muitos anos mantendo a bandeira vermelha sobre aquele trecho, que encurta a viagem em 120 km, este blog levanta a bandeira verde para ele, lembrando a necessidade de manter a atenção maior no trecho que vai do trevo até Potiraguá, a partir de onde a estrada se torna      “um tapete”.  As informações que nos levaram a tirar a bandeira vermelha do trecho vieram de diversos sputniks, especialmente do Diego, que o percorreu no dia 06.04.2018  (anteontem) e fez seu relato hoje, publicado  na área de comentários. 

                                             Edimar Rodrigues de Abreu – A partir do relato do sputnik Diego, desta data)                                                                                        !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!                                                                

Resumo atualizado para as viagens de férias escolares  a partir de julho de 2018:

Todas as informações sobre estado das rodovias, estruturas de apoio, postos de combustíveis, lanchonetes, restaurantes, pernoites, estado de conservação do asfalto e segurança permanecem válidas, bem, como as orientações de não se utilizarem as transversais que unem a BR 349 e a BR 242 . 

(Edimar Rodrigues de Abreu – 29.06.2018)                                  

                                                                                                              

O espaço para comentários, dúvidas e consultas sobre esta matéria encontra-se ao final dela.  

 

BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

(Revisto e atualizado em 02.02.2018

 

            Já há algum tempo identificamos um fluxo substancial de famílias de Brasília e Goiânia, que optam por passar férias no sul da Bahia, particularmente Ilhéus, Itacaré e Porto Seguro.

            Também ao longo dos últimos dois anos, buscamos construir a melhor rota para esses viajantes, de modo a resguardar a segurança da viagem e o relativo conforto dos passageiros.

            Como em todos os nossos posts aqui no blog, uma das orientações de que não abrimos mão é a total inconveniência de viagens à noite pelas estradas brasileiras, com exceção de umas poucas no Estado de São Paulo. À noite, a estrada é outra. Por falta de sinalização adequada, de olhos de gato ou iluminação, os eventuais buracos e ressaltos se tornam invisíveis e os jumentos, bois e cavalos soltos no escuro se tornam assassinos. Resultado: 82% dos acidentes com mortes nessas estradas ocorrem entre as 18 horas de um dia e as 06 horas da manhã do dia seguinte.

            Então, estamos combinados: viajar à noite nessas estradas é para motoristas inexperientes ou “nativos locais totais”, ou seja, moradores de cidades vizinhas, que conhecem a estrada como a palma da mão. Famílias ou solteiros, responsáveis, ajuizados e que querem apenas ir, curtir e voltar em paz, iniciam a viagem ao nascer do sol e, ao pôr-do-sol, já estão no hotel.

            Para a viagem de Brasília a Porto Seguro, temos hoje três alternativas básicas: Montes Claros, Correntina e Barreiras.  Tanto o percurso por Barreiras, quanto o por Montes Claros, são viáveis, mas são mais longos.  Por essa razão, nossa recomendação é a rota Brasília-Rosário-Trevo da BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Itororó-Eunápolis-Porto Seguro.

             Em relação à rota por Barreiras, principalmente para as famílias que vêm do Tocantins e do Pará, orientamos no sentido de que, uma vez nela, não se tente pegar a rota por Correntina, utilizando as transversais que ligam as duas rodovias, porque elas estão, em sua maioria, intransitáveis. E na rota por Montes Claros, insistimos em que sejam evitadas as tentações de encurtar o caminho atravessando da BR 116 para Eunápolis, via Almenara, Pedra Azul, etc: a rota tem trechos de estrada de terra, estrutura de apoio sem condição de ser recomendada para famílias, asfalto precário, sinalização inexistente e risco de assaltos. 

 

            A ROTA POR CORRRENTINA            

           Saindo de Brasília ao nascer do sol, há plenas condições de pernoite em Vitória da Conquista, após 1.058 km, e de concluir a viagem no dia seguinte, chegando a Porto Seguro antes do meio-dia.

            Caso a viagem se atrase, há condições de pernoite em Brumado, Caetité ou mesmo Bom Jesus da Lapa. Em qualquer dos casos, sempre será possível chegar ao destino no começo da tarde do dia seguinte. As estradas estão recuperadas e a sinalização está razoável.

            A propósito dessa área da rota, vale ressaltar que, em Caetité, pega-se a BR 030 ATÉ BRUMADO, onde se deve entrar à direita e pegar a BA 262 para Anagé e Vitória da Conquista. O trecho da BR 030 após Brumado está em condições muito ruins, além de a distância ser maior. Não há problemas de asfalto na BA 262.

            Os pontos de apoio para banheiros, lanches e abastecimento estão em Posto Rosário, a 300 km de Brasília (o melhor de todos os pontos de apoio da rota) Correntina, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Brumado e Vitória da Conquista.

            Importante registrar que, nas estradas da região, sinal de celular só está disponível nas cidades de apoio e, em algumas – como Rosário – a única operadora é a Vivo. Nos intervalos entre cidades, normalmente não há sinal.

            No segundo dia da viagem, a distribuição das cidades, o estado geral da estrada e os pontos de apoio são semelhantes. Nós recomendamos fortemente a utilização da rota Vitória da Conquista-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro.

             Lembramos a nossos leitores que não deixem de ver aqui no blog o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovidas brasileiras”. Esse post tem interessantes informações, principalmente para marinheiros de primeira viagem ou famílias que se deslocam com crianças pequenas ou idosos, por exemplo, mas traz também muitas dicas para motoristas experientes, como nossa receita para não dormir ao volante no começo da tarde (quando todos dormem a bordo), ou como enxergar melhor sob chuva na horas próximas ao pôr-do-sol. O Manual está aqui mesmo em nosso site  www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. É só rolar as páginas e encontrá-lo. 

            Nosso o objetivo é que a viagem de férias de todos os nossos sputniks  (companheiros de viagem, em russo) seja alegre, feliz, segura e tranquila e o seu retorno seja tranquilo, seguro, feliz e alegre.

            Para isso, contamos integralmente com o seu apoio e compreensão: às vezes indicamos rotas mais longas, porque são mais confortáveis. Nunca indicamos estradas de terra, porque famílias com automóveis quebrados em estradas de terra, sem condição de socorro, em noites de chuva são um drama que não desejamos para nenhum dos nossos sputniks. Às vezes, indicamos rotas MUITO mais longas do que outras, mas é porque estamos cientes de fatos como combustível adulterado ou ocorrência de assaltos.

            E essa nossa metodologia tem dado resultados muito bons!

            Edimar Rodrigues e Abreu – 07 de novembro de 2016.

    Em 13.07.2017:

     Por se constituir em um relato preciso e extremamente atual sobre as condições da rota Brasília-Ilhéus, transcrevemos abaixo o comentário do sputnik Fábio Leal, publicado há pouco, sobre sua experiência naquela rota: 

 

Olá Abreu, olá pessoal;

Como havia informado aos colegas aqui no blog, sai hoje pela manhã rumo a Porto Seguro-BA.
No momento encontro-me hospedado em Vitória da Conquista, e fiz uma EXCELENTE viagem até aqui!!!
Preciso agradecer a você Abreu pela indicação em pernoitar aqui e não em Itapetinga (conforme era meu plano A). Isso me fez formular um plano B o que fez as coisas ficarem mais fáceis, uma vez que não seria possível ir mais adiante hoje por dois motivos:
1-Teria que passar a Serra do Marçal a noite
2-Seria necessário correr muito.
Muito obrigado Abreu!!!

Segue roteiro com algumas observações:
– Tanque cheio
– Saida de Brasília: 4h25m
– Formosa 5h37m
– Nascer do sol 6h40m
– 230km obras
– Simolândia 7h25m (obras cm pare e siga uns uns 35km após a cidades)
– Posto Rosário 8h17m
– Saída do posto Rosário as 8h55m
– Trevo para Correntina 9h09m
– Santa Maria da Vitória 11h40m
– Bom Jesus da Lapa 12h35 (parada para almoço)
– Saida do restaurante em Bom Jesus da Lapa as 13h30m
– Parque eólico 2h45m
-Trevo (entrada) de Caetité 15h03m
– 30km após Caetité obras com pare e siga
– Trevo Brumado 16h25m
– Vitória da Conquista 18h10m (chuvinha fina)

Abasteci em dois locais:
– Posto Rosário e Posto Gruta da Lapa (Bom Jesus da Lapa)

Desejo aos colegas que vão sair amanhã, uma boa viagem e peço desculpas por não ter postado antes, é que a fome apertou, foi preciso fazer uma boquinha antes… hehehe…

Amanhã, chegando em Porto Seguro, posto mais informações sobre o restante da viagem.

Abraços
Fábio Leal

PS: Trechos Ruins
– 30 Km antes de Correntina com alguns buracos, é preciso atenção;
– 50Km após Correntina, trecho ruim, com muitos buracos, cuidado redobrado;
– Trecho entre Brumado e Vitoria da Conquista tem um trecho de 50km aproximadamente que está horrível. estão colocando areia para tapar os buracos, muita poeira…

 

 

RESUMO  DAS DÚVIDAS MAIS FREQUENTES A PROPÓSITO DA ROTA, REGISTRADAS NOS COMENTÁRIOS A ESTE POST, PUBLICADOS NA ÍNTEGRA, NAS DATAS MENCIONADAS, AO FINAL DESTA SEÇÃO :

 

08.12.2017 – Vou com a família – duas crianças de 4 meses e 4 anos –  de Brasília para Porto Seguro, pela rota que o blog indica (Correntina). Você tem dicas para quem viaja com crianças?

EL: Por serem informações comuns a todas os viajantes e a todas as rotas que indicamos, preferimos concentrar essas dicas em um post específico, intitulado “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso site www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras ”.

06.12.2017 – Estou indo de Goiânia para Morro de São Paulo com a família (esposa e “filhote”), pela rota que o blog indica para Porto Seguro, via Correntina. Ao chegar a Brumado, pretendo pegar a esquerda direto para Morro de São Paulo. Você tem informações sobre aquela rota?

EL: Este blog só recomenda duas rotas de Brasília para Morro de São Paulo: Brasília-Barreiras-Itaberaba-Morro de São Paulo ou Brasília-Correntina-Vitória da Conquista-Morro de São Paulo. A diferença entre as duas é de 11 km. Lamentavelmente, não temos condição de indicar qualquer outra rota para viagem em família para esse destino, como é o caso dessa que passa por Contendas do Sincorá, Pé de Serra, Maracás e Lajedo do Tabocal.

04.12.2017 – Viajaremos de Rio Verde para Arraial d´Ajuda para passar o réveillon. Dividimos a viagem de ida em três etapas, com pernoites em Posse (GO) e Vitória da Conquista (BA). Há condição de fazer o retorno em 2 dias?

EL: Sim. Divida a viagem em duas etapas: uma de 1.032 até Correntina e outra de 959 até Rio Verde. Mantenha a ida em 3 etapas, porque você estará CONHECENDO a estrada. Na volta, mais familiarizado, você poderá fazer o que recomendamos.

28.11.2017 – Vamos para Porto Seguro no Natal. Ouvi falar que não é mais para pegar a BR 242 e sim a rota por Correntina. É verdade?

EL: Sim. Com a recuperação da estrada no princípio de 2016, a rota Brasília-Porto Seguro por Correntina tornou-se a mais adequada, superando o percurso por Barreiras e aquele por Montes Claros. Em razão disso, passou a ser a nossa recomendação para quem vai para o sul da Bahia (Ilhéus, Porto Seguro) partindo de Brasília.

28.11.2017 – Estamos saindo em janeiro de João Pinheiro para Porto Seguro. Você tem informações para nós, como em 2016?

EL: Para quem sai de Minas, nossas recomendações continuam as mesmas, ou seja, rota por Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro. Permanecem nossos vetos a rotas “mais curtas”, como aquela por  Almenara. A novidade é a recente recuperação do trecho  por Potiraguá e do de Montes Claros para Salinas. Em compensação, houve deterioração nas imediações de Francisco Sá.

27.11.2017  – Vamos de Monte Alegre de Goiás para Porto Seguro e o Google Maps me oferece três alternativas: por Correntina, por Itaberaba e outra rota intermediária.  O que devo fazer?

EL: Vindo de Monte Alegre de Goiás, você só tem condição de entrar na Bahia por Luís Eduardo Magalhães. E quem parte de Luís Eduardo para Porto Seguro, só tem como alternativa a BR 242 (Barreiras-Ibotirama-Seabra-Itaberaba), pois qualquer tentativa de atravessar para a rota Correntina-Bom Jesus da Lapa-Vitória da Conquista é difícil, desconfortável, insegura ou com asfalto destruído. Assim, suas alternativas, do ponto de vista deste blog, resumem-se a uma: Barreiras-Itaberaba e de lá pegar a BR 116 (via Argoim ou Iaçu) para Vitória da Conquista e Porto Seguro.

22.11.2017 – Sairemos de Planaltina(DF) para Guaibim. A que horas deveremos sair para chegarmos a Brumado (onde pernoitaremos) ainda de dia, mas não muito cedo?

EL: Às 07h00, se não estiver chovendo. Se sair mais cedo, vai chegar cedo demais a Brumado.

14.11.2017 – Vamos refazer a viagem para Porto Seguro que fizemos em 2014. A estrada estava péssima. Mas agora vamos seguir sua recomendação: iremos no dia 29.12.2017 e voltaremos no dia 02.01.2018. A estrada está boa?

EL: A estrada foi recuperada e está viável, com algumas irregularidades no piso entre Correntina e Santa Maria da Vitória. Pelas datas da viagem, deduzimos que vocês vão viajar à noite. Este blog não recomenda viagens à noite nessa região. Já que a decisão está tomada e como as estatísticas mostram que 82% dos acidentes com vítimas fatais nessas estradas acontecem entre 18h00 de um dia e as 06h00 do dia seguinte, resta-nos pedir que tenham o máximo de atenção com os assaltos, com a falta de sinalização noturna, com os jumentos abandonados na via, com o sono, com o cansaço, com os buracos esparsos e com as chuvas noturnas. Enfim, segura na mão de Deus e vá.

14.11.2017 – Estamos partindo de Barreiras para Porto Seguro no final de dezembro, com esposa e filho pequeno. Para não cansar meu filho de 1 ano, não gostaria de rodar mais de 700 km. A rota permite paradas a cada 200 km para descanso?

EL: Sim. A rota que recomendamos permite paradas estratégicas a cada 200 ou 250 km para reabastecimento, lanchinho, banheiro, troca de fraldas, mamadeiras, alongamento, sinal de celular e postos da Polícia Rodoviária Federal, além de boa estrutura hoteleira.

31.10.2017 – Vamos de Brasília para Porto Seguro dia 03.01.2018. Qual o melhor caminho?

EL: Brasília-Formosa-Alvorada do Norte-Posto Rosário-BR 349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Potiraguá-Eunápolis-Porto Seguro. 

11.10.2017Vamos sair de Brasília para Porto Seguro (eu, meu marido, meu irmão e dois cachorros), pela rota que este blog recomendada. E você tem alguma informação sobre hoteis que recebem animais?

EL:  Além da Pousada Itajuipe que vocês descobriram, o Hotel Ibis de Vitória da Conquista também recebe animais, mediante uma pequena taxa.

26.09.2017 – Iremos de Brasília para Porto Seguro. Você tem alguma indicação de hotéis?

EL: Nossos visitantes são de diversas faixas de renda, o que nos impede de sugerir hospedagem. Limitamo-nos a dizer que há pousadas, dormitórios e hoteis entre R$ 30,00 para a família, com café da manhã (café com leite e pão com manteiga) até R$ 350.00 para o casal, com restaurante, piscina e lauto café da manhã. Ou seja, opções para todos os gostos e bolsos.

03.10.2017 – Fechei  a reserva, pelo site e-booking, no Palace Hotel de Vitória da Conquista por R$ 140,00 para dois adultos e uma criança, com café da manhã.

EL: Fechou bem, com uma boa relação custo/benefício. Nada contra nossos “sputniks” trocarem informações aqui no blog. Muito pelo contrário. Compartilhamento de informações é muito bem-vindo.

25.08.2017 – Sairemos de Itapirapuã(GO) no dia 18.12 e precisamos chegar a Porto Seguro no dia 19. É possível fazer a viagem só com um pernoite? A que horas devo sair para pernoitar em Bom Jesus da Lapa?

EL: Dá. Saia de Itapirapuã ao nascer do sol e você chegará a Bom Jesus da Lapa antes do pôr-do-sol. Se houver qualquer atraso, durma em Correntina, que, mesmo assim, você chegará a Porto Seguro no dia seguinte, no começo da tarde.

31.07.2017 – Vamos de Brasília para Porto Seguro, mas, por um evento na escola do meu filho, só poderei partir às 11h00. Onde devo pernoitar?

EL: Bom Jesus da Lapa. Se houver atraso, pernoite em Correntina. Ainda assim, você chegará a Porto Seguro no começo da tarde, hora do check-in no hotel.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

499 Comments on “BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

  1. Olá!!! Muito legal suas informações. Estarei indo de Goiânia para Porto Seguro dia 19/12 gostaria de uma ajuda na rota. Da última vez que eu fui, 2016 (duas mulheres e duas crianças em um Palio 1.0kkkk) Foi viagem boa, porém GPS nos jogou em vários caminhos errados, entramos em fazendas, pistas sem sinalizaçã,o muitos buracos e nada de civilização, as placas que caiam com as chuvas, eram colocadas nas estradas de forma errada, até dentro de um canavial fomos parar kkkk Na volta peguei um mapa e consegui voltar tranquilamente sem erros. Me ajuda em uma rota, que eu não passe em Vitória da Conquista, morri de medo daquela serra. Ali eu não volto mais!!! rss Ajuda!!! Iremos em dois carros agora (caminhonete UFA! Palio nunca mais rs), mas pra variar três mulheres e duas crianças.

    1. Olá, Cyntia. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho. Mas obrigado especialmente pelo bom humor com que você narra suas peripécias da viagem de 2016. Demos boas risadas por aqui, principalmente pela entrada no canavial!!! Vamos lá. A rota que recomendamos para quem saí de Goiânia para Porto Seguro é a Brasília-Formosa-Alvorada do Norte-Simolândia-Posto Rosário-BR 349-Santa Maria da Vitória-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Você garante que não passa nunca mais pela Serra do Marçal. E se há uma coisa que nós aqui de casa aprendemos a respeitar em nossos 41 anos de viagens de férias por essas estradas brasileiras foi prestar atenção na vozinha. Não é a avó, mãe de nossa mãe: é a vozinha que diz dentro da gente:-“Não vá, não faça, é perigoso!”. E posso dizer com segurança, Cyntia: saber ouvir essa voz da natureza mais íntima de nós mesmos já foi responsável por MUITAS oportunidades em que “perdemos o trem que descarrilou”. Então, quem somos nós para insistir com você para passar pela Serra do Marçal! Então, faça o seguinte: ao chegar a Vitória da Conquista, em vez de descer pela Serra para Itambé, suba pela BR 116 (a estrada corta Vitória da Conquista) como se fosse para Feira de Santana e Salvador. Depois de rodar 67 km, você estará em Poções. Nossa orientação é pegar a direita em Poções e descer para Nova Canaã-Iguaí-Ibicuí-Ponto do Astério, vilarejo já na rodovia BR 415 (ou BA 130 que é a mesma) que vem de Vitória da Conquista, passando pela Serra do Marçal, em direção a Itabuna. Ali, você deverá virar a esquerda para Itabuna e, uma vez lá, pegar a BR 101, à direita, para Eunápolis e Porto Seguro. Essa voltinha significa um aumento de 3 km. Pela Serra do Marçal, você chega ao Ponto do Astério em 151 km e por Poções, em 154. Nada mau, não é? Apenas tome o cuidado de ao chegar a Poções, perguntar como está o estado geral da estradinha que você vai percorrer. Ela deve estar em bom estado (são 87 km). Mas, se houver problemas, continue subindo pela BR 116 até Jequié e de lá desça para Ipiaú e pegue a BR 101 para Itabuna e Porto Seguro em Ubaitaba. Acho que não vai haver necessidade: por Poções o problema deve se resolver. Cyntia, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também há outros posts que podem ser do seu interesse, como, por exemplo, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos diversas informações práticas para motoristas pouco experientes ou que viajam com mulheres, crianças ou idosos. Não deixe de dar uma olhadinha lá, tá? Se restarem dúvidas, Cyntia, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  2. Ricardo Quintino

    Olá, Abreu!
    Procurando rotas para viagem de Belo Horizonte para Taipus de Fora (Península de Maraú – BA), me deparei com seu Blog. Gostei muito.
    Pesquisando as rotas no Google Maps, me foi sugerida como a mais rápida, a que vai pela BR-387, saindo de BH passando por Diamantina, Itaobim, Almenara, Itagimirim. Itabuna.
    A segunda opção seria passando pelas BR-387 e BR-116, saindo de BH passando por Diamantina, Itaobim, Medina, Candido Sales, Vitória da Conquista.
    Não sei qual escolher. O que me sugere?
    Grande abraço e parabéns pelo bom trabalho no Blog.

    Abreu
    Em resposta a Ricardo Quintino
    Olá, Ricardo. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho. As opções oferecidas pelo Google Maps para sua viagem, Ricardo, são as piores possíveis. Vamos explicar. O Google Maps é um instrumento maravilhoso…para países de Primeiro Mundo. Assim, se você quiser sair de Paris para Avignon, de Roma para Milão, de Nova York para a Filadélfia ou de Berlim par Frankfurt, não tenha dúvidas: pegue a orientação do Google e você chegará lá, no menor tempo possível por excelentes estradas. Aqui em Pindorama as coisas se passam de modo um pouquinho diferente. Aqui eles também procuram oferecer o caminho mais curto, mas nem sempre o mais curto é o mais rápido, nem sempre o mais rápido é o mais confortável e nem sempre o mais confortável é o mais seguro. E, para sua viagem, essa escolha passa por diversos desses fatores. Para abreviar a resposta, já adiantamos que a rota que recomendamos aqui não é nenhuma das duas oferecidas a você. Essas duas passam por Diamantina e levam você a um dos trechos do Brasil onde as rodovias são as mais abandonadas do país, a estrutura hoteleira e de postos de combustíveis é inexistente ou precária, há trechos de estradas de terra e outros trechos de asfalto que você preferiria que fossem de terra, sinal de celular é uma raridade, não há cidades de porte médio, com um bom hospital para uma emergência, a Polícia Rodoviária Federal passa longe de lá para alegria dos bandidos. Em alguns trechos, como naquele triângulo Pedra Azul-Almenara-Itaobim, além de as estradas terem sido projetadas para tratores de esteira e caminhonetes 4 x 4, há frequentes registros de assaltos à mão armada. Uma terceira alternativa seria sair de Belo Horizonte por João Monlevade, Ipatinga, Governador Valadares, Teófilo Otoni e Vitória da Conquista. Mas ali você percorrerá a BR 381, a rodovia mais assassina do Brasil. E sabe por quê? Porque o pesadíssimo tráfego de carretas reduzem a velocidade a um rastejar intolerável, o que leva os motoristas a perderem a paciência e a cabeça e tentar ultrapassagens que terminam em fatalidade. Por tudo isso, Ricardo, nós convidamos você a vir conosco por uma rota mais longa, mas que conta com cidades de porte médio, boa estrutura de apoio, com postos, lojas de conveniências, asfalto em bom estado, sinalização razoável, presença da Polícia Rodoviária Federal e sem registros de violência que sejam do nosso conhecimento. Essa rota sai de Belo Horizonte pela BR 040 para Sete Lagoas e Paraopeba (terra natal da Clara Nunes). Vinte e um km após Paraopeba, pegue a BR 135 à direita no trevo e siga para Curvelo, Corinto e Montes Claros. Ao chegar a Montes Claros, pegue o contorno da cidade à sua direita e prossiga para Francisco Sá e Salinas. Ao passar por Francisco Sá, tenha um pouco de cautela e reduza a velocidade, porque há registros de buracos esparsos em suas imediações. Ao chegar a Salinas, você já terá rodado cerca de 660 km. Faça uma avaliação do andamento da viagem. Se houve atrasos, pondere a possibilidade de pernoitar lá. Se tudo tiver andado bem, prossiga em direção a Vitória da Conquista, a 260 km de Salinas. Note que, 120 km após Salinas, você entrará na BR 116, que costuma ter um tráfego um pouco carregado, principalmente pela presença de carretas. Mas tenha paciência, porque serão apenas 140 km naquela rodovia e você estará em Vitória da Conquista para o pernoite. Note também que, 21 após pegar a BR 116, você chegará a Divisa Alegre. Ali você entra no Estado da Bahia, onde não há horário de Verão. Com isso, você terá de atrasar o relógio e ganhar uma hora a mais para viajar à luz do dia. No dia seguinte, nossa recomendação é deixar a BR 116 em Vitória da Conquista e pegar a BA 263 à direita para Itambé, Itapetinga, Floresta Azul, Itabuna,Ilhéus, Itacaré e Maraú. Também essa perna de Vitória da Conquista para Maraú pode parecer mais longa do que o ideal, mas as razões pelas quais nós a recomendamos são as mesmas anteriormente listadas. Bem, Ricardo, você chegou até nós pelo post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que está publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão outros posts nossos que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de Carro” e “Brasília-Porto Seguro de carro”, nos quais abordamos essas alternativas para quem sai de Minas para o litoral sul da Bahia. Dê uma olhada neles, OK? Se restarem dúvidas, Ricardo, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
    Um grande abraço.
    Abreu

  3. Amigos,
    Estou planejando a ida para Porto Seguro, saindo de Brasília no dia 01/01/2019 (saindo 4h da manhã).
    Como irei com esposa e duas filhas, a idéia é ir bem devagar, por não conhecer a estrada.
    As meninas me pediram para irmos em dois dias (mesmo sabendo que daria para ir direto).
    A nossa idéia é dormir em Brumado e no dia seguinte seguir até Porto Seguro.
    Pergunto, Como está a estrada? Algumas novas dicas?
    Este é um blog muito bacana e por isto venho colher informações dos amigos de estrada…
    Antecipadamente Grato! Abraço!!!
    Alexandre.

    1. Olá, Alex. Bem-vindo ao blog e obrigado pela força que nos dão suas palavras carinhosas em relação ao nosso trabalho. As estradas da rota Brasília-Porto Seguro estão boas, com exceção das imediações de Correntina (20 km antes e 20 km depois), onde se registra a ocorrência de buracos. Lembramos que já passamos a recomendar o trecho por Potiraguá (Itapetinga-Potiraguá-BR 101, o que encurta a viagem em cerca de 120 km em relação à antiga passagem por Itabuna. Agora, vamos a algumas ponderações em relação ao seu caso específico. Não recomendamos sair às 4h da manhã, por algumas razões. A primeira é que não há necessidade: como na Bahia não há horário de Verão, ao deixar o Estado de Goiás na altura do Posto Rosário, você ganha uma hora a mais de viagem. Isso significa que, viajando tranquilo, parando a cada 200/250 km para abastecer, fazer alongamento, ir ao banheiro etc, você tem plenas condições de chegar a Vitória da Conquista antes do anoitecer. Por outro lado, essa saída às 4h da madrugada do dia 01.01.2019, ainda noite, com as ruas cheias de bêbados voltando das festas de Réveillon, é dar chance para o azar. Não sei de onde você vai partir, mas se você estiver no Colorado por volta das 06h ou 06h30min, os bêbados já terão ido dormir e você poderá tocar sua viagem em paz e chegar ainda de dia a Vitória da Conquista. Deixe a hipótese de dormir em Brumado ou Caetité para eventualidade de algum atraso ocorrer. Se não houver atrasos, após rodar 1.090 km você desembarcará ainda de dia em Vitória da Conquista, cidade que dispõe de bons hotéis para todos os gostos e bolsos. Quanto à ideia de que “daria para ir direto”, esperamos que você repense: são 1.455 km, o que significaria rodar praticamente 400 km em horário noturno, por estradas com sinalização reflexiva inexistente, curvas mal sinalizadas, sinalização horizontal apagada, caminhoneiros transportando cargas perecíveis (principalmente frutas e verduras), os quais precisam varar a noite dirigindo ajudados por “rebites” e, às vezes, cocaína, além dos jumentos e rebanhos de cabras e cabritos soltos no asfalto e invisíveis à noite, principalmente debaixo de chuva. Viajamos o Brasil inteiro em férias nos últimos 41 anos sem nos envolvermos em um acidente, sem amassarmos um paralamas: isso porque NUNCA viajamos à noite, horário em que ocorrem 82% dos acidentes rodoviários com mortes. Como você ouviu e atendeu ao pedido das suas filhas, conto com elas para serem minhas aliadas no sentido de tornar essa decisão de evitar viagens noturnas uma prática permanente da família. Você chegou até nós, Alex, pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros posts que poderão ser do seu interesse, principalmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos muitas informações e dicas para motoristas com não tanta experiência, principalmente conduzindo famílias que incluam mulheres, crianças e idosos. Não deixe de dar uma olhadinha lá, tá? Se restarem dúvidas, Alex, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  4. boa tarde!!! Estou fazendo o cronograma da minha com minha família(eu, esposa e filho de 3 anos). Nas indas e vindas pela Internet encontrei esta pagina. Bom, estou indo de Patos de Minas-MG para Porto Seguro, e gostaria de algumas dicas de onde fazer algumas paradas, locais para alimentação, abastecimento, etc. Tambem estou em duvida sobre o trajeto, se émelhor por Itabuna ou Potiguara? parabenizo pelo trabalho!!!

    1. Olá, Diego. Bem-vindo ao blog. Você terá uma viagem total de 1.213 km, que necessariamente deverá ser dividida em duas etapas. Em se tratando dessas estradas, este blog se põe radicalmente contra qualquer viagem noturna, uma vez que a média de acidentes com vítimas é de 82% no período entre 18 horas e seis da manhã. Ninguém está correndo para tirar o pai da forca. Você está com sua família e querendo usufruir de uns dias de repouso à beira-mar. Então, nada de correrias. Antes de qualquer coisa, ao apanhar a BR 116 depois de Salinas, NEM PENSE em cortar caminho para Porto Seguro por Almenara. Aquela é uma região deserta, sem estrutura, sem Polícia Rodoviária Federal, com trechos de estradas de terra e ocorrência de assaltos. Como você está com um filho de 3 anos e a esposa, e saindo de Patos de Minas a nascer do sol, achamos perfeitamente viável que você pernoite em Vitória da Conquista, rodando 913 km no primeiro dia. Vitória da Conquista é uma cidade-polo, de porte grande, com boa rede hoteleira e bons restaurantes e shoppings, o que assegura um pernoite confortável para você e sua família. No dia seguinte, é acordar mais tarde, tomar o café da manhã e se pôr na estrada para rodar 365 km e chegar a Porto Seguro por volta das 13 horas, quando os hotéis e pousadas abrem o check-in para os novos hóspedes do dia. Diego, você chegou até nós pelo post “Brasilia-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão publicados outros posts, que podem ser do seu interesse, como, por exemplo, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que contém uma série de dicas para quem não tem tanta experiência, ou mesmo para marinheiros de primeira viagem, mas especialmente para quem viaja com mulheres, crianças e idosos por estradas como essa que você vai percorrer. Não deixe de ver também nossas orientações aqui mesmo neste post, com data de hoje, para o Mario, que irá de Uberlândia para Porto Seguro, com a esposa e dois netos. Se restarem dúvidas, Diego, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e volta em paz e segurança.
      Um forte abraço.
      Abreu
      P.S.: Reproduzimos abaixo nossas orientações para o Sandro, que fez o percurso Catalão-Porto Seguro, em janeiro de 2018, acompanhando nossas recomendações e cuja viagem foi tranquila e tudo deu certo:
      Em resposta a Sandro Almeida Almeida
      Olá, Sandro. Bem-vindo ao blog e obrigado pelos cumprimentos ao nosso trabalho. Realmente, a rota recomendada para você é essa aí mesmo. Anteriormente, nós recomendávamos ao pessoal do Triângulo Mineiro e Catalão a rodar um pouco mais e ir por Brasília, porque as condições da rodovia entre Montes Claros e Salinas estavam terríveis, apresentando-se esburacadas e com risco de assaltos. Esse trecho já foi recuperado e agora a preocupação é nas imediações de Francisco Sá, mas em escala muito menor, com muito menos buracos e o risco de assalto é o mesmo de sua rua aí em Catalão. Você publicou seu comentário em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros que podem ser do seu interesse (e que você parece já ter lido), como o Brasília-Porto Seguro de carro”. Transcrevo abaixo nossas orientações de 30 dias atrás para o Lucas, daí de Catalão, para a eventualidade de você não haver lido:

      “Enviado em 12/12/2017 as 17:59 | Em resposta a Lucas Gonçalves.
      Olá, Lucas. Bem-vindo ao blog. Sim, essa é a rota que nós recomendamos. Não se esqueça de que, de Vitória da Conquista, você deve passar por Itapetinga e chegar a Itabuna, para então descer pela BR 101 para Eunápolis. Todas as tentações para encurtar esse trajeto – por enquanto – são apenas isso: tentações. E normalmente dão dor de cabeça a granel para quem cai nessas tentações. O mesmo se aplica à vontade de, após passar por Salinas e pegar a BR 116, querer “cortar caminho” por Pedra Azul e Almenara: é só ermo, trechos em estrada de terra, sem policiamento, postos de bandeira genérica com combustível adulterado e risco de assalto, principalmente à noite. Ninguém merece! Assim, siga exatamente a rota que recomendamos aqui e você chegará a Porto Seguro no dia seguinte por volta do meio-dia, relaxado e tranquilo. Como a rota recomendada parte de Brasília, você irá encontra-se com ela na altura do antigo trevo do Posto Pirapatos (entre Patos de Minas e Pirapora, ou seja, BR040 x BR365), atualmente uma cidade chamada Luislândia do Oeste. Quanto ao trecho entre Catalão e Luislândia do Oeste, nossas informações dão conta de que as estradas estão em bom estado. Mas você, possivelmente, saberá disso melhor do que nós. Eu, particularmente, há décadas não passo por aí, fiz o roteiro Catalão-Estrela do Sul-Patrocínio-Patos de Minas-Pirapatos-Pirapora-Montes Claros, no tempo em que eu trabalhava no Banco do Brasil aí em Catalão. Mas acho que hoje eu faria Catalão-Araguari-Patrocínio, porque a pista está duplicada até Araguari. Deixo isso por sua conta, porque é o seu “quintal”. O trecho de aproximação a Salinas, que estava destruído, foi parcialmente recuperado recentemente, mas as crateras aparentemente mudaram-se, de armas e bagagens, para a aproximação e a saída de Francisco Sá. Dedique um pouco de atenção ali. Lucas, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Não deixe de ler aqui mesmo nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, também publicado na mesma aba. Há ali informações, orientações e dicas interessantes para quem, como você, vai rodar por essas estradas. Em caso de dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar com segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

      Enviado em 12/12/2017 as 9:28
      Amigo, eu devo sair de Catalão-GO para chegar a Porto Seguro. O melhor trajeto para mim é por Patos de Minas- Pirapora- Montes Claros- Salinas- Vitória da Conquista? Tem alguma informação de como está a pista por esse trajeto?”

      Como você pode ver, você está afinadinho com as nossas propostas para uma viagem confortável, segura e alegre. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a planejar sua viagem com a maior precisão possível.
      Um grande abraço.
      Abreu

      Rejeitar | Responder | Edição rápida | Editar | Histórico | Spam | Colocar na lixeira
      RODOVIAS BRASILEIRAS: Manual de Sobrevivência em Viagens de Férias nas Rodovias Brasileiras
      Ver Post
      143
      143 comentários
      12/01/2018 às 15:09
      Selecionar comentário Sandro Almeida Almeida
      1 aprovado
      sandro5432@hotmail.com
      191.223.229.222
      Boa tarde.
      Antes de tudo já quero parabenizar pelas informações que eu já vi no blog.
      Então, vamos fazer uma viagem de Catalão-GO à Porto Seguro-BA.
      São três veículos de passeios(Focus, Corolla, IX35), totalizando 14 pessoas adultas.
      Vamos sair as 04:00 do dia 18/01/2018.
      Queria saber qual o melhor trajeto para chegar ao meu destino final?
      Não vamos rodar direto, vamos parar para dormir, qual local me aconselharia para essa parada para dormir?
      Tracei um caminho, de acordo com o que vi nas postagens.
      Saída de Catalão-Araguari-Patrocínio-Patos de Minas-Pirapora-Montes Claros-Salinas-Vitoria da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro.
      Sigo essa rota ou tem outra que consigo chegar ao destino final, sem dor de cabeça ?
      Desde já agradeço pela atenção.
      Sandro Almeida

          1. boa taede,
            estive em Porto seguro em outubro/18, saindo de Patos de Minas. Minhas considerações sobre o trajeto: de Patos de Minas ate Luislandia do Oeste pista boa, transito livre tudo tranquilo; de Luislandia ate Francisco Sá pista com alguns buracos, onde os buracos foram tapados esta com muitas ondulações, mais da para andar tranquilo ate Montes Claros; de Montes Claros até Vitória da Conquista pista boa, porem a 116 requer mais atenção devido ao grande fluxo; de Vitória da Conquista ate Porto Seguro, passando por Itambe, Itapetinga pista boa trânsito tranquilo, ja o trecho de Potiragua a pista foi recuperada, porem ja começou a aparecer alguns buracos nos locais onde foi feita a operação tapa buraco, mais esta boa; o trecho da 101 ate Eunapolis pista boa, porem requer muita atenção por causa de grande fluxo de caminhões; ja de Eunapolis até Porto Seguro pista boa e tranquila. Bom este foi um breve relato sobre minha viagem que foi muito boa e tranquila, segui as orientações desse site, o que foi miito bom. Obrigado pelas informações e ate a próxima.

          2. Olá, Diego. Bem-vindo de volta e muito obrigado pela disposição de retornar aqui e compartilhar conosco sua experiência na rota Brasília-Porto Seguro. São informações bastante precisas e atuais, que sintetizaremos e incluiremos no corpo do próprio post “Brasília-Porto Seguro de carro”. Sua abordagem sobre a situação do asfalto em Francisco Sá (MG) e sobre o trecho Itapetinga-Potiraguá-BR 101 traz informações atualizadas preciosas para o nosso trabalho e para tantos quantos por aqui passam, planejando suas viagens de férias. Mais uma vez, muito obrigado Diego.
            Um abração.
            Abreu

  5. Foi dia 07/12/2018 de uberlandia mg a porto seguro qual melhor trajeto devo fazer vai eu esposa dois netos de 06 e 14 anos

    1. Olá, Mario. Bem-vindo ao blog. Nossa recomendação para o pessoal do Triângulo que vai para Porto Seguro é a rota por Montes Claros-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Sua decisão mais delicada será a escolha do local para pernoite, uma vez que você está conduzindo dois brasileirinhos, que podem ser futuros senadores ou presidentes da República. Então, tem que ter zelo e prudência na escolha. Se fosse um par de rapazes ou um casal jovem, nós estimularíamos o pernoite em Vitória da Conquista (1.105 km). Mas seria muito cansativo para os avós e os netos a bordo. A segunda hipótese seria o pernoite em Salinas (862 km), restando 640 km para fazer no dia seguinte. O problema é que Salinas não tem uma estrutura hoteleira muito boa e os restaurantes também deixam a desejar. Então, dadas as condições de sua “tripulação” a bordo, nossa recomendação é de que você pernoite em Montes Claros (629 km) e chegue a Porto Seguro no segundo dia (850 km). E por que isso? Porque, antes de as crianças se cansarem no primeiro dia, você já chegou ao hotel em Montes Claros, vão dar uma volta na cidade, jantar e dormir. No dia seguinte, a jornada é de 850 km, mas as crianças não se cansarão por causa da expectativa de chegar ao mar e à praia. Nossas recomendações específicas: ao sair de Montes Claros, tenha paciência nas proximidades de Francisco Sá, onde há ocorrência de buracos 20 km antes e 20 km depois da cidade. E, após passar por Salinas e pegar a BR 116, NEM PENSE em cortar caminho por Almenara: o trecho é deserto, sem estrutura, com pedaços de estradas de terra e ocorrência de assaltos à mão armada. Siga pela BR 116 direto até Vitória da Conquista, vire à direita para Itambé e Itapetinga. Após Itapetinga vire à direita para Potiraguá e chegue à BR 101, que levará você a Eunápolis e Porto Seguro. Por favor, não invente moda: a rota adequada para famílias é essa que indicamos. O restante são aventuras. Mario, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde há outros posts que podem ser do seu interesse, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde publicamos uma série de orientações para viajantes não tão experientes, para marinheiros de primeira viagem ou para quem viaja com crianças ou idosos. Não deixe de dar uma olhada, lá, OK? Se restarem dúvidas, Mario, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir voltar em paz e segurança.
      Um forte abraço.
      Abreu.
      P.S.: Reproduzimos abaixo nossa orientação dada ao Denilson, que também saiu de Uberlândia para Porto Seguro em junho de 2018. Deu tudo certo com a viagem dele.
      Abreu:
      Em resposta a DENILSON
      Olá, Denilson. Você está aparecendo em nosso Sistema como se fosse sua primeira visita. Mas já recebemos aqui uma pessoa chamada Denilson, que estava planejando uma viagem de Uberlândia para Ilhéus, em janeiro de 2014. Só o e-mail era diferente (…reito.ufu..). De qualquer modo, seja bem-vindo ou seja bem-vindo volta, se você for aquele Denilson. Vamos lá: a rota indicada para a viagem de Uberlândia para Porto Seguro é Uberlândia-Pirapora-Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. De uma maneira geral, as estradas estão em bom estado. O trecho Montes-Claros Salinas foi recuperado, mas buracos insistem em aparecer nas imediações de Francisco Sá (20 km antes e 20 km depois). Há ocorrência recorrente de tráfego pesado de caminhões naquele trecho (Moc-Salinas), mas nada que atrapalhe a viagem. Até o início de 2018, nós orientávamos o pessoal a prosseguir de Itapetinga até Itabuna e lá pegar a BR 101 para descer para Eunápolis, porque o atalho por Potiraguá estava em estado indescritível de destruição. Mas o governo da Bahia recuperou o trecho, o que já os permite voltar a recomendá-lo. Na reta final para Porto Seguro, especialmente entre Itagimirim e Eunápolis, têm-se registrado alguns congestionamentos, com muitos caminhões. Mas o espaço é curto e a paciência resolve o problema, até porque não outras opções de chegada, a não ser para aqueles viajantes que gostam de ralis e outras modalidades de esportes radicais. Finalmente, esqueça as tentações de Curvelo e Diamantina e – ESPECIALMENTE – Almenara. São trechos que guardam surpresas desagradabilíssimas.
      Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajuda-lo a ir e voltar em segurança.
      Um abração.
      Abreu

    2. Obrigado seu abrel pela dica de transito de uberlandia a porto seguro vou seguir esse trajeto outra coisa existe postos de combustivei proximos no decorrer do trajeto ou a areas isoladas varios kmum do outro

      1. Olá, Mário. Sim, na rota que indicamos, há bons postos a cada 200 km, aproximadamente. Independentemente disso, abasteça a cada 200 km para fazer alongamento, ir ao banheiro, tomar um café. Isso impedirá que o seu tanque de combustível fique abaixo da metade, o que muito importante nessas viagens: sempre pode haver um contratempo, como uma greve de caminhoneiros, falta de energia elétrica para acionar a bomba ou maquininha do cartão de crédito fora do ar. Com essas providências, você estará sempre tranquilo. Qualquer dúvida, estamos a seu dispor, OK?
        Um abração.
        Abreu

        1. Boa noite seu abreu minha maior preocupacao em uma viagem dessa e o estado das rodovias e as condicoes do clima chuvoso nessa epoca de dezembro chove mto nessa regiao

          1. Olá, Mário. Despreocupe-se. O Brasil tem umas características interessantíssimas. Uma delas é a de que o período das chuvas na parte litorânea do Nordeste é diferente do mesmo período no Planalto Central. Enquanto aqui no Planalto Central temos chuvas a partir de outubro e até março, no litoral baiano a estação de chuvas é entre abril e agosto. Há chuvas no verão (dezembro-fevereiro), mas são chuvas leves e passageiras. O estado das estradas é bom, de modo geral, com algumas ocorrências de buracos que registramos no post. Nada preocupante. Se restarem dúvidas, Mario, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
            Um abração.
            Abreu

  6. Viajo amanhã, 07/07/2018 para Porto Seguro, saindo de Brasília. Fui o ano passado seguindo as dicas daqui. Esse ano não irei até Itabuna, pretendo seguir para Potiragua. Espero que a estrada esteja ok.

    1. Olá, Ana Cristina. Bem-vinda de volta. Desculpe, mas só vi o seu comentário agora. Como postamos, a rota por Potiraguá está aberta e não há necessidade de ir a Itabuna. Dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Fico grata pela ajuda. Estamos em Brumado. Fizemos excelente viagem, estrada muito boa, contabilizei 3 buracos antes de Correntina-BA, de resto, tudo ok. Abraços.

  7. Olá, Abreu! Procurando informações sobre viagem de carro para Porto Seguro encontrei o seu blog e fiquei muito feliz com informações detalhadas e esclarecedoras. Porém, como é a primeira vez que vamos fazer uma viagem mais longe de casa ainda ficam muitas dúvidas. Gostaria que vc indicasse uma rota mais tranquila e menor. Viajaremos no mês de julho. Iremos eu, meu esposo e nossos filhos de 19 e 5 anos. Sairemos de Jaraguá-GO. Pretendemos parar por volta das 17h ou 18h para pernoitar. Qual rota vc indica e em qual cidade será melhor para pernoitar, pretendendo parar esse horário, que horas devemos sair de Jaraguá? E, provavelmente, que hora chegaremos em Porto Seguro? Gostamos de andar numa velocidade segura, sem pressas. Desde já agradeço a atenção!

    1. Olá, Zoraima. Bem-vinda ao blog. Obrigado por suas palavras de carinho e estímulo para nós. Não se preocupe: vamos ajudar você a fazer sua viagem da melhor maneira possível e, especialmente, a ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança. Vamos começar com a partida de Jaraguá. Você tem duas opções aí. Uma delas, é descer pela BR 153 e, no cruzamento, pegar a BR 070 para Pirenópolis, Edilândia, Águas Lindas e Brasília. São 224 km. A outra hipótese é descer pela BR 153 para Anápolis e Brasília. São 229 km. Como a rota por Anápolis tem uma grande parte duplicada, naturalmente nossa recomendação é no sentido de que você venha por Anápolis. Se vocês saírem de Jaraguá ao nascer do sol (por volta de 06h30min), que é a nossa recomendação, vocês, vindo pela BR 060, desembocarão na DF 03 (BR 020) por volta das 09h30min, quando os congestionamentos matinais diários de Brasília naquela área já estarão reduzidos. Se acordarem mais cedo, mais congestionamentos vão enfrentar na reta final, principalmente na altura do Riacho Fundo e do Núcleo Bandeirantes. Então, estamos de acordo: sairemos de Jaraguá após o nascer do sol e, após pegar a DF 03, rodar 10 km, você estará no Posto Flamingo (ou Colorado), onde fica o km 01 da BR 020 e reabastecerá o seu carro, fará um lanchinho, o pessoal irá ao banheiro, etc. A partir daí, vocês já estarão efetivamente no rumo de Porto Seguro. Como já serão por volta de 10h da manhã, nossa recomendação é no sentido de que vocês pernoitem em Bom Jesus da Lapa, que fica a 700 km do Colorado, onde vocês deverão chegar em torno das 17 horas. Podem rodar direto mais 300 km e parem para reabastecimento, lanche (e até almoço, uma vez que o self-service de lá é muito bom) no Posto Rosário, um oásis a 20 km depois da entrada para Posse(GO). O Posto Rosário é praticamente a divisa de Goiás com a Bahia. A partir dali, você rodará 18 km e chegará a um trevo. Em frente, Luís Eduardo Magalhães, Teresina, Fortaleza, Salvador. À direita, você vai para Porto Seguro, via Correntina, Bom Jesus da Lapa e Vitória da Conquista. Pegue a direita. Rode 170 km sem maiores problemas. A partir daí, atenção ao buracos na pista. Cerca de 20 km antes de Correntina (abasteça lá) e 20 km após a cidade, o asfalto está muito danificado e não adianta querer andar depressa. Vencido esse trecho, é tocar direto para Bom Jesus da Lapa, atravessar a ponte sobre o Rio São Francisco, acomodar-se no hotel, passear na cidade, levar o pessoal para ver o rio, talvez dar uma olhada no Santuário do Bom Jesus da Lapa (uma gruta que é visitada por romeiros do Brasil inteiro em busca de milagres). No dia seguinte, você terá 770 km a percorrer. Desça para Vitória da Conquista e abasteça em Brumado e de novo em Vitória da Conquista. A partir daí, parada só em Porto Seguro. Ao sair de Vitória da Conquista, passe por Itambé e Itapetinga. Vinte e quatro km depois, pegue a esquerda para Potiraguá e chegue BR 101, que levará você a Eunápolis e a Porto Seguro. E aí, é só alegria. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressadodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão publicados outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro”e, especialmente, o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, destinado a famílias que viajam com idosos e crianças. Não deixe de dar uma olhada lá, OK? Se restarem dúvidas, Zoraima, retorne aqui. Somos apenas uma família dedicada a ajudar outras famílias e irem e voltarem em paz e segurança das viagens de férias de automóvel pelas estradas do Brasil.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Olá, Abreu! Tudo bem com vcs? Não poderia deixar de vir aqui para agradecer suas valiosas informações e relatar como foi a nossa viagem. Primeiro, quero lhe contar que para não esquecer nenhum detalhe, imprimi suas dicas e fiz delas nosso “guia” e, foi ótimo. Nossa viagem foi simplesmente maravilhosa, tranquila, sem nenhum contratempo, graças à Deus e ao seu blog. Seguimos à risca suas orientações: abastecimentos, locais para comer, pernoite, etc. Adoramos Porto Seguro. Meu marido gostou tanto que disse que nossa próxima viagem será novamente para a Bahia e novamente, de carro. Quero mais uma vez agradecer e parabenizá-lo por se dispor a ajudar pessoas que, na maioria das vezes nem conhece. É de pessoas assim como vc que o mundo precisa. Para nós foi muito valiosa sua atenção e presteza. Sucesso e um grande abraço a você e toda sua família!!!

        1. Olá, Zoraima. Bem-vinda de volta. Seu comentário tem o sabor do salário quando é creditado em nossa conta! É como se fôssemos regiamente pagos por fazermos o que tentamos fazer aqui. Nossas estatísticas indicam que cerca de 6.000 pessoas visitam mensalmente nosso blog e recolhem as informações que precisam. Desses 6.000, apenas cerca de 50 deixam comentários ou consultas sobre suas viagens. E desses 50, apenas 2 retornam para nos dar notícias sobre como foi a viagem, como você fez. Por isso, para nós é maravilhoso saber que tudo correu bem e que vocês retornaram em paz e segurança a Jaraguá. Mensagens como a sua são o combustível que nos permite continuar a fazer esses trabalho de ajudar famílias a irem e voltarem em suas viagens de férias nas estradas brasileiras.
          Um grande abraço para você e sua família.
          Abreu

  8. Olá Abreu! Mais uma vez recorremos à sua experiência e boas informações. Melhor opção hoje, para sair de Uberlândia para Porto Seguro? Temo notícias de Montes Claros à Salinas.? Não tenho idéia de como são as estradas por Curvelo e Diamantina ….
    Se vc tiver alguma orientação te agradeceria imensamente.

  9. Outra coisa, como e minha primeira viagem de carro em família, gostaria de indicações tanto para um bom café da manhã quanto para um almoço.

    Obrigado!

    1. Olá, Dhiogo. Bem-vindo ao blog. Por enquanto, o blog não costuma indicar hotéis ou restaurantes, porque isso depende muito das condições financeiras das famílias. Mas nada impede que nós informemos onde nossa família costuma ficar. Em Vitória da Conquista, ficamos no Ibis Hotel, pelo restaurante, pela localização, por receberem animais, por ficar pertinho do shopping e do trevo que nos leva a Porto Seguro. Também não recomendamos paradas para almoço: atrasam a viagem, restaurantes de beira de estrada são um risco e nada substitui o sanduíche feito em casa, as frutas, o refri, os biscoitos, os ovos cozidos que a gente vai comendo durante a viagem, deixando para fazer a refeição principal no hotel, na hora do jantar. Conte com a gente, Dhiogo, para ajudá-lo a ir e vir em segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  10. Maravilhoso esse blog. Estou planejando uma viagem de carro a Brasília, saindo de Salvador, e sua dicas serao bastante uteis.
    Deve serr muito bom ter uma família que compartlhe aventuras tao saudaveis e gratificantes. Parabéns p vcs!

    1. Olá, Ieda. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas carinhosas palavras. Estamos prontos para ajudá-la em sua viagem. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br“, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se acham editados outros posts, que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Salvador de carro” e o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Dê uma olhada lá, está bem? E retorne por aqui: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

  11. Bom dia pessoal. Estou em arraial d’ajuda, cheguei ontem, passando por Potiraguá. E o seguinte. A estrada entre Itapetinga e Potiraguá está com um trecho mais sinuoso, poucos kms antes de chegar em.potirgua que requer um certo cuidado. Esta ocorrendo operação tapa buraco, portanto deve melhorar. Já a estrada de Potiraguá até a Br 101 está um verdadeiro tapete, todo o trecho. Estão iniciando os trabalhos de pintura ( marcação apenas por enquanto) portanto, podem.passar por lá tranquilamente. gasolina, diesel e álcool, estão todos com preços similares aos de Brasília, uns pra mais ,outros pra menos, mas tudo mais ou menos no mesmo preço. Espero ter ajudado. Abraços a todos.

    1. Olá, Diego. Obrigado pelo relato e pela confirmação. Com essa sua experiência, já podemos fazer a alteração no post “Brasília-Porto Seguro de carro”, passando a recomendar o desvio por Potiraguá. Como são importantes para todos nós atitudes como a sua, pois enriquecem as informações e facilitam enormemente a vida de nossos sputniks. Mais uma vez, obrigado.
      Um abração.
      Abreu

  12. Salve Abreu tudo paz, tomo a liberdade de publicar e compartilhar mais uma vez….kkkkk
    Salve galera do Trecho tudo na paz!

    Bom, a poucos dias postei que estava com viagem marcada para Imbassai próximo a Salvado, pois bem ontem os planos mudaram e na terça-feira sairemos para Porto Seguro/BA (quinta ferias na terra do descobrimento, falei para patroa que um dia vamos acaba comprando uma terrinha por lá), a mudança se deu por questões de gosto e estrutura hoteleira, que ao nosso ver é melhor assistido que Imbassai. Vamos lá, sairemos por volta do dia 4 da manhã do dia 10/04, passando por Correntina/BA e pernoitando em Vitoria da Conquista/BA. No segundo dia iremos por Potiguara até sair no trevo da BR 101 até Eunápolis e depois Porto Seguro. A volta pretendo voltar pela BR 116 e pernoitar em Montes Claros/MG (BR 365, passando por Salinas) e chegando por Cristalina/GO. Gosto deste trajeto (mania de motociclista, nunca voltar pelo mesmo caminho que foi, sempre fazer outra rota rsrsrsrsr). Em 2014 voltamos por Montes Claros, e em 2015 voltamos pela BR 101 passando por Teixeira de Freitas/BA e entrando pela BR 418 saindo em Teófilo Otoni/MG pernoitando em Governador Valadares (não indico este trajeto pois pegamos uns 400kms só de curvas e mais curvas, foi a manha inteira), no dia seguinte vinhemos por Curvelo/MG e depois BR 040 até o DF.
    Bom vamos lá deixando registrado e em breve tento mante-los informados e sugestões de pontos de apoio….
    Obs. Aguardando o relato do amigo que sai amanhã, acho que do Jardim Inga/GO….
    Obs.** Abreu se me permitir posso mandar um relato de viagens com dicas de Brasília/DF para Carolina/MA (Chapada das Mesas), terra natal e sempre que posso estou por lá, e tenho parentes que sempre vão e passam condições das estradas….

    Abraços aí para galera do Trecho….

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo de volta. Gostei da decisão de vocês de alterarem a programação. Eu gosto de Imbassaí, mas para passar lá uma manhã ou uma tarde, quando fico na Praia do Forte. De fato, a estrutura hoteleira é modesta, a não ser que você fique no Resort Imbassaí. E eu não gosto muito de resorts. Naquele negócio de ficar preso, com tudo incluído (bebidas e comida à vontade) e moças e rapazes chamando o tempo inteiro para você fazer coisas (jogos, natação, teatro, karaokê) não faz muito o estilo da nossa família. Gostamos mesmo é de explorar redondezas, experimentar restaurantes e botecos diferentes, dormir e acordar na hora que der e por aí afora. Quando vou a Sauípe, prefiro ficar na Vila Nova da Praia, onde se tem mais liberdade, mais gente, mais movimento, mais escolhas, particularmente gastronômicas, longe dos hotelões do resort. Então, acho que vocês acertaram na troca. Adoraríamos ter seu relato sobre o trecho por Potiraguá. Amanhã é o último dia para inauguração de obras – por causa de eleição – e o governador da Bahia não deve ter perdido a oportunidade de inaugurar aquele trecho. Se isso tiver ocorrido, a partir do seu relato, vamos alterar nossa orientação aqui e passar a recomendar o atalho, que economiza 120 km. Quanto à volta por Montes Claros, também apreciaríamos notícias frescas sobre o segmento Salinas-Francisco Sá-Montes Claros, uma vez que há notícias de deterioração do asfalto, principalmente nos arredores de Francisco Sá. Interessam-nos também notícias sobre o trecho Luislândia do Oeste (Pirapatos), onde você pega a BR 040 e Brasília.Vá em frente, dê notícias e que Tupã acompanhe você e sua família.
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá, Denilson. Você está aparecendo em nosso Sistema como se fosse sua primeira visita. Mas já recebemos aqui uma pessoa chamada Denilson, que estava planejando uma viagem de Uberlândia para Ilhéus, em janeiro de 2014. Só o e-mail era diferente (…reito.ufu..). De qualquer modo, seja bem-vindo ou seja bem-vindo volta, se você for aquele Denilson. Vamos lá: a rota indicada para a viagem de Uberlândia para Porto Seguro é Uberlândia-Pirapora-Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. De uma maneira geral, as estradas estão em bom estado. O trecho Montes-Claros Salinas foi recuperado, mas buracos insistem em aparecer nas imediações de Francisco Sá (20 km antes e 20 km depois). Há ocorrência recorrente de tráfego pesado de caminhões naquele trecho (Moc-Salinas), mas nada que atrapalhe a viagem. Até o início de 2018, nós orientávamos o pessoal a prosseguir de Itapetinga até Itabuna e lá pegar a BR 101 para descer para Eunápolis, porque o atalho por Potiraguá estava em estado indescritível de destruição. Mas o governo da Bahia recuperou o trecho, o que já os permite voltar a recomendá-lo. Na reta final para Porto Seguro, especialmente entre Itagimirim e Eunápolis, têm-se registrado alguns congestionamentos, com muitos caminhões. Mas o espaço é curto e a paciência resolve o problema, até porque não outras opções de chegada, a não ser para aqueles viajantes que gostam de ralis e outras modalidades de esportes radicais. Finalmente, esqueça as tentações de Curvelo e Diamantina e – ESPECIALMENTE – Almenara. São trechos que guardam surpresas desagradabilíssimas.
        Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajuda-lo a ir e voltar em segurança.
        Um abração.
        Abreu

        1. Olá Abreu. Sou o mesmo Denilson de antigamente, rsrsrs, ou quase o mesmo. O e-mail realmente mudou. Mais uma vez muito obrigado pela dica. Aquele trecho entre M.Claros e Salinas, independente de buracos, requer muita atenção mesmo.Se Deus ajudar que a gente concretize o nosso projeto de viagem, que está programada para julho, escreverei no post dando notícias. Um grande abraço e mais uma vez muito obrigado!

          1. Ahá! Estou velho, mas não estou broco, como se diz aí nas nossas Minas Gerais. A nave-mãe aqui sabe reconhecer as naves-filhas que recebeu e lançou de novo no passado. Naquela época, você fez sua viagem e teve a disposição de retornar ao blog e fazer o relato detalhado de sua experiência, o que nos ajudou muito a orientar outras famílias que estavam buscando o mesmo destino. Que bom reencontrar você, Denilson. E ficamos na mesma expectativa: que Deus o ajude a realizar o seu plano e lhe dê – de novo – disposição para voltar aqui e ajudar outros “sputniks”a seguirem suas pegadas, baseados nas informações que você nos trouxer.
            Um abração.
            Abreu

  13. Bom dia amigos. Estarei saindo amanha cedo em direção a porto seguro, pretendo dormir em vitoria da conquista, e seguir viagem no dia seguinte cedo. Vou passar por potiraguá, ai no sabado a noite eu digo aqui pra todos em que pé estao as obras desse trecho. abraços a todos.

  14. Ola abreu, obrigado por seu relato.

    estou pensando em sair daqui de bsb ate as 5, nao quero dirigir de noite exatamente por esses perigos de atropelamentos e tb por segurança. qd eu estiver passando por formosa, o dia vai estar quase amanhecendo ja. e no fim do dia, eu vou ver, se eu chegar a vitoria da conquista ate umas 16:00, 16:30, eu sigo ate itapetinga, senao, fico em vitoria mesmo. o negócio e nao viajar de noite, jamais.
    os alertas seguem os mesmos ne, um trecho pior antes de correntina, alguns buracos ne. o resto esta em condicoes razoaveis, eu espero.

    muito obrigado por sua ajuda, abraços

  15. Ola amigos, boa noite

    alguem que tenha ido pra porto seguro nos ultimos dias, sabe como estao as condiçoes das estradas pra la? ainda estao tendo obras com pare e siga entre o formosa e o posto rosario, ou operacoes tapa buracos que possam ocasionar atrasos na viagem?

    e o trecho de potiraguá, alguem tem informaççao se ja acabaram mesmo as obras, como parece ser?

    abraços e obrigado

    1. Olá, Diego. Bem-vindo de volta. Fui a Salvador no dia 6 e voltei na terça-feira passada. Não há obras nem pare-siga entre Formosa e o Posto Rosário. Não se pode esquecer é que, até Rosário, estamos no estado de Goiás, onde todas as cidadezinhas são protegidas por radares, com velocidades máximas entre 60 e 40 km/h e que, em todas as subidas e descidas mais longas, com terceira faixa, há dois radares, controlando os dois sentidos da via. Tudo isso acaba reduzindo muito a velocidade média, mas nada que prejudique a média geral da viagem. Nesse trecho encontramos na ida (saímos da roça às 07h00 e passamos por Formosa às 07h30min)) três vacas atropeladas na madrugada e os dois veículos atropeladores, em péssimo estado. Na volta, ao longo da rota, cinco animais atropelados, sendo 3 jumentos e dois cavalos. As informações sobre o trecho Rosário-Trevo-Correntina-Vitória da Conquista-Porto Seguro continuam as mesmas. Parece que o Ministério dos Transportes segurou a verba da obra, porque o governo da Bahia é de partido contrário ao do Presidente da República e o ano é eleitoral. Então, este blog mantém a bandeira vermelha sobre o trecho Itapetinga-Potiraguá e recomenda a rota mais longa por Itabuna-BR 101.
      Um abração e boa viagem.
      Abreu

    2. Boa noite estou indo do Jardin Inga para Porto Seguro por correntina quero saber como estrada por potiragua se realmete esta boa estou indo com minha família e a familha de um amigo

      1. Olá, Marcio. Bem-vindo ao blog. Dei um tempo para que o Diego se manifestasse, o que não ocorreu. O que podemos dizer para você é que a obra está sendo concluída em ritmo acelerado. Acreditamos que seja porque o governo só pode inaugurar com festa essa obra até o dia 07.04.2018 (a seis meses da eleição). Então, como só faltam ser asfaltados cerca de 10 km, acreditamos que até aquela data a obra esteja completa. Se você for viajar depois disso, tudo bem. Se for viajar antes, pode ter algum problema na reta final, mas, aparentemente pode valer o sacrifício.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Bom dia Abreu, e demais amigos, tudo.joia!?
          Vou passar por lá no dia 07 de abril,.e pelo.que pesquisei,inclusive no YouTube, a estrada já está pronta mesmo, só faltando a pintura. Com certeza.assim.que passar por lá atualizo as novidades. Grande abraço a todos👍

  16. Boa noite, estou em Porto Seguro! Cheguei hoje(06/03/18), passei por Potiraguá, a pista esta perfeita o asfalto, já terminaram de arrumar, só falta as sinalizações, a única parte é antes de Potiraguá, com alguns buracos na pista, espero ter ajudado a todos,
    Um grande abraço.

    1. Olá, Cleto. Bem-vindo ao blog e UAU!!!! Era a notícia pela qual estávamos esperando há mais de um ano! As eleições são um elemento catalisador, que acelera os acontecimentos à medida em que se aproxima o dia da votação. E você é o primeiro que traz a informação: o verão de 2017 já está praticamente encerrado na Bahia, mas o de 2018 já começou em Potiraguá. E tanto nas férias de julho de 2018, quanto no verão de 2018/2019, se tudo der certo, já poderemos recomendar a nossos sputniks a rota Vitória da Conquista-Potiraguá-BR101-Eunápolis-Porto Seguro. Vamos observar e esperar um pouco mais, inclusive por suas notícias na volta de Porto Seguro. Mas, indiscutivelmente, ficamos devendo essa notícia de primeira mão a você.
      Um grande abraço.
      Abreu

    2. Ola, bom dia. estou indo pra trancoso em abril, 06/04/18, e estou pesquisando as rotas possiveis. Queria saber de voces se saindo aqui de brasilia cedo, por volta de 4;30, e possivel almocar em bom jesus da lapa, e dormir em itapetinga. No dia seguinte cedo, quero pegar o tal atalho por potiguara, se ela estiver mesmo recem asfaltada, creio que é a BA-680, procede?

      1. Olá, Diego. Bem-vindo ao blog. Você escolheu a rota correta. Temos algumas ponderações a fazer em relação aos horários e à alternativa por Potiraguá. Vamos aos horários. Não há necessidade de sair de Brasília às 04h30min da madrugada, para tentar chegar a Itapetinga. Se você optar por Potiraguá, possivelmente chegará a Trancoso muito antes do meio-dia, quando o check-in do hotel ainda não estará aberto (haverá um hóspede no apartamento que lhe foi destinado e que só será liberado por volta das 13h). E você vai ter de esperar no carro a hora de fazer o check-in. É por isso que recomendamos o pernoite em Vitória da Conquista: é uma das cidades mais importantes do interior da Bahia, com boa estrutura hoteleira, bons restaurantes e shoppings. Itapetinga já não é tão aparelhada assim. Nossa recomendação é sair do Colorado às 06h30min e pernoitar em Vitória da Conquista. O almoço em Bom Jesus da Lapa é uma questão de escolha pessoal: nós, pessoalmente, não almoçamos ao longo da rota. Almoço para nós significa atraso na viagem, despesa adicional e sono no princípio da tarde, quando todos os demais “tripulantes” estão dormindo e o motorista tem de dirigir em silêncio. Nosso método é um bom café da manhã e sanduíches de pão e filezinho feitos em casa, biscoitos, frutas, ovos cozidos duros, biscoitos, pães de queijo e sucos e refrigerantes, que se vai comendo à medida que a viagem se desenvolve, com paradas a cada 200/250 km para abastecer, ir ao banheiro, tomar um cafezinho, fazer um alongamento para aliviar a coluna e…pé na tábua. Mas há quem não abra mão do almoço e aí achamos que não é nenhum pecado mortal parar por uma hora para essa refeição. Quanto a Potiraguá, a situação ainda não está resolvida, o que nos impede de indicá-la às famílias que por aqui passam. Esses 15 quilômetros que faltam estão muito conturbados, muitos buracos, os motoristas têm de reduzir a velocidade – e os assaltantes aproveitam, principalmente à noite. Mas são preciosas para nós as informações dos “voluntários” que, com paciência e espírito de aventura, decidem testar aquele pedaço de chão e repartir sua experiência aqui no blog. Então, a decisão é pessoal. Se você está com um grupo de rapazes a bordo e gostaria de fazer a tentativa, gostaríamos muito que você depois nos relatasse a experiência, como fez o Rodrigo Maia aqui, no dia 30.01.2018. Se você estiver levando mulheres, crianças ou idosos, nós pediríamos para você refletir um pouco se não vale a pena ir por Itabuna e chegar a Trancoso ainda antes do check-in no hotel. Além do mais, em abril começa o período de chuvas aqui no litoral baiano e enfrentar 15 km de buracos na chuva – ninguém merece. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras, onde há diversos outros posts que podem ser do seu interesse, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Dê uma lida nele, OK? Faça uma boa viagem e dê notícias, Diego.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Obrigado Abreu, voce e muito gentil.
          Vou só eu e minha esposa. Vou seguir a recomendação de nao viajar a noite, em hipotese alguma. Pensei em sair cedo daqui de Bsb, exatamente pra poder chegar em potiragua antes de anoitecer, sao 1167 km. Quero diminuir o tempo ate trancoso no dia seguinte, somente pelo fato de que tenho poucos dias pra poder tirar ao todo, por isso meio dia na praia pra mim, já soa bem bacana. Eu sento la, tomo um cerveja, e no fim do dia me viro com pousada. Na verdade, por ser baixa temporada, to pensando em nem reservar nada, deixar pra achar la na hora mesmo. estoiu dando uma olhada nos sites de reserva, e todas as pousadas que me interessam tem muitas vagas pros dias, entao… vou descer sem pressa ate cumuruxatiba, nao gosto de ficar fixo num lugar X dias. se eu gostar, fico mais numa, mais na outra, e assim vai. Essa e a vantagem de poder viajar fora de temporada, no meu caso, e a unica epoca que posso viajar, mesmo assim e bem raro.
          sobre dormir e vitoria da conquisa, eu na verdade me sinto mais seguro numa cidade pequena como itapetinga do que la. Ate itambe eu cogitei dormir, mas acho que da pra chegar em itapetinga, desde que saiamos cedo daqui.
          Sobre o trecho da tal estrada de potiragua, a BA-680, estou mais tranquilo, por que vi por outro colega que passou por la esses dias que os asfalto ja ta quase terminado, sao poucos quilometros ruins, e creio que ate o dia da minha ida, ja vao ser menos ainda. Ademais, vou fazer esse trecho de manha cedo, com dia claro ( no segundo dia nao vou acordar cedo, a hora que acordar, acordamos! ) , entao creio que vai ser mais seguro e mais facil de nao me perder.

          muito obrigado pelas consideraçoes, realmente ajudam muito

  17. Boa noite, estou em Porto Seguro! Cheguei hoje(06/03/18), passei por Potiraguá, a pista esta perfeita o asfalto, já terminaram de arrumar, só falta as sinalizações, a única parte é antes de Potiraguá, com alguns buracos na pista, espero ter ajudado a todos,
    Um grande abraço.

  18. Bom dia todos. Desculpe a demora em postar mas estava resolvendo alguns problemas pós viagem.
    Chegamos de Porto Seguro no dia 28/01 e gostaria de agradecer ao Abreu e demais viajantes pelas excelentes dicas.

    Na ida, dia 20/01, seguimos o que a maioria orientou e fomos por Itabuna. Pernoitamos em Vitória da Conquista no Esplendor Palace Hotel após uma dica de um viajante (recomendamos a todos por ser um hotel confortável, com preço justo e ter um restaurante com uma comida simples e deliciosa – Sem contar que não precisamos sair para jantar). O único incomodo neste caminho foi a grande quantidade de caminhões na BR 101. (Fizemos um trecho de aproximadamente 30km em quase uma hora.)

    Retornamos dia 27/01, por volta das 10h30min, e após algumas informações de moradores locais resolvemos arriscar indo por Potiraguá. Passamos por 38 Km de tapete o que nos surpreendeu muito. Pudemos constatar que a obra está em pleno andamento.
    Já estavam trabalhando em um trecho de aproximadamente 4km onde estavam nivelados e já colocando o piche. (Acho que terminam esse trecho até o fds). Os outros 15 km que faltaram até o trevo infelizmente estavam horríveis mesmo. Demoramos aproximadamente 40 minutos nessa estrada ruim. Saliento também que os 3 km entre o trevo e Potiranguá não está muito bom, mas dá pra manter uma boa velocidade (alguns buracos na via, mas nada que atrapalhe a viagem. Apenas um pouco de atenção). No total, economia de 1h15min. Dormimos em Brumado no Hotel Portal Premium (outro hotel confortável com preço justo e com boa alimentação – Também não precisamos sair para jantar). Ah, nesse intervalo de viagem, no trecho de correntina, fizeram uma operação tapa buraco e melhorou muito.
    Acho que é isso. Espero que tenha ajudado. Abraços a todos.

    1. Olá, Rodrigo. Não espere que você tenha ajudado: você ajudou MMMUUUITO! Essa questão de cortar caminho por Potiraguá, por exemplo, é uma preocupação, porque sabemos que a obra vai ser concluída antes de abril, por causa da legislação eleitoral, que proíbe eventos como inaugurações de obras públicas seis meses antes das eleições. Mas quando será concluída? Você traz um primor de informação: grande parte está pronta, outra parte em obras e a reta final está um desastre. Isso nos permite manter a recomendação de as famílias evitarem o atalho por Potiraguá. Esse fluxo de Brasília e Goiânia para Porto Seguro – extremamente forte este ano -, já começa a refluir e, após o Carnaval, vai reduzir-se mais ainda. Na Bahia, o Verão não termina no fim do Verão, mas no fim do Carnaval. Então, acho que a conclusão da obra deve ocorrer entre a Quarta-feira de Cinzas e o princípio de abril. Isso significa que as pessoas só vão usar, de forma maciça, o atalho de Potiraguá nas férias escolares de julho de 2018. Até lá, vamos manter a bandeira vermelha sobre aquele trecho. Foi maravilhoso receber o seu relato de viagem. Esperamos que muitos outros sputniks que estão voltando tenham a mesma disposição. Obrigadaço!
      P.S.: o blog não tem uma política de indicar restaurantes e hoteis, mas nossos sputniks podem fazê-lo à vontade, inclusive com a informação dos preços, informação MMUUITO importante para muitos de nós.
      Um abração.
      Abreu

  19. Abreu, Boa Noite!
    Primeiramente quero agradecer por suas dicas, foram de grande valia.
    Viajamos de Goiânia para Porto Seguro, seguindo o seu itinerário, inclusive com as recomendações de estadias.
    Deu tudo certo e agora quero retribuir informando o que ocorreu na viagem e dar algumas dicas que serão de grande ajuda para quem estiver pensando em viajar atualmente.
    O único trecho que encontramos que não está muito legal é quando saímos da BR 020 em direção à Correntina, mais ou menos uns 30 quilômetros antes de chegar na cidade, onde há uma presença maior de buracos que exige uma maior atenção, e não estou brincando, tem que ter atenção mesmo, pois vimos carros parados fazendo troca de estepe.
    Quanto a pernoite, ficamos em Vitória da Conquista e pernoitamos no Faixa Hotel, dentro da cidade, muito aconchegante. Com um preço bom, um excelente café da manhã e não estou exagerando.
    E no segundo dia de viagem foi só alegria.
    No retorno, foi bem tranquilo também, sem nenhuma surpresa desagradável e fazendo o mesmo percurso.
    Em resumo o trecho indicado, apesar de mais longo, foi realmente a melhor opção.
    Espero que com este simples comentário ajude aos viajantes que pretendam usar o mesmo trecho, para que façam uma boa viagem.
    Goiânia-Go 29/01/2018.

    1. Olá, João de Moraes Júnior. Bem-vindo ao blog. Uma antiga música do Zeca Baleiro dizia “Ando tão à flor da pele, que qualquer beijo de novela me faz chorar…”. Eu ando tão à flor da pele, que qualquer pessoa que passou por este blog e RETORNA para dividir sua experiência e suas informações com os outros, deixa-me extremamente emocionado. Esse seu comentário é uma dádiva, é um presente para todos nós. Primeiro, porque ratifica o que aqui temos postado: é preciso cuidado 30 km antes de Correntina, e no trecho entre Correntina e Santa Maria da Vitória, mas nada que um pouco de atenção não resolva. Nós estamos aqui nesta janela, fazendo o máximo que podemos para que as famílias viajem e retornem em paz, há 9 anos. Por conta do tempo, a gente ganha credibilidade, mas também sofre desgastes, suspeitas, desconfianças. Quem são esses caras? Quem é esse cara? O que ele ganha com isso? Etc, etc, etc. Aí, quando os próprios usuários de nossas informações aqui retornam, também sem interesses comerciais, sem ganhar nada, em puro voluntariado, e depositam o seu depoimento para uso de desconhecidos, pessoas sem rosto, sem perfis reais ou fake, apenas pelo desejo de dividir o que sabem de viagem de carro pelo Brasil, nós nos sentimos extremamente reconfortados, seguros do valor que agregamos ao conhecimento coletivo e, acima de tudo, emocionados. Comentário como o seu, como diria Zeca Baleiro, nos fazem chorar. Obrigado de verdade, João de Moraes Júnior.
      Um grande abraço.
      Abreu

  20. Boa noite Sr Abreu,
    Pelo segundo ano fizemos uma viagem olhando todos os comentários do site. Nós estamos em Guaibim e pegamos a rota por Barreiras, fazendo o trecho que passa por amargosa. Depois dessa cidade o trecho está muito ruim e não queríamos voltar por lá. Estou na dúvida pra chegar até Brumado saindo de Valença. Qual rota devo pegar? De Brumado vi vários comentários para irmos por correntina. Estamos retornando na quinta (dia 25/01).
    Retornando vou relatar o trecho que fizemos, e onde encontramos estradas ruins.

    Obrigada,
    Keyla

    1. Olá, Keyla. Bem-vinda ao blog. Essa saída de Morro de São Paulo e Guaibim para voltar a Brasília está bastante complexa, porque as estradas estaduais que levam à BR 116 estão bastante comprometidas. Recentemente orientamos, no dia 07.01.2018, o sputnik (companheiro de viagem, em russo) André, que estava na mesma situação, hospedado em Morro e vindo de Ilhéus. Por isso, o comentário dele e nossa resposta estão no post “Brasília-Ilhéus de carro”, publicado aqui mesmo no nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras. Você poderia dar um pulinho lá e dar uma olhada nas nossas recomendações. Para poupar trabalho, recortei e colei aqui embaixo nossa resposta a ele. Mas se você for lá, lerá inclusive as dúvidas dele, que são muito parecidas com as suas:

      Abreu 07/01/2018 at 22:48 Editar
      Olá, André. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de carinhoso estímulo. Essas estradas estaduais sempre são um enigma. Costumam ser feitas de “asfalto eleitoral”, que se dissolve com as primeiras chuvas. Ora estão boas, ora estão péssimas. Acho que essa alternativa por Lajes, que está no mesmo ambiente asfáltico do trecho Varzedo-Amargosa, deverá levar ao mesmo sofrimento da viagem de ida. Vamos mitigar esses riscos? Suba para Santo Antônio de Jesus, continue pela BR 101-Sapeaçu-Cruz das Almas-Muritiba, onde você tem uma passagem para a BR 116 em Santo Estêvão. A travessia BR 101-BR 116 por Amargosa é de 86 km, com 50 deles destruídos. Em Muritiba-Santo Estêvão a travessia é 36 km. Por outro lado, aquela rodovia estadual liga a BR 116 a uma das mais importantes cidades históricas da Bahia (Cachoeira de Félix), tanto que, todos os anos no dia 2 de julho, o Governo Estadual é transferido para Cachoeira, o que nos leva a acreditar que o asfalto naquela área seja de melhor qualidade. De qualquer modo, ao chegar a Muritiba, pergunte como está a estrada para Santo Estêvão. Se estiver boa, atravesse para Santo Estêvão, pegue a BR 116 no sentido sul, rode 36 km, entre no trevo de Argoim e apanhe a BR 242, que levará você diretamente a Lençóis, a 220 km dali. Se a estrada estiver muito ruim, continue mais 28 km pela BR 101, pegue a BR 324 em direção a Feira de Santana. Em Feira, pegue a BR 116 no sentido sul até Santo Estêvão e o trevo de Argoim e siga para Lençóis. Atravessar para Santo Estêvão em Muritiba significa 88 km a menos do que dar a volta por Feira. Mas se a travessia estiver ruim, melhor rodar mais esses 88 km e chegar em paz a Lençóis. A propósito, vou sair depois de amanhã para Salvador e pernoitarei em Lençóis. Quem sabe a gente não se vê por lá, hein? Dê notícias da sua decisão e dos resultados, Ok, André? Faça uma excelente viagem de volta.
      Um grande abraço.
      Abreu

      É isso aí, Keyla. Eu acrescentaria duas coisas. Primeiro: não faz muito sentido você voltar para a rota Vitória da Conquista-Correntina para voltar a Brasília. Segundo: chegando a Santo Estêvão, se a estrada estiver boa, desça para Argoim e pegue a BR 242. Se for para Feira de Santana, pegue a BR 116 e, 5 km depois pegue a direita para Ipirá e Itaberaba, na BR 242, tal como descrito em nosso post “Brasília-Salvador de carro”, publicado aqui mesmo no blog (www.expressaodaliberdade.com.br). Se restarem dúvidas, retorne aqui tantas vezes quantas precisar: será um prazer ajudá-la a sair daí e chegar aqui com tranquilidade e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  21. Prezado Abreu e queridos amigos viajantes,
    Viajei em Jan 2018 e vou deixar os comentários sobre a referida viagem.
    O percurso de ida tive que ir para MG, pois planejei parar perto de Cordisburgo, no park Hotel maquiné, próximo á referida cidade. Depois dele, a viagem foi um fiasco, pois eu não me planejei ao ponto de consultar este blog, passando por Curvelo-Diamantina-Couto de Magalhães-Carbonita-Turmalina-(Chapada no Norte-Berilo-Araçuaí:trecho de terra horrível)-Itinga- Itaobim-(Almenara-Jacinto: trecho de terra)-Itagimirim-Eunápolis-Porto seguro, num percurso total de 1780 km, o qual Não recomendo.
    A volta, planejada seguindo as indicações deste blog, foi tranquila e sem problemas, a qual passo detalhes abaixo:
    1) Percurso total Porto Seguro- Goiânia: 1750 Km;
    2) Trechos Pcp, na ordem de saída até o destino:
    a) Porto Seguro – Eunápolis (BR 367):
    – estrada em boas condições, ter atenção pois é bastante movimentada de carros com turistas.
    b) chegando em Eunápolis, pegar a BR 101, sentido Itabuna: trecho Eunápolis-Itagimirim-S.J do Paraíso/ Mascote-S.J Panelinha-Buerarema-Itabuna (BR 101):
    – BR 101 em boas condições, ter atenção pois é bastante movimentada de carros com turistas e caminhões;
    – postos de abastecimento na BR 101, além de Porto Seguro e Eunápolis: S J Panelinha e Itabuna;
    – chegando em Itabuna, no trevo da BR 101, pegar BR 415 sentido Vitória da Conquista.
    c) Ibicaraí – Floresta Azul – Santa Cruz da Vitória – Itororó – Itapetinga – Itambé – Vitória da Conquista (BR 415):
    – Ibicaraí: postos de abastecimento e restaurante;
    – Sta Cruz da Vitória: Posto e Restaurante Mirassol 4 km antes desta cidade;
    – Itororó: Postos de combustível Petrovales, BR (RS 4,48 a Gas Comum) e ALE. Trecho bom, o asfalto foi refeito;
    – Itapetinga: asfalto irregular, porém sem buracos (foram tapados);
    – Polícia Rodov Estadual;
    – Itambé: postos de combustível (Ipiranga). Serra do Marçal com curvas fechadas, não é extensa, porém demanda cuidado e diminuição da velocidade (não recomendo andar a noite);
    – Vitória da Conquista: abastecimento e restaurantes disponíveis. Após esta cidade, pegar para Anagé, pela BR 407 sentido Brumado.
    d) Anagé – Itibirá- Brumado: com 2 trechos diferentes, iniciando pela BR 407 (50 Km de asfalto irregular e alguns buracos, dando para manter 100 Km/h com atenção). Após 50 Km, a BR 407 encontra a BR 030 (pegar para esquerda sentido Brumado):
    – BR 030 está um tapete;
    – Brumado: sinal de celular, posto JF no Km 355 e posto PB no Km 315 da BR 030, curvas e subidas na BR 030 uns 40 Km antes de chegar a Caetité, mas tranquilo;
    – Itibirá: Posto BR antes de chegar em Caetité.
    – em Caetité, pegar a BA 430.
    e) Caetité – Igaporã – Bom Jesus da Lapa (BA 430):
    – Caetité: recomendo hotéis e abastecimento, tem sinal de celular: boa cidade para descansar a noite, melhor do que Bom Jesus da lapa, muito à frente;
    – em Bom Jesus da lapa, pegar a BR 349.
    f) Bom Jesus da Lapa – Santa Maria da Vitória – Correntina – Trevo para BR 020, sentido Vila do Rosário (BR 020):
    – BR 020 um tapete;
    – Bom Jesus da lapa, postos de combustível, sinal de celular;
    – Santa Maria da Vitória: Postos comb (BR e outros), trecho da Br arrumado, sem buracos;
    – Correntina: trecho de 30 km, após a cidade, de asfalto irregular e pequenos buracos, dando para manter 100 km com atenção;
    g) Trevo (encontro da BR 349 com a BR 020) – Vila Rosário – Alvorada do Norte – Planaltina – Formosa – Brasília:
    – são 14 Km até a Vila Rosário, onde tem o Posto Rosário: excelente para alimentações, abastecimento, sinal de celular somente da Vivo;
    h) Brasília – Goiania (BR 060)
    Bem, espero ter ajudado, qualquer coisa estou à disposição.
    Att
    Welllington
    (62) 99116-7492 (Whatsapp)

    1. Olá, Wellington. Lamentavelmente, não consegui recuperar contato seu anterior conosco, então, faltam-me condições de tratá-lo como alguém “da casa” ou como “visita”. Independentemente disso, adoramos o seu relato. Detalhado, atualíssimo, objetivo, informativo, conciso e orientador. Assim, contabilize aí nossos agradecimentos por sua disposição de vir aqui e depositar essas suas experiências pessoais no trajeto Goiânia-Porto Seguro aqui no blog, numa atitude de compartilhamento, de divisão, de solidariedade que só as pessoas espiritualmente mais evoluídos têm. Seu e-mail é um primor: não precisa explicar nada, está tudo aí. Só lembraríamos para os nossos “sputniks” que, ao sair de Vitória da Conquista, em vez de pegarem a BR 407, para Brumado, como fez o Wellington, deve-se pegar a BA 262, que está em muito melhores condições e é 24 km mais curta. Fora isso, assinaríamos tranquilamente sua carta junto com você: é um show de generosidade, de paciência e de precisão redacional. Imagino você viajando e olhando cada buraco, cada posto, cada lanchonete e tomando notas. É exatamente isso que fazemos em nossas viagens. Obrigadíssimo, Wellington. E volte sempre: a casa é sua e de pessoas como você.
      Um abração.
      Abreu

  22. Boa tarde, Abreu!
    Cheguei de Porto Seguro ontem. Achei a melhor opção de estrada pegando BA-680 rumo a Potiraguá que está sendo restaurada e tem um trecho de uns 20 km de muita buraqueira mas que com cuidado da pra seguir. Essa foi a dica de algumas pessoas que eu conversei em Porto Seguro, porque a estrada mais curta (+- 25 km de diferença apenas) está destruída e muito perigosa por causa de relatos de assaltos. Já a outra possibilidade indo em direção a Itabuna aumenta muito o trajeto. Já o restante do percurso está em boa condições, alguns buracos entre correntina e BR-020 que com bastante atenção não atrapalha a dirigibilidade e é possível andar na velocidade da via tranquilamente.
    Abraço, Abreu!!

    1. Olá, Eduardo. Bem-vindo ao blog e obrigado por sua disposição de vir aqui e dividir conosco as informações importantes e atuais que você colheu em sua viagem. Nós estamos observando o andamento das obras na BA 670, que passa por Potiraguá. Acreditamos que, nesse ano eleitoral, a obra deverá ser concluída antes do início da campanha política, ou seja, por volta de maio ou junho. Só quando ela estiver concluída teremos condições de recomendá-la para nossos “sputniks” (companheiros de viagem, em russo), porque, em sua maioria, são famílias, com crianças pequenas ou avós idosos e não podemos colocá-las em risco. O seu relato, Eduardo, vem contribuir muito para que as famílias que querem viajar em paz escolham o caminho mais longo mas mais confortável para chegar a Porto Seguro. Sua narrativa é muito enriquecedora e nosso sonho é que, um dia, muitos dos nossos visitantes se lembrem de fazer o que você fez. Muito obrigado, mais uma vez.
      Um abração.
      Abreu

  23. Olá, boa noite a todos! Primeiramente gostaria de parabenizar pelo site. Excelente auxílio àqueles que estão querendo pegar a estrada. Estamos indo para Porto Seguro dia 19/01 em dois carros sendo 4 adultos e 04 crianças. Gostaríamos de saber se há novidades a respeito da estrada por Potiranguá e dicas de restaurantes na estrada. A idéia é pernoitar em Vitória da Conquista. Precisamos também, se possível, de dicas de hotel, se possível. Obrigado pela atenção. Abraços, Rodrigo

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo ao blog e obrigado por seus cumprimentos ao nosso trabalho. É uma força grande que você dá para todos nós. Não há novidades, Rodrigo, em relação à rota recomendada, inclusive sobre evitar-se Potiraguá. Nada mudou. Faça sua viagem acompanhando nossas recomendações e vai dar tudo certo. Quanto a hotéis e restaurantes, continuamos a evitar indicações, seja por causa das diferenças de gostos e rendas de nossos “sputniks”, seja porque poderia parecer algum interesse comercial. Mas, se você pesquisar no post, encontrará muitas indicações e relatos de nossos visitantes que pernoitaram em Vitória da Conquista. Eu, pessoalmente, costumo ficar no Ibis. Mas as alternativas de hotéis e pousadas são muitas. Não se preocupe. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa noite Abreu! Obrigado pela resposta. Santo Google que me trouxe a este site. Uma outra pergunta, se me permitir, nós devemos almoçar em Santa Maria da Vitória ou Bom Jesus da Lapa. Há alguma indicação de restaurantes para famílias tipo o posto Rosario?

        1. Olá, Rodrigo. Nós preferimos não fazer indicação de hotéis ou restaurantes, porque isso depende muito do poder aquisitivo das famílias, que é muito diversificado. Por outro lado, nós – eu e minha família – jamais almoçamos em viagens, exceto no Posto Rosário, pela qualidade dos alimentos. Normalmente, saímos de Brasília com refrigerantes, sucos, frutas, biscoitos, pães de queijo, ovos cozidos duros e sanduíches feitos em casa (pão francês e bifinhos de filé). As paradas são para abastecer, ir ao banheiro e fazer alongamento. Fazemos o almoço no hotel onde iremos pernoitar. Dê uma olhadinha em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Ele está publicado aqui mesmo no nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras, onde também se encontra o post “Brasília-Porto Seguro de carro”. Lá há um conjunto de informações que podem ser interessante para você, principalmente porque viaja com crianças. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
          Um abração.
          Abreu

          EM TEMPO: olhe só o comentário que o Charles Castro publicou logo depois que eu respondi a você. O relato dele está no post “Brasília-Ilhéus de carro”, publicado também aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br:

          Charles Castro

          Enviado em 15/01/2018 as 19:00
          Prezado Abreu,
          Utilizei a sua dica de viagem de Brasília a Itacaré passando por Correntina. Há dois anos tinha ido por Montes Claros porque soube que as estradas da Bahia estavam horríveis. Contudo, em viagem realizada entre o dia 3/1 e 14/1/2018, mudei o itinerário e fui por Correntina. Pista maravilhosa, quase sempre reta, com movimento muito inferior ao de Minas. Na ida, partindo de Brasília às 5h30, dormi em Brumado (Hotel São Lázaro – recomendo). Também gostei de almoçar em Correntina, no Posto Precioso do Oeste (banheiros limpíssimos que propiciam um bom banho no meio do dia, além de boa comida). Na volta, saindo de Itacaré às 5h30, pernoitei em Bom Jesus da Lapa (escolhi o Hotel Grutta – também muito bom e em frente ao Santuário). Também fiquei muito satisfeito com o local do almoço da volta, logo após Vitória da Conquista, a Churrascaria Irapuã (banheiros muitos limpos, comida boa e ótima estrutura). Muito obrigado por suas dicas!
          Charles Castro

  24. Boa tarde a todos.
    Acabo de chegar de porto. fui dia 29 de dezembro e voltei ontem 07 de janeiro. fiz o percusso e segui os conselhos de vcs, que foram postados aqui. quero agradecer porque foi e importancia relevante.
    Fiz o percusso por correntina, bom jesus, itambe, itabuna e descendo pela BR 101 tanto na ida como na volta; realmente um percusso um pouco mas longe mas muito tranquilo, asfalto perfeito em 95% da estrada; apenas um trecho muito pequeno proximo a correntina que por ser tal pequeno não merece comentários(afinal estamos no Brasil).
    Obrigado a todos pelam ajuda e fica minha gratidão ao Blog.

    1. Olá, Hélio. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho e pela disposição de vir ao blog para compartilhar sua experiência com informações detalhadas e tão úteis a todos nós. Que bom que tudo deu certo. Volte sempre!
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa tarde,

        Quero aqui também agradecer as dicas do Site, cumpri quase toda a rota, e o caminho que passei estava tudo como foi dito aqui, a estrada daqui até o posto Rosário excelente, os 198 km até chegar a Correntina realmente tem alguns buracos esporádicos e não atrapalha como atrapalhava antes, tranquilo mesmo, de Correntina pra frente, me surpreendi, um tapete só, passei de Itambé e depois de Itapetinga, como ainda eram 16:30 da tarde eu resolvi ir por Potiraguá, me informei e me disseram que tinham 30 km de buracos e tal, como eu tava com tempo e acostumado a passar por lá… fui, realmente fiz esse percurso em 45 minutos e, como passei 8 dias lá, quando voltei já tinha sido concluído mais 4 km, resumindo, quem tiver um tempo e paciência, ainda que tenha esses buracos compensa, se tiver de dia gente pelo amor de Deus, a noite no máximo até as 19:00 dar pra passar, depois disso não aconselho, mas se tu muita paciência, tiver com tempo e disposto a andar mais um pouco, por Itabuna é uma excelente opção, eu to falando da minha experiencia, não tive muito aborrecimentos em passar por Potiraguá…. tomara que tenha conseguido sanar alguma dúvida ou curiosidade de alguém que quisesse passar por este trajeto.
        Adalberto

        1. Olá, Adalberto. Bem-vindo ao blog e obrigado por sua disposição de vir aqui dividir conosco suas experiências na viagem nessa rota. Claro que quando falamos que não temos condição de recomendar ainda essa rota por Potiraguá, estamos pensando em nossos visitantes que são famílias constituídas por mulheres, crianças,idosos, além dos homens adultos. Então, a situação é outra. Mas a rapaziada que não tem esse tipo de tripulação e quiser tentar o atalho por Potiraguá, não há nada que impeça. A advertência sobre fazer a travessia à noite é válida – aqui não recomendamos viagens noturnas em nenhuma de nossas rotas indicadas. É um excelente relato, equilibrado e preciso. Muito obrigado de verdade.
          Um forte abraço.
          Abreu

          1. Imagina, sempre que puder vou deixar aqui minha opinião, obrigado pelo espaço, é sempre válido essa interação.

            Abraço!!!

  25. Bom dia Abreu e demais amigos desde incrível site. Venho aqui para agradecer e de novo tirar dúvidas, chegamos em Arraial d’Ajuda 06/01, viemos por Anapolis – Brasília – Formosa – Posto Rosario (que aliás realmente é bom porem bastante cheio e com muita fila) – Correntina – Bom Jesus da Lapa – Vitória da Conquista (pernoite) – Itabuna (apesar da vontade de cortar rsrsrs) – Arrial d’Ajuda (deu aproximadamente 1675 km)!!

    A estrada está exatamente como os amigos Sputiniks relataram por diversas vezes, na maioria do tempo muito boa com pequenos buracos ao longos de alguns trechos, muito movimentada essa época do ano. E devido ao trânsito acabamos chegando por volta das 14hs do dia seguinte. Mas sem nenhum problema, a dica de atentar para os abastecimentos é importante pois em alguns trechos roda-se bastante sem nenhuma estrutura confiável de abastecimento e paradas mais confortáveis para a família.

    Minha dúvida é: Abreu falamos muito aqui da ida, mas não percebi se falamos da volta, estamos pensando em antes de voltar (já que é “caminho”) dar um pulo em Itacaré (ainda não é certo mas quase), saindo de Arraial (ou Itacaré) fazendo o mesmo percurso porem inverso, onde você recomenda o pernoite?? Que tenha uma estrutura fácil de achar bons hotéis? Grande abraço!!!!

    1. Olá, Márcio. Nossa recomendação para o pernoite na volta, a partir de Itacaré ou de Arraial, é Bom Jesus da Lapa, exatamente pela melhor estrutura hoteleira. Para os que vêm de Itacaré, há uma reclamação de chegarem muito cedo, porque a jornada é de cerca de 700 km. Lembro a todos que chegar mais cedo a Bom Jesus da Lapa é uma oportunidade de conhecer o famoso santuário na gruta que dá nome à cidade e observar de perto o Rio Francisco, ao põr do sol. É preciso fazer limonadas, não?
      Um abração.
      Abreu

  26. Caro Abreu,
    não poderia deixar de vir aqui, parabeniza-lo pelo seu incrível trabalho! Encontrei este site através do google há umas três semanas atrás, no momento estava pesquisando o estado das estradas de Goiânia para Porto Seguro, visto que nos últimos dias havia chovido muito em Goiânia. Nossa viagem estava programada entre os dias 28/12 á 02/01, alugamos uma casa e estávamos indo em um grupo de 16 pessoas em 4 carros. Depois de ler os relatos aqui do site, montei a rota conforme sugerido por vocês, com todas as ressalvas e enviei no grupo da viagem no Whatsapp. Mesmo relatando as informações dois motoristas ainda resolveram não evitar o “atalho”, um foi orientado por um frentista de um posto que a pista estava ruim sim, más que já havia sido concertada e que poderia ir tranquilo por ela, resultado: demorou quase 4 hrs para andar 100km e o outro motorista do mesmo jeito, além de ter estourado um pneu no percurso.
    Já eu, segue os conselhos aqui do site e fiz uma ótima viagem, a pista esta um tapete, ressalva para uns 50km antes de chegar em Correntina que possui alguns buracos e na BA-263 próximo a Itapetinga.
    Como estávamos com um prazo pequeno de recesso, resolvemos ir direto, com três motorista no carro, enquanto um dirigia o outro descansava, saímos de Goiânia as 3:30(Com horário de verão) da manhã e chegamos em Porto Seguro as 23:00(Sem horário de verão), e do mesmo jeito na volta.
    Gostaria de deixar um alerta para o cuidado com alguns motorista de ônibus e caminhões, o desrespeito por eles na estrada esta extremo, ultrapassando em faixa continua, não facilitando ultrapassagens, dirigindo sem se dar a mínima para quem estar indo, vindo ou sendo ultrapassado, então vale redobrar a atenção.
    E outro detalhe é para os quebra mola altos e sem sinalização na Bahia, tenho um Honda Civic que é baixo por natureza, como peguei um trecho da viagem a noite, acabei alisando um quebra mola que quase acabou com nossa viagem.
    Tirando esses detalhes, fizemos uma ótima viagem!
    Muito obrigado Abreu.

    1. Olá, Guilherme. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras, que, lamentavelmente nos levam a cometer os pecados do orgulho e da vaidade. Afinal, somos humanos. Preciosíssimas suas informações atualizadas,vindas direto do front. Esse episódio do atalho por Potiraguá é importante e particularmente ilustrativo para todos aqueles que estão assediados pela tentação de encurtar o caminho. A gente fala, fala e fala e, com o tempo, nossa credibilidade vai caindo e as pessoas voltam a adorar o bezerro de ouro e cair naquela armadilha. Mas o seu relato vem dar uma nova força para nossa luta e, com certeza, mais pessoas pensarão duas vezes antes de fazer a tentativa. Quanto aos motoristas profissionais – caminhões e ônibus – estão se tornando um problema nacional. Eles e os motoqueiros estão envolvidos em quase 90% dos acidentes com vítimas nas estradas brasileiras. E, finalmente, quanto aos muros de contenção, como eu chamo os quebra-molas da Bahia, padeço do mesmo mal, pois tenho dois Civic. São carros extremamente estáveis, aderentes ao pavimento mesmo nas curvas mais fechadas. Mas essa aderência decorre principalmente da pouca altura e o preço nos é cobrado nos quebra-molas. Um lembrete: nada de passar nesses quebra-molas de modo enviesado, atravessado, como muitos motoristas novatos fazem: aquilo submete o carro a uma torção longitudinal para a qual ele não foi desenhado. E o resultado é a deformação do monobloco, com problemas sérios que vão se refletir no alinhamento, no desgaste de pneus e outras coisas. O correto é atravessar o quebra-molas de frente e mmmmmmuito lentamente. Mais uma vez, muito obrigado por suas palavras de estímulo, Guilherme. Dê notícias!
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Abreu, mais uma vez obrigado, achei aqui o Relato do amigo Guilherme, que passou pelo “front” por assim dizer, muito recentemente, e o engraçado é que em alguns locais, realmente se tem a noticia que em meados de dezembro, apenas 30km está ruim (deve ser de pessoas que lucram com essa informação, só pode – infelizmente!!), Beleza, seguirei o conselho do mestre navegador aqui e irei por Itabuna mesmo.

  27. Prezado Parabéns pelo site e pela iniciativa, nos auxilia muito quando preparamos uma viagem.
    No nosso caso estaremos saindo de Goianésia-GO no domingo 07.01.2018 as 03h00 da madrugada, pretendemos chegar a Vitória da Conquista e pernoitar por lá, seguindo no outro dia para Porto Seguro.
    Conversei com um morador de Barreiras o qual comentou que a rodovia por Correntina não está boa.
    Gostaria de confirmar a dica de passar por ela que é o caminho mais curto para nós.
    Muito obrigado, e mais uma vez parabéns.
    Guilherme Fajardo

    1. Olá, Guilherme Fajardo. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras, que representam uma força para nós. Você não disse qual a sua “tripulação”, isto é, se há crianças, idosos ou senhoras a bordo. Se houver, eu sugiro rever não a rota, mas a divisão das jornadas. Você tem uma viagem com o total de 1.808 km de Goianésia a Porto Seguro. E você planeja fazer quase 1.300 km no primeiro dia e 517 no segundo. Está desbalanceado. Não é necessário partir de madrugada de Goianésia, viajar à noite, nem chegar a Porto Seguro às 10h00, quando outro hóspede ainda está ocupando o seu quarto de hotel ou pousada e só vai sair de lá às 14 horas, quando o hotel libera o apartamento que você reservou. E olhe que nem estou discutindo o caminho que você vai usar para chegar a Brasília. Conheço os dois, tanto por Padre Bernardo, quanto por Anápolis. Mas tenho certeza de que sobre isso, você conhece muito mais do que eu. Quanto ao trecho de Correntina, realmente não está ótimo. Isso significa que é preciso um pouco mais de atenção cerca de 30 km antes e de 50 km depois da cidade. Há alguns buracos, mas também há reparos. Nada que nos obrigue a ir por Barreiras ou Montes Claros. A rota correta é essa mesmo: pode ir firme. Gostaríamos muito de que você voltasse aqui para discutirmos essa história da divisão da jornada. Ela é muito importante para o conforto e a segurança do pessoal você vai levar a bordo da sua “aeronave”. Deus ilumine você na decisão e conte conosco para o seu projeto ser um sucesso.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Bom dia, Abreu,
        Muitíssimo obrigado pela idéia. Nossa tripulação são 03 veículos, 02 pick-ups e um carro médio, são 09 adultos, sendo uma senhora e mais 04 crianças.
        Com relação a jornada, já fizemos outras vezes assim; de nossa parte preferimos uma maior no primeiro dia e outra menor no segundo dia, porém, fazemos paradas a cada 300km em média ou de acordo com a necessidade do grupo.
        Hoje pela manhã, vi no jornal Hora 1 que em Vitória da Conquista choveu 99mm em um dia o que me preocupou, porém, como já conhecemos a estrada, iremos adotar a rota sugerida.
        Vamos analisar quanto a dividir a jornada em duas etapas de mais ou menos a mesma quilometragem. Talvez dormir em Bom Jesus da Lapa seria melhor, ou em outro local?
        Quanto a rota para Brasília a melhor e mais curta para já pegarmos a saída para Formosa é por Padre Bernardo, optamos pela saída de madrugada pois andaremos em trechos conhecidos até amanhecer o dia.
        A chegada em Porto Seguro mais cedo é opção da turma para já ir ao mercado e fazer as compras para levar para a casa que alugamos.
        Um grande abraço e parabéns pelo blog.
        Guilherme Fajardo

  28. Boa noite prezado Abreu.
    Antes de mais nada, quero desejar um feliz 2018, repleto de boas realizações, tanto no âmbito pessoal como no profissional.
    Quero também agradecer e parabenizar por esta iniciativa e dedicação, pois saiba que seu trabalho certamente ajuda e muito a todos viajantes que tem a sorte de encontrar seu site, pois eu mesmo já usufrui das informações a um tempo atrás quando fui para Morro de São Paulo, e as dicas/informações me foram muito úteis.
    Pois bem, nesse ano resolvi viajar muito em cima da hora e os valores para passagens aéreas estão proibitivos e desta forma, estou indo para Porto Seguro na próxima quinta-feira, 04/01/18, e gostaria de saber se possui alguma informação adicional a respeito do trajeto, pois li todos os comentários aqui postados.
    Meu plano é sai de Goiânia as 04:00hs da manhã, e a idéia inicial é dormir em Brumado, para não ficar tão cansativo o primeiro dia, pois tenho que considerar as duas horas de Goiânia a Brasília, e estarei levando meu bem mais precioso que possuo, que é minha filha de 03 anos de idade.
    A idéia é encontrar algum hotel simples, mas que seja limpo, para poder pernoitar e no dia seguinte seguir viagem após o café da manhã. Sobre este tema, caso tenha alguma sugestão para pernoite, agradeço muito.
    Como viajei de carro a Bahia apenas uma única vez, e já fazem três anos, confesso que não me lembro bem dos detalhes, e montei uma rota, baseada nas suas sugestões, e te pergunto se as estradas estão transitáveis, em boas condições e em relação ao segundo dia, tem alguma observação a fazer sobre a rota? Alguma novidade, além do alerta para evitar o trajeto por Potiraguá?
    Em resumo são essas as minhas dúvidas, e agradeço antecipadamente pela atenção dispensada.
    Obrigado.
    Abraço.

    1. Olá, Giordano. Bem-vindo ao blog e muito obrigado por suas carinhosas palavras de estímulo, que são muito importantes para nós. Pelo que pudemos perceber, você já é um piloto conhecedor das nossas “manias” e não vamos ensinar “Pai Nosso a vigário”, ou seja, nada de viagens noturnas, nada de feijoadas no almoço, nada de álcool durante a jornada. Quanto ao seu “plano de voo”, temos algumas considerações a fazer. A sua viagem de Goiânia a Porto Seguro tem um total de 1.780 km, pela rota sugerida por nós. Você está pretendendo desdobrá-la em 1.122 km no primeiro dia e 657 no segundo. Poderíamos alterar isso? Afinal você tem a bordo uma possível futura ganhadora do primeiro Prêmio Nobel brasileiro de Física, quem sabe? E ela precisa chegar lá no futuro descansada! Se você pernoitar em Bom Jesus da Lapa, por exemplo, sua viagem fica 872 km no primeiro dia x 900 km no segundo dia. Não é tão cansativo, até porque, no segundo dia, mesmo andando mais, quando você olhar o mar o cansaço passa. Uma proposta intermediária nessa negociação também é pernoite em Caetité (1.015 km x 765 km). Que tal? O estado geral das estradas é bom, havendo necessidade de atenção por 30 km antes e 30 km depois de Correntina, bem como na reta final, onde há um trecho em pista única, 30 km antes de Eunápolis. Quanto a hotéis e pousadas, dê uma olhada na nossa resposta de hoje para Elisângela que está fazendo a mesma viagem e fez a mesma pergunta. Ficamos aqui ansiosos por sua contraproposta sobre a divisão da viagem. E, finalmente, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras, onde também estão publicados outros posts, em especial o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, no qual publicamos algumas dicas bastante importantes para quem tem a responsabilidade de conduzir a bordo nossa futura especialista em Inteligência Artificial e ganhadora do Prêmio Nobel de Física de 2.044. Se restarem dúvidas, Giordano, retorne: será um prazer ajudá-lo a levar e trazer em paz e segurança a Dra. Giordana Bruna.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa tarde prezado Abreu.
        Antecipo minhas desculpas pela demora no retorno, mas o fato é que nos dias que antecederam a viagem foi bastante corrido no trabalho, e com isso não consegui lhe retornar antes.
        Mas vamos a viagem. Foi bem tranquila, e saímos de Goiânia as 04:00hs da manhã, com destino ao Posto Rosário, porem fizemos uma parada para abastecimento e café da manhã em Formosa-Go. Em seguida parei novamente no posto Rosário para abastecimento e para uma mamadeira da minha filha e seguimos viagem. Paramos para almoço em Correntina, e seguimos viagem rumo a Brumado. Como a viagem se desenrolou muito bem, chegamos em Brumado muito cedo, e resolvemos seguir até Vitória da conquista, onde dormimos.
        No dia seguinte, por volta de 07:00hs seguimos rumo a Porto Seguro, onde passamos por Itabuna e chegamos a Porto Seguro após o almoço.
        Na volta, saí de Porto Seguro as 13:00hs, e paramos para dormir, novamente em Vitória da Conquista, onde no dia seguinte, as 07:00hs, seguimos rumo a Goiânia, fazendo o mesmo trajeto e seguindo as orientações do guia de viagem, em relação às paradas para abastecimento a cada 250Km, para não correr nenhum risco relativo a combustível.
        As estradas, no geral, estão muito boas, tendo que ter atenção nos trechos já mencionados, antes e depois de Correntina, onde existem alguns buracos, mas nada absurdo e passando com velocidade reduzida e durante o dia, não há problemas. Outro ponto que merece atenção, é com algumas depressões existentes na chegada a Bom Jesus da Lapa, pois conforme a velocidade, podem ser muito perigosas, pois podem facilmente fazer o motorista perder o controle.
        Outro ponto de atenção, é que é bom ter cuidado com alguns quebra-molas sem nenhuma sinalização, em algumas cidades, pois da mesma forma que o alerta anterior, podem ser perigosos a depender da velocidade e do veículo.
        Por fim, o caminho indicado realmente é muito bom, mas a distância de Goiânia ficou/fica muito grande, pois são 1750KM, e é uma distância bastante grande.
        Como disse em meu post inicial, o motivo da viagem de carro neste ano foi devido a definição muito tardia a respeito, pois as passagens aéreas ficaram com valores absurdos, mas certamente, para quem planeja a viagem, vale muito a pela ir de avião, e chegando em Porto Seguro, fazer a locação de veículos para andar por lá (se necessário), pois os valores para locação, em locadoras locais, são muito bons.
        Agradeço mais uma vez pela grande ajuda deste site, e principalmente pela gentileza em me retornar, e espero poder trocar novas experiências com todos.
        Meu muito obrigado.
        Abraço.
        Giordano

        1. Olá, Giordano. Obrigado por se dar ao trabalho de retornar aqui, dividir conosco sua vivência e atualizar nossas informações sobre o trajeto. Concordo com você na questão de optar-se por avião e aluguel de carro em viagens extremamente curtas. Estou no momento em Salvador para um compromisso e vim de carro, porque a passagem aérea chegou a R$ 3.000,00 de ida e volta no dia crítico. Mas eu tenho a alternativa de prolongar minha estada aqui por mais umas semanas para compensar a viagem de carro. De qualquer modo, ficamos felizes por vocês irem e voltarem em paz. Apareça.
          Um abração.
          Abreu

  29. Edimar Rodrigues de Abreu,

    Parabéns pela iniciativa. Aproveito para agradecer aos demais pelos relatos contributivos em minha próxima aventura. Partirei de Brasília no dia 01.01.2018 com destino a Arraial D’Ajuda e as informações obtidas foram valiosas para elaboração de meu roteiro. Compartilho então meu plano e depois volto aqui para dizer quais foram os ajustes que, segundo espero, sejam pouco significativos.

    Destino: Arraial D’Ajuda – BA

    1º Dia 01.01.2018
    Trecho 1:
    [4:00] Brasília [EPIA – BR 450/BR 010] (Km 0)
    […] Planaltina [BR 030](Km )
    […] Formosa [BR 030/BR 020] (Km )
    […] Lago Azul [BR 020] (Km )
    […] Alvorada do Norte [BR 020] (Km )
    […] Posto Rosário [BR 020] (Km 312): lanche e abastecimento. Indicado como melhor ponto de apoio. Não tem horário de verão na Bahia!

    Trecho 2:
    […] Trevo para Correntina (Km 512 ) *Atenção aos buracos, 50 Km antes de Correntina*
    […] Correntina [BR 349] (Km ) *Atenção aos buracos após 30 Km*
    […] Bom Jesus da Lapa [BR 349] (Km 660): parada para o almoço e abastecimento. Seguir BR 430.

    Trecho 3:
    […] Igaporã [BR 430] (Km )
    […] Caetité [BR 430] (Km 800)
    […] Brumado [BR 030] (Km 900)
    […] Anagé [BA-262] (Km )
    […] Vitória da Conquista [BA-262] (Km 1040): parada para abastecimento e pernoite. Recomendações: Íbis, Katraca, Cafezal Palace, Esplendor Palace Hotel (R$ 150,00; casal + 1 criança-dica do Evandro em 10.12.2017) ou Palace Hotel Por do Sol. Passante tem desconto.

    2º Dia 02.01.2018

    Trecho 4:
    [6:30] Itapetinga [BR 415] (Km 1142)
    […] Itororó [BR 415] (Km 1176)
    […] Floresta Azul [BR 415] (Km 1236 )
    […] Trevo de Itabuna [Pegar BR 101] (Km )
    […] Buerarema [BR 101] (Km 1316)
    […] São João da Panelinha [BR 101/BA-251] (Km 1387) *Abastecimento*
    […] São João do Paraíso [BR 101] (Km 1419)
    […] Itagimirim [BR 101] (Km 1487)
    […] Eunápolis [BR 101] (Km 1525)
    [12:30] Arraial D’Ajuda: pegar BR 367, no Km 32 pegar BA-001, em seguida pegar BA-986. FIM. (Km 1591)

    1. Olá, Alan. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Achei muito interessante essa sua forma de compilar as informações esparsas e ordená-las dentro de uma lógica simples e clara. Acho que vamos copiar essa tecnologia e introduzi-la no corpo do post. E isso vai valer não apenas para o post “Brasília-Seguro de carro”, mas também para todos os posts da aba “Rodovia Brasileiras” do nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde tudo está publicado. Obrigado pela ideia. E não se esqueça de que, no segundo dia de viagem, a 30 km antes de Eunápolis, há um afundamento do asfalto, com o tráfego funcionando apenas em meia-pista.
      Um grande abraço e Feliz 2018.
      Abreu

      1. Mais um vez, obrigado pelas dicas, Abreu! Sempre muito prestativo!
        Passando para atualizar o dia de hoje. Viagem excelente até aqui.

        Roteiro de Viagem Arraial D’Ajuda – BA/2018

        1º Dia 01.01.2018

        Trecho 1:
        [4:45] Brasília [EPIA – BR 450/BR 010] (Km 0)
        [5:17] Planaltina [BR 030](Km 47)
        [5:40] Formosa [BR 030/BR 020] (Km 84)
        [7:17] Alvorada do Norte [BR 020] (Km 262)
        [7:58] Posto Rosário [BR 020] (Km 337): lanche e abastecimento. Indicado como melhor ponto de apoio. Não tem horário de verão na Bahia!
        Saída do Posto Rosário: [8:48]

        Trecho 2:
        [9:00] Trevo para Correntina [BR020] (Km 356). Após quebra-molas, pegue à direita. *Atenção aos buracos, 50 Km antes de Correntina*
        [10:31] Correntina [BR 349] (Km 536)
        [11:10] Santa Maria da Vitória (Km 590): muitas borboletas contra o carro.
        [12:10] [11:10*Local] Bom Jesus da Lapa [BR 349] (Km 679): parada para o almoço, passeio no Santuário e abastecimento. Seguir BR 430. Dica: almoço excelente no Restaurante Panela de Barro, a caminho da gruta/prefeitura.

        Trecho 3:
        [13:50] Igaporã [BR 430] (Km 780)
        [14:19] Caetité [BR 430] (Km 824)
        [15:24] Brumado [BR 030] (Km 920)
        [16:15] Anagé [BA-262] (Km 1005)
        [16:58]Vitória da Conquista [BA-262] (Km 1057): parada para abastecimento e pernoite. Recomendações: Íbis, Katraca, Cafezal Palace, Esplendor Palace Hotel (R$ 150,00; casal + 1 criança), Palace Hotel Por do Sol. Passante tem desconto. Fechei no Esplendor. Indico muito. Hotel novo e com estacionamento interno. Tem um posto BR ao lado, aproveitei para abastecer. Ao lado há também uma borracharia. Percebi que tenho um prego no pneu. Embora não tenha esvaziado irei ver isso amanhã cedo, hoje é feriado e não abriu.

        1. Legal, Alan. Que bom que tudo está correndo bem. E para nós também é muito bom mantê-lo em nosso radar e poder acompanhar detalhadamente sua viagem, com a sua ideia de organizar as informações principais de maneira sequencial.
          Um abração.
          Abreu

        2. Que bacana esse jeito de organizar que o Alan propôs e pelo visto nosso comandante Abreu irá fixar essa ideia. Como foi o segundo com relação a horários? Digo isso porque analisando seu relato, vejo que de repente sair antes das 5hs de Brasília não é necessário, já que você chegou a Vitória da Conquista bem cedo. Por isso fiquei curioso de saber, no dia seguinte, em cima do planejamento inicial, que horas você chegou em Porto/Arraial!

          1. Boa tarde, amigos! Perdão pela demora em atualizar o Roteiro. Bom, foi bem cansativo o último trecho. Muitos carros na via e, como já relatado aqui, muitos motoristas imprudentes. Reitero o alerta de outros aqui: tenham muita atenção e cautela. Sem mais demora vamos lá.
            2º Dia 02.01.2018

            Trecho 4:
            Saída: 7:15
            [8:05] Itambé [BR 415] (1130)
            [8:34] Itapetinga [BR 415] (Km 1170)
            [8:57] Itororó [BR 415] (Km 1203)
            [9:36] Floresta Azul [BR 415] (Km 1266)
            [10:21] Trevo de Itabuna [Pegar BR 101] (Km 1310). Parada para abastecimento.
            [10:37] Buerarema [BR 101] (Km 1326)
            [11:02] São José da Vitória [BR 101] (Km 1343) *Abastecimento*
            [12:00] São João do Paraíso [BR 101] (Km 1418). Atenção: Km 1453 depressão na via.
            [12:45] Itagimirim [BR 101] (Km 1482). Km 1488 e 1490, depressão na via.
            [13:13] Eunápolis [BR 101] (Km 1515)
            [14:10] Arraial D’Ajuda: pegar BR 367, no Km 32 pegar BA-001, em seguida pegar BA-986.
            FIM. (Km 1576). Excelente viagem.

            Como podem ver levei cerca de 7h neste último trecho, mas foi necessário para não comprometer o nível de segurança da viagem, afinal, o que tenho de mais importante estava no carro: minha amada família. E sim, Márcio! Creio que é possível sair mais tarde de BSB, porém como sai no feriado peguei pista limpa e sem imprevistos. Foi bom chegar cedo em Vitória da Conquista.
            Grande abraço para todos e mais uma vez deixo meu agradecimento ao Abreu, que foi fantástico na iniciativa do blog! Fiquem com Deus!

          2. Olá, Alan. Que bom que vocês chegaram em paz. Estamos trabalhando na adaptação da sua “tecnologia” de relato, para inserirmos no corpo do blog. Boas férias!
            Abração.
            Abreu

      2. Bom dia
        Gostaria de informações sobre pernoite em Correntina vamos sair dia 23/01 a tarde teremos que adiantar pra poder chegar em Porto Seguro dia 24/01 por causa da reserva de casa,sairemos por volta das 15:30 de Brasilia e queremos pernoitar em Correntina tem alguma pousada que indicas? Estaremos em 3 carros entorno de 16 pessoas…se puderem nos dar dicas pra nossa viagem…agradeço….

        1. Olá, Elisângela. Bem-vinda ao blog. Nós não costumamos indicar hotéis nas rotas que indicamos, Elisângela, porque nossos visitantes são de variado poder aquisitivo e as rotas sugeridas apresentam cidades ao longo do percurso com uma razoável estrutura hoteleira, que parte de pousadas extremamente simples (mas confortáveis) e diárias modestas até hotéis de rede, de três ou mais estrelas, com os preços correspondentes. Normalmente, hospedagem nessas cidades – Correntina incluída – não constitui problema e em todos esses anos ninguém retornou ao blog para denunciar, criticar ou registrar queixas ou advertências contra as pousadas ou hotéis utilizados. De modo que viaje tranquila, faça sua escolha previamente nos sites disponíveis e vá em frente. O seu “plano de voo”, está bom e é exequível. Saindo de Brasília às 15h30min é perfeitamente possível chegar-se a Correntina sem precisar de viajar à noite, porque na Bahia não existe Horário de Verão e você ganha uma hora a mais quando entrar naquele Estado. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde também se encontram publicados outros posts que podem ser do seu interesse, como, por exemplo, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Não deixe de ler. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudar você e o seu grupo a ir e voltar em paz e segurança.
          Um grande abraço.
          Abreu

          1. Bom dia Abreu muito obrigada pelas dicas com certeza vai nos ajudar dei uma olhada sim nos comentariod e vou seguir as rotas indicadas…muito obrigada.Elisângela

  30. Caro Edimar Rodrigues de Abreu.
    Parabéns pelas informações das rodovias e aproveito para dar minha contribuição.

    Confirmo a rota: Brasília-Rosário-Trevo da BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-(via BA-262)-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Floresta Azul-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro.

    Saímos no dia 29/12/207 às 3h da manhã e chegamos às 22h do mesmo dia. Fizemos para para almoço e combustível.

    Segue algumas observações:

    Nos 20km finais antes de chegar a Correntina, atenção, alguns buracos na via BR-349.
    Há mais ou menos 40km de chegar em Caetité pista perigosa cheia de curvas e subida na vida BR430, atenção redobrada.
    De Brumado para Vitória da conquista pegar estrada que possa por Anagé. A pista está um tapete.
    No último trecho, de Itabuna para Eunápolis via BR-101, apesar da pista estar boa sem buracos, não dá para desenvolver velocidade pois muitas curvas, caminhos e pista sem sinalização. Atenção redobrada.
    Há 85km de Eunápolis a sinalização da pista melhora com os olhos de gato.
    Há 60km de Eunápolis a pista fica sem sinalização de olho de gato.

    1. Olá, Sérgio. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho, mas principalmente pela sua disposição de vir aqui e compartilhar preciosas informações com nossos “sputniks” (companheiros de viagem, em russo) que por aqui passam sequiosos delas. Simples, claro e extremamente objetivo, seu relato é uma demonstração notável da disposição de ajudar, de dividir, de compartilhar dados que possam aumentar a segurança do planejamento das viagens, a segurança da sua execução e a segurança do retorno em paz. Valeu demais, Sérgio, e volte sempre!
      Um grande abraço e Feliz 2018.
      Abreu

  31. Bom dia estarei saindo para Porto Seguro amanhã dia 25/12/17. Quero saber se realmente a rota de Vitória da conquista Porto, tenho que ir por itabuna? Ou se pode ir pelo atalho. ?
    Grato feliz nato

  32. Caro Edimar Rodrigues de Abreu.
    Parabenizo o presente editor pelas informações das nossas rodovias. Consigno uma pergunta, em janeiro de 2018, viajo de Brasília-DF para Porto Seguro-Ba. A rota será Bsb, Posto Rosário, Correntina, Sta Maria da Vitória, Bom Jesus, Caetité e pernoite em Vitória da Conquista. No dia seguinte até Itabuna, BR 101, Eunápolis e Porto Seguro. O trecho em comento permite velocidade de cruzeiro 110\130 km\h. Agradeço pela atenção.

    1. Olá, Gabriel. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho. A rota está correta. Antes da viagem, não deixe de voltar aqui, porque, se tivermos notícias boas sobre o atalho por Potiraguá, nós as publicaremos prontamente. Registro que, quando aquele trecho ficar viável, tanto do ponto de vista da estado de conservação, quanto de segurança, a rota para Porto Seguro ficará 120 km mais curta. Mas, por enquanto, é só um sonho de uma noite de verão. Quanto à velocidade, a resposta é não. Há alguns trechos que permitem velocidades bastante altas, como é o caso do segmento BR 020-Correntina. Mas a velocidade média da viagem ficará normalmente por volta de 100 km/h. Assim, como a distância Brasília-Vitória da Conquista é de 1.049 km, coloque aí 11 horas de viagem, lembrando-se que você ganha uma hora ao entrar no estado da Bahia, uma vez que lá não há horário de verão.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Abreu sai hoje de Brasília destino Porto seguro. Sai de Planaltina as 4:30 da manhã e cheguei a vitoria da conquista as 16:00 horário de Brasília. Quanto a situação das estradas somente a de correntina tem uns trechos que foram recuperados outros estão com buracos. Muita atenção neste trecho porque se desenvolve muita velocidade e de repente tem que frear. Fora este trecho o restante da estrada está ótima.

        1. Olá, Lana. Bem-vinda de volta. Adoramos sua disposição de voltar aqui apenas 33 minutos após chegar a Vitória da Conquista, para nos trazer seu relato e compartilhar suas informações com os que irão depois de você. Essa versão atualizadíssima das condições da rota são da maior importância para todos nós, pelo que particularmente lhe agradecemos.
          Um abração, dê notícias e Boas Festas.
          abreu

        2. Oi Abreu para completar o post fiz a rota por Itabuna realmente um tapete. Na BR 101 onde teve o afundamento a sinalização está péssima e não tem nenhuma polícia ou órgão responsável fazendo a sinalização para os carros vc conta com a sorte. Uma coisa me chamou atenção quando passei na saída do atalho de Potiraguá tinha muitos carros vindo por essa estrada. Será que já está transitável? Se alguém do blog passou por lá atualiza pra nós

          1. Olá, Lana. Não há nada de novo naquele trecho. De qualquer modo, amanhã vou checar novamente. Obrigado pelo relato, mais uma vez.
            Um abração e Feliz Ano Novo.
            Abreu

      2. Abreu, o meu agradecimento. Fique certo da minha participação no dia anterior da viagem, dia 03.01.2018.

  33. Aquele momento “quase mágico” que você procura por informações atualizadas sobre como ir com maior segurança de Goiânia para Porto Seguo, e o google indica este site! Muito obrigado, Sr. Abreu! Viajarei nesta próxima semana, e graças a você já tenho meu deslocamento todo planejado!

    Abraços e feliz ano novo para vc e sua família!

    1. Olá, Diego. Bem-vindo ao blog. Receber uma mensagem como a sua foi o nosso melhor presente de Natal. Boas festas e uma excelente viagem!
      Um grande abraço.
      Abreu

    2. Oi. Boa noite. Vcs não sabem o quanto pesquisei na internet em busca de informações sobre as rodovias e não encontrei. Foi realmente uma benção ter encontrado este blog. Por favor me ajudem. Estou saindo com minha família de Gyn para Trancoso agora dia 02/01/18. A minha opção de rota também seria por Brasília/Correntina/Brumado/Vitória da conquista/ Itabuna/Eunápolis?
      Obrigada.

      1. Olá, Gleyce. Bem-vinda ao blog. Obrigado por suas palavras: elas são um importante estímulo para esse nosso trabalho. Sim, a rota recomendada por nós, saindo de Brasília é essa. E você, saindo de Goiânia, deve fazer o mesmo roteiro, para ir e vir sem problemas. Só que temos 220 km entre Goiânia e Brasília, o que significa que você não deverá pernoitar em Vitória da Conquista, mas em Bom Jesus da Lapa. No dia seguinte, seguindo a rota recomendada, você chegará a Porto Seguro um pouco depois do meio-dia. Está bom assim? Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também publicamos outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Dê uma olhadinha lá, tá? Siga nossas recomendações. Não invente moda, não tente cortar caminho. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Obrigada pela resposta e as dicas.Farei questão de relatar aqui neste canal fantástico, se houve qualquer novidade durante a minha viagem. Boas férias e boa viagem para todos.

  34. Bom dia
    Por favor, gostaria de saber qual a melhor rota de Goiânia para Aracaju -SE e se para este percurso tem rota viável pelo Estado de Minas

    1. Olá, Alline. Bem-vinda ao blog. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão publicados dois posts que podem ser muito interessantes para você. São o “Brasília-Salvador de carro” e o “Brasília-Salvador-Natal de carro”. O trecho Brasília-Aracaju está descrito neles. Vale a pena dar uma olhada lá, OK? Se restarem dúvidas, retorne: sera um grande prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança. E não se esqueça de ler no mesmo local o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”.
      Feliz Natal e um grande abraço.
      Abreu

  35. Prezado Abreu

    Muito boa tarde, que site/blog incrível, o melhor que eu vi sobre o assunto certamente em anos, tenho 45 anos, e grande parte da minha família é Baiana (de Salvador mesmo) e por isso já viajei muito pelo interior da Bahia (como sou Brasiliense – Atualmente moro em Anápolis – GO que é do lado), sempre viajei muito para Salvador (e várias cidades litorâneas da BA) e saindo de Brasília, Já fiz todo tipo de percursos (tudo bem que o último deve ter mais de 5 anos), já fui por Montes Claros (quando Salinas tinhas uns 60km de estrada de chão muito ruim –e meu Voyage não tinha ar condicionado kkk, mas era melhor do que ir por Barreiras – que o povo chamava de Burraqueiras kkkk), Depois já usei Barreiras quando ficou boa, Luis Eduardo Magalhães, Correntina, enfim, acho que já cruzei várias estradas dessas que você cita (não sou bom com decorar rotas e números de rodovias) apesar de boas histórias para contar (como um carro “preso” em Montes Claros, porque ao invés do CRLV sai de casa com o DUT kkkkkkk), e que me rendeu 1 dia e meio de atrasado para chegar a tempo do carnaval soteropolitano (bons tempos de juventude e que tudo estava certo, mesmo quando dava errado rsrsrs).

    Desculpa o longo texto é que seu blog é muito bom. Enfim voltando, estou planejando ir para Porto Seguro (como disse depois de uns 5 anos sem passar por essa região – de carro) e pretendo sair entre o dia 3/1 e 10/1/18 (a depender das férias). E já vi que recomendas ir por Correntina (com parada boa em Posto Rosário correto)? Almoçar em Bom Jesus da Lapa Creio eu, e pernoitar em Vitória da Conquista (certo?), dia seguinte, seguir sentido Itabuna, depois Eunápolis e Porto. Ainda não sei se sairei de Anápolis bem cedo, ou se no dia anterior irei dormir em Brasília para já “ganhar” esses 160km ai. (minha mãe reside em Brasília e posso dormir lá). O que recomendas? Com relação as paradas, esposa grávida, (começo de gravidez ainda, 15 semanas), só mesmo paradas maiores para banheiro (rsrsrs) e abastecimento (lembrei disso, várias perrengues naquela época em que você rodava snme entre Posse e Correntina, sem 1 posto sequer e os carros não tinham a autonomia que tem hoje kkkk), mas queria estrutura boa, lugar para um café da manhã, almoço, e talvez lanche antes de Vitória da Conquista onde dormiríamos e Jantaríamos. E no dia seguinte, até porto, existe alguma parada boa para “quebrar” a viagem ao meio nesse trecho? Alguma recomendação com relação a cuidados com Combustível adulterado em algum posto específico? Geralmente em um trecho de 1000km, eu abasteço apenas 1 vez.

    Parabéns e continue alimentando esse excelente blog, se der tudo certo com nossa programação e a viagem sair do papel, certamente retornarei para deixar meu relato bem atualizado.

    1. Olá, Márcio. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras, que são um enorme estímulo para o nosso trabalho, principalmente partindo de um parente do nosso amado Tom Jobim (Antônio Carlos Brasileiro de Almeira Jobim). Hoje este blog está feliz com a presença de velhos lobos rodoviários, que apareceram por aqui pela primeira vez, como você, gente para quem não precisamos explicar “porque é bom viajar de carro num país de estradas horríveis”. Os lobos rodoviários sabem o porquê! E eles também cometem erros. Vendo sua história de trocar o CRLV pelo DUT, lembrei-me de uma vez que fui parado pela Polícia Rodoviária entre Ilhéus e Itacaré. Estava no meu Honda Civic 2007, mas havia levado os documentos do outro Honda 2001, que ficara na roça. Fiquei “confinado” em Ilhéus até que meu advogado conseguisse me enviar de Brasília pela TAM Express a segunda via do CRLV do carro correto. Quanto à sua viagem para Porto Seguro, a rota que recomendamos – e que já está testada diariamente – é essa mesma que você descreveu. A idéia de dormir em Brasília me pareceu digna de aplauso, porque esse pessoal grávido de 15 semanas precisa de muito carinho e pouco cansaço. Ao longo do percurso, você vai sempre ter a cada 200/250 km cidades de porte médio, capazes de oferecer estrutura de apoio minimamente decentes. O único senão em relação aos seus hábitos é nossa recomendação sistemática de não se deixar o tanque ficar a menos da metade nas estradas dessa região. Assim, aproveitando as paradinhas técnicas a cada 200 km, complete o tanque e faça exercícios de alongamento para aliviar a coluna. E dê preferência aos postos BR – presentes ao longo da rota – e jamais abasteça nos postos de bandeira genérica (mesmo que eles estejam pintados de verde e amarelo). Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros posts que podem ser do seu interesse, como o nosso “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que traz algumas informações interessantes para quem viaja com grávidas, crianças e idosos. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigado Abreu pelo breve retorno e por manter esse site. Ontem após fazer um planejamento prévio de possíveis datas e roteiro para fazermos a viagem em 2 dias (com saída de Brasília) me deparei com uma dúvida que não é sobre estradas, sabe por acaso dizer como estão os casos de dengue/zica, e afins na região ali do sul da Bahia? Pois com a esposa grávida esse é um problema para nós, e se for o caso, abortaremos a missão para um futuro (espero não muito distante), mas como na mídia o assunto deu uma “esfriada” não sei como está, procurei informações no Google mas não achei nada relevante ou com informações corretas. Nessa fase, não podemos arriscar por conta de uma pequena viagem (por melhor que ela possa vir a ser né).
        Grande Abraço.

        1. Olá, Márcio. Como diria um falecido político daqui de Brasília, “Do alto da minha humildade” de velho lobo rodoviário, aprendi que viajar implica valer-se de equipamentos (veículos, rodovias, combustíveis), pessoas (frentistas, policiais,garçons, tripulação de bordo). Mas especialmente de dois fatores pouco lembrados: bom senso e intuição. O bom senso é um tanto polêmico (René Descartes já reclamou dele em “O discurso do método) e a intuição é mais polêmica ainda. Pois bem: diversas vezes eu e minha navegadora – há 42 anos – já decidimos cancelar a viagem depois de sairmos da garagem e já estarmos no Eixão de Brasília! E perdemos 3 diárias de hotel, no ano passado, no momento em que fazíamos o check-in, num resort sensacional, à beira mar, no litoral norte da Bahia, oportunidade em que decidimos fechar a conta. Voltamos para a rodovia e fomos dormir na Praia do Forte. E apesar de acreditarmos em Deus e sermos fãs dele, não temos religião alguma. Mas aprendemos a ler nossas premonições, o que a natureza nos passa em termos de energia, de orientação. E não tem muita complicação: basta um olhar entre nós e a decisão é tomada sem uma palavra! Estou dizendo isso porque o que você está chamando de dúvida, “esfriada” e riscos é uma leitura do seu instinto atávico, animal, em relação à possibilidade do perigo que pode ameaçar sua prole e sua caverna. Eu poderia apresentar algumas estatísticas interessantes, como a baixa probabilidade de chuvas no sul da Bahia no período da viagem, ou a redução dos casos de zica em 50% em relação a 2016 naquela região. Mas prefiro “ficar com a resposta das crianças” e recomendar a você: não vá, por duas razões. A primeira é esse sentimento primevo de perigo que a família está farejando no ar. Respeite-o, embora sem compreender. A segunda, é o bom senso: com essa preocupação, com esse desconforto psicológico, com essa insegurança, com essa sensação de medo em relação à probabilidade de zica+microcefalia, a viagem de férias já foi cancelada – apenas vocês ainda não tomaram as providências burocráticas para tanto. Nem se abale, Márcio: vocês farão o correto cancelando e adiando o projeto.
          Um fraternal abraço e boa estada em Anápolis.
          Abreu

          1. Bom dia Abreu e como sempre com sábias palavras do início ao fim, ontem por coincidência ao seu texto fiquei justamente lendo estáticas sobre a evolução (ou involução) de casos de Dengue (Zica e afins no Brasil) e ficamos estarrecidos ao descobrir que no Nordeste e mais especificamente na Bahia, de 2015 para agora 2017 (a redução do quadro mais crítico foi de 90%), e que atualmente, corre-se mais perigo aqui no Goiás, do que no Nordeste praticamente todo (http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2017/maio/05/Monitoramento-dos-casos-de-dengue-febre-de-chikungunya-e-febre-pelo-virus-Zika-ate-a-Semana-Epidemiologica.pdf). Fato esse que nos está fazendo repensar a viagem em si, alternativas e afins. Como você bem citou, meu “primo” por assim dizer rsrs, tem uma frase: “A gente leva da vida a vida que a gente leva.” (Tom Jobim), que vamos ver que vida levar nessas horas rs. Ainda não decidimos por descartar, nem encarar, se por lembrarmos desse detalhe durante a intenção de ir e com isso se mudamos de rota, mantemos ou desistimos. O fato é que, ao começar a pesquisar e estudar o assunto, nos deu uma certa tranquilidade (e ao mesmo tempo um certo medo de estarmos atualmente no foco do problema em questão agora levantado, ôoooo Goiás rsrsrs).
            Também já passei por desistências assim, numa viagem de 16 mil km (Ushuaia – Patagônia Argentina e Chilena) em algumas hospedagens/locais mais específicos (e previamente estudados), pois ou queríamos mais tempo em um local não previsto ou o contrário. De qualquer forma muito obrigado por manter esse blog, pelas sábias palavras que você sempre dá a todos e te manterei informado de nossa decisão. Seja ela qual for. Abraços.

          2. É, essa informação é quase uma ironia: é quase como estar dormindo com o inimigo. Ficamos no aguardo e que Deus o ilumine, Márcio. Feliz Natal para toda a família.
            Um abração.
            Abreu

          3. Abreu e demais, alguma novidade sobre o trecho de Potiraguá? Continua intransitável? Vi que são 116km x 295 km por Itabuna. Olhei isso no mapa 4rodas porém um pouco antigo (2010), não sei se está atualizado. A diferença é isso tudo mesmo? quase 180km?

          4. Oi, Márcio. O aumento de distância por Itabuna é de 155 km. O caminho por Potiraguá é, portanto, 155 km mais curto. Mas o tempo é o dobro e o desconforto, o sofrimento e o risco de segurança são o triplo. Como dois mais dois são quatro, vamos por Itabuna até a liberação do trecho às vésperas da campanha eleitoral de 2018, OK?
            Um abraço particularíssimo.
            Abreu

          5. Obrigado novamente Abreu

            Li um relato do dia 20 de dezembro mais ou menos, em uma lista de discussão que um usuário foi e disse que pegou “apenas” 30 km ruim, o resto já estava recuperado (se segundo ele é claro) muito bom. Mas não sei, por isso resolvi perguntar a ti se tinhas alguma novidade com relação ao trecho em questão. Vai que tinha melhorado né. Abraços.

          6. Olá, Márcio. Nada de novo sob o sol: aquele atalho continua tabu para nós. A propósito, veja o comentário postado hoje, às 15h31min por Guilherme Veiga. O grupo dele (04 carros, 16 pessoas) se dividiu: dois veículos foram por Itabuna e dois pelo atalho de Potiraguá. Corra lá e veja o resultado.
            Abração.
            Abreu

  36. Olá, saudações! Partirei de Brasília à Porto Seguro em 20/12/17, a meta é sair de Brasília umas 05:00h aproximadamente, qual o melhor caminho atualmente? Melhor estrada?

    1. Olá, Jovino. Bem-vindo ao blog. Sem alteração para a rota da viagem Brasília-Porto Seguro, ou seja, é Brasília-BR 020-Formosa-Alvorada do Norte-Posto Rosário-Divisa GO/BA-BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Atravessar de Itapetinga para Potiraguá e BR 101 continua inviável e registra-se o asfalto cedido 30 km antes de Eunápolis, com trânsito em meia-pista sem maiores problemas. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  37. Por favor, gostaria de uma orientação:

    Sairei de Goiânia para ir à Porto Seguro no dia 27/12.
    Planejo sair de Goiânia às 5h00 da manhã.
    Qual o melhor percurso? Mantem-se a orientação via Brasília, passando por Posse/GO, Correntina/BA, Santa Maria da Vitória/BA, Caetité/BA, Brumado/BA, Vitória da Conquista/BA, Itapetinga/BA e, finalmente, Eunápolis/BA?
    Saindo de Goiânia às 05h00 onde você orienta pernoitar?

    Grata,

    Simone

    1. Olá, Simone. Bem-vinda ao blog. O rota está correta, valendo insistir que, ao chegar a Itapetinga (após Vitória da Conquista), não caia na tentação de cortar caminho por Potiraguá, que é uma fria. Saindo de Goiânia às 05h00, o mais adequado, para não dar estresse, é pernoitar em Brumado, rodando 1.110 km no primeiro dia. Se houver atrasos, pernoite em Caetité, a 1.009 km de Goiânia. Se for um atraso maior ainda, pernoite em Bom Jesus da Lapa, a 871 km de Goiânia. Em qualquer dessas hipóteses de pernoite, você terá condição de chegar a Porto Seguro no dia seguinte entre 11h00 e 15h00 horas. Se houver dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e vir em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  38. Amigo Abreu,
    Estarei viajando de Goiânia a Arraial D’Ajuda no dia 14 de janeiro próximo. Se eu não conseguir trocar de veículo até lá, pretendo ir em um Nissan Tiida, que é um esportivo um pouco baixo. Qual seria a melhor rota, saindo de Goiânia. Meu filho gostaria de ir por Minas Gerais para conhecer o caminho, mas não sei a condição das estradas. Já fiz esta viajem indo por Correntina conforme suas ultimas indicações, mas isso foi há vários anos atras. Esta ainda seria a melhor opção? Outra coisa, na sua opinião, seria muito arriscado ir com um veículo tão baixo ?
    Desde já agradeço.
    Abraços.
    Adriano

    1. Olá, Adriano. Bem-vindo ao blog e desculpe o atraso: o seu comentário ficou preso no filtro anti-spam do meu e-mail e só hoje, ao fazer a limpeza, pude resgatá-lo. Quanto à rota adequada, para quem sai de Goiânia, nossa recomendação é por Correntina. Essa estrada passou anos destruída e impraticável. Mas um trabalho de recuperação em 2015 a restituiu para nosso uso e hoje ela se apresenta como a melhor opção para quem sai de Brasília e Goiânia para Ilhéus e Porto Seguro. A rota por Montes Claros é mais longa e está com alguns pontos críticos de irregularidade no pavimento (desníveis) após Montes Claros e buracos nas imediações de Francisco Sá, o que seria um veneno para a pouca altura, do seu Nissan. Por Correntina você vai precisar de algum cuidado com os buracos entre Correntina e Santa Maria da Vitória, que já estão sendo consertados, mas ainda exigem atenção. A partir daí, é só não entrar no “atalho” por Potiraguá após Itapetinga (você não vai conseguir passar) e seguir direto para Itabuna e de lá pela BR 101 até Eunápolis e Porto Seguro. A 30 km antes de Eunápolis, há um rebaixamento importante do asfalto, mas você não terá problemas, porque a faixa está impedida e o trânsito está sendo feito em meia pista, utilizando a faixa de rodagem que não sofreu o rebaixamento. Em resumo, não vejo maiores problemas com a altura do Nissan, desde que você esteja atento às nossas recomendações. Para você ter ideia, eu ando por essas plagas todas aí com o meu Honda New Civic, que, ao sair da roça para a viagem, ele já raspa o fundo no ressalto anti-enxurrada da porteira! E isso sem muita bagagem e com o pessoal fazendo dieta para o verão baiano! É isso: convença o herdeiro a desistir de Montes Claros, olho entre Correntina e Santa Maria da Vitória, nada de Potiraguá, meia pista em entre Itagimirim e Eunápolis e o resto é só alegria.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Muito obrigado pela presteza e especial atenção. Suas informações e detalhes nos foram preciosos e decisivos. Vamos acatar suas sugestões e daremos retorno desta aventura. Um grande abraço e parabéns pelo blog tão útil e valioso.

  39. !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    FATO RELEVANTE – 17.12.2017 – 21h06min:
    A BR 101 apresentou afundamento de pista, na reta final de chegada a Porto Seguro, entre as cidades de Itagimirim e Eunápolis. Não há necessidade de pegar a alternativa por Barrolândia e Santa Cruz Cabrália, uma vez que o DNIT já está trabalhando nos reparos e a Polícia Rodoviária Federal de Eunápolis está coordenando o tráfego em meia-pista. O trânsito está fluindo quase normalmente.
    Edimar Rodrigues de Abreu
    !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  40. Olá, vou sair de Iturama- MG para Porto Seguro – BA, gostaria de saber a melhor rota, e qual estrada pegaremos menas serras.

    1. Olá, Francielly. Bem-vinda ao blog. Existem diversos caminhos para sua viagem. Aqui neste blog, entretanto, dada nossa permanente preocupação com a segurança e o conforto dos nossos visitantes, só recomendamos a rota Iturama-Uberlândia-Patos de Minas-Pirapora-Montes Claros-Francisco Sá-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Recomendamos fortemente não tentar encurtar a viagem na BR 116, atravessando por Pedra Azul ou Almenara para sair em Eunápolis: o que você encurta de distância, paga em estradas de terra, falta de estruturas de apoio, asfalto esburacado, risco de assaltos e enorme gasto de tempo. Pela mesma razão, orientamos a não usar o atalho por Potiraguá – depois de Itapetinga: embora a distância seja a metade (220 km x 110 km), as dores de cabeça, desconforto, poeira, buracos, falta de policiamento, velocidade máxima de 20 km/h e risco de assaltos levam-nos a manter, por enquanto, nossa recomendação de não utilizar aquele atalho. Assim que as obras estiverem concluídas e a passagem normalizada, informaremos aqui. Por enquanto e para nós Potiraguá é tabu! Sua viagem, Francielly, terá 1.877 km de extensão e deverá ser dividida em duas etapas. Nós propomos que você se programe para pernoitar em Salinas, a 1.094 km de Iturama. Lá os hotéis são simples e há alguma dificuldade de se encontrar bons restaurantes perto da estrada. Da ultima vez que passamos por lá, tivemos que jantar pizza. Mas há restaurantes mais estruturados dentro da cidade. Se você não conseguir chegar a Salinas, pernoite em Francisco Sá (936 km de Iturama) ou até Montes Claros (881 km daí). No dia seguinte, você chegará a Porto Seguro do meio para o final da tarde. Quanto a serras, não se preocupe: a maior parte da rota é de traçado plano, com poucas exceções. Um pouco mais de atenção deverá ser dada à Serra do Marçal, entre Vitória da Conquista e Itambé. Trata-se de uma descida para o litoral, de traçado sinuoso, mas sem maiores problemas para quem viaja de dia e com calma. A descida tem cerca de 7 km e significa descer de 840 metros de altitude para 400 metros. Nada de preocupações, portanto, se você passa por lá de dia (como estamos propondo). Em caso de chuva, reduza a velocidade (e nada de ligar o pisca-alerta, que é proibido por lei). Você chegou até aqui através de nosso post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde se encontram diversos outros posts que podem ser do seu interesse, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, com informações interessantes para quem não tem muita prática de viagens longas. Dê uma olhada lá, OK? E se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  41. Amigo, eu devo sair de Catalão-GO para chegar a Porto Seguro. O melhor trajeto para mim é por Patos de Minas- Pirapora- Montes Claros- Salinas- Vitória da Conquista? Tem alguma informação de como está a pista por esse trajeto?

    1. Olá, Lucas. Bem-vindo ao blog. Sim, essa é a rota que nós recomendamos. Não se esqueça de que, de Vitória da Conquista, você deve passar por Itapetinga e chegar a Itabuna, para então descer pela BR 101 para Eunápolis. Todas as tentações para encurtar esse trajeto – por enquanto – são apenas isso: tentações. E normalmente dão dor de cabeça a granel para quem cai nessas tentações. O mesmo se aplica à vontade de, após passar por Salinas e pegar a BR 116, querer “cortar caminho” por Pedra Azul e Almenara: é só ermo, trechos em estrada de terra, sem policiamento, postos de bandeira genérica com combustível adulterado e risco de assalto, principalmente à noite. Ninguém merece! Assim, siga exatamente a rota que recomendamos aqui e você chegará a Porto Seguro no dia seguinte por volta do meio-dia, relaxado e tranquilo. Como a rota recomendada parte de Brasília, você irá encontra-se com ela na altura do antigo trevo do Posto Pirapatos (entre Patos de Minas e Pirapora, ou seja, BR040 x BR365), atualmente uma cidade chamada Luislândia do Oeste. Quanto ao trecho entre Catalão e Luislândia do Oeste, nossas informações dão conta de que as estradas estão em bom estado. Mas você, possivelmente, saberá disso melhor do que nós. Eu, particularmente, há décadas não passo por aí, fiz o roteiro Catalão-Estrela do Sul-Patrocínio-Patos de Minas-Pirapatos-Pirapora-Montes Claros, no tempo em que eu trabalhava no Banco do Brasil aí em Catalão. Mas acho que hoje eu faria Catalão-Araguari-Patrocínio, porque a pista está duplicada até Araguari. Deixo isso por sua conta, porque é o seu “quintal”. O trecho de aproximação a Salinas, que estava destruído, foi parcialmente recuperado recentemente, mas as crateras aparentemente mudaram-se, de armas e bagagens, para a aproximação e a saída de Francisco Sá. Dedique um pouco de atenção ali. Lucas, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Não deixe de ler aqui mesmo nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, também publicado na mesma aba. Há ali informações, orientações e dicas interessantes para quem, como você, vai rodar por essas estradas. Em caso de dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar com segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  42. Boa Noite Abreu
    Primeiramente parabéns pelo blog e nos ajuda muito suas dicas.
    gostaria de umas dicas estou saindo da cidade ocidental perto de Valparaíso no dia 14 de dezembro com meus filhos e esposa rumo a porto seguro vou pela rota indicada aqui do blog por Itabuna BR101, minha duvida é, tenho um filho de 4 meses e outra de 8 anos estou pensando em sair daqui umas 4:30 e não queremos estender muito a viagem por conta das crianças, qual cidade vc nos indica para pernoita, vc conhece algum hotel que vc possa indicar tbm, seria de muita ajuda, vc teria algumas dicas a mais ex: para almoçar de alguns lugares legal para para com crianças e algumas recomendações para viagens com bebes.
    obrigado e volto aqui depois da nossa viagem para conta como foi a viagem.

    1. Olá, Marcelo. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Na mesma aba, você encontra outros posts bastante interessantes para quem viaja para aquelas bandas. Mas é importante que você dê uma lida no post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde publicamos uma série de informações, principalmente para famílias que viajam com crianças pequenas e idosos. Quanto a refeições e hoteis, a rota está estruturada de tal maneira que, a cada 200 ou 250 km, você tem um ponto de apoio, em cidades de porte médio, que lhe permitirão parar para o lanche ou almoço, fazer alongamento, ir ao banheiro, refrescar as crianças e, também, para reabastecer. Mas vamos ficar aqui aguardando seu retorno depois de dar uma olhada no post que indicamos, OK? Aí, se restarem dúvidas, teremos o maior prazer em ajudar vocês a irem e voltarem em paz.
      Um grande abraço.
      Abreu

    2. Olá pessoal, venho deixar meu relato da viagem: saímos do Riacho Fundo 05:30h, dois carros, cada um com 2 casais e 2 crianças com idade de 02, 06, 07 e 11 anos,levamos muita fruta, peta, enrroladinhos de queijo, uma garrafa de café e leite em pó, para o café da manhã, e uma panela de galinhada para almoço.
      Primeira para 08:30hrs, posto Rosário – abastecimento e café da manhã.
      Segunda parada 12:30h, lembrando que nao tem horário de verão na Bahia, entao volta o relógio para 11:30h, abastecimento e almoço.
      Terceira parada – Vitória da Conquista 17:00h, pernoite Hotel Esplendor na entrada da cidade, lado esquerdo, valor casal e 2 crianças de 02 e 06 anos 150,00 e casal com 2 crianças de 07 anos, ótimo hotel com café da manhã a partir das 06:30h, valeu a pena esperar o café, pois estamos de férias.
      Quinta parada – Itabu na 09:30hrs, abastecimento.
      Sexta parada – Euná polis 13:00hrs, almoço.
      Chegamos em Porto Seguro 14:30hrs.
      Viagem super tranquila, estrada muito boa, um pouco de atenção nos 50 km antes de Correntina, e entre Itabuna é Eunápolis na BR 101, trecho muito sinuoso e muita carreta.
      Abreu, muito obrigado pelas dicas e boa viagem pra quem for viajar nessas férias!!

      1. Olá, Evandro. Que coisa boa é recebê-lo de volta, com esse relato minucioso da sua viagem. É tudo o que gostaríamos de ver por aqui: nossos sputniks alimentando o próprio blog com suas experiências e informações atualíssimas, para uso dos que estão na fila para viajar. A indicação do hotel, o registro dos preços, a análise da qualidade do café da manhã, o inventário das comidinhas levadas a bordo – tudo constitui informação importante para quem está planejando viajar por essa mesma rota. Volte sempre, Evandro.
        Um abração.
        Abreu

        1. Abreu, boa noite!! Saimos de Porto Seguro às 11:00hrs para pernoitar em Vitória da Conquista,e gostaria de informar que pegamos muita chuva no trecho Porto Seguro a Vitória da Conquista, e nos 30km antes de Eunápolis, tem uma parte da pista BR 101 abrindo enormes buracos devido a chuva, entre Itagemirim e Eunápolis, na pista de quem vai, interditando um lado da pista, e depois de Itambé a Itabuna, abrindo alguns buracos rasos.

          1. Olá, Evandro. Muito obrigado por retornar e trazer notícias quentinhas da frente de batalha. Vou inseri-las no corpo principal do post “Brasília-Porto Seguro de carro”, reportando esses buracos antes de Eunápolis e entre Itambé e Itabuna. A família Sputnik agradece!
            Um abração.
            Abreu

  43. GOIANIA – MORRO DE SÃO PAULO
    Olá Abreu , primeiramente parabens pelo Blog ( de grande ajuda ).
    No iniciio de Janeiro parto com a esposa e o filhote para Morro de São Paulo- BA . Vi apelas informaçoes do blog que para chegar até Brumado o melhor caminho atualmente seria por Gyn- Brasilia-Rosário- Correntina-Santa Maria ( parada para pernoite )-Bom Jesus da Lapa- Caetité- Brumado. MInha duvida é a partir dai, pretendo fazer o caminho proposto pelo google maps :

    https://www.google.com.br/maps/dir/Goi%C3%A2nia,+GO/Valen%C3%A7a+-+BA/@-13.8458789,-43.458153,7z/data=!4m14!4m13!1m5!1m1!1s0x935ef6bd58d80867:0xef692bad20d2678e!2m2!1d-49.2647943!2d-16.6868912!1m5!1m1!1s0x73e44067b7b5e6f:0x5da9c144d7e9a5d!2m2!1d-39.072909!2d-13.3708767!3e0!5m1!1e1
    Sabe me dizer as condiçoes de estrada de Brumado em diante ? Alguma outra dica para este estreante pelas estradas baianas ?
    Obrigado !!

    1. Olá, Washington. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Novamente nós estamos diante de um velho problema que sempre aparece aqui: o Google Maps, como um instrumento de alta tecnologia, indica normalmente a rota mais curta para o seu destino. Essa linha de ação é excelente em países de Primeiro Mundo: qualquer caminho mais curto na Holanda, na Alemanha ou nos Estados Unidos, é o caminho mais curto, sem prejuízo de conforto e segurança. Abaixo da linha do Equador a coisa muda. O caminho mais curto pode nos levar para estradas de terra abandonadas, ou vias asfaltadas em estado lamentável ou para o interior de área de alto perigo no que tange à violência. Você está saindo de Goiânia, mas vamos considerar as possibilidade a partir de Brasília. Para chegar a Morro de São Paulo, você dispõe de três alternativas válidas: por Montes Claros(MG), por Correntina-Vitória da Conquista e por Barreiras-Itaberaba. A opção por Montes Claros fica descartada por conta da distância e do tráfego de caminhões, embora haja notícias de que a parte esburacada do asfalto está sendo recuperada. Sobram duas: Brasilia-Correntina-Vitória da Conquista-Valença (1.414 km) e Brasília-Barreiras-Itaberaba-Valença (1.403 km). Como você percebe, a opção oferecida pelo Google Maps não está no cardápio deste blog. Com certeza é o caminho mais curto, mas, pelos nossos padrões, que são voltados para buscar os caminhos mais seguros no que respeita à criminalidade, mais estruturados no que tange à rede de postos de combustíveis, lojas de conveniência, lanchonetes, restaurantes, hoteis e pousadas, menos desertos no que se refere à existência de cidades médias a cada 200 ou 250 km que possam oferecer um atendimento médico normal ou de urgência além de sinal de celular e internet e, finalmente, que contem com a presença da Polícia Rodoviária Federal ao longo do trecho. Esses padrões de exigência decorrem do fato de que nossa atenção primária é para aqueles que viajam em família, com crianças e, às vezes, idosos. Pois bem: por todas essas razões somadas, não temos condições de recomendar aqui no blog aquela alternativa oferecida pelo Google Maps, ou seja, Brumado, Contendas do Sincorá, Pé de Serra, Maracás e Lajedo do Tabocal (ou Planaltino e Nova Itarana). Temos depoimentos aqui de pessoas que trafegam tranquilamente por essa rota. Mas notamos que são profundos conhecedores da estrada e das cidadezinhas, normalmente moradores da região, o que não é o caso da maioria dos nossos visitantes. Assim, descartada, sob nosso ponto de vista, essa rota, as alternativas que sobram são Brasília-Barreiras-Itaberaba-Valença ou Brasília-Correntina-Vitória da Conquista-Valença. A diferença entre as duas é de apenas 11 km. Mas a viagem pela rota Barreiras é muito mais estruturada, mais segura, mais simples e mais usada. E na rota por Correntina ainda temos uns pequenos problemas de buracos no asfalto entre Correntina e Santa Maria da Vitória. Em seu lugar, eu não teria dúvidas: Goiânia-Brasília-Barreiras-Ibotirama-Seabra-Itaberaba-Iaçu-Amargosa-Varzedo-Santo Antônio de Jesus-Nazaré das Farinhas-Ponta do Curral (local de estacionamento do veículo e tomada de barcos para travessia de 10 minutos para Morro de São Paulo, localizado imediatamente antes da entrada de Valença) e Morro de São Paulo. Sem querer bagunçar seu plano de voo mas já bagunçando, ficamos aqui aguardando qual a decisão da família. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-los. A propósito, para seguir pela rota recomendada, é interessante que você veja também o nosso post “Brasília-Salvador de carro”, publicado também aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, aba “Rodovias Brasileiras”.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. olá Abreu
        muito obrigado pelas dicas , com certeza seguirei seus conselhos . Os padroes de exigencia do blog sao os mesmos que os meus . Uma ultima duvida : Saindo de Goiania pela manha pensei em pernoitar em Barreiras e seguir no outro dia bem cedo .Será que consigo fazer Barreiras- Guaiabim antes do anoitecer ? (pois creio que nesta parte a viajem fica mais lenta sobre tudo ao atravessar a chapada Diamantina certo ?) se não onde indicaria um segundo pernoite antes de chegar a Guaiabim ?
        Mais uma vez obrigado

  44. Abreu, bom dia, estou eu aki novamente. Queria saber sobre sua opiniao sobre a minha volta Arraial (BA)/Rio Verde GO, tem como fazer esse percurso só com uma parada para dormir ?? porque na ida, apos sua sugestao, vou sair de rio verde dormir em posse (go) dia 26/12 (preferi andar um poucos mais no primeiro dia), depois em Vitoria da Coquista (BA) dia 27/12 e chegar no destino dia 28/12. Um grande abraço e agradeco muito pelos seus conselhos !!!!

    1. Olá, Geferson. Bem-vindo de volta. Na ida você irá conhecer a estrada, observar os pontos onde a velocidade é menor, onde há mais curvas, anotando todos esses detalhes para usá-los na volta. Sim, porque na volta você poderá fazer a viagem em dois dias, porque você já estará mais seguro em relação à rota. Para isso, nossa recomendação é de que você saia cedo de Arraial e pernoite em Correntina (1.032 km). No segundo dia, faça o estirão de Correntina-Rio Verde (959 km). Essa fórmula envolve uma distância menor no segundo dia porque, ao entrar em Goiás na volta, você perde uma hora, por causa do Horário de Verão vigente no Centro Oeste. Você pode ficar tentado a rever seu planejamento da ida, usando a mesma fórmula, ou seja, dormir em Correntina. Mas não faça isso: a sua intuição indicou a divisão da viagem em 3 etapas, porque sua segurança em relação à rota não é total. Mantenha seu planejamento de ida como está, porque é uma viagem de conhecimento e reconhecimento. A volta é só replay. Volte por aqui tantas vezes quantas julgar necessárias, OK? Para nós, ajudá-lo é um prazer.
      Um abração.
      Abreu

    2. Caro Abreu, parabens pelo blog e pelas valiosas dicas para viajar de carro pelo nosso país. Somente hoje descobri o blog ao consultar o doutor google sobre o estado das estradas no trajeto Brasília x Ilheus. Achei formidável o seu trabalho e os comentários dos visitantes. Costumo viajar de carro, principalmente no trecho Brasília x Campina Grande que faço via Barreiras-Feira-Paulo Afonso-Caruaru.
      daqui por diante, não deixarei de visitar o seu blog.
      abraços,.

      1. Olá, José Irenaldo. Bem-vindo ao blog e muito obrigado por comparecer aqui apenas para dar essa força ao nosso trabalho. Esse feed-back é muito importante para nós e nos traz um entusiasmo novo em relação ao nosso dia a dia nesse espaço da internet. Lembramos que o post “Brasília-Porto Seguro de carro” está publicado em nosso site http://www.expressadaliberdade.com.br, aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram diversos outros posts versando sobre o tema, mas abordando diferentes destinos e rodovias nacionais. Mais uma vez, muito obrigado.
        Um grande abraço.
        Abreu

  45. Boa tarde, olá Abreu, vi aqui seus comentários excelentes sobre a viagem de Brasília a Porto Seguro, ainda continua com a opinião de não utilizar a estrada por Potiragua? Ainda esta na mesma? Irei viajar agora dia 22 de dezembro de Brasília a Porto Seguro. Abraço e valeu…

    1. Olá, Sankeik. Bem-vindo ao blog. Obrigado por suas palavras de estímulo. Sim. Continuamos firmes na recomendação de evitar Potiraguá, a não ser para quem gosta de emoções fortes. A segurança, o conforto e tranquilidade continuam apontando para ir até Itabuna e de lá descer pela BR 101 até o seu destino OK? Desculpe, mas é o que temos no cardápio para hoje. Se houver modificações antes de 22 de dezembro, postaremos aqui. Então, não deixe de dar uma espiada antes de partir, certo?
      Um abração.
      Abreu

    2. Olá Abreu, bom dia!! Parabéns pelo blog!! Com essas dicas a gente viaja mais tranquilo, estarei saindo de Brasília para Porto Seguro amanhã por volta das 05:00h, vou fazer essa rota que vc indicou ae, qualquer alteraçãosobre as estradas e buracos informarei ao pessoal, e muito obrigado pelas informações, lembro quando não tinhamos esses recursos e viajavamos com o guia 4 rodas, era mais complicado e cheio de aventuras…rsrsrsrsrs

  46. Olá, pessoal.

    Vou deixar aqui meu relato de viagem,

    Entre os dias 09 e 14 de novembro minha esposa e eu estivemos em viagem a Arraial D’ajuda/BA, partindo de Montes Claros/MG, onde moramos. O veículo utilizado foi um Honda Fit LX 2011, manual. Gastamos por volta de R$ 550,00 de gasolina, que variou entre R$ 4,19 em Montes Claros e R$ 4,67 em Arraial. Não vale a pena abastecer o Fit com álcool na estrada. Seu consumo rodoviário não é bom e devido ao seu tanque ser pequeno (apenas 42 litros) a autonomia fica pequena. Ele faz em torno de 9,7 km/l na estrada com álcool e 14,8 km/l na gasolina, andando a 120 km/h com ar ligado. Então, a diferença é grande. No mais, é um caro muito bom. Espaçoso, confortável e com com ótima estabilidade.

    Saímos de Montes Claros às 04:30h e chegamos em Arraial às 18h. Pegamos a BR 251 sentido à Rio-Bahia (BR 116). A BR 251 está sendo reformada e a maior parte dela está com asfalto excelente, com pintura nova e sinalização também nova. Há apenas dois trechos que não estão muito bons: 30 km antes de Francisco Sá, onde não há buracos mas há imperfeições no asfalto causadas pelos caminhões pesados e muitos remendos e um trecho de 10km, após o Vale das Cancelas, perto de Salinas, onde também há imperfeições no asfalto e alguns poucos buracos, que dá pra desviar tranquilamente. Mas como disse, a estrada está sendo recuperada e em poucos meses estará toda em perfeitas condições. Subimos até Vitoria da Conquista – Itabuna e de lá descemos a Eunápolis e Arraial, seguindo orientação deste blog para não passar por Potiraguá. A BR 101 entre Itabuna e Eunápolis é linda demais; o visual é muito bacana. Muitas paisagens legais. Mas a viagem não rende. São apenas 200 km, mas que foram percorridos em quase 4h por causa do intenso transito de carros pesados, com incontáveis curvas e sem pontos de ultrapassagem. Contudo, o asfalto é muito bom. Chegando em Arraial, nos últimos 20 km a estrada está meio ruim. Há muitos buracos. Tem que ter muita atenção.

    Na volta, resolvemos cortar caminho. Achei a viagem de ida muito longa e estressante na parte da BR 101 entre Eunápolis e Itabuna. Então passamos por um atalho que passa pelo Vale do Jequitinhonha. Saindo de Arraial, fomos até Eunapolis e de lá até Itagimirim, a 30 km, na BR 101. Em Itagimirim/BA viramos à esquerda sentido à cidade de Salto da Divisa/MG. Este trecho tem os asfalto excepcional, todo novinho e com sinalização nova. De Salto da Divisa/MG até Jacinto/MG são 50 km de estrada de terra. Mas pensem numa estrada boa! É a BR 367. A estrada é larga e o piso muito bom, apesar de ser de terra. De Jacinto até Jequitinhonha/MG tem mais 12 km de terra, nas mesmas boas condições. Após Jequitinhonha fomos até Itaobim/MG, que fica ás margens da BR 116. De Itaobim subimos a BR 116 até o trevo com a BR 251.Este trecho tem 100 km. Do trevo, descemos a BR 251 até em casa.

    Na ida rodamos 989 km. Na volta, passando por este trecho de estrada de terra, rodamos 799 km. Este atalho nos economizou 2h de viagem e quase 200 km a menos. Apesar da BR 367 ( a de terra) ter pouco movimento, acredito que valha a pena passar por lá. A estrada é boa e a distância entre as cidades é pequena. Vale a pena passar durante o dia, por ser mais seguro.

    É isso, pessoal. Espero que o relato possa ajudar. Abraço!

    1. Olá, Leonardo. Bem-vindo de volta. É absolutamente fantástico esse seu relato da viagem. Tudo que nós aqui no blog temos buscado ao longo de todos esses anos é encontrar pessoas que, tendo inicialmente coletado aqui as informações básicas para o planejamento da viagem, se disponham a retornar, após a conclusão das férias, para compartilhar as informações, enriquecer com detalhes e atualizar o que estiver defasado. Você faz isso com uma paciência de dar inveja, uma didática irrepreensível e uma sinceridade rara nos momentos atuais. Veja, por exemplo, que nós somos acostumados com estradas de terra – até porque, para chegar aqui na roça temos de enfrentar diariamente 5 km delas -, mas não temos nenhuma condição de recomendar estradas de terra para as pessoas que nos procuram aqui, porque essas estradas não dispõem daquele mínimo de estrutura que nós exigimos de uma estrada para recomendar às famílias que aqui chegam. Mas há as pessoas que não se importam com banheiros sujos, postos sem confiabilidade, ausência da Polícia Rodoviária Federal, lanchonetes e restaurantes suspeitos. Geralmente são rapazes, em carros robustos (SUV) que adoram esses passeios. Então, a informação é válida sim, principalmente pela sua recomendação de passar por elas durante o dia, por questões de segurança. A abordagem do veículo, em relação ao consumo de combustível e os respectivos preços é puro ouro para quem viaja. Adoramos mesmo sua mensagem. Se muitos outros fizessem isso, as viagens ficariam tão mais tranquilas e fáceis. Agradecemos de coração.
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá, Abreu.
        As informações que colhi aqui no blog foram de grande importância para nós no planejamento da viagem. Tenho um grande amigo que mora em Montes Claros mas é de Jequitinhonha e que sempre vai lá visitar a família. Pedi a ele informação sobre as condições das estradas da região e ele me disse estarem em excelente estado, como de fato estão. A parte de terra são apenas 62 km que estão muito bons. Resolvi arriscar na volta e não me arrependi. Os trechos de asfalto da BR 367 entre Salto da Divisa e Itaobim estão em ótimo estado. Então vale muito a pena passar por lá. E a BR 251 está excelente. Mais uma vez, parabéns pelo blog. As informações são de grande valia para os viajantes. Já indiquei para vários amigos. Espero poder postar vários relatos de viagem de agora em diante. Grande abraço!

  47. Oi pessoal, estou indo para porto seguro no dia 25/12/2017, qual seria a melhor rota? vi muitas pessoas dizendo sobre ir por itabuna mais e não acessar a 242 para chegar na 101. Alguém que foi recentemente pode me ajudar? Obrigado.

    1. Olá, Arnaldo. Bem-vindo ao blog. De fato, até 2015, nossa orientação para os viajantes a Porto Seguro se resumia à rota por Montes Claros ou por Barreiras. Isso porque a rota intermediária (por Correntina) se encontrava há anos totalmente destruída, sem condições de ser recomendada por nós. No entanto, a partir de ações governamentais iniciadas em 2014 e 2015, a estrada ficou quase totalmente reconstruída, o que nos permitiu voltar a indicá-la para nossos “sputniks” a partir de 2016. Assim, para quem sai de Brasília ou Goiânia, nossa recomendação é pegar a BR 020 até Rosário e, em seguida, pegar a BR 349 para Correntina, Bom Jesus da Lapa, Brumado e Vitória da Conquista. A rota por Barreiras é muito mais longa e a por Montes Claros está bem danificada entre Montes Claros e Salinas, além de apresentar um tráfego pesado de caminhões, razão pela qual só a recomendamos para quem sai de Minas Gerais (desde que não seja do Triângulo Mineiro, que devem continuar vindo por Brasília para pegar a BR 020. Assim, fica respondido o primeiro ponto de sua pergunta: a rota que hoje indicamos é por Correntina e não mais por Barreiras, para quem sai de Brasilia. A segunda questão é um pouco mais complexa. De Vitória da Conquista para Porto Seguro, há uma rota mais curta, que passa por Vitória da Conquista, Itapetinga, Potiraguá e BR 101. Acontece que essa rota está meio destruída, meio em obras, e deixando os viajantes à beira de um ataque de nervos, além de problemas de assalto e de se gastar mais do que o tempo gasto na rota mais longa. A rota mais longa – que recomendamos – é evitar Potiraguá e seguir de Itapetinga para Itabuna e pegar a BR 101 para Eunápolis e Porto Seguro. Na rota que recomendamos (Brasília-Posto Rosário-Divisa GO/BA- BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro), as estradas estão em bom estado, há cidades de porte médio e sinal de celular a cada 200 km, a rede de postos, lojas de conveniência, lanchonetes, restaurantes, hoteis e pousadas é razoável e a maioria do percurso é feito em estradas federais, sob jurisdição da Polícia Rodoviária Federal. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a planejar sua viagem. E não deixe de ver também outros posts publicados aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, particularmente o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”.
      Um grande abraço.
      Abreu

  48. Bom dia Abreu, parabéns pelo seu blog te acompanho desde novembro de 2015, quando fizemos uma viagem para Porto Seguro em janeiro de 2016, suas informações na época foram muito importante e precisas, mais uma vez parabéns por compartilhar essas informações importantes com nós viajantes. Deixa te fazer uma pergunta estou querendo sair no dia 09.01.18 destino Porto Seguro, saindo de João Pinheiro MG, sabe informar sobre as condições das estradas por lá?

    1. Olá, André. Bem-vindo ao blog – pelo menos à área de comentários, uma vez que você já nos acompanha a distância. Como respondemos há pouco para o Arnaldo (veja nossa resposta para ele às 19h49min de hoje), para os viajantes de Minas – que não são do Triângulo Mineiro, nossa indicação para Porto Seguro é via Montes Claros-Vitória da Conquista-Itapetinga-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Ao sair de João Pinheiro, você vai enfrentar asfalto irregular (desníveis) após Montes Claros, alguns buracos em Francisco Sá e MUITOS buracos a partir de 80 km de Salinas até a BR 116. Um pouco de tráfego mais pesado de caminhões até Vitória da Conquista, mas a pista está em grande parte duplicada e não é nada que uma boa dose de paciência não resolva. Esse pequeno sacrifício compensa a economia de tempo e de estrada que outras alternativas representariam. Duas recomendações: evite a tentação de descer para BH e pegar a BR 381 (que está matando adoidado) e resista às tentações de deixar a BR 116 em busca de “caminhos mais curtos oferecidos pelo GPS” e que passam por Itaobim, ou Almenara, ou Pedra Azul. Ali está a maior concentração de micos por metro quadrado de toda a viagem! Siga para Vitória da Conquista e Itabuna e evite dores de cabeças atrozes. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo e ir e voltar em paz.
      Um grande abraço.
      Abreu

  49. Prezado Abreu,

    Parabéns pelo blog, as informações aqui estão me ajudando muito para viajar um pouco mais seguro pelas estradas da BA. Mas eu gostaria de lhe fazer uma pergunta. Vou sair de Monte Alegre de Goiás – GO dia 04/01 e a minha melhor opção é ir por Luiz Eduardo Magalhães. Tendo em vista seguir as dicas para chegar até Porto Seguro passando por Itabuna, o Google maps me dá 3 escolhas, uma por Vitória da Conquista como relatado aqui no site e outras 3, sendo uma por Seabra e Jequié passando ao lado do Parque Nacional da Chapada da Diamantina. Você conhece essa rota? Compensaria ir por ela, ou mantenho as suas dicas e de LEM vou até Barreiras, desço para Correntina e sigo a rota indicada por você?

    1. Olá, Ulisses. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas carinhosas palavras. Com efeito, há diversos caminhos que podem levar você até Porto Seguro, a partir de Luís Eduardo Magalhães. Mas para este blog, só há um: Luís Eduardo-Barreiras-Ibotirama-Seabra-Itaberaba-Porto Seguro. Vou explicar por quê. Na altura que está a sua cidade, o ideal seria atravessar a BR 020 na altura do Posto Rosário e pegar a BR-349 para Correntina e daí a Vitória da Conquista-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro. Mas você não tem estradas confiáveis para chegar à BR 020 partindo de Monte Alegre de Goiás, daí ter de subir até Luís Eduardo Magalhães. Uma vez lá em cima, na BR 242, todas as estradas transversais – ou seja, estradas que lhe permitiriam atravessar para a BR 349 – não são indicadas por nós. De Barreiras para Correntina é a BR 135, a estrada mais abandonada do Brasil, com um trecho “em pavimentação” há séculos. A BA 172, que sai de Javi e leva a Santa Maria da Vitória é uma incógnita: às vezes está bem, às vezes o pessoal tem de voltar da metade. A descida de Ibotirama para Bom Jesus da Lapa (BA 160) está destruída há tempos e a cada ano aumenta sua coleção de buracos. Há uma estradinha estadual que sai um pouco antes de Oliveira dos Brejinhos e desce até Brumado, mas só deve ser usada em condições de absoluta emergência, como aconteceu a algum tempo atrás, quando uma ponte rodou e interrompeu o tráfego pela BR 030. A partir dali, inicia-se a Chapada Diamantina, onde qualquer alternativa que não sejam a BR 242 ou a BR 349 é roleta russa, com altíssima chance de dar errado. Por isso, no seu caso, recomendamos que você siga viagem pela BR 242, passe direto por Itaberaba e alcance a BR 116. Ali você terá duas alternativas: descer por Jequié para Vitória da Conquista ou atravessar da BR 116 para a BR 101 e descer direto para Eunápolis e Porto Seguro. Ambas são viáveis tranquilas e seguras (na medida do possível, nos tempos atuais). É uma rota mais longa? Sim. Mas você estará rodando em estradas federais, sempre a cerca de 100 km de uma cidade de médio porte e sempre patrulhadas pela Polícia Rodoviária Federal. É o que temos em resposta à sua pergunta, Ulisses. Seguramente você gostará de discutir mais detalhes. Pode voltar que estaremos esperando: será um prazer ajudá-lo nessas empreitada.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigado pela ajuda Abreu, mas gostaria de fazer mais uma pergunta sobre esse trecho indicado, para eu passar direto de Itaberaba para acessar a 101, eu passaria por Castro Alves?

        1. Olá, Ulisses. Não é necessário passar em Castro Alves. Vindo de Itaberaba, você encontra a BR 116 em Argoim. De Argoim, você poderá descer pela BR 116 por 49 km, onde há uma entrada à direita (BA 245), para Amargosa e Santo Antônio de Jesus, onde você pega a BR 101. Uma alternativa que também indicamos é, ao chegar a Itaberaba, em vez de seguir em frente para Argoim, na BR 116, vire à direita para Iaçu. Ao chegar a Iaçu, você já está na BA 245, estrada que vai atravessar a BR 101, passar por Amargosa e chegar a Santo Antônio de Jesus. Essa estrada é estadual, mas está em boas condições na rota indicada. Só é impraticável o trecho dela que volta de Iaçu para a Chapada Diamantina – mas não é o seu caso. Como você vê, em qualquer dos opções, não há necessidade de passar por Castro Alves. Se continuar com dúvidas, não hesite: volte aqui e nós procuraremos esclarecê-las.
          Um abração.
          Abreu

  50. Meu caro Abreu, como está a recuperação do trecho Potiraguá até Eunápolis ?? A passos lentos ou largos ??

    1. Olá, Geferson. Estávamos na maior expectativa de poder dar uma notícia boa sobre aquela rota aos nossos visitantes do blog antes do final do ano. Mas tudo indica que as boas notícias vão ficar para a época eleitoral. Continuamos mantendo nossa indicação da rota mais longa, ou seja, Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna, porque nada mudou significativamente no atalho por Potiraguá. Aliás, piorou um pouco mais com as obras iniciadas e suspensas, com áreas de asfalto arrancado, com muita poeira e a parte asfaltada cheia de buracos e assaltos ao anoitecer.
      Um abração.
      Abreu

  51. Olá Abreu, bom dia meu caro!!!!
    Como dito antes, vou fazer uma viagem para Guaibim, baixo sul da Bahia e gostaria de mais uma informação.
    Fiz meus cálculos de tempo de viagem pelo Google Maps e acho que vou chegar muito cedo onde vou pernoitar que é em Brumado, porém, não quero chegar tão cedo lá.
    Minha pergunta: Qual horário devo realmente sair de Planaltina-DF para chegar por volta das 17:00hs ou 18:00hs em Brumado? Sei que tem variáveis nessa questão tipo, velocidade, estrada, clima, tempo e ect. Incluímos aí uma velocidade de 120 Km/h. Desde já agradeço e seria uma grande satisfação poder um dia, ouvir uma de suas grandes histórias de viajante.

    1. Olá, Antoni. Bem-vindo de volta. A distância de Planaltina a Brumado é de 871 km. Se você conseguisse uma velocidade de 120 km/h, faria uma média de aproximadamente 105 km/h. Neste caso, você levaria cerca de 08h30min para chegar a Brumado. Mas a vida não é assim. Só para sair de Planaltina e pegar a BR 020, você não consegue passar de 50 km/h na Avenida Independência. O trecho goiano da BR 020 (até Rosário) é coalhado de pardais. E em toda cidade ou vila que a gente atravessa, a velocidade máxima cai para 50 ou 40 km/h. E não adianta forçar, porque em cada uma dessas cidadezinhas há um pardal de olho. A partir do trevo após Rosário, onde você pega a BR 349 para Correntina, a coisa corre mais frouxa. Mas os buracos esperam você entre Correntina e Santa Maria da Vitória. E há as paradas para abastecimento, banheiro, cafezinho, alongamento, bem como os caminhões para serem ultrapassados. Tudo isso somado, Antoni, vai reduzir sua velocidade média para aproximadamente 75 km/h, o que significa gastar 11h00min em média entre Planaltina e Brumado. Em compensação, é importante lembrar: a Bahia não tem Horário de Verão. Isso significa que você ganha uma hora ao atravessar a divisa lá em Rosário, ou seja, o seu relógio vai ter de ser atrasado uma hora: se já eram 11 horas da manhã no DF, o relógio tem de voltar para as 10h da manhã. Resumindo: se você sair de Planaltina às 07 horas da manhã, gastará 11 horas de viagem para chegar a Brumado. Em Brasília serão 18 horas, mas em Brumado serão 17 horas. Se você sair de casa com chuva, aumente a viagem de 11 para 12 horas de duração. Alguma dúvida?
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá meu caro Abreu, bom dia!!!
        Não entendi muito bem quando disse que o trecho entre Correntina e Santa Maria da Vitória estava esburacado e que demoraria um pouco mais,porém, quero passar uma informação de alguns familiares que foram para Guaibim no dia 21/11/2017 e disseram que a estrada não estava tão ruim assim e que dava pra rodar a uma velocidade considerável. Estou te passando para que fique mais atualizado. Você estando atualizado, o Brasileiro que roda pelo estado da BA está atualizado.Obrigado.

        1. Olá, Antoni. Há um equívoco. Minha ponderação foi no sentido de que a viagem desenvolve bem entre Rosário e Correntina (o trecho é plano, reto e ermo), o que significa velocidades BASTANTE altas. Mas, entre Correntina e Santa Maria da Vitória, os buracos obrigam a viajar mais devagar. A estrada não está destruída, porém os buracos são os mais perigosos, exatamente por serem esparsos. Quando você acelera achando que está viajando num tapete, lá aparece ele. É pois uma advertência para nossos viajantes reduzirem a velocidade naquele trecho, uma vez que estarão entusiasmados com os 181 km da BR 349 até Correntina. Para você ter ideia, já vi um cidadão fazer 228 km naquela reta. Eu estava no banco do carona, claro, mas fotografei o velocímetro digital. No trecho entre Correntina e Santa Maria não se pode nem sonhar em fazer isso.
          Um abração.
          Abreu

  52. Olá,

    Estarei fazendo a rota Brasília – Porto Seguro saindo de Brasília dia 29\12/2017 e retornando após o réveillon, gostaria de dicas para a viagem e a respeito também de obras feitas na rota, fiz essa mesma viagem na mesma época de réveillon em 2014 e tinham trechos ruins próximos a Correntina e também chegando a Eunápolis. Desde já agradeço.

    1. Olá, Nilton. Bem-vindo ao blog. Imaginamos que você esteja pretendendo sair no dia 29, pernoitar em Vitória da Conquista e chegar a Porto Seguro por volta do meio-dia de 30.12. Vai curtir o restante do dia 30, o dia 31, descansar no dia 01.01.2018 e retornar no dia 02. Se for isso, tudo bem. A estrada foi reconstruída em junho de 2016, o que tornou o trajeto Brasília-Correntina-Vitória da Conquista uma alternativa válida para quem vai para o sul da Bahia, aí incluída Porto Seguro. Apenas um pequeno trecho de cerca de 40 km entre Correntina e Santa Maria da Vitória exigem um pouco mais de atenção, uma vez que há ocorrência de buracos, embora rasos. Mas é melhor reduzir a velocidade até vencer o trecho. A nossa indicação é o pernoite em Vitória da Conquista e, no dia seguinte, seguir para Itabuna via Itapetinga e Floresta Azul, evitando pegar o atalho após Itapetinga e passar por Potiraguá, para pegar a BR 101 lá na frente. Aquele trecho, apesar de 120 km mais curto do que a rota por Itabuna, está consumindo o dobro do tempo, além da falta de estrutura, postos conhecidos, banheiros decentes ou lanchonetes aceitáveis, além da ocorrência de assaltos na área. O governo baiano anunciou em março a recuperação daquela estrada, o que reduziria bastante o tempo de viagem. Mas temos dúvidas se ficará pronta ainda em 2017. Por ser um ano eleitoral, o mais provável é que a inauguração ocorra em 2018. Até lá, nossa recomendação é ir por Itabuna. Se houver alteração nessa situação, publicaremos aqui antes de sua viagem. Por isso, não deixe de retornar aqui antes de sua partida, OK? Bem, Nilton, todas essas recomendações são feitas no pressuposto de que você vá a Porto Seguro em duas etapas, com pernoite em Vitória da Conquista. É claro que se você é dos que gostam de emoções fortes e viajam direto, inclusive à noite – prática com a qual não podemos concordar-, resta-nos pedir que esteja atento aos assaltos, à falta de sinalização noturna, aos jumentos abandonados na beira da estrada, aos buracos esparsos, ao cansaço, ao sono e às chuvas noturnas. Isso como forma de você não ajudar a aumentar as estatísticas: 82% dos acidentes com vítimas fatais nessas estradas ocorrem entre as seis horas da tarde e as seis horas da manhã. Deus ilumine e proteja você se for essa sua escolha. Se houver dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e volta em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  53. Olá Abreu,
    Já recebi muito bons conselhos do senhor prévios a minhas viagens para Brasília e Lençóis, desde Barreiras. Agora estou por aqui para pedir dicas ao senhor em relação à viagem que estou planejando fazer nas férias de dezembro. Quero viajar de Barreiras para Porto Seguro. Vou viajar com a minha esposa e meu filho de 1 ano . Primeiro queria saber se o percurso é seguro e se da para fazer paradas a cada duas horas aproximadamente. Pela experiência que tive das viagens para Brasília não gostaria percorrer mais de 700km por dia porque fica cansativo para meu filho.
    Agradeço e parabenizo uma vez mais ao senhor pelo excelente trabalho.
    Abraço,
    Elier

    1. Olá, Elier. Bem-vindo de volta. A viagem é tranquila. Apenas evite a tentação de descer da BR 242 para Correntina, Santa Maria da Vitória ou Bom Jesus da Lapa: todas as estradas transversais que possibilitam isso estão em lamentável ou péssimo estado. Siga direto de Barreiras para Itaberaba, pegue a BR 116 e pernoite em Jequié, que fica a 704 km de Barreiras. No outro dia, você viajará 451 km e chegará a Porto Seguro ainda pela manhã. Durante toda a viagem você terá rodovias em estado bom ou razoável, boa sinalização, patrulhamento da Polícia Rodoviária Federal e cidades médias a cada 150 ou 200 km (Ibotirama, Seabra, Itaberaba, Jequié, Vitória da Conquista, Itabuna, Eunápolis e Porto Seguro0. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a levar e trazer esse em paz e segurança esse brasileirinho que irá com você.
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá Abreu e demais amigos que participam deste maravilhoso blog. De volta aqui para deixar meus comentários da minha viagem Barreiras – Porto Seguro. No final do ano não consegui fazer a viagem como tinha planejado porque tive que juntar os estudos (na UNB) com as férias e acabei indo para Caldas Novas. Finalmente consegui fazer minha viagem a Porto Seguro o dia 6/5/2018. Fiz a viagem pela BR-242 de acordo com suas orientações, que para mim são a garantia de uma viagem tranquila. No primeiro dia somente consegui chegar até Itaberaba porque sai de casa 9:30 da manhã organizando as coisas da minha rottweiler que ficou com um amigo. Peguei muitas filas de carretas no trecho Seabra – Itaberaba e além disso as paradas com meu filho de um ano demoraram mais do previsto. Pernoite no Hotel Belavista Web Hotel. Recomendo, até para quem viaja com criança. No dia seguinte peguei Iaçu até a BR-101. Depois BR 101 até Jequié. Em Jequié falei com os moradores de lá e peguei a BR-330. A estrada tem alguns buracos mais nada que atrapalhei a viagem, além disso o traçado da rodovia foi muito bem feito e as paisagem valem muito a pena. Depois BR-101, almoço em Itabuna, Eunápolis e Porto Seguro. Ficamos no Porbello Resort. Recomendo!!!
        A viagem de volta foi difícil. Saímos 7h de Porto Seguro planejando fazer o mesmo percurso na volta. Acabou que na BR-101 passando Itagimirim viraram duas carretas e ficamos parados duas horas. Começou a chuva e acabou a nossa paciência e acabamos decidindo ir pela BA-275 para pegar a BR-367. NÃO recomendo passar pela BR-367, somente fica boa após Almenara. Deu sorte que perguntamos a um cara numa moto, que quando percebeu que estávamos com uma criança ficou nos guiando pela estrada até Almenara. De aí continuamos pela BR-367 para não pegar mais estradas de chão. Logo BR-116 até Vitoria da Conquista. Pernoite no Hotel Ibis. Gosto muito dos Ibis, mas não recomendo para quem viaja com criança pequena, foi minha primeira experiência com meu filho nesses hotéis. Para adultos recomendo. No outro dia pelo atraso do dia anterior decidimos ir pelo caminho que o senhor recomenda para quem viaja de Brasília. Brumado-Caetite-Bom Jesus da Lapa-Santa Maria da Vitoria-Correntina. Tudo ok no trecho. A estrada Correntina-Barreiras não recomendo, estão terminados (asfaltados) os trechos retos e curvas longas, faltam ainda acho que uns 15km ou 20km, dos trechos com traçado ruim, largura de faixa pequena e curvas estreitas. Sendo assim somente recomendo para quem passa de dia e conhece bem o local. Espero meu relato seja útil.
        Uma vez mais obrigado senhor Abreu e demais colaboradores.
        Abraço,
        Elier

        1. Olá, Elier. Bom tê-lo por aqui de novo e muito obrigado por retornar ao blog e partilhar conosco suas experiências e informações: com certeza seu relato será útil para muitas pessoas que por aqui passam. Alguns itens do seu relato nos interessaram bastante, como é o caso da alternativa da BR 330 em Jequié. Nos últimos levantamentos que fizemos a cerca de 3 anos, essa estrada ainda não estava em condições de ser recomendada por nós, em função da destruição do asfalto. Com a sua informação de que “há alguns buracos, mas não atrapalham a viagem”, voltaremos nossa atenção para ela, porque reduziria a distância em 225 km. Já aquela sua aventura por Almenara, nossa posição aqui no blog é histórica: não indicamos em hipótese alguma. Trata-se de área erma, deserta, com trechos em estrada de terra e com registro de ocorrência de assaltos. Mas, ao examinar melhor a situação que você teve de passar (bloqueio da BR 101 em Itagimirim pelo capotamento de duas carretas), verificamos que você ficou sem altenativas. Foi uma solução de desespero que você procurou. Ainda bem que você encontrou um anjo da guarda para conduzi-los à BR 116 e tudo terminou bem. Assim, vamos estudar detalhadamente esses dois pontos: a BR 330 em Jequié e alternativas para sair de Porto Seguro em caso de bloqueio da BR 101 entre Eunápolis e o trevo da BR 101 para Potiraguá. Mais uma vez agradecemos a você pela disposição de retornar e trazer notícias fresquinhas da frente de batalha para nós.
          Um abração, Elier.
          Abreu

  54. Boa Tarde Abreu,

    Vou de Brasilia para Porto Seguro dia 03/01/2018, gostaria de saber o melhor caminho?????

    1. Olá, Jefferson. Bem-vindo ao blog. A nossa recomendação, no momento, para essa viagem é a rota Brasília-Rosário-BR 349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Itabuna-BR101-Eunápolis-Porto Seguro. Há grandes probabilidades de que, quando da sua viagem, no dia 3 de janeiro, já tenhamos a condição de orientar o encurtamento da viagem e ir de Itapetinga para a BR 101 passando por Potiraguá, o que encurta a viagem em cerca de 120 km. Mas até agora não podemos fazer isso, porque esse trecho mais curto é um mico da melhor qualidade. Está em obras, mas é continua um horror, onde se gasta o dobro do tempo gasto pelo caminho mais longo. Sugerimos que você retorne aqui ao blog antes da partida, OK? E não deixe de ler o nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde você encontrou o post “Brasília Porto de Seguro de Carro”.
      Um grande abraço.
      Abreu

  55. Parabéns,Abreu acabei de chegar da minha viagem de ferias,segui como me aconselhou e foi tudo tranquilo,só mudei as dormidas devido os horários.
    sai de Valparaíso do goias no dia 11/10 as 6 Hs da manha atrasado ai para completar peguei o engarrafamento de 2 hs kkk mas estava de ferias tudo bem,parei no posto rosário para abastecer e fazer um lanche as 14 hs chegamos em Correntina para almoçar estrada um pouco ruim mas nada demais quando voltei já estava quase toda recapeada então quem estiver indo agora não vai ter problema,como estava atrasado dormi em caitité uns 200 km de Vitoria, sai as 4 hs da manha as 7:30 estava na serra do Macal bem nublada e perigosa na próxima cidade me aconselharam ir por Itabuna mais longe, mas compensava não fui pq já estava com uma rota, e realmente depois de Itapetinga tem 50 km de buracos, e só anda a 20 por hora,não aconselho passar a noite,abasteci em Eunápolis e cheguei em trancoso as 14;hs. Foi a viagem mais tranquila que fiz gracas as dicas do Abreu.Na volta voltei por Itabuna,dormi em Bom Jesus da Lapa,sai as 10 hs da manha cheguei em casa as 18:hs.OBRIGADO.

    1. Olá, Jurandi. Alegria tê-lo de volta e trazendo os relatos de sua viagem a Porto Seguro. Suas informações são preciosas para todos nós, particularmente quando você presta um testemunho que confirma nossas orientações no sentido de não se utilizar o trecho Itapetinga-Potiraguá-BR 101 antes de 31.12.2017. E olhe lá! Que bom que você voltou em paz e obrigado pelo retorno.
      Um abração.
      Abreu

  56. Abreu parabéns pelo seu blog, se tivesse visto a uns 4 anos atrás a minha viagem teria sido um sossego, fiz o percurso rio verde GO a porto seguro via Uberlândia, patos de minas, montes claros e etc, só foi um pneu rasgado e deu bolha em outros 2 , passado o susto foi um ótimo réveillon. Esse ano vamos passar o réveillon em arrAial d’ajuda, a dica de vcs eh rio verde, Brasília, Correntina, vitória da conquista e arraial. Se tiver alguma mudança nos avisem pois estou 100% com suas informações. Abraço e continue assim sempre !!!!

    1. Olá, Geferson. Bem-vindo ao blog e obrigado por seus cumprimentos ao nosso trabalho. De fato, os caminhos para Porto Seguro já foram pelas Minas Gerais, mas a rota se degradou tanto, acrescida do alto tráfego de caminhões e da destruição do asfalto entre Montes Claros e Salinas, que, para nós – que colocamos acima de tudo a segurança e o relativo conforto das famílias em férias -, não restou outra alternativa senão deixar de recomendá-la. E, como você mesmo reporta, nossa indicação atual é Rio Verde-Brasília-Correntina-Vitória da Conquista-Arraial d”Ajuda. Pode haver alterações de recomendações nossas, principalmente em relação ao terço final da viagem, naquela alternativa que passa por Potiraguá. Atualmente aquilo está inviável, mas pode ser que até 31.12.2017 tenhamos boas notícias em relação àquela opção. Por enquanto, é NÃO! Visite-nos antes de viajar, OK? E não deixe de ler, aqui mesmo no blog, hospedado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, o post “Manual de Sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Acreditamos que lá existam informações interessantes para você.
      Um grande abraço.
      Abreu

  57. Boa tarde Abreu, primeiramente gostaria de parabenizá-lo por tanto empenho e dedicação em passar tantas informações de suma importância para nós que precisamos viajar por essas estradas não tão boas do nosso país.
    Eu, meu marido, meu irmão e dois cachorros iremos sair de Brasília para Porto Seguro dia 19/10/2017, já acompanhei várias informações aqui no Blog e vi não é indicado ir pela BA-680 Itapetinga-Potiraguá. Porém em recentes pesquisas pude constatar que foi inciado as obras de recuperação desse trecho “O governo baiano vai investir R$ 27,18 milhões para recuperar 58 quilômetros da rodovia BA-680, no trecho entre o entroncamento da BA-270, em Potiraguá, até a BR-101.” Então gostaria de saber se já teve algum avanço dessa obra, se você tem alguma informação de melhoria desse trecho.
    Como vou com cachorros tenho uma restrição de hotéis no caminho, em Vitória da Conquista achei a Pousada Itajuípe que aceita animais, na volta gostaria de uma opinião de quais cidades parar e se tem alguma indicação de hotel para que eu possa me informar se aceitam animais.
    Desde já agradeço a atenção.

    1. Olá, Hellen. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Essa estrada por Potiraguá é o sonho dourado de todos nós que viajamos de Brasília para o sul da Bahia. Como você deve ter lido aqui, o problema é que tanto o estado de conservação do asfalto, quanto a falta de estrutura de apoio no percurso e a ocorrência de assaltos têm-nos levado a recomendar fortemente nossos visitantes a NÃO UTILIZÁ-LA. Com isso, alongamos a viagem em mais 120 km, mas os riscos nos obrigam a manter essa posição. Em março, o governador do estado anunciou que iria restaurar esse trecho rodoviário. Acontece que, entre o anúncio da decisão política e a publicação do resultado da licitação para escolher a empreiteira, vai um tempo muito grande. E, da escolha da empreiteira até o início das obras, também há um intervalo importante. De fato, nossas informações dão conta de que os primeiros engenheiros, os primeiros peões e as primeiras máquinas só assinaram o ponto naquela obra no dia 27 de setembro, ou seja, há 13 dias. O término da obra está previsto para 31.12.2017. Até lá, manteremos nossa bandeira vermelha para aquela estrada, OK? Quanto à questão dos animais, o seu problema – se não está resolvido – pelo menos está equacionado, pelo seguinte: no retorno, você tem a possibilidade de fazer o plano da ida, ou seja, pernoitar em Vitória da Conquista e chegar a Brasília no dia seguinte ao final da tarde. Nesse caso, você pode se hospedar na própria Pousada Itajuípe. Se não houver vagas, lembro a você que o Hotel Ibis (pertinho do shopping) também aceita animais, mediante pagamento de uma taxa. Outra hipótese é você ir no primeiro dia de Porto Seguro direto para Bom Jesus da Lapa, onde o hotel Saulus também aceita animais. Em ambos os casos, consulte previamente os hoteis: essas políticas de aceitação de animais estão muito na moda, mas, às vezes, em função da demanda, o preço da taxa pode subir. Um dos hoteis mais sofisticados do Rio de Janeiro a meu ver ( o Copacabana Palace) aceita animais, mas a taxa é de R$ 480,00 por dia. Brincadeiras à parte, Hellen, como disse inicialmente, o seu problema está equacionado: esqueça Potiraguá, pegue a BR 101 em Itabuna e, na volta, pernoitando em Vitória da Conquista ou Bom Jesus da Lapa, os seus pets estarão bem. Se houver dúvidas ainda, retorne: será um prazer ajudá-los.
      Um grande abraço.
      Abreu

  58. Boa tarde,Abreu nossa estou encantado com tanta dedicação e empenho em ajudar ao próximo,já fiz varias viagens pelo nordeste e nem no 4 rodas tive tantas informações precisas.Ainda bem que descobri suas informações antes da minha próxima viagem que será dia 09/10/17 Brasilia a Porto Seguro como nunca fiz esse trecho,suas informações vão me ajudar e muito,e se tiver alguém viajando nessa data vai ser um prazer viajar junto.Se tiver alguma informação sobre hospedagem agradeço.

    1. Olá, Jurandi. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras: elas são um importante estímulo para nós. Fica aí o aviso aos navegantes: quem estiver viajando, no dia 09.10.2017, de Brasília para Porto Seguro e quiser acompanhar a viagem do Jurandi, é só aparecer por aqui. Não precisa ser um comboio (aliás, nós desaconselhamos comboios, exceto para famílias e amigos muito íntimos). Nós faremos o elo para que vocês se monitorem ao longo da viagem. Quanto a hospedagem, Jurandi, nossa política é não indicar hoteis, porque nossos visitantes são de diferentes níveis de renda e gosto, e os hoteis e pousadas existentes ao longo da rota são para todos os gostos e bolsos. Há desde pousadas a R$ 30,00 reais por família – pais e filhos – com ventilador e café da manhã (pão com manteiga e café com leite) até hoteis a R$ 300,00 por casal, com lauto café da manhã, ar condicionado, piscina e restaurante de alto nível. Mas o “spunik” (companheiro de viagem, em russo) Alex fez a rota recentemente e recomendou:
      Alex
      Em resposta a Abreu.
      Olá amigos!

      Retorno aqui para agradecer e contar minha experiência de BSB a Porto Seguro de carro!
      De forma geral a estrada está muito boa em 90% dos cerca de 1500 kms de percurso.
      Alterei minha data de saída planejada para manter o planejamento original.
      Saímos de Samambaia-DF no último dia 13 às 05h40 e chegamos em Vitória da Conquista às 19h00. Pernoitamos no Hotel Cafezal Palace (muito bom, R$ 160,00 com café). No dia 14/08 saímos às 08h e chegamos em Porto Seguro às 16h00.

      Como você vê, Jurandi, o Alex dá uma dica. Eu daria outra. Você, possivelmente, terá a de sua preferência e a descobrirá. Faça uma excelente viagem e dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Bom dia,Abreu muito obrigado pelas dicas,creio que chegarei bem cedo em vitoria e vai dar tempo para procurar,e vou analisar a dica do Alex,e se ele puder falar se os 160,00 que ele pagou foi para a família todo ou por casal eu agradeço,pq irei em 5 pessoas.

        1. Olá, Jurandi. OK, fica aí o seu recado para o Alex ou qualquer outro “sputnik” que tenha tido a experiência de hospedar-se em Vitória da Conquista e a queira compartilhar. Antigamente eu ficava na Pousada de Conquista ou no Katraka Palace. Mas com a abertura do Hotel Ibis em Vitória, não tive escolha: a rede Ibis é minha preferida no Brasil e na Europa, tanto pelos preços, quando pela uniformidade dos apartamentos, pois não há surpresas: já sei o que vou encontrar. E o de Vitoria da Conquista aceita animais domésticos. Mas quando eu falo de hospedagens com diárias entre R$ 30,00 e R$ 300,00 a diária, o Ibis está na parte de cima dessa lista. Por isso, podemos até comentar, mas não indicar.
          Um abração.
          Abreu

        2. Jurandi, pena não ter retornado ao blog a tempo de responder seu questionamento. Na ocasião a tarifa balcão promocional p o casal estava R$ 180,00 no Cafezal Hotel Palace. Não cobraram das crianças, (talvez pela idade, 1 e 4a), pechinchei e consegui por R$ 160,00 em dinheiro. No Trip Advisor tem boas informações sobre este e outros hotéis em VDC.
          Comandante Abreu, todos os elogios à iniciativa e dedicação do site não são por acaso, então parabéns novamente. Dei uma passada rápida aqui para conferir a situação daquele trecho que passa por Potiraguá e vi que continua a contra indicação. Vou repassar para os meus pais que irão neste final de semana, pela primeira vez para Porto Seguro.
          Grande Abraço.

          1. Olá, Alex. Bem-vindo de volta e obrigado pela força de suas palavras. Boa viagem para seus pais e que eles nos dêem notícias fresquinhas daquelas bandas.
            Um abração.
            Abreu

    2. Olá amigos, descidi hoje pesquisar informações sobre a viagem que farei agora dia 08 para Cabrália em porto seguro e para minha surpresa,encontrei esse rico site e vc Jurandir que sairá no dia 09! Então fica o convite: Vamos dia 08? Forte abraço.

    3. Fechei no Palace hotel por só sol a 140 2 adultos e 1 crianças com café da manhã. Fechei pelo site e-booking

  59. Olá….

    Depois de muita pesquisa de rotas e conversas com quem ja viajou todos falavam para ir por montes claros, e eu sempre voltava aqui para ler os comentários atualizados da viagem pela rota BA. Minha primeira viagem para fora do Goiás e ocorreu tudo bem seguindo as orientações aqui do site, parabéns e obrigado por ajudar a fazer uma viagem tranquila e com segurança… Aqui vai as minhas informações..

    Luziânia-GO x Porto Seguro-BA

    3 abastecimentos: Meu carro é um pálio 1.0 2015, fez 15km por litro e ar condicionado desligado, média 100km/h
    Posto Rosário(Divisa GO/BA), Posto gruta da lapa(Bom jesus da lapa), Posto belo jardim (vitória da conquista) prepare o bolso pois a partir de vitória da conquista a gasolina vai subindo ate chegar em porto seguro o mais caro

    Saída de Luziânia-GO 4h da manhã 19/09/17
    Passagem pelo posto flamingo Colorado 5h
    Trecho até posto rosário a pista esta boa, alguns buraquinhos mas desviando com atenção não atrapalha o ritmo da viagem
    Parada obrigatória – Posto rosário 08:30 (abastece, banheiro, estica as pernas, café da manhã) saída do posto 9h
    Como disse o Fábio – 30 Km antes de Correntina com alguns buracos, é preciso atenção;
    Correntina 11h depois de correntina foi estendido o tapete vermelho até vitoria da conquista a pista esta excelente
    Bom jesus da lapa 12:50 (abastece, banheiro, estica as costas, +lanche) saída do posto 13:20 e o sol rachando
    Brumado 16:20 parada em um posto na saída da cidade (banheiro, alongamentos)10min
    Vitoria da conquista 18:15 (Procurar a janta e um hotel para dormir) saída de vitoria 20/09/17 5h da manhã
    Pegamos uma chuvinha fina em Itambé e a pista até porto seguro esta boa, alguns buraquinhos mas desviando com atenção não atrapalha o ritmo da viagem
    Itabuna 08:30 paramos em buerarema (banheiro, alongamento, café da manhã)15min
    BR 101 alguns trechos com chuva chegamos em Eunápolis 11:15 parada (banheiro) 10min
    Chegada em porto seguro 12:30 COM SUCESSO!

    Levamos muita água e lanches, sucos, refrigerante por isso não paramos para almoçar
    Tchau brigado, volto dia 25/09/17 pego o café da manhã do hotel e pé na estrada novamente
    Estou pensando em sair 10h da manhã dormir em vitoria da conquista denovo e no outro dia vim direto.

    1. Olá, Herbert. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras. Para nós é sempre bom saber que ajudamos nossos visitantes a planejarem sua viagem da modo mais correto possível. Mas o que vale destaque de verdade é a sua atitude. Embora seja a primeira vez que faz um comentário aqui no blog, você o faz com uma característica que é nosso sonho: um relato da viagem com detalhes interessantíssimos para quem vai fazer a mesma rota. São informações fresquinhas trazidas da realidade da estrada, que são de um valor inestimável. A impressão que fica é de que estávamos no carro com você. Graças a Deus esse tipo de atitude está se tornando mais frequente ultimamente. Alguns “sputniks”, como você, têm tido a disposição de compartilhar suas experiências com os demais. Veja-se, por exemplo, o caso do Franklim, que postou ontem comentário de mesma natureza e em relação à mesma rota (Brasília-Porto Seguro). MUUUUITO OBRIGADO, mesmo!
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Olá, Bruno. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de elogio. Fico sempre no Ibis, no Katraca ou na Pousada Conquista. Esta última está na faixa de R$ 230,00 e o Ibis, na de R$ 190,00. Esses hotéis, como a maioria da rede hoteleira, oferece descontos para o hóspede passante e que se apresenta diretamente no balcão. Esses descontos variam e podem chegar a até 40 ou 50%, conforme o horário de chegada, da lotação da unidade, do dia da semana, bem como da insistência do cliente. No caso do Ibis, o desconto mais comum é de 10%. Bruno, você chegou até nós pelo post Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde há diversos outros posts a respeito de estradas brasileiras. Não deixe de ler também, no mesmo endereço, nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Há informações lá que podem interessar a você.
        Um grande abraço e boa viagem.
        Abreu

        1. Obrigado pela atenção e carinho Abreu, certamente irei pesquisar por lá! Seria bom se o Jurandir Duarte fosse dia 08 pois assim iríamos juntos. Forte abraço.

    2. Ola Herbert, muito obrigado por compartilhar aqui no blog seu trajeto de Brasilia a Porto seguro, estou planejando minha viagem para o dia 18/11/17 e fazer o mesmo trajeto. Suas dicas é muito importante

  60. Olá gostei muito do site parabéns pelo empenho e dedicação. Gostaria de algumas dicas moramos em Brasilia temos 16 dias de férias queremos eu e meu marido viajarmos para o litoral do nordeste.Qual roteiro indicaria? Vamos viajar de carro. Grata

    1. Olá, Marilda. Bem-vinda ao blog e obrigado pelos cumprimentos e pelo estímulo. Para bem aproveitar os 16 dias de férias, em viagem rodoviária, existem múltiplas alternativas. Mas alguns detalhes dependem do estilão da família. Por exemplo: vocês são do tipo que gosta de chegar ao litoral, entrar em um resort e ficar lá até o final das férias, ou são do outro grupo, que adora ficar saltitando de cidade em cidade, de praia em praia, conhecendo e descobrindo lugares, pousadas e pessoas? Se vocês integram o primeiro grupo, a solução é simples, embora um pouco sem graça. Se integram o segundo, a solução é mais sofisticada, mais ativa e vibrante. Ou vocês podem integrar um terceiro grupo: aquele que quer conhecer tudo que for possível, mas sossegar na reta final das férias, de modo a voltarem para Brasília descansados. Então, vamos partir do pressuposto que vocês estejam no terceiro grupo e vamos sugerir um roteiro com essa característica, para utilização dentro dos 16 dias. Primeiro, vamos para a aritmética. Se vocês dispõem de 16 dias, nossa recomendação é de que vocês retornem de viagem num sábado à tarde, para reassumirem sua casa, desfazerem as malas, comemorar a ida e a volta sem problemas e disporem ainda do domingo inteirinho para o relax pré-segunda feira de trabalho. Para que isso aconteça, vocês precisarão sair numa sexta-feira, pois 16 dias depois, vocês chegarão num sábado. Podem brincar com esses números, fazerem suas contas, mas o jogo é esse. Então vamos lá. Numa bela sexta-feira, ao nascer do sol, por volta de 06h30min, vocês deverão estar no Colorado, km 0 da BR 020. Rodarão todo o dia e, ao final da tarde, 1.060 km depois, estarão em Lençóis, na Chapada Diamantina. Uma vez acomodados e antes de jantar, saiam para o centro da cidade, onde a juventude, a música, o artesanato e o agito estarão presentes. Ali pertinho está a Associação de Guias de Turismo de Lençóis. Contratem um guia para levá-los no dia seguinte, após o café da manhã, a um ou dois passeios – entre as centenas possíveis – na Chapada. Prefiram os mais próximos, por exemplo, conheçam o Mucugezinho (lindo) e o Morro do Pai Inácio (deslumbrante). Como vocês estão de carro, não precisam de alugar veículos de turismo: o guia irá com vocês no seu próprio carro. Tudo acertado, no dia seguinte, após o passeio, façam o check-out do hotel antes do vencimento da diária e retornem à BR 242, em direção a Salvador, que vocês contornarão, pegando o caminho do Aeroporto 2 de Julho (Eduardo Magalhães). No balão do Aeroporto, tomarão a Estrada do Coco e em seguida a Linha Verde, onde, por volta das 16 horas, chegarão à Praia do Forte. Esse lugar, a 50 km do Aeroporto de Salvador, tem uma paz e um charme indescritíveis. Uma vida calma e ao mesmo tempo energizada, um povo maravilhoso, uma gastronomia divina, turistas do mundo todo (no mês de abril, eu estava tentando colher na praça – e consegui – um tamarindo, que entreguei para minha esposa, quando alguém bateu no meu ombro e perguntou -“Qu’est-ce que c’est?”. E tivemos o prazer de explicar para a família francesa), além do Projeto Tamar. Em Praia do Forte, o dia oferece passeios pela redondeza, visita ao Castelo Dias D’Ávila, mil atividades e a noite é só alegria. Antes de continuar com o projeto, vamos ver o que vocês estão pensando e quais as suas respostas às nossas perguntas iniciais. A nossa ideia é levá-los até Aracaju ou talvez até Maceió, retornando pela Linha Verde a Salvador, para uma estada mais prolongada, com volta a Brasília numa sexta-feira, com chegada no sábado, conforme inicialmente esboçado. Com a palavra vocês, Marilda. E lembrem-se: estamos apenas no segundo dia da viagem!
      Um grande abraço.
      abreu

      1. Que lindo! Estou gostando do roteiro, grata! Vomos comemorar nossos 24 anos de casados viajando. Somos do terceiro grupo sem estresse mas com vontade de conhecer… Gostaríamos de ir para Ilheús ou Aracajú. Abraços…Aguardo as boas dicas…

        1. Olá, Marilda. Bem-vinda de volta. Pelo jeito, você havia se perdido de nós mas terminou achando o caminho, não é? Que bom. Primeiramente, parabéns pelos 24 anos de casados. É uma proeza, uma mágica, que só o amor ainda sabe fazer nos tempos atuais. Aliás, o amor e seus assessores: a paciência, a tolerância, a cumplicidade, a empatia, a admiração recíproca, os objetivos similares, a complementaridade, o côncavo e o convexo. Não é fácil, mas como vale a pena! Parabéns de verdade. Bem, nós havíamos deixado vocês na Praia do Forte, no segundo dia de viagem. Agora, pinta outra ideia: Ilhéus. É possível? Claro. Como diria o ex-Ministro da Fazenda, Delfim Neto, quando soltava seus pacotões econômicos: “Em princípio, não muda nada: são apenas pequenos ajustes”. Então, vamos para os pequenos ajustes. Esqueçam a rota por Barreiras. Vamos fazer a rota por Correntina, exatamente como acabamos de recomendar ao Gustavo, que vai para Ilhéus. Vocês devem ir lá em nosso post “Brasília-Ilhéus de carro” e ver o comentário do Gustavo e nossa resposta para ele, fazendo as necessárias adaptações, até porque o Gustavo estará saindo de Goiânia, depois de amanhã. Se tiverem dificuldade de de encontrar o site ou o post, voltem aqui que nós recortaremos e colaremos direto na resposta para vocês. Mas, digamos que vocês consigam ler o post e nossa orientação: vocês estarão chegando a Ilhéus no começo da tarde do sábado, segundo dia de sua viagem. Voltamos à questão da hospedagem: Ilhéus tem resorts de indiscutível gabarito, como o Canabrava e o Tororomba, e pousadas maravilhosas, onde você interage com os donos, ajuda no atendimento e conhece gente do outro lado do mundo. Tirem a tarde para conhecer o mundo de Jorge Amado, a casa dele, a praça principal, o Bar Vesúvio, mil coisas que a literatura de Jorge e Zélia trouxeram para nós, nos livros, no teatro e no cinema. Reserve-se o terceiro dia da viagem para uma visita a Itacaré, a 60 km de lá, numa linda rodovia a beira-mar. No quarto dia, depois do café da manhã, vamos continuar na BA 001 e atravessar um Paraíso Celeste litorâneo até Nazaré, onde atravessaremos para Santo Antônio de Jesus, pegando a BR 101, até o cruzamento com a BR 324, que liga Feira de Santana a Salvador. Uma vez na BR 324, o roteiro é o mesmo descrito ontem: descer em direção a Salvador até Simões Filho, apanhar a alça para o Aeroporto, pegar a Estrada do Coco e a Linha Verde e chegar à Praia do Forte, 487 km depois, por volta de meio-dia. Que tal? Estamos de novo Praia do Forte, só que no quarto dia. Bola com vocês.
          Um abração.
          Abreu

          1. Olá passamos por lençóis ficamos dois dias agora estamos na praia do forte ficaremos até quarta de manhã. Queremos ir para Salvador ficar um dia e após moro de São Paulo . Qual dica daria? Grata. Abraços!

          2. Olá, Marilda. Aí na Praia do Forte, você está a cerca de 80 km do Farol da Barra. É mais ou menos como se você estivesse no quintal de Salvador. Uma vez na capital baiana, pegue o ferry-boat para Itaparica (não tem nada a ver com as lanchas que levam pessoas, objeto de recente acidente). Desembarcando, é dirigir-se a Nazaré e Valença, onde, 10 km antes, pegue a esquerda para ir para Guaibim e Ponta do Curral, onde você deixará o seu carro, em estacionamento seguro e de preço razoável e pegará a barca para Morro de São Paulo. São cerca de 10 minutos de travessia tranquila. Aí você estará numa amostra grátis do Paraíso. Existem outras formas de se chegar lá. Mas é a que nós recomendamos por ser mais rápida, mais segura e com um visual digno de quem está de férias. Ah, você poderá comprar passagens pelo ferry-boat antecipadamente pela internet: informe-se. Curtam bastante. Se precisar, “fala, que eu te escuto”.
            Um abração.
            Abreu

  61. Boa noite Sr. Abreu, estou em Itapirapuã-Go e gostaria de saber se consigo fazer esta viajem somente com uma parada e qual o horário me recomendaria para sair daqui, pelos meus cálculos eu acho que dá para dormir em Bom Jesus da Lapa, tenho que chegar lá no dia 19/12/2017.
    Quero aproveitar e parabenizar este blog pelas informações dos motoristas, navegadores e também as suas.

    1. Olá, Erli. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. A gente precisa disso. O seu planejamento está correto: você sairá de Itapirapuã ao nascer do sol do dia 18, segunda-feira, e pegará a BR 020 em Brasília. Abasteça em Brasília e em Rosário, na divisa de Goiás e Bahia, na BR 020. Onze km depois de Rosário, vire à direita e pegue a BR 349, com destino a Correntina (novo reabastecimento) e Bom Jesus da Lapa, onde você chegará no final do dia, ainda com sol. Se a viagem atrasar por algum motivo, pernoite em Correntina, pois não recomendamos viajar à noite naquela estrada. No dia seguinte você deverá chegar a Porto Seguro no meio da tarde. Não deixe de retornar ao blog antes da viagem, porque poderemos ter notícias boas para os que fazem esse percurso no início de dezembro.
      Um grande abraço.
      Abreu

  62. Boa noite Sr Abreu excelente site de comunicação,parabéns pela iniciativa não é a Primero vez que uso esse meio de comunicação,Queria uma ajuda pesquisando aqui pela internet constatei que,estão revitalizado BA 680 e 270 potiragua até BR 101 estamos planejando viagem para Porto Seguro,segundo informações esse trecho estar passando por revitalização da rodovia. Esse trecho sem foi de muitos buracos intransitáveis.

    1. Olá,Elierkson. Bem-vindo de volta. Esse trecho aí, quando pronto, economizará 120 km na rota que recomendamos para Porto Seguro. O governador anunciou as obras em Abril passado, mas duvidamos que a conclusão delas ainda ocorra este ano. O ano que vem ele será candidato à reeleição e precisará de obras para inaugurar. Assim, lamentavelmente não temos como modificar nossa orientação atual: é ir para Floresta Azul e Itabuna e de lá descer. Potiraguá continua um inferno para quem passa por lá.
      Um abração.
      Abreu

      1. Boa noite, há dois dias atrás fiz contato com um jornalista de Itapetinga – BA sobre o estado dessas rodovias, ele me disse que elas estão piores que no ano passado e não tem previsão de nenhum reparo pra esse ano devido ao período chuvoso. Me informou que a melhor rota é passando por Itabuna.
        Grato.

        1. Olá, Erli. É exatamente o que diz o jornalista e que repetimos aqui. Quem quiser cortar caminho por Potiraguá, economizando cerca de 120 km, precisa preparar-se para emoções fortes. A nossa indicação, para quem não quer ter dores de cabeça é ir de Itapetinga para Itabuna e, lá, pegar a BR 101.
          Um abração.
          Abreu

  63. Boa noite Sr Abreu excelente site de comunicação,parabéns pela iniciativa não é a Primero vez que uso esse meio de comunicação,Queria uma ajuda pesquisando aqui pela internet constatei que,estão revitalizado BA 680 e 270 potiragua até BR 101 estamos planejando viagem para Porto Seguro,segundo informações esse trecho estar passando por revitalização da rodovia. Esse trecho sem foi de muitos buracos intransitáveis.

  64. Transcrevemos abaixo comentário de Alceu Simões Nader, postado em 19.08.2017, no post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas estradas brasileiras” e respectiva resposta:
    Enviado em 19/08/2017 as 13:41
    Prezado Abreu,
    Obrigado pela boa vontade e pelo serviço de sobrevivência nas nossas estradas dado pelo seu blog. Fui repórter-pesquisador do Guia 4 Rodas nos anos 70, sei o trabalho que dá atualizar as informações – o que dignifica ainda mais o seu blog.
    Vou fazer Brasília-Trancoso (BA) e encontrei aqui informação essencial para eu planejar a viagem. Muito obrigado.

    Em resposta a Alceu Simões Nader.
    Olá, Alceu. Bem-vindo ao blog. Este seu comentário encheu a gente de orgulho. E como orgulho é pecado, estamos pecando adoidado por aqui. É que receber uma mensagem desse teor de um profissional que ajudava a tocar o Guia 4 Rodas nos anos 70 é um estímulo monumental para esse trabalho de formiguinha que fazemos por aqui. O nosso primeiro Guia 4 Rodas foi-nos dado em 1978 por um amigo da Ivanizes, minha navegadora há 42 anos. Só que a edição era de 1975. E com ele fizemos a viagem de nossas vidas: Brasília-Guarapari-Eunápólis-Salvador-Aracaju-Maceió-Recife-Natal-Gruta de Ubajara(CE)-Fortaleza- Parque Nacional de Sete Cidades(PI)-São Luís(MA)-Belém(PA)-Belém/Brasília-Anápolis-Brasília. E tudo isso em 30 dias de férias. As estradas eram boas e vocês, repórteres-pesquisadores, eram extremamente confiáveis. Seguíamos religiosamente o roteiro de hoteis e restaurantes com o adesivo “Quatro Rodas esteve aqui”. Todas os comentários que aqui se publicam, independentemente do destino da viagem ou da natureza do post original (o blog tem outras seções que não Rodovias Brasileiras), sempre têm uma carga de estímulo para nós, seja porque as pessoas estão inseguras em relação à viagem, seja porque estão agradecidas por irem e voltarem em segurança. Mas uma mensagem como a sua, que parte de uma autoridade no assunto e que ajudou um guia que era uma luz nessa área, quando não existiam internet nem GPS, é particularmente gratificante. Você fez o comentário em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Por certo deve ter visto os demais posts de nossa aba “Rodovias Brasileiras”, do site wwww.expressaodaliberdade.com.br, que abriga o blog. Dessa forma, gostaríamos ter a sua autorização para reproduzirmos o seu comentário em todos os posts da aba (Brasília-Porto Seguro de carro, Brasília-Ilhéus de carro, Brasília-Salvador-Natal de carro, Brasília-Buenos Aires de Carro e tantos outros que lá estão publicados). Isso porque alguns princípios nossos – segurança, segurança, segurança, ainda que por rotas mais longas e sem viagens noturnas – não são bem compreendidos por alguns de nossos visitantes. Acontece que a maioria de nosso público básico é composta de gente simples, marinheiros de primeira viagem, que partem com a família inteira, em veículos modestos. E é para essas pessoas que nós nos desdobramos para orientar, com responsabilidade, particularmente em relação aos cuidados com os idosos, com as crianças e atenção para com os buracos, os animais na pista, as estradas ermas, principalmente de terra, sem policiamento da PRF, os restaurantes de beira de estrada e os postos de combustíveis de marcas genéricas. Sua presença aqui e nos demais posts seria um importante reforço nessas nossas recomendações, o que muito nos honraria e ajudaria. Mais uma vez, obrigado, Alceu, e esperamos que você nos autorize a reproduzi-lo nos outros posts como solicitado. Faça uma boa viagem para Trancoso e aguardamos notícias suas.
    Um grande e fraternal abraço.
    Abreu
    O Alceu autorizou por e-mail, em 20.08.2017:
    “ Pode reproduzir sem problemas”.
    Abs

  65. Bom dia a todos. Resolvi vir a porto seguro e pesquisando na internet encontrei este blog que me ajudou bastante esta sendo minha primeira viagem de carro. Sou de Aparecida de Goiânia sai de casa as 03:25 cheguei em Vitoria da Conquista no hotel central as 17:00 em ponto velocidade media de 100 a 140 Km/h nas retas 60 a 80 na serra viagem bem tranquila o asfalto esta muito bom tem algumas irregularidades no trechos estre posse e correntina mas de 0 a 10 nota 7 para o trecho estarei saindo de vitoria as 08:40 para terminarmos a viagem. Acredito que a sinalização vertical ñ esta boa pode melhorar. Para este lado parece que o CTB ñ vale pra motociclista o povo anda para cima e para baixo sem capacete na rodovia estranhei bastante, não existe fiscalização policial, portanto cuidado ao viajar a noite durante o meu percurso até o momento me deparei com uma viatura em Bom Jesus da. Lapa.

    1. Olá, Thiago. Bem-vindo ao blog e obrigado por sua disposição de aparecer por aqui e relatar sua sua experiência na rota Goiânia-Porto Seguro. É muito importante essa atitude e, graças a Deus, ultimamente ela tem crescido, através de pessoas como você, que sabem que outros o seguirão e precisarão muito desse tipo de informação atual, rápida e confiável. Quanto ao policiamento, além de a rota contar apenas com dois postos da PRF (Correntina e Caetité), com pouquíssimo efetivo, a atual situação de restrição orçamentária do Governo Federal obrigou nossos anjos da guarda rodoviários a restringirem ainda mais o patrulhamento. Sistematicamente este blog recomenda não se viajar à noite em nossas estradas. A partir desse corte de verbas, essa recomendação tornou-se ainda mais crítica, porque, se nós sabemos da falta de dinheiro da PRF, a bandidagem também sabe. Reiterando nossos agradecimentos por sua disposição de compartilhar essas informações conosco, aguardamos novas notícias suas, após a chegada ao destino, o que, a esta hora (21h14min do dia 14.8.2017), já deve ter acontecido.
      Um grande abraço.
      Abreu

  66. Boa noite , Abreu
    Primeiramente quero parabeniza lo pelo maravilhoso serviço que seu site propõe… a quem quer viajar com máxima segurança e mínimo conforto …obrigada !
    Eu encontrei seu site buscando por rotas saindo de Brasília com destina a Alcobaça, cidade vizinha de Prado, ao sul da Bahia. Esta a primeira vez que saimos de carro em direção contraria aos destino das ferias anteriores… que sempre foram na Região dos Lagos no RJ. Dessa vez queremos inovar e decidimos por cidade tranquila, longe da violencia do RJ.
    Mas não temos nenhuma ideia de qual a melhor rota atualmente , que nos leve ao nosso destino com segurança.. Pelo googlo nos mostra caminho por Diamantina ou Montes Claros mas aqui li que por Correntina é possivel.
    Peço humildemente que me ajudem.. informado a melhor opção e pontos de apoio para abastecer e alimentação. e melhor cidade de pernoite .
    Desde já, agradeço. .

    1. Olá, Vânia. Bem-vinda ao blog e muito obrigado por suas palavras carinhosas e de estímulo. Realmente, o Rio de Janeiro tem-nos preocupado muito, principalmente pelo tanto que amamos aquela cidade, onde moramos durante quatro anos (2000 a 2004). Como este blog tem como uma de suas diretrizes principais a segurança de nossos “sputniks”, não temos absolutamente nenhuma condição de recomendar rotas que passem pela Cidade Maravilhosa. Mas você já está um passo adiante: quer chegar ao sul da Bahia pelas rotas de Minas ou do sertão baiano. Há poucos anos, identificamos aqui no blog esse fluxo – cada vez maior – de brasilienses em busca do sul da Bahia (Ilhéus e Porto Seguro, principalmente). Por isso, corremos para estudar os fluxos, viajar pela área e escolher o que mais tinha a ver conosco, com a filosofia deste blog e dos nossos “sputniks”. As alternativas estão aí, você já as deve ter lido. Não são as mesmas propostas do Google, porque aquele aplicativo tem como princípio básico a distância mais curta, não considerando o alto ou baixo risco de assaltos, incidência ou não de violência, presença ou não de áreas controladas pelo tráfico de drogas, incidência de assaltos, condições do asfalto ou mesmo se a estrada é asfaltada ou de terra, estrutura hoteleira, rede de postos de combustíveis confiáveis, com as respectivas conveniências higienicamente recomendáveis (banheiros limpos, lanchonetes e restaurantes confortáveis), além de pernoite em hotéis bem estruturados e de preços acessíveis. Por isso, sofremos muita pressão aqui por recomendarmos “roteiros excessivamente longos” ou “paranoia com segurança”. Como não temos interesse comercial algum, nem empresa que nos patrocine ou nos paguem comissões por indicações de tais serviços, não abrimos mão dos princípios que nos orientam, ou seja, ajudar as famílias a irem e voltarem de suas férias em paz, com o máximo de segurança e conforto disponíveis. Por isso, como moderadores, censuramos essas críticas, sim. Não permitimos que elas sejam publicadas. Como o cobertor é curto, para ter segurança para os adultos, idosos e crianças a bordo às vezes é preciso rodar um pouco mais. E este é o seu caso, Vânia. Você tem, sim, duas alternativas à sua disposição: Brasília-Montes Claros-Medina-Teófilo Otoni-Carlos Chagas-Teixeira de Freitas-Alcobaça ou Brasília-Bom Jesus da Lapa-Vitória da Conquista-Itabuna-Teixeira de Freitas-Alcobaça. A rota por Montes Claros tem 1.617 e aquela por Bom Jesus da Lapa tem 1.728. São 111 km a mais. As reclamações em relação roteiro por Montes Claros envolvem péssimas condições do asfalto entre Montes Claros e Francisco Sá e piores ainda entre Francisco Sá e Salinas; pedintes ao longo dos trechos esburacados, quando o motorista tem de reduzir a velocidade para algo em torno de 20 km por hora; e tráfego pesado de caminhões, em longos trechos de ultrapassagem proibida, gerando estresse, baixas velocidades e atrasos enormes no cronograma de paradas e pernoites. Pela rota via Correntina-Bom Jesus da Lapa, há reclamações, sim, de buracos antes de Correntina e entre esta e Santa Maria da Vitória, mas nada que um pouco de atenção e paciência não resolvam rapidamente, acrescentando-se o registro de que o DNIT está trabalhando no reparo do asfalto naquela área. Ora, diante dessas duas opções, nós não temos a mínima dúvida de recomendar que você vá por Correntina e, como planeja fazer o Davidson, que postou comentário aqui hoje, às 11h45min, saia ao nascer do sol, por volta de 06h ou 06h30min e planeje pernoitar em Vitória da Conquista. Assim, você deverá chegar a Alcobaça no começo da tarde do dia seguinte. Nestas férias escolares de julho de 2017, passaram por aqui dezenas de pessoas por dia, que acompanharam nossa recomendação, foram e voltaram sem maiores problemas. Algumas retornam e postam relatos de suas experiências. Ninguém registrou qualquer ocorrência adversa, complicações, tragédias: apenas contratempos naturais de quem viaja e que são perfeitamente administráveis. Você deverá sair de Brasilia ao nascer do sol, com o carro abastecido, pneus calibrados corretamente, documentação do veículo em ordem (já viajei de Brasilia para Itacaré com um carro e o documento de outro e a Polícia Rodoviária foi quem me informou) e CNH atualizada, macaco e triângulo a bordo, limpador de parabrisas funcionando, sem lâmpadas ou lanternas queimadas. Pegue a BR 020 no km 01 (Colorado) às 06h30min e reabasteça no Posto Rosário, na divisa entre Goiás e Bahia. A partir, reabasteça a cada 200 ou 250 km, não deixando o tanque ficar abaixo da metade. Prefira os postos da BR (Petrobrás), Ipiranga ou Shell. Evite postos de bandeiras desconhecidas (há muitas). Evite almoçar durante a viagem – prefira lanches leves, frutas, biscoitos e frutas – e faça a refeição de verdade onde você for pernoitar. Se houver crianças pequenas, meio comprimido de Dramin antes da partida ajuda a impedir que elas vomitem no princípio da viagem, estressando todos a bordo. Se precisar de comprar água, compre água mineral com gás ou refrigerantes conhecidos. E não esqueça de ler aqui mesmo no blog (www.expressaodaliberdade.com.br), aba Rodovias Brasileiras, o nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”: há informações muito interessantes lá. Se restarem dúvidas, volte: será um prazer ajudar você. Faça um boa viagem e dê notícias, hein?
      Um grande abraço.
      Abreu

  67. Bom dia Sputiniks e Comandante Abreu!
    Sairei de Brasília para Porto Seguro em 12/08 (sábado). Todavia só poderei sair por volta das 11h devido a um evento escolar do meu filho. Qual seria a opção de pernoite nesse caso?

    1. Aliás, acabei de ler a resposta à Cristina em que o pernoite sugerido seria em Bom Jesus da Lapa ou Caetité, acho que seria esse tb meu caso né…

      1. Olá, Alex. Bem-vindo ao blog. Dada a hora da sua saída (11h), o mais indicado é planejar o pernoite em Bom Jesus da Lapa. Como esses “eventos escolares” não são necessariamente pontuais, você deverá pegar a estrada e, ao passar por Correntina, faça uma avaliação. Você já terá rodado cerca de 540 km e faltarão 140 km para Bom Jesus da Lapa. Se ainda não tiver ultrapassado as 16h, vale a pena prosseguir até Bom Jesus da Lapa. Caso contrário, se você já tiver ultrapassado esse horário, será melhor recolher-se ao hotel em Correntina. O importante é não viajar à noite nessa região. E, no dia seguinte, saia ao nascer do sol, para chegar a Porto Seguro antes do por-do-sol. Vai ser uma boa viagem.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Boa noite, Abreu
          Agradeço pela pronta resposta.
          Nossa viagem de ferias comeca no momento em saímos de casa. Amo cada minuto da estrada porque é tão difícil juntar família de 4 adultos ( imagina como é difícil conciliar férias de 4 !!! ) que não me importo de fazer o caminho mais longo …Desde que seja o mais seguro.
          Queremos apenas uma semana longe do stress do dia a dia… E isso inclui a estrada.
          Com suas valiosas dicas decidimos ir por Correntina.
          Não conhecemos a estrada subindo em direção ao nordeste… E as dicas que encontrei aqui me tranquilizaram. Dentro do carro estarão os 3 rapazes da minha vida… hora o pai dirige hora oum dos filhos…mas a navegadora sempre sou eu.
          Sobre o RJ, também com tristeza vejo que a violência crescente impede até de reencontrar os queridos. Sou carioca da gema…Temos familiares na capital e região dos Lagos…mas dessa vez vamos tirar férias para desestressar…portanto, o RJ está fora dos planos de férias.
          E o litoral do Sul da Bahia fica logo ali na frente…É pra lá que vamos.
          Iremos pela rota que recomendou. Obrigada.

          1. OK, Vânia. Vá em frente. Avise-nos quando partirão. Vocês estarão no nosso radar, OK.
            Um abração.
            Abreu

        2. Olá amigos!

          Retorno aqui para agradecer e contar minha experiência de BSB a Porto Seguro de carro!
          De forma geral a estrada está muito boa em 90% dos cerca de 1500 kms de percurso.
          Alterei minha data de saída planejada para manter o planejamento original.
          Saímos de Samambaia-DF no último dia 13 às 05h40 e chegamos em Vitória da Conquista às 19h00. Pernoitamos no Hotel Cafezal Palace (muito bom, R$ 160,00 com café). No dia 14/08 saímos às 08h e chegamos em Porto Seguro às 16h00.
          Na volta Pernoitamos em Bom Jesus da Lapa conforme orientações. Desta forma a viagem foi muito tranquila. É a primeira vez que nos aventuramos de carro, por mais de 500km, e gostamos muito. A Bahia é linda e o povo baiano nos encantou com tamanha educação e cordialidade!
          Trechos de rodovia que merecem mais atenção:
          – BR 349, entre o Posto Rosário e correntina, apresenta algumas depressões (nem sempre sinalizadas), agora a boa notícia é que vários trechos da rodovia estão sendo recapeados, inclusive está em obras com interrupções momentâneas do fluxo que não atrapalham a viagem (fiquei parado por cerca de 5min);
          – Qto ao trecho citado pelo amigo Fábio, entre Brumado e Vitória da Conquista, acredito que houve operação tapa-buracos, me recordo de muitos remendos nessa e em outras partes da estrada, nesses trechos o carro balança um pouco conforme a velocidade;
          – BR 101 entre Buerarema e até o Pouco depois do Distrito de São João do Panelinha (Camacã-BA) há algumas panelinhas, rsrs que podem não ser percebidas pelas sombras das árvores na via, mas não são profundas;
          Bom que eu lembre é isso. Tem também a região do Parque Eólico pouco antes de Caetité e a Serra do Marçal, após Vitória da Conquista que são trechos que necessitam maior cuidado e pedem belas fotos!
          Na volta, o Waze me pregou uma peça, após Anagé o GPS me indicou a BA-142 como melhor rota até Brumado e eu segui. Acontece que a BA-142 está toda cheia de ondulações devido buracos recém tampados e não foi legal esses quase 50km senão me engano. Após isso, para compensar o prejuízo, peguei o melhor trecho que já conheci da BR 030 com retas infinitas e asfalto excelente. Isso aumentou em cerca de 24km o percurso.

          Escrevi demais né…

          1. Olá, Alex. Bem-vindo de volta e muito obrigado pela boa vontade de retornar e trazer esse relato detalhado sobre sua viagem. Não escreveu demais, não. Como se diz no futebol, “ainda cabia mais”. Com seu relato, você deu muitas aulas a todos que viajam por aquelas plagas, seja apontando os pontos turísticos dignos de fotos até os trechos quase intransitáveis da rodovia BA 142. Essa rodovia já foi objeto de matéria da Rede Globo ao final de 2016, dado o perigo que representa para os motoristas. Por isso, em nossas recomendações dificilmente indicamos rodovias que não sejam federais (BR), com raríssimas exceções. E você nos ajuda a convencer as pessoas de que o GPS é um grande instrumento para países e estradas do Primeiro Mundo, mas falta-lhe a malícia e a visão crítica necessárias a quem viaja pelas rodovias brasileiras. Valeu demais e reiteramos nossos agradecimentos a você.
            Um abração e até a próxima viagem.
            Abreu

  68. Boa noite Abreu volto aqui para relatar minha viagem p/ Arraial D”Ajuda,fizemos uma boa viagem em duas partes como de costume e recomendada por você,chegamos em V.da Conquista ao anoitecer c/ chuva fina,e ao amanhecer tomamos o café e pé na estrada por volta das 07:30hs e fiquei cauteloso pois a chuva aumentou e choveu até próximo à Itabuna graças à Deus cheguei ao meu destino as 15:10hs.Na volta tudo bem tranquilo pernoitei em São Félix na de um conhecido depois fui p/ Santa Rita pela BA 172 pois fui visitar uns parentes, conheço um pouco essa parte oeste da Bahia e apesar do cansaço a família amou a viagem e os passeios e agora é planejar a próxima um grande abraço e até breve.

    1. Oi, Paulo. Bem-vindo de volta e obrigado por isso: relatos de viagens são importantíssimos para todos nós, porque assim se constrói muito mais rapidamente um fundo de conhecimento conjunto sobre como viajar pelo Brasil. Minha experiência é relativamente grande, mas é microscópica comparada com a de todos os que passam por aqui. Se as pessoas voltam para colocar seu tijolinho na construção, sairemos da minha cabana para construir uma catedral. Que bom que você e sua família foram e voltaram – cansados – mas em paz e felizes. Era isso que desejávamos quando construímos o blog. Obrigado de verdade.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Vamos lá, 19/07/2017 saí de Brasília em direção a Montes Claros, BR 040 muito boa, perto de Pirapora está levemente ondulado mas muito bom.

        De Pirapora até Montes Claros está perfeito tb. Agora de Montes Claros até Francisco de Sá está MUITO ONDULADO, muito caminhão em todo trajeto de 50kms até Francisco de Sá.

        De Francisco de Sá até Salinas está PERFEITO, de Salinas peguei sentido Rubelita, Araçuaí, Almenara, tudo PERFEITO. Almenara até Salto da Divisa são 60kms de estrada de TERRA mas que anda facilmente a 80km/h.

        Salto da Divisa até a BR 101 existem uns trechos de uns 2kms de MUITO BURACO (porém estão tampando) na ida foram 26kms feitos em 1 hora numa Amarok, na volta eram apenas uns 2 kms de buracos que passei com facilidade.

        Cheguei na BR 101 seguindo pra Eunápolis e Porto Seguro, tudo perfeito. Se pegar pra Arraial encontrará buracos esparços, demanda cuidado mas nada pior do que já passei,

        Pra mim o trecho mais chato e cansativo é entre Francisco de Sá e Montes Claros. Retornei dia 30/07/2017.

        1. Olá, Gustavo. Bem-vindo ao blog. Realmente, o roteiro que você escolheu é para quem gosta de emoções fortes! Muito obrigado por nos trazer o relato do estado dessas rodovias pelas quais você passou: para nós é sempre uma enorme satisfação quando um dos nossos sputniks retorna para compartilhar com os demais suas experiências. E, para nossa alegria, isso está ficando cada vez mais frequente. Claro que, para a maior parte do pessoal que nos visita, não podemos recomendar esse trajeto, porque se trata de famílias, com crianças, às vezes acompanhadas dos avós, em carros modestos. Mas o pessoal do 4×4 com certeza vai adorar suas dicas. Mais uma vez, muito obrigado.
          Um grande abraço.
          Abreu

          1. Eu fui com 3 filhos (6 anos, 4 anos e 1 ano) e esposa. Sinceramente acho melhor do que Correntina.

          2. Gustavo, você registra dificuldades entre Francisco Sá e Montes Claros. Você poderia nos dizer como está o trecho entre Montes Claros Salinas? Aqueles buracos nos primeiros 100 km a partir de Montes Claros foram recuperados?
            Um abração.
            Abreu

  69. Olá, estou estudando a possibilidade de realizar uma viagem de carro pra Porto Seguro/BA. Li os vários comentários já postados, mas a maioria saiu de Brasilia/DF. Eu resido em Catalão/GO e quando olho no Google maps as opções de trajeto que me dão já são direto por Minas Gerais. Gostaria que se algum poder me dar alguma sugestão, se posso seguir por uma dessas rotas que o Google maps indica ou é realmente melhor eu subir pra Brasilia/DF e seguir pelas rotas já informadas. Eu fui pra Guarujá de carro ano passado e felizmente não tivemos nenhum imprevisto, mas como esse é um trajeto mais longo tivemos um pouco de receio e resolvemos pesquisar antes. Se alguém puder dar sugestões eu agradeço.

    1. Olá,Cristina. Bem-vinda ao blog. Sua presença por aqui nos traz boas lembranças: eu minha navegadora (Ivanizes) fomos funcionários do Banco do Brasil aí há 30 anos. Aí nós adquirimos nosso primeiro carro na Crevac (não deve existir mais) e, com ele (um Corcel I 1974),iniciamos nossa “carreira” de viajantes em férias pelas estradas brasileiras. E a primeira viagem foi Catalão-Belém do Pará! Saudosismos à parte, Cristina, sistematicamente orientamos nossos visitantes que planejam ir para Porto Seguro no sentido que a rota por Montes Claros é para os mineiros, para os quais a distância mais curta quase compensa as dificuldades da estrada, seja pelo tráfego de caminhões, seja pelo péssimo estado do asfalto entre Montes Claros e Salinas. A estrada de Catalão para Brasília está boa (aliás, sempre foi). A única adaptação que você deve fazer no seu plano de viagem é o pernoite, que deverá ser feito em Bom Jesus da Lapa, ou, no máximo, em Caetité (cerca de 120 km à frente). Enfim, Cristina, se eu e Ivanizes hoje ainda morássemos em Catalão e tivéssemos o conhecimento que hoje temos sobre essas estradas das quais estamos falando, não haveria dúvidas: iríamos de Catalão a Porto Seguro por Correntina-Bom Jesus da Lapa-Vitória da Conquista, exatamente como está no blog. Se houver dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la.
      Um grande abraço a você, a todos os catalanos e, em particular, aos torcedores do CRAC.
      Abreu

      1. Olá, Abreu! Que coincidência você já ter residido aqui em Catalão! Me mudei pra cá quando criança há 20 anos atras, e só agora estou me aventurando a conhecer outros lugares desse nosso Brasil também com a função de navegadora rsrsrs. Infelizmente Catalão já não é tão pacata quanto era antes (assim como está acontecendo com a maioria das cidades do Brasil) mas em comparação com tantos outros ainda é um bom lugar pra se viver. A torcida do CRAC anda um pouco triste, o time foi rebaixado no campeonato Goiano +
        vamos torcer pra que no próximo ano ele consiga se recuperar. Muito obrigado pela dica!!!! Abraço…

  70. Olá Abreu, olá pessoal;

    Como havia informado aos colegas aqui no blog, sai hoje pela manhã rumo a Porto Seguro-BA.
    No momento encontro-me hospedado em Vitória da Conquista, e fiz uma EXCELENTE viagem até aqui!!!
    Preciso agradecer a você Abreu pela indicação em pernoitar aqui e não em Itapetinga (conforme era meu plano A). Isso me fez formular um plano B o que fez as coisas ficarem mais fáceis, uma vez que não seria possível ir mais adiante hoje por dois motivos:
    1-Teria que passar a Serra do Marçal a noite
    2-Seria necessário correr muito.
    Muito obrigado Abreu!!!

    Segue roteiro com algumas observações:
    – Tanque cheio
    – Saida de Brasília: 4h25m
    – Formosa 5h37m
    – Nascer do sol 6h40m
    – 230km obras
    – Simolândia 7h25m (obras cm pare e siga uns uns 35km após a cidades)
    – Posto Rosário 8h17m
    – Saída do posto Rosário as 8h55m
    – Trevo para Correntina 9h09m
    – Santa Maria da Vitória 11h40m
    – Bom Jesus da Lapa 12h35 (parada para almoço)
    – Saida do restaurante em Bom Jesus da Lapa as 13h30m
    – Parque eólico 2h45m
    -Trevo (entrada) de Caetité 15h03m
    – 30km após Caetité obras com pare e siga
    – Trevo Brumado 16h25m
    – Vitória da Conquista 18h10m (chuvinha fina)

    Abasteci em dois locais:
    – Posto Rosário e Posto Gruta da Lapa (Bom Jesus da Lapa)

    Desejo aos colegas que vão sair amanhã, uma boa viagem e peço desculpas por não ter postado antes, é que a fome apertou, foi preciso fazer uma boquinha antes… hehehe…

    Amanhã, chegando em Porto Seguro, posto mais informações sobre o restante da viagem.

    Abraços
    Fábio Leal

    PS: Trechos Ruins
    – 30 Km antes de Correntina com alguns buracos, é preciso atenção;
    – 50Km após Correntina, trecho ruim, com muitos buracos, cuidado redobrado;
    – Trecho entre Brumado e Vitoria da Conquista tem um trecho de 50km aproximadamente que está horrível. estão colocando areia para tapar os buracos, muita poeira…

    1. Olá, Fábio. Que alegria você nos dá com esse retorno e com seu relato tão detalhado, objetivo e preciso sobre sua primeira jornada (Brasília-Vitória da Conquista). Está aumentando o número de sputniks que voltam aqui para compartilhar com os demais os detalhes de sua experiência rodoviária, enriquecendo em muito o conjunto de informações aqui disponibilizadas. Já há gente aqui precisando dessas suas informações (veja o Christiano, às 15h44min de hoje). O seu relato está tão primoroso que gostaríamos de ter a sua autorização para transcrevê-lo no corpo do próprio post “Brasília-Ilhéus de carro”. Isso porque alguns visitantes não se lembram ou não têm tempo de ler os comentário. Poderíamos fazê-lo? Antecipamos os agradecimentos. Tenha uma feliz reta de chegada a Ilhéus em seu segundo dia de viagem.
      Um abração.
      Abreu

    2. Boa tarde Fábio Leal!

      Seu relato foi muito precioso!
      Fico muito agradecido por postar aqui essas informações fresquinhas sobre o trajeto até Vitória da Conquista. Com seu relato pude melhorar meu planejamento de viajem e assim transformar uma viajem ainda mais segura!
      Deixo aqui meus sinceros agradecimento ao Abreu, que mantem esse blog e ao seguidores que deixam aqui os relatos e as dicas para transformar as viagens mais seguras!

      Abraço a todos e uma boa viagem!

    3. Boa noite , Estou indo para Arrail , e vou por via Pirapora-Montes-claros, vc cogitou esse trajeto. Grato.

      1. Olá, José Stenio. Bem-vindo ao blog. Você escreveu Arrail, mas entendemos que se trata de Arraial D’Ajuda, em Porto Seguro. Só que você se esqueceu de onde você está saindo. A rota por Montes Claros só compensa de se você estiver saindo de Minas Gerais. Se você estiver saindo do Distrito Federal ou de Goiás, o caminho é outro. Se você retornar aqui ao blog, teremos o maior prazer em ajudá-lo a ir e vir em paz.
        Um grande abraço.
        Abreu

    4. Chegamos de Porto Seguro na segunda (17/07/17). Foi nossa primeira viagem de carro e só foi possível graças aos relatos e dicas de vocês. Apenas para complementar ás informações do Fábio, os trechos de antes e depois de Correntina estão em obras.
      Agradeço as dicas de vocês, foi nossa 4 vez em Porto Seguro mas a primeira de carro. Gostamos bastante da experiência, viajamos sem pressa, conhecendo lugares e admirando o caminho. Na ida, pegamos chuva no segundo dia. Saímos de Brasília às 8 da manhã e dormimos em Caetité. Saímos de Caetité as 07:30 e daí pra frente foi chuva até Eunápolis. Chegamos em Porto ás 17:30.
      A volta foi mais tranquila. Pernoitamos em Bom Jesus, visitamos o Santuário pela manhã e chegamos em Brasília às 16:30. Eramos 4 adultos em um Ford Ka
      1.0 2016. Gastamos no total (ida, volta, estadia em Porto Seguro e idas á Trancoso), 5 tanques de gasolina.
      Mesmo que as placas de sinalização já indiquem, vale ressaltar a quantidade de animais na pista. Vacas, cavalos, jegues, cachorros, cabras e urubus nas carcaças de animais mortos. Todo cuidado é pouco. No mais, é lembrar que estamos de férias e ter atenção e tranquilidade.

      1. Olá, Ana Cristina. Bem-vinda ao blog e receba nossos agradecimentos por essa sua disposição de vir ao blog, depois de sua viagem, para compartilhar com todos nós aspectos que você vivenciou, mas que interessam a tantos quantos estão planejando fazer essa mesma rota. A sua frase “viajar sem pressa” é um resumo da filosofia que procuramos difundir aqui no blog, porque – temos certeza – o que mata, fere e entristece famílias em férias não são apenas a estrada, os animais na pista, os buracos, a sinalização deficiente: É A PRESSA DE CHEGAR, quando um grande prazer é a própria viagem. Muito obrigado mesmo.
        Um grande abraço.
        Abreu

  71. Olá Abreu!Passando para agradecer pela ajuda,sai de goiânia com destino a porto seguro fiz o trajeto que mim indicou e ocorreu tudo bem graças a Deus.Só na volta que exagerei sai de porto seguro as 4:30 e toquei direto ate as 00:00 parando em formosa-GO, para descansar.

    1. Olá Leonidas,
      Procurei a indicação da sua rota mas não encontrei nos comentários. Sairei de Brasília para Porto Seguro dia 13/07/2017 (depois de amanhã), porém pretendo fazer em dois dias. Poderia descrever a rota que você fez?
      Abraços
      Fábio Leal

      1. Olá, Fábio. O Leônidas entrou aqui no dia 18.05.2017, mas comentando o post “Manual de sobrevivência…”, e não este post “,Brasília-Porto Seguro de carro”. E nós respondemos a ele no dia seguinte, 19.05, recomendamos a ele a nossa rota padrao, por Correntina-Vitória da Conquista-Itabuna, que ele fez na ida e na volta. Para ver o comentário anterior dele, volte ao nosso site wwww.expressaodaliberdade.com.br e clique na aba “Rodovias Brasileiras”. O post “Manual de sobrevivência…” está lá.
        Um abração.
        Abreu

  72. Estou indo com minha família em setembro para Porto Seguro, saindo de Goiânia, gostaria de saber qual a melhor rota, estou pretendo fazer em 2 dias, viajar bem tranquilo.

    1. Olá, Franklim. Bem-vindo ao blog. Parabéns pela decisão de dividir a viagem em duas etapas: é o mais sensato, até porque a Polícia Rodoviária Federal acaba de anunciar redução do patrulhamento por razões orçamentárias e viajar à noite fica mais arriscado do que antes. A rigor, a rota a seguir é a recomendada aqui : Goiânia-Brasília-Formosa-entrada de Posse-Rosário-BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Pernoite em Vitória da Conquista ou Brumado ou Bom Jesus da Lapa. Chegada a Porto no início da tarde do dia seguinte. Não deixe de ler o nosso “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo no blog (www.expressaodaliberdade.com.br), aba Rodovias Brasileiras. Há informações interessantes lá. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
      Um grande abraço. [
      Abreu

      1. Boa tarde, retornei da minhas pequenas mas merecidas férias, seguindo exatamente suas orientações.Goiânia-Brasília-Formosa-entrada de Posse-Rosário-BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. rota Goiânia-Brasília-Formosa (Estradas perfeitas nota 10), entrada de Posse-Rosário-BR 349 ( ate Rosário estrada muito boa nota 9, de Rosário ate Correntina, trechos com alguns buracos que ja estavam sendo tampados nota 8, dica, abasteça em Rosário, trecho com apenas 1 posto de combustível) Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro( Estrada excelente, nada a reclamar nota 9,5) linda paisagem na serra do Marçal entre Vitoria da conquista e Itambé. E isto espero não ter me prologando muito, e mas uma vez muito obrigado.

        1. Olá, Franklim. Bem-vindo de volta (você passou por aqui pela primeira vez em julho de 2017, lembra?) e obrigado pela disposição de retornar aqui para nos passar suas impressões, informações e experiências vividas durante essa viagem. As suas notas, então, são uma ideia excelente para que nossos visitantes possam compreender melhor a informação sobre o estado geral das estradas dessa rota. Também vale a pena o seu chamado de atenção para o abastecimento em Rosário, uma vez que, no trecho seguinte (Rosário-BR 349-Correntina, de 181 km) só há um posto de combustível. Em suma, obrigado mesmo por este presente que você dá para o blog e para todos os “sputniks” (companheiros de viagem, em russo) que frequentam o nosso site.
          Um abração e volte sempre.
          Abreu

  73. Olá, adorei seu blog estou saindo de viagem no dia 14/07 com destino a Porto Seguro com minha família meu esposo eu e mais 3 crianças li acima a rota perfeita, porém meu esposo quer sair de Goiânia as 02 hs da manhã para chegarmos em Porto no mesmo dia, Srº Abreu com sua experiencia é possível ?

    1. Olá, Cleonice. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas palavras de apoio. Com relação à sua pergunta sobre se é possível sair de Goiânia às 02h00 da manhã e chegar a Porto Seguro no mesmo dia, a resposta é NÃO! Nenhuma família, pronta para usufruir suas férias no litoral, tem qualquer razão para fazer uma loucura dessas. Digamos, por exemplo, que vocês viajassem DIRETO a 80 km por hora. Parece que chegariam no mesmo dia, após percorrerem os cerca de 1600 km em 20 horas, não é? Mas não é, não: quem viaja à velocidade máxima de 80 km/h faz uma média de 65 km/h, o que daria 24 horas de viagem, chegando a Porto às 02h00 da manhã do dia seguinte, certo? Também não, Cleonice: ninguém viaja 24 horas DIRETO. Só para abastecimento nossa recomendação é parar a cada 200/250 km, para não correr o risco de chegar ao posto seguinte com o tanque quase vazio e descobrir que não há gasolina na cidade, ou a luz faltou e a bomba não funciona ou que “não estamos passando cartão”. Assim, são necessárias pelo menos 8 paradas para abastecimento. Mas o que querem as crianças a cada vez que você para? Banheiro! E esticarem as pernas, brincar um pouco. Cada parada, contando a fila do abastecimento, o banheiro das crianças (e dos adultos também), o cafezinho do motorista, o refri, o pagamento das contas, gastam, na melhor das hipóteses, 20 minutos. Então, serão mais 160 minutos além das 24 horas. E vocês chegariam por volta das 04h20min da manhã do dia seguinte. Vão para hotel? Nos hoteis, a diária começa a ser devida a partir das 14 horas. Se você for para o hotel, já pagará a diária que começou às 14 horas do dia anterior e a partir do meio-dia pagará outra! Não, vocês vão para a casa de praia que vocês têm lá. Deve estar tudo limpinho, arrumadinho, comida pronta, tudo esperando a família que chegará estropiada, cansada, sonolenta. Ou não? Vocês chegarão nessas tristes condições físicas e psicológicas e ainda irão arrumar a casa, fazer as camas, preparar comida, dar banho nas crianças e dormir às 07h00 da manhã? Não, é a casa de um amigo. Sim. O amigo ficará felicíssimo de ser acordado às 04h00 da manhã, depois de chegar do Lual ou da Passarela do Álcool de madrugada, com alguns drinques a mais, para receber os mortos-vivos que chegaram de Goiânia? Oh, Cleonice: não tem amizade que resista a um suplício desses! Possivelmente, nessas alturas, o chefe de família dirá: -“Mas eu não vou viajar a 80 km/h. E chegarei muito mais cedo”. Bem, aqui começa de verdade a nossa conversa, Cleonice. Vamos deixar a hipocrisia de lado e admitir que muitos brasileiros não estão nem aí para a velocidade máxima das rodovias. Mas, mesmo para fazer isso, é preciso alguma estratégia, um pouco de tecnologia e muita esperteza. Por exemplo, se alguém vai ultrapassar o limite da lei (80 km/h) precisa viajar a 200 km/h, apenas porque já se está fora da lei? E quem é que vai dizer até que velocidade uma pessoa responsável, com a família a bordo, acelerará? 130? 140? 170? 200? Bem, para chegar a Porto Seguro no mesmo dia, ou seja, até à meia-noite, fazendo todas as paradas necessárias, há uma velocidade que faz isso: 137 km/h. Viajando a essa velocidade, sua média será de 110 km/h. Somadas as 02h30 das paradas, vocês poderão chegar a Porto Seguro por volta da meia-noite do mesmo dia. Isso se não houver outros veículos na estrada para ultrapassar. Que tal, então? A viagem ficaria assim: 8 paradas de 20 minutos cada uma, velocidade constante de 137 km/h e velocidade média de 110 km/h. Aí, me vem a pergunta: vocês estão saindo de férias ou treinando para a Fórmula 1? Para chegar mais cedo ao paraíso de Porto Seguro ou ao Paraíso Celeste? Minha navegadora, Cleonice, é uma pessoa maravilhosa que está casada comigo a 42 anos (aniversário hoje, dia 05.07.2017 – já fiz e dei para ela hoje um poema comemorando a data), costuma dizer “-Já dizia Napoleão aos seus soldados: devagar, que eu tenho pressa!”. Vejam que nós colocamos um monte de reflexões aqui para toda a sua família, não só para você. Qual é o objetivo da família: é chegar a Porto Seguro e serem felizes lá ou serem felizes durante as férias, aí incluídas as viagens rodoviárias? Se a correria for para chegar mais cedo, o preço é alto: diárias inteiras usados pela metade, multas de trânsito de valores salgados, riscos de acidentes, alguns buracos noturnamente invisíveis, animais de grande porte na pista com alta nivel de atropelabilidade. Se o a correria é preocupação do preço de diárias dos hotéis para pernoite, revisem seus conceitos: há condições de acomodação de pernoite para famílias que variam de R$ 30,00 a R$ 300,00, com café da manhã. Então, ficamos acertados: vocês vão sair de Goiânia, pernoitar em Vitória da Conquista, ou antes, em Brumado, ou antes, em Bom Jesus da Lapa e, no dia seguinte, descansados, felizes, tranquilos, vão entrar no hotel em Porto Seguro na hora que começa a primeira diária. Ou na casa de vocês ou na casa do amigo: o raciocínio é o mesmo. É como nós recomendamos que a sua viagem seja feita. Atrás de nós estão 40 anos de viagens rodoviárias de férias pelo Brasil, num total de 1.500.000 km rodados sem acidentes e sem viajar à noite. Deve significar alguma coisa para vocês, não? Tenho dois comentários finais: a) nossos cálculos foram todos feitos a partir de Brasília. Partindo de Goiânia, vocês têm mais 220 km e 02h30min de problemas a acrescentar às nossas contas; b) a Polícia Rodoviária Federal acaba de anunciar que vai reduzir o patrulhamento das estradas por questões orçamentárias (em outros tempos não havia isso, mas imaginamos que o Presidente Temer saiba o que está fazendo). Em decorrência, viagens noturnas, que já são perigosas por natureza, tornar-se-ão mais perigosas ainda. Discutam, reflitam e escolham o melhor: venham conosco! E não deixem de ler, aqui mesmo no blog (www.expressaodaliberdade.com.br), na aba Rodovias Brasileiras, o nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”: lá há importantes informações para quem viaja em grupos familiares, principalmente com crianças. Desculpem o mau jeito. Queiram-nos bem.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigada Abreu, por suas palavras realmente você tem razão!
        Pensando dessa forma realmente é muita loucura, na verdade gastaríamos mais tempo pois meu esposo não passa dos 100km/h.
        Decidimos sair daqui de Goiania e parar em Brumado para descansar pois sairemos muito cedo daqui. Minhas felicitações para sua esposa.

        Muito obrigada pela orientação! Vale a pena sugerir opiniões a pessoas experientes assim como você.

        1. Cleonice, também posso ajudar.
          Pretendo sair de Brasília um dia antes (dia 13/07) e também vou com a família (esposa e 3 filhos pequenos 2, 7 e 9 anos) e pretendo fazer a rota indicada pelo Abreu. Quando parar para o pernoite, posso postar alguma informação aqui, então se quiser dar uma passadinha aqui no final do dia anterior ou na saída…

          Abraço e boa viagem
          Fábio Leal

          1. Fábio, vai ajudar muito a sua postagem pois vou esta saindo no dia 15 e vou fazer a sua rota tbm…

            Uma Boa Viagem!!!

  74. Boa noite, Abreu estou saindo de Luziânia-GO dia 15/07 com a família em 03 carros, estou querendo fazer esta rota abaixo, a intenção e sair as 4:30 e pernoitar em Vitoria da conquista.

    Luziânia – Brasília
    Brasília – Formosa
    Formosa – Rosário
    Rosário – BR349
    BR349 – Correntina
    Correntina – Bom Jesus da Lapa
    Bom Jesus da Lapa – Brumado
    Brumado – Vitória da Conquista
    Vitória da Conquista – Itambé
    Itambé – Itapetinga
    Itapetinga – Itabuna
    Itabuna – BR101 – Eunápolis
    Eunápolis – Porto Seguro

    tenho a opção tbm de ir por MG conforme recomenda o GPS mas já fiz uma vez em 2010 e vendo os comentarios acredito que seja a melhor opção pela BA.

    Abraços

    1. Olá, Robinson. Bem-vindo ao blog. O seu “plano de voo” está correto e tem a nossa “bênção”. O único senão é o horário de sua saída. Temos alguns “consultores” na área da segurança pública aí nessa região (Cristalina-Luziânia-Novo Gama). Nada de viajar à noite nesse trecho, mesmo com três carros: a bandidagem que inferniza a população dessa região só sossega ao nascer do sol (e olhe lá!). Assim, recomendamos que saiam por volta das 06h30min e, se tudo correr normalmente, sem tráfego pesado, vocês poderão pernoitar em Vitória da Conquista do mesmo modo. Se houver atraso, pernoitem em Brumado, Caetité ou Bom Jesus da Lapa: ainda assim, chegarão a Porto Seguro no início da tarde do dia seguinte, quando começa a cobrança da diária do hotel. No mais, nada a elidir ou aditar. Faça uma excelente viagem.
      Um grande abraço.
      Abreu
      P.S: Ah: esqueça a rota por Minas Gerais. Há problemas por lá.

      1. Obrigado, pela resposta Abreu, porém Luziânia Brasilia neste horário que vc sugere e muito complicado devido o transito pesado, no horário sugerido vou gastar mais de 2:00 horas até colorado. mas informo a melhor rota assim que chegar de Porto Seguro grande abraço e parabéns pelo Blog..

        1. Olá, Robinson. De fato, o trânsito é pesado no sentido Luziânia-Brasília nesse horário. Mas sua viagem é no sábado, o que diminui consideravelmente o problema. Há a alternativa de pegar a BR 251 e chegar à BR 020 pelo Vale do Amanhecer, mas temos registro de assaltos no trecho entre Cristalina e a chegada a Brasília. Espero que você faça a escolha correta. Boa viagem!
          Abração
          Abreu

  75. Amigo, Estou em Tres Marias MG, tenho dois caminhos, um indo por Pirapora, Montes Claros, Salinas, Aracuai e Almenara. O outro por Curvelo, Diamantina, Turmalina, Aracuai e Almenara. O primeiro conheço o segundo não, por Diamantina é tudo asfaltado até Aracuai? Esse segundo caminho realmente tem 1 hora a menos que o segundo?

    1. Olá, Alexandre. Bem-vindo ao blog. Vamos começar pela parte comum das duas rotas, ou seja, a partir Araçuaí-Almenara. Como você deve ter percebido, a maior parte dos nossos visitantes é composta de famílias, às vezes com crianças pequenas e idosos a bordo. Os veículos são normalmente veículos leves, urbanos, de baixa ou média potência. Em decorrência, temos um cuidado especial em recomendar rotas aqui no blog. Temos de pensar na distâncias entre cidades ao longo da rota, na presença ou não da Polícia Rodoviária Federal, de postos de combustível confiáveis e com boa infraestrutura de apoio, como banheiros, lanchonetes e restaurantes, além de rede hoteleira de qualidade e preços acessíveis, sinal de celular e, é claro, estradas asfaltadas e em pelo menos razoável estado de conservação. O trecho de Araçuaí-Almenara-Porto Seguro não preenche sequer 20% dessas pré-condições. Há trechos enormes de estrada de terra, áreas desertas, asfalto destruído, falta de policiamento, ocorrência de assaltos, rede de postos abaixo da crítica, serviços de apoio com banheiros, lanchonetes e restaurantes em condições inaceitáveis. Dessa forma, partindo do pressuposto de que você esteja dentro do perfil médio dos nossos sputniks (çompanheiros de viagem, em russo) como chamamos nossos visitantes, nossa recomendação para você é a sua primeira proposta, que você já conhece, ou seja, até Salinas (Pirapora-Montes Claros-Salinas). A partir daí, nossa orientação é subir pela BR 116 até Vitória da Conquista e de lá para Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Sobre a rota recomendada, temos duas observações: a) o trecho de 50 km a partir de Montes Claros para Salinas está ruim e exige paciência, em função do estado do asfalto. Esse trecho está descrito nesse post “Brasília-Porto de Seguro de carro”, na área que chamamos de “Memória” escrito em letras verdes; b)o trecho entre Itapetinga-Potiraguá-BR 101, embora encurte a distância em 120 km, costuma atrasar a viagem em 4 ou 5 horas, pela quantidade de buracos, além de apresentar ocorrência de assaltos. Algumas pessoas insistem em ir pelos caminhos mais curtos. Temos nos comentários a este post alguns relatos de sputniks que vivenciaram essa experiência e a nossa vontade é de chorar junto com eles. Quanto à segunda opção, por Diamantina, o jornal O Estado de Minas publicou no ano passado uma longa matéria sobre essa rodovia (BR 367) onde conclui que aquela estrada apresenta em certas alturas trechos considerados um dos cinco piores trechos rodoviários do estado de Minas e do Brasil. Não se iluda com as distâncias mais curtas: Napoleão disse certa vez aos seus generais -“Vamos devagar que eu tenho pressa”. É o caso: quem tem pressa de chegar a Porto Seguro partindo de Três Marias deve voltar para Pirapatos (Luzilãndia do Oeste) e seguir para Pirapora-Montes Claros-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Os que não têm pressa e gostam de emoções fortes podem tentar Diamantina e Almenara. Nós só queremos que as pessoas sejam felizes, que partam felizes e voltem felizes. É isso que buscamos fazer aqui. Por isso, não deixe também de ler aqui mesmo em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, aba Rodovias Brasileiras, o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Há informações interessantes lá. E daí, Alexandre? Você vem com a gente por Itabuna?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigado pelas dicas e ainda estamos em periodo de chuvas estes caminhos precarios com chuva podem trazer serios problemas e podem acabar aumentando mais ainda o tempo de viagem. Valeu, vou seguir sua dica quando voltar posto como foi a viagem.

  76. Olá comandante!!Mais uma vez venho aqui, só que dessa vez iremos pra Itajaí SC, saindo de Brasília. Já fez esse percurso?

    1. Olá, Elen. Bem-vinda de volta! Quando você aparece por aqui, eu me lembro que você me levou a fazer uma importante alteração no blog. Vou explicar. Você entrou aqui em 11 de janeiro de 2016, pedindo orientação para uma viagem a Porto Seguro, para onde você iria com marido, dois filhos e mais uma senhora. Ciente das péssimas condições da estrada por Correntina naquela época e da destruição do trecho Itapetinga-Potiraguá-BR 101, apressei-me em avisá-la para não ir por Correntina nem ceder à tentação de ir por Potiraguá. Mas você não voltou para ler minha resposta e foi por Correntina e Potiraguá. No dia 16.01.2016, você retornou ao blog, lamentando não ter lido minha resposta e narrando seu Calvário naquela rota. Isso nos levou a criar uma nova rotina: ao percebermos que o visitante é novo no blog, está com viagem iminente e pode cometer algum erro que coloque sua família em risco, tomamos a liberdade de mandar uma mensagem diretamente para e-mail do visitante, informando-o de que seu comentário foi respondido e orientando-o a como chegar ao blog de novo e acessar a resposta. Os resultados têm sido ótimos. Então, Elen, muito obrigado por ter-nos dado a oportunidade de aprimorar nosso funcionamento e continuar ajudando pessoas de modo mais eficaz. Pena que você tenha sofrido tanto para nos mostrar isso. Em compensação, se não você não tivesse voltado para relatar o seu sufoco, tudo poderia estar como antes! É por isso o nosso agradecimento. Posteriormente, você veio buscando informações para sua viagem a Uberlândia (01.ll.2016) e tudo deu certo. Agora, vamos tratar de Santa Catarina. Sim, conheço o percurso. Fui conselheiro de administração da concessionária de energia do estado, a CELESC, até 2014 e, para minhas reuniões mensais lá, diversas vezes fui de carro. As informações sobre o roteiro estão atualizadas e publicadas no post “Brasília-Florianópolis de carro” e também no post “Brasília-Buenos de carro”, ambos publicados aqui mesmo em nosso site “www.expressaodaliberdade.com.br”, aba “Rodovias Brasileiras”, com a recomendação de que, no trecho Brasília-Uberlândia, deve-se usar a BR 050, sem necessidade de ir a Goiânia.
      Agradecendo mais uma por seu retorno ao blog em 16.1.2016, o que nos proporcionou a oportunidade fazer as mencionadas mudanças, lembramos que Itajaí está dentro do roteiro, embora à margem. Faça uma boa viagem. Se remanescerem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la!
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigada mais uma vez , amigo(a gente já te considera assim).Adiamos a viagem pro sul e sairemos semana que vem pra lá. vou olhar com certeza as publicacões. abraços

        1. Olá, Elen. Bem-vinda de volta. Desistiram de Itajaí? As publicações para a viagem para Porto Seguro estão aí e bem atualizadas. Sirva-se e faça uma boa viagem (pela rota correta!)
          Um abração.
          abreu

          1. Vamos pra Itajaí na semana que vem. Li sobre sua descida para Paraty e Deus que me livre de passar por uma estrada assim. me diga, na ida pra itajaí, tem alguma estrada dificil ou uma serra como a do Macal?

          2. Olá, Elen. Não se preocupe: não há nada parecido com a descida para Paraty, no trecho dentre Taubaté e Ubatuba, como descrito em nosso post “Brasília-Florianópolis-Buenos Aires”, na viagem para Itajaí. E olhe que quem lhe fala é um especialista, com mestrado e doutorado em medo de altura. A viagem se dá toda pelo maciço central brasileiro e a descida para o litoral ocorre entre São Paulo e o Paraná. Ali há uma serra perigosa – não pelos precipícios, mas pelos motoristas -, chamada Serra do Cafezal, na BR 116 (Régis Bittencourt). Essa serra sofre um problema há muito tempo: a estrada é duplicada, mas, no trecho da serra a pista é simples. Isso porque os sucessivos governos querem duplicá-la, abrindo a outra pista por cima da serra, e os órgãos ambientais e os ecologistas, por se tratar de uma das últimas reservas de Mata Atlântica daquela região, exigem que a duplicação seja feita através de túneis, perfurando a serra e mantendo intacta a vegetação. Como os túneis seriam muito caros, a briga continua e a pista continua de mão dupla. Imagine o tráfego de caminhões vindo de São Paulo para o sul do Brasil em duas pistas e, de repente, todos se amontoam em pista simples. A pressa de chegar ao destino e entregar suas mercadorias leva esses caminhoneiros a fazerem verdadeiros absurdos, que terminam em acidentes, bloqueios da pista e congestionamentos, que chegam a durar 2, 3 até 4 horas de veículos parados naquele trecho. Como você vê, não é o problema da Serra do Cafezal ter precipícios e visões que dão vertigens ao motoristas: é só a insatisfação do atraso da viagem, em decorrência da pressa e imprudência de alguns. A qualidade das estradas é muito boa, excelente sinalização, asfalto de qualidade e sem problemas de segurança, exceto ali, na saída do Rodoanel de São Paulo, nas proximidades de Embu das Artes, onde não se recomenda trafegar à noite. Mas, como nossos sputniks não viajam à noite, o perigo fica reduzido a quase nada.
            Um abração.
            abreu

  77. Bom dia Abreu. Essa e a primeira vez que visito o blog e achei muitas informações utei. Precisava de um auxilio com minha rota estou querendo sair de Paracatu para Porto Seguro, pesquisei muitas rotas mas vendo alguns comentarios estou pensando em seguir por.
    JOÃO PINHEIRO – LUIZLANDIA DO OESTE
    PIRAPORA – MONTES CLAROS
    FRANCISCO SÁ – SALINAS
    VITORIA DA CONQUISTA – ITAMBÉ
    ITAPETINGA – ITORORÓ
    CAMAÇA- ITAGIMIRIM
    EUNAPOLIS E PORTO SEGURO.
    Gostaria de saber se estou certo com minha rota? E se vc sabe se o trecho entre Montes Claros e Salinas esta bom? Quero sair de paracatu as 3 da manha vc acha que consigo fazer em 1 dia. Obrigado pela atençao.

    1. Olá, Jorge. Bem-vindo ao blog. Acho melhor você puxar uma cadeira e sentar-se aqui a meu lado, porque vamos ter uma longa conversa. O seu “plano de voo” está correto, embora, para mim, faltem algumas informações. Especificamente quanto ao trecho Itapetinga-Itororó-Camacã, eu estou admitindo que o seu plano prevê seguir em frente para Firmino Alves, Floresta Azul e Itabuna, onde você apanhará a BR 101 para Camacã, Itagimirim, Eunápolis e Porto Seguro. Qualquer coisa diferente disso, naquela área, é mico (veja nosso resposta de hoje, aqui mesmo, para a Elen). Se estamos certos quanto a isso, também estamos certos de que você vai fazer uma viagem de Paracatu-Porto Seguro, pela rota recomendada por nós, o que significa 1.458 km. Acontece que este blog desaconselha – se tivesse poderes, proibiria – qualquer viagem a passeio em horário noturno nessas estradas. As razões estão muito bem descritas em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso blog (www.expressaodaliberdade.com.br), aba “Rodovias Brasileiras”. Nessas condições, NÃO HÁ COMO ir de Paracatu a Porto Seguro, com tranquilidade, conforto e segurança, sem dividir a viagem em duas etapas. Os ônibus fazem isso, motoristas em férias, NÃO. Esta semana aconteceu um acidente envolvendo um ônibus, que vinha de São Paulo para Euclides da Cunha, na Bahia, e que saiu da estrada entre Salinas e a BR 116 (trecho que você vai percorrer) e matou um monte de gente. Hora do acidente: antes do nascer do sol. Insistimos: 82% dos acidentes com vítimas fatais em estradas brasileiras ocorrem entre as 18h de um dia e as 06h do dia seguinte. Então, Jorge, ajude-me a ajudar você e muitos brasileiros a curtir sua viagem em paz e segurança, indo e voltando com fotos, postagens no Facebook, só de coisas boas e alegres. Então, esqueça a ideia de sair às 03h00 da manhã de Paracatu. Tome seu banho, deixe a família dormir um pouco mais, tome seu café e saia ao nascer do sol, descansado, revitalizado, atento. E vá dormir em Vitória da Conquista, ao final da tarde. Passeie pela cidade, vá ao shopping, jante num restaurante legal ou tome um lanche no próprio shopping ou no hotel e vá dormir antes das 22h, porque você estará cansado, depois de dirigir 939 km desde Paracatu. No dia seguinte, tome o café da manhã, pague a conta do hotel e desça para Itapetinga, Itororó, Floresta Azul, Itabuna, Camacã, Itagimirim, Eunápolis, e chegue a Porto Seguro por volta das 13 horas, QUANDO COMEÇA CONTAR A DIÁRIA DO HOTEL ONDE VOCÊ VAI FICAR. Não adianta viajar a noite toda e chegar no destino às 06h da manhã: o hotel vai te cobrar uma diária até meio-dia e outra a partir desse mesmo meio-dia. Digamos que você não vá ficar em hotel, em Porto Seguro, mas em casa de amigos ou parentes: o raciocínio é o mesmo: depois de viajar 1500 de Paracatu até Porto Seguro, você vai chegar tão cansado, que só vai começar a curtir aquele paraíso depois de dormir a manhã inteira. Então, Jorge, ouça a voz da experiência (e essa experiência tem 1.500.000 km rodados em viagens de férias no Brasil, sem um único acidente, sem um para-lamas amassado e conduzindo bebês, avós, crianças, adolescentes e jovens adultos, todos vivos até hoje). Desculpe, Jorge, meu jeito às vezes grosseiro de dizer as coisas. Mas aqui no blog nossa preocupação são pessoas, que querem viajar e ser felizes, merecem ser felizes, mas não querem correr riscos. Então, estamos combinados? Sem mágoas? Paracatu-Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-pernoite-Itapetinga-Itororó-Floresta Azul-Itabuna-BR 101-Eunápolis, com chegada a Porto Seguro às 12h30min, fazer o check-in no hotel e correr para o abraço? Estamos de acordo?
      Um grande abraço. ]
      Abreu

      1. Abreu muito obrigado pela dica. Depois de rever a rota sao muitos km para rodar em.um unico dia. Vou fazer em 2 dias com tranquilidade e sem rodar a noite. Obrigado pela atençao grande abraço

        1. Olá, Jorge. Ufa! Comemoramos muito por aqui a sua decisão. Vá em frente: você não vai se arrepender. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
          Um grande abraço.
          Abreu

    2. Ola bom dia.
      Obrigada pelas orientações. Estou indo a porto seguro em julho. Saindo de Brasília..

      1. Olá, Lilian. Bem-vinda ao blog. Você viu nossa conversa com o Jorge e nossas orientações para que ele alterasse o seu plano de viagem, o que, graças a Deus, ele terminou concordando em fazer. Jorge está saindo de Paracatu (MG) e as tentações “malvadas” daquela rota são muitas. No seu caso, tudo é mais simples: rota é a que recomendamos aqui no blog ou seja, Brasília-Alvorada do Norte-Rosário-BR 349-Correntina-Vitória da Conquista-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Não invente moda, não tente encurtar, não entre na armadilha de pegar a variante Potiraguá depois de Itapetinga. É mico puro. Não deixe de ler também o nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, aba Rodovias Brasileiras, onde você achou o nosso post “Brasília-Porto Seguro de Carro”. Nesse manual há uma série de informações importantes e interessantes para quem anda pelas estradas que recomendamos aqui. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
        Um grande abraço.
        Abreu

  78. Bom Dia abreu.
    Esta e. Primeira vez que uso o blog e tambm a primeira ves que pretendo fazer uma viajem de carro a Porto seguro. Vou sair de Paracatu queria que vc me desse um auxilio na minha rota, pois pesquisei muitas rotas e tenho muitas duvidas. Pelos comentarios que vi aqui pra mim a melhor opçao seria
    PARACATU- JOÃO PINHEIRO
    LUIZLANDIA DO OESTE- PIRAPORA
    MONTES CLAROS- FRANSISCO SA
    SALINAS- VITORIA DA CONQUISTA
    ITAMBÉ – ITAPETINGA
    ITORORÓ- CAMAÇA
    EUNAPOLIS E PORTO SEGURO.
    Estou corrrto com minha rota? E vc sabe se o trche entre Montes Claros e salinas esta bom? Estou pretendendo sair as 3 da madrugada e ver se consigo fazer em tudo em 1 dia vc acha possivel? Obrigado pela atençao

  79. Olá Abreu, olha eu aqui outra vez.

    Acompanho sempre o Blog e vi uma orientação sua para o colega André Bernardes (16/06/2017 at 17:34) que me causou certa confusão.
    Segue trecho:

    “Abreu
    17/06/2017 at 18:52

    Olá, André. Bem-vindo ao blog. De fato, saindo às 09h00 de Porto Seguro você poderá chegar para o pernoite em Correntina. A ponderação que fazemos é que a cidade de Bom Jesus da Lapa tem uma estrutura de acomodações melhor e mais variada do que Correntina. A cidade fica às margens do rio São Francisco, é polo do turismo religioso em torno da Lapa do Bom Jesus e fica mais ou menos na metade do caminho para Brasília. Nossa sugestão é no sentido de que você chegue a Bom Jesus da Lapa por volta das 15h, providencie a acomodação, dê um passeio pela margem do Velho Chico e, se for o caso, visite e conheça o santuário: é um lugar interessante, independentemente da religião, principalmente o salão dos ex-votos. No dia seguinte, saia após o café da manhã e, por volta das 12 ou 13h, você estará chegando a Brasília. Em caso de dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo.
    Um grande abraço.
    Abreu”

    Levando em consideração que a distância entre Porto Seguro – BA e Bom Jesus da Lapa – BA (passando por Itabuna – BA) são quase 900km, saindo as 9h, chegar a Bom Jesus da Lapa – BA as 15h não seria pouco tempo?

    E o trecho entre Bom Jesus da Lapa – BA e Brasília – DF, saindo após o café (por volta das 7h), chegar em Brasília por volta das 12 ou 13 horas também não seria pouco tempo, levando em consideração a distância de quase 700km nesse trecho?

    Muito obrigado e um forte abraço;
    Fábio Leal

    Muito Obrigado pela atenção

    1. Olá, Fábio. Fantástico! De vez em quando avisamos por aqui que o nosso sonho é o dia em que o blog funcionasse sozinho, tocado apenas pelos sputniks, trocando experiências, trazendo informações novas, orientando os que chegam. Já avançamos muito. Hoje, muitas pessoas que planejam e executam suas viagens segundo as recomendações do blog retornam para dar o feed-back, adicionar informações, atualizar dados e oferecer alternativas. Essa sua intervenção dá conta de que você é um desses: só alguém muito atento e interessado se disporia a retornar aqui e tentar corrigir o erro que cometi na resposta ao André. É claro que você está correto: escrevi sobre Porto Seguro-Jesus da Lapa pensando em Ilhéus-Bom Jesus da Lapa, deixando para trás os 270 km de Itabuna até Porto Seguro. De fato, para pernoitar em Bom Jesus da Lapa,nos termos recomendados, ele terá que sair de Porto Seguro entre 5 e 6h da manhã, e não às 09h. O restante está tudo certo (café às 05h30 e pé na tábua nos 192 km de deserto entre Correntina e BR 020). Muito obrigado por nos dar a oportunidade de retificar o texto, Fábio. Você é um verdadeiro sputnik!
      Um grande abraço.
      Abreu
      P.S: vou mandar uma cópia desse texto direto para o e-mail do André.

      1. Olá Abreu eu já estava atento no questionamento do Fábio só aguardando a resposta pois a dúvida levantada por ele eu também tinha. Abraços a vocês obrigado

      2. Aproveitando a resposta, então só mais uma dúvida. Ao sair as 9h de Porto Seguro, o ideal então é pernoite em Bom Jesus?

        1. Olá, André. Seria o ideal comparado com o pernoite em Correntina. Saindo às 09h00 da manhã de Porto Seguro, você deverá chegar a Bom Jesus da Lapa por volta das 18h30 ou 19h00, ou seja, no limite entre o fim da tarde e o início da noite. Nessas condições, claro que pernoitar em Correntina nem pensar, como já conversamos em outro canal. De qualquer forma, se houver algum atraso, você terá a alternativa de pernoitar em Caetité (135 km antes de Bom Jesus da Lapa) ou até em Brumado (cerca de 90 km antes de Caetité). Faça assim: à medida que a viagem for progredindo, você vai analisando suas probabilidades de chegar a Bom Jesus da Lapa antes das 19h00 e vá adequando o seu plano às circunstâncias. O importante: nada de viagem à noite nas estradas daquela região e nada de pernoite após Bom Jesus da Lapa, OK?
          Abração.
          Abreu

          1. Valeu Abreu, muito obrigado pelos esclarecimentos, acredito que assim estarei mais seguro em realizar essa viagem com a família. Excelente site por sinal.
            Abraços
            André

  80. Boa noite Sr Abreu
    Quando sinto saudade das viagens ou estou planejando a próxima,consulto o seu blog pois é uma fonte riquíssima de informações para que nossas viagens sejam mais seguras e prazerosas.Abreu depois 05 anos voltarei à Porto Segu-ro,então queria saber se você tem alguma notícia de reforma nesta BA que liga Itapetinga a Potiraguá;desculpe é só por curiosidade pois agora em julho irei mesmo é por Itabuna,porque o mais importante é chegar em segurança.
    Desde já meu muito obrigado por nos ajudar.

    1. Olá, Paulo. Bem-vindo de volta. Aquele trecho-tentação de Itapetinga a Potiraguá – que encurta em 120 km a viagem, mas aumenta o tempo em mais de cinco horas – já teve a ordem de serviço para reforma do pavimento assinada pelo governador da Bahia em março deste ano. Mas tem muita burocracia, processo licitatório etc até o início efetivo das obras. Quanto ao término, então, já sabemos: ninguém é besta de inaugurar obra desse tamanho um ano antes das eleições, porque, na hora de votar, o eleitor já se esqueceu da obra. Achamos então que nas férias de janeiro ou de julho de 2018 poderemos começar a recomendar aquela rota. Por ora, não! Ou seja, você está certo em ir por Itabuna.
      Um grande abraço.
      Abreu
      abreu

  81. Abreu, como vai?
    Mandei uma mensagem e você me tirou dúvidas, mas nossa conversa não está mais aqui e eu não copiei. Gostaria de sua ajuda novamente.
    Vamos em três veículos de Goiânia para Ilhéus em Julho. Estamos com filhos pequenos. Preciso de sua orientação sobre paradas (quais locais mais seguros) e lugares para dormir.
    A intensão, e até mesmo a dica que você nos passou é de ir por Correntina. Mas ví alguns posts aqui de pessoas que vão por Barreiras. Vamos sair de Goiânia entre 05 e 06 horas da manhã.
    Por gentileza, nos dê sua sugestão.
    Um abraço.

    1. Abreu, se você tiver, nos envie também o roteiro de volta. Na volta, a pretensão é sair as 13 hs. Onde poderíamos dormir?

      1. Olá, Leão. O roteiro recomendado é o mesmo da ida e, pernoitando em Bom Jesus da Lapa, você dividirá a viagem em aproximadamente duas metades. Faça uma forcinha para sair um pouquinho antes, digamos, 11h30 ou meio-dia. Isso possibilitará a você dormir em Bom Jesus da Lapa sem precisar viajar à noite, OK?
        Um abração.
        Abreu

        1. Olá Abreu, muito bom site por sinal excelentes orientações estou pretendendo ir a Porto Seguro em Julho com a família. Aproveitando a pergunta do amigo aqui, na volta se sairmos por volta das 9h da manhã você acha viável pernoite em Correntina-BA? Qual sua opinião e dicas de hotel etc?

          1. Olá, André. Bem-vindo ao blog. De fato, saindo às 09h00 de Porto Seguro você poderá chegar para o pernoite em Correntina. A ponderação que fazemos é que a cidade de Bom Jesus da Lapa tem uma estrutura de acomodações melhor e mais variada do que Correntina. A cidade fica às margens do rio São Francisco, é polo do turismo religioso em torno da Lapa do Bom Jesus e fica mais ou menos na metade do caminho para Brasília. Nossa sugestão é no sentido de que você chegue a Bom Jesus da Lapa por volta das 15h, providencie a acomodação, dê um passeio pela margem do Velho Chico e, se for o caso, visite e conheça o santuário: é um lugar interessante, independentemente da religião, principalmente o salão dos ex-votos. No dia seguinte, saia após o café da manhã e, por volta das 12 ou 13h, você estará chegando a Brasília. Em caso de dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo.
            Um grande abraço.
            Abreu

    2. Olá, Leão. As mensagens que trocamos com nossos “sputniks” permanecem aqui no blog indefinidamente. Pode consultar os comentários a partir do dia 08.06 para cá, que elas estão lá. Por via das dúvidas, mandei uma cópia delas para o seu e-mail, OK?
      Um abração.
      Abreu

  82. Boa noite Abreu,

    Venho acompanhando seu blog desde que decidi fazer uma viagem de Brasília para Lençóis. Eu já conheço o trajeto até Correntina, já fui até Bom Jesus da Lapa, porém nunca fui em Barreiras. Estava me sentindo mais seguro em ir por Correntina, porém fiquei na dúvida de qual estrada pegar depois dali, vi nos mapas que tem uma entrada antes de atravessar o Rio São Francisco e chegar em Bom Jesus da Lapa, entrando na BA-161 e tem outro trajeto, depois de atravessar o Rio e passar pela Lapa BA-160.
    Qual dessas duas você me recomenda? Ou recomendaria ir por Luis Eduardo Magalhães, passando por Barreiras?

    Abraços e parabéns pelo blog

    1. Olá, Everton. Bem-vindo ao blog. Nossa recomendação é sempre ir por Barreiras, exceto quando o destino for Ilhéus ou Porto Seguro ou quando se tem compromissos na área, como visitar parentes em Bom Jesus da Lapa, por exemplo. As razões são simples: a distância é quase a mesma (por Correntina é 3 km menor), mas a estrutura de apoio (postos, restaurantes, lanchonetes, hoteis) é incomparavelmente melhor, as cidades estão bem distribuídas (cerca de 200 km uma da outra), o asfalto é bom ( há buracos esparsos entre Correntina e Santa Maria da Vitória), o tráfego é tranquilo, com poucos caminhões, e a rota conta com o patrulhamento da Polícia Rodoviária Federal, o que não ocorre no outro percurso. E aquelas estradas transversais que levam a Javi ou a Ibotirama na BR 242 são useiras e vezeiras de apresentarem surpresas: eu mesmo já tive de voltar de da metade de uma delas, por absoluta falta de condições de tráfego no asfalto. Assim, não há como recomendarmos outra opção apenas para ganhar 3 km. Esperamos tê-lo ajudado a decidir ir por Barreiras.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa noite Abreu. Obrigado pela resposta!!

        Acabei de voltar de Lençóis e vim responder para deixar como dica para os outros viajantes. Como tenho alguns conhecidos que viajaram a pouco tempo para alguns lugares perto de Correntina e que utilizam a estrada que vai para Javi (Canápolis, Santana), resolvi ir pela estrada que eu conheço e que o pessoal falou que tava bem tranquila. E também vendo alguns vídeos recentes ( https://www.youtube.com/watch?v=n_NA7YlgK_o ) resolvi arriscar pelo trajeto BR-070 > BR-349 (Correntina, Santa Maria da Vitória) > BA-172 (Santana, Serra Dourada, Javi) > BR-242.
        A BR-349 está realmente muito boa, alguns buracos bem pequenos que o carro nem sente, podem se tornar um problema depois de uma época de chuva, mas até hoje estavam tranquilos..
        Já na saída de Correntina pra Santa Maria da Vitória a pista ta bem ruim, mas só uns 5km de estrada com buracos, logo depois fica bem tranquila.
        E a BA-172 está muito boa, se vi 2 buracos pequenos foi muito.. E a BR-242 está muito boa, porém tem muitos caminhões forçando a fazer muitas ultrapassagens..
        Então sobre buracos, único ponto de atenção pra quem vai seguir essa rota é o trecho inicial de Correntina – Santa Maria.. de resto pode ir que ta tranquilo.. E na chegada de Seabra tem umas montanhas lindas demais que valeu a pena os mais de 1000km percorridos no dia kkkk
        Já falei demais..
        Abraço pessoal e Parabéns pelo blog Abreu

        1. Olá, Éverton. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de incentivo. É a nossa vez de agradecer a você por nos trazer essas informações fresquinhas das estradas que interessas aos nossos “sputniks”. (Sputnik, para quem é novo aqui no blog, significa “companheiro de viagem” em russo e foi o nome do primeiro satélite artificial, lançado pela Rússia em 1.959). É sempre bom receber um retorno de todos os que por aqui passam, pois as experiências pessoais sempre são importantíssimas para que outros viajantes tomem sua decisão a respeito das respectivas viagens. Nós aqui no blog temos algumas posições que já são conhecidas e firmadas: de Brasília para Salvador a rota é por Barreiras, com divisão da viagem em duas etapas, para não se viajar à noite. Para Ilhéus e Porto Seguro, a rota é por Correntina-Vitória da Conquista-Itabuna, com divisão da viagem também em duas etapas, pelo mesmo motivo. Já apareceram por aqui sputniks, indo para Salvador, com necessidade de visitar parentes em Capinópolis ou em Santa Maria da Vitória. Para esses, não temos dúvidas de orientar pelo uso da BA 172. Para os demais, não. As nossas razões são simples. O público que mais necessita das informações deste blog é composto de pessoas simples, com automóveis modestos, que viajam em família, normalmente com crianças pequenas, com recursos financeiros limitados e sem quase nenhuma experiência em viagens rodoviárias no eixo Centro-Oeste/Nordeste do Brasil. Então, temos enorme cuidado com as recomendações da rota. Nossa preocupação básica é a segurança dessas famílias. Segurança, segurança e segurança. Depois, conforto e economia. A última das nossas prioridades nas recomendações é a distância menor a ser percorrida, porque, como se sabe, nem sabe o caminho mais curto é o mais rapído, mais seguro, mais confortável ou mais econômico. Comparando, por exemplo, as duas alternativas de se chegar a Ibotirama (Por Barreiras-Javi-Ibotirama ou Correntina-Santa Maria da Vitória-Javi-Ibotirama), temos uma diferença de distância de 52 km a favor do trajeto por Santa Maria da Vitória. Por Barreiras, são 52 km a mais. Mas estrada está boa, trata-se de uma rodovia federal (BR) e, por isso, há patrulhamento da Polícia Rodoviária Federal em toda ela, as cidades são de porte médio e estão localizadas estrategicamente a cada 200/250 km, com boa estrutura hoteleira, bons pontos de apoio em postos de gasolina e sinal de celular nas proximidades de cada uma delas. A alternativa por Santa Maria da Vitória-Javi é feita por rodovia estadual, sem assistência da Polícia Rodovia Federal, com cidades pequenas, com modesta ou inexistente estrutura de apoio, com trechos de asfalto danificado e sem acostamento ao longo de todo o percurso. Tive o cuidado de assistir a todo o vídeo que você gentilmente nos encaminhou, Éverton. E nele verifiquei que, mesmo naquele trecho deserto de 182 km entre a BR 020 e Correntina, as imagens mostram buracos em sequência, além daqueles entre Correntina e Santa Maria da Vitória, que, em última análises, foram responsáveis pela destruição dos batentes do amortecedor traseiro do veículo da pessoa que fez o vídeo. Vale lembrar que o conserto do amortecedor foi improvisado com arruelas metálicas, o que lhe permitiu seguir viagem, embora com um atraso de quase quatro horas. Some-se a isso o fato de que o abastecimento em Javi (que fica, pela outra rota, entre o abastecimento em Barreiras e o em Ibotirama) foi uma experiência desagradável: o total da gasolina do posto foi insuficiente para completar o tanque do veículo. Assim, como dissemos no início, há casos que justificam perfeitamente o uso desse caminho, ou seja, visita a familiares, interesses comerciais, etc. Mas para o público básico do blog que não tenha nada a fazer naquela área, não há como recomendarmos esse roteiro: usando o exemplo do vídeo, não temos como orientar as pessoa a ganharem 52 km e perderem 4 horas de viagem, numa estrada estadual despoliciada, sem estrutura de apoio, sem postos adequados e sem acostamento. Mais uma vez, agradecemos muito sua iniciativa de trazer para nós essas informações preciosas e esse vídeo, que nos permitiram fazer essa discussão e mostrar àqueles que nos procuram por que motivos recomendamos a rota por Barreiras.
          Um grande abraço.
          Abreu

  83. Olá Abreu;
    Obrigado pelas informações que me deu, mas estava pensando aqui sobre o seguinte percurso:

    Saindo de Brasília pela BR 040:
    Luziânia MG – Cristalina MG – Paracatu MG – João Pinheiro MG – Luizlândia do Oeste MG – Pirapora MG – Montes Claros MG – Francisco Sá MG – Salinas MG – Pedra Azul MG – Almenara MG – Itagimirim BA – Eunápolis BA – Porto Seguro BA.

    É viável? O que você me diz?

    1. Olá, Fábio. Bem-vindo de volta. Eu havia respondido sua pergunta pelo meu IPhone, mas a resposta se perdeu nos desvãos do ciberespaço: não está em lugar nenhum – nem nas enviadas, nem recebidas, nem na lixeira. Simplesmente sumiu! Mas, vamos lá. Está tudo certo com o o seu “plano de voo”, exceto o trecho Pedra Azul-Almenara-Itagimirim. Esse trecho não é recomendado por nós pelas seguintes razões: a) os trechos de asfalto estão destruídos; b) os trechos de terra são terríveis; c) a área é deserta; d) não há estruturas decentes de apoio (postos com banheiros, restaurantes, etc); e) não há Polícia Rodoviária Federal;f) nas áreas mais desertas, há registro de ocorrência de assaltos; g) você gastará o dobro do tempo em comparação com o caminho mais longo recomendado por nós. Eu próprio já me perdi nessa área com minha família e tivemos de retornar quase 70 km de volta para a BR 116. Assim, faça a rota que recomendamos (Vitória da Conquista-Itapetinga-Itabuna-BR 101-Eunápolis) e evite a tentação de encurtar o caminho através de Potiranguá: as características daquele “encurtamento” são as mesmas da rota por Almenara. Rode um pouco mais, chegue mais cedo e com mais segurança, acompanhando nossa recomendação: você fará uma boa viagem!
      Um grande abraço.
      Abreu

  84. Boa tarde Abreu;

    Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo blog, está sendo de uma utilidade imensa, você não imagina o quanto tem me ajudado, espero em breve poder ajudar com o material robusto que pretendo produzir em breve.
    Estou iniciando um planejamento de uma viagem com a família, saindo de Brasília-DF dia 14 de julho de 2017 com destino a Porto Seguro-BA.

    Pelos relatos que li no blog, concluí quer o melhor trajeto é:

    <>, com saída às 4h00 da manhã e pernoite em Vitória da Conquista-BA ou quem sabe em Itapetinga-BA.

    Vi num comentário de um colega (Sérgio – 08/04/2017 at 21:23) a referência a uma recuperação da BA-680 (Potiragua/BR101), tem alguma novidade sobre isso?

    Tem algum comentário sobre a rota que escolhi?

    Um Grande Abraço!

    1. Abreu, só pra complementar, pois meu trajeto não saiu no texto.
      O trajeto pretendido é:

      Brasília-DF – Alvorada do Norte-GO – Correntina-BA – Bom Jesus da Lapa-BA – Caetité-BA – Brumado-BA – Itapetinga-BA – Itabuna-BA – Eunápolis-BA – Porto Seguro-BA.

      Com saída às 4h00 da manhã e pernoite em Vitória da Conquista-BA ou quem sabe em Itapetinga-BA.

      Obrigado

      1. Olá, Fábio. Bem-vindo de volta. Tudo certinho na sua programação, com duas observações: a) não há necessidade de sair às 04h da manhã de Brasília. Saia mais tarde, de modo que você esteja no Colorado (km 01 da BR 020) ao nascer do sol ( por volta das 06h30min) e chegará de dia a Vitória da Conquista; b) pernoite em Vitória da Conquista (esqueça Itapetinga), onde há bons hoteis: o Katraca, mais simples, mas dentro do trevo para Itabuna, a Pousada Conquista, nas imediações, e o Ibis Conquista, na mesma rua do Katraka, pertinho do shopping, com os preços da rede Ibis (esse hotel recebe animais de estimação).
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Ok, muito obrigado pelas dicas, acho que vou fazer dessa forma então.
          Agora mais uma coisa, você sabe alguma coisa sobre a recuperação da BA-680 (Potiragua/BR101)? Esse trajeto ajudaria bastante no segundo dia se estivesse em condições.

          1. Olá, Fábio. Eu sei que aquele trecho ali é uma tentação, mas por ora continua fechado para nós. É tabu. O governador assinou a ordem de serviço há 50 dias. E aí vai rolar o processo licitatório, para escolha da empreiteira. Antes, essas empreiteiras faziam acertos entre si e a licitação era rapidinha. Agora é cobra engolindo cobra e são previsíveis os recursos, impugnações e outros esperneios dos perdedores. Findo o processo, e iniciados os trabalhos, serão meses de “máquinas na pista”, “homens trabalhando” e “siga-pare”. E os governadores têm a tendência de inaugurar essas obras imediatamente antes da eleições. Por tudo isso, achamos melhor ignorar aquele trecho até abril de 2018. Se houver novidades, divulgaremos aqui.
            Um abração.
            Abreu

  85. Abreu, teu blog é sensacional!! Já me salvou previamente de cair na cilada do trecho de estrada que passa por Potiraguá.
    Viajo para Trancoso, saindo de Brasília, no próximo dia 22/4., pela rota da Bahia, passando por Itabuna.

    Gostaria de contribuir com a troca de informações. Tem como trocarmos informações por whatsapp?

    Abraços

  86. Olá Sr. Abreu, boa tarde e Feliz Páscoa.
    Parabéns pelo blog. Vou tentar ser objetivo (rs)
    Pretendo viajar de Brasília (DF) à cidade de Cruz das Almas (BA) em Julho/17. Vejo no Google Maps algumas opções, mas tenho dúvidas:
    – Deveria ir por Correntina – Bom Jesus da Lapa – Ibotirama – Seabra – Lençóis (1.356km)?? Ou por Luis Eduardo Magalhães (1.371km)??
    – Existe um trecho antes de Luis Eduardo Magalhães, entrando antes de Roda Velha passando por São Desidério, para chegar em Barreiras, vale a pena (1.349km)??
    Outra questão é, toda vez que atualizo a página do Google Maps, indicando Brasília – Cruz das Almas, o mapa me indica uma outra rota, indo por Correntina – Bom Jesus da Lapa – Caetité – Brumado – Sussuarana – Maracás – Itatim – Santa Teresinha – Castro Alves – Sapeaçu – Cruz das Almas (ufa!). Esse trecho poderia ser indicado também (1.306km)??
    Até uns 8 anos atrás, fazia essa mesma viagem de carro, tanto por Luis Eduardo Magalhães quanto por Correntina, mas pelo tempo que não viajo por lá, estou com todas essas dúvidas.
    Pretendo sair bem cedo, por volta das 4:30h e não dirigir à noite, dormindo em Seabra / Lençóis.
    O que você tem a me dizer, sobretudo a respeito de dicas de qual rodovia “pegar”??
    Obrigado.

    1. Sr. Abreu,
      Copiei esta mensagem no link “BRASÍLIA-SALVADOR DE CARRO” por entender que seria mais apropriado.
      Obrigado.

      1. Olá, Gustavo. Bem-vindo ao blog. Já, já vamos responder a você. Por enquanto, só podemos dizer que nem sempre o caminho mais curto é o mais rápido e confortável.
        Um abração.
        Abreu

    2. Olá, Gustavo. Desculpe o atraso, mas tive de parar fazer uma cirurgia e agora já estou bem. Como dissemos na resposta provisória anterior, nem sempre a rota mais curta é a mais rápida ou mais segura. Como nossa preocupação primeira é a segurança das famílias que nos procuram, a nossa indicação para sua viagem é a rota clássica, descrita aqui no Blog para a viagem Brasília-Salvador, ou seja, Brasília-Luís Eduardo-Lençóis-Itaberaba. No seu caso, ao invés de acompanhar nossa indicação de ir por Ipirá (destino Salvador), você deverá continuar pela BR 242 em Itaberaba até a BR 116, em Argoim, prosseguindo até Santo Estêvão. Em Santo Estêvão, procure informações a respeito da travessia de 28 km para Muritiba. Se forem boas, atravesse e, de Muritiba, prossiga para Cruz das Almas pela BR 101. Se forem negativas, tanto pela condição do asfalto quanto PELA SEGURANÇA (aquela travessia tinha algumas áreas ermas, com asfalto destruído, com diversas ocorrência de assaltos e combustível adulterado), prossiga até Feira de Santana, pegue a BR 324, rode 21 quilômetros e pegue a direita para a BR 101, descendo então até Cruz das Almas. Agora vamos à demolição das outras possibilidades. A variante na BR 020 via São Desiderio já foi objeto de comentários nossos aqui no blog: estrada erma, quase abandonada, com curvas perigosas e trechos sem acostamento e sem sinalização, além de totalmente despoliciada, para se obter uma economia de 26 km? Não vale a pena! A rota por Correntina está atualmente recuperada, mas o percurso final via Contendas do Sincorá e Maracás é sempre um enigma e pode apresentar surpresas desagradáveis, além de ser TODA A ROTA sem a assistência da Polícia Rodoviária Federal. Assim, siga a rota Brasília-LEM-Argoim, com as demais orientações e faça uma boa viagem!
      Um grande abraço,
      Abreu

      1. Caro, Sr. Abreu,
        Espero que tenhas se recuperado completamente dessa cirurgia que você citou.
        Muito obrigado pelas orientações, serão muito proveitosas. Espero compartilhar as informações da viagem assim que possível (previsto para o mês de Jul/17).
        Abraço,
        Gustavo.

    1. Olá, Sérgio. Bem-vindo de volta e obrigado pela boa nova. Estou morando temporariamente em Salvador, mas não vi essa notícia. Você supriu minha falta. Desculpe o atraso, mas seu comentário caiu na caixa de spam e só hoje pude esvaziá-la, oportunidade em que eu a descobri lá. Mais uma vez, obrigado pela informação.
      Um grande abraço.
      Abreu

  87. Bom dia.
    Achei excelente o site, com muita informação bacana e relatos bem detalhados. Acharia interessante se os usuários colocassem nos relatos, o carro em que estão viajando, tempo de viagem e média de consumo. Seria legal para que proprietários de veículos similares possam programar melhor a viagem.

    Abraço!

    1. Olá, Leonardo. Bem-vindo ao blog. Obrigado por suas palavras de estímulo. Registramos aí o seu pedido a todos os sputniks que retornam ao blog com notícias de sua viagem: se possível, informem as características do veículo utilizado (marca, modelo e ano), o consumo médio de combustível e o tempo da viagem. Achamos que vai ajudar muito o planejamento das viagens de todos.
      Um grande abraço.
      Abreu

  88. Olá Abreu,
    Estou encantada com a proposta do site. Sexta-feira (10/02) sairei de Brasília com destino a Prado, a ideia é fazer Cumuruxatiba e Caraíva. Então, acredito que devemos seguir a rota recomendada para Porto Seguro, certo? Foi muito bor ter encontrado a página, pois íamos fazer a rota por Montes Claros (como recomenda o Google Maps). Ano passado, em janeiro, fizemos a rota seguindo por Correntina, mas tinha tantos buracos que ficamos um pouco traumatizados, por isso a ideia era fazer outra rota. Bom saber que a estrada foi recuperada!

    Obrigada! (na volta, deixo o meu relato)

  89. Olá Abreu,
    Estou encantada com a proposta do site. Sexta-feira (10/02) sairei de Brasília com destino a Prado, a ideia é fazer Cumuruxatiba e Caraíva. Então, acredito que devemos seguir a rota recomendada para Porto Seguro, certo? Foi muito bor ter encontrado a página, pois íamos fazer a rota por Montes Claros (como recomenda o Google Maps). Ano passado, em janeiro, fizemos a rota seguindo por Correntina, mas tinha tantos buracos que ficamos um pouco traumatizados, por isso a ideia era fazer outra rota. Bom saber que a estrada foi recuperada!

    Obrigada! (na volta, deixo o meu relato)

  90. Bom dia….
    Cheguei de viajem esta semana e gostaria muito de agradecer a todos aqui, mais principalmente ao responsavel pela ideia deste site. Fiz uma viagem tranquila e segura, graças as dicas aqui encontradas. Em Porto Seguro umas 3 pessoas vieram me perguntar por onde tinha passada, uma vez que os mesmos tinham pegado o trecho de Potiranguá, destes 2 pessoas inclusive tiraram copia do meu mapa para na volta fazerem o mesmo caminho que eu.
    Coloco abaixo meu roteiro e a distancia para cada cidade, só coloquei as maiores, porem voces vão passar por algumas menores também.
    Brasília – Formosa = 79 KM
    Formosa – Rosário = 252 KM
    Rosário – BR349 = 18 KM, entra a direita no balão.
    BR349 – Correntina = 182 KM
    Correntina – Bom Jesus da Lapa = 144 KM
    Bom Jesus da Lapa – Brumado = 243 KM
    Brumado – Vitória da Conquista = 139 KM
    Vitória da Conquista – Itambé = 55 KM
    Itambé – Itapetinga (evitar o mico de ir para Potiranguá) = 45 KM
    Itapetinga – Itabuna = 142 KM
    Itabuna – BR101 – Eunápolis = 215 KM
    Eunápolis – Porto Seguro = 64 KM

    Muito obrigado e parabéns mais uma vez pelo excelente site e ótimas dicas.

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo de volta. É muito bom ver nossos sputniks, depois da viagem, se disporem a voltar ao blog para compartilhar suas experiências. A sua, especialmente, é importante para nós, porque nossa cantilena de evitar o mico de Potiranguá já encheu a paciência de muita gente, que prefere arriscar. Aí, chegam reforços: você! É bom demais.
      Um grande abraço.
      Abreu

  91. Olá Bom Dia Abreu,

    Primeiro agradeço tb como todos pelas informações valiosas para que nossas viagens sejam prazerosas.
    Iremos a Porto Seguro pela 2a vez e sairemos daki de madrugada, eu e esposo, duas filhas de 2a e 8a com destino à Porto Seguro. A rota que vamos será a sugerida pelo blog, até Vitoria da Conquista, onde pretendemos pernoitar. Agora, depois de Serra do Marcal, estávamos tentados a ir pela estrada”mico” por Potirangua na esperança de estar a estrada está melhor. Na 1a vez em que fomos em 2013, para chegarmos fomos por Itabuna, trecho muito bom, mas com muitas carretas. A na volta voltamos pela estrada mico. Muito esburracada e fazia fila de carros pra superar as crateras. Enfim, depois de suas informações, decidi informar ao marido…rsrsrs!!!😆 q vamos por Itabuna, apesar de ser um pouco mais distante. O importante é chegarmos e Bem. Obg!!!

    1. Sairemos amanhã 22/01 no máximo as 4h. Vê se conseguimos chegar ao posto Rosário ao menos até as 8h da manhã. Esqueci de dizer a vovó tbm vai. Rsrs

      1. Olá, Luciene. Bem-vinda ao blog. Como você já demonstrou ser uma pessoa de juízo, ao cair fora do mico, resta-nos desejar-lhe uma excelente viagem, com o máximo conforto para sua vovó. Não deixe de ler também nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado também aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br: há algumas informações que podem ser interessantes para quem viaja com crianças e idosos.
        Um grande abraço e dê notícias.
        Abreu

        1. Olá Boa Noite, obg Abreu. Estamos pernoitando em Vitória da Conquista, na pousada Itajuipe. Nosso trajeto até aqui foi super tranquilo. Estrada muito Boa, somente a partir de Correntina à Santa Maria da Vitória, tem um trecho com o asfalto um pouco estragadinho, daí temos que reduzir um pouco, mas nada de atrapalhe. Seguimos amanhã cedo por Itabuna, Eunápolis e Porto Seguro.

          1. Olá, Luciene. Que bom que está tudo correndo bem. O trecho Correntina-Santa Maria da Vitória é figurinha conhecida. Mas, como você disse, nada que atrapalhe. Continuamos aguardando suas notícias, como essa de hoje.
            Abração.
            Abreu

      2. Bom dia Luciene.

        Como foi de viagem? Vou fazer esse mesmo trajeto daqui uns dias e gostaria de saber as condições das estradas até Porto Seguro, pois vou com familia e tenho bebê que vai conosco. Obg.

        1. Olá Bom Dia William!
          Retornamos ontem à BSB.
          Nossa viagem de ida e volta foi tranquila. Fomos e voltamos pelo trecho de Itapetinga- BR 101, Itabuna-Eunápolis -Porto Seguro. Trecho com bastante movimento de carretas o que impede um pouco andar mais rápido. Conhecemos uma família daqui de Taguatinga que levaram 3 horas pra fazer o trecho de Potiragua. Na ida pernoitamos em Vitória, já na volta dormimos em Brumado, no hotel 3°milenioque fica bem as margens da BR sentido Brasília, não precisando entrar dentro da cidade. Saimos de Porto quase as 9h e estava chovendo, além do transito da BR101. Daí damos graças a Deus e ao Blog dos Rodrigues Abreu pelas dicas de viagem. Tenha uma boa viagem .

  92. Esqueci de dizer que o nome do restaurante-churrascaria em Luis Eduardo Magalhães, o qual foi o melhor lugar que já encontramos para almoçar no trajeto Brasilia- Salvador, especialmente para quem viaja com criança de colo é Bahia West Grill.
    Abraço, Patrícia Berto.

  93. Olá amigos. Quero parabenizar este blog que é 10.
    Feliz ano novo a todos. Deus abençoe muito.
    Me ajudem por favor. Estarei saindo de Brasília ate Porto Seguro no dia 5/01/2017 e alguém pode me informar, por gentileza, qual o melhor caminho/rota?
    Muito obrigado pela atenção e Deus abençoe a todos.

    1. Olá, Edson. Bem-vindo ao blog. O trecho recomendado atualmente por este blog é Brasília-Formosa-Rosário-BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna-BR 101 sul-Eunápolis-Porto Seguro. O pernoite inicialmente previsto é em Vitória da Conquista. Se a viagem atrasar, durma em Brumado, Caetité ou Bom Jesus da Lapa. Em qualquer situação, você deverá chegar a Porto Seguro na tarde do dia seguinte.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Meu amigo Abreu muito grato pela informação. Estarei saindo amanhã e assim que che posto informações atualizadas pra você. Todos. Um abraço.

      2. Feliz 2017!
        Importante destacar que o blog nos ajudou muito, parabéns pela iniciativa. Cheguei ontem de Porto Seguro/BSB, dia 08/01/2017, encaramos o trecho que diminui, ao invés de subir para Itabuna, o trecho é péssimo a entrada fica antes de Itororó saindo na BR 101 já perto de Eunapolis, 55km de buraco mais tem carros e ônibus que frequentam a estrada. Deu tudo certo mais temos um carro alto.

        1. Olá, Cecília. Bem-vinda ao blog. Que bom que conseguimos ajudar você. Mas, acima de tudo, nós lhe agradecemos pela disposição de voltar aqui e contar sua história. As pessoas que têm carros baixos vão entender por que nós recomendamos seguir para Itabuna e de lá pegar a BR 101. O blog lhe fica grato e adoramos sua decisão de compartilhar sua experiência com todos. Que bom que você conseguiu ajudar outras pessoas.
          Um grande abraço.
          Abreu

          1. Cheguei hoje de Porto Seguro e super recomendo a sua dica Abreu. Compensa da a volta por Itabuna. Fiz o percurso q vc recomendou. Conheci algumas pessoas la que na volta seguiram o seu conselho. VALEU MUITO OBRIGADO PELA ATENÇÃO.

  94. Olá Abreu,
    Moro em Brasília. E viajo sempre de carro para Leme do Prado-MG, para visitar minha família. Dia 08/01 vamos (eu, marido e filho de 4 anos) para Porto Seguro. Estava muito tentada a ir por MG, mas após ler seus comentários, seguirei as dicas e passarei pela rota da BA (Brasília-Rosário-Trevo da BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Ipatinga-Itororó-Floresta Azul-Itabuna-Porto). Quero agradecer sua contribuição e parabenizá-lo pelo blog, pois busquei informações sobre a situação das rodovias, aqui encontrei informações precisas e muitas dicas. Pretendo dar um feedback quando chegarmos, para ajudar também, da mesma forma como fui beneficiada. Abs

    1. Olá, Márcia. Obrigado por suas palavras carinhosas, que são um importante incentivo para nós. Faça uma excelente viagem e nos conte depois como foi.
      Um grande abraço.
      Abreu

  95. Estou de partida de Brasília a Porto Seguro dia 04/01/2016, e fiz o seguinte roteiro:

    Brasília – Formosa = 79 KM
    Formosa – Rosário = 252 KM
    Rosário – BR349 = 18 KM, entra a direita no balão.
    BR349 – Correntina = 182 KM
    Correntina – Bom Jesus da Lapa = 144 KM
    Bom Jesus da Lapa – Brumado = 243 KM
    Brumado – Vitória da Conquista = 139 KM
    Vitória da Conquista – Itambé = 55 KM
    Itambé – Itapetinga (evitar o mico de ir para Potiranguá) = 45 KM
    Itapetinga – Itabuna = 142 KM
    Itabuna – BR101 – Eunápolis = 215 KM
    Eunápolis – Porto Seguro = 64 KM

    Gostaria de saber se este e o melhor roteiro para a minha viajem e se tem algum trecho deste caminho que exige maior cuidado, seja por buracos ou auto índice de acidente, Melhores locais para abastecimentos e pernoite.

    Desde já agradeço pelas dicas.

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo de volta: você esteve por aqui no dia 10.10.2016, avisando sobre essa viagem que agora você vai fazer. Vai fazer, não: está fazendo, porque planejar já é uma forma de viajar. O roteiro está correto e tem nosso total apoio – é o roteiro que recomendamos para esse destino. Você o detalhou, enriqueceu e incluiu as distâncias parciais, numa bela contribuição ao blog e a todos os sputniks que se deslocam de Brasília para Porto Seguro. A recomendação do blog para o abastecimento também é padrão: abastecer a cada 200/250 km, para poder fazer alongamentos regularmente para relaxar a musculatura da coluna e também para não deixar o tanque de combustível ficar abaixo da metade. Essa é uma medida importante, pois, embora raro, não é impossível encontrarmos por esses Brasis postos de combustíveis sem energia, sem funcionamento da maquininha de cartão ou mesmo sem combustível. Quanto ao asfalto, algum cuidado se exige no trecho entre Correntina e Santa Maria da Vitória, mas nada que atrapalhe a viagem. E o pernoite padrão é em Vitória da Conquista. Se a viagem atrasar, por algum motivo, as alternativas são Brumado e Bom Jesus da Lapa. Em qualquer dos casos, você chegará a Porto Seguro no dia seguinte à tarde. Não deixe de dar uma olhada também em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br.
      Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigado Abreu… Vou voltar aqui para comentar a viajem e colaborar com este site que tanto tem me ajudado.
        Abraços.

      2. Olá Sr. Abreu, a cada três anos faço exatamente o trajeto sugerido para o Sul da Bahia: Brasília-Formosa-Rosário-BR349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itabuna-BR101-Eunápolis-Porto Seguro. Minha dúvida: a dois anos atrás, a estrada entre Correntina e Bom Jesus da Lapa praticamente voltou a não existir…, tive vários inconvenientes, e isso porque estava em um 4X4. Agora vou estar em um carro baixo, e minha pergunta é justamente em relação a este trecho, como esta ele agora? Muito obrigado.

        1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo ao blog. Essa estrada ficou destruída – e descartada por este blog – até meados de junho de 2016, quando reapareceu recuperada e transitável. Em razão disso, temos orientado nossos sputniks a pegarem essa rota, se vão para Ilhéus e Porto Seguro. Para Salvador e o restante do Nordeste, a nossa recomendação ainda é a rota por Barreiras-Ibotirama-Itaberaba. A estrada está em boas condições, mesmo para carros baixos,cabendo alguma atenção especial entre Correntina e Santa Maria da Vitória, em função da ocorrência de alguns buracos esparsos naquele trecho.
          Um grande abraço.
          Abreu

  96. boa noite!!!
    estarei indo para Guaibim-BA dia 02/01/2017 e todos meus amigo indicou ir por barreiras mais com o relato do Claudio sobre os assalto entre Iaçu e Amargosa qual rota seria Ideal quando chega em itaberaba-Ba ??
    Desde ja agradeço !!!

    1. Olá, Fábio. Bem-vindo ao blog. A alternativa por Iaçu foi uma opção que sugerimos para encurtar o verdadeiro caminho. Lamentavelmente, essa questões de violência devem ser consideradas e evitadas. Em Itaberaba, siga direto para a BR 116, em Argoim. E na BR 116, pegar a direita até a entrada para Amargosa. Esse trecho de Iaçu se complicou porque a estrada foi melhorada, aumentou o fluxo de turistas, mas a Polícia Rodoviária Federal não atua ali.Resultado: os bandidos ladrões de galinha aparecem eventualmente.Já na BR 116, a PRF está lá, ativa e operante, para o bem o para o mal (nada velocidades acima dos limites da via, hein!!??). Se restarem dúvidas, retorne aqui: será um prazer ajudá-lo.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Olá Junior,

        Essa semana estarei indo de Brasilia / DF pra Guaibim / BA e gostaria de saber e o melhor trecho continua sendo Brasilia – Luis Eduardo – Barreiras – Ibotirama – Itaberaba – Laçu – Valença?

        agradeço desde já

        Andre

        1. Olá, André. Bem-vindo ao blog. Sim, a melhor rota é esta. Entretanto, há notícias recentes a respeito da ocorrências de assaltos esporádicos na área de Iaçu-BR 116, razão pela qual solicitamos que nossos sputniks (companheiros de viagem, em russo) que frequentam esse blog desçam de Itaberaba direto para Argoim, na BR 116 e daí sigam para Valença. Vamos continuar monitorando aquele trecho: se a onda passar, voltaremos a indicá-lo para quem vai para Guaibim ou Morro de São Paulo.
          Um grande abraço.
          Abreu

  97. Estou saindo de BSB – ILHEUS. As dicas do site foram muito valiosas para decidir qual o trajeto ideal. Só fiquei com uma dúvida , na volta qual indicação para pernoite?

    1. Olá, Júnior. Bem-vindo ao blog. Na volta, o alvo primeiro do pernoite será Bom Jesus da Lapa. Se a viagem atrasar, pernoite em Brumado. Se adiantar, pernoite em Correntina. As três cidades têm condição de hospedagem razoável, a depender do bolso de cada um, razão pela qual não costumamos indicar um hotel específico ou pousada. Temos certeza, entretanto, que, com diárias entre 30 e 300 reais, há pernoites para casal, casal com filho e até famílias grandes – com café da manhã. Em caso de dúvida, retorne: será um prazer ajudá-lo.
      Um grande abraço.
      Abreu

    1. Cheguei em Guaibim dia 13/12/2016 realmente a melhor opçao pra quem está saindo de Brasília/salvador sem dúvidas é 020 até Luiz Eduardo Magalhães/ Barreiras, tomem cuidado depois de Ibotirama, alguns trechos estão em reformas , então se pretendem chegar mais cedo se programe, pois o congestionamento vai te atrasar, no meu caso que vim para Guaibim, passei medo entre Iaçu, milagres e Amargosa( assalto), tente passar em comboio, eu passei com minha família, Quatro crianças e dois adultos atrás de um ônibus de viagem, por precaução, tem muito assaltantes de motos, hoje dia 20/12/2016 houve um assalto a carro forte próxima da cidade de Valença. Por isso muita atenção nesse trecho, estou pretendendo voltar pela BR 101 passar em Vitória Espírito Santo, e chegar até Manhuaçu, dar uma parada lá e seguir viagem por Belo horizonte até Brasília. Abraços pessoal e boa viagem, ps. Se vierem pra Guaibim o trecho Amargosa/Mutuípe/laje/101/Valença tá bom esse trecho.

      1. Olá, Cláudio. Bem-vindo ao blog e muito obrigado por suas preciosas informações. Vamos ter de rever essa passagem direta por Iaçu e de lá para Milagres e Amargosa. É uma forma eficaz de encurtar distâncias, mas com o retorno desse problema de assaltos na área (já passei apertos lá na questão da segurança, a cerca de 15 anos atrás – o que havia se normalizado), teremos de reorientar o pessoal que nos acompanha: a segurança aqui no blog vem antes de qualquer outra coisa. Conte para nós depois como foi a viagem de volta: aquela rota de Vitória para Manhuaçu é coisa para gente grande!!!
        Um grande abraço.
        Abreu

    2. Olá ! As dicas são valiosas. Parabéns pelo blog.

      Vou fazer o trecho Brasília -> Porto Seguro.
      Não vi nenhum comentário sobre p percurso que o GPS me indicou:
      Segue o percurso: Brasília->Paracatu->Três Marias->Curvelo->Diamantina->Diamantina->Araçuaí->Almenara->Itagimirim->Eunápolis->Porto Seguro.

      Pretendemos dormir e no dia seguinte seguir.

      Alguém teria algum comentário a fazer ? Alguma dica de hotel nos arredores ? Condição da estrada ?

      Desde já agradeço.

      1. Olá, Flávio. Bem-vindo ao blog. Infelizmente, temos de discordar do GPS, um importantíssimo instrumento para os viajantes do século 21: o software ainda não sabe se você passará por um shopping ou por uma favela dominada pelo PCC. E esse é o caso: a rota indicada por ele atravessa áreas desertas, sem estrutura, com asfalto péssimo, trechos de terra mal conservados e com alta ocorrência de assaltos, sem policiamento e sem condições de atendimento rápido pelos bombeiros ou SAMU em caso de adversidade. Como nossos sputniks (companheiros de viagem, em russo), que procuram o blog são pilotos sem grande experiência e conduzindo famílias, com cônjuge, crianças pequenas, bebês e, às vezes, idosos, nossa preocupação básica é com o conforto e a segurança deles, mesmo que, para isso, a distância seja maior. O trecho indicado pelo GPS é para homens jovens, fanáticos por emoções fortes e adrenalina e com veículos 4×4. Para o nosso público mais família, a indicação é a rota Brasília-Formosa-Rosário-BR349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga (evitar o mico de ir para Potiranguá)-Itabuna-BR101-Eunápolis-Porto Seguro. Pernoite em Vitória da Conquista (Hotel Katraca Palace, no trevo para Itabuna, Hotel Ibis, ali pertinho, ao lado do shopping e Pousada Conquista, um pouco mais longe). Se não der para chegar a Vitória da Conquista, pernoite em Brumado ou em Bom Jesus da Lapa. Não viajar à noite é vital para a segurança e lembrar-se de que, ao sair de Rosário para a BR 349, ganha-se uma hora, porque na Bahia não há horário de verão. Também recomendamos não deixar de ler nosso post “Manual de Sobrevivência em viagens de férias nas estradas brasileiras”, aqui mesmo no blog (www.expressaodaliberdade.com.br). Se tiver dúvidas, retorne. Será um prazer ajudá-lo a ir e vir com o máximo de segurança possível.
        Um forte abraço.
        Abreu

        1. Olá Abreu, por que é “mico” ir por Potiranguá que está mais ao sul (de quem vai para Porto Seguro) do que Itabuna? Tem a ver com segurança? estrada ruin? o trecho mesmo sendo bam mais longo é mais rápido? obrigado pela contribuição sputinik

          1. Me perdoe…. entendi lendo os outros comentários mais aprofundados.
            Parabéns pelo blog….. megaútil…. vou para Porto Seguro amanhã as 03h saindo de GYN passando por BSB e depois toda esta sugestão de vcs.
            Quando voltar quero contribuir com esta materia e atualizá-la.
            Abs a todos.

          2. Olá, Rogério. Bem-vindo ao blog e esperarmos o seu retorno com novas notícias sobre o trecho. Pois é: o “mico” de Potiranguá já fez muitas vítimas entre nossos sputniks. É mais curto, mas é muito mais demorado e arriscado pelas condições do asfalto e do trecho deserto a percorrer. Faça uma boa viagem!
            Um grande abraço.
            Abreu

  98. Boa Tarde,
    Parabéns pelo excelente blog, vou seguir direitinho. Só que fiquei com dúvida no trajeto. Qual o motivo no caminho ir por ITORORÓ – FLORESTA AZUL – ITABUNA – ILHEUS – PORTO SEGURO. Parece que vou dá uma volta bem maior.
    Muirto obrigada

    1. Olá, Roxana. Bem-vinda ao blog. Realmente, você vai dar uma volta muito maior do que a distância oferecida por outros caminhos mais curtos. Alguns desses caminhos mais curtos são fartamente oferecidos pelos aparelhos de GPS, os mesmos que levaram há algum tempo a Fabiana Karla para uma favela dominada pelo tráfico e, mais recentemente, à morte de um italiano no Morro dos Prazeres no Rio de Janeiro. Um dia os GPS serão dotados de juízo e bom senso – nesse tempo os carros também não terão mais motoristas. Mas, por enquanto, ainda não têm esses atributos próprios da mente humana. A volta que nós sugerimos é importante para evitar dissabores, como estradas esburacadas, falta de estrutura, postos sem gasolina e riscos de assaltos. Você vai andar 120 km a mais, mas vai gastar pelo menos 4 horas a menos e sem se expor à violência de uma região deserta e abandonada pelos políticos. Pode acompanhar nossa orientação: você vai ser mais feliz. Faça uma maravilhosa viagem e volte aqui para nos contar como foi.
      Um grande abraço.
      Abreu

  99. Boa tarde Abreu.
    Muito boas as suas dicas no blog. Gostaria de uma atualização, se possível, sua ou de algum colega que puder compartilhar.
    Estou indo pela primeira vez de Brasília para Rio de Contas (próximo a Livramento de Nossa Senhora e Brumado). Vejo que as rotas indicadas são: BR-020 > 349 até correntina e sigo a BR 430 até Caetité OU uma rota mais longa saindo de Brasília e pegando a BR 251 > 365 até Montes Claros e chegando em Caetité pela BR – 122.
    Você conhece essas rotas? Poderia me indicar qual tem melhor condições de estrada? A primeira opção é mais curta do que a segunda. Mas em questão de rodovia, alguma delas apresenta trecho duplicado?
    Se puder me dar uma ajuda, serei muito grato.
    Obrigado desde já.

    1. Olá, Antônio. Bem-vindo ao blog e muito obrigado pela força que suas palavras dão para nós. A rota correta, nas condições atuais de conservação de asfalto, tráfego de caminhões e segurança é a Correntina-Caetité-Livramento de Nossa Senhora. Esqueça a rota por Montes Claros – no momento, está impraticável, por diversas razões. Não há duplicação nem pedágio na rota que recomendamos aqui. Mas o tráfego é tranquilo, embora as curvas e serras exijam um pouquinho mais de atenção. Vá em frente. Se ainda tiver dúvidas, pode retornar, que estaremos prontos a ajudá-lo.
      Um grande abraço.
      Abreu

  100. Olá, bom dia! Abreu, primeiramente quero parabenizá-lo pelo blog, pois procurando informações sobre a situação das rodovias no trajeto que preciso, aqui foi o único local onde encontrei algo. Sendo assim, peço-lhe a gentileza de me sugerir o melhor trajeto. Moro em MT e pretendemos ir a Ilhéus e em seguida Porto Seguro. Partindo de MT temos 3 percursos a partir da divisa de MT com outros estados: Brasília-Correntina-Vitória da Conquista-Itabuna-Ilhéus; Uberlândia-Belo Horizonte-Governador Valadares-Teófilo Ottoni-Teixeira de Freitas-Itamaraju; Uberlândia-Patrocínio-Montes Claros-Vitória da Conquista-Itabuna. No nosso caso iremos em 3 famílias, com 3 carros.Nossa intenção é irmos por Correntina, onde já passamos uma vez, mas ficamos com dúvida devido à notícias de que a estrada estava péssima. É verídico o fato de que a mesma foi recuperada? Podemos ir sem receios? Desde já agradeço sua valiosa atenção!

    1. Olá, Valéria.Bem-vinda ao blog e obrigado por suas palavras carinhosas. Dadas as atuais condições de conservação do asfalto, estrutura de apoio, policiamento, tráfego de caminhões e segurança, este blog tem recomendado fortemente que os nossos sputniks (companheiros de viagem, em russo) que se destinam ao sul da Bahia, particularmente a Ilhéus e Porto Seguro, optem pela rota Brasília-Rosário-Correntina-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Itabuna-Ilheus. Esqueçam, por enquanto, as outras rotas, tanto por Governador Valadares, quanto por Montes Claros. Se restarem dúvidas, por favor, Valéria, volte aqui para podermos acrescentar informações e dirimir dúvidas. A propósito, você não nos disse de onde está partindo, mas nós temos algum know-how com nossos irmãos matogrossenses que demandam a Bahia. Veja isso esses casos que transcrevemos abaixo. Claro que parte das informações está defasada pelo tempo, mas nossa orientação acima, que estamos passando para você, são atualíssimas. Pode vir com a gente. Veja isso:

      Abreu
      expressaodaliberdade.com.brx
      er.abreu@terra.com.br
      177.145.26.8
      Enviado em 13/10/2015 as 22:34 | Em resposta a Mauro Alves.
      Olá, Mauro. Bem-vindo ao blog e desculpe a demora da resposta. De Brasília a Lençóis a situação das estradas está boa. Claro que, em termos de estradas do Nordeste, “boa” significa apenas “boa”, e não “excelente”, “magnífica”, “coisa de primeiro mundo”. Nos 1.060 km de Brasília até Lençóis, pode-se conseguir uma boa média de 100 km/h sem maiores riscos. Lembramos a necessidade de usar o Anel Rodoviário de Barreiras (a passagem por dentro da cidade voltou a ficar complicada) e de não deixar de dar uma paradinha e abastecer a cada 200/250 km no trecho, para evitar surpresas desagradáveis, como falta de energia para tocar as bombas, falta de energia para usar o cartão de crédito ou simples falta de combustível no posto. Isso é muito eventual, mas se você estiver de tanque quase vazio, vira um drama. Outra coisa importantíssima: nada de passar por Correntina-Santa Maria da Vitória-Ibotirama: a estrada está em ruínas. O caminho é BR020-BR242 até a Chapada Diamantina. A propósito, ajudamos um grupo daí do Mato Grosso a fazer esse trajeto em 2011. Veja o relato final deles:
      “Alex Cuyabano

      06/01/2011 as 10:03 Editar
      Caro Senhor Abreu,
      Graças a sua bondosa colaboração chegamos (11 carros)10 familias, todos com segurança a Ilhéus-BA. De Cáceres-MT á Ilhéus-BA, via br 020\349, a rodovia 349 está em ótimas condições (raríssimos buracos do posto rosário a Correntina-BA), BR 430, 030, BA 262 (nesse trecho)ESTÃO EM EXCELENTES CONDIÇÕES. Pode-se ir sem medo nessas estradas que estão mto boas e com pouco movimento, raros caminhões. Ok.
      abaixo cada chefe de familia lhe manda uma prece:
      1- Alex Cuyabano
      2- Ricardo Curvo
      3- Luis Mário Curvo
      4- Junior Guedes
      5- Kleidson Santana
      6- Cesare Pastorello
      7- Uca Garcia
      8- Weber Balhester
      9- Plinio Samaclay
      10- Rodrigo Mancuso
      Abraços.”

      Como você pode ver, há mais gente aí no Mato Grosso com essa coragem que vocês têm de cruzar esse Brasilzão. Pena que, naquela época, a situação era outra e a rota por Correntina era maravilhosa: um tapetão reto e plano de 181 km, sem um buraco. Já cheguei a algumas velocidades inconfessáveis ali. Hoje está tudo destruído. Só recomendamos a rota para quem tem algo ou alguém a ver nas cidades da região.
      Então, vá em frente. Um pouco antes da viagem, dê uma passada por aqui e nos consulte. Pode ser que haja alguma mudança, para o bem ou para o mal. E depois de retornar à sua Cuiabá, faça um relato da viagem para nós. Vai bombar!
      Ah, você chegou até nós pelo post “Manual de sobrevivência em viagens de férias pelas rodovias brasileiras”. Este post está localizado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde há outros posts que podem interessá-lo, a saber, “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília – Salvador Memória”, “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília – Salvador” e “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Salvador-Natal”. Dê uma olhada lá, OK, Mauro?
      Um forte abraço.
      Abreu

      RODOVIAS BRASILEIRAS: Manual de Sobrevivência em Viagens de Férias nas Rodovias Brasileiras
      58 Ver Post
      Selecionar comentário Abreu
      expressaodaliberdade.com.brx
      er.abreu@terra.com.br
      179.100.169.152
      Enviado em 08/11/2014 as 22:01 | Em resposta a arlei m jardim.
      Olá, Arlei. Bem-vindo ao blog. Às vezes nossos sputniks (companheiros de viagem, em russo) aparecem por aqui em busca de informações e acabam sendo incumbidos de buscá-las para nós. O problema está nas duas pontas de sua viagem, ou seja, Maragogi(AL) e Rondonópolis (MT). Lamentavelmente, só conheço o Mato Grosso de avião (que é a forma mais miserável de se conhecer qualquer lugar), com direito a Várzea Grande e Chapada dos Guimarães. Rondonópolis: trabalhei em Catalão(GO) com um colega de BB (Álvaro Cunha) que era natural daí. E nada mais conheço. Na outra ponta, Maragogi. Já fizemos 3(três) tentativas de descobrir a Maragogi Maravilha de que tanto falam e quebramos a cara todas as vezes. O que não significa nada: só descobrimos a verdadeira Salvador na 2 tentativa e Praia do Forte, aquele paraíso na terra, só foi encontrada por nós depois da OITAVA tentativa. Sem falar na Costa do Sauípe, que levou 14 tentativas até que abrisse seus véus para nós.
      Então, essa é a encomenda que o blog faz para você: quando concluir sua viagem, volte aqui, Arlei. E conte para nós como se vem de Rondonópolis até Goiânia e como é que se desvenda a mágica oculta de Maragogi.
      Já tivemos algumas famílias, vindo daí dessa região (Cáceres, Cuiabá, Rondonópolis) para Salvador, Aracaju etc, que passaram aqui pelo blog. Talvez você conheça algumas delas e possa entrar em contato para recolher-lhes a experiência. Vou colocar aqui em embaixo alguns comentários que essas famílias deixaram por aqui e os e-mails de alguns deles. Seria legal que você entrasse em contato com essas pessoas, explicando que obteve os e-mails aqui no blog e pedisse orientações sobre a viagem.
      ” Jean Barros
      jeanbar35@hotmail.com
      200.175.243.2
      Enviado em 16/12/2011 as 13:34
      Abreu,

      Parabéns e obrigado pelas informações minuciosas postadas no seu blog…

      Pelo visto já auxiliou diversos aventureiros e, com certeza,vai ajudar muitos outros… inclusive a mim.

      Olha, estou indo de Cuiabá/MT a Aracaju/SE e gostaria de algumas dicas. Até Brasilia já conheço mas o resto da viajem nunca passei… ja pesquisei roteiro e ai seu blog foi muito importante…mas como não conheço o litoral baiano gostaria de dicas de lugares pra conhecer no trajeto Brasilia-Salvador e na Rodovia do Coco… onde devo ir …quais locais devo conhecer… e pelo que li você está expert nesse trajeto…

      Ah… só pra lembrar, vou de Frontier 4×2 com a familia, mulher e duas crianças (7 e 13 anos)”

      “Jean Barros
      jeanbar35@hotmail.com
      186.213.231.186
      Enviado em 07/12/2011 as 22:47
      Caro Abreu,

      Depois de tanto pesquisar descobri o seu blog e fiquei maravilhado com as minucias dos relatos sobre essa rodovia… parabéns pelo trabalho.

      Agora, estou saindo dia 29.12 de Cuiabá/MT com direção à Aracaju… pretendo passar 20 dias entre Salvador e Aracaju (estrada do Coco… peço sugestões de locais pra visitar e informações sobre o trajeto…

      Ah.. vou de Frontier 4×2, e com minha mulher e duas crianças (7 e 13)…

      Grato.

      Jean Barros”

      “Alex Cuyabano
      acuyabano@brturbo.com.br
      187.117.155.71
      Enviado em 06/01/2011 as 10:03
      Caro Senhor Abreu,

      Graças a sua bondosa colaboração chegamos (11 carros)10 familias, todos com segurança a Ilhéus-BA. De Cáceres-MT á Ilhéus-BA, via br 020\349, a rodovia 349 está em ótimas condições (raríssimos buracos do posto rosário a Correntina-BA), BR 430, 030, BA 262 (nesse trecho)ESTÃO EM EXCELENTES CONDIÇÕES. Pode-se ir sem medo nessas estradas que estão mto boas e com pouco movimento, raros caminhões. Ok.

      abaixo cada chefe de familia lhe manda uma prece:

      1- Alex Cuyabano
      2- Ricardo Curvo
      3- Luis Mário Curvo
      4- Junior Guedes
      5- Kleidson Santana
      6- Cesare Pastorello
      7- Uca Garcia
      8- Weber Balhester
      9- Plinio Samaclay
      10- Rodrigo Mancuso

      Abraços.

      “Alex Cuyabano
      acuyabano@brturbo.com.br
      201.49.164.123
      Enviado em 17/11/2010 as 10:44
      Bom dia Sr. Abreu,

      Preciso externar a imensa gratidão ao senhor por esse despreendimento em praticar o bem, num trabalho que sem duvida garante vidas e já protegeu diversas familias. Deus o ilumine e toda vossa familia. Poderia me orientar acerca de uma viagem que farei com minha familia e mais 9 amigos com suas respectivas familias, de Cáceres-MT (Pantanal Matogrossense) x Ilhéus-BA. Gostaria se possivel das seguintes informações:

      1- trecho da Br 070 entre itaguari-GO X Cocalzinho de goias-GO.

      2- Posto Rosário divisa GO/BA, até a Ilhéus-BA, acerca das condições de trafegabilidad (br 020, 349 … )

      Desde já agradeço qualquer iniciativa. Cordial abraç”

      “Alex Cuyabano
      acuyabano@brturbo.com.br
      187.117.155.71
      Enviado em 06/01/2011 as 10:03
      Caro Senhor Abreu,

      Graças a sua bondosa colaboração chegamos (11 carros)10 familias, todos com segurança a Ilhéus-BA. De Cáceres-MT á Ilhéus-BA, via br 020\349, a rodovia 349 está em ótimas condições (raríssimos buracos do posto rosário a Correntina-BA), BR 430, 030, BA 262 (nesse trecho)ESTÃO EM EXCELENTES CONDIÇÕES. Pode-se ir sem medo nessas estradas que estão mto boas e com pouco movimento, raros caminhões. Ok.

      abaixo cada chefe de familia lhe manda uma prece:

      1- Alex Cuyabano
      2- Ricardo Curvo
      3- Luis Mário Curvo
      4- Junior Guedes
      5- Kleidson Santana
      6- Cesare Pastorello
      7- Uca Garcia
      8- Weber Balhester
      9- Plinio Samaclay
      10- Rodrigo Mancuso

      Abraços.”

      Aí está sua missão, Arlei. Retorne com essas informações que nós e tantos outros sputniks daí do Mato Grosso tanto necessitam.
      Um grande abraço.
      Abreu

      Brasília-Salvador Memória
      1.032 Ver Post
      Selecionar comentário Alex Cuyabano
      acuyabano@brturbo.com.br
      187.117.155.71
      Enviado em 06/01/2011 as 10:03
      Caro Senhor Abreu,

      Graças a sua bondosa colaboração chegamos (11 carros)10 familias, todos com segurança a Ilhéus-BA. De Cáceres-MT á Ilhéus-BA, via br 020\349, a rodovia 349 está em ótimas condições (raríssimos buracos do posto rosário a Correntina-BA), BR 430, 030, BA 262 (nesse trecho)ESTÃO EM EXCELENTES CONDIÇÕES. Pode-se ir sem medo nessas estradas que estão mto boas e com pouco movimento, raros caminhões. Ok.

      abaixo cada chefe de familia lhe manda uma prece:

      1- Alex Cuyabano
      2- Ricardo Curvo
      3- Luis Mário Curvo
      4- Junior Guedes
      5- Kleidson Santana
      6- Cesare Pastorello
      7- Uca Garcia
      8- Weber Balhester
      9- Plinio Samaclay
      10- Rodrigo Mancuso

      Abraços.

      Brasília-Salvador Memória
      1.032 Ver Post
      Selecionar comentário Abreu
      expressaodaliberdade.com.brx
      er.abreu@terra.com.br
      189.98.254.46
      Enviado em 24/11/2010 as 23:50
      Caro Alex Cuyabano,
      Vocês são heróis, hein? De Cáceres para Ilhéus é uma epopéia!!! E eu gostaria de ser o décimo sputinik aí!
      Vamos lá: achamos que a rota de Itaguari-Cocalzinho, objeto de sua dúvida, merece alguns reparos. Esse pequeno trajeto de Itaguari pode ter(as coisas rodoviárias estão mudando muito rápido) ainda um pedaço de 20 km de terra até chegar à BR153. Primeiro: nós lhe recomendaríamos andar mais 19 km para o norte até Itaguaru e daí ir pegar a BR153, um pouco antes de Jaraguá.
      Segundo: apesar da rota por Cocalzinho ser mais curta, há alguns anos temos evitado passar pela BR070 para ir de Brasília a Pirenópolis via Águas Lindas-Cocalzinho. Motivo: buracos e segurança (assaltos,sequestros, bloqueios, etc). Temos um amigo policial naquela área. O ideal é descer de Pirenópolis para sul, até Abadiânia(estrada jóia, bem sinalizada, quase sem tráfego) e daí chegar a Brasília(estrada duplicada).
      Daí para a frente, é só alegria: BR020 até Rosário(bom restaurante, dificuldade eventuais com cartão de crédito e só pega celular da Vivo). De Rosário para o Norte, 18 km depois, à direita, e você estará na BR349.
      Essa estrada, que estava fortemente danificada entre Santa Maria da Vitória e Bom Jesus da Lapa e entre Caetité e Anagé, já está recuperada, de modo que não há motivo de preocupação. Será uma chegada triunfal a Ilhéus.
      Em Ilhéus, se houver oportunidade, leve meu abraço ao Peter, o alemão da maravilhosa pousada Eden Village, dono de uma fazenda enorme na Austrália que está sendo destruida por bilhões de buracos de coelhos que eles importaram para controlar uma praga local.
      E tome um chope por nós no Vesúvio.
      Um abração, boa viagem e dê notícias.
      Abreu

      Rejeitar | Responder | Edição rápida | Editar | Spam | Lixeira
      Brasília-Salvador Memória
      1.032 Ver Post
      Selecionar comentário Alex Cuyabano
      acuyabano@brturbo.com.br
      201.49.164.123
      Enviado em 17/11/2010 as 10:44
      Bom dia Sr. Abreu,

      Preciso externar a imensa gratidão ao senhor por esse despreendimento em praticar o bem, num trabalho que sem duvida garante vidas e já protegeu diversas familias. Deus o ilumine e toda vossa familia. Poderia me orientar acerca de uma viagem que farei com minha familia e mais 9 amigos com suas respectivas familias, de Cáceres-MT (Pantanal Matogrossense) x Ilhéus-BA. Gostaria se possivel das seguintes informações:

      1- trecho da Br 070 entre itaguari-GO X Cocalzinho de goias-GO.

      2- Posto Rosário divisa GO/BA, até a Ilhéus-BA, acerca das condições de trafegabilidad (br 020, 349 … )

      Desde já agradeço qualquer iniciativa. Cordial abraço.”

    2. Obrigada novamente! Seguindo suas recomendações, iremos por Correntina. Somos de Tangará da Serra-MT, 240 km da capital Cuiabá. De nossa cidade a Ilhéus, distância aproximada de 2.700 km. Saberia me informar, a partir da divisa de MT com GO (Barra do Garças/Aragarças) qual o melhor trajeto até Brasília?

  101. Boa noite a todos!!
    Abreu? Vejo que vc é uma das pessoa bem informada nesse blog. Estou usando ele pela primeira vez, e estou vendo que é uma bela ferramenta. As dicas são interessantíssimas, muito boas.
    Já fiz várias vezes essa viajem para o nordeste, em especial para João Pessoa na década de 80. Alguns trechos eram péssimos!.
    Minha última ida de carro para foi em janeiro de 2002 e elas continuavam ruim, poucas melhoras.
    Hj vejo falar que melhoraram bastante. Aqui mesmo no blog vejo esse comentário. Já li que tem trecho já pedageado.
    Amigos? Estou pretendendo fazer esta viagem agora em dezembro, depois do Natal. e pelo que li no blog, o melhor trajeto é Brasília-Barreira-Ibotirama-Seabra-Itaberaba-Ipirá-Feira de Santana-Salvador, seguindo a linha verde até J.Pessoa, certo?
    Agradeço a todos .

    1. Olá, Bicho. Bem-vindo ao blog. Obrigado por suas palavras de estímulo. Realmente, você está certo: o percurso mais adequado atualmente para João Pessoa é o que você mencionou. Só há necessidade de um pouquinho adicional de atenção no trecho entre Ipirá e a BR 116, principalmente nos últimos 50 km, que começam no trevo para a cidade de Serra Negra. No mais, é só alegria. Não deixe de dar uma olhada também em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas estradas brasileiras”, e também, claro, o nosso post “Brasília-Salvador-Natal”, aqui mesmo em nosso site (www.expressaodaliberdade.com.br). Faça uma boa viagem e conte depois para nós como foi.
      Um grande abraço.
      Abreu

  102. Olá Abreu, vou para Porto Seguro no dia 13/12 e até ontem estava decidido seguir esse percurso que vocês indicam(brasilia-rosário-brumado, vitoria da conquista), mas depois do ultimo comentário da Lívia que sugere ir por Itabuna, ai fiquei na dúvida entre esse trajeto e ir por Minas Gerais. Mesmo ficando quase 200km a mais porque ainda prefere ir pela Bahia?
    Obrigado

    1. Olá, Marçal. Bem-vindo ao blog. O problema da rota por Montes Claros é a condição do asfalto entre Montes Claros e Salinas – que está horrível, com aquelas pessoas ao lado dos buracos fazendo de conta que estão tapando com terra e pedindo dinheiro – e o tráfego pesado de caminhões, o que obriga o motorista a fazer baixíssimas velocidades médias entre Montes Claros e Vitória da Conquista. Por outro lado, a rota por Correntina não é mais longa: ela é na verdade 65 km mais curta do que por Montes Claros. Isso porque qualquer das rotas que aconselhamos aqui no blog passa necessariamente por Vitória da Conquista. Qualquer outro trajeto de Brasília para Porto Seguro que não passe por Vitória da Conquista é problema com certeza. Às vezes o GPS indica trajetos curtos e tentadores, que terminam em trechos ermos, de estradas de terra ou de asfalto totalmente destruídos, sem estrutura hoteleira ou de restaurantes, sem banheiros decentes, sem policiamento e com frequentes ocorrências de assalto a mão armada. Veja a a alternativa de ir por Almenara, por exemplo. Como nosso blog especializou-se em ajudar famílias viajando com idosos e crianças, em veículos modestos, normalmente 1.0 e com motoristas sem muita experiência, não podemos levar essas pessoas para curtirem essas “emoções fortes”. Então, o nosso menu fica assim: Brasília-Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista, com 1.110 km e cerca de 50 km destruídos logo após Montes Claros, ou então Brasília-Rosário-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista, com 1.045 km. Daí em diante, a rota comum às duas alternativas é Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itabuna (fugir de Potiranguá como o diabo foge da cruz!) e de Itabuna pela BR 101 até Eunápolis e Porto Seguro. Claro que os velhos lobos de rodovia, com veículos adequados, com tração nas quatro rodas, com tripulação de homens solteiros e muita adrenalina adoram essas aventuras. Mas nós trabalhamos aqui para que as famílias que nos procuram partam, curtam suas férias e voltem em paz e segurança. Claro que há outras alternativas, também já estudadas aqui no blog, como descer para o Rio ou para Guarapari e subir pela BR 101. Essas hipóteses, entretanto, como narramos aqui mesmo em outro lugar, tem mil outros inconvenientes. Esperamos haver esclarecido a você e – melhor – que tenhamos convencido você a seguir nossas sugestões. Ir e voltar sem sustos pode parecer sem graça, mas é bom! Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer continuar conversando com você e buscando os melhores caminhos para aquela região.
      Um grande abraço.
      Abreu

  103. Semana passada fizemos o trajeto Brasília-Arraial D’Ajuda. A BR-349 está boa, mas em alguns trechos o carro trepida um pouco. Quando chega em Santa Maria da Vitória tem um pequeno desvio. Dormimos em Vitória da Conquista no hotel chamado Conquista Palace Hotel. A diária custa R$ 200,00. O moço do hotel imprimiu um mapa para a gente e falou para ir por Potiraguá, que diminuía 100 km de viagem e ele disse que tinha buracos mas era transitável. Em Potiraguá pegamos a estrada para a BR-101 que passa em Itajimirim, Eunápolis. São mais de 50 km de cratera até chegar na BR-101. Depois até Arraial D’Ajuda foi tranquilo. Na volta viemos por Itabuna, dormimos em Bom Jesus da Lapa. Foi tranquilo, a pista estava boa, mas aumentou uns 100 a 200 km de viagem.

    1. Olá, Lívia. Bem-vinda ao blog. Muito obrigado por dar-se ao trabalho de vir ao blog fazer um relato de sua viagem. Você não tem ideia do quanto é importante esse tipo de atitude e o quanto enriquece a dinâmica das informações para os nossos milhares “sputniks” que se encontram na fase final de planejamento de suas viagens de férias de 2016. No caso particular do “mico” de cortar caminho por Potiraguá, é uma velha ladainha aqui do blog. Praticamente imploramos às pessoas para não cairem na tentação de economizar aqueles 120 km, porque, em alguns casos, chegar do outro lado com o veículo, os cartões de crédito e dinheiro é uma sorte grande, independentemente da buraqueira. E seu testemunho vem dar uma grande força para nossa ladainha!
      Mais uma vez, obrigado.
      Um forte abraço.
      Abreu

  104. Boa noite Abreu!
    Li o link que você recomendou para a Renata, http://www.expressaodaliberdade.com.br/rodovias-brasileiras-manual , e realmente está excelente, parabéns!
    Fazendo a leitura me surgiu uma dúvida sobre a questão dos abastecimentos. Na minha rota – Goiânia/Itacaré – Goiânia – Rosário – BR 349 – Correntina – Bom Jesus da Lapa – Caetité – Brumado –Vitória da Conquista – Itambé – Itapetinga – BR 415 – Itororó – Firmino Alves – Floresta Azul – Ibicaraí – Itabuna – Ilhéus – BA 001 – Itacaré – a recomendação é fazer o abastecimento a cada 200/250 Km. A partir de Rosário, não terei problemas em achar postos de gasolina confiáveis dentro desse trecho de a cada 200 Km? Alguma recomendação especial para o caso?
    Agradecida
    Karla

    1. Olá, Karla. Não haverá problemas, se você seguir as nossas orientações. Por exemplo, você deve sair de Goiânia com o tanque cheio. Após rodar os 220 km, abasteça no primeiro posto na entrada de Brasília. O seu próximo abastecimento deverá ser na cidade de Simolândia, a 270 km da capital federal. Apenas abasteça: o posto fica após a ponte que liga Alvorada do Norte a Simolândia, é da bandeira BR e estará à sua esquerda. Banheiros, lanches, conveniência deixe para fazer daí a 70 km, no posto Rosário, na cidade de Rosário, que é o melhor e mais bem estruturado ponto de apoio de toda a sua viagem. A partir daí, entre no ritmo de 200/250 km, que não vai haver problemas. Nossa recomendação de reabastecer a essa distância média é para o motorista poder fazer alongamentos, para poupar a coluna, bem como para manter o tanque sempre acima da metade, de tal forma que, em caso de postos sem combustível, falta de energia na cidade que impeça o funcionamento da bomba ou recusa de cartões para o pagamento, você tenha autonomia para mais 200 ou 300 km para procurar outro posto. Como você vê, é tudo muito simples e lógico e decorre de experiências desagradáveis que nós vivenciamos e tentamos evitar que outras pessoas vivenciem, OK?
      Um abração.
      Abreu

  105. Olá Abreu, encontramos seu site pesquisando informações sobre melhor roteiro Brasilia-Porto seguro, pois iremos dia 09/12/2016 com nossa filha de 3 anos. A melhor rota então seria:
    Brasília – correntina – Santa Maria da vitória – Bom Jesus da lapa – caetité – brumado – Vitória da Conquista – itambe – Itapetinga – itororó – Itabuna – BR-101 – Camacã – Eunapolis – Porto Seguro.
    Confere? Qual seria o horário ideal para sairmos? E onde você indica pernoitarmos? A diária começa às 14h do dia 10/12. Gostaríamos de ir atualizando vocês sobre as condições da estrada, como seria a melhor forma? Desde já agradeço a atenção.

    1. Olá, Renata. Bem-vinda ao blog. O seu “plano de voo” está correto. A hora de saída, dependendo de onde você more, deve ser tal que, ao nascer do sol, às 06h32min, você já esteja passando pelo Colorado, onde fica o km 01 da BR 020. Nós recomendamos que, no primeiro dia, o pernoite seja em Vitória da Conquista, num total de 1.058 km. Isso é possível sem precisar viajar à noite, porque, ao deixar o Centro-Oeste e entrar na Bahia, 11 km depois de Rosário, você ganha uma hora, porque na Bahia não há horário de verão. Em caso de atrasar-se, pernoite em Brumado, cerca de 100 km antes de Conquista. Em caso de atrasos maiores (crianças às vezes nos fazem incluir paradas não previstas ou andar a velocidades muito baixas), vá programando os pernoites cada vez mais atrás, em Caetité, ou, por fim, em Bom Jesus da Lapa. Em qualquer dessas alternativas, você terá condições de chegar a Porto Seguro no dia 10, por volta das 14 horas, horário para o check-in no hotel. Como você está levando um brasileirinho de 3 anos na viagem, não deixe de ler nosso “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. É um texto com muitas informações para famílias que viajam com crianças e também muitas orientações para uma viagem o mais confortável e segura possível. Para ler o manual, acesse http://www.expressaodaliberdade.com.br/rodovias-brasileiras-manual. Quanto aos relatos ao longo da viagem, aguarde que você saberá como fazê-los. Em caso de duvidas, retorne.
      Um grande abraço.
      Abreu

  106. Boa tarde Abreu!
    Viajo de Goiânia para Itacaré na segunda quinzena de dezembro, e fazendo a leitura de seus textos e os comentários, vi que você recomenda o seguinte trecho até Ilhéus: Brasília – Rosário – BR 349 – Correntina – Bom Jesus da Lapa – Caetité – Vitória da Conquista – Ilhéus. Considerando que o meu destino é Itacaré, qual seria a correção que você faria nesse trecho e se você ainda o recomenda como melhor opção. Gostaria também da sua opinião sobre qual cidade seria a melhor opção para pernoitar. Estamos em 02 famílias com 4 pessoas cada uma, entre adultos e crianças.
    Na oportunidade, quero lhe parabenizar pelo site, único que encontrei com sugestões pontuais e atualizadas.
    Aguardo a sua opinião.
    Agradecida.

    1. Olá, Karla. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras carinhosas e estimulantes. Quanto a Itacaré, não há nada a alterar em nossa rota proposta para Ilhéus. Chegando à cidade de Gabriela, Cravo e Canela, pegue a saída norte e apanhe a BA 001, que te levará a Itacaré, 60 km depois, por um caminho lindo à beira-mar. Quanto ao pernoite, normalmente recomendamos aos viajantes de Brasília tentarem chegar no primeiro dia a Vitória da Conquista. No seu caso, que sairá de Goiânia, esses 220 km adicionais de Goiânia a Brasília, mais a travessia da Capital Federal, nos levam a orientar nossos sputniks (companheiros de viagem, em russo) que por aqui passam a planejar o pernoite em Bom Jesus da Lapa, principalmente se houver crianças a bordo – que é o seu caso. Saindo de Goiânia ao nascer do sol, você deverá chegar a Bom Jesus da Lapa por volta de 16h, a tempo de conhecer a cidade, talvez visitar a própria gruta (Lapa do Bom Jesus), relaxar e dormir. Saindo no dia seguinte após o café da manhã, deverá chegar a Itacaré em torno das 13 horas, bem na hora em que se iniciará o check-in do hotel. Se a viagem se atrasar, pernoite em Santa Maria da Vitória. Se a viagem se adiantar, durma em Caetité. Mas não invente de viajar à noite naquelas estradas, certo?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa noite Abreu,
        Muitíssimo agradecida. Com as suas dicas poderei planejar a minha viagem com segurança e considerar os imprevistos. Darei um feedback quando retornar. Ah! E nada de viagens à noite 🙂
        Até breve.
        Karla

      2. Abreu, outra coisa. Estou jogando aqui no mapa o trajeto e está traçando a partir de Vitoria da Conquista – Jequié – BR 330 – Itacaré. Vi em um comentário do viajante Luciano que ele passou por Itapetinga pela BR 415 até Itacaré. Parece-me que esta é a melhor escolha, ou seja passando por Itapetinga – BR 415. O que acha?
        Então ficaria assim: Goiânia – Rosário – BR 349 – Correntina – Bom Jesus da Lapa – Caetité – Brumado – Vitória da Conquista – BR 415 – Itapetinga – Itabuna – Ilhéus – BA 101 – Itacaré.
        Estou correta?
        Agradecida,

        1. Olá, Karla. Sim, é quase isso. Essa foi a nossa recomendação objeto das Informações Atualizadas de 13.06.2016, postadas ao final do post – tanto para o post “RODOVIAS BRASILEIRAS : Brasília-Porto Seguro”, como para o post “RODOVIAS BRASILEIRAS : Brasília – Ilhéus”. Naquelas informações, indicamos o roteiro a partir de Vitória da Conquista: BR 263 até Itapetinga e daí pela BR 415 até Ilhéus, onde você pegará a BA 001 para Itacaré. Ou seja, a parte final do seu plano ficaria assim: Vitória da Conquista – Itambé – Itapetinga – BR 415 – Itororó – Firmino Alves – Floresta Azul – Ibicaraí – Itabuna – Ilhéus – BA 001 – Itacaré. São apenas pequenos ajustes, o plano geral está correto.
          Um grande abraço.
          Abreu

    1. Olá, Alex. Bem-vindo de volta. Você não vem aqui para buscar informações: você vem para dar aula de segurança e conforto em viagens rodoviárias nesse trajeto. Seu plano de viagem está irrepreensível, absolutamente correto, perfeito dentro das alternativas que você tem. Registramos apenas a necessidade de paciência nos primeiros 100 km entre Montes Claros e Salinas. No mais, é nosso aplauso, nosso respeito e nosso reconhecimento a um dos novos “lobos rodoviários” do Brasil. Boa viagem, Alex!
      Um grande abraço.
      Abreu

  107. Boa tarde,
    Estive em Porto Seguro entre 01/10 e 09/10. Sai de Brasilia e optei pela rota, Brasilia-Vitoria da Conquista-Potiragua-Porto Seguro.
    Me surpreendi com a estrada, pois achei que ela não estaria tão boa. Com exceção do trecho de 50km entre Potiragua(BA 274) e a Br 101 que apresenta muitos buracos e não aconselho passar por esse trecho durante a noite (Andando com cuidado gastei 1h para fazer esse percurso) o restante da estrada esta muito boa.
    Pernoitei em Vitoria da Conquista tanto na ida quanto no retorno para Brasilia.
    Como as informações deste me ajudaram bastante, compartilho essas informações…

    1. Olá, Jader. Bem-vindo ao blog. É sempre ótimo quando os nossos sputniks retornam aqui, para trazer novas e atuais informações sobre os roteiros. De fato, todas as informações trazidas até nós, através de relatos como o seu, são no sentido de que essa rota por Potiraguá é desaconselhável por causa do estado da estrada, da ausência de policiamento, da característica de atravessar áreas desertas e pela ocorrência de assaltos. Assim, como nossos leitores geralmente viajam com suas famílias, normalmente com crianças pequenas, temos orientado sistematicamente a esquecerem essa rota e ir direto a Itabuna, onde apanharão a BR 101 para Porto Seguro. Da mesma forma, constitui orientação permanente deste blog não se utilizarem rodovias brasileiras à noite – com exceção de algumas estradas paulistas -, uma vez que 82% dos acidentes rodoviários com mortes ocorrem no período noturno. Mais uma vez, obrigado pelas notícias fresquinhas trazidas por você.
      Um grande abraço.
      Abreu

  108. Vou para Porto Seguro em Janeiro de 2017, saindo de Brasília – DF é vi varias dicas aqui, gostaria de parabenizar e enaltecer o excelente site, creio que tem ajudado muita gente. E uma pena não conseguirmos informações das estradas através dos nossos governantes. Antes de definir a rota passarei por aqui para pegar informações fresquinhas.

    Parabéns e grande abraço.

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo ao blog e muito obrigado por suas carinhosas palavras. Elas constituem um importantíssimo feed-back para nós e um poderoso estímulo para continuarmos tentando ajudar as famílias brasileiras, dentro de nossas parcas possibilidades, a irem e voltarem em segurança de suas viagens de férias.
      Um grande abraço e aguardamos seu retorno.
      Abreu

  109. Olá Abreu!

    Primeiramente gostaria de parabenizar e agradecer por essa ideia. Pesquisei de várias formas e só encontrei informações úteis aqui.

    Vou para Itacaré-BA saindo de Brasília em agosto/2016. Li suas orientações a outros visitantes do site e decidi ir por MG pelo seguinte trajeto:

    Guará – Valparaíso – Luziânia – Cristalina – Paracatu – João Pinheiro – Lusilândia – Pirapora – Montes claros -Salinas – Divisa Alegre – V.da Conquista – Itambé – Itapetinga – Itabuna – Ilhéus – Itacaré

    Este trajeto está correto?

    Pretendo sair entre 4h e 4h30m com intenção de pernoitar em Vitória da Conquista. É possível chegar em Vitória da Conquista até às 19h saindo este horário às 4h30m?

    1. Olá, Carlos Eduardo. Bem-vindo ao blog. O seu roteiro está absolutamente correto. Você terá de fazer alguns descontos em seus cálculos para a viagem, em função das obras de duplicação da BR 040, que apresenta pontos de siga-pare entre Cristalina e Luislândia, além daquele trecho de 100 km entre Montes Claros e Salinas, que exige velocidade máxima de 50 km/h. Assim, dificilmente você chegará a Vitória da Conquista ainda de dia. E pegar a Rio-Bahia (BR 116, vulgo “a Matadeira”) à noite é absolutamente desaconselhável. Por outro lado, a divisão ficaria desequilibrada: 1100 km no primeiro dia e 270 no segundo. Por ser mais confortável, mais seguro e mais equilibrado, recomendo que a divisão seja de 861 km para o primeiro dia e 516 km no segundo, o que corresponde a pernoite em Salinas. Se você sair de Salinas às 05h00, deverá estar chegando a Itacaré por volta das 11 da manhã, momento inclusive mais apropriado para fazer check-in no hotel, se for o caso.
      Em caso de dúvidas, retorne. Será um prazer ajudá-lo.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Ótimo!

        Então vou pernoitar em Salinas. Tem alguma indicação de hotel?

        Só mais uma dúvida, considerando a existência momentânea dos pontos de siga-pare entre Cristalina e Luislândia, não é mais aconselhável ir por barreiras? Se sim, pode indicar o trajeto por favor?

        Obs.: Vou guardar o máximo de informações para compartilhar aqui no blog, mas responderei no post “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília – Ilheus”, já q o caminho é quase o mesmo.

        Muito obrigado! abç

        1. Olá, Carlos Eduardo. Não, não é mais aconselhável porque esses siga-pare talvez não tomem mais do que 15 ou 20 minutos (mais ou menos o tempo que você iria gastar para atravessar o Plano Piloto e pegar o km 01 da BR 020 lá no Colorado), enquanto a rota por Barreiras, mesmo encurtada pela BR 156 (Ibotirama-Oliveira de Brejinhos-Brumado-Vitória da Conquista) aumentaria a distância em cerca de 320 km, o que lhe tomaria cerca de 4 horas a mais.
          Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
          Abreu

          1. Entendi Abreu,

            Retornarei com informações ao blog assim q voltar de viagem.

            Muito obrigado mais uma vez! Abç

  110. Ola Amigo
    Primeiramente muito obrigado
    Pelas informações preciosas de seu blog.
    Estamos palnejando ir de salvador a brasilia no dia
    14/7. Se vc puder nos dar uma dica, qual o melhor caminho e local para estadia neste percurso? Vou com esposa e duas filhas adolescentes.
    Grato
    Cristiano

    1. Olá, Cristiano. Bem-vindo ao blog. Salvador-Brasília é uma rota das mais tranquilas entre as dezenas que são objeto desse blog. Não há dificuldades, Cristiano. Programe-se para sair de Salvador por volta do nascer do sol (entre 05h30 e 6h00). Por volta de 06h30min você estará pegando a BR 324 e às 08h estará em Feira de Santana. Ali, você pegará a BR 116 por 5 km e irá para Ipirá e daí para Itaberaba, entrada de Lençóis, Seabra, Ibotirama, Barreiras e Luís Eduardo Magalhães. Nossas recomendações: planeje dormir em Luís Eduardo Magalhães. Se a viagem se atrasar, durma em Barreiras. Quando faço essa rota, normalmente pernoito em Luís Eduardo Magalhães, no hotel Saint Louis (diária de casal na faixa de R$ 150,00). Se a viagem atrasa (acidentes, chuva, congestionamentos), durmo em Barreiras no Hotel Morubixaba, mesma faixa de preço). Onde quer que você pernoite, no dia seguinte vocêe estará em Brasília.
      Um grande abraço.
      Abreu

  111. Saudações! Primeiramente gostaria de parabenizar e agradecer por manter esse blog/site. Ideia maravilhosa. Pois bem, recebi informações, de uma pessoa conhecida , que o trecho Brasília – Ilhéus, passando por Correntina – Bom Jesus da Lapa – Caetité – Brumado, está em boas condições, exceto um trecho de 20 km entre Correntina e Santa Maria da Vitória que está ruim.
    Gostaria informações a respeito desse caminho, estou de partida para Ilhéus no dia 19/07/2016. Compensa mesmo seguir esse trajeto ou o mais certo é seguir por Luis Eduardo Magalhães – Barreiras.
    Abraço a todos e obrigado!

    1. Olá, Rocha. Obrigado por suas palavras de estímulo. Quanto ao trecho a que você se refere, aqui neste blog, somos radicais: esqueça aquele trecho! É um dos trechos mais destruídos da malha rodoviária brasileiras e, apesar da reunião de 14.12.2015, onde os prefeitos da região devolveram a estrada para o Ministério dos Transportes, com a possibilidade do impeachment da presidente Dilma não enxergo a mínima possibilidade de aquilo ser consertado antes de 2017. O trecho é deprimente, irritante, lento, perigoso, exasperante, arriscado, inseguro e destrutivo. Mas há quem goste, não é? Por outro lado, se você está indo para Ilhéus, nossa recomendação atual é a rota por Montes Claros. Está lá, tanto no post “Brasília-Ilhéus”, quanto no post “Brasília-Porto Seguro”. Basta ter um pouco de paciência para aguentar a velocidade máxima de 50 km/h nos primeiros 100 km de Montes Claros para Salinas. Mas vale a pena. Mas se você efetivamente precisar ir pela Bahia, via Barreiras, temos a alternativa de Brasília-Barreiras-Ibotirama-Oliveira de Brejinhos-Brumado-Vitória da Conquista-Ilhéus. Nessa opção, embora mais longa, a estrada está boa e não há necessidade de tanta paciência.
      Se precisar, retorne.
      Um grande abraço.
      Abreu

  112. Boa noite Abreu, estou indo a Floripa no dia 21.07.2016 saindo de Goiânia, gostaria que orientasse na rota que devo seguir..Obrigado

  113. Boa tarde!

    Adorei o site!
    Essa troca de experiências é muito importante e achei super legal!!!
    Preciso da ajuda de vcs… Vou a Porto Seguro em julho/16 e gostaria de saber qual o melhor caminho saindo de Uberlândia.

    Um abraço!

  114. Abreu, boa noite! Com sua dicas fiz uma otima viajem saindo de Mineiros, Go passei o reveillon em Salvador e fui ate Recife! Fiquei 21 dias na estrada, e graças as suas dicas foi tudo perfeito! Mas agora estou eu aqui de novo pedindo suas dicas, vou ficar 10 dias em outubro em Porto Seguro, qual o melhor caminho?

    1. Olá, Alex. Bem-vindo de volta. Que bom que tudo correu de acordo com os seus planos. Quanto à ida a Porto Seguro, no momento a melhor rota é por Barreiras, Oliveira de Brejinhos, Santana do Livramento, Brumado, Vitória da Conquista, Itabuna, Eunápolis, Porto Seguro. Isso porque a estrada por Montes Claros está bastante danificada e o trânsito de caminhões é exasperante. Como estamos em um ano eleitoral, dê um pulinho aqui quando estiver mais perto: quem sabe os políticos não consertem a rota mais curta?
      Um grande abraço.
      Abreu

        1. Olá, Alex. É isso mesmo. Qualquer outra tentativa de encurtar caminho, ganhar tempo ou levar vantagem – dada a situação atual das estradas que levam a Porto Seguro – é de alto risco. Mas, reitero, retorne aqui antes da viagem: algo pode mudar até lá, OK?
          Um abração.
          Abreu

          1. Olá, Alex. Bem-vindo de volta. Você é um estradeiro ativo e operante, hein?! Vamos lá, para analisar sua próxima empreitada. O percurso compreende a partida de Mineiros(GO) e chegada a Porto Seguro(BA). A primeira fase, talvez você conheça melhor do que eu. Estou falando do trecho Mineiros, Araguari, Patos de Minas até Luislãndia do Oeste (Pirapatos) na BR 040. Todo esse trecho do seu plano está correto, exceto quanto à sua decisão em Itumbiara. Ali, em vez de seguir pela BR 452 para Tupaciguara e Araguari, você deveria apanhar a BR 153 e descer até à BR 365, rodovia que vai levar você direto até Montes Claros (MG). Minha justificativa: quando passei por aí (meu post Rodovias Brasileiras: Brasília-Florianópolis trata disso) foi por causa dos cerca de 100 km de pista duplicada entre Itumbiara e Uberlândia. E pista dupla vale qualquer preço, quando se trata de cuidar do conforto e da segurança de nossa família. A partir daqui, eu deixo você seguir em frente sozinho até Salinas, de acordo com o seu plano – que está quase todo correto, lembrando para ter paciência no trecho de 100 km imediatamente após Montes Claros, por causa do estado do asfalto. Agora, na chegada a Salinas e à BR-116, temos que afinar as violas, porque, tanto o seu plano A, pela BR 040, quanto o plano B, por pela 452, terminam se juntando na beira do precipício. Em ambos os planos, a partir dali, todos os caminhos levam ao brejo. Já nos debruçamos em todas as possibilidades de Salinas para Porto Seguro, Alex. Todas as que são curtas são lentas, todas as que estão em bom estado, são perigosas, com alto índice de acidentes. Todas as que levam direto a Eunápolis, principalmente passando por Almenara, mesmo para veículos 4×4, são uma filial do inferno, com desconforto, trechos onde o asfalto desapareceu, buracos enormes e segmentos inteiros de estrada de terra. E a estrutura de suporte (postos, lanchonetes, restaurantes, postos da Polícia Rodoviária Federal) são precários ou inexistentes. E o risco de assaltos a cada dia deixa mais de ser risco para ser uma certeza. Assim, recomendo fortemente que você siga o roteiro proposto no post, que percorri no mês passado. Pegue a BR 116 após Salinas e suba até Vitória da Conquista e, de lá, pegue a BA 263 e depois a BA 130, passando por Itambé, Itapetinga (nem pense em descer para Potiranguá – a distância é a metade, mas dor de cabeça e o arrependimento são o triplo), Itororó, Ibicaraí e Itabuna, onde você pegará a BR 101 e descerá para Eunápolis e de lá para Porto Seguro. Chato este blogueiro, não? Mas tenho um orgulho muito grande de que as pessoas que por aqui passaram e seguiram nossas recomendações para suas viagens pelo Brasil – inclusive você – sempre foram e voltaram em paz e em segurança com suas famílias. Invistamos um pouco mais de tempo na nossa viagem, para não criarmos riscos altos e absolutamente desnecessários. Aliás, acho que estou chovendo no molhado: você já é um velho lobo rodoviário!
            Um grande abraço.
            Abreu

          2. Abreu, Bom dia!

            Muito obrigado mesmo pelas informações, desde minha ultima viagem que sai de Mineiros, Go e fui ate Recife em ferias, foram 22 dias em Janeiro/2016 de viagem e graças a seus conselhos eu e minha família fizemos uma viagem super segura. Em Julho/2016 descemos para Ubatuba-Sp que e bem pertinho daqui de Mineiros, GO. E Agora em Novembro vamos descer para Porto Seguro , BA 10 dias e depois ir para Morro de São Paulo, Ba mais 3 dias. Fiz o caminho que o senhor descreveu, se puder dar uma olhada no link do google maps, se for este, vou por ele mesmo. Muito obrigado mesmo, por desprender do seu tempo e nos ajudar aqui em seu site, e de muita ajuda!

            https://www.google.com.br/maps/dir/Mineiros+-+GO,+Brasil/Condominio+Miralva+-+Rua+Rio+de+Janeiro,+Porto+Seguro+-+BA/@-16.1002,-49.7719069,1403860m/data=!3m1!1e3!4m44!4m43!1m35!1m1!1s0x93632f6a9587e25f:0x10df2dfa6e1216b4!2m2!1d-52.5489206!2d-17.5624415!3m4!1m2!1d-48.5888355!2d-18.8643946!3s0x94a40d1089bc8487:0x3397498cc6e7dfe2!3m4!1m2!1d-48.5750166!2d-18.8661976!3s0x94a40d14e1824653:0xa8110580bc0ce926!3m4!1m2!1d-43.8933929!2d-16.7880161!3s0xab51631a5412f9:0x2f9f1890955044a1!3m4!1m2!1d-40.8684483!2d-14.9004656!3s0x74624af9ee4cd8d:0x62c3c1410d38210f!3m4!1m2!1d-40.0905527!2d-15.1902231!3s0x747fdbcfb1dac59:0x23afa72f6ff10c9d!3m4!1m2!1d-39.5925522!2d-14.8575687!3s0x738433459b5b623:0xe1ee483cd8d89ac!1m5!1m1!1s0x73694639d0e27d5:0x85be1f7dd61a152f!2m2!1d-39.0579418!2d-16.405774!3e0

          3. Olá, Alex. Sob a ótica de nossa filosofia de viagens, nossos cuidados e atenções, o roteiro está irrepreensível. Absolutamente nada que eu próprio não fizesse com minha família. Em suma, nada a acrescentar ou suprimir. Parabéns e boa viagem.
            Abreu

  115. Olá Abreu;
    Parabéns pelo site, estou entusiasmado com as dicas que encontrei aqui e comparando com alguns comentários de amigos que viajaram para Porto Seguro, Ilhéus e Salvador, vejo que o site é uma ferramenta valiosa para quem pretende viajar por essas bandas de carro, então mais uma vez, parabéns!!!
    Observei que o último período chuvoso causou diversos transtornos nas rotas antes recomendadas e que houveram algumas mudanças de recomendações (seja por trecho que encontrava-se em más condições, seja por rompimentos de pontes,…). Passado esse período, gostaria de saber informações sobre o que restou após isso tudo. Atualmente, qual seria a rota recomendada para uma viajem Brasília – Porto Seguro-BA?

  116. Estou indo no próximo fim de semana para Porto Seguro. Vou seguir as dicas de segurança e rotas que vi aqui , desde já agradeço pelo excelente trabalho prestado aos viajantes mais indecisos. Este é o caminho que vou seguir:
    Brasília-Porto Seguro” e “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasilia-Salvador”. Seria muito interessante você dar uma olhada lá, OK? Quanto à rota por Montes Claros, momentaneamente deixamos de indicá-la, uma vez que há uma ponte que rodou nas imediações de Francisco Sá. Como você disse, o percurso por Correntina está quase totalmente destruído entre a BR 020 e Caetité. Assim, nossa indicação no dia de hoje, para a viagem Brasília-Ilhéus, é Brasília-Barreiras-Ibotirama. Aos 79 km de Ibotirama, pegar a entrada à direita para Oliveira dos Brejinhos, na rodovia BA 156. Essa estrada foi recentemente reconstruída, exatamente quando o tráfego de caminhões para o porto de Ilhéus foi transferido para Salvador. Com isso, o trecho praticamente não tem movimento de caminhões e o asfalto está muito bom. De Oliveira dos Brejinhos, a rota é Boquira, Macaúbas, Caturama, Paramirim, Livramento de Nossa Senhora, Dom Basílio e Brumado. Havia um problema com uma ponte nesse último trecho, mas foi resolvido ontem. A partir daí, é chegar a Vitória da Conquista, Itapetinga, Itabuna e Ilhéus.

    1. Olá, Edilson. Bem-vindo ao blog. A rota é essa mesmo. Só me cabe lembrar a você para ir de Itapetinga para Itabuna e lá pegar a BR 101 para Eunápolis-Porto Seguro, sem cair na tentação de cortar caminho por Potiraguá. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

  117. Olá Abreu e intrépidos sputniks. Fiz minha viagem de volta de Porto Seguro – Brasilia no dia 30/01 para o 01/02. No dia 30/01, ainda em Porto, para não ficar cansativo, resolvi ir pra Guaibim, matar a saudade 12 anos depois. O caminho, é claro, BR 101 entrando à direita para Canavieiras rumo BA101: a charmosa e romântica rodovia (muita bem lembrada por você, Abreu) do cacau dos velhos tempos, do sensual Jorge Amado, dos “velhos marinheiros” e “Mar morto” o Bar Vesúvio , as praias do norte, os mirantes até Itacaré. Mas, infelizmente, não há mais romantismo na qualidade dos asfalto da BA 101. O trecho que vai de Camamu até Valencia inspira muito cuidado! Ao chegar em Guaibim, foi uma grata surpresa! Não seria possível ir a Morro de São Paulo. Pena que foi apenas 01 dia. A cidade continua combinando aspecto vilarejo (antiga vila de pescadores) com melhoramentos na estrutura de lazer/temporada/barracas de praia.Á noite, o agito é grande na orla e nas barracas com variadas opções de música ao vivo (MPB e pop rock ao arrocha). Presenciei uma interessante mistura entre moradores e turista, e, do policiamento, idem. Surpresa também quando soube do Restaurante da Mara que há 15 anos atrás conheci no centro de Valência (moqueca de camarão especial, pratos váriados e atendimento que se aproximam do restaurante da Dadá em Salvador!), e agora são 2, um de frente para praia, só em Guaibim: Qualidade e quantidade sem exploração – pois uns dos grandes problemas do turismo no Brasil (no que concerne a mentalidade empresarial) é de explorar o turista e não turismo.
    Bem, sai às 5h da manha de Guaibim sentido Nazare/Stº Antonio/Amargosa/Iaçu para Itaberaba na BR 242. Minha decepção se deu entre Stº de Jesus/Vazedo/Amargosa: trecho com buracos em curvas sinuosas, perigosas, serras, neblinas. Porém, parte do trecho de Amargosa passando pela BR 116 até Iaçu, um tapete e um cenário deslumbrante do iminente cenário da chapada diamantina. Bem, de Itaberaba a Brasília tudo tranquilo, sem surpresas.
    Grande abraço Abreu, para sua família e aos argonautas rumo ao paradisíaco litoral baiano.
    Daniel

  118. Boa tarde, Abreu!
    Parabens por sua bela iniciativa em orientar- nos, viajantes e aventureiros, por esse Brasil à fora!
    Estamos partindo para Peninsula de Marau,acima de Itacare, dia 14 proximo. Gostaria de saber se vc tem alguma informaçao de como estao as estradas pra essa regiao. Ate Itabuna ja esta resolvido. So me resta saber o restante do percurso…
    muito obrigada pela atençao!
    um abraço, Eliene

    1. Olá, Eliene. Bem-vinda ao blog. Se você diz que até Itabuna está resolvido, tudo está resolvido. A subida para Itacaré pela BA 001 está chique até o trevo para Maraú. A partir daí, é terra, é terra com charme. Afinal, os ricos não permitem que se asfalte aquele trecho, para que os pobres não cheguem ao Paraíso. Boa viagem. Dê notícias.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa noite, Sr. Abreu! ainda bem que os ricos nao sabem que os pobres sao bastante resistentes…nao sera uma estrada de terra que vai nos impedir de conhecer o paraiso! rs
        E pode deixar que darei noticias de nossa aventura sim!
        Um abraço,
        eliene

  119. Olá, Abreu!

    Sou nova por aqui e acho muito valioso o trabalho que você faz! Bem, estou indo no próximo sábado para Porto Seguro saindo de Brasília. Já havia lido o seu roteiro por Montes Claros, mas muitas pessoas tem me alertado para o trecho entre Montes Claros – Salinas e acabei ficando um pouco apreensiva. Por outro lado, muitas pessoas disseram que por Barreiras a viagem está mais tranquila e as estradas ótimas. sei que Correntina está inviável ,portanto, qual seria sua sugestão para esse trajeto, Brasília – Porto Seguro por Barreiras? Na verdade vou para o Monte Pascoal…

    Grata,
    Ana Paula.

    1. Olá, Ana Paula. Bem-vinda ao blog. Você está correta: aconteceram diversas coisas ultimamente com as estradas de Minas, o que nos levou a alterar nossa orientação de rota para Porto Seguro. Veja, por exemplo, a resposta que demos hoje ao Wanderley, que está indo de Brasília para Ilhéus:

      “Enviado em 01/02/2016 as 16:33 | Em resposta a Wanderley.
      Olá, Wanderley. Bem-vindo ao blog. Você chegou até nós pelo post “RODOVIAS BRASILEIRAS: Manual de sobrevivência em viagem de férias nas rodovias brasileiras”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br. No mesmo site, encontram-se outros posts que podem interessar a você, especialmente os “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Ilhéus”,”RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Porto Seguro” e “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasilia-Salvador”. Seria muito interessante você dar uma olhada lá, OK? Quanto à rota por Montes Claros, momentaneamente deixamos de indicá-la, uma vez que há uma ponte que rodou nas imediações de Francisco Sá. Como você disse, o percurso por Correntina está quase totalmente destruído entre a BR 020 e Caetité. Assim, nossa indicação no dia de hoje, para a viagem Brasília-Ilhéus, é Brasília-Barreiras-Ibotirama. Aos 79 km de Ibotirama, pegar a entrada à direita para Oliveira dos Brejinhos, na rodovia BA 156. Essa estrada foi recentemente reconstruída, exatamente quando o tráfego de caminhões para o porto de Ilhéus foi transferido para Salvador. Com isso, o trecho praticamente não tem movimento de caminhões e o asfalto está muito bom. De Oliveira dos Brejinhos, a rota é Boquira, Macaúbas, Caturama, Paramirim, Livramento de Nossa Senhora, Dom Basílio e Brumado. Havia um problema com uma ponte nesse último trecho, mas foi resolvido ontem. A partir daí, é chegar a Vitória da Conquista, Itapetinga, Itabuna e Ilhéus. Essas informações estão distribuídas nos posts que mencionei. Em caso de dúvida, retorne: teremos o maior prazer em ajudar você a ir e voltar bem.
      Um grande abraço.
      Abreu

      Como você vê, essa resposta serve também para você, que apenas deverá chegar a Itabuna e pegar a BR 101 à direita. Esse trajeto é cerca de 120 km mais longo do que por Montes Claros, mas incomparavelmente mais tranquilo. O Wanderley fez o comentário em nosso post “RODOVIAS BRASILEIRAS: Manual de sobrevivência em viagem de férias nas rodovias brasileiras”. Dê uma olhada lá também. Pode ser interessante. E reveja o próprio post “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Porto Seguro”, onde temos publicado avisos emergenciais sobre a rota indicada. Em caso de dúvidas, retorne.
      Um grande abraço.
      Abreu

  120. Ótimo Abreu,
    Quando chegar relatarei a experiência!
    Muitíssimo obrigado pelas informações!!!
    Grande abraço!

  121. Amigo Abreu,
    Parabéns, vc oferece informações valiosíssimas para quem está na estrada sem toda aquela experiência, Muito obrigado por prestar esse trabalho! Se puderes me ajudar, vai mais uma dúvida: Estarei voltando no próximo sábado de Porto Seguro , por volta de 8h da manhã para Brasília e vou seguir sua nova dica, passando por Vitória da Conquista, Brumado, … iBotirama. Minha dúvida é onde pernoitar neste trajeto. Vc tem alguma orientação à respeito?

    Obs.: a vinda por Montes Claros e Salinas foi bastante estressante. Além da quantidade de caminhões, a BR 116 entre essas duas cidades está bastante esburacada, talvez obra das recentes chuvas. Achei o trecho muito perigoso.

    1. Olá, Ronaldo. Bem-vindo ao blog e obrigado pela força que suas palavras dão para nós. Obrigado também pelo relato sobre sua vinda. Quanto ao retorno, não há maiores dificuldades. Você deve programar-se para pernoitar em Ibotirama, onde há razoáveis condições de hospedagem. Já pernoitei lá diversas vezes, inclusive com um filhote de dog alemão. Agora, um alerta geral: para quem está em Porto Seguro e precisa voltar para Brasília nos próximos dias, vale a pena ver nosso aviso emergencial no post “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Porto Seguro” e no post “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Ilhéus”, que transcrevemos abaixo.
      Faça uma boa viagem de volta!
      Um grande abraço.
      Abreu
      “AVISO EMERGENCIAL: A TODOS OS SPUTNIKS QUE SE ENCONTRAM NO LITORAL SUL DA BAHIA (ILHÉUS E PORTO SEGURO ESPECIALMENTE) E PLANEJAM VOLTAR A BRASÍLIA NOS PRÓXIMOS DIAS:

      No dia de hoje, 28 de janeiro de 2016, houve a ruptura da rodovia BR 251, em seu quilômetro 460, nas imediações de Francisco Sá, em Minas Gerais. Não há passagem para veículos pesados. Veículos leves poderão, através de uma manobra coordenada pelo DNIT, entrar na cidade e contornar parcialmente o problema. Veículos pesados terão de dar uma volta de 100 km. A pista ficará interditada por aproximadamente 10(dez) dias.
      Dado o desconforto, o estrago feito pelas chuvas nas estradas de Minas e o estresse decorrente de uma viagem de volta de férias (férias deveriam ser eternas), recomendamos aos nossos sputniks a retornarem pela rota mais longa (via Barreiras).
      Essa rota alternativa, que até aqui tínhamos sinalizado passar por Vitória da Conquista-Jequié-Iaçu-Itaberaba, com 300 km a mais do que por Montes Claros, agora tem uma possibilidade mais curta (120 km a mais do que por Montes Claros): trata-se de pegar a BR 030 em Vitória da Conquista para Anagé, Aracatu e Brumado. Em Brumado – ATENÇÃO – pegar a BA 156, à direita. Seguir em frente para Caetité e Bom Jesus da Lapa É MICO! Ao pegar a BA 156 em Brumado, o roteiro (asfalto chique) é Dom Basílio-Livramento de Nossa Senhora,-Caturama-Macaúbas-Oliveira dos Brejinhos-BR 242-Ibotirama. Atenção: mantenha-se na BA 156 até chegar à BR 242. Há algumas alternativas para Ibotirama saindo da BA 156 na altura de Oliveira dos Brejinhos: MICO. Saia na BR 242 e você estará a 70 km de Ibotirama. Pernoite em Ibotirama e chegue a Brasília no dia seguinte.

      Edimar Rodrigues de Abreu – 29.01.2016

      1. Amigo Abreu,
        A viagem de volta (Arraial D’ajuda – Brasília) foi bem mais tranquila pelo caminho indicado por você ( Itabuna, Vit.Conquista, Brumado, Livramento Nossa Senhora, Oliveira dos Brejinhos, Ibotirama (pernoite), Barreiras, Luís Eduardo, Brasília).
        Certamente passei no trecho onde houve o problema na ponte (entre Brumado e Livramento) antes do ocorrido, pois não tive de pegar nenhum desvio.
        Por este caminho andamos 100 km a mais do que na ida (quando fomos por Salinas e Montes Claros), mas o percurso é bem mais tranquilo, razão pela qual a viagem foi 3 horas mais rápida.
        Um grande abraço e mais uma vez agradeço e te parabenizo por este maravilhoso serviço que generosamente prestas aos “teus” sputniks!!!

        1. Que bom, Ronaldo. A propósito, publicamos o aviso abaixo hoje, no post:
          AVISO EMERGENCIAL – 31.01.2016

          A todos os sputniks que se encontram no sul da Bahia, especialmente em Porto Seguro e Ilhéus, e pretendem retornar a Brasília e Goiânia nos próximos dias:
          A ponte que havia sido interditada no dia 28, no trecho da BA 148 entre Brumado e Livramento de Nossa Senhora, já foi liberada, e o tráfego normalizado na rota.
          Durante a interdição, o fluxo foi desviado para dentro de uma propriedade particular, cujo proprietário cobrava R$ 20,00 por veículo. Problema superado.
          Assim, mantemos nossa indicação para retorno ao Planalto Central: Vitória da Conquista-Brumado-Livramento de Nossa Senhora-Oliveira dos Brejinhos-BR242- Ibotirama.

          Edimar Rodrigues de Abreu
          Um abração.
          Abreu

  122. Olá Abreu!!

    Cheguei até o blog através de uma pesquisa no Google e confesso ter sido a melhor consulta que eu fiz! Estou encantada e gostaria de deixar registrado a minha admiração e carinho pelo seu trabalho.
    Estou saindo de Brasília para Salvador na próxima semana e gostaria de umas dicas, li que o melhor percurso a percorrer é passando por Barreiras e por Luis Eduardo.
    Vamos sair de Brasília no final do dia, por volta das 19hs, qual a sua orientação de estrada, paradas, etc.

    Um forte abraço!
    Adriana

    1. Olá, Adriana. Bem-vinda ao blog. Muito obrigado por suas palavras carinhosas. Elas constituem nossa única remuneração por esse trabalho e o que nos estimula a continuar nele. Pena que você não disse o dia em que você sai de Brasília e quanto tempo você vai passar na Bahia. Vou explicar. Você chegou até nós pelo post “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Porto Seguro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde se encontram diversos posts sobre as estradas dessa região, entre eles, “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Ilhéus”, “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Salvador”, “RODOVIAS BRASILEIRAS:Brasília-Salvador-Natal” e, especialmente, “RODOVIAS BRASILEIRAS: Manual de sobrevivências em viagens de férias nas estradas brasileiras”. Se você der uma olhada nesses posts, verá que começamos a fazer esse trabalho porque ficamos horrorizados com a quantidade de famílias que se acidentavam e com o número de mortos nesses trechos, EM VIAGENS NOTURNAS. Decidimos agir e, sem que as pessoas percebam, fomos persuadindo nossos sputniks a guardarem um dinheirinho para a diaŕia do hotel ou da pousada, mas DIVIDIREM a viagem em etapas, PERNOITAREM, e viajarem DURANTE O DIA. Acabaram de sair as estatísticas das estradas de São Paulo (as únicas em relação às quais não temos restrições para viagens noturnas, porque são bem iluminadas, bem policiadas bem sinalizadas e com asfalto excelente). Pois bem: mesmo nelas, em 2015, 72% dos acidentes com mortes ocorreram à noite, entre 18h00 e 06h00. Nessas estradas que são objeto dos nossos posts, as estatísticas eram muito mais altas. Hoje, estão na faixa de 82%. Adriana, é muita coisa, é muita gente. Os argumentos das pessoas que “adoram viajar à noite” não resistem um minuto em uma discussão conosco. Temos absoluta certeza do que estamos dizendo: nessas estradas brasileiras, fora das estradas de São Paulo, viajar à noite é uma irresponsabilidade que só permitimos aos jovens, solteiros, que têm porte de arma, veteranos em rodovias e com carrões poderosos. Se é esse o seu caso, tudo bem. Vamos passar para você as informações de que você precisa. Mas, se não for o seu caso, ou seja, se você não é viajante super-experiente, se o seu carro não é um carrão turbinado, se você não tem porte de arma, se tem mais alguém com você a bordo, se a sua experiência em estradas brasileiras não é lá essa Brastemp e se você tem mais de 24 anos, eu lhe peço encarecidamente: NÃO VIAJE Á NOITE nesse trecho. Estamos aqui esperando que você volte ao blog: teremos o maior prazer do mundo em ajudar você a ir e voltar com a maior segurança e o maior conforto possível.
      Um abraço de irmão.
      Abreu

      1. Bom dia!

        Obrigada pela preocupação, vamos lá!

        Vamos sair de Brasília com destino a Salvador no dia 03/02 (a noite) e voltaremos para Brasília no dia 13/02 pela manhã.
        Somos 3 passageiros, todos acostumados a viajar de carro e principalmente à noite. Minha família mora em MG (Gov. Valadares) pego a 381 regularmente e na maioria das vezes a noite.
        Passei por Barreiras de carro há uns 3 anos atrás indo para Salvador, nesta ocasião conseguimos fazer a ida durante o dia, mas a volta não.
        A minha preocupação inicial é o estrago que as chuvas possam ter causado nas estradas neste mês de janeiro, outro ponto que eu queria destacar são as dicas dos melhores locais de parada.

        Abraços,
        Adriana

        1. Olá, Adriana. Senti firmeza. Então, vamos lá. É padrão nosso aqui no blog recomendarmos paradas rápidas entre 200 e 300 km, para reabastecimento, banheiro, alongamento e lanches, ao longo de toda essa viagem. Isso como forma de não se ficar com o tanque a menos da metade. Não é incomum nessas estradas faltar álcool ou gasolina, ou faltar eletricidade para funcionar a bomba ou pifar a telefonia e a máquina do cartão de crédito. Sempre com pelo menos meio tanque você estará prevenida contra eventualidades desse tipo. Assim, saindo abastecida de Brasília, você deverá fazer uma parada rápida em Simolândia, só para reabastecer. Essa cidade é gêmea com Alvorada do Norte, cada de um lado do Rio Corrente, a cerca de 250 km de Brasília. Indicamos Simolândia porque lá há um posto BR, uma das bandeiras confiáveis da rota. As outras bandeiras são a Shell e a Ipiranga. Ignore as restantes, principalmente as bandeiras genéricas: o risco de combustível adulterado é alto. O posto fica á sua esquerda, logo depois da travessia do rio. A parada seguinte é estratégica. Fica a 70 km de Simolândia, mas é o Posto Rosário. Esse posto é um dos excelentes pontos de apoio da rota, com bom restaurante, diversificada loja de conveniências e banheiros impecáveis. A seguir,como Rosário fica em cima da divisa GO/BA, vocẽ entrará em território baiano, onde não há horário de verão e você ganha uma hora. Lembre-se de que da divisa até a próxima parada são 290 km de total deserto, com trânsito praticamente nulo à noite. Se houve dúvida quanto a combustível ou necessidade de banheiro, a 130 km de Rosário você passará por dentro da cidade de Roda Velha. No final da cidade, a última construção urbana à direita é um posto BR razoavelmente bem-estruturado. Em Barreiras, abasteça em qualquer posto na entrada da cidade. Há diversos, inclusive um BR logo após o posto da Polícia Rodoviária Federal. Atenção ali: há uma indicação para Salvador à esquerda. Ela levará ao anel rodoviário. Evite-o e entre na cidade e a atravesse. À noite é mais rápido e seguro. Em Ibotirama, 200 km depois, você tem um posto Shell à sua direita, cerca de 300 metros depois de sair da ponte sobre o Rio São Francisco. Na saída da cidade, o último posto à esquerda é um BR, com boa estrutura de lanchonete e banheiros. Reabasteça de novo 200 km depois em Seabra. Há um excelente posto BR cerca de um quilômetros depois do final da cidade: é o melhor deles, com bons banheiros, conveniência e restaurante. Sua próxima parada será cerca de 200 km depois, em Itaberaba, no posto Santa Helena, de nível muito bom, semelhante ao posto Rosário. Dependendo da autonomia do seu veículo, poderá ser a última parada. Se houver necessidade, reabasteça na saída de Feira de Santana: há diversos postos bons ao longo da BR 324 até Salvador. Vamos agora aos detalhes da estrada propriamente dita. O pavimento é bom no estado de Goiás, até Rosário. A sinalização é deficiente em todo o percurso até Feira de Santana. Delimitações laterais e sinalização horizontal são precárias e olhos-de-gato são inexistentes na maior parte da rota até Feira. Também é necessária muito atenção, ao longo de todo o percurso, pela quantidade de animais na pista. Bovinos normalmente são colocados a pastar às margens da estrada amarrados. Raramente eles se soltam e vão para o leito da via. Mas já vimos ocorrer algumas vezes. O problema maior é a introdução das motos nas lides rurais naquela região (crianças dirigindo motos e quase todos sem capacete): com o uso da moto, as pessoas abandonaram seus jumentos. E eles andam em bandos pelas estradas, sendo atualmente um dos fatores principais de acidentes fatais noturnos na área. Toda essa área de Formosa até Barreiras está sob um regime de chuvas que é o maior dos últimos 36 anos. Possivelmente, você viajará sob chuvas fortes naquele trecho. Dê uma boa olhada no Climatempo antes de sair, OK? Quase na entrada de Luís Eduardo Magalhães – cerca de 70 metros antes -, as chuvas provocaram o desabamento de parte da via do lado esquerdo. Há trabalho de contenção pelo DNIT e, mesmo que vocês passem lá sob chuva, dificilmente haverá agravamento da situação e deverão passar tranquilos. A setenta km depois de Ibotirama, na subida da serra de saída do vale do São Francisco, há risco de assaltos à noite. Mas vocễs deverão passar por lá após o nascer do sol. Novas preocupações com o asfalto entre a entrada para Lençois e Itaberaba. Os buracos foram tapados, mas a população os reabre, para forçar a redução de velocidade dos veículos e pedir dinheiro. Esses buracos esparsos merecem atenção redobrada. De Itaberaba, não sei qual a opção de vocês: podem seguir em frente para Argoim e enfrentar os caminhões da Rio-Bahia (BR-116), ou seguir o roteiro por Ipirá, que é praticamente sem tráfego. Até Ipirá a estrada é nova e o asfalto muito bom. As chuvas entretanto já fizeram estragos no trecho entre Ipirá e Feira de Santana. São buracos rasos, quase como uma “esfoliação” do asfalto, mas exigem redução da velocidade. Em qualquer dos casos, vocês terminarão na BR 116 duplicada, a 5 km de Feira, onde pegarão a também duplicada BR 324 direto para Salvador. Na reta entre o posto Rosário e Luis Eduardo Magalhães, há duas tentações a serem evitadas. A primeira é a entrada para BR 349, a cerca de 11 km do posto. Essa é a estrada que levará a Correntina, que está destruída. A segunda é a entrada para São Desidério, na qual, além dos problemas de pavimento e de falta de cidades, há graves problemas de segurança. Então, não inventem moda: é do posto Rosário direto para Luís Eduardo e Barreiras, OK? A telefonia celular só tem sinal nas cidades onde vocês vão abastecer. Algumas operadoras estão ativas em algumas cidades, em outras não. A única que está em todas é a Vivo (no posto Rosário, por exemplo, só Vivo). Todas as subidas com terceira faixa em território goiano têm pardais para controle de velocidade e TODAS as cidadezinhas à margem da estrada também. Acho que era o máximo de ajuda que poderia oferecer para você, Adriana. Se me ocorrer mais alguma coisa, eu acrescentarei. E se ocorrerem mais dúvidas a você, pode voltar: será um prazer ajudá-la.
          Um grande abraço.
          Abreu

          1. Abreu, meu querido muito obrigada.
            Suas colocações foram muito importantes.
            Um forte abraço!