BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

dezembro 6, 2015 Abreu 675 comments

 

*******************************************************************************************************************************

Prezado Abreu,
Obrigado pela boa vontade e pelo serviço de sobrevivência nas nossas estradas dado pelo seu blog. Fui repórter-pesquisador do Guia 4 Rodas nos anos 70, sei o trabalho que dá atualizar as informações – o que dignifica ainda mais o seu blog.
Vou fazer Brasília-Trancoso (BA) e encontrei aqui informação essencial para eu planejar a viagem. Muito obrigado.

Comentário postado em 19/08/2017 as 13:41 por Alceu Simões Nader

*******************************************************************************************************************************

 

Maurício Coutinho dos Santos      

Olá Abreu!

Sou muito fã do seu blog,e quero parabenizar  pelo que você faz com tanto carinho para as pessoas que querem viajar com segurança nessas nossas rodovias tão ruins e mal sinalizadas. Posso garantir que são péssimas, pois as conheço a fundo: trabalho como caminhoneiro há 35 anos e sei que a pior coisa para um motorista é uma estrada desconhecida. Vejo que as dicas que você dá  são de suma importância, pois as mazelas das estradas, sem a devida malícia, podem nos levar à morte .

Mas, como motorista de caminhão que sou, também sou motorista de carro de passeio e faço minhas viagens de férias. E não há nada melhor,  antes de uma viagem, do que  saber como elas estão .

Por isso venho ao seu blog perguntar:  como estão as estradas de Brasília a Porto Seguro ?

Eu e minha família estaremos saindo de Goiânia dia 2 de janeiro de madrugada e queremos pernoitar em Vitória da Conquista .

Desde de já agradeço.

Adriana e Maurício.

Comentário postado em 19.12.2018, às 10:59 por Maurício Coutinho dos Santos

 

 

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

FATO RELEVANTE  – 08.04.2018 – 19h40min;

A alternativa Itapetinga-Potiraguá-BR 101 para quem vai para Porto Seguro já está em condições de uso, embora com algumas sinuosidades e operações tapa-buraco nos primeiros cinco quilômetros. Assim, depois de muitos anos mantendo a bandeira vermelha sobre aquele trecho, que encurta a viagem em 120 km, este blog levanta a bandeira verde para ele, lembrando a necessidade de manter a atenção maior no trecho que vai do trevo até Potiraguá, a partir de onde a estrada se torna      “um tapete”.  As informações que nos levaram a tirar a bandeira vermelha do trecho vieram de diversos sputniks, especialmente do Diego, que o percorreu no dia 06.04.2018  (anteontem) e fez seu relato hoje, publicado  na área de comentários. 

                                             Edimar Rodrigues de Abreu – A partir do relato do sputnik Diego, desta data)                                                                                        !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!                                                                

Resumo atualizado para as viagens de férias escolares  a partir de junho de 2019:

Todas as informações sobre estado das rodovias, estruturas de apoio, postos de combustíveis, lanchonetes, restaurantes, pernoites, estado de conservação do asfalto e segurança permanecem válidas, bem, como as orientações de não se utilizarem as transversais que unem a BR 349 e a BR 242 . 

(Edimar Rodrigues de Abreu – 22.06.2019)                                  

                                                                                                              

O espaço para comentários, dúvidas e consultas sobre esta matéria encontra-se ao final dela.  

 

BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

(Revisto e atualizado em 02.02.2018

(SEM BURACOS EM CORRENTINA: transcrevemos abaixo o comentário do Sergio que acabou de chegar ao blog. Depois ajeitaremos o post:

Sérgio Boa noite Abreu

No último dia 23.12.18 fiz o percurso Brasília – Vitória da Conquista. Dia 28 vou para Porto Seguro. Breve resumo da viagem. Brasília/Rosário trecho com bastante ondulações mas sem buracos. Rosário/Correntina trecho quase que perfeito, não tem buracos nos 20 Km antes e nem depois de Correntina, asfalto liso, muito bom. Correntina/Santa Maria da Vitória trecho também muito bom. Santa Maria/Bom Jesus da Lapa muito cuidado nos 30 KM antes de Bom Jesus, buracos grandes isolados quando vc acha que a pista esta boa. De bom Jesus ate Caitité cuidado na chegada de Caetité, crateras no acostamento em virtude das chuvas. Caetité/Brumado pista sem buracos e asfalto muito bom. Brumado/Vitória da Conquista asfalto e sinalização novinhos.

 

            Já há algum tempo identificamos um fluxo substancial de famílias de Brasília e Goiânia, que optam por passar férias no sul da Bahia, particularmente Ilhéus, Itacaré e Porto Seguro.

            Também ao longo dos últimos dois anos, buscamos construir a melhor rota para esses viajantes, de modo a resguardar a segurança da viagem e o relativo conforto dos passageiros.

            Como em todos os nossos posts aqui no blog, uma das orientações de que não abrimos mão é a total inconveniência de viagens à noite pelas estradas brasileiras, com exceção de umas poucas no Estado de São Paulo. À noite, a estrada é outra. Por falta de sinalização adequada, de olhos de gato ou iluminação, os eventuais buracos e ressaltos se tornam invisíveis e os jumentos, bois e cavalos soltos no escuro se tornam assassinos. Resultado: 82% dos acidentes com mortes nessas estradas ocorrem entre as 18 horas de um dia e as 06 horas da manhã do dia seguinte.

            Então, estamos combinados: viajar à noite nessas estradas é para motoristas inexperientes ou “nativos locais totais”, ou seja, moradores de cidades vizinhas, que conhecem a estrada como a palma da mão. Famílias ou solteiros, responsáveis, ajuizados e que querem apenas ir, curtir e voltar em paz, iniciam a viagem ao nascer do sol e, ao pôr-do-sol, já estão no hotel.

            Para a viagem de Brasília a Porto Seguro, temos hoje três alternativas básicas: Montes Claros, Correntina e Barreiras.  Tanto o percurso por Barreiras, quanto o por Montes Claros, são viáveis, mas são mais longos.  Por essa razão, nossa recomendação é a rota Brasília-Rosário-Trevo da BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Itororó-Eunápolis-Porto Seguro.

             Em relação à rota por Barreiras, principalmente para as famílias que vêm do Tocantins e do Pará, orientamos no sentido de que, uma vez nela, não se tente pegar a rota por Correntina, utilizando as transversais que ligam as duas rodovias, porque elas estão, em sua maioria, intransitáveis. E na rota por Montes Claros, insistimos em que sejam evitadas as tentações de encurtar o caminho atravessando da BR 116 para Eunápolis, via Almenara, Pedra Azul, etc: a rota tem trechos de estrada de terra, estrutura de apoio sem condição de ser recomendada para famílias, asfalto precário, sinalização inexistente e risco de assaltos. 

 

            A ROTA POR CORRRENTINA            

           Saindo de Brasília ao nascer do sol, há plenas condições de pernoite em Vitória da Conquista, após 1.058 km, e de concluir a viagem no dia seguinte, chegando a Porto Seguro antes do meio-dia.

            Caso a viagem se atrase, há condições de pernoite em Brumado, Caetité ou mesmo Bom Jesus da Lapa. Em qualquer dos casos, sempre será possível chegar ao destino no começo da tarde do dia seguinte. As estradas estão recuperadas e a sinalização está razoável.

            A propósito dessa área da rota, vale ressaltar que, em Caetité, pega-se a BR 030 ATÉ BRUMADO, onde se deve entrar à direita e pegar a BA 262 para Anagé e Vitória da Conquista. O trecho da BR 030 após Brumado está em condições muito ruins, além de a distância ser maior. Não há problemas de asfalto na BA 262.

            Os pontos de apoio para banheiros, lanches e abastecimento estão em Posto Rosário, a 300 km de Brasília (o melhor de todos os pontos de apoio da rota) Correntina, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Brumado e Vitória da Conquista.

            Importante registrar que, nas estradas da região, sinal de celular só está disponível nas cidades de apoio e, em algumas – como Rosário – a única operadora é a Vivo. Nos intervalos entre cidades, normalmente não há sinal.

            No segundo dia da viagem, a distribuição das cidades, o estado geral da estrada e os pontos de apoio são semelhantes. Nós recomendamos fortemente a utilização da rota Vitória da Conquista-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro.

             Lembramos a nossos leitores que não deixem de ver aqui no blog o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovidas brasileiras”. Esse post tem interessantes informações, principalmente para marinheiros de primeira viagem ou famílias que se deslocam com crianças pequenas ou idosos, por exemplo, mas traz também muitas dicas para motoristas experientes, como nossa receita para não dormir ao volante no começo da tarde (quando todos dormem a bordo), ou como enxergar melhor sob chuva na horas próximas ao pôr-do-sol. O Manual está aqui mesmo em nosso site  www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. É só rolar as páginas e encontrá-lo. 

            Nosso o objetivo é que a viagem de férias de todos os nossos sputniks  (companheiros de viagem, em russo) seja alegre, feliz, segura e tranquila e o seu retorno seja tranquilo, seguro, feliz e alegre.

            Para isso, contamos integralmente com o seu apoio e compreensão: às vezes indicamos rotas mais longas, porque são mais confortáveis. Nunca indicamos estradas de terra, porque famílias com automóveis quebrados em estradas de terra, sem condição de socorro, em noites de chuva são um drama que não desejamos para nenhum dos nossos sputniks. Às vezes, indicamos rotas MUITO mais longas do que outras, mas é porque estamos cientes de fatos como combustível adulterado ou ocorrência de assaltos.

            E essa nossa metodologia tem dado resultados muito bons!

            Edimar Rodrigues e Abreu – 07 de novembro de 2016.

    Em 13.07.2017:

     Por se constituir em um relato preciso e extremamente atual sobre as condições da rota Brasília-Ilhéus, transcrevemos abaixo o comentário do sputnik Fábio Leal, publicado há pouco, sobre sua experiência naquela rota: 

 

Olá Abreu, olá pessoal;

Como havia informado aos colegas aqui no blog, sai hoje pela manhã rumo a Porto Seguro-BA.
No momento encontro-me hospedado em Vitória da Conquista, e fiz uma EXCELENTE viagem até aqui!!!
Preciso agradecer a você Abreu pela indicação em pernoitar aqui e não em Itapetinga (conforme era meu plano A). Isso me fez formular um plano B o que fez as coisas ficarem mais fáceis, uma vez que não seria possível ir mais adiante hoje por dois motivos:
1-Teria que passar a Serra do Marçal a noite
2-Seria necessário correr muito.
Muito obrigado Abreu!!!

Segue roteiro com algumas observações:
– Tanque cheio
– Saida de Brasília: 4h25m
– Formosa 5h37m
– Nascer do sol 6h40m
– 230km obras
– Simolândia 7h25m (obras cm pare e siga uns uns 35km após a cidades)
– Posto Rosário 8h17m
– Saída do posto Rosário as 8h55m
– Trevo para Correntina 9h09m
– Santa Maria da Vitória 11h40m
– Bom Jesus da Lapa 12h35 (parada para almoço)
– Saida do restaurante em Bom Jesus da Lapa as 13h30m
– Parque eólico 2h45m
-Trevo (entrada) de Caetité 15h03m
– 30km após Caetité obras com pare e siga
– Trevo Brumado 16h25m
– Vitória da Conquista 18h10m (chuvinha fina)

Abasteci em dois locais:
– Posto Rosário e Posto Gruta da Lapa (Bom Jesus da Lapa)

Desejo aos colegas que vão sair amanhã, uma boa viagem e peço desculpas por não ter postado antes, é que a fome apertou, foi preciso fazer uma boquinha antes… hehehe…

Amanhã, chegando em Porto Seguro, posto mais informações sobre o restante da viagem.

Abraços
Fábio Leal

PS: Trechos Ruins
– 30 Km antes de Correntina com alguns buracos, é preciso atenção;
– 50Km após Correntina, trecho ruim, com muitos buracos, cuidado redobrado;
– Trecho entre Brumado e Vitoria da Conquista tem um trecho de 50km aproximadamente que está horrível. estão colocando areia para tapar os buracos, muita poeira…

 

 

RESUMO  DAS DÚVIDAS MAIS FREQUENTES A PROPÓSITO DA ROTA, REGISTRADAS NOS COMENTÁRIOS A ESTE POST, PUBLICADOS NA ÍNTEGRA, NAS DATAS MENCIONADAS, AO FINAL DESTA SEÇÃO :

 

08.12.2017 – Vou com a família – duas crianças de 4 meses e 4 anos –  de Brasília para Porto Seguro, pela rota que o blog indica (Correntina). Você tem dicas para quem viaja com crianças?

EL: Por serem informações comuns a todas os viajantes e a todas as rotas que indicamos, preferimos concentrar essas dicas em um post específico, intitulado “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso site www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras ”.

06.12.2017 – Estou indo de Goiânia para Morro de São Paulo com a família (esposa e “filhote”), pela rota que o blog indica para Porto Seguro, via Correntina. Ao chegar a Brumado, pretendo pegar a esquerda direto para Morro de São Paulo. Você tem informações sobre aquela rota?

EL: Este blog só recomenda duas rotas de Brasília para Morro de São Paulo: Brasília-Barreiras-Itaberaba-Morro de São Paulo ou Brasília-Correntina-Vitória da Conquista-Morro de São Paulo. A diferença entre as duas é de 11 km. Lamentavelmente, não temos condição de indicar qualquer outra rota para viagem em família para esse destino, como é o caso dessa que passa por Contendas do Sincorá, Pé de Serra, Maracás e Lajedo do Tabocal.

04.12.2017 – Viajaremos de Rio Verde para Arraial d´Ajuda para passar o réveillon. Dividimos a viagem de ida em três etapas, com pernoites em Posse (GO) e Vitória da Conquista (BA). Há condição de fazer o retorno em 2 dias?

EL: Sim. Divida a viagem em duas etapas: uma de 1.032 até Correntina e outra de 959 até Rio Verde. Mantenha a ida em 3 etapas, porque você estará CONHECENDO a estrada. Na volta, mais familiarizado, você poderá fazer o que recomendamos.

28.11.2017 – Vamos para Porto Seguro no Natal. Ouvi falar que não é mais para pegar a BR 242 e sim a rota por Correntina. É verdade?

EL: Sim. Com a recuperação da estrada no princípio de 2016, a rota Brasília-Porto Seguro por Correntina tornou-se a mais adequada, superando o percurso por Barreiras e aquele por Montes Claros. Em razão disso, passou a ser a nossa recomendação para quem vai para o sul da Bahia (Ilhéus, Porto Seguro) partindo de Brasília.

28.11.2017 – Estamos saindo em janeiro de João Pinheiro para Porto Seguro. Você tem informações para nós, como em 2016?

EL: Para quem sai de Minas, nossas recomendações continuam as mesmas, ou seja, rota por Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro. Permanecem nossos vetos a rotas “mais curtas”, como aquela por  Almenara. A novidade é a recente recuperação do trecho  por Potiraguá e do de Montes Claros para Salinas. Em compensação, houve deterioração nas imediações de Francisco Sá.

27.11.2017  – Vamos de Monte Alegre de Goiás para Porto Seguro e o Google Maps me oferece três alternativas: por Correntina, por Itaberaba e outra rota intermediária.  O que devo fazer?

EL: Vindo de Monte Alegre de Goiás, você só tem condição de entrar na Bahia por Luís Eduardo Magalhães. E quem parte de Luís Eduardo para Porto Seguro, só tem como alternativa a BR 242 (Barreiras-Ibotirama-Seabra-Itaberaba), pois qualquer tentativa de atravessar para a rota Correntina-Bom Jesus da Lapa-Vitória da Conquista é difícil, desconfortável, insegura ou com asfalto destruído. Assim, suas alternativas, do ponto de vista deste blog, resumem-se a uma: Barreiras-Itaberaba e de lá pegar a BR 116 (via Argoim ou Iaçu) para Vitória da Conquista e Porto Seguro.

22.11.2017 – Sairemos de Planaltina(DF) para Guaibim. A que horas deveremos sair para chegarmos a Brumado (onde pernoitaremos) ainda de dia, mas não muito cedo?

EL: Às 07h00, se não estiver chovendo. Se sair mais cedo, vai chegar cedo demais a Brumado.

14.11.2017 – Vamos refazer a viagem para Porto Seguro que fizemos em 2014. A estrada estava péssima. Mas agora vamos seguir sua recomendação: iremos no dia 29.12.2017 e voltaremos no dia 02.01.2018. A estrada está boa?

EL: A estrada foi recuperada e está viável, com algumas irregularidades no piso entre Correntina e Santa Maria da Vitória. Pelas datas da viagem, deduzimos que vocês vão viajar à noite. Este blog não recomenda viagens à noite nessa região. Já que a decisão está tomada e como as estatísticas mostram que 82% dos acidentes com vítimas fatais nessas estradas acontecem entre 18h00 de um dia e as 06h00 do dia seguinte, resta-nos pedir que tenham o máximo de atenção com os assaltos, com a falta de sinalização noturna, com os jumentos abandonados na via, com o sono, com o cansaço, com os buracos esparsos e com as chuvas noturnas. Enfim, segura na mão de Deus e vá.

14.11.2017 – Estamos partindo de Barreiras para Porto Seguro no final de dezembro, com esposa e filho pequeno. Para não cansar meu filho de 1 ano, não gostaria de rodar mais de 700 km. A rota permite paradas a cada 200 km para descanso?

EL: Sim. A rota que recomendamos permite paradas estratégicas a cada 200 ou 250 km para reabastecimento, lanchinho, banheiro, troca de fraldas, mamadeiras, alongamento, sinal de celular e postos da Polícia Rodoviária Federal, além de boa estrutura hoteleira.

31.10.2017 – Vamos de Brasília para Porto Seguro dia 03.01.2018. Qual o melhor caminho?

EL: Brasília-Formosa-Alvorada do Norte-Posto Rosário-BR 349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Potiraguá-Eunápolis-Porto Seguro. 

11.10.2017Vamos sair de Brasília para Porto Seguro (eu, meu marido, meu irmão e dois cachorros), pela rota que este blog recomendada. E você tem alguma informação sobre hoteis que recebem animais?

EL:  Além da Pousada Itajuipe que vocês descobriram, o Hotel Ibis de Vitória da Conquista também recebe animais, mediante uma pequena taxa.

26.09.2017 – Iremos de Brasília para Porto Seguro. Você tem alguma indicação de hotéis?

EL: Nossos visitantes são de diversas faixas de renda, o que nos impede de sugerir hospedagem. Limitamo-nos a dizer que há pousadas, dormitórios e hoteis entre R$ 30,00 para a família, com café da manhã (café com leite e pão com manteiga) até R$ 350.00 para o casal, com restaurante, piscina e lauto café da manhã. Ou seja, opções para todos os gostos e bolsos.

03.10.2017 – Fechei  a reserva, pelo site e-booking, no Palace Hotel de Vitória da Conquista por R$ 140,00 para dois adultos e uma criança, com café da manhã.

EL: Fechou bem, com uma boa relação custo/benefício. Nada contra nossos “sputniks” trocarem informações aqui no blog. Muito pelo contrário. Compartilhamento de informações é muito bem-vindo.

25.08.2017 – Sairemos de Itapirapuã(GO) no dia 18.12 e precisamos chegar a Porto Seguro no dia 19. É possível fazer a viagem só com um pernoite? A que horas devo sair para pernoitar em Bom Jesus da Lapa?

EL: Dá. Saia de Itapirapuã ao nascer do sol e você chegará a Bom Jesus da Lapa antes do pôr-do-sol. Se houver qualquer atraso, durma em Correntina, que, mesmo assim, você chegará a Porto Seguro no dia seguinte, no começo da tarde.

31.07.2017 – Vamos de Brasília para Porto Seguro, mas, por um evento na escola do meu filho, só poderei partir às 11h00. Onde devo pernoitar?

EL: Bom Jesus da Lapa. Se houver atraso, pernoite em Correntina. Ainda assim, você chegará a Porto Seguro no começo da tarde, hora do check-in no hotel.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

675 Comments on “BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

    1. Olá, Mario. Bem-vindo de volta ao nosso blog. A partir de Uberlândia, você deve descer para Campinas pela BR 050, passando por Ribeirão Preto, Araras, Limeira e Americana. Essa rota é “caminho de roça” para o pessoal daí do Triângulo. Morei em Catalão e o fiz algumas vezes. Aliás, esse trecho está descrito aqui mesmo no blog, em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde estão publicados os nossos posts “Brasília-Florianópolis de carro” e “Brasília-Buenos de Aires de carro”, uma vez que ambas as rotas usam esse caminho partindo de Brasília por Uberlândia e chegando a Campinas. Em Campinas, você deve deixar a BR e pegar a SP 065, passar por Itatiba, Atibaia e, a partir dali, você pode pegar a BR 116 para São José dos Campos e de lá descer para litoral pela SP 099. Você chegará ao litoral em Caraguatatuba, onde pegará a BR 101 para Ubatuba. Há outra descida mais adiante, em Taubaté, que passa por São Luiz de Paraitinga, que desaconselhamos pelo excesso de emoções fortes no percurso. Essas “emoções” também estão descritas em nosso post “Brasília-Buenos Aires de carro”, uma vez que voltamos da Argentina para Brasília passando por Angra dos Reis e descendo para o litoral em Taubaté. Bem, Mario, é o que tínhamos para passar para você, além do prazer de tê-lo de volta ao blog.
      Um abração.
      Abreu

  1. Boa noite.

    A fim de auxiliar o próximo, assim como me benficiei dos comentários, informo voagem realizada no dia 18.09.20.

    Sai de Bsb 3 da manhã e consegui chegar a  Arrial DAjuda 22.30.

    Pontos de parada e abastecimento: posto do rosario, correntina, caetite, vitoria da conquista.

    Paradas curtas para abastecimento e esticar o corpo. Logo seguindo viagem.

    Saida de Bsb 3 da manha. Posto do rosario por volta das 7. Correntina por volta de 9. Almoço em caetite as 13.

    De forma geral asfalto muito bom até caetite. Da pra andar bem e ganhar tempo nessa parte.

    E confirmando o ja dito pelo amigo, a partir de Bom Jesus da lapa a viagem comeca a render menos. Começa um trecho mais sinuoso e com estrada estreita, mas com asfalto bom e sem buracos.

    Cheguei em vitoria da conquista por volta das 16.30 / 17 com um mega transito na rodovia da cidade e dificuldade para achar posto de combustível.

    Abastecido comecei a descer a serra do marcal ainda com luz do dia. Local que se deve redobrar a atenção diante do perigo.

    Passei por itambe e itapetinga sempre estradas boas. Entrei para a BA670 a estrada já tem vários buracos e tem que prestar muita atencao pois alguns podem estragar o veiculo ou pneus.

    Depois virei na BA680, estrada nova mas que ja tem alguns buracos. Sao 60km com bastante subidas e curvas até a BR101. Alguns burcos no começo desse trecho tiraram a confiança com o resto. Mas também já estava a noite. O que prejudica a visibilidade de forma geral.

    A BR 101 esta em bom estado sem buracos, mas também sinuosa e com tráfego de caminhões com poucos pontos de ultrapassagem.

    O rendimento da viagem apos caetite e bem menor. Após vitoria da conquista piora mais ainda, pegando alguns trechos com buracos.

    E saindo da 101 indo pra estrada de porto seguro, a mesma esta com baixa sinalização, sendo muito ruim dirigir na mesma a noite.

    De modo geral foi uma viagem tranquila, mas cansativa diante da alta quilometragem.

    Por fim, sinal de celular praticamente só nas principais cidades.

    Abasteci com gasolina, que tem média de preço de 4.60

    1. Olá, Rafael. Bem-vindo ao nosso blog. Adoramos o relato de sua viagem, tão detalhado e que traduz tanto a sua disposição de vir aqui para compartilhar sua experiência com todos nós. Vamos fazer uma síntese dele e anexá-la ao post original (“Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”). É uma forma de levar suas informações para mais pessoas interessadas no tema. Muuuuito obrigado mais uma vez, Rafael.
      Um grande abraço.
      Abreu

    2. Fiz exatamente a mesma viagem e confirmo as informações do Rafael.
      Acrescento que:
      – De Arraial até o Trevo na BA 001 são 10 km com muitos buracos e profundos, sugiro baixa velocidade.
      – O trecho que da BA 001 que vai de Trancoso, Trevo que da acesso a Arraial até a BR 367, está com alguns buracos na pista, sugiro atenção na condução. Visualizei manutenção em alguns trechos da via.
      – O trecho entre Trevo que da acesso a Arraial e Trancoso e Eunapolis na BR 367 está com o afastado novo e em excelente estado.
      – De Eunapólis pela BR 101 até o Trevo que da Acesso a Potiraguá a estrada está bom, com muitas, curvas, poucos pontos de ultrapassagem, muitos caminhões na via.
      – da BR 101 até Potiraguá alguns buracos na via, trecho com muitas curvas, o trevo de Potiraguá está cheio de buracos.
      – Entre Potiraguá e Itambé do Km 57 até o Km 45 a estrada está boa.
      – Do km 45 a 33 alguns buracos na via, recomendo reduzir a velocidade máxima.
      – Na BA 670 do Km 45 até o Km 39 são muitos buracos na via, do Km 39 a 31 diminui a quantidade de buracos, pista volta a ficar boa a partir do Km 31. Ressalto que não visualizei nenhum tipo de manutenção na via. Provavelmente essa pista estará em péssimo estado nos próximos meses.
      – Na BA 263 entre Itapetinga e Vitória da Conquista o asfalto está muito irregular e alguns buracos pequenos na via.
      – Entre Itambé e Vitória da Conquista – asfalto tapete
      – Entre Caetite e Igaporã asfalto irregular com um ou outro buraco.
      – Entre Igaporã e Riacho de Santana a estrada está boa.
      – Entre Riacho de Santana até Correntina pista boa.
      – Correntina até Posto Rosário – Pista boa, com ondulações, sem afetar a condução.
      – Posto Rosário até Simolândia pista boa.
      – Entre Simolândia e Formosa asfalto irregular com vários remendos, trecho com manutenção na via.

      Costumo fazer essa viagem para Bahia, quando vou para Salvador via Barreiras e a diferença na qualidade da via é notável, por Barreiras a estrada sempre tem acostamento e os pontos de paradas e hotéis são muito melhores ao longo da estrada.
      Por conta da pandemia vários hotéis ao longo da estrada estavam fechados, principalmente nas cidades menores, Bom Jesus da Lapa e Vitória da Conquista com rede hoteleira funcionando normalmente, Correntina não encontrei hotel aberto, sugiro reserva ou fazer contato com o hotel no possível local de pernoite.
      Ponto bom de parada realmente bom é somente o Posto Rosário os demais com banheiros em péssimo estado de manutenção e sujos. Em Vitória da Conquista utilizamos o Shopping como ponto de parada, os banheiros estavam limpos. Ficamos no Ibis em Vitória da Conquista na ida, hotel muito bom, na volta ficamos no Hotel Pousada da Lapa em Bom Jesus da Lapa, padrão beira de estrada, pernoite tranquilo.
      – Barreiras sanitárias em algumas cidades, mas era só informar que estava viajando que eles liberavam a passagem.

      Arraial da Ajuda, Trancoso e Porto Seguro funcionado normalmente o turismo e restaurantes.

      Travessia entre Arraial da Ajuda e Porto Seguro pelo Rio Bunharem tranquila, ida 18,90 e volta 10 reais, tempo de travessia 10 min, cuidado com os pedintes nas filas da Balsa principalmente em Porto Seguro.

      1. Olá, Diógenes. Bem-vindo de volta ao nosso blog. Embora você tenha respondido ao relato do Rafael feito aqui no dia 20.09.2020, tivemos muita alegria em perceber sua presença, em função da quantidade e da qualidade de informações que você traz para todos nós a respeito da rota Brasília-Porto Seguro. Aliás, o seu estilo preciso de comentar sua experiência, o cuidado em fornecer cada informação, cada detalhe, a preocupação para que outros não se arrisquem ou não entrem em aventuras parecem ser características permanentes suas, uma vez que, da última vez que por aqui você passou, foi em 12.01.2014 e sua viagem foi descrita com tanto cuidado e precisão que parece que você esteve aqui pela última vez no ano passado, e não a seis anos atrás. Muitíssimo obrigado por sua disposição de retornar e compartilhar conosco sua experiência e pode estar certo que vamos incluir suas informações na revisão que vamos fazer no post sobre essa rota.
        Um abração e bem-vindo de volta.
        Abreu

  2. Olá Abreu, boa tarde meu caro!!! Tudo bem? Como está a família, diante desta situação toda? Espero que estejam todos bem. Por aqui estamos bem, graças à Deus!!!
    Tenho acessado o Blog constantemente, no entanto, esse silêncio ensurdecedor me assusta….ninguém perguntando nada, nem comentando nada. Portanto, estou passando essa mensagem para poder ter uma ideia sobre algumas famílias, principalmente as que estão pensando em viajar para o nosso maravilhoso Nordeste, como se fosse uma pesquisa de campo, já que dessa forma é mais seguro e mais fácil para todos se comunicarem. Caro Abreu, espero que não se incomode em emprestar sua plataforma de comunicação para os Spotniks que pensam, em algum momento, pegar a estrada novamente.
    Desde já agradeço a compreensão. Um grande abraço Abreu.

    1. Olá, Antoni, velho companheiro!! Tudo certo com você e sua tribo? De fato, nosso blog é um pouco o retrato do que está acontecendo com o turismo – principalmente em veículo próprio – em todo o Brasil. A vontade viajar é grande, agravada pela “prisão domiciliar coletiva” decorrente da pandemia. Então, as pessoas planejam, planejam, sonham, planejam. Mas colocar o carro na estrada é para poucos. Veja, por exemplo, o relato do Oziel, no dia 10.08.2020, aqui mesmo nesse post, em que ele detalha como foi a viagem a Porto Seguro. Estavam tranquilos, porque todos a bordo já haviam tido Covid-19. Mesmo assim, até dar com a cara na porta do hotel que haviam reservado ocorreu, uma vez que a prefeitura tinha proibido o funcionamento da rede hoteleira local. Eu esqueci um computador importantíssimo lá no meu flat, em Salvador, quando retornei do Carnaval, no dia 6 de março. Planejei voltar para buscar o aparelho, porque ele tem arquivos imprescindíveis para o meu trabalho profissional. Enquanto planejava o retorno, a pandemia foi declarada, suspenderam os voos, as empresas de ônibus interromperam as viagens. A partir daí, é esse sufoco: começamos a discutir a partida, mas sempre nos lembramos que nós (eu e minha navegadora) temos juntos 140 anos!! Então, tudo é desarmado e adiado. Até outro ataque de estradite. Ficamos na torcida, como todo mundo: uma hora vai dar certo!
      Um abração.
      Abreu

  3. boa noite amigos,
    sei que epoca de pandemia as viagens estao cada vez menos, mais estou pensado em ir para porto seguro,cabralia no dia 30-07 alguem que tenha passado recentemente por essas estradas tem algum relato diferente dos relatos de antes da quarentena postados em março
    desde ja agradeço a todos

    1. Olá, Oziel. Bem-vindo ao nosso blog. Pelo silêncio do pessoal, acho que ninguém fez essa viagem durante a pandemia. Nós fizemos parte dela (Brasília-Ilhéus-Salvador) antes do Carnaval e retornamos a Brasília no dia 6.03.2020, porque meu aniversário seria comemorado em Brasília com meus filhos, no dia 11.03.2020, dia em que foi declarada a pandemia. Do ponto de vista físico, confirmamos tudo o que consta do post “Brasília-Porto Seguro de carro”. Até Itabuna, as estradas estão em boas condições e o tráfego de caminhões é muito pequeno. Nossas informações sobre a estrada por Potiraguá dão conta de que está tudo tranquilo por lá. Já a questão da hospedagem, Oziel, merece pesquisa detalhada, porque muitas cidades do interior da Bahia estão fechadas para pessoas de fora e muitos hotéis também estão de portas fechadas. Analise isso tudo direitinho, viu? Se precisar de mais ajuda, estamos por aqui OK?
      Um grande abraço e dê notícias.
      Abreu

      1. Boa tarde, pois bem amigo, vou detalhar aqui o trajeto do melhor jeito possivel, fui para santa cruz cabralia de carro proprio saindo de brasilia DF no dia 29-07 , tinhamos reservado hotel em porto seguro do dia 30 ao dia 03-08 mas devido as restriçoes da prefeitura de porto seguro resolveu não seguir seu proprio decreto de reabertura para o dia 15 e depois para o dia 01-08 fazendo assim o turista de bobo(mas não irei entrar nesse assunto pois é mais politico do que realmente questão de saude na regiao) mudamos a rota para mais alguns poucos km adiante pois em cabralia o turismo ja tinha voltado ‘com restrições’ mais voltado a uma certa normalidade, resolvemos fazer essa viagem pois os 4 ocupantes ja pegaram o covid nos meses anteriores e assim ”arriscamos” nesse passeio com muitos cuidados.
        A saida de sobradinho posto colorado as 06:15 da manhã, e fomos almocar em bom Jesus da lapa as 14:00 asfalto muito bom de formosa a posto rosario com algums desniveis e uma parada de pare e siga mas a estrada em boas condicoes, do posto rosario a bom Jesus da lapa tambem muito bom com algumas elevações entre posto rosario e correntina, a partir de Bom Jesus da lapa a viagem comeca a render menos, princilpamente apos igapora muitas curvas e muito trecho sem acostamento até praticamente Brumado mas sempre com asfalto bom, fomos com outro casal que pede pra parar demais a viagem não rende quer sempre descer e fazer paradas longas o que não aconselho numa viagem longa dessas pode ficar estressante, as paradas tem que ser para combustivel banheiro descanso ou alongamento e não enrolar muito, assim fomos chegar para o pernoite em vitoria da conquista somente apos as 19:00 sempre asfalto bom, no outro dia seguimos de vitoria da conquista por volta das 08 da manhã e passamos pela serra do marçal por volta das 08:30 um pouco de neblina e atenção redobrada nesse trecho ( na volta um sem noçao que me ultrapassou na chuva rodou na minha frente , Gracas a Deus estava tranquilo para frear e mo outro lado da pista vinha uma moto que desviou sem mais problemas , mas o cidadao ficou atravessado na pista e depois acelerou de novo, tanto que nem vi o seu veiculo mais um fiesta sedan) passei por itambe e itapetinga sempre estradas boas entrei para a BA670 a estrada já tem varios buracos e tem que prestar muita atencao pois alguns podem estragar o veiculo ou pneus principalmente chegando no rio pardo, depois virei a BA680 estrada nova muito boa sem buracos até a BR101 , a BR 101 esta em bom estado sem buracos, tomar cuidado com as curvas ate Eunapolis, da 101 até Porto Seguro estrada boa alguns buracos pequenos mais dá pra desviar tranquilo, esse foi meu caminho de ida e volta tambem , acho que vale a pena passar por potiragua sim apesar de alguns buracos o pedaço é pequeno e se tiver devagar desvia bem, não andamos a noite pelas recomendações aqui do estimado blog, e abasteci sempre no ETANOL e em postos de bandeira na rota o preço varia de 2,90 a 3,50 tirando em porto seguro a 3.99 e compensa bastante o alcool principalmente no meu veiculo e foi muito economico, sempre enchia ele quando parava para abastecimento, do posto rosario a correntina são praticamente 200km sem sinal e sem ponto de apoio, tem um posto aproximadamente no meio dessa distancia uns 100km de correntina não marquei ao certo e tambem não parei nesse posto, o correto é sempre de 200 250 no maximo 300km completar o tanque para quem anda no etanol, assim que for lembrando mais detalhes vou escrevendo aqui no blog, agradeço todas as dicas e já estou com vontade de retornar kkkkkk

        1. Ola, Oziel. Bem-vindo de volta e MUUUUUUITO obrigado por seu detalhado e paciente relato sobre sua viagem. Nesses tempos estranhos que estamos vivendo, sua mensagem tem um sabor da Carta de Pero Vaz de Caminha, trazendo para Portugal e toda a Europa as notícias fresquinhas de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, notícias do descobrimento do Brasil! De fato, estávamos à mingua de qualquer informação sobre essa rota, uma vez que nós passamos por ela, voltando para Brasilia, poucos dias antes da declaração da pandemia pela OMS. Assim, há alguns de nossos visitantes planejando, outros já começando a iniciar suas viagens. Mas você é o primeiro a voltar do front. Por isso a importância enorme que damos à sua disposição de voltar aqui e saciar nossa sede de informações, pela qual apresentamos a você o nosso melhor Muito Obrigado, Oziel! Vamos reler com calma a sua postagem, para fazer uma pescaria nela e levar o resultado para o nosso post “Brasília-Porto Seguro de carro”. Voltaremos a falar de você e sua viagem.
          Um abração.
          Abreu

          1. muito gratificante amigo sua resposta, parabenizo mais uma vez por seu excelente site e que nos ajuda fielmente nessa rota BSB-Porto Seguro, estarei aqui sempre de olho nas novidades clicando quase q semanalmente no site rsrs, mesmo que pode demorar a proxima ida de carro é bom ler os relatos, a vontade é de ir em breve pois amo a cidade de porto seguro, agora é uma epoca de responsabilidade pois sabemos que na maioria das cidades que iremos passar não tem recurso nenhum para o tratamento de um paciente grade de covid então sempre com mascara nas descidas alcool quando for pegar em maquinas de cartão e falar com os atendentes, de verdade não me preocupei um minuto comigo mais sempre nas paradas pensava se eu passase a gripe para alguem ali e o quadro se elevasse inevitavelmente ele não teria recursos, arrisco me a dizer que dá sim pra fazer essa rota e só usarmos mascaras e alcool em gel evitar o contato muito proximo, pois a regiao de posto rosario em diante precisa do turista abastecendo comprando e em porto seguro e regiao nem se fala do mesmo modo que precisam da saude tambem precisam demais do turista, foi triste ver a cidade parada as barracas de praia hoteis fechados e espero que isso logo passe, como disse no relato anterior a estrada em geral muito boa de BSB a PORTO como foi a primeira vez q fui de carro imaginava uma estrada bem pior rsrs, o abastecimento sempre no posto de bandeira e rodar durante a luz do dia fazem toda a diferenca, o pernoite em vitoria da conquista é estrategico pois a cidade é a melhor estrutura da região e o valor da diaria não é alto com hotel confortavel fiquei no conquista palace 140 para 2adultos com cafe servido individual por causa das restrições, os cuidados ficam por conta da serra do marçal apos conquista e a BA670 com alguns buracos trecho curto, e as elevaçoes e depressoes na pista entre bsb e posto rosario e entre rosario e correntina, meu veiculo 1.4T com 4 pessoas e malas no etanol gastou 1000$ ida e volta, e uns 50 pra rodar lá dentro (andamos pouco a região quase toda fechada) , valeu a pena sim cada minuto de descanso e passeio e ainda conheci uma cidade CABRALIA que não dava atencão nescessaria nas idas em porto a não ser coroa vermelha rsrs, digo para quem quiser ir com responsabilidade dá pra ir sim passear descansar e movimentar o comercio da regiao que tanto precisa, um abraco a todos e estou a disposição

          2. somente uma observação, na maioria das cidades estão monitorando na entrada a temperatura de cada ocupante do veiculo e perguntam da onde vem e pra onde vão, na maioria delas é so dizer ao atendente que vai passar direto e não vai parar na cidade , que eles nem olham a temperatura e não fazem o questionario de perguntas

  4. Boa tarde Abreu!
    Parabéns pelo blog, o mesmo é excelente!
    Como vi que você é muito prestativo para responder aos comentários, eu também vou incomodar você um pouquinho.
    Vou sair de São Domingos-GO para Porto Seguro-BA. Já fiz esse trecho várias vezes, acompanhado de outros veículos da família, e sempre pernoitamos em Itapetinga-BA. No entanto, desta vez irei somente em um veículo, e como minhas crianças já não exigem muitas paradas, acredito que vou chegar um pouco cedo em Itapetinga, e a viagem poderia render um pouco mais no primeiro dia. Dessa forma, caso eu chegue muito cedo em Itapetinga, por acaso vc sabe indicar se é viável pernoitar na cidade de Potiraguá?

    1. Olá, Renê. Bem-vindo ao nosso blog e obrigado por suas carinhosas palavras em relação nosso trabalho. Entendemos sua dúvida, mas também consideramos que avançar a viagem por mais 80 km (Itapetinga-Potiraguá) não acrescenta muito ao rendimento da viagem. Potiraguá é uma cidade pequena, com diversos problemas de estrutura municipal. O único hotel aceitável da cidade (Morumbi) é um projeto improvisado, que foi sendo expandido sem cuidado e hoje é um daqueles hotéis que nós aqui no blog não recomendaríamos nem para as famílias mais modestas que nos consultam. É fonte de irritações, de desconfortos e arrependimentos. Por tudo isso, Renê, nossa recomendação é a de que você faça o que sempre fez, ou seja, pernoite em Itapetinga e chegue no dia seguinte a Porto Seguro por volta das 10h. Você vai acomodar adequadamente sua família e não vai perder grande coisa em Porto Seguro, por chegar um pouco mais tarde. Um pedido: por favor, Renê, passamos pelo trevo de Itapetinga-Potiraguá há 20 dias e vamos passar de novo por lá amanhã, dia 06.06.2020, voltando de Salvador para Brasília. Por mais que nós andemos uns 5 ou 6 km pela estrada para Potiraguá, para termos uma ideia sobre o estado dela, nada como o relato de alguém que tenha passado por lá para nos trazer informações confiáveis. Assim, quando você fizer aquele percurso, poderia retornar aqui e nos dar informações atuais sobre o estado da estrada até a BR 101? Ficaríamos imensamente gratos, viu?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Claro que sim. Passo por aqui para deixar o meu relato, inclusive sobre o trecho solicitado.
        A respeito do pernoite, fiquei muito satisfeito com o seu conselho sobre pernoitar em Itapetinga. Eu realmente estava imaginando que iria me arrepender de pernoitar em Potiraguá. Ainda bem que você falou exatamente o que eu precisava ouvir.
        Agora, sem dúvidas, vamos pernoitar em Itapetinga, cidade que eu gosto muito por sinal. Muito obrigado!

        1. Olá, Renê. Que bom que conseguimos ajudar você. Chegamos de Salvador agora há pouco, às 17h30min. Conferimos toda a estrada do trevo de Potiraguá até o DF, passando por Itapetinga, Itambé e Serra do Marçal. Tudo em ordem, esperando sua viagem. Dê notícias.
          Um abração.
          Abreu

  5. Fiz o trajeto há 2 semanas atrás e confirmo todos os relatos aqui colocados! Ressalto que dormi em Brumado, pois saí 8:30 do Park Way, chegando no final da tarde em Brumado. Outra informação importante para os que forem de GPS do celular, em um dado momento, depois de Potiraguá, o GPS sugere que saia da BA680 e vá para BA633, um caminho aparentemente mais curto em direção à BR101. Contudo esse caminho é de terra, mas é possível continuar na BA680, em direção a Gurupá Mirim, sem precisar entrar em uma estrada de terra.

    Agradeço os relatos, facilitaram e muito minha viagem!

    1. Olá, Khalil. Bem-vindo ao nosso blog e obrigadíssimo pela disposição de compartilhar conosco sua experiência de viagem nessa rota. Isso faz muita diferença tanto para nós, como para os demais visitantes que estão preparando sua viagem de férias para essa região. De fato, há algumas alternativas oferecidas pelo GPS que são mais curtas, mas podem ser desconfortáveis, ou de terra, ou com asfalto destruído ou ter problemas de segurança (criminalidade). No dia 25.01.2020, o Nelson fez uma descrição detalhada da viagem dele a Porto Seguro. Ele saiu de Brasília pela BR 040 e utilizou a rota que propomos via Montes Claros e ele não foi para Porto Seguro, mas para Santo André, uma cidade ali naquela área. E ele levantou os problemas que você levantou e que se referem às alternativas a partir de Potiraguá. São informações distintas, mas que se somam para nos trazer um rico conjunto informativo para quem vai passar por onde vocês passaram. Adoramos quando uma pessoa faz o que você fez, Khalil: é uma ajuda enorme para nós. Daí o nosso penhorado agradecimento.
      Um grande abraço e não se perca de nós, OK?
      Abreu

  6. Brasília – Santo André (Porto Seguro) em 10/01/20
    Obrigado Abreu, sem sua iniciativa e espírito comunitário essa viagem teria seria difícil e, certamente, intranquila para aqueles, como nós, pouco acostumados às rodovias de imenso Brasil.
    Saímos de Brasília pela BR-040 em bom estado, com 3ª faixa nas subidas e poucos caminhões. O cuidado é apenas nas áreas urbanas no entorno da capital. Após o trevo “Pirapatos” a BR-365 encontramos um “patchwork” de remendo no asfalto, mas sem buracos e sem terceira faixa (luxo raro até a Bahia). A pista melhora à 50km de Pirapora e, depois, até Montes Claros.
    A BR-251 de Montes Claros à Conquista está boa, buracos esparsos, contudo enfrentamos um “enxame” de caminhões. Muita paciência nas ultrapassagens. Ao acessar a BR-116 volta-se a uma estrada fácil.
    Seguindo as ricas informações disponíveis nesse blog do centro de lançamentos “Baikonur”, roteamos por Conquista-Itapetinga-Potiraguá-Gurupa Mirim. Há boas condições de estrada e sinalização até Itapetinga (BA-263), incluindo a famigerada Serra do Marçal. Depois desse trecho, a BA-680 tem um belo traçado sinuoso e cheio de rampas íngremes que exige atenção. Encontramos uma pista simples com buracos esparsos e recuperada recentemente, mas com algumas curvas fechadas e sem acostamento. De fato, não é estrada que suporte o tráfego de caminhões pesados. Mas passamos com segurança e curtindo o visual dos vales.
    Alerta do trecho: há uma ponte em obras de recuperação com apenas meia pista livre, sinalizada com antecedência, mas que requer uma passagem com cuidado. Em nosso caso, não havia controle do trânsito (para-anda).
    Chegando à BR-101, seguimos no sentido sul (Eunápolis), porém à 8km de Itagimirim, roteamos pela BA-687 que segue até a fábrica de celulose (Veracel). A estrada tem pouco tráfego, servindo essencialmente para os veículos longos carregados para a fábrica. Está em boas condições, nos dois sentidos, com raros buracos.
    Ao seu final, entroncamos com a BA-275, a partir desse ponto iniciando o asfalto em direção ao litoral. Nesse sentido, há vários remendos frágeis e alguns buracos que requerem atenção, pois não há acostamento. No sentido inverso, litoral-interior, a pista é bem melhor (vai entender…). O melhor é prudência e a luz do dia.
    O último trecho para chegar à Santo André, BA-001, encontra-se muito bom, sem buracos, mas com quebra-molas nas vilas do percurso.
    A opção de não seguir até Eunápolis-Porto Seguro para chegar à Santo André de fato se mostrou melhor, seja pelo percurso rodoviário, o trânsito em áreas urbanas (Porto Seguro pode ser bem congestionado) e evitarmos a balsa no Rio João de Tiba.
    Obs. (i) a entrada da BA-687 a partir da BR-101 tem uns poucos metros sem pavimentação (terra), mas ela é bem e totalmente pavimentada (22km); (ii) não acesse a BA-275 diretamente a partir da BR-101 pois não é pavimentada, prefira a BA-687; (iii) seguindo “Baikonur”, fizemos paradas regulares e elegemos viajar por Minas, por motivos Rosianos, com pernoite em Montes Claros. Fica nossa contribuição para o diário de bordo. Valeu Abreu!

    1. Olá, Nelson. Bem-vindo ao nosso blog. Rapaz, que presentão que você nos deu com essa sua mensagem. Presentão, sim: hoje, dia 25.01.2020, faz 13 anos que publicamos o nosso primeiro post neste blog, onde chamávamos a atenção dos moradores de Brasília para o fato de que a rota de Brasília para Salvador, via Barreiras, estava reconstruída, rota essa destruída pela dupla Maílson Ferreira da Nóbrega-João Batista de Abreu a partir de 1989, na chamada “Operação Desmonte”, quando os dois, Ministros da Fazenda e do Planejamento, cortaram as verbas do antigo DNER para manutenção das estradas brasileiras. Sem aquela rota, os brasilienses passaram a usar a rota por Correntina, que também foi destruída rapidamente, o que nos obrigou a passar para a rota por Montes Claros, que você utilizou agora. Em janeiro de 2007, a véspera da volta das férias em Salvador, vimos no Jornal Nacional que duas pontes haviam caído na BR 251, entre Francisco Sá e Salinas, o que havia levado à interdição da rodovia. Pedimos socorro à Polícia Rodoviária Federal, que nos orientou a voltar por….Barreiras, que estava totalmente reconstruída. Nossa alegria foi tanta, que decidimos criar o blog e publicar a notícia. Pois é: hoje é o aniversário da primeira postagem intitulada “RODOVIAS BRASILEIRAS: Brasília-Salvador”. Claro que, como sabíamos que havia três rotas possíveis e, a cada ano, nas férias, só poderíamos usar uma delas, ficou claro que o blog e o post não se sustentariam, a não ser que outras pessoas que fizessem a mesma viagem pelas outras rotas, retornassem ao blog e contassem suas experiências. O blog cresceu. Passamos a postar outras rotas para outras cidades. Das 10 visitas a cada 60 dias nos primeiros tempos no post “Brasília-Salvador”, passamos para picos (janeiro de 2020) de 246 visitantes por dia. Mas nossa linha de ação continua a ser de não ter qualquer interesse comercial (não buscamos patrocinadores), de dividir experiências, de ajuda mútua, de somar vivências e conhecimentos de todas as famílias que viajam de férias de carro pelas estradas brasileiras. E o nosso sonho é de que, quando eu e minha navegadora estivermos velhinhos e sem condições de viajar, que o blog continuasse, alimentado por relatos de viagens dos nossos próprios visitantes. Curiosamente, neste verão de 2020, temos tido uma manifestação inusitada de pessoas que retornam das viagens para trazer o seu relato, informações atualizadas sobre o estado das rodovias, de hotéis, de postos de abastecimento nos nossos diversos posts. Por isso, Nelson, consideramos o seu relato o nosso presentão do aniversário de 13 anos do nosso blog: é uma mensagem tão delicada, tão carinhosa, tão detalhada, tão cuidadosa, tão preocupada com as outras famílias que vão seguir você na mesma rota, que chegamos a duas conclusões: a) estamos muito velhos; b) há gente capaz de transformar nosso sonho em realidade e fazer o blog funcionar sem nós. Muitíssimo obrigado, Nelson. Valeram a pena esses 13 anos de espera: você os representa e tantos outros como você irão nos representar na continuidade desse trabalho!
      Um grande e forte abraço!
      Abreu

      1. Caríssimo Abreu, parabéns a você, e a sua navegadora, pelos 13 anos completos desse blog precioso. Para um novato aqui, foi uma surpresa dupla, sua curadoria e a qualidade de contribuições.
        Obrigado pela resposta, mas é você que inspira a muitos, inclusive eu, a planejar, viajar de forma segura e compartilhar o que viveu. Além disso, o faz de forma comunitária, humana e muito didática e eficiente. Mesmo quando não podemos estar na estrada real como antes, na virtual nossas marcas estarão por aqui – boa conversa para muitos novos viajantes.

  7. Bom Dia Amigo Abreu. Retornei de Porto Seguro para Brasília. As estradas permanecem muito boas, com poucos trechos de asfalto um pouquinho remendado. Sugiro atenção na BR-101 após Eunápolis (fluxo de caminhões intenso). O trecho Potiraguá para Itapetinga, está tranquilo(poucos remendos). A Serra do marçal é realmente extremamente sinuosa e requer bastante atenção! (Enfrentei engarrafamento, devido acidente com uma caminhonete). O resto do trajeto foi ok. Pernoitei em Correntina e ontem vim até em casa. Somente o trecho antes, depois de formosa, sentido DF está com mais remendos e eventuais buracos. Em resumo, as estradas estão boas e sempre a cautela, e o cuidado em NÃO imprimir grandes velocidades e NÃO dirigir a noite são as principais dicas. Mais uma vez, agradeço a você Abreu, pelo excelente trabalho de manutenção desse site! De longe, o melhor canal de informação sobre as condições das estradas. Um forte abraço irmão!!!

    1. Olá, Alexandre. Bem-vindo de volta ao Planalto Central e muito obrigado por sua disposição de voltar aqui e trazer as informações colhidas durante a sua viagem e que são tão importantes para outras famílias que irão fazer o mesmo trajeto que você fez. Ficamos muito felizes quando isso acontece, porque nos aproximamos mais um pouquinho do nosso sonho de que este blog seja auto-sustentável, ou seja, os seus próprios frequentadores o alimentem com as informações tão necessárias aos que a ele estão chegando. Obrigadaço, Alexandre e até sua próxima viagem.
      Um abração.
      Abreu

  8. Boa noite pessoal. Alguém tem notícias das condições da estrada para Guaibim? Estou em Porto Seguro e quero ir até o Morro de São Paulo.
    Abreu, vc tem a rota bacana de Guaibim à Brasília?

    1. Olá, António Carlos. Seja bem-vindo de volta. Que bom que você é filho de Deus e pode estar agora em Porto Seguro!! As estradas estão em ordem. Nada a elidir ou aditar em tudo o que está no post. De Guaibim para Brasília, tudo certo também e a rota correta é Guaibim-Santo Antônio de Jesus-Amargosa-Iaçu-Itaberaba-Seabra-Ibotirama-Barreiras-Luís Eduardo Magalhães-Posto Rosário-Alvorada do Norte-Formosa-Brasília. Tudo certinho, buracos raros e sem perigo. Mandamos pintar os meios-fios, botar tapete vermelho e contratamos banda de música e foguetório para o seu regresso à Capital das Decisões.
      Um abração.
      Abreu

      1. Vamos pegar a estrada e decidimos o destino de Brasília a Porto Seguro segunda cedinho, pode nos indicar a rota com cidades , para para abastecer e cidade para dormir? Primeira viagem do casal de carro, estamos ansiosos! Obrigada por tantas dicas

        1. Olá, Isabella. Bem-vinda de volta. Decisão tomada, pé na estrada. Vocês vão sair amanhã cedinho de Brasília e deverão dormir em Vitória da Conquista, aonde chegarão ao final do dia. De Brasília, sigam por cerca de 300 km e chegarão ao Posto Rosário, na divisa de Goiás com a Bahia. Este posto é recomendado por nós pela limpeza dos banheiros e a qualidade do restaurante, da lanchonete e da loja de conveniência. Sinal de celular só da Vivo e apenas em alguns lugares do posto. A partir da daí, rode 18 km e pegue a BR 349 à direita para Correntina, Santa Maria da Vitória e Bom Jesus da Lapa, onde você parará para abastecimento, banheiro e algum cafezinho. A seguir, rode mais 380 km e chegará a Vitória da Conquista, antes do anoitecer. Se houver atrasos, pernoite em Brumado ou Caetité. Independentemente de onde for o pernoite, você chegará a Porto Seguro no dia seguinte um pouquinho antes de os hotéis abrirem o check-in para os novos hóspedes que estão chegando (não adianta chegar muito antes disso). Abastecendo no Posto Rosário, abasteça em Bom Jesus da Lapa, em Brumado e em Vitória da Conquista. ATENÇÃO EM BRUMADO, viu, Isabella? O GPS está orientando as pessoas a passarem de Brumado para uma cidade chamada Sussuarana e, de lá, descerem para Anagé. Programa de índio. Asfalto destruído, atraso enorme na viagem e irritação a bordo. Fique esperta: ao chegar a Brumado, pegue a BA 262 direto para Anagé e Vitória da Conquista, OK? Abasteça e pernoite lá. A partir daí é seguir para Itambé, Itapetinga, vire a direita para Potiraguá (abasteça aqui) e BR 101, desça para Eunápolis e de lá para Porto Seguro. Não viaje à noite, não dê carona, não invente moda, tá? Faça uma boa viagem
          e dê notícias.
          Um abração.
          Abreu

  9. Bom Dia Amigo Abreu!
    Cheguei ontem em Porto Seguro(segundo trecho: Vitória da Conquista-PS). Bom, as estradas estão absolutamente excelentes. O tão falado trecho Itapetinga Potiraguá está 100%. De Potiraguá até a BR-101 parece mesmo estrada européia, super boa e com sinalização ok. Até Eunápolis também foi tranquilo, mas vale sempre ressaltar atenção na BR-101. Muitos caminhões e infelizmente muitos motoristas imprudentes ansiosos para chegar na praia! Em resumo a viagem foi tranquila. O preço da Gasolina variou de R$4.74 (entrada em Correntina) até o valor bem caro de R$5.14 aqui na praia de Taperapuan, em Porto Seguro). Bom o tempo é o de verão. Tempo bom durante o dia e eventual chuva rápida no fim de tarde. Quem pensa em vir para Porto Seguro, a dica é apenas o protetor de sol e boas energias! Um forte abraço Abreu! E mais uma vez parabéns para o EXPRESSÃO DA LIBERDADE, o melhor site sobre condições das estradas!!! Grande Abraço irmão! 🙂

    1. Mais uma vez, Alexandre, muitíssimo obrigado. O seu relato é um primor de objetividade e concisão, além de ser extremamente tranquilizador para nós, que orientamos centenas de famílias a seguirem as rotas que nós escolhemos, para maior segurança e conforto delas próprias. E como não temos condições técnicas de fazer monitoramento em tempo real de todas as estradas que indicamos, há sempre o risco de uma deterioração súbita, uma ponte que desaba, crateras gigantescas que se abrem com chuvas fortes. Enfim, trabalhamos ao máximo para avisar tempestivamente nossos visitantes quando esses incidentes ocorrem. Agora, se o próprio visitante, ao fazer a viagem, dispõe-se a voltar aqui e compartilhar sua experiência com informações atualíssimas, é uma bênção para nós. Show de bola, Amigo Alexandre. Como diria Vinicius de Moraes, “se todos fossem iguais a você…”, que maravilha seria manter este blog.
      Um abração.
      Abreu

    1. Olá, Antônio. Os preços variam ao longo do percurso. Para fazer o planejamento financeiro em relação a esse gasto, considere que, na média, os preços são similares aos de Brasília. Fazendo isso, a margem de erro é muito pequena, OK?
      Um abração.
      Abreu

    2. Posto Rosário ==> 4,89 ; Correntina ==> 4,74 ; Caetité ==> 4,94 (mas ao passar 3km do centro, o preço é um pouco menor) ; Vitória da Conquista ==> 4,85 (dentro da cidade) ; Eunápolis ==> 4,99 mas é possível pagar menos no trecho até Porto Seguro. E aí chegar em PS o preço estará acima de 5 Reais, podendo chegar a 5.14 na praia da Taperapuan.
      Boa Viagem!!!

        1. Olá, Alex. Bem-vindo ao nosso blog. Para planejar os gastos com combustíveis nessa rota de Brasília-Porto Seguro, o melhor é considerar os valores vigentes em Brasília (aproximadamente R$ 3,50 o litro). Porque ao longo da rota os preços caem e, de repente, inexplicavelmente, começam a subir, à medida em que você se aproxima do litoral. Não vejo nenhuma razão para isso, até por que as refinarias estão no litoral e o pré-sal ali pertinho. Mas essa é a verdade. Assim, faça as contas por Brasília. São 1.432 km até Porto Seguro. De ida e volta, 2.864 km. Se o carro fizer 10 km por litro, serão 287 litros de etanal que, a R$ 3,50 (preço médio de Brasília), serão cerca de R$ 1.000,00 para a ida e a volta. Como cada passagem de ida e volta para Porto Seguro pela Latam, hoje, está saindo por R$ 2.200,00, com quatro passageiros no carro, a passagem aérea ficaria em R$ 8.800,00. Tirando a diária do hotel dos pernoites ( 2 x 140,00), ainda é muito interessante ir de carro a álcool. Ser restarem dúvidas, Alex, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
          Um grande abraço.
          Abreu

        2. Olá, Alex. Bem-vindo ao nosso blog. Para essa rota, como há variações enormes de preços de combustíveis, recomendamos fazer os cálculos com os preços de Brasília (os mais altos do mundo). Assim, serão 2.864 km de ida e volta. Com um veículo que faça 10 km por litro de etanol, o gasto total será de aproximadamente R$ 1.000,00, Ok? Como, neste momento, a passagem aérea pela Latam de Brasília para Porto Seguro está por volta de R$ 2.200,00 por pessoa de ida e volta, se você está com 4 pessoas no carro o custo seria de R$ 8.800,00 (se vocês vocês fossem todos de avião). É preciso tirar os R$ 240,00 da diária do hotel.Mas é extremamente vantajoso. Portanto, partiu Porto Seguro de carro!
          Um grande abraço.
          Abreu

  10. Bom Dia Amigo Abreu,
    Ontem saí de Brasília (5h da manhã) e a viagem vei tranquila até quase a chegada em Vitória da Conquista. No entanto, uma chuva fortíssima caiu, faltando uns 70km de chegarmos. Pelo que soubemos, foi uma chuva não vista antes! Muita água ao ponto de termos que andar a uma velocidade de 40km por hora. Parei em um posto faltando 20km antes de chegar em Vitória da conquista, já por volta de 19h.
    Resumo: não trafeguem a noite de forma alguma!
    Mesmo que o trecho seja pequeno!!!
    Hoje seguiremos viagem até Porto Seguro, via Itapetinga-Potiraguá-Eunápolis.
    Mais tarde, informarei as condições do tempo e estradas!
    Até aqui, as estradas, estão todas excelentes!
    Obs: o volume de carros na estrada está bem alto também! Cuidado em dobro a todos!!!
    Forte Abraço!

    1. Obrigado, Alexandre. Que bom recebermos notícias suas, que são de fonte confiável e atualizadíssimas. Nossa relação estatística no momento é de 1 para 142, ou seja, para cada comentário postado, 142 pessoas entraram e leram os posts do blog. Imagine a importância do seu relato para todos os visitantes nossos que estão se preparando para fazer a viagem Brasília-Porto Seguro!! Obrigadaço!
      Um abração.
      Abreu

  11. Bom dia Abreu! Tive um imprevisto e só devo sair de Brasília rumo a Porto Seguro ao meio dia de hoje (05/01). Pela sua experiência, saindo nesse horário, consigo pernoitar em Bom Jesus da Lapa?

    1. Sim, Antônio Carlos. Você conseguirá pernoitar em Bom Jesus da Lapa, onde deverá chegar por volta das 18 horas. Mesmo que haja algum atraso, é preferível entrar um pouquinho pela noite e chegar a Bom Jesus da Lapa, porque as condições de hospedagem em Correntina (a 143 km de Bom Jesus da Lapa) ou Santa Maria da Vitória (94 km) não são excelentes. Dê notícias, OK?
      Um abração.
      Abreu

  12. Boa noite!!! Estou saindo de Brasília a Porto Seguro, amanhã dia 04/01/20. Vou sair de Ceilândia às 4h da manhã. Devo pernoitar em Brumado ou dá para chegar a Vitória da Conquista? Alguém tem sugestão de hospedagem em Vitória da Conquista? E como estão as condições das estradas nesse percurso, depois de tanta chuva?

    1. Olá, Antônio Carlos.Bem-vindo ao nosso blog. Não entendemos direito: você sairá de Brasília no dia 04 ou no dia 5? De qualquer modo, nossa orientação é que dá, sim, para você pernoitar em Vitória da Conquista, saindo de Brasília às 04 da manhã. De qualquer forma, se não der, pernoite em Brumado ou Caetité: em qualquer dessas hipóteses, você chegará a Porto Seguro por volta do começo da tarde. do dia seguinte. Apesar das chuvas, as estradas estão em boas condições: basta não exagerar na velocidade e não viajar à noite. Não costumamos indicar hotéis para pernoite, porque os nossos visitantes têm diversos tipos de renda, o que significa diferentes graus de hospedagem, desde pousadas simples até hotéis de 3 estrelas. Então, nesse quesito, normalmente não nos manifestamos. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

  13. Bom Dia amigo Abreu! Minha viagem para Porto Seguro será amanhã(saio às 4h de Águas Claras). Conforme falamos, recentemente, o trecho Itapeting-Potiraguá parece válido ainda, apesar das chuvas. Acredito que esse ano as chuvas estão mais frequentes, mas irei com cautela e avisarei aqui logo que passar pelos trechos! Se tiver mais algumas informações, serão bem vindas! Um forte abraço meu velho!

    1. Olá, Alexandre. Pode ir tranquilo. Informações de ontem dão conta de que o trecho Itapetinga-Potiraguá está em ordem, exigindo apenas manter-se afastado do carro da frente, para evitar possíveis surpresas com buracos esparsos. O relato é do Tennessee William, postado aqui mesmo no post “Brasília-Porto Seguro de carro”. Faça uma boa viagem e dê notícias.
      Um abração.
      Abreu

  14. Olá Abreu, a situação das estradas até Porto seguro, passando por Caetité,Brumado, Potiraguá, estão boas, são raros os buracos, nada que atenção não resolva, é só não andar colado na traseira de outro carro ou caminhão que vai tranquilo, rodamos somente durante o dia, fomos no dia 21/12 e voltamos 27/12 gastamos 03 dias pra voltar, sem pressa e parando mais que escola de samba,kkk, única observação era muito carro nas estradas, período de férias tem muitas famílias viajando, deu trabalho pra conseguir um hotel em Brumado na volta.
    Grande abraço e um 2020 abençoado. Tudibaum

    1. Olá, Tennessee. Bem-vindo de volta e obrigadíssimo por sua disposição de fazer o relato da viagem. Esse trecho Itapetinga-Potiraguá-BR 101 estava nos deixando bastante preocupados, por conta das informações desencontradas. Com seus esclarecimentos, podemos manter nossa orientação atual com tranquilidade. Mais uma vez obrigado e até sua próxima viagem!!!!
      Um abração.
      Abreu

  15. Bom Dia Amigo Abreu,

    Sou Alexandre Reis, de Águas Claras, DF e volto ao “EXPRESSÃO DA LIBERDADE” (Sem sombras de dúvidas o mais completo SITE de informações, sobre condições das estradas do centro Oeste ou mesmo do Brasil!!!)
    Esse é de longe um trabalho fantástico e primoroso!!! Parabéns Abreu!!!!

    Seguinte,
    Irei com minha família, novamente, para Porto Seguro no próximo dia 04/01/2020. (fomos no início desse ano, no dia 01/01 e a viagem foi 100%, pois seguimos todas as dicas do “Expressão da Liberdade”, CLARO!!!)

    Sairemos de Águas Claras, por volta de 4h da manhã (opção mesmo) e iremos até vitória da Conquista no 1º Dia(onde iremos pernoitar).
    No 2º Dia (05/01/2020) seguiremos até Porto Seguro.

    Bom, além de mais uma vez te perguntar sobre as condições dos trechos, percebi que um pouco antes de Potiraguá, parece que os buracos podem ter se acentuado. No início dessa ano, já estava um pouco “castigado”.
    É isso mesmo? Tem mais trechos danificados?

    Mais uma vez, Muuuuuuiito Obrigado por suas ricas informaçoes!!! (Também voltarei para informar ao passar por lá!)

    OBS: Seria super interessante ter um grupo de WhatsAPP com o pessoal que está sempre nessas estradas!!!
    Se já tiver, pode me avisar, que eu topo!!! 🙂

    No mais, um forte abraço, e um ótimo ano novo para você e família!

    Alexandre Reis.

    1. Olá, Alexandre. Já estamos aqui nesta janela desde 2007, procurando fazer um trabalho difícil que é convencer as pessoas a passearem de carro e continuarem vivas. Mas, ainda não havíamos vivenciado um momento tão comovente como a leitura do seu comentário. Obrigado, meu amigo. Nossa família Abreu toda agradece por suas palavras, que são de um carinho imenso e representa um reconhecimento para nós de que esses 12 anos, quase 13, valeram a pena. Muita emoção por aqui. Quanto à rota Brasília-Porto Seguro, confirmamos todas as informações publicadas no post. Estão atualizadas e o seu “plano de voo”está correto. Durante anos recomendamos aos nossos visitantes não encurtarem o caminho por Potiraguá, dado o péssimo estado de conservação do asfalto naquele trecho. Orientávamos as famílias a seguirem em frente até Itabuna e, só lá, pegarem a BR 101 com destino a Porto Seguro. A rota por Potiraguá-BR 101 foi recuperada, como você sabe, e o percurso economizou 120 km. Ocorre que, assim como nós, a Veracel (empresa de produção de celulose, com sede na região) também descobriu e direcionou seus caminhões para lá. São eles que estão maltratando o asfalto recém-recuperado. Por enquanto, mantemos nossa indicação para Potiraguá, apenas chamando a atenção sobre a ocorrência de buracos no trevo de Itapetinga e alguns também 24 km depois de Itapetinga, no trevo para Potiraguá. Há autorização do governo do estado para obras de recuperação no trecho trevo-Potiraguá, mas as obras ainda não se iniciaram. Assim, torna-se importantíssimo, ao parar em Itapetinga para abastecer, indagar a respeito da BA 270 até Potiraguá e de lá até a BR 101. Isso porque, ainda ontem, dia 28.12.2019, uma tempestade violenta se abateu sobre a região, com destruição de casas e outros danos, o que pode ter mudado o perfil da rota. Como você vai pernoitar em Vitória da Conquista, você poderá formular sua rota a partir dessas informações. Se Potiraguá estiver OK, serão 388 km no segundo dia até Porto Seguro. Se houver problemas ou as informações não forem claras, siga para Itabuna e desça de lá pela BR 101 até Eunápolis e Porto Seguro, numa jornada total, no segundo dia de 522 km, ou seja, 134 km a mais. Em qualquer dos casos, saindo do hotel em Vitória da Conquista após o café da manhã, você chegará a Porto Seguro entre as 10h (via Potiraguá) ou 12h (via Itabuna), o que não faz muita diferença. Como a região de Potiraguá está neste momento sob fortes chuvas, não temos como adiantar para você o estado da rota. Mas, se você retornar aqui antes de viajar, possivelmente já teremos informações mais precisas sobre as duas opções. Obrigado pela sugestão do grupo de WhatsApp. Vamos analisar isso. Embora sejamos filosoficamente contrários às redes sociais (Facebook, Instagram, Tweeter etc), achamos que o Zap não tem essa viscosidade hipnótico-escravizante das demais. Vamos estudar a sério isso. Mais uma vez nosso enternecido obrigado a você por suas palavras, Alexandre. Elas foram um delicado e maravilhoso presente de Natal para nós.
      Um grande abraço.
      Abreu

  16. Bom dia, Abreu!
    Queremos ir de Brasília para Porto Seguro na próxima semana.
    Como está o trecho de Caetité à Vitória da Conquista passando por Brumado e Anagé.
    Obrigada.

    1. Olá, Ricardo. Bem-vindo ao nosso blog. Está tudo certo, na forma do nosso post “Brasília-Porto Seguro de carro”. O trecho Caetité-Vitória da Conquista está OK, desde que você não aceite a sugestão do GPS de passar por Brumado e ir até Sussuarana, e de lá descer para Anagé. Aquela estrada está destruída e haverá choro e ranger de dentes se você for por lá. O correto é, em Brumado, virar à direita e descer, pela BA 262, diretamente para Anagé e Vitória da Conquista. Depois de Vitória da Conquista, há uma preocupação nossa no trecho que vai do trevo de Itapetinga (que está cheio de buracos) e a estrada para Potiraguá, que está sendo muito utilizada por uma empresa de produção de celulose, cujos caminhões carregados de eucaliptos estão sendo direcionados para lá e, por seu alto peso, estão danificando a estrada. Fora disso, tudo certo, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

  17. Olá. Meu namorado sai do trabalho meio dia. Talvez estamos pensando em começar a viagem rumo a Ilhéus em torno desse horário. Penso em dormir em Correntina. Será que observando esse horário é possível chegar lá sem dirigir a noite ou dirigindo bem pouco a noite? Tenho um pouco de medo. No outro dia, pensando em dar uma paradinha em Bom Jesus da Lapa, também consigo chegar durante o dia em Ihéus?
    Desde já agradeço.

    1. Olá, Lucimeire. Bem-vinda ao nosso blog. Você chegou até nós – provavelmente em busca no Google – pelo nosso post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui em nosso site, no endereço http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde há diversos posts nossos sobre viagens nessas estradas, inclusive um específico para sua viagem: o posto “Brasília-Ilhéus de carro”. Não deixe de dar uma olhadinha lá também, OK? Dadas as limitações da hora de sua partida (somente após o meio-dia), você pode dormir em Correntina ou Santa Maria da Vitória e chegar no dia seguinte a Ilhéus por volta das 15 horas. Faça uma pesquisa cuidadosa sobre hotéis nas duas cidades, porque ambas não são muito bem estruturadas em termos de rede hoteleira. Nesses casos, Lucimeire, sempre é bom fazer uma avaliação ao se aproximar de Correntina: se você estiver passando por lá por volta das 17 horas, vale a pena percorrer mais 144 km (cerca de uma hora e meia) e chegar a Bom Jesus da Lapa por volta das 18h30 e 19h. Se você conseguir pernoitar em Bom Jesus da Lapa, dará tempo de dar uma volta pela cidade, conhecer o Santuário, bater umas fotos às margens do Rio São Francisco e, no dia seguinte, chegar a Ilhéus por volta das 13 horas. Mas só pernoite em Bom Jesus da Lapa se estiver passando por Correntina por volta das 17, OK? Se passar disso, há o risco de viagem noturna em horas mais avançadas, o que não é recomendável. Se restarem dúvidas, Lucimeire, retorne: será um prazer ajudar você seu namorado irem e voltarem em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  18. Boa noite a todos!
    Parabéns pelo Site Abreu, são muito boas as dicas, amanhã partiremos em 04 carros para Porto seguro, estamos saindo de Pires do Rio-GO, passaremos por fora de Brasília, assim que puder mando informações sobre algum fator que necessite atenção especial na viagem,
    Novamente Parabéns, não vou fazer perguntas pois sempre leio suas respostas aos colegas, vou na suas dicas
    Grande abraço

    1. Boa viagem, Tennessee. Dê notícias. Adoramos o seu nome! Lembra o “Úm bonde chamado desejo”e “Gata em teto de zinco quente”, grandes obras de um grande mestre!
      Um grande abraço.
      Abreu

  19. Olá Abreu, Boa Noite! Estou indo ( 3 adultos e 1 criança de 2 anos) para Porto Seguro passar o Natal, saindo de Valparaíso de Goias, no Google Mapas aparece 2 percursos o 1º por Correntina como sempre e o 2º seguindo por Cristalina, Paracatu, João Pinheiro, Pirapora, Bocaiuva, Olhos D água, Jequitinhonha, minha duvida é: Qual eu sigo??? Pois em todas as pesquisas que fiz não vi relatos desse 2º percurso, parece que todos só utilizam o 1º, nesse 2º você tem conhecimento de como estão as pistas, ponto de apoio… já irei andar tanto de carro não queria ter que seguir ate Planaltina sabendo que poderia ter ido por Luziânia, desde já agradeço o retorno. Obrigada!

    1. Olá, Evelyn. Bem-vinda ao nosso blog. Quando nós fazemos nossas recomendações de rota para as diversas viagens rodoviárias pelo Brasil, nossa preocupação básica e nosso alvo são as famílias. Rapazes e moças solteiras, a bordo de um veículo, em plena juventude, estão doidos para chegar logo à praia. Por isso, querem o caminho mais curto e viajam à noite e fazem mil loucuras. Às vezes sobrevivem, às vezes não. As famílias são diferentes. Elas tem outras preocupações que não o “chegar logo, pelo caminho mais curto”. Preocupam-se com a segurança física dos seus componentes, com o seu conforto, pensam em hotéis ou pousadas decentes, em postos com banheiros limpos e combustíveis sem adulteração. Assim, pensando nessas famílias, quando nós indicamos exclusivamente três rotas de Brasília para Porto Seguro (por Barreiras, por Correntina e por Montes Claros) é porque essas são as únicas que reúnem as condições básicas que exigimos para indicá-las. Essa segunda rota que você apresenta, Evelyn, leva a Porto Seguro, com certeza. Mas você atravessará um dos trechos mais pobres, mais miseráveis e abandonados do Brasil, não tem a presença da Polícia Rodoviária Federal (que cuida da nossa segurança durante as nossas viagens), estradas precárias, muitos trechos sem asfalto, sem estrutura hoteleira, cruza áreas desertas e oferece risco de assaltos em alguns pontos, especialmente naquele núcleo de Itaobim, Jequitinhonha, Almenara e Pedra Azul. Se uma criança passa mal, vomita, tem uma diarréia, o que você pode fazer num lugar desses? Então, para que você viaje em paz com sua família – e já que você não está disposta a começar a viagem atravessando Brasília inteira -, nossa recomendação é a rota por Montes Claros. Veja bem: você deve seguir exatamente o roteiro que indicamos. Se tentar cortar caminho, encurtar a viagem, “ir por ali porque está tão pertinho”, prepare-se para fortes emoções e terríveis dores de cabeça. Nossa rota para você: saia de Valparaíso pela BR 040. Em Cristalina, mantenha-se na BR 040 para Paracatu ( a outra perna é a BR 050 que leva a Catalão e Uberlândia). Siga direto de Paracatu para João Pinheiro. A 83 km à frente de João Pinheiro há um grande trevo, antigamente chamado Pirapatos, hoje é uma pequena cidade chamada Luislândia do Oeste. Ali, se você seguir em frente pela BR 040, vai para Belo Horizonte, se virar à direita, vai para Patos de Minas. Vire à esquerda e siga para Pirapora e de lá para Montes Claros, pela BR 365. Em Montes Claros, um pouco antes de entrar na cidade, pegue a direita e entre na BR 251, que levará você a Francisco Sá, Salinas e à BR 116. Uma vez na BR 116, suba direto para Vitória da Conquista, em cujo trevo você virará à direita e entrará na BA 263, que segue para Itambé e Itapetinga. No trevo de Itapetinga (cuidado aqui: há informações de muitos buracos recentes nesse trevo e na estrada BA 270, que você pegará 24 km depois do trevo. Por ela você chegará a Potiraguá e, pela mesma estrada , depois de rodar 58 km, você estará na BR 101. Uma vez na BR 101, você rodará 72 km e estará em Eunápolis. Lá, entre à esquerda, pegue a BA 367 e, após 64 km, você estará em Porto Seguro. Insistimos muito em um ponto, Evelyn: não caia na tentação de encurtar caminho. A rota mais segura, mais confortável, mais tranquila, com melhor estrutura de hotéis, postos, farmácias e hospitais é essa que recomendamos. Como você está com criança pequena, nossa orientação é fazer uma jornada menor no primeiro dia, de modo a chegar ao hotel, tomar banho, jantar, passear na cidade e dormir – tudo isso antes que a criança comece a se cansar. O segundo dia pode ser uma jornada mais longa, porque as crianças, diante da perspectiva de ver o mar e a praia, esquecem de se cansar. Como a viagem toda será de 1.558 km, nossa sugestão é dividi-la em duas etapas: uma de 700 km e outra 858 km. Isso significa pernoite em Montes Claros (700 km). No dia seguinte, saindo após o café da manhã, vocês deverão chegar a Porto Seguro entre 14 e 15h. Evelyn, você chegou até nós – provavelmente através do Google – pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui mesmo em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde estão publicados diversos outros posts nossos sobre viagens de carro nessa região, como o “Brasília-Ilhéus de Carro”, “Brasília-Morro de São Paulo e Guaibim de carro”. Um desses posts nós gostaríamos muito que você lesse. É o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde nós apresentamos uma série de informações práticas para motoristas não tão experientes ou que viajem em companhia de mulheres, idosos ou crianças. Não deixe de dar uma lida, tá. Se restarem dúvidas, Evelyn, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar com sua família em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Nossa!!! Muitíssimo obrigada!!! Confesso que por mais que as malas já estivessem prontas estava com um receio de seguir em frete por conta dos relatos que ouvi (ou não) das estradas. Que Deus continue abençoando o Sr e toda sua família e que tenha bastante saúde para continuar a nos ajudar. Feliz Natal!!!

      2. Abreu, Boa tarde. Fiquei curioso com essa rota sugerida para Evelin, sai de Luziânia no dia 16/12 seguindo a rota por Brasília/Correntina…per noite em Vitória da Conquista…Estradas muito boas com exceção de um trecho entre Brumado e Bom Jesus da Lapa que está péssimo. O que vc sugere pra pra mim? Per noite onde? Volto de Porto Seguro amanhã dia 22/12 às 08:00.

        1. Olá, Fabiano. Bem-vindo de volta. Essa informação sobre o asfalto ruim entre Brumado e Bom Jesus da Lapa é nova para nós. Vamos aprofundar a pesquisa. Enquanto isso, volte pela rota que indicamos para Evelyn, ou seja, uma vez em Vitória da Conquista, em vez de seguir para Brumado, desça pela BR 116 por 132 km e entre à direita,na BR 251, que levará você a Salinas e Montes Claros. Daí para a frente, é o padrão, ou seja, Montes Claros-Pirapora-Pirapatos (Luisândia do Oeste)-João Pinheiro-Paracatu-Cristalina-Luziânia. Pernoite em Montes Claros, após rodar cerca de 860 km desde Porto Seguro. Se não der (pode haver tráfego pesado de caminhões entre Salinas e Montes Claros), durma em Salinas ou Francisco Sá. Obrigado pela informação sobre as condições da estrada entre Brumado e Bom Jesus da Lapa. Dê mais notícias, OK?
          Um abração.
          Abreu

          1. Muito obrigado pelas dicas. Analisando minha memória junto com minha esposa kkkk, a rota com trecho muito ruim é antes de Anagé, que por ventura quase fico sem combustível nesse trecho trecho porque demorei para abastecer.
            Esse trecho ruim é em torno de 30km. Acho que entre Brumado e Anagé.

          2. Olá, Fabiano. Ah, bom. Esse trecho aí, como você deve ter percebido em nossa rota recomendada, não existe. O GPS está recomendando as pessoas a passar por Brumado, seguir até Sussuarana e descer para Anagé, o que é um MICO preto. Nós recomendamos que, em Brumado mesmo, as pessoas devem descer direto para Vitória da Conquista pegando a direita, pela BA 262. Isso está no post. Dessa forma, não há nada de errado em você usar a rota pela qual você foi, apenas voltando de Vitória da Conquista pela mesma BA 262, que recomendamos na ida. Como está em cima da hora da partida, fica a seu critério: as nossas recomendações, tanto por Montes Claros, quanto por Bom Jesus da Lapa, estão tranquilas. Eu, em seu lugar, voltaria por Montes Claros para conhecer outros Brasis.Dê notícias, hein?
            Um abração.
            Abreu

          3. Prezado Abreu, feliz Natal.
            Fizemos s rota de volta para Brasília pelo mesmo caminho caminho que fomos, menos pelos buracos entre Sussuarana e Anagé kkk. Ao sair da BR101 pegamos a BA680 BA680 que está um tapete.
            Depois pegamos BA670.
            No geral as estradas
            Estão boas. Obrigado por todas as dicas!!!!

          4. Olá, Fabiano. Obrigado a você pela disposição de voltar aqui e trazer o seu relato atualizadíssimo sobre as estradas pelas quais passou. Precisamos muito de que outros façam a mesma coisa.
            Um abração.
            Abreu

    1. Antoni, você tem três opções para Canavieiras, vindo de Brasília. A primeira é, como descrito aqui, virar à direita 24 km depois de Itapetinga e descer para Potiraguá e BR 101, voltar 45 km para o Norte e pegar a BA 270, à direita para Santa Luzia e Canavieiras. A segunda é a velha rota para Porto Seguro, que indicávamos antes da recuperação da via para Potiraguá, ou seja, passar por Itapetinga e Floresta Azul e, ao chegar a Itabuna, pegar a BR 101 e, 90 km depois, virar à esquerda para Santa Luzia e Canavieiras. E a terceira hipótese é seguir para Ilhéus e lá apanhar a BA 001 Sul direto para Canavieiras pelo litoral. Comentários: a estrada por Potiraguá está sob análise de nossa parte, uma vez que há registro de destruição parcial da estrada por conta do tráfego pesado de carretas com troncos de eucaliptos da Vera Cruz Celulose-Veracel S.A, cujos excessos de peso estão danificando a estrada que foi totalmente recuperada há menos de 2 anos! E os buracos já começam no trevo de Itapetinga para Potiraguá. A rota por Ilhéus, via BA 001 tem aquele traçado cheio de curvas, atravessando pequenos povoados, com muitos quebra-molas para reduzir a velocidade, o que leva a se gastar mais de duas horas para rodar cerca de 100 km. Aquele trecho também atravessa terras indígenas da tribo dos Tupinambás, que de vez em quando fazem protestos pela demarcação e fecham a estrada. Assim, a rota mais segura e mais rápida, apesar de um pouco mais longa é aquela partindo de Itabuna pela BR 101 e pegando a BA 270 90 km depois, direto para Canavieiras. Depende da data da sua viagem, Antoni, volte aqui para trocarmos uma ideia e ver eventual atualização, OK, meu amigo?
      Um abração.
      abreu

        1. Boa noite, Antoni. Itapetinga? Pensei aqui: acho que meu velho amigo, Raposão das Estradas, está de brincadeira. Descer a Serra do Marçal à noite? Depois de rodar 1.140 km? Brumado está de ótimo tamanho e o Terceiro Milênio é da melhor qualidade, conforme um nosso consultor secreto. Jornadinha de 910 km, chegar lá pelas 16 horas, com calma e aguardar o dia seguinte com uma jornadinha de 522 km, chegando a Canavieiras por volta das 12 ou 13 horas, hora de abertura do check-in no hotel. Correr para quê? Sossega, Antoni. Eu garanto a você que antes de você chegar lá, não vai acontecer nada de interessante!
          Um abração, meu amigo!
          Abreu

          1. Caro Abreu!!!!!
            Quando se trata de segurança, principalmente na estrada, não penso duas vezes e sempre escolho a opção mais segura, de fato, já havia feito reserva no hotel Milênio em Brumado, é pra lá que eu vou!!! Muito obrigado pela orientação e te manterei informado da situação das estradas.

  20. Olá Abreu,
    Inicialmente queria agradecer o seu blog! Me ajudou muito no planejamento de viagem feita em dezembro/2019 De Brasília a arraial da ajuda!
    Foi a primeira vez que vim para a Bahia de carro então realmente não conhecia nada.
    Por essa razão estava com apoio do GPS e acho que ele me atrapalhou na saída de Brumado.
    Por alguma razão, ele indicou seguir pela 030 até sussuarana e depois BA-142 até perto de Anagé.
    Esse trecho está terrível, aumentou a nossa km percorrida e o risco de furar pneu.
    Não sei se eu não observei sinalização adequadamente, mas não vi placas indicando a cidade de Vitoria da Conquista!
    Pra quem vai pra arraial, sugiro especial atenção cautela quando sair da BR-367 E ingressar na BA 001! Existem buracos grandes que podem estragar a viagem!

    1. Olá, Fabio. Bem-vindo ao nosso blog e obrigado pela disposição de voltar aqui para trazer seu relato, com informações quentinhas da “frente de batalha”. Essa indicação equivocada do GPS é antiga e nós nunca a entendemos: esse trecho é 25 km mais longo e a situação do pavimento da estrada é péssimo, se comparado com o trecho direto Brumado-Aracatu-Anagé. Isso nos tem preocupado e nos levou a fazer um alerta no post “Brasília-Porto Seguro de carro”, quando descrevemos “A rota por Correntina”. Escrevemos lá, em 2016: “A propósito dessa área da rota, vale ressaltar que, em Caetité, pega-se a BR 030 ATÉ BRUMADO, onde se deve entrar à direita e pegar a BA 262 para Anagé e Vitória da Conquista. O trecho da BR 030 após Brumado está em condições muito ruins, além de a distância ser maior. Não há problemas de asfalto na BA 262.“. Vamos colocar diretamente lá no post sua advertência para os buracos na BA 001, na saída da BR 367. Realmente, um buraco desses pode azedar as férias na chegada! Mais uma vez, Fábio, obrigadão por seu relato que, com certeza, será utilizado por muitos de nossos visitantes.
      Um grande abraço.
      Abreu

  21. Bom dia sr. Abreu estamos prestes as pegar estrada rumo a Porto Seguro saindo de Goiânia. Gostaria de saber qual a melhor rota para uma viagem tranquila. Ademais parabenizo pelo blog, várias dicas e orientações para nós viajantes e aventureiros da estrada.

    1. Olá, Elaine. Bem-vinda ao nosso blog e obrigado por suas carinhosas palavras de estímulo. Coincidentemente, acabamos de responder ao comentário da nossa visitante Raissa, que está indo de Brasília para Porto Seguro. Ela está indo com três crianças pequenas, o que nos levou a fazer uma recomendação de viagem especial para ela, com pernoite em Bom Jesus da Lapa em vez de Vitória da Conquista. Essa é a mesma recomendação que fazemos para você, que tem 220 km a mais para rodar do que ela: saia de Goiânia ao nascer do sol, de modo a estar na saida de Brasília (Posto Colorado, km 0 da BR 020) aproximadamente às 08h00, o que permitirá sua chegada a Bom Jesus da Lapa para pernoite por volta das 15h30 ou 16h00. Se vocês são todos adultos, até poderiam andar um pouco mais e pernoitar em Caetité ou Brumado. Mas a rede hoteleira em Bom Jesus da Lapa é melhor e esse avanço apenas levaria a vocês a chegarem a Porto Seguro por volta das 10h00 da manhã, quando o check-in dos hoteís ainda não está aberto e vocês terão de tomar um chá de recepção. Por outro lado, somos fortemente contrários a viagens à noite nessa região e nessas estradas, aventura perigosa que deixamos para juventude solteira, apressada e sem experiência em rodovias brasileiras. A propósito, não deixe de ler o nosso “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado também aqui no nosso blog, no mesmo local onde está o post “Brasília-Porto Seguro de carro”, ou seja, http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Se restarem dúvidas, Elaine, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa tarde , acompanho seus conselhos a uns 3 anos e sempre que vou para o nordeste verifico aqui as condições de estrada, bem como em outras midias e fontes, pois bem acompanho a evolução da deterioração das rodovias baianas, sigo o blog do edyy, um morador de Potiragua , e segundo ele a situação deste trecho não e das melhores, inclusive com fotosda pista, como estou de viagem marcada saindo de Brasília para Porto Seguro em Janeiro, e suas informações balizam a rota que seguirei, pergunto se tem noticias atualidas do trecho Itapetinga-Potiragua-BR 101. Obrigado.

        1. Olá, Hildo, velho companheiro do estradar, como diz o Elomar. Nós já lhe dissemos uma vez que o nosso sonho é que gente como você faça esse blog funcionar, trazendo informações atualíssimas através do relato de cada viagem de cada família ou de outras fontes a que nós não temos acesso. Para nós, tudo está em ordem naquele trecho de Itambé-Itapetinga-Potiraguá. Mas com esse alerta que você deu, estamos caindo na estrada para ver o que está acontecendo lá. Muito obrigado, Hildo. Pessoas como você são importantíssimas para a segurança do conjunto de quem viaja por estradas do Nordeste e frequenta esse blog. Voltaremos a você com as informações que recolhermos sobre aquela área. Obrigado, irmão estradeiro. Pessoal, bandeira amarela para Potiraguá, de novo!
          Um abração fraternal.
          Abreu

  22. Olá!

    Iremos para Porto Seguro, saindo de Brasília, no dia 21 de dezembro. Estaremos em um carro com um total de 2 adultos e 3 crianças (5 anos, 3 anos e 1 ano).

    Qual caminho você sugere que seja feito?

    Obrigada

    1. Olá, Raissa. Bem-vinda ao nosso blog. Nossa recomendação padrão de Brasília para Porto Seguro é Brasília-Formosa-Alvorada do Norte-entrada para Posse-Posto Rosário-BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro, no total de 1.430 km, com pernoite em Vitória da Conquista, que fica 1.042 km de Brasília. Acontece que sua situação é especial, pela tripulação que vai a bordo. Esses três brasileirinhos aí exigem uma atenção particularizada. Na nossa recomendação padrão (pernoite em Vitória da Conquista), no primeiro dia a viagem percorre 1.042 km e, no segundo dia, 388 km. Os adultos normalmente querem andar o máximo possível no primeiro dia. As crianças, não. Elas não têm grandes expectativas em relação a Vitória da Conquista e podem se cansar durante esses 1.042 km. Em casos como o seu, a nossa recomendação é de fazer uma jornada menor no primeiro dia. Embora isso aumente um pouco a distância a percorrer até a chegada no dia seguinte a Porto Seguro, há duas razões para fazermos isso: a) saindo após café da manhã no segundo dia e percorrendo os 762 km, vocês chegarão a Posto Seguro por volta das 13 horas, horário em que os hotéis estão fechando as contas dos hóspedes anteriores e abrindo o check-in para os recém-chegados. Chegar antes é ficar esperando na recepção, com a criançada doida para ir para a praia ou a piscina; b) apesar de o segundo dia ter uma jornada mais longa, mas as crianças nutrem a expectativa de chegarem à praia, ver o mar etc. Isso as ajuda a esquecerem o cansaço. Portanto, sugerimos que você saia de Brasília por volta das 0600 horas (do Posto Colorado, km 0 da BR 020), o que propiciará sua chegada a Bom Jesus da Lapa por volta das 14h, horário de abertura do check-in para pernoite. A cidade dispõe de boa rede hoteleira, pois é polo de turismo religioso. Há um grande santuário católico em uma gruta, que é um passeio interessante (mesmo para quem não é religioso) e a própria cidade, às margens do Rio São Francisco, proporciona boas fotos ao final da tarde à beira-rio. No dia seguinte, saiam após o café da manhã, para chegada por volta das 13 horas a Porto Seguro. Raissa, você chegou até nós – provavelmente pelo Google – com o post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site no endereço http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde temos outros posts sobre viagens rodoviárias que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro”, “Brasília-Salvador de carro” e, especialmente, o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos uma série de informações destinadas a motoristas sem muita experiência ou que estejam viajando com mulheres, crianças ou idosos. Não deixe de dar uma olhadinha, lá, tá? Se restarem dúvidas, Raissa, retorne: será um prazer ajudar e você a levar e trazer sua família em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigada, Abreu, pelo pronto retorno!!

        Seguirei suas recomendações e, em breve, te darei um retorno sobre a viagem!

      2. Olá meu nobre Abreu, bom dia!!!!!
        Sei que não gosta de indicar locais para pernoite e nem alimentação, porém, peço licença para informar a existência de um hotel muito bom na estrada que serve de ponto de parada para a família quem não tem tempo e condições de chegar até Vitória da Conquista no mesmo dia e que quer ficar mais próximo a Porto Seguro. O hotel é o terceiro Milênio,em Brumado, fica às margens da rodovia.
        hotelterceiromilenio.com.br

        1. Olá, Antoni. Nós não fazemos indicações aqui no blog, como você sabe, por causa da diversidade dos orçamentos de cada família que por aqui passa. Mas gestos como o seu claro que são bem-vindos.Quanto mais informações melhor. Por exemplo, o pessoal pergunta muito por hotéis que aceitam animais de estimação. Nesse caso (Brasília-Porto Seguro de carro), sempre indicamos o Íbis de Vitória da Conquista. Não pelo preço ou pelas instalações, mas por atender a essa necessidade específica de algumas famílias. Fica pois aí sua indicação do Hotel Terceiro Milenio, em Brumado, às margens da rodovia. Obrigadão, companheiro velho.
          Um abração.
          Abreu

        2. Qdo retornei de Porto Seguro em 2017 pernoitamos nesse hotel e é realmente muito bom. Recomendo.

          1. Olá, Luciene. Bem-vinda de volta. Você se refere ao Hotel Milenium, em Brumado, indicado pelo Antoni?
            Um abração.
            Abreu

  23. Olá Abreu, boa tarde!
    Estou indo de Brasília-DF para Porto Seguro dia 22/12/19.
    Gostaria de saber se a rota “Brasília-Rosário-Trevo da BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Itororó-Eunápolis-Porto Seguro” ainda é a mais recomendada e se tem notícias das condições dos trechos.
    Irei com minha mãe e dois cachorros, daí a minha preocupação. Vc poderia nos ajudar?
    Obrigada 🙂
    Carol

    1. Olá, Carol. Bem-vinda ao nosso blog. As estradas da rota Brasília-Porto Seguro encontram-se em bom estado, sem registro de congestionamentos excessivos ou excesso de tráfego de caminhões. Há registros de buracos esparsos na entrada de Correntina e de Santa Maria da Vitória, mas nada que perturbe o ritmo da viagem. O trecho Potiraguá-BR 101, que sempre foi um problema, está operacional. Apesar de o horário de Verão ter sido cancelado (antes nós ganhávamos uma hora ao entrar no Nordeste, porque lá não havia horário de Verão), é possível sair do Posto Colorado às 06h30 min e chegar a Vitória da Conquista às 17 horas, após rodar 1.042 km. Se não der, pernoite em Brumado, Caetité ou Bom Jesus da Lapa. De qualquer forma, você chegará a Porto Seguro, no dia seguinte, entre 10 e 14 horas, a depender do local do pernoite. A vantagem do pernoite em Vitoria da Conquista é que há hotéis lá que recebem animais. Não temos essa informação sobre os pernoites em Brumado ou Bom Jesus da Lapa. Carol, você chegou até nós – provavelmente pelo Google – por meio do nosso post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui no blog, em nosso endereço http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros posts nossos sobre viagens rodoviárias pelo Brasil que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro” e, especialmente, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, em que disponibilizamos informações de natureza prática para motoristas sem muita experiência ou que viajem em companhia de mulheres, idosos ou crianças. Não deixe de dar uma olhada lá, tá? Se restarem dúvidas, Carol, retorne: será um prazer ajudar você a ir e voltar, com sua mãe e seus pets, em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Que espetacular receber uma resposta tão completa e rápida! Muito obrigada pelas orientações e pelo excelente manual de sobrevivência!
        Meu falecido pai tb amava conhecer o Brasil e América latina por via terrestre. Certa vez fomos até o Paraguai e Argentina via Foz do Iguaçu.
        Parece que há algo no DNA rsrsrsrs.
        Um grande abraço para vc e sua esposa.
        Carol

  24. Olá caro Abreu, boa noite!!! Aqui quem fala (escreve…risos) é o lobo das estradas, como você mesmo diz, o Antoni Moreno.
    Meu irmão está indo de Brasília para Pouso Alegre-MG. De Pouso Alegre-MG ele vai para Canavieiras-BA. Portanto, quer saber a melhor rota para este destino. Sabendo da qualidade e disposição do seu trabalho, disse para meu irmão não se preocupar com a resposta.
    Desde já agradeço a colaboração e o empenho em ajudar a comunidade dos spotniks. Abraço meu amigo das estrada.

    1. Antoni Moreno dispensa apresentações para nós aqui do blog. Velho lobo rodoviário, colaborador ativo, companheirão. Bem-vindo de volta, Antoni. O seu irmão não tem muitas opções, Antoni: todas as alternativas viáveis e recomendáveis a partir de Pouso Alegre para Canavieiras se resumem a uma – a BR 101. As opções que levam ao retorno a Belo Horizonte e de lá a Canavieiras são inviáveis. A perna que sai de Belo Horizonte para Sete Lagoas e Diamantina implica a travessia por Itaobim e Almenara, que é um horror, com trechos de terra, postos vendendo combustível adulterado e ocorrência de assaltos. A BR 381, por Governador Valadares e Teófilo Otoni, é considerada hoje uma das maiores assassinas entre as estradas do Brasil. O caminho por Montes Claros-Salinas fica excessivamente longo, além de alto tráfego de caminhões entre Montes Claros e a BR 116. Então, a decisão mais sensata é ir direto de Pouso Alegre por Lorena-Resende-Volta Redonda para o Rio, atravessar a Ponte Rio-Niterói e pegar a BR 101 e seguir por ela até a entrada da BA 270, à direita, 8 km antes de Camacã. De lá, são 15 km até Santa Luzia e mais 59 até Canavieiras, lembrando que aquela área de Comandatuba e Canavieiras recebeu uma cota de petróleo em suas praias, mas já estão limpas. Esse é o nosso plano de voo para o seu irmão, Antoni. Ele pode tentar outras opções, mas deve se preparar para emoções fortes!
      Um abração, Velho Lobo Rodoviário! Prazerzão tê-lo por aqui.
      Abreu

  25. Sou de Goiânia e Vou passar o réveillon em Porto Seguro 2019/2020 com minha família, vamos em dois carros . No réveillon de 2016 para 2017 fui de carro, seguindo o gps todo feliz , depois que passou as cidades que começão com a letra i ele me mandou para uma estrada sem sinalização, sem posto , sem nada ,com muitos buracos, Gado na pista que atrasou muito a viagem, um caminhão quase passou por cima da gente , foi um desespero umas cinco horas com medo. Não queria passar lá novamente, pois está indo três idosos e um bebê de um ano e meio . Alguém sabe me dizer que trecho é esse que eu tenho que evitar ?! Se eu seguir esse trecho que li acima vai dar certo ?! Ou eu toco direto para ilhéus e de lá desço para Porto Seguro?! Na volta eu fiz isso, subi até ilhéus pois fiquei com tanto medo de pegar aquele trecho de novo para voltar para Goiânia .

    1. Olá, Fabrício. Bem-vindo ao nosso blog. Se você observar com detalhes no nosso post, bem como os comentários, verá que há mais de uma década que nós havíamos colocado “bandeira vermelha” sobre aquele trecho. Alguns tentaram a travessia e depois retornaram aqui para relatar os seus sofrimentos e nos encorajar a continuar proibindo o uso da conversão à direita logo após Itambé e Itapetinga, quando se desce para Potiraguá e alcança-se a BR 101 lá na frente. Houve inclusive um grupo de 20 pessoas em 8 carros, que se dividiu. Um grupo decidiu acompanhar nossas recomendações e outro decidiu arriscar e encurtar o caminho por Potiraguá. Marcaram encontrar-se no trevo da BR 101. Resultado: o grupo que seguiu nossa orientação de ir até Itabuna e lá pegar a BR 101 para Eunápolis e Porto Seguro, teve de esperar 3h30min no trevo pelo outro grupo. E o atalho por Potiraguá é 120 km mais curto! Mas isso é passado: em 2016, o governo da Bahia reconstruiu totalmente a estrada, o que nos levou, desde o final daquele ano, a levantar a “bandeira vermelha”e passar a recomendar o uso do atalho por Potiraguá. Como há poucas chuvas nesta época naquela região e sua viagem já está próxima, dificilmente nossa recomendação irá mudar em relação àquele trecho. De qualquer modo, Fabrício, não deixe de dar uma passadinha por aqui às vésperas da viagem para checar as informações, OK? Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e vir em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  26. Bom dia. Realmente as dicas são bem bacanas. Saio agora na metade de dezembro de Luziânia/GO para Porto Seguro/BA. O mapa me indica sair por Cristalina e passar por Minas Gerais. Seria a rota mais viável?

    1. Olá, Fabiano. Bem-vindo ao nosso blog e obrigado pelos cumprimentos ao nosso trabalho. Com todo respeito ao Google Maps, nossa resposta é não. Nós só recomendamos essa rota por Montes Claros para quem saiu do Sul de Minas. Vamos dizer porquê. A rota oferecida pelo Maps é a mais curta (1.406 km de Luziânia a Porto Seguro). Para o o pessoal que sai do Sul de Minas, nós recomendamos essa rota, com a variante de passar por Montes Claros e Salinas e subir direto para Vitória da Conquista e de lá descer para Porto Seguro.
      São 1.501 km de Luziânia a Porto Seguro por esse caminho. A alternativa que recomendamos é a Luziânia-Brasília-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Potiraguá-Eunápolis-Porto Seguro, com 1.487 km de Luziânia a Porto Seguro. Como você vê, as distâncias estão variando entre 1.406, 1.487 e 1.501 km. As diferenças de distâncias são pequenas. O problema está nas condições da viagem. A rota sugerida pelo Google Maps vai muito bem até Montes Claros, Salinas e a BR 116. Logo a seguir, ela sugere virar à direita e seguir para Pedra Azul, Almenara, Eunápolis e Porto Seguro. Ocorre, Fabiano, que aquilo ali é um deserto, com enormes trechos em estrada de terra, sem qualquer estrutura de apoio e com registro frequente de ocorrência de assaltos. Nós próprios já tentamos passar por ali e tivemos de voltar do meio do caminho por medo e desconforto. Sobram então as opções de, ao sair de Salinas e pegar a BR 116, subir para Vitória da Conquista e depois descer para Porto Seguro (estrada em bom estado, boa estrutura hoteleira, bons postos de combustíveis,lanchonetes, conveniência, etc.). Serão 1.501 de viagem. A outra alternativa, por Bom Jesus da Lapa, envolve 1.487 km, ou seja, é quase a mesma coisa. Assim, nossa recomendação é a seguinte: se você estiver viajando com família e não quer emoções fortes, DESCARTE a rota aconselhada pelo Maps a partir de Salinas-Br 116. Aquilo lá é mico. Isso acertado, qualquer das duas opções pela qual você decidir, estará tudo bem, segundo nosso conceito, ou seja, tanto por Bom Jesus da Lapa (1.487 km), quanto por Salinas-Vitória da Conquista-Porto Seguro (1.501 km). Ambas são rotas sem estradas de terra, sem balsas, sem desertos, com cidades polos a cada 200/250 km, boa rede hoteleira, bons banheiros e com a presença da Polícia Rodoviária Federal, o que desestimula a bandidagem. Se restarem dúvidas, Fabiano, retorne: será um prazer ajudar você a ir e vir em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Abreu, muito obrigado! Realmente precisava dessa dica para me orientar quanto a viagem. Vou pelo caminho indicado por vc. Sucesso!!!!

  27. Bom dia!
    Amei esse blog , pois vc fala todos os detalhes das rodovias, eu não tenho muitas experiencias, mais eu gostaria muito de saber qual a melhor rodovia e o melhor horário para eu poder iniciar a minha viagem, saindo de Brasília com destino a Porto Seguro.
    Agradeço desde já, um forte abraço.
    (Obs, se possível a estrada com o menor fluxo de caminhões).

    Atenciosamente,Maira

    1. Olá, Maira. Seja bem-vinda ao nosso blog e obrigado por suas carinhosas palavras em relação ao nosso trabalho, que está completando 12 anos. Começamos a dividir nossa experiência em viagens de carro pelo Brasil em 2007 e pessoas como você nos estimularam a fazer o que precisava ser feito, ou seja, ajudar famílias sem muita experiência a planejarem viagens de férias com relativo conforto e segurança, sem precisar de pagar os altos preços das passagens de avião. Por isso, estamos aqui até hoje. Você chegou até nós – provavelmente pelo Google – pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site www. expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. O que podemos dizer para você, Maira, é que a rota que nós recomendamos no post, hoje, dia 01.11.2019, é a rota correta e segura para as famílias chegarem a Porto Seguro em viagens de férias, em paz e segurança.Você deve iniciar sua viagem às 06h30min no Colorado, que é o km 020, início da sua viagem. Neste ano de 2019, o Governo Federal não decretou o Horário de Verão, o que era uma vantagem para quem viajava para Porto Seguro (ao entrar na Bahia, você tinha de atrasar o relógio em uma hora). Assim, nossa recomendação de pernoitar em Vitória da Conquista pode ficar complicada (são 1.042 km até, com possibilidade de viajar à noite, o que nós radicalmente desaconselhamos). Então, pernoite em Bom Jesus da Lapa e chegue a Porto Seguro no segundo dia, por volta as 14 horas, hora do check-in nos hotéis. Claro que temos um problema de óleo nas praias da Bahia e de todo o Nordeste, mas achamos que, até o Natal tudo estará limpo. Talvez, inclusive, os preços estejam mais baixos. Maira, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, provavelmente pelo Google, post este que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram muitos outros posts nossos sobre viagens de férias de carro pelo Brasil, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que contém muitas informações de ordem prática, principalmente para motoristas sem muita experiência ou que viajem com mulheres, crianças ou idosos. Não deixe de dar uma olhada lá, tá? Se restarem dúvidas, Maira, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  28. Bom dia!
    Amei esse blog , pois vc fala todos os detalhes das rodovias, eu não tenho muitas experiencias, mais eu gostaria muito de saber qual a melhor rodovia e o melhor horário para eu poder inician a minha viagem.

    Obs, se possível a estrada com o menor fluxo de caminhões.

  29. Olá!
    Estou encantada com as informações e riqueza de detalhes que encontrei aqui!
    Por gentileza, de Goiânia a Porto Seguro, qual melhor horário para sair e a melhor rota para as férias de janeiro/2020?

    1. Olá, Ivana. Bem-vinda ao nosso blog e obrigado por suas carinhosas palavras de estímulo ao nosso trabalho. Como nossas propostas de viagens rodoviárias partem de Brasília, sempre que temos visitantes de Goiás e de Minas (Triângulo Mineiro, especialmente), temos de fazer algumas adaptações. Nós, normalmente, recomendamos a saída de Brasília para Porto Seguro às 06h30min NO POSTO COLORADO, início da BR 020, para pernoite em Vitória da Conquista. No seu caso, que sairá de Goiânia, nossa recomendação é sair de Goiânia por volta das 04h30 min, porque a BR 060 (que liga Goiânia a Brasília) é uma rodovia de pista duplicada, bem sinalizada e sem ocorrência de acidentes graves. Como não recomendamos viagens à noite nessas rodovias, nossa sugestão padrão para o pessoal de Goiânia é dividir a jornada em duas etapas, sendo uma de Goiânia a Bom Jesus da Lapa (cidade turística, às margens do Rio São Francisco), num total de 870 km no primeiro dia, e a reta final, no segundo dia, de 760 km, onde você chegará ao destino por volta das 13h30min, exatamente a hora em que os hotéis de Porto Seguro abrem o check-in para os hóspedes que estão chegando. Mesmo que você saia mais tarde, pernoite em Bom Jesus da Lapa (a não ser que você pare para o empadão Goiano do Jerivá ou vá comprar biquínis e sungas no Outlet de Alexânia. As demais cidades, para a frente ou para trás, proporcionam simples pouso para dormir e não alteram em quase nada a hora em que você chegará a Porto Seguro. A rota básica então seria a BR 060-Goiânia-Brasília-Formosa-Alvorada do Norte-trevo de Posse-Posto Rosário (chique, bom para lanche, almoço, ir ao banheiro -limpíssimo) e, 11 km depois, virar à direita e pegar a BR 349 para Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa (pernoite)-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Se você dormir demais, ou não estiver disposta a acordar tão cedo em Goiânia, não se preocupe: ainda que você saia daí às 08h, você chegará a Bom Jesus da Lapa para pernoitar a tempo de ver o pôr-de-sol, tomando uma cerveja à margem do Rio São Francisco, que é um espetáculo único. Bem, Ivana, você chegou até nós (pelo Google, possivelmente) pelo nosso post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde temos muitos outros posts sobre viagens rodoviárias pelo Brasil que podem ser do seu interesse, como o Brasília-Ilhéus de carro”, “Brasília Morro de São Paulo e Guaibim de carro” e, especialmente, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos uma série de dicas e informações práticas, principalmente para motoristas sem muita experiência ou que levem a bordo mulheres, crianças e idosos. Não deixe de dar uma olhadinha lá, tá? Se restarem dúvidas, Ivana, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  30. Olá, estamos indo de Brasília para Lençois/BA em dezembro, seguindo pela BR 020 e BR 349 para pernoitar em Santa Maria da Vitória e depois seguindo pela BA 172 e BR 242 até Lençóis; no entanto, não temos informação sobre o estado da BA 172. Pode nos dar alguma informação?

    1. Olá, Denise. Bem-vinda ao nosso blog. Claro que temos informação e temos o maior prazer em passá-las para você. A primeira e mais importante é que todas as rodovias transversais que ligam a BR 349 à BR 242 estão destruídas. Assim, não vai dar para você passar de Santa Maria da Vitória (BR 349) para Javi (BR242) sem muito choro e ranger de dentes. Aquilo ali está um horror. A segunda é que, se você está planejando em ir para Lençóis, o seu caminho mais seguro é por Luís Eduardo Magalhães e Barreiras. Passamos por lá recentemente, a cerca de um mês atrás. Há um tráfego um pouco pesado de caminhões, mas ainda é a rota mais estruturada (postos, hotéis, restaurantes, hospitais, postos da PRF, sinal de celular, etc). Como adoramos Lençóis, frequentemente saímos de Brasília para o nosso flat no Farol da Barra e pernoitamos lá. Lençóis é tudo de bom. Achamos que você chegou até nós pelo post errado. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também está publicado o post “Brasília-Salvador de carro”, que é muito mais útil para você na viagem para Lençóis. Nesse post está descrito cada passo de sua viagem de Brasília a Lençóis, com todas as dicas para uma viagem tranquila e segura. Você pode ir lá e, se quiser, comentar tanto lá como cá. Nós enxergamos todo o sistema. Agora, repetimos, esqueça a hipótese de ir a Lençóis por Correntina e Santa Maria da Vitória. É mico! E nossas informações são recentíssimas (de anteontem). Bem, Denise, você chegou até nós, como já dissemos, pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde estão publicados diversos posts nossos sobre viagens rodoviárias pelo Brasil, inclusive esse que estamos indicando para você (Brasília-Salvador de carro) e muitos outros, especialmente o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que contém importantes informações práticas para quem não tem muita experiência ou que viaja com mulheres, crianças e idosos. Não deixe de dar uma olhada lá, tá? Se restarem dúvidas, Denise, retorne aqui: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço
      Abreu

      1. Sr. Abreu, muito obrigada pela resposta e recomendações! Iremos então definitivamente por Luís Eduardo Magalhães, pernoitaremos lá, e seguimos para Lençóis. Quaisquer novidades ou alterações que encontrarmos no trajeto comentarei aqui, para informar aos demais “sputniks”.
        Abraços,
        Denise

  31. Sr abreu estou planejando ir pra porto seguro em fevereiro de 2020 sou de uberlandia gostaria de saber qual o melhor trajeto que devo percorrer pra fazer uma viagem tranquila pois vou com duas criancas

    1. Olá, Mario. Bem-vindo de volta ao nosso blog. Você passou por aqui no ano passado, planejando essa viagem. Não deve ter dado certo e você adiou o projeto para fevereiro de 2020, certo? A nossa recomendação para quem sai de Uberlândia (Triângulo Mineiro de maneira geral) com destino a Porto Seguro é a rota por Pirapora-Montes Claros-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista-Itapetinga-Potiraguá-Eunápolis-Porto Seguro, com o total de 1.486 km. Não é a rota mais curta, mas é a mais segura e confortável para quem viaja com a família. Há outra rota igualmente segura e confortável, que é a que passa por Brasília, Correntina, Bom Jesus da Lapa e Vitória da Conquista, mas que é mais longa (1.860 km). Há também outra mais curta (1.389 km), que passa por Diamantina-Almenara-Eunápolis, mas são estradas e condições ruins, às vezes até horríveis, inclusive com trechos de terra e alguns com registro de ocorrência de assaltos. Então, siga nossas recomendações: Uberlândia-Patrocínio-trevo para Patos de Minas-Luislândia do Oeste-Pirapora-Montes Claros-Francisco Sá-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Você terá duas opções de pernoite, adequadas particularmente para as crianças: Montes Claros (626 km) ou Salinas (854 km). Ao se aproximar de Montes Claros, avalie o cansaço das crianças. Se estiverem muito cansadas ou inquietas para parar, pernoite lá. Se não estiverem tão cansadas assim, prossiga até Salinas, DESDE QUE NÃO SEJA NOITE. Isso porque a sinalização naquele trecho é precária e ocorrem muitos acidentes ali no período da noite. Se o pernoite for em Montes Claros, no dia seguinte você rodará 860 km e chegará a Porto Seguro por volta das 15h30min. Se o pernoite for em Salinas, no dia seguinte a jornada será de 632 km, e você estará na praia por volta das 13h30. Antes de viajar, Mario, não deixe de passar por aqui de novo para ver se há novidades. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar com sua família em paz e segurança.
      Um abração.
      Abreu

      1. Boa noite ! Estava em busca de informações e encontrei seu site! Maravilhosa sua interação e dicas. Pretendo ir em dezembro pra Porto Seguro , eu e mais uma amiga . Até lá pode ser que mude , mas até então ,O trajeto continua o mesmo ? Teve alguma alteração ? Obrigada !

        1. Olá, Mayra. Bem-vinda ao nosso blog e obrigado por suas palavras de carinho ao nosso trabalho. Sim, a rota recomendada é aquela: Brasília-Formosa-Posto Rosário-BR 349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Segundo informações recebidas a cerca de de 5 horas atrás, a estrada está muito boa. Mayra, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde há diversos outros post tratando de viagens pelo Brasil a partir de Brasília. Entre eles, há o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, com muitas informações práticas, principalmente para motoristas e passageiros do sexo feminino, voltadas para o conforto e a segurança nessas viagens, cuidados com a comida, com os banheiros, com as paradas para abastecimento e exercícios de alongamento e atenção especial para o próprio fato de dirigir. Não deixe de dar uma olhada lá, tá? Vamos proceder a uma atualização nesse post porque, com a recente retirada dos radares e pardais das rodovias federais, os motoristas brasileiros voltaram a se deslocar em altas velocidades e a morrer como moscas. Até sua viagem, deveremos fazer a atualização desse post “Brasília-Porto Seguro de carro” e de outros, principalmente do mencionado “Manual”. Talvez seja interessante você dar uma passada por aqui antes da viagem. Se restarem dúvidas, Mayra, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
          Um grande abraço.
          Abreu

  32. Bom dia.
    Gostei muito do blog.
    Estaremos viajando de Brasília a Porto Seguro no domingo (21/07/19).
    Primeira vez que pegaremos a estrada para lá… As estradas permanecem boas?
    Estou meio apreensiva, pois será uma viajem só de mulheres. Somos 05. rs
    Alguém tem alguma informação importante quanto as estradas… Levando em consideração que por ser mês de férias as mesmas podem estar bem movimentadas.
    Ah, onde tem maior fluxo de caminhões??
    Desde já,
    agradeço.

    1. Olá, Danielle. Bem-vinda ao nosso blog e obrigado por você ter gostado do nosso trabalho. As estradas estão boas. Relaxe, descontraia-se, vai dar tudo certo. Só não pode viajar à noite, não pode almoçar feijoada, nem rabada, nem buchada de bode. De preferência, não deve almoçar. Prepare seu lanche, do seu jeito, pãozinho francês ou integral, bifinho da mamãe, frutas, sucos, refri, biscoitos, bolacha cream-cracker, ovo cozido, pão de queijo. Enfim, qualquer coisa em que você confie, goste e saiba fazer. Deixe os restaurantes de beira da estrada para ir aos banheiros, tomar um café expresso e comprar coisas seguras. Siga direitinho nossas orientações e a viagem será tranquila e pacífica. Saia de Brasília cedo, isto é, esteja no Colorado por volta das 06h30min. Os primeiros 300 km até o Posto Rosário poderão ser um pouco demorados, seja pela presença de caminhões, seja pela falta de sinalização horizontal (aquela do chão). Após 11 km, ao virar à direita e pegar a BR 349 para Correntina, o tráfego de caminhões vai diminuir e a viagem prosseguirá normalmente. Alguns buracos na entrada de Correntina e de Santa Maria da Vitória, o restante tranquilo. Pernoite em Vitória da Conquista e chegue a Porto Seguro no dia seguinte por volta das 13 horas. Danielle, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui em nosso blog, no endereço http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também publicamos outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro”, “Brasília-Morro de São Paulo e Guaibim de carro”e, especialmente, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos muitas informações para motoristas inexperientes ou que estejam viajando com mulheres, crianças e idosos. Como vocês são todas mulheres, não deixe de dar uma olhadinha lá, tá? Se restarem dúvidas, Danielle, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  33. Bom dia, senhor Abreu, sairemos no domingo do Recanto das Emas no DF, com uma van com 11 pessoas, entre elas crianças, pode me informar como está o trecho até Porto Seguro, indo por Correntina? Alguma observação,? Agradeço desde já!

    1. Olá, Josie. Bem-vinda ao nosso blog. As estradas na rota que você vai percorrer estão em bom estado. Há alguns buracos na aproximação de Bom Jesus da Lapa, mas nada do que um pouco de atenção não resolva. Mas o tráfego de caminhões está pesado entre Formosa e o Posto Rosário, porque houve muita obra e ainda não recompuseram a sinalização horizontal e os motoristas, inseguros, reduzem a velocidade. Vim de Brasilia para Salvador ontem e não foi muito fácil. Assim, vocês deverão sair de Brasília um pouco mais cedo, estando no Colorado por volta das 05h30 ou 06h00 e pegarem a BR 349 para Correntina por volta das 10 horas da manhã. Desse modo, vocês chegarão a Vitória da Conquista para pernoite antes do pôr-do-sol. Façam uma boa viagem e dêem notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigada, chegamos em paz, atrasou um pouco porque houve um acidente antes de Posse ,Goiás , antes de Eunápolis tem uma reforma de uma ponte, estão fechando das 5 às 17…Se não me engano é a ponte do rio Jequitinhonha…

        1. Olá, Josie. Obrigado por retornar e trazer notícias fresquinhas para nós sobre a rota Brasília-Porto Seguro. Vamos examinar detalhadamente essa obra em Eunápolis, para registrar no blog. Apesar dos pesares, que bom que vocês chegaram em paz, sem maiores incidentes.
          Um abração.
          Abreu

  34. Boa Tarde, sr. Abreu, estamos indo de Brasília a Porto Seguro e pensamos em pernoitar em Vitoria da Conquista também, como vimos nos comentários, estamos indo com muitas crianças, o senhor poderia por favor nos indicar um local para passarmos a noite? Agradeço desde já..

    1. Olá, Vivian. Bem-vinda ao nosso blog. Sim, a melhor rota para Porto Seguro, a partir de Brasília, é a que recomendamos (Brasília-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conqusta-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro). Mas procure sair um pouco mais cedo de Brasília (chegamos há poucas horas a Salvador vindo daí) e o trecho de Brasília até o Posto Rosário (a 350 km da capital federal) está com longos trechos sem sinalização horizontal, o que leva a uma maior cautela por parte dos motoristas, com redução da velocidade e atraso na viagem. Assim, procure estar entre 5h30 e 06h00 no Posto Colorado, para garantir a chegada a Vitória da Conquista ainda de dia. Quanto ao hotel para pernoite, não costumamos fazer indicações, porque tudo depende muito do orçamento das famílias. Mas Vitória da Conquista tem uma boa quantidade de hotéis e pousadas, com preços para todos os gostos e bolsos. Nossa família normalmente se hospeda no hotel Ibis de Vitória da Conquista, porque é um hotel que frequentamos em todo o Brasil e no exterior e ele não nos surpreende: é o mesmo hotel, as mesmas camas, a mesma roupa de cama e banhol e preços semelhantes, seja em Brasilia, Salvador, Vitória da Conquista, Paris ou Amsterdã. E aceita animais de estimação. Bem, Vivian, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso blog, no endereço http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram publicados outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro”, “Brasília-Morro de São Paulo e Guaibim de carro” e, em especial, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, com importantes informações para quem viaja com crianças pequenas ou idosos. Não deixe de dar uma olhada lá, OK? Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Muito obrigada Sr. Abreu pelas informações, e pela atenção, estaremos seguindo em breve.
        Com carinho
        Vivian

  35. Olá, prezado Abreu, saudações.
    Parabéns pelo seu blog, me senti muito inspirado a realizar mais viagens de carro.
    Eu, particularmente, adoro dirigir em estrada, mas minha esposa não. Então, já viu. É complicado.
    Mas, graças aos altos preços das passagens, esse ano consegui emplacar uma boa viagem de carro.
    Moramos aqui em Brasília, e praticamente uma vez por ano, costumamos ir a BH, minha cidade natal, de carro. Mas é uma viagem meio sem graça. Porém, esse ano iremos de BSB a BH, de BH a Porto Seguro e de Porto Seguro de volta a BSB.
    Vi que você tem bastante experiência nas estradas do Nordeste, gostaria de saber se possui alguma dica para a viagem de BH a Porto seguro e a volta pra BSB.
    Minha ideia inicial, como estamos com nossa filha de 2 anos, seria sair de BH no dia 29/06/19, pararmos em Diamantina, passearmos por lá e pernoitarmos. No dia seguinte, seguir em direção a Porto Seguro, porém, com intenção de pernoite em algum outro local intermediário (aqui gostaria de alguma dica). E a volta, de Porto Seguro para BSB, faremos no dia 07/07/19. Estava lendo na dica data à Denise sobre Bom Jesus da Lapa. Porém, são aproximadamente 10h de Porto a Bom Jesus… Não sei se daria pra aproveitarmos alguma coisa. Então, seria isso. Caso possa nos fornecer algumas dicas de cidades pra pernoite, bem como as melhores rotas, ficaria extremamente grato.
    Um grande abraço.
    Rafael.

    1. Olá, Rafael. Bem-vindo ao nosso blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho. Existem diversas alternativas para se partir de Belo Horizonte e chegar a Porto Seguro. Nós, entretanto, descartamos todas as outras, pelas razões explicadas no post “Brasília-Porto Seguro de carro”, e ficamos firmes na rota por Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-Porto Seguro. Essa rota sai de Belo Horizonte pela BR 040 (para Brasília), passa por Ribeirão das Neves, Sete Lagoas e Paraopeba (terra natal de Clara Nunes). Vinte e um quilômetros após Paraopeba, há aquele grande trevo: à esquerda(BR 040) vai-se para Brasilia e, à direita (BR 135), vai-se para Montes Claros. Nossa rota recomendada vai pela direita para Curvelo, Corinto, Bocaiuva e Montes Claros, num total de 433 km. A viagem prossegue por mais 468 e se chega a Vitória da Conquista, para pernoite, após uma jornada total de 901 km. No dia seguinte, após rodar 389 km, chega-se a Porto Seguro. Como nós falamos no início, há diversas alternativas à rota que recomendamos, mas todas elas são fontes de dores de cabeça das mais diversas qualidades, cores e intensidades. Então, abandonadas as demais hipóteses, vamos ver como fica o seu plano de viagem em face da rota que recomendamos. Você leva um bebê a bordo e quer visitar Diamantina (terra natal de Juscelino Kubitschek de Oliveira, um dos maiores Presidentes da República que o Brasil já teve). Siga nossa rota até Curvelo, onde você pegará à direita a BR 259, passará por Inimutaba, Presidente Juscelino, Gouveia e chegará a Diamantina, a 130 de Curvelo. Aqui, em Diamantina, você terá de tomar uma decisão, para retomar a rota por nós recomendada, ou seja, para chegar a Montes Claros. Você tem a possibilidade de prosseguir de Diamantina para Montes Claros, via BR/MG 451, ou retornar a Curvelo (130 km) e seguir para Corinto, Augusto de Lima, Bocaiuva e Montes Claros. Se você prosseguir de Diamantina direto para Montes Claros, você rodará 225 km e estará na chamada “Princesa do Norte de Minas”. Se você voltar para Curvelo e de lá subir para Montes Claros, rodará 386 km, ou seja, 161 km a mais. Nossas considerações para ajudá-lo a tomar a decisão correta são as seguintes. A rota Diamantina-Montes Claros é mais curta (225 km) contra 386 km por Curvelo. Por outro lado, trata-se de atravessar um pequeno deserto, no qual você vai percorrer mais de 110 km sem cidade alguma que possa oferecer uma estrutura mínima em caso de emergência. Também não temos notícias do estado de conservação do asfalto naquele trecho, até por que a estrada se chama BR 451/MG 451, ou seja, é uma estrada estadual e federal. E todos conhecemos a história do cachorro que tem dois donos: um sempre acha que o outro já pôs comida e o cão morre de fome. Já o trecho por Curvelo-Corinto é uma estrada-tronco, ou seja, aquelas rodovias que são estruturantes da malha rodoviária nacional e merece atenção especial dos órgãos públicos responsáveis por nossas estradas. Assim, há um cuidado maior com buracos, sinalização e policiamento. Sugerimos que, ao chegar a Diamantina para pernoitar,você tome informações sobre o estado geral da estrada, se as pessoas da cidade costumam ir direto ou se retornam a Curvelo para irem a Montes Claros. Não ouça uma opinião só: converse com várias pessoas e tire suas conclusões. Digamos que você se decida por seguir direto de Diamantina para Montes Claros. Nesse caso, você teria um segundo dia de viagem de 710 km para chegar a Vitória da Conquista para pernoite (não há como fugir do pernoite em Vitória da Conquista em qualquer dos casos, porque Porto Seguro está a 1.082 km de Diamantina pela via direta e a 1.243 km por Curvelo. Nos dois casos, é muito chão para quem está viajando com um uma criança de 2 anos.) Se você optar por retornar a Curvelo, você terá uma jornada total de 854 km no segundo dia para chegar a Vitória da Conquista para dormir. Em qualquer dos casos, você chegará a Porto Seguro na manhã do terceiro dia de viagem (389 km), lá pelas 9 ou 10h. É possível melhorar o seu plano de viagem. Sim. O que você vai fazer em Diamantina exige pernoite? Visitar amigos, familiares, matar saudades etc? Se é isso, fica como está. Se não – e você quer apenas conhecer a cidade e bater umas fotos, repense. De Belo Horizonte a Diamantina são 306 km. Se você sair de Belo Horizonte por volta das 06h da manhã, chegará a Diamantina aproximadamente às 10 horas. Por que não pagar uma meia-diária numa pousada para servir de base, fazer os passeios, bater as fotos e continuar a viagem e pernoitar em Montes Claros, onde há uma rede hoteleira de excelente qualidade? Se você fizer isso e sair de Diamantina lá pelas 15 ou 16 horas, chegará a Montes Claros antes do anoitecer por qualquer dos dois caminhos (direto ou retornando a Curvelo). Aí vocês dormem em Montes Claros e, no dia seguinte, após um jornada de 857 km, chegarão a Porto Seguro no meio da tarde. Será apenas um pernoite (Montes claros) e as jornadas não serão tão cansativas para o bebê, desde que você siga nossas orientações contidas em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo no blog, no endereço http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Lá editamos muitas informações, orientações e dicas para quem viaja com mulheres, crianças e idosos por essas estradinhas nossas do norte de Minas. Não deixe de dar uma olhadinha, lá, tá, Rafael. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudar você e sua família a irem e voltarem em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Excelente, Abreu. Muitíssimo grato, meu estimado. Sua resposta saiu melhor que encomenda, rs.
        Eu havia escolhido Diamantina aleatoriamente, de forma que optarei então de seguir direto pra Montes Claros. Temos alguns conhecidos que moram lá, e assim, poderemos visitá-los, deixando Diamantina para outra oportunidade.
        Quanto à volta de Porto Seguro para Brasília, penso que talvez seja possível realizarmos em 2 dias, com possibilidade de estendermos para 3. Eu poderia então seguir o roteiro exatamente inverso ao indicado à Denise?

        1. Olá, Rafael. Bem-vindo de volta e obrigado por suas considerações positivas em relação ao trabalho que fazemos aqui. Observe que, no caso da Denise, a rota de volta envolvia necessariamente retornar ao Triângulo Mineiro, para poder pegar a rota final para Sinop. A sua ida estava condicionada a passar por Belo Horizonte. Já a sua volta não. Você pode ter uma uma volta mais simples, direta e mais “turística”. Basta sair de Porto Seguro para Bom Jesus da Lapa (762 km), pernoitar lá, depois de passear na cidade, visitar o Santuário e tomar um sorvete e beber uma cerveja às margens do Velho Chico, hospedado em qualquer dos bons hotéis da cidade. No dia seguinte, é retomar a viagem após o café da manhã e, 668 km depois, fazer a entrada triunfal na capital federal pelo Posto Colorado, lá pelas 13 h. Rota quase sem caminhões, com alguns buracos nas proximidades de Correntina, mas sem maiores preocupações para quem viaja apenas de dia. Adoramos suas mensagem direta em nosso e-mail. Deu uma força muito grande para nós. Muitíssimo obrigado.
          Um abração e estamos a postos para qualquer dúvida.
          Boa viagem!
          Abreu

  36. Olá boa tarde… Não canso de ler os comentários referente a este trecho… Somos de Sinop – MT. Vamos viajar no mês de agosto, eu, meu esposo e duas filhas uma com 10 anos e a caçula com apenas 1 aninho. Faremos o seguinte trajeto – 1) Sinop MT á Rio Quente GO 2) Rio Quente GO á Brasilia DF e por ultimo Brasilia DF á Porto Seguro BA. Estaremos em Brasilia no dia 14/08/2019 faremos um tour pela capital (se puder me dar algumas dicas (hospedagens, passeios) fico agradecida) e no dia seguinte sairemos com destino a Porto Seguro, já tinha estudado um pouco o trajeto e fiquei muito feliz por encontrar informações recentes no seu blog. Parabéns pelo belo trabalho.
    Já inclui no meu roteiro uma parada em Bom Jesus da Lapa mas temos intenção de pernoitar Caetité (aceito sugestões) e no dia seguinte chegaremos em Porto Seguro.
    Em relação a ida já me sinto segura em relações as informações recebidas, a duvida é em relação a volta pretendemos voltar pelo trecho que passa por Minas Gerais qual sua sugestão? Grata

    1. Olá, Denise. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas palavras de carinho em relação ao nosso trabalho. Imagino que no trecho Sinop-Rio Quente vocês já sejam experientes e conhecem as regras do jogo para viajarem com conforto e segurança, inclusive no que respeita aos pernoites. Como o deslocamento entre Rio Quente e Brasília é simples (cerca de 320 km), também deixaremos de comentar. No dia 14 de agosto (quarta-feira), se vocês saírem de Rio Quente no começo da manhã, estarão chegando à capital federal pela BR 040 (via Luziânia) ou pela BR 060 (via Goiânia) numa hora muito tranquila, quando não são comuns os congestionamentos. A partir de Brasília, rumo a Porto Seguro, a rota que recomendamos é Brasília-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro, rota essa que você já estudou bastante, como relatou. O seu plano de dar uma parada em Bom Jesus da Lapa e pernoitar em Caetité não nos convenceu muito. Isso porque, de Brasília a Bom Jesus da Lapa são cerca de 670 km. Significa que, se vocês estiverem na saída norte de Brasília (Posto Colorado, km 0 da BR 020) por volta das 07h00, sua chegada provável a Bom Jesus da Lapa será por volta das 14h00. Ora, vocês estarão numa cidade turística, situada às margens do Rio São Francisco, com um interessantes passeios à beira do rio e ao Santuário do Bom Jesus da Lapa, que, independentemente da religião de cada um, é um lugar culturalmente atraente para se conhecer. E por receber anualmente milhares de visitantes, a cidade dispõe de uma boa estrutura de hotéis e restaurantes. Por que pernoitar em Caetité, apenas 143 km à frente? Em Bom Jesus da Lapa vocês estarão a 760 km de Porto Seguro, aonde chegarão no dia seguinte por volta das 14h00, exatamente na hora em que os hotéis encerram as contas dos hóspedes anteriores e iniciam o check-in de quem está chegando. Se pernoitarem em Caetité, chegarão por volta de 12h30 e terão de esperar a hora do check-in, de qualquer maneira. Dessa forma, a não ser que vocês tenham algum interesse especial em Caetité (amigos, parentes, etc – aliás, lá há uma mina de urânio, mas a visitação é proibida), curtam Bom Jesus da Lapa, pernoitem lá e, no dia seguinte, após o café da manhã, peguem a estrada e chegarão à praia em Porto Seguro no comecinho da tarde. Quanto ao retorno por Minas Gerais, evitem a tentação de encurtar caminho descendo pela BR 101 e depois atravessar para a BR 116, e em seguida ir para Teófilo Otoni e Governador Valadares: o tráfego de caminhões pesados na BR 116 rota torna a viagem um verdadeiro inferno e o trecho pela BR 101 está lotado de radares fixos (pardais), com velocidades máximas de 60 km por hora, o que reduz a velocidade média da viagem a cerca de 35 ou 40 km/h. Também não inventem moda de sair de Porto Seguro para Eunápolis e, de lá, atravessar para Pedra Azul, Almenara, Jacinto, Rubim: a maior parte é de estradas de terra, as regiões são ermas, sem policiamento e são constantes as ocorrências de assaltos. Denise, o nosso projeto aqui neste blog não é levar as famílias pelos caminhos mais curtos. Nosso propósito é de levá-las pelo caminho mais rápido, mais confortável e mais seguro. Muitos dos nossos visitantes estranham, outros não gostam, mas nossa orientação é voltarem por onde vieram até Vitória da Conquista (Porto Seguro-Eunápolis-Potiraguá-Itapetinga-Itambé-Vitória da Conquista). Nesse ponto, vocês deverão pegar a BR 116 em direção ao sul, rodarem 115 km e entrarem no Estado de Minas Gerais pela cidade de Divisa Alegre. A partir daí, rodem mais 21 km e peguem a direita para a BR 251, que os levará a Salinas e Montes Claros. Nessas alturas, vocês terão rodado cerca de 860 km desde Porto Seguro e o pernoite em Montes Claros é o que há de mais recomendado, seja pela oferta de hotéis e restaurantes, seja pelo horário de chegada. Se tentarem avançar, terão de viajar à noite e pernoitar em cidades sem a estrutura de Montes Claros. No dia seguinte, a orientação é saírem de Montes Claros após o café da manhã pela BR 365, que os levará até Uberlândia (via Pirapora, Patos de Minas e Patrocínio). A 137 km de Uberlândia está Itumbiara. Nesse dia, entre Montes Claros e Itumbiara, vocês terão rodado cerca de 865 km, o que é uma boa jornada para não cansar as crianças. Em Itumbiara, vocês estarão a 137 km de Rio Quente, onde nós nos encontramos no início dessa viagem, lembra? Daí para a frente, passando por Rondonópolis, Cuiabá e chegando a Sinop, vocês já são mestres no viajar. Denise, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também há outros posts nossos, que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro” e, especialmente, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde nós publicamos uma série de informações úteis para quem não tem muita experiência em viagens por essas bandas ou que conduzam a bordo mulheres, idosos e crianças. Não deixe de dar uma olhada lá, tá? Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-los a irem e voltarem em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  37. Gostaria de saber qual a melhor rota para ir de feira de santana para brasília?
    E se alguém tem alguma transportadora de veículo que leve de feira para o df??

    1. Olá, João. Bem-vindo ao blog. Você chegou até nós pelo post “Brasilia-Porto Seguro de carro”, provavelmente após fazer pesquisa no Google sobre o tema. Esse post está publicado aqui em nosso blog, no endereço http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras, que fica na parte superior da
      nossa página inicial. Ao clicar nessa aba, você acessará diversos posts nossos a respeito de viagens rodoviárias no Brasil, inclusive o post “Brasília-Salvador de carro”, que aborda todas as informações de que você necessitará para fazer a viagem Feira de Santana-Brasilia. Atente para o detalhe de que, ao sair de Feira de Santana, nós recomendamos rodar cerca de 5 km na BR 116 e pegar a estrada para Ipirá, à direita. Isso lhe permitirá fazer uma viagem mais rápida, sem os caminhões da BR 116. Ao chegar a Ipirá, pegue a esquerda para Itaberaba e, de lá, siga para Brasília, com pernoite em Luís Eduardo Magalhães. Não tente fazer a viagem de uma única vez: o pernoite é necessário, porque a estrada, que é muito simpática durante o dia, à noite vira um inferno, com buracos-surpresa, sinalização deficiente e muitos jumentos, bois e, mais recentemente, rebanhos de cabras. Pare, acomode-se num hotel legal (Luís Eduardo tem bons hotéis e pousadas para todos os bolsos e gostos) e chegue a Brasília no dia seguinte por volta do meio-dia. Quanto a transportadora, já tive necessidade de voltar de avião e mandar meu carro por transportadora, há alguns anos. Na época, fiz a cotação em Salvador e o menor preço obtido foi com a Transportes Copa, que nem sei se existe mais. O preço foi algo parecido com R$ 600,00. Cheguei em um dia a Brasília e, dois dias depois, recebi meu carro. Não são muitas informações sobre transportadoras, nem são muito atuais. Mas é tudo que nós temos para oferecer para você. Finalmente, João, no mesmo local (aba Rodovias Brasileiras do nosso site), não deixe de ler o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que contém informações interessantes para quem não tem muita experiência ou que viaje com mulheres, crianças e idosos. Se restarem dúvidas, João, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  38. Abreu obrigado pelas dicas e dedicação na resposta, suas respostas são sempre ricas em informações. Vou seguir suas dicas e passar pelo trajeto habitual pela Bahia e não dirigir a noite, ( já que vou estar de férias, pressa para que?) e vou curtir a viagem com minha esposa e filha. Como a diária começa no dia 29/06 vou sair no dia 28/06 e quando chegar posto aqui mais informações sobre o percurso. Obrigado e fica com Deus.

  39. Abreu bom dia, adoro o seu site, sempre entro e vejo como estão os comentários sobre as estradas e dicas de viagem, já fui para Porto Seguro saindo de Formosa/GO cinco vezes, em quatro ocasiões fiz o percurso orientado pelo site, passando por Correntina, Bom Jesus, Vitoria da conquista… Porem uma vez fui por Minas Gerais, passei por Brasilia, Montes claros, Salinas e cheguei ate Cachoeira de Pajeú, quando chegamos próximo a Cachoeira de Pajeú percebemos que o mapa do Google mostrava uma via que não era pavimentada e decidimos subir até Vitoria da conquista e continuar o percurso habitual, só que fiquei meio pensativo sobre isto, você conhece algum percurso pavimentado entre Cachoeira de Pajeú e Porto Seguro? se existir eu prefiro o percurso por Minas devido a estrutura do pedágio e estradas duplicadas. Sua dedicação em informar/ajudar as pessoas é bem bonita. Deus abençoe você e sua Família.

    1. Olá, Marcelo. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de carinho e estímulo para o nosso trabalho. Lamentavelmente, não há alternativas, Marcelo. Sou natural de Minas Gerais, a maioria dos meus irmãos mora por lá e, quando nos reunimos, um dos primeiros temas é a nossa vergonha do abandono daquele pedaço do nosso Estado. Uma das grandes linhas de trabalho nosso aqui no blog é alertar as pessoas a não se deixarem iludir pelas distâncias mais curtas para chegar a Porto Seguro depois de Salinas. É uma concentração enorme de desconfortos, perigos, falta de estrutura de apoio e excesso de tempo perdido. Viajando de férias, já tentei ir por ali e voltei do meio do caminho. Viajando a trabalho, tive de entregar um prêmio (R$ 1 milhão) em Almenara e fui com motorista profissional, com uma Hilux 4 x 4 e escolta armada. Assim, só nos resta recomendar a você, que prefere a rota por Montes Claros, a fazer exatamente o que você fez: subir pela BR 116 até Vitória da Conquista, virar a direita para Itambé, Itapetinga, Potiraguá, BR 101, Eunápolis e Porto Seguro. As alternativas pela BR 101 também estão vetadas por nós: congestionamentos, caminhoneiros constantemente envolvidos em acidentes e a velocidade da via. Atualmente a BR 101 está com velocidade média inferior a 60 km/h em todo o percurso Rio-Salvador. Você vai do Rio a Salvador pela BR 116 em dois dias e em três dias pela BR 101. A explicação é o excesso de “pardais” e outros redutores de velocidade, pelos quais temos grande apreço. Finalmente, Marcelo, embora não pareça ser o seu caso, aproveitamos a oportunidade para repetir a todos quantos nos leiam: nada de viajar à noite nessas estradas. Na madrugada de hoje, sábado, dia 04.05.2019, uma carreta passou para a contramão e colidiu com um ônibus, deixando dois mortos e doze feridos. O ônibus levava a seleção sub-15 do Esporte Clube Bahia (Bahêea) para uma partida da Copa Nike em São Paulo. O acidente ocorreu ali entre Salinas e a BR 116, na cidade de Santa Cruz de Salinas, que fica a 38 km antes da entrada para Cachoeira do Pajeú, onde você tomou a decisão de subir para Vitória da Conquista. Os mortos são o motoristas do ônibus e da carreta. Descansem em paz. Desculpe o mau jeito, Marcelo, mas ainda estamos impactados por esse acidente noturno, que foi mais um de uma longa série que acompanhamos naquela área. E ninguém consegue nos explicar o que fazia uma seleção que ia para São Paulo naquele local e e àquela hora.
      Um grande abraço.
      Abreu

  40. Bom dia Abreu.
    Sempre que vou para essa região de Guaibim e Morro de São Paulo dou uma conferida nas postagens.
    Hoje relembrei de uma proposta do candidato a governador do DF, Pitiman, sobre reduzir o percurso de Brasília para Porto Seguro criando um pequeno trecho no norte de minas para chegar às BR 251 e BR 367 ( vide: https://noticias.r7.com/eleicoes-2014/distrito-federal/candidato-ao-governo-do-df-promete-deixar-brasilia-mais-perto-da-praia-22082014 ).
    Você tem conhecimento deste trajeto? Também aprecio viagens de carro e imagino que seria ótimo poder ter o litoral baiano a menos de 1000km.
    Abraço.
    Rodrigo.

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo ao blog. Aguente a mão, que estamos estudando em profundidade a questão que você levantou. Na verdade, você não fez um comentário: você suscitou um debate, provocou uma reflexão, instigou todos nós a pensar nessa ideia do Pitiman, que desconhecíamos totalmente. Voltaremos rapidinho para responder ao seu comentário. Mas precisamos estudar muito o assunto. Esperamos que você não se incomode de esperar mais umas horas para que a gente volte.
      Um grande abraço.
      Abreu

        1. Obrigado, Rodrigo, pela paciência. Mas você nos jogou numa trabalheira imensa, entretanto, prazerosa. Isso porque temos raízes naquela área do projeto. Eu nasci ali, às margens do Rio São Francisco, em Januária(MG). Minha família está lá, nossa fazenda está lá. Sonhamos durante anos com aquela ponte em Pedras de maia da Cruz, que passou a permitir Januária ir de carro a Maria da Cruz e, de lá, a Montes Claros. Hoje, morando há 42 anos em Brasília, com uma paixão desenfreada pela Bahia, o que de melhor poderia acontecer seria uma estrada que nos ligasse a Porto Seguro, com cerca de 700 km de comprimento, passando por minha terra. Lamentavelmente, nossa conclusão é no sentido de que o projeto Pitiman, que adoraríamos ver realizado, não se insere no universo das ideias factíveis. Vamos lá. A distância em linha reta (viagem aérea) de Brasília a Porto Seguro é de 949 km. Isso, por si só, já nos impede de pensarmos em uma distância menor.
          Rodrigo, já havia completado minha resposta (enorme), algo aconteceu e meu texto sumiu no cyberespaço. Essa parte aí de cima eu havia copiado, por precaução. Foi o que sobrou.
          Amanhã retorno, para resgatar a conversa e recuperar minhas posições.
          Um abração constrangido.
          Abreu

          1. Bom dia Abreu.
            Obrigado pela paciência e disposição para fazer esta pesquisa.
            Lendo as reportagens o próprio candidato diz que este projeto não era prioridade (realmente foi notícia eleitoreira). Mas pela repercussão gerada na época e pelo tempo já passado, fiquei na expectativa de que pelo menos tenham feito algo a respeito. Já fiz algumas pesquisas, mas nunca encontro muita informação desta região..
            De qualquer forma,mais uma vez, obrigado pela atenção e empenho para encontrar respostas!
            Abraço.

          2. Olá, Rodrigo. Realmente, o projeto do Pitiman tinha esse furo estrutural: se a distância em linha reta de Brasilia a Porto Seguro é de 945 km e se a menor distância entre dois pontos é uma linha reta, não há como construir uma alternativa entre as duas cidades com comprimento menor do que 945 km. Por outro lado, fizemos um exercício, diante das características do roteiro, no sentido de descobrir qual a menor distância entre Brasília e Porto Seguro, com o mínimo de construção de novas vias. E o resultado indicou o uso da BR 251 até Unaí, BR 479 até Arinos, MG479 até Chapada Gaúcha, de novo BR 479 até Januária e daí pela BR 135 até Montes Claros, cruzando o Rio São Francisco pela ponte em Pedras de Maria da Cruz. Até aqui, essa rota exigiria o asfaltamento de cerca de 250 km da estrada de terra entre Arinos e Januária. A partir de Montes Claros, a rota apanharia de novo a BR 251 (abandonada lá atrás em Unaí) com destino a Salinas (239 km), mais 120 km até a BR 116. Na BR 116, o trajeto deveria descer 15 km e pegar a esquerda, por mais 15 km até Pedra Azul. De Pedra Azul até Itabela, na BR 101, passando por Rubim, Santo Antônio do Jacinto e Guiratinga, são 266 km de estrada a serem construídos, porque o que existe lá atualmente não se pode chamar de estrada. Já entrei por ali certa vez e tive de retornar do meio do caminho, não só pela precariedade dos caminhose da falta de estrutura de apoio, mas principalmente pelo grande perigo de assaltos. Assim, teríamos o asfaltamento de 250 km entre Arinos e Januária e a construção de mais os 266 km, entre Pedra Azul e Itabela, no total de 516 km. Atualmente, o roteiro que recomendamos aqui no blog, como você viu, é por Vitória da Conquista, no total de 1.455 km. O trecho alternativo, que fizemos em nosso exercício, tem um total de 1.193 km, o que representaria uma redução de 262 km entre as duas rotas. Temos um problema no Brasil, onde o dinheiro para estradas é pouco e o que existe é aplicado nas chamadas rodovias estruturantes, que ligam o norte ao sul do país. As rodovias transversais (que ligam o oeste ao leste) são sempre o patinho feio da história e ninguém dá prioridade para elas. E essa rodovia Brasília-Porto Seguro que nós idealizamos é uma das transversais. Outra prioridade dos governos são as rodovias integrantes do sistema de infraestrutura e logística, ou seja, trânsito de mercadorias (e caminhões). Essa nossa seria uma rodovia essencialmente turística, uma vez que não há troca de produção expressiva entre as duas cidades. Além de ter de enfrentar todos esses obstáculos conceituais e de prioridade orçamentária, ainda ficaria uma pergunta: que governo construiria 516 km de estrada para gerar um encurtamento de apenas 262 km nessa rota? Sinceramente, nossa conclusão é de que nenhum governo faria isso. Apesar da conclusão um tanto azeda da nossa pesquisa e dos nossos exercícios, tivemos um prazer enorme em realizá-los, seja porque tivemos a oportunidade de lançar um olhar totalmente novo sobre a região que o mestre Guimarães Rosa chamou de “O Grande Sertão:Veredas”, seja porque este é um blog que lida com estradas brasileiras, nossa paixão. Então, obrigado mais uma vez, Rodrigo, pelo desafio lançado por você e aceito por nós.
            Um grande abraço.
            Abreu

  41. Olá!!! Antes de mais nada, tão bacana ainda encontrar blogs como esse!! A experiência do viajante jamais será superada por qualquer aplicativo de geolocalização colaborativo, se é que me entende… hehehe

    Abreu, preciso planejar uma aventura familiar que ocorrerá entre agosto e setembro próximos… e venho pedir uma ajudinha por aqui.

    Tenho uma bebê, que à época da viagem, estará com 1 ano e 10 meses, marido, dois cachorros.

    Preciso estar em Arrial d’ajuda para um casamento no dia 29/08/2019. Sairei de Brasília.
    E em uma outra celebração matrimonial no dia 13/09, em Vila Velha no Espirito Santo.

    Minha filha já fez alguns trajetos de carro, mas nada nessa magnitude (máximo de 700km. Eu e meu marido já fizemos algumas viagens de carro antes de ter a bebê.

    Qual trajeto recomenda para essa aventura? já conhece algum lugar muito bacana nesse roteiro que seja imperdível?

    Desde já, MUITO OBRIGADA!

    1. Olá, Izabely. Bem-vinda ao blog e muito obrigado por suas carinhosas palavras: elas constituem um importante estímulo para a continuidade do nosso trabalho. Quanto à sua viagem, temos algumas considerações a fazer. Nossa recomendação básica para rota Brasília-Porto Seguro é pernoite em Vitória da Conquista (1.070 km no primeiro dia) e chegada a Porto Seguro (364 km) no dia seguinte, por volta do meio-dia. Mas, no caso de vocês, temos de pensar no conforto de nossa futura ganhadora do Prêmio Nobel de Química. Com 1 ano e 10 meses, ela pode eventualmente se cansar muito no primeiro dia da viagem. Assim, vocês devem pensar na possibilidade de pernoitar em Bom Jesus da Lapa (a 69l km de Brasília) e chegada a Porto Seguro (737 km) no dia seguinte, por volta das 14 horas. Com isso, a divisão da viagem fica mais equilibrada e vocês chegarão a Bom Jesus da Lapa bastante cedo, aproximadamente às 14h30min. Terão espaço para curtir com ela a piscina do hotel, um almoço legal, passearem pela margem do Rio São Francisco e, eventualmente, visitarem o Santuário do Bom Jesus que, independentemente da religião de cada um, é um ponto turístico muito interessante para se conhecer. Como a viagem será no mês de agosto, não deverá haver maiores problemas com reserva de hotéis. Assim, vocês poderão deixar para escolher o hotel ao chegarem à cidade, depois de fazerem uma avaliação: se nossa cientista estiver bem e muito disposta e ainda estiver muito cedo, vocês terão a alternativa de avançar por mais quatro horas de viagem até Vitória da Conquista. Mas o plano básico deverá prever o pernoite em Bom Jesus da Lapa, tá? Não se esqueça de anotar que, 30 km antes de Bom Jesus da Lapa, no momento, existem buracos esparsos e profundos, que exigirão uma redução de velocidade para abaixo dos 60 km/h, para segurança da família. Se até lá esses buracos tiverem sido reparados, nós daremos notícias aqui. O segundo dia de viagem terá uma jornada semelhante ao primeiro (737 km), mas a reta final já é pela BR 101, próxima ao litoral. A proximidade do mar e a expectativa da chegada à praia ajudam muito as crianças pequenas a esquecerem o cansaço. Na segunda parte da viagem, que será toda pela BR 101 até Vila Velha (590 km), o trajeto não tem maiores atrativos. A viagem, apesar de ser relativamente curta, apresenta ultimamente um problema: uma quantidade absurda de pardais e lombadas eletrônicas de controle de velocidade, que têm reduzido muito a velocidade média. O problema é tão irritante, que n -o trajeto – que normalmente se poderia fazer em 5 horas -, vocês deverão gastar 10 horas ou mais. Assim, não deixem de seguir nossas recomendações sobre paradas para descanso, alongamento, banhos no bebê, lanches e abastecimento. A propósito, não deixe de ler aqui no blog, Izabely, o nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Lembramos que nossos posts estão publicados em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde você encontrou o post “Brasília-Porto Seguro de carro”. No manual, nós disponibilizamos uma série de orientações para motoristas sem muita experiência, particularmente àquelas famílias que estão viajando com crianças. Não deixe de dar uma passadinha lá, OK? É o que nos ocorre dizer por enquanto, Izabely. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-los irem e voltarem em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Ainnnnn, Como não morrer de amores?!
        Obrigada pelas dicas iniciais! Eu já li esse posto do Manual de Sobrevivência outras tantas vezes! Usei pela primeira vez quando fui fazer o roteiro da Estrada Real, aliás, foi uma viagem incrível!
        Vou compartilhando contigo nosso planejamento de viagem certa de que faremos um roteiro bacana e cheio de aventuras para a Nossa Futura Ganhadora do Nobel de Química. 😉
        Muita Gratidão!

  42. Boa noite, alguma atualização da situação da estrada de Brasília a Porto seguro, vamos agora no início de Abril.

    1. Olá, Vitor. Bem-vindo de volta. Há dois anos você passou por aqui, planejando sua viagem para Arraial do Cabo. Quanto às informações sobre a rota Brasília-Porto Seguro, todas estão atualizadas, com exceção de alguns buracos (perigosos) que surgiram na aproximação de Bom Jesus da Lapa. Assim, 30 km antes de chegar às margens do Rio São Francisco, redobre a atenção com buracos grandes e esparsos, verdadeiras armadilhas para quem trafega em velocidades acima de 60 km/h. Fora isso e a ocorrência de buracos no acostamento na aproximação de Caetité, o post está atualizado. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
      Um abração.
      Abreu

      1. Boa tarde Caro Abreu,
        Voltamos de viagem e o relato sobre a situação foi bastante preciso, realmente chegando a Bom Jesus da Lapa [ =ou- 20km ] existem alguns buracos, um pouco de atenção nesse trecho é importante.

        Saindo de Itapetinga para Potiraguá existem vários buracos 25 km antes, principalmente nas curvas e descidas muita atenção , apos Potiraguá estrada top sem buraco algum..

        Suas informações sempre precisas, valeu..

        Nossa próxima trip será partindo de Brasília, iremos passar por JERI, FORTALEZA, CANOA QUEBRADA, NATAL, PIPA, JOÃO PESSOA, PORTO DE GALINHAS, MARAGOGI E MACEIÓ.. PROGRAMAÇÃO DE SAÍDA DIA 26/12..

        1. Olá, Vitor. Bem-vindo de volta. Que bom que tudo deu certo! Vamos registrar esses buracos entre Itapetinga e Potiraguá lá no post: eles ainda não tinham sido notificados por aqui. Obrigado pela disposição de retornar e registrar o seu relato. Essa atitude engrandece muito este espaço e é importantíssima para ajudar outras pessoas que por aqui passam buscando informações para suas viagens.
          Um abração.
          Abreu

          1. Boa tarde Caro Abreu, tudo bem? espero que sim… venho mais uma vez agradecer pelo trabalho feito no site que já me ajudou em inúmeras viagens e gostaria de pedir uma sugestão agora… já fomos várias vezes a Porto Seguro pegando o caminho pela Bahia, no entanto estamos pensando ir por MG dessa vez, o que você achar? Sairemos de Brasília.. Pela Bahia conhecemos muito bem o trajeto e sabemos que após Bom Jesus da Lapa a média de velocidade diminui muito devido a grande quantidade de curvas e serras, pensando nisso estamos analisando ir por MG. Sua opinião contará muito na nossa decisão. Abraços

          2. Olá, Vitor. Bem-vindo de volta. É bom tê-lo por aqui de novo, com novos planos. Dá uma sensação de um certo recomeço de normalidade aqui no blog. Você já esteve aqui conosco organizando suas viagens para a Região dos Lagos(RJ), Porto Seguro(BA), Lençóis Maranhenses-Fortaleza-João Pessoa, etc. Agora a ideia é retornar a Porto Seguro por outra via, que não a usual. A rota para Porto Seguro por Montes Claros encontra-se em bom estado de conservação, com a tradicional exceção do trecho entre Francisco Sá e Salinas, sempre com partes de asfalto descascado e buracos esparsos. Fora isso, tudo bem. Lembre-se, Vitor, que embora os mapas sejam convidativos, a rota por Montes Claros só é viável se subirmos de lá e Salinas, pela BR 116, até Vitória da Conquista. Todas as alternativas oferecidas de cortar caminho da BR 116 direto para Porto Seguro, tomando estradas à direita, constituem os maiores micos possíveis. Trata-se de atravessar áreas desertas, sem qualquer estrutura de apoio confiável, postos com combustível batizado, sem policiamento, a maior parte do percurso em estradas de terra e registro constante de assaltos na região. Assim, pela nossa experiência, o caminho seguro ali É Montes Claros-Francisco Sá-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista. O que se conclui daí? Que ambas as rotas (Bom Jesus da Lapa ou Montes Claros) passam por Vitória da Conquista. No primeiro caso (BJ da Lapa) são 1.043 km. No segundo caso (Montes Claros-Salinas) são 1.173. Assim, são 130 km adicionais de distância na rota por Montes Claros, sendo 255 km pela BR 116, estrada com tráfego pesado de caminhões (é a antiga Rio-Bahia). São ponderações que temos feito sempre, para assegurar a nossos visitantes uma viagem confortável e segura. Na rota por Bom Jesus da Lapa, você não anda nem um km na BR 116: apenas a atravessa naquele trevo lá em Vitória da Conquista, lembra? Fiz o percurso Brasília-Ilhéus em março de 2020. A rota estava ótima, pouquíssimos caminhões, boa estrutura de hospedagem. Após Itapetininga, a entrada para Potiraguá tem apresentado buracos. Nada de aterrorizante, mas exige um pouquinho mais de paciência até chegar à BR 101, que levará você a Porto Seguro. Esperamos ter colaborado para sua decisão. Em caso de dúvidas, não deixe de retornar, tá, Vitor? Faça uma excelente viagem e dê notícias.
            Um abração.
            Abreu

    1. Olá, Andrea. Bem-vinda ao blog. O melhor pernoite na volta é Bom Jesus da Lapa, a 762 km de Porto Seguro. No segundo dia, você fará mais 740 km para chegar a Brasília. Pernoitar antes é muito cedo e o segundo dia fica mais cansativo. E pernoitar depois de Bom Jesus da Lapa significa encontrar acomodações com menor qualidade e menor quantidade.
      Um grande abraço.
      Abreu

  43. Boa noite vamos sair de Goiania para Porto Seguro as 5 da manhã qual o lugar melhor para pernoitar e o melhor caminho? Obrigado

    1. Olá, Débora. Bem-vinda ao blog. O caminho correto e seguro para Porto Seguro, saindo de Goiânia, é Brasília-BR020-Formosa-Posto Rosário-BR 349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR101-Eunápolis-Porto Seguro. Nossa recomendação, para vocês que partem de Goiânia, é o pernoite em Bom Jesus da Lapa ou, no máximo, em Brumado. Em qualquer das alternativas, vocês chegarão a Porto Seguro no segundo dia de viagem, por volta do meio-dia, hora em que os hotéis abrem o check-in para os hóspedes que estão chegando. Quando vocês viajarão, Débora?

      1. Bom dia obrigado pela sua atenção com todos nós. viajamos no dia 18/02 estamos indo em dois carros em 2 famílias.

        1. Olá, Débora. Bem-vinda de volta. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK? Débora, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde também publicamos outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro”, “Brasília-Morro de São Paulo e Guaibim de carro”, “Brasília-Salvador de carro”, “Brasília-Salvador-Natal de carro” e, especialmente, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que traz uma série de informações de natureza prática, que podem ser interessantes para quem não tem tanta experiência em viajar por essas bandas ou que leve a bordo mulheres, idosos e crianças. Não deixe de dar uma olhadinha por lá, tá?
          Um abração.
          Abreu

  44. Boa noite vamos sair de Goiania para Porto Seguro as 5 da manhã qual o lugar melhor para pernoitar e o melhor caminho? Obrigado

  45. Poxa Abreu, muito obrigado pelo Blog! Olha, estava tentando consultar sites oficiais como DNIT(http://servicos.dnit.gov.br/condicoes/condicoesdrf.asp?BR=116&Estado=Bahia&DRF=5) e outros para saber as condições das estradas, mas o seu blog vale ouro!

    Usei suas informações para fazer uma viagem muito tranquila! Dormimos na ida e na volta em Vitória da Conquista. Realmente as estradas estão muito boas, comparando a última vez que passei por lá, uns 8 anos atrás… Só me perdi na saída de Vitória da Conquista, não sei porque fui parar em Barra do Choça, devo ter anotado errado, pois não tem Internet no caminho e desta vez fui sem o Guia 4 Rodas (saudades)!

    Então o caminho que fiz em JAN/2019 para referências foi:

    – Posto Colorado
    – Formosa-BR-030
    – Alvorada do Norte-BR-020
    – Posto Rosario-BR-020
    – BR-349
    – Correntina-BR-349
    – Santa Maria da Vitória-BR-349
    – Bom Jesus da Lapa BA-430
    – Caetité-BR-030
    – Brumado – BA-262
    – Vitoria da Conquista 1-BA-262
    – Vitoria da Conquista 2 – BR-415
    – Itambé BR-415
    – Itapetinga BR-415
    – Potiraguá BA-680
    – Gurupá Mirim BA-680
    – Eunápolis BR-101
    – Porto Seguro BR-367

    Fiz um mapa que pode ajudar alguém:
    https://drive.google.com/open?id=1HhRhzDVpEr565g_xrWauK0Zq2vIIRQs3&usp=sharing

    Muito obrigado pela iniciativa de compartilhar estas informações, que só quem põe o pé na estrada sabe, tão importantes conosco!

    Um abraço,

    Miguel e Família

    1. Olá, Miguel. Seu relato, suas observações e, principalmente, suas palavras carinhosas em relação ao nosso trabalho fizeram-nos um bem enorme. Quem não gosta de cafuné, não é? Mas é que estamos nessa luta aqui desde 2007, é um voluntariado, é uma missão que nos propusemos para ajudar as pessoas a viajarem pelo Brasil de automóvel, reduzindo ao mínimo os riscos de dissabores. Foi uma tentativa de mudança cultural, de mostrar para os nossos visitantes que as férias não começam quando você chega ao litoral, mas quando você tira o carro da garagem. Era preciso – e continua preciso – entender que a viagem de automóvel, diferentemente da viagem de avião, faz parte das férias. Isso significa trocar o sapato pelo tênis, a calça pela bermuda e a tensão do escritório pela maravilhosa expectativa de ir ao encontro do mar e suas delícias. Isso tem um monte de desdobramentos. Um deles é de que, para ver o Oceano Atlântico, é necessário parar para dormir ainda no cerrado, no sertão ou no agreste. Não temos vergonha dos resultados desses 12 anos de luta. Aliás, temos muito orgulho dos nossos resultados. É uma sensação nossa de que fizemos a coisa certa e que alguns brasileiros nos compreenderam, nos acompanharam e foram e vieram em paz e segurança. Agora, quando alguém vem do nada, como você veio, e se dispõe a relatar sua vivência de viagem e assegurar as coisas que você assegurou em relação ao nosso trabalho, nossa sensação de estar fazendo a coisa certa deixa de ser sensação e passa a ser um fato. Muito obrigado, Miguel, e muito obrigado à sua família que assina o comentário. Vocês nos deram uma enorme força para continuar, principalmente quando os preços das passagens aéreas estão proibitivos e o carro começa a se tornar uma solução viável para viagens de férias. Adoramos seu comentário, Miguel. Conte conosco em suas próximas férias e dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

  46. Olá Abreu ! Tudo bem?
    Venho agradecer a vc pelo blog ,quero te dizer que tive umas férias muito boas , tanto pela viagem e pela estadia em Porto seguro .
    Pelo seu blog pude mapear bem meu trajeto de ida e volta com paradas para pernoitar com segurança com minha família .no caminho de volta saindo de Porto seguro as 5 da manhã ,pude pernoitar em Correntina onde cheguei às 17:30 com tranquilidade .
    Onde ainda deu para ir na feira coberta comprar alguns doces coberto na palha de bananeira ,que por sinal uma delícia eu recomendo …
    E algumas fotos na beira do rio …
    No dia seguinte sai às 7 após o café e cheguei em Goiânia as 17 hrs .
    Muito tranquilo tô o percurso ,
    Só um detalhe que como falei na ida ,saindo de Potiraguá alguns buracos expressivos ,torno de uns 15 km e só …
    No mais querido amigo !
    Só agradeço a Deus e vcs aí do blog pelas dicas e informações prestadas …
    Um forte abraço e que Deus os abençoe ricamente pelo que fazem com tanto carinho .
    Maurício e Adriana .

  47. Bom dia!
    E a rota de volta pra casa? Porto Seguro para Brasilia? A mesma rota? Com pernoite onde?
    Aguardamos resposta, muito obrigada!

    1. Olá, Amanda. Bem-vinda ao blog. A rota de retorno é a mesma da ida, com pernoite em Bom Jesus da Lapa. Não é muito conveniente forçar a barra para ir mais longe, porque as condições de hospedagem não vão estar tão boas como em Bom Jesus da Lapa ou cidades anteriores, como Caetité, Brumado ou Vitória da Conquista. A sua viagem para casa ficará assim estruturada: saída de Porto Seguro após o café da manhã, seguindo para Eunápolis, BR 101, Potiraguá, Itapetinga, Itambé, Vitória da Conquista, Brumado, Caetité e Bom Jesus da Lapa, num total de 794 km. Você chegará a Bom Jesus da Lapa antes do final da tarde, o que lhe permitirá algumas horas para fotos à margem do Rio São Francisco ao pôr-do-sol, ou mesmo uma visita ao Santuário de Bom Jesus da Lapa. No dia seguinte, você sairá para Santa Maria da Vitória, Correntina (não há mais buracos antes e depois da cidade), BR-020, Posto Rosário, Simolândia, Alvorada do Norte, Formosa e Brasília, no total de 697 km. Venha com calma e faça uma boa viagem.
      Um grande abraço.
      Abreu

  48. Olá Abreu ! meu contato e só para atualizar como está a estrada entre vitória da conquista até Porto seguro.entao vamos lá!
    De vitória da conquista até Itapetinga ou melhor até o entrocamento de Potiraguá , rodovia boa com alguns lugares com mais atenção , pois contém desníveis nos remendos , agora depois que virar para Potiraguá bastante cuidado pois já há bastante buracos em alguns trechos .
    Depois que passar Potiraguá aí sim trecho com asfalto novo e bem sinalizado até na Br 101 .
    0 resto até Porto seguro estrada boa até Eunápolis e de Eunápolis até Porto seguro só alegria …ok!
    Espero te ajudado ! Até mais amigo .

    1. Olá, Maurício e Adriana. Que bom vê-los de novo por aqui, principalmente com esse relato tão importante para nós. A viagem de vocês foi um primor de planejamento e prudência e serve de referência para todas as famílias que partem de Goiânia para o litoral baiano, ou seja, não precisa correr riscos desnecessários: dá para cair nos braços do Oceano Atlântico em paz e segurança, desde que se controle a ansiedade. Vamos atualizar nosso post com suas informações: esses buracos antes de Potiraguá começam a nos preocupar. Levamos anos para liberar essa estrada e ela já começa a se deteriorar tão rapidamente? Valeram demais as informações de vocês. Curtam muito e mantenham contato. Férias maravilhosas para vocês!
      Um abração.
      Abreu

  49. Olá Abreu !como Sérgio disse , rodovia de Goiânia até aqui em Vitória da conquista em perfeito estado, saímos de Goiânia de madrugada e chegamos em conquista ainda de sol .
    Agora quando chegarmos em Porto seguro dou notícias do restante ok !

  50. Boa noite Abreu

    No último dia 23.12.18 fiz o percurso Brasília – Vitória da Conquista. Dia 28 vou para Porto Seguro. Breve resumo da viagem. Brasília/Rosário trecho com bastante ondulações mas sem buracos. Rosário/Correntina trecho quase que perfeito, não tem buracos nos 20 Km antes e nem depois de Correntina, asfalto liso, muito bom. Correntina/Santa Maria da Vitória trecho também muito bom. Santa Maria/Bom Jesus da Lapa muito cuidado nos 30 KM antes de Bom Jesus, buracos grandes isolados quando vc acha que a pista esta boa. De bom Jesus ate Caitité cuidado na chegada de Caetité, crateras no acostamento em virtude das chuvas. Caetité/Brumado pista sem buracos e asfalto muito bom. Brumado/Vitória da Conquista asfalto e sinalização novinhos.

    1. Salve, Salve, Sérgio, Velho Lobo Estradeiro, que tanto tem ajudado este blog com seus relatos precisos sobre suas viagens, trazendo notícias fresquinhas sobre as estradas que aqui são debatidas e percorridas. E você sempre aparece por aqui nas horas mais críticas, quando o pessoal está muito ansioso para ir inaugurar suas pranchas de surfe no litoral, pranchas essas absolutamente inúteis aqui no cerrado. Interessantíssimo como você consegue ser preciso, cirúrgico em suas informações, sem perder a capacidade de síntese. Claro que vamos ter de colocar uma retificação nos posts “Brasília-Ilhéus de carro”, Brasília-Porto Seguro de carro” e “Brasília-Morro de São Paulo e Guaibim de carro”, pois são rotas que tem a BR 349 como alternativa. E você acaba de nos permitir retirar a bandeira vermelha que temos mantido hasteada nas proximidades de Correntina. Enquanto não editamos o post, vamos recortar e colar o seu comentário, com essas informações preciosas, na abertura desses posts. Vai ajudar muito a quem está fazendo essa rota. O nosso sonho, Sérgio – e você sabe disso – é que todas as pessoas que passam por aqui voltassem para contar sua experiência e atualizassem nossas informações, num círculo de ajuda mútua e confíável. Nem todos se lembram de fazer isso, mas, você se lembrando, está feita a diferença. Obrigadíssimo, mais uma vez, pelo objetivo relato de sua viagem. Pero Vaz de Caminha era um amador perto de você!
      Um abração, excelente viagem de volta e um maravilhoso 2019.
      Abreu

  51. Caro Abreu
    Estou saindo de Brasília a destino Ilhéus dia 2 de janeiro 2019, como está a estrada? Serao 2 carros pretendemos parar pra dormi antes de escurecer devo sair de Brasília umas 3 da manhã

    1. Olá, Flávia. Bem-vinda ao blog. As estradas estão em bom estado, com exceção do trecho de 20 km antes e 20 km depois de Correntina, onde há buracos que exigem um pouco mais de atenção e velocidade reduzida. Saindo de Brasília ao nascer do sol (ou seja, estando no Colorado – km 0 da BR 020 – às 06h40min), você terá condições de pernoitar em Vitória da Conquista, uma cidade de porte médio, com grande e diversificada oferta de hotéis e pousadas. Assim, não vemos necessidade ou conveniência de atravessar a cidade às 3 horas da manhã, o que, em algumas áreas, pode ser perigoso. E se estiver chovendo – com esses temporais que estão caindo na madrugada em Brasília – e no escuro, o problema fica ainda mais complicado. Então, despreocupe-se, saia mais tarde e lembre-se que, ao passar pelo Posto Rosário (a cerca de 300 km de Brasília), você ganha uma hora mais de viagem à luz do dia, porque você estará entrando em território baiano, onde não há horário de Verão. Flávia, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também publicamos outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro”, o “Brasília-Morro de São Paulo e Guaibim de carro” e, especialmente, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos muitas informações práticas para motoristas sem muita experiência ou que estejam viajando com mulheres, crianças ou idosos. Dê uma olhadinha lá, OK? Se restarem dúvidas, Flávia, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço e Feliz Natal!
      Abreu

      1. Bom dia Sr Abreu , primeiro muito obrigada pela resposta, foi rápida e bem explicativa , me deixou mais aliviada.
        Ajudou muito
        Manteremos contato, feliz Natal

  52. Caro Abreu ,eu e minha esposa Adriana ficamos felizes e honrados com o seu comentário.vc tem a liberdade para fazer o que quiser com o meu comentário ,admiro muito seu trabalho ,dando dicas muito importantes para que as pessoas possam fazer suas viagens com segurança desde já agradeço ! No que eu puder colaborar, me coloco a disposição.
    Um abraço Maurício Coutinho

  53. Olá Abreu!
    Sou muito fã do seu blog,e quero parabenizar vc pelo que vc faz com tanto carinho para as pessoas que querem viajar com segurança nessas nossas rodivias tão ruins e mal sinalizadas .posso garantir que são péssimas,pois as conheço a fundo . trabalho como caminhoneiro a 35 anos e sei que a pior coisa para um motorista e uma estrada desconhecida ,vejo suas dicas que vc dá e de suma importância ,pois as mazelas das estradas sem a devida malícia pode nos levar a morte .
    Mas como motorista de caminhão que sou , também sou motorista de carro de passeio e faço minhas viagens de férias ,e não a nada melhor antes de uma viagem e saber como elas estão .
    Por isso que venho ao seu blog pergunta como está as estradas de Brasília a Porto seguro ?
    Pois eu e minha família estaremos saindo de Goiânia dia 2 de janeiro de madrugada e queremos pernoitar em Vitória da conquista .
    Desde de já agradeço .

    1. Olá, Mauricio. Bem-vindo ao blog. Sua mensagem nos emocionou a todos aqui em casa, por diversas razões. A primeira é que toda a família acompanha essa nossa caminhada na construção desse blog em 2007 (o nome “www.expressaodaliberdade.com.br” foi fruto de muita discussão, debate e, finalmente, consenso). A parte digital, envolvendo a estrutura, linguagem e locação no exterior é fruto do trabalho do meu filho mais velho, Breno, e a escolha e a descrição das rotas são o somatório da experiência de nós quatro, que quase sempre estivemos juntos em nossas viagens pelo Brasil. Então, eu não precisei explicar para cada um deles o que significa sua mensagem: todos compreenderam de imediato o que ela significava. A segunda razão é que, ao longo desses anos, passaram por aqui velhos lobos rodoviários, que conhecem muito bem as estradas brasileiras percorridas em férias. Mas é a primeira vez que um PROFISSIONAL do volante, com tantos anos de estrada, aparece aqui. E, principalmente, trazendo um depoimento a respeito do nosso trabalho que jamais esperamos um dia que pudéssemos merecer. É que o dia a dia do blog, a diversidade dos visitantes e de suas dúvidas, as dificuldades de cada um, seus diferentes destinos de férias, as variadas composições das “tripulações” a bordo, suas distintas faixas de renda e seus automóveis de múltiplos anos de fabricação e de idade absorveram totalmente nossa atenção, que nem vimos que se passaram 11 anos desde que aqui começamos. E você hoje nos trouxe deliciosamente para a realidade: parece que fizemos e temos feito algo que vale a pena e temos de acreditar nisso, porque é você, com sua vivência diuturna nas estradas brasileiras, que nos diz! E a terceira razão da emoção que nos dominou por aqui é o fato dessa enciclopédia rodoviária que é você tirar o boné de motorista de caminhão, colocar o boné de turista em férias, dirigir-se a este blog e perguntar como fazer sua viagem a Porto Seguro!!!??? Pois bem: você postou o seu comentário hoje às 10h59min e nós o estamos respondendo agora, ou seja, levamos cerca de 13 horas para lermos, entendermos o que estava escrito, reinterpretar tudo, fazer uma retrospectiva dos últimos 11 anos, sorrir, deixarmos a emoção vir à tona um pouco e, finalmente, recuperarmos a serenidade para responder a mais um visitante: Maurício e Adriana, as estradas de Goiânia para Porto Seguro estão em bom estado, com exceção do trecho 20 km antes e 20 km depois de Correntina, onde se registram alguns buracos que exigem um pouco mais de atenção, mas não comprometem o andamento da viagem. Vocês podem sair de Goiânia de madrugada, porque a estrada (BR 060) nesse trecho é muito boa, de pista dupla, muito bem sinalizada, o que permitirá a vocês chegarem ao Posto Colorado, na saída norte de Brasília, por volta das 06h30 da manhã, o que viabiliza a chegada a Vitória da Conquista antes do final do dia para o pernoite, porque na Bahia não há horário de Verão e vocês ganharão uma hora a mais de sol ao entrar em terras baianas. Se restarem dúvidas, Maurício, por favor retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança. E obrigado de verdade pela força enorme que esse seu comentário trouxe para nós. Agora estamos prontos para continuar trabalhando aqui por outros tantos 11 anos!
      Um fraternal abraço.
      Abreu

      1. Ok Abreu! desde já agradeço a sua atenção e pelas palavras amigas dirigido a minha pessoa ,fica meu abraço a vcs e quando retornarmos voltarei a dá notícias de como estão as estradas .

  54. Olá boa noite!!! Adorei as dicas e vou seguir todas. Indicam algum GPS para baixar que funcione off-line? Marinheira de primeira viagem vou sair de Brasília p/ Porto Seguro. Qual o melhor pernoite? Brumado ou Vitória da Conquista? Devo sair que Horas de Brasília? Desde já agradeço a ajuda.

    1. Olá, Juliana. Bem-vinda ao blog. Ficamos felizes com sua decisão de seguir nossas dicas. Quanto ao GPS off-line, vamos ficar devendo: uma das características das rotas que recomendamos aqui no blog é a ocorrência de cidades de porte médio a cada 200/250 km, com sinal de celular, de modo que nunca nos ocorreu a necessidade de precisar de um GPS entre elas. Mas é uma ideia interessante e vamos buscar uma solução. Para sua viagem, nossa recomendação é sair de Brasília de tal forma que, ao nascer do sol (por volta das 06h40min), você esteja no Colorado, km 0 da BR 020. Fazendo assim, você terá condições de pernoitar em Vitória da Conquista, chegando lá ao final do dia. Isso porque na Bahia não há horário de Verão e você ganha uma hora a mais de sol ao entrar no Estado. De qualquer modo, em caso de atraso (pneus furam, tempestades caem do céu, polícias fazem sinal para você ir para o acostamento e parar para conferência de documentação), durma em Brumado, que fica a cerca de 140 km antes de Vitória da Conquista. Juliana, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros posts que podem ser do seu interesses, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que traz informações práticas para “marinheiros de primeira viagem” ou para quem esteja viajando tendo a bordo mulheres, crianças ou idosos. Dê uma olhadinha lá, tá? Se restarem dúvidas, Juliana, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  55. Olá!!! Muito legal suas informações. Estarei indo de Goiânia para Porto Seguro dia 19/12 gostaria de uma ajuda na rota. Da última vez que eu fui, 2016 (duas mulheres e duas crianças em um Palio 1.0kkkk) Foi viagem boa, porém GPS nos jogou em vários caminhos errados, entramos em fazendas, pistas sem sinalizaçã,o muitos buracos e nada de civilização, as placas que caiam com as chuvas, eram colocadas nas estradas de forma errada, até dentro de um canavial fomos parar kkkk Na volta peguei um mapa e consegui voltar tranquilamente sem erros. Me ajuda em uma rota, que eu não passe em Vitória da Conquista, morri de medo daquela serra. Ali eu não volto mais!!! rss Ajuda!!! Iremos em dois carros agora (caminhonete UFA! Palio nunca mais rs), mas pra variar três mulheres e duas crianças.

    1. Olá, Cyntia. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho. Mas obrigado especialmente pelo bom humor com que você narra suas peripécias da viagem de 2016. Demos boas risadas por aqui, principalmente pela entrada no canavial!!! Vamos lá. A rota que recomendamos para quem saí de Goiânia para Porto Seguro é a Brasília-Formosa-Alvorada do Norte-Simolândia-Posto Rosário-BR 349-Santa Maria da Vitória-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Você garante que não passa nunca mais pela Serra do Marçal. E se há uma coisa que nós aqui de casa aprendemos a respeitar em nossos 41 anos de viagens de férias por essas estradas brasileiras foi prestar atenção na vozinha. Não é a avó, mãe de nossa mãe: é a vozinha que diz dentro da gente:-“Não vá, não faça, é perigoso!”. E posso dizer com segurança, Cyntia: saber ouvir essa voz da natureza mais íntima de nós mesmos já foi responsável por MUITAS oportunidades em que “perdemos o trem que descarrilou”. Então, quem somos nós para insistir com você para passar pela Serra do Marçal! Então, faça o seguinte: ao chegar a Vitória da Conquista, em vez de descer pela Serra para Itambé, suba pela BR 116 (a estrada corta Vitória da Conquista) como se fosse para Feira de Santana e Salvador. Depois de rodar 67 km, você estará em Poções. Nossa orientação é pegar a direita em Poções e descer para Nova Canaã-Iguaí-Ibicuí-Ponto do Astério, vilarejo já na rodovia BR 415 (ou BA 130 que é a mesma) que vem de Vitória da Conquista, passando pela Serra do Marçal, em direção a Itabuna. Ali, você deverá virar a esquerda para Itabuna e, uma vez lá, pegar a BR 101, à direita, para Eunápolis e Porto Seguro. Essa voltinha significa um aumento de 3 km. Pela Serra do Marçal, você chega ao Ponto do Astério em 151 km e por Poções, em 154. Nada mau, não é? Apenas tome o cuidado de ao chegar a Poções, perguntar como está o estado geral da estradinha que você vai percorrer. Ela deve estar em bom estado (são 87 km). Mas, se houver problemas, continue subindo pela BR 116 até Jequié e de lá desça para Ipiaú e pegue a BR 101 para Itabuna e Porto Seguro em Ubaitaba. Acho que não vai haver necessidade: por Poções o problema deve se resolver. Cyntia, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também há outros posts que podem ser do seu interesse, como, por exemplo, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos diversas informações práticas para motoristas pouco experientes ou que viajam com mulheres, crianças ou idosos. Não deixe de dar uma olhadinha lá, tá? Se restarem dúvidas, Cyntia, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  56. Ricardo Quintino

    Olá, Abreu!
    Procurando rotas para viagem de Belo Horizonte para Taipus de Fora (Península de Maraú – BA), me deparei com seu Blog. Gostei muito.
    Pesquisando as rotas no Google Maps, me foi sugerida como a mais rápida, a que vai pela BR-387, saindo de BH passando por Diamantina, Itaobim, Almenara, Itagimirim. Itabuna.
    A segunda opção seria passando pelas BR-387 e BR-116, saindo de BH passando por Diamantina, Itaobim, Medina, Candido Sales, Vitória da Conquista.
    Não sei qual escolher. O que me sugere?
    Grande abraço e parabéns pelo bom trabalho no Blog.

    Abreu
    Em resposta a Ricardo Quintino
    Olá, Ricardo. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho. As opções oferecidas pelo Google Maps para sua viagem, Ricardo, são as piores possíveis. Vamos explicar. O Google Maps é um instrumento maravilhoso…para países de Primeiro Mundo. Assim, se você quiser sair de Paris para Avignon, de Roma para Milão, de Nova York para a Filadélfia ou de Berlim par Frankfurt, não tenha dúvidas: pegue a orientação do Google e você chegará lá, no menor tempo possível por excelentes estradas. Aqui em Pindorama as coisas se passam de modo um pouquinho diferente. Aqui eles também procuram oferecer o caminho mais curto, mas nem sempre o mais curto é o mais rápido, nem sempre o mais rápido é o mais confortável e nem sempre o mais confortável é o mais seguro. E, para sua viagem, essa escolha passa por diversos desses fatores. Para abreviar a resposta, já adiantamos que a rota que recomendamos aqui não é nenhuma das duas oferecidas a você. Essas duas passam por Diamantina e levam você a um dos trechos do Brasil onde as rodovias são as mais abandonadas do país, a estrutura hoteleira e de postos de combustíveis é inexistente ou precária, há trechos de estradas de terra e outros trechos de asfalto que você preferiria que fossem de terra, sinal de celular é uma raridade, não há cidades de porte médio, com um bom hospital para uma emergência, a Polícia Rodoviária Federal passa longe de lá para alegria dos bandidos. Em alguns trechos, como naquele triângulo Pedra Azul-Almenara-Itaobim, além de as estradas terem sido projetadas para tratores de esteira e caminhonetes 4 x 4, há frequentes registros de assaltos à mão armada. Uma terceira alternativa seria sair de Belo Horizonte por João Monlevade, Ipatinga, Governador Valadares, Teófilo Otoni e Vitória da Conquista. Mas ali você percorrerá a BR 381, a rodovia mais assassina do Brasil. E sabe por quê? Porque o pesadíssimo tráfego de carretas reduzem a velocidade a um rastejar intolerável, o que leva os motoristas a perderem a paciência e a cabeça e tentar ultrapassagens que terminam em fatalidade. Por tudo isso, Ricardo, nós convidamos você a vir conosco por uma rota mais longa, mas que conta com cidades de porte médio, boa estrutura de apoio, com postos, lojas de conveniências, asfalto em bom estado, sinalização razoável, presença da Polícia Rodoviária Federal e sem registros de violência que sejam do nosso conhecimento. Essa rota sai de Belo Horizonte pela BR 040 para Sete Lagoas e Paraopeba (terra natal da Clara Nunes). Vinte e um km após Paraopeba, pegue a BR 135 à direita no trevo e siga para Curvelo, Corinto e Montes Claros. Ao chegar a Montes Claros, pegue o contorno da cidade à sua direita e prossiga para Francisco Sá e Salinas. Ao passar por Francisco Sá, tenha um pouco de cautela e reduza a velocidade, porque há registros de buracos esparsos em suas imediações. Ao chegar a Salinas, você já terá rodado cerca de 660 km. Faça uma avaliação do andamento da viagem. Se houve atrasos, pondere a possibilidade de pernoitar lá. Se tudo tiver andado bem, prossiga em direção a Vitória da Conquista, a 260 km de Salinas. Note que, 120 km após Salinas, você entrará na BR 116, que costuma ter um tráfego um pouco carregado, principalmente pela presença de carretas. Mas tenha paciência, porque serão apenas 140 km naquela rodovia e você estará em Vitória da Conquista para o pernoite. Note também que, 21 após pegar a BR 116, você chegará a Divisa Alegre. Ali você entra no Estado da Bahia, onde não há horário de Verão. Com isso, você terá de atrasar o relógio e ganhar uma hora a mais para viajar à luz do dia. No dia seguinte, nossa recomendação é deixar a BR 116 em Vitória da Conquista e pegar a BA 263 à direita para Itambé, Itapetinga, Floresta Azul, Itabuna,Ilhéus, Itacaré e Maraú. Também essa perna de Vitória da Conquista para Maraú pode parecer mais longa do que o ideal, mas as razões pelas quais nós a recomendamos são as mesmas anteriormente listadas. Bem, Ricardo, você chegou até nós pelo post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que está publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão outros posts nossos que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de Carro” e “Brasília-Porto Seguro de carro”, nos quais abordamos essas alternativas para quem sai de Minas para o litoral sul da Bahia. Dê uma olhada neles, OK? Se restarem dúvidas, Ricardo, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
    Um grande abraço.
    Abreu

  57. Amigos,
    Estou planejando a ida para Porto Seguro, saindo de Brasília no dia 01/01/2019 (saindo 4h da manhã).
    Como irei com esposa e duas filhas, a idéia é ir bem devagar, por não conhecer a estrada.
    As meninas me pediram para irmos em dois dias (mesmo sabendo que daria para ir direto).
    A nossa idéia é dormir em Brumado e no dia seguinte seguir até Porto Seguro.
    Pergunto, Como está a estrada? Algumas novas dicas?
    Este é um blog muito bacana e por isto venho colher informações dos amigos de estrada…
    Antecipadamente Grato! Abraço!!!
    Alexandre.

    1. Olá, Alex. Bem-vindo ao blog e obrigado pela força que nos dão suas palavras carinhosas em relação ao nosso trabalho. As estradas da rota Brasília-Porto Seguro estão boas, com exceção das imediações de Correntina (20 km antes e 20 km depois), onde se registra a ocorrência de buracos. Lembramos que já passamos a recomendar o trecho por Potiraguá (Itapetinga-Potiraguá-BR 101, o que encurta a viagem em cerca de 120 km em relação à antiga passagem por Itabuna. Agora, vamos a algumas ponderações em relação ao seu caso específico. Não recomendamos sair às 4h da manhã, por algumas razões. A primeira é que não há necessidade: como na Bahia não há horário de Verão, ao deixar o Estado de Goiás na altura do Posto Rosário, você ganha uma hora a mais de viagem. Isso significa que, viajando tranquilo, parando a cada 200/250 km para abastecer, fazer alongamento, ir ao banheiro etc, você tem plenas condições de chegar a Vitória da Conquista antes do anoitecer. Por outro lado, essa saída às 4h da madrugada do dia 01.01.2019, ainda noite, com as ruas cheias de bêbados voltando das festas de Réveillon, é dar chance para o azar. Não sei de onde você vai partir, mas se você estiver no Colorado por volta das 06h ou 06h30min, os bêbados já terão ido dormir e você poderá tocar sua viagem em paz e chegar ainda de dia a Vitória da Conquista. Deixe a hipótese de dormir em Brumado ou Caetité para eventualidade de algum atraso ocorrer. Se não houver atrasos, após rodar 1.090 km você desembarcará ainda de dia em Vitória da Conquista, cidade que dispõe de bons hotéis para todos os gostos e bolsos. Quanto à ideia de que “daria para ir direto”, esperamos que você repense: são 1.455 km, o que significaria rodar praticamente 400 km em horário noturno, por estradas com sinalização reflexiva inexistente, curvas mal sinalizadas, sinalização horizontal apagada, caminhoneiros transportando cargas perecíveis (principalmente frutas e verduras), os quais precisam varar a noite dirigindo ajudados por “rebites” e, às vezes, cocaína, além dos jumentos e rebanhos de cabras e cabritos soltos no asfalto e invisíveis à noite, principalmente debaixo de chuva. Viajamos o Brasil inteiro em férias nos últimos 41 anos sem nos envolvermos em um acidente, sem amassarmos um paralamas: isso porque NUNCA viajamos à noite, horário em que ocorrem 82% dos acidentes rodoviários com mortes. Como você ouviu e atendeu ao pedido das suas filhas, conto com elas para serem minhas aliadas no sentido de tornar essa decisão de evitar viagens noturnas uma prática permanente da família. Você chegou até nós, Alex, pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros posts que poderão ser do seu interesse, principalmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde disponibilizamos muitas informações e dicas para motoristas com não tanta experiência, principalmente conduzindo famílias que incluam mulheres, crianças e idosos. Não deixe de dar uma olhadinha lá, tá? Se restarem dúvidas, Alex, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  58. boa tarde!!! Estou fazendo o cronograma da minha com minha família(eu, esposa e filho de 3 anos). Nas indas e vindas pela Internet encontrei esta pagina. Bom, estou indo de Patos de Minas-MG para Porto Seguro, e gostaria de algumas dicas de onde fazer algumas paradas, locais para alimentação, abastecimento, etc. Tambem estou em duvida sobre o trajeto, se émelhor por Itabuna ou Potiguara? parabenizo pelo trabalho!!!

    1. Olá, Diego. Bem-vindo ao blog. Você terá uma viagem total de 1.213 km, que necessariamente deverá ser dividida em duas etapas. Em se tratando dessas estradas, este blog se põe radicalmente contra qualquer viagem noturna, uma vez que a média de acidentes com vítimas é de 82% no período entre 18 horas e seis da manhã. Ninguém está correndo para tirar o pai da forca. Você está com sua família e querendo usufruir de uns dias de repouso à beira-mar. Então, nada de correrias. Antes de qualquer coisa, ao apanhar a BR 116 depois de Salinas, NEM PENSE em cortar caminho para Porto Seguro por Almenara. Aquela é uma região deserta, sem estrutura, sem Polícia Rodoviária Federal, com trechos de estradas de terra e ocorrência de assaltos. Como você está com um filho de 3 anos e a esposa, e saindo de Patos de Minas a nascer do sol, achamos perfeitamente viável que você pernoite em Vitória da Conquista, rodando 913 km no primeiro dia. Vitória da Conquista é uma cidade-polo, de porte grande, com boa rede hoteleira e bons restaurantes e shoppings, o que assegura um pernoite confortável para você e sua família. No dia seguinte, é acordar mais tarde, tomar o café da manhã e se pôr na estrada para rodar 365 km e chegar a Porto Seguro por volta das 13 horas, quando os hotéis e pousadas abrem o check-in para os novos hóspedes do dia. Diego, você chegou até nós pelo post “Brasilia-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão publicados outros posts, que podem ser do seu interesse, como, por exemplo, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que contém uma série de dicas para quem não tem tanta experiência, ou mesmo para marinheiros de primeira viagem, mas especialmente para quem viaja com mulheres, crianças e idosos por estradas como essa que você vai percorrer. Não deixe de ver também nossas orientações aqui mesmo neste post, com data de hoje, para o Mario, que irá de Uberlândia para Porto Seguro, com a esposa e dois netos. Se restarem dúvidas, Diego, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e volta em paz e segurança.
      Um forte abraço.
      Abreu
      P.S.: Reproduzimos abaixo nossas orientações para o Sandro, que fez o percurso Catalão-Porto Seguro, em janeiro de 2018, acompanhando nossas recomendações e cuja viagem foi tranquila e tudo deu certo:
      Em resposta a Sandro Almeida Almeida
      Olá, Sandro. Bem-vindo ao blog e obrigado pelos cumprimentos ao nosso trabalho. Realmente, a rota recomendada para você é essa aí mesmo. Anteriormente, nós recomendávamos ao pessoal do Triângulo Mineiro e Catalão a rodar um pouco mais e ir por Brasília, porque as condições da rodovia entre Montes Claros e Salinas estavam terríveis, apresentando-se esburacadas e com risco de assaltos. Esse trecho já foi recuperado e agora a preocupação é nas imediações de Francisco Sá, mas em escala muito menor, com muito menos buracos e o risco de assalto é o mesmo de sua rua aí em Catalão. Você publicou seu comentário em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros que podem ser do seu interesse (e que você parece já ter lido), como o Brasília-Porto Seguro de carro”. Transcrevo abaixo nossas orientações de 30 dias atrás para o Lucas, daí de Catalão, para a eventualidade de você não haver lido:

      “Enviado em 12/12/2017 as 17:59 | Em resposta a Lucas Gonçalves.
      Olá, Lucas. Bem-vindo ao blog. Sim, essa é a rota que nós recomendamos. Não se esqueça de que, de Vitória da Conquista, você deve passar por Itapetinga e chegar a Itabuna, para então descer pela BR 101 para Eunápolis. Todas as tentações para encurtar esse trajeto – por enquanto – são apenas isso: tentações. E normalmente dão dor de cabeça a granel para quem cai nessas tentações. O mesmo se aplica à vontade de, após passar por Salinas e pegar a BR 116, querer “cortar caminho” por Pedra Azul e Almenara: é só ermo, trechos em estrada de terra, sem policiamento, postos de bandeira genérica com combustível adulterado e risco de assalto, principalmente à noite. Ninguém merece! Assim, siga exatamente a rota que recomendamos aqui e você chegará a Porto Seguro no dia seguinte por volta do meio-dia, relaxado e tranquilo. Como a rota recomendada parte de Brasília, você irá encontra-se com ela na altura do antigo trevo do Posto Pirapatos (entre Patos de Minas e Pirapora, ou seja, BR040 x BR365), atualmente uma cidade chamada Luislândia do Oeste. Quanto ao trecho entre Catalão e Luislândia do Oeste, nossas informações dão conta de que as estradas estão em bom estado. Mas você, possivelmente, saberá disso melhor do que nós. Eu, particularmente, há décadas não passo por aí, fiz o roteiro Catalão-Estrela do Sul-Patrocínio-Patos de Minas-Pirapatos-Pirapora-Montes Claros, no tempo em que eu trabalhava no Banco do Brasil aí em Catalão. Mas acho que hoje eu faria Catalão-Araguari-Patrocínio, porque a pista está duplicada até Araguari. Deixo isso por sua conta, porque é o seu “quintal”. O trecho de aproximação a Salinas, que estava destruído, foi parcialmente recuperado recentemente, mas as crateras aparentemente mudaram-se, de armas e bagagens, para a aproximação e a saída de Francisco Sá. Dedique um pouco de atenção ali. Lucas, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Não deixe de ler aqui mesmo nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, também publicado na mesma aba. Há ali informações, orientações e dicas interessantes para quem, como você, vai rodar por essas estradas. Em caso de dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar com segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      BRASÍLIA-PORTO SEGURO DE CARRO

      Enviado em 12/12/2017 as 9:28
      Amigo, eu devo sair de Catalão-GO para chegar a Porto Seguro. O melhor trajeto para mim é por Patos de Minas- Pirapora- Montes Claros- Salinas- Vitória da Conquista? Tem alguma informação de como está a pista por esse trajeto?”

      Como você pode ver, você está afinadinho com as nossas propostas para uma viagem confortável, segura e alegre. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a planejar sua viagem com a maior precisão possível.
      Um grande abraço.
      Abreu

      Rejeitar | Responder | Edição rápida | Editar | Histórico | Spam | Colocar na lixeira
      RODOVIAS BRASILEIRAS: Manual de Sobrevivência em Viagens de Férias nas Rodovias Brasileiras
      Ver Post
      143
      143 comentários
      12/01/2018 às 15:09
      Selecionar comentário Sandro Almeida Almeida
      1 aprovado
      sandro5432@hotmail.com
      191.223.229.222
      Boa tarde.
      Antes de tudo já quero parabenizar pelas informações que eu já vi no blog.
      Então, vamos fazer uma viagem de Catalão-GO à Porto Seguro-BA.
      São três veículos de passeios(Focus, Corolla, IX35), totalizando 14 pessoas adultas.
      Vamos sair as 04:00 do dia 18/01/2018.
      Queria saber qual o melhor trajeto para chegar ao meu destino final?
      Não vamos rodar direto, vamos parar para dormir, qual local me aconselharia para essa parada para dormir?
      Tracei um caminho, de acordo com o que vi nas postagens.
      Saída de Catalão-Araguari-Patrocínio-Patos de Minas-Pirapora-Montes Claros-Salinas-Vitoria da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro.
      Sigo essa rota ou tem outra que consigo chegar ao destino final, sem dor de cabeça ?
      Desde já agradeço pela atenção.
      Sandro Almeida

          1. boa taede,
            estive em Porto seguro em outubro/18, saindo de Patos de Minas. Minhas considerações sobre o trajeto: de Patos de Minas ate Luislandia do Oeste pista boa, transito livre tudo tranquilo; de Luislandia ate Francisco Sá pista com alguns buracos, onde os buracos foram tapados esta com muitas ondulações, mais da para andar tranquilo ate Montes Claros; de Montes Claros até Vitória da Conquista pista boa, porem a 116 requer mais atenção devido ao grande fluxo; de Vitória da Conquista ate Porto Seguro, passando por Itambe, Itapetinga pista boa trânsito tranquilo, ja o trecho de Potiragua a pista foi recuperada, porem ja começou a aparecer alguns buracos nos locais onde foi feita a operação tapa buraco, mais esta boa; o trecho da 101 ate Eunapolis pista boa, porem requer muita atenção por causa de grande fluxo de caminhões; ja de Eunapolis até Porto Seguro pista boa e tranquila. Bom este foi um breve relato sobre minha viagem que foi muito boa e tranquila, segui as orientações desse site, o que foi miito bom. Obrigado pelas informações e ate a próxima.

          2. Olá, Diego. Bem-vindo de volta e muito obrigado pela disposição de retornar aqui e compartilhar conosco sua experiência na rota Brasília-Porto Seguro. São informações bastante precisas e atuais, que sintetizaremos e incluiremos no corpo do próprio post “Brasília-Porto Seguro de carro”. Sua abordagem sobre a situação do asfalto em Francisco Sá (MG) e sobre o trecho Itapetinga-Potiraguá-BR 101 traz informações atualizadas preciosas para o nosso trabalho e para tantos quantos por aqui passam, planejando suas viagens de férias. Mais uma vez, muito obrigado Diego.
            Um abração.
            Abreu

  59. Foi dia 07/12/2018 de uberlandia mg a porto seguro qual melhor trajeto devo fazer vai eu esposa dois netos de 06 e 14 anos

    1. Olá, Mario. Bem-vindo ao blog. Nossa recomendação para o pessoal do Triângulo que vai para Porto Seguro é a rota por Montes Claros-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Sua decisão mais delicada será a escolha do local para pernoite, uma vez que você está conduzindo dois brasileirinhos, que podem ser futuros senadores ou presidentes da República. Então, tem que ter zelo e prudência na escolha. Se fosse um par de rapazes ou um casal jovem, nós estimularíamos o pernoite em Vitória da Conquista (1.105 km). Mas seria muito cansativo para os avós e os netos a bordo. A segunda hipótese seria o pernoite em Salinas (862 km), restando 640 km para fazer no dia seguinte. O problema é que Salinas não tem uma estrutura hoteleira muito boa e os restaurantes também deixam a desejar. Então, dadas as condições de sua “tripulação” a bordo, nossa recomendação é de que você pernoite em Montes Claros (629 km) e chegue a Porto Seguro no segundo dia (850 km). E por que isso? Porque, antes de as crianças se cansarem no primeiro dia, você já chegou ao hotel em Montes Claros, vão dar uma volta na cidade, jantar e dormir. No dia seguinte, a jornada é de 850 km, mas as crianças não se cansarão por causa da expectativa de chegar ao mar e à praia. Nossas recomendações específicas: ao sair de Montes Claros, tenha paciência nas proximidades de Francisco Sá, onde há ocorrência de buracos 20 km antes e 20 km depois da cidade. E, após passar por Salinas e pegar a BR 116, NEM PENSE em cortar caminho por Almenara: o trecho é deserto, sem estrutura, com pedaços de estradas de terra e ocorrência de assaltos à mão armada. Siga pela BR 116 direto até Vitória da Conquista, vire à direita para Itambé e Itapetinga. Após Itapetinga vire à direita para Potiraguá e chegue à BR 101, que levará você a Eunápolis e Porto Seguro. Por favor, não invente moda: a rota adequada para famílias é essa que indicamos. O restante são aventuras. Mario, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde há outros posts que podem ser do seu interesse, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde publicamos uma série de orientações para viajantes não tão experientes, para marinheiros de primeira viagem ou para quem viaja com crianças ou idosos. Não deixe de dar uma olhada, lá, OK? Se restarem dúvidas, Mario, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir voltar em paz e segurança.
      Um forte abraço.
      Abreu.
      P.S.: Reproduzimos abaixo nossa orientação dada ao Denilson, que também saiu de Uberlândia para Porto Seguro em junho de 2018. Deu tudo certo com a viagem dele.
      Abreu:
      Em resposta a DENILSON
      Olá, Denilson. Você está aparecendo em nosso Sistema como se fosse sua primeira visita. Mas já recebemos aqui uma pessoa chamada Denilson, que estava planejando uma viagem de Uberlândia para Ilhéus, em janeiro de 2014. Só o e-mail era diferente (…reito.ufu..). De qualquer modo, seja bem-vindo ou seja bem-vindo volta, se você for aquele Denilson. Vamos lá: a rota indicada para a viagem de Uberlândia para Porto Seguro é Uberlândia-Pirapora-Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. De uma maneira geral, as estradas estão em bom estado. O trecho Montes-Claros Salinas foi recuperado, mas buracos insistem em aparecer nas imediações de Francisco Sá (20 km antes e 20 km depois). Há ocorrência recorrente de tráfego pesado de caminhões naquele trecho (Moc-Salinas), mas nada que atrapalhe a viagem. Até o início de 2018, nós orientávamos o pessoal a prosseguir de Itapetinga até Itabuna e lá pegar a BR 101 para descer para Eunápolis, porque o atalho por Potiraguá estava em estado indescritível de destruição. Mas o governo da Bahia recuperou o trecho, o que já os permite voltar a recomendá-lo. Na reta final para Porto Seguro, especialmente entre Itagimirim e Eunápolis, têm-se registrado alguns congestionamentos, com muitos caminhões. Mas o espaço é curto e a paciência resolve o problema, até porque não outras opções de chegada, a não ser para aqueles viajantes que gostam de ralis e outras modalidades de esportes radicais. Finalmente, esqueça as tentações de Curvelo e Diamantina e – ESPECIALMENTE – Almenara. São trechos que guardam surpresas desagradabilíssimas.
      Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajuda-lo a ir e voltar em segurança.
      Um abração.
      Abreu

    2. Obrigado seu abrel pela dica de transito de uberlandia a porto seguro vou seguir esse trajeto outra coisa existe postos de combustivei proximos no decorrer do trajeto ou a areas isoladas varios kmum do outro

      1. Olá, Mário. Sim, na rota que indicamos, há bons postos a cada 200 km, aproximadamente. Independentemente disso, abasteça a cada 200 km para fazer alongamento, ir ao banheiro, tomar um café. Isso impedirá que o seu tanque de combustível fique abaixo da metade, o que muito importante nessas viagens: sempre pode haver um contratempo, como uma greve de caminhoneiros, falta de energia elétrica para acionar a bomba ou maquininha do cartão de crédito fora do ar. Com essas providências, você estará sempre tranquilo. Qualquer dúvida, estamos a seu dispor, OK?
        Um abração.
        Abreu

        1. Boa noite seu abreu minha maior preocupacao em uma viagem dessa e o estado das rodovias e as condicoes do clima chuvoso nessa epoca de dezembro chove mto nessa regiao

          1. Olá, Mário. Despreocupe-se. O Brasil tem umas características interessantíssimas. Uma delas é a de que o período das chuvas na parte litorânea do Nordeste é diferente do mesmo período no Planalto Central. Enquanto aqui no Planalto Central temos chuvas a partir de outubro e até março, no litoral baiano a estação de chuvas é entre abril e agosto. Há chuvas no verão (dezembro-fevereiro), mas são chuvas leves e passageiras. O estado das estradas é bom, de modo geral, com algumas ocorrências de buracos que registramos no post. Nada preocupante. Se restarem dúvidas, Mario, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
            Um abração.
            Abreu

  60. Viajo amanhã, 07/07/2018 para Porto Seguro, saindo de Brasília. Fui o ano passado seguindo as dicas daqui. Esse ano não irei até Itabuna, pretendo seguir para Potiragua. Espero que a estrada esteja ok.

    1. Olá, Ana Cristina. Bem-vinda de volta. Desculpe, mas só vi o seu comentário agora. Como postamos, a rota por Potiraguá está aberta e não há necessidade de ir a Itabuna. Dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Fico grata pela ajuda. Estamos em Brumado. Fizemos excelente viagem, estrada muito boa, contabilizei 3 buracos antes de Correntina-BA, de resto, tudo ok. Abraços.

  61. Olá, Abreu! Procurando informações sobre viagem de carro para Porto Seguro encontrei o seu blog e fiquei muito feliz com informações detalhadas e esclarecedoras. Porém, como é a primeira vez que vamos fazer uma viagem mais longe de casa ainda ficam muitas dúvidas. Gostaria que vc indicasse uma rota mais tranquila e menor. Viajaremos no mês de julho. Iremos eu, meu esposo e nossos filhos de 19 e 5 anos. Sairemos de Jaraguá-GO. Pretendemos parar por volta das 17h ou 18h para pernoitar. Qual rota vc indica e em qual cidade será melhor para pernoitar, pretendendo parar esse horário, que horas devemos sair de Jaraguá? E, provavelmente, que hora chegaremos em Porto Seguro? Gostamos de andar numa velocidade segura, sem pressas. Desde já agradeço a atenção!

    1. Olá, Zoraima. Bem-vinda ao blog. Obrigado por suas palavras de carinho e estímulo para nós. Não se preocupe: vamos ajudar você a fazer sua viagem da melhor maneira possível e, especialmente, a ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança. Vamos começar com a partida de Jaraguá. Você tem duas opções aí. Uma delas, é descer pela BR 153 e, no cruzamento, pegar a BR 070 para Pirenópolis, Edilândia, Águas Lindas e Brasília. São 224 km. A outra hipótese é descer pela BR 153 para Anápolis e Brasília. São 229 km. Como a rota por Anápolis tem uma grande parte duplicada, naturalmente nossa recomendação é no sentido de que você venha por Anápolis. Se vocês saírem de Jaraguá ao nascer do sol (por volta de 06h30min), que é a nossa recomendação, vocês, vindo pela BR 060, desembocarão na DF 03 (BR 020) por volta das 09h30min, quando os congestionamentos matinais diários de Brasília naquela área já estarão reduzidos. Se acordarem mais cedo, mais congestionamentos vão enfrentar na reta final, principalmente na altura do Riacho Fundo e do Núcleo Bandeirantes. Então, estamos de acordo: sairemos de Jaraguá após o nascer do sol e, após pegar a DF 03, rodar 10 km, você estará no Posto Flamingo (ou Colorado), onde fica o km 01 da BR 020 e reabastecerá o seu carro, fará um lanchinho, o pessoal irá ao banheiro, etc. A partir daí, vocês já estarão efetivamente no rumo de Porto Seguro. Como já serão por volta de 10h da manhã, nossa recomendação é no sentido de que vocês pernoitem em Bom Jesus da Lapa, que fica a 700 km do Colorado, onde vocês deverão chegar em torno das 17 horas. Podem rodar direto mais 300 km e parem para reabastecimento, lanche (e até almoço, uma vez que o self-service de lá é muito bom) no Posto Rosário, um oásis a 20 km depois da entrada para Posse(GO). O Posto Rosário é praticamente a divisa de Goiás com a Bahia. A partir dali, você rodará 18 km e chegará a um trevo. Em frente, Luís Eduardo Magalhães, Teresina, Fortaleza, Salvador. À direita, você vai para Porto Seguro, via Correntina, Bom Jesus da Lapa e Vitória da Conquista. Pegue a direita. Rode 170 km sem maiores problemas. A partir daí, atenção ao buracos na pista. Cerca de 20 km antes de Correntina (abasteça lá) e 20 km após a cidade, o asfalto está muito danificado e não adianta querer andar depressa. Vencido esse trecho, é tocar direto para Bom Jesus da Lapa, atravessar a ponte sobre o Rio São Francisco, acomodar-se no hotel, passear na cidade, levar o pessoal para ver o rio, talvez dar uma olhada no Santuário do Bom Jesus da Lapa (uma gruta que é visitada por romeiros do Brasil inteiro em busca de milagres). No dia seguinte, você terá 770 km a percorrer. Desça para Vitória da Conquista e abasteça em Brumado e de novo em Vitória da Conquista. A partir daí, parada só em Porto Seguro. Ao sair de Vitória da Conquista, passe por Itambé e Itapetinga. Vinte e quatro km depois, pegue a esquerda para Potiraguá e chegue BR 101, que levará você a Eunápolis e a Porto Seguro. E aí, é só alegria. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressadodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão publicados outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Ilhéus de carro”e, especialmente, o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, destinado a famílias que viajam com idosos e crianças. Não deixe de dar uma olhada lá, OK? Se restarem dúvidas, Zoraima, retorne aqui. Somos apenas uma família dedicada a ajudar outras famílias e irem e voltarem em paz e segurança das viagens de férias de automóvel pelas estradas do Brasil.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Olá, Abreu! Tudo bem com vcs? Não poderia deixar de vir aqui para agradecer suas valiosas informações e relatar como foi a nossa viagem. Primeiro, quero lhe contar que para não esquecer nenhum detalhe, imprimi suas dicas e fiz delas nosso “guia” e, foi ótimo. Nossa viagem foi simplesmente maravilhosa, tranquila, sem nenhum contratempo, graças à Deus e ao seu blog. Seguimos à risca suas orientações: abastecimentos, locais para comer, pernoite, etc. Adoramos Porto Seguro. Meu marido gostou tanto que disse que nossa próxima viagem será novamente para a Bahia e novamente, de carro. Quero mais uma vez agradecer e parabenizá-lo por se dispor a ajudar pessoas que, na maioria das vezes nem conhece. É de pessoas assim como vc que o mundo precisa. Para nós foi muito valiosa sua atenção e presteza. Sucesso e um grande abraço a você e toda sua família!!!

        1. Olá, Zoraima. Bem-vinda de volta. Seu comentário tem o sabor do salário quando é creditado em nossa conta! É como se fôssemos regiamente pagos por fazermos o que tentamos fazer aqui. Nossas estatísticas indicam que cerca de 6.000 pessoas visitam mensalmente nosso blog e recolhem as informações que precisam. Desses 6.000, apenas cerca de 50 deixam comentários ou consultas sobre suas viagens. E desses 50, apenas 2 retornam para nos dar notícias sobre como foi a viagem, como você fez. Por isso, para nós é maravilhoso saber que tudo correu bem e que vocês retornaram em paz e segurança a Jaraguá. Mensagens como a sua são o combustível que nos permite continuar a fazer esses trabalho de ajudar famílias a irem e voltarem em suas viagens de férias nas estradas brasileiras.
          Um grande abraço para você e sua família.
          Abreu

  62. Olá Abreu! Mais uma vez recorremos à sua experiência e boas informações. Melhor opção hoje, para sair de Uberlândia para Porto Seguro? Temo notícias de Montes Claros à Salinas.? Não tenho idéia de como são as estradas por Curvelo e Diamantina ….
    Se vc tiver alguma orientação te agradeceria imensamente.

  63. Outra coisa, como e minha primeira viagem de carro em família, gostaria de indicações tanto para um bom café da manhã quanto para um almoço.

    Obrigado!

    1. Olá, Dhiogo. Bem-vindo ao blog. Por enquanto, o blog não costuma indicar hotéis ou restaurantes, porque isso depende muito das condições financeiras das famílias. Mas nada impede que nós informemos onde nossa família costuma ficar. Em Vitória da Conquista, ficamos no Ibis Hotel, pelo restaurante, pela localização, por receberem animais, por ficar pertinho do shopping e do trevo que nos leva a Porto Seguro. Também não recomendamos paradas para almoço: atrasam a viagem, restaurantes de beira de estrada são um risco e nada substitui o sanduíche feito em casa, as frutas, o refri, os biscoitos, os ovos cozidos que a gente vai comendo durante a viagem, deixando para fazer a refeição principal no hotel, na hora do jantar. Conte com a gente, Dhiogo, para ajudá-lo a ir e vir em segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  64. Maravilhoso esse blog. Estou planejando uma viagem de carro a Brasília, saindo de Salvador, e sua dicas serao bastante uteis.
    Deve serr muito bom ter uma família que compartlhe aventuras tao saudaveis e gratificantes. Parabéns p vcs!

    1. Olá, Ieda. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas carinhosas palavras. Estamos prontos para ajudá-la em sua viagem. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br“, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se acham editados outros posts, que podem ser do seu interesse, como o “Brasília-Salvador de carro” e o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Dê uma olhada lá, está bem? E retorne por aqui: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

  65. Bom dia pessoal. Estou em arraial d’ajuda, cheguei ontem, passando por Potiraguá. E o seguinte. A estrada entre Itapetinga e Potiraguá está com um trecho mais sinuoso, poucos kms antes de chegar em.potirgua que requer um certo cuidado. Esta ocorrendo operação tapa buraco, portanto deve melhorar. Já a estrada de Potiraguá até a Br 101 está um verdadeiro tapete, todo o trecho. Estão iniciando os trabalhos de pintura ( marcação apenas por enquanto) portanto, podem.passar por lá tranquilamente. gasolina, diesel e álcool, estão todos com preços similares aos de Brasília, uns pra mais ,outros pra menos, mas tudo mais ou menos no mesmo preço. Espero ter ajudado. Abraços a todos.

    1. Olá, Diego. Obrigado pelo relato e pela confirmação. Com essa sua experiência, já podemos fazer a alteração no post “Brasília-Porto Seguro de carro”, passando a recomendar o desvio por Potiraguá. Como são importantes para todos nós atitudes como a sua, pois enriquecem as informações e facilitam enormemente a vida de nossos sputniks. Mais uma vez, obrigado.
      Um abração.
      Abreu

  66. Salve Abreu tudo paz, tomo a liberdade de publicar e compartilhar mais uma vez….kkkkk
    Salve galera do Trecho tudo na paz!

    Bom, a poucos dias postei que estava com viagem marcada para Imbassai próximo a Salvado, pois bem ontem os planos mudaram e na terça-feira sairemos para Porto Seguro/BA (quinta ferias na terra do descobrimento, falei para patroa que um dia vamos acaba comprando uma terrinha por lá), a mudança se deu por questões de gosto e estrutura hoteleira, que ao nosso ver é melhor assistido que Imbassai. Vamos lá, sairemos por volta do dia 4 da manhã do dia 10/04, passando por Correntina/BA e pernoitando em Vitoria da Conquista/BA. No segundo dia iremos por Potiguara até sair no trevo da BR 101 até Eunápolis e depois Porto Seguro. A volta pretendo voltar pela BR 116 e pernoitar em Montes Claros/MG (BR 365, passando por Salinas) e chegando por Cristalina/GO. Gosto deste trajeto (mania de motociclista, nunca voltar pelo mesmo caminho que foi, sempre fazer outra rota rsrsrsrsr). Em 2014 voltamos por Montes Claros, e em 2015 voltamos pela BR 101 passando por Teixeira de Freitas/BA e entrando pela BR 418 saindo em Teófilo Otoni/MG pernoitando em Governador Valadares (não indico este trajeto pois pegamos uns 400kms só de curvas e mais curvas, foi a manha inteira), no dia seguinte vinhemos por Curvelo/MG e depois BR 040 até o DF.
    Bom vamos lá deixando registrado e em breve tento mante-los informados e sugestões de pontos de apoio….
    Obs. Aguardando o relato do amigo que sai amanhã, acho que do Jardim Inga/GO….
    Obs.** Abreu se me permitir posso mandar um relato de viagens com dicas de Brasília/DF para Carolina/MA (Chapada das Mesas), terra natal e sempre que posso estou por lá, e tenho parentes que sempre vão e passam condições das estradas….

    Abraços aí para galera do Trecho….

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo de volta. Gostei da decisão de vocês de alterarem a programação. Eu gosto de Imbassaí, mas para passar lá uma manhã ou uma tarde, quando fico na Praia do Forte. De fato, a estrutura hoteleira é modesta, a não ser que você fique no Resort Imbassaí. E eu não gosto muito de resorts. Naquele negócio de ficar preso, com tudo incluído (bebidas e comida à vontade) e moças e rapazes chamando o tempo inteiro para você fazer coisas (jogos, natação, teatro, karaokê) não faz muito o estilo da nossa família. Gostamos mesmo é de explorar redondezas, experimentar restaurantes e botecos diferentes, dormir e acordar na hora que der e por aí afora. Quando vou a Sauípe, prefiro ficar na Vila Nova da Praia, onde se tem mais liberdade, mais gente, mais movimento, mais escolhas, particularmente gastronômicas, longe dos hotelões do resort. Então, acho que vocês acertaram na troca. Adoraríamos ter seu relato sobre o trecho por Potiraguá. Amanhã é o último dia para inauguração de obras – por causa de eleição – e o governador da Bahia não deve ter perdido a oportunidade de inaugurar aquele trecho. Se isso tiver ocorrido, a partir do seu relato, vamos alterar nossa orientação aqui e passar a recomendar o atalho, que economiza 120 km. Quanto à volta por Montes Claros, também apreciaríamos notícias frescas sobre o segmento Salinas-Francisco Sá-Montes Claros, uma vez que há notícias de deterioração do asfalto, principalmente nos arredores de Francisco Sá. Interessam-nos também notícias sobre o trecho Luislândia do Oeste (Pirapatos), onde você pega a BR 040 e Brasília.Vá em frente, dê notícias e que Tupã acompanhe você e sua família.
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá, Denilson. Você está aparecendo em nosso Sistema como se fosse sua primeira visita. Mas já recebemos aqui uma pessoa chamada Denilson, que estava planejando uma viagem de Uberlândia para Ilhéus, em janeiro de 2014. Só o e-mail era diferente (…reito.ufu..). De qualquer modo, seja bem-vindo ou seja bem-vindo volta, se você for aquele Denilson. Vamos lá: a rota indicada para a viagem de Uberlândia para Porto Seguro é Uberlândia-Pirapora-Montes Claros-Salinas-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Potiraguá-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. De uma maneira geral, as estradas estão em bom estado. O trecho Montes-Claros Salinas foi recuperado, mas buracos insistem em aparecer nas imediações de Francisco Sá (20 km antes e 20 km depois). Há ocorrência recorrente de tráfego pesado de caminhões naquele trecho (Moc-Salinas), mas nada que atrapalhe a viagem. Até o início de 2018, nós orientávamos o pessoal a prosseguir de Itapetinga até Itabuna e lá pegar a BR 101 para descer para Eunápolis, porque o atalho por Potiraguá estava em estado indescritível de destruição. Mas o governo da Bahia recuperou o trecho, o que já os permite voltar a recomendá-lo. Na reta final para Porto Seguro, especialmente entre Itagimirim e Eunápolis, têm-se registrado alguns congestionamentos, com muitos caminhões. Mas o espaço é curto e a paciência resolve o problema, até porque não outras opções de chegada, a não ser para aqueles viajantes que gostam de ralis e outras modalidades de esportes radicais. Finalmente, esqueça as tentações de Curvelo e Diamantina e – ESPECIALMENTE – Almenara. São trechos que guardam surpresas desagradabilíssimas.
        Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajuda-lo a ir e voltar em segurança.
        Um abração.
        Abreu

        1. Olá Abreu. Sou o mesmo Denilson de antigamente, rsrsrs, ou quase o mesmo. O e-mail realmente mudou. Mais uma vez muito obrigado pela dica. Aquele trecho entre M.Claros e Salinas, independente de buracos, requer muita atenção mesmo.Se Deus ajudar que a gente concretize o nosso projeto de viagem, que está programada para julho, escreverei no post dando notícias. Um grande abraço e mais uma vez muito obrigado!

          1. Ahá! Estou velho, mas não estou broco, como se diz aí nas nossas Minas Gerais. A nave-mãe aqui sabe reconhecer as naves-filhas que recebeu e lançou de novo no passado. Naquela época, você fez sua viagem e teve a disposição de retornar ao blog e fazer o relato detalhado de sua experiência, o que nos ajudou muito a orientar outras famílias que estavam buscando o mesmo destino. Que bom reencontrar você, Denilson. E ficamos na mesma expectativa: que Deus o ajude a realizar o seu plano e lhe dê – de novo – disposição para voltar aqui e ajudar outros “sputniks”a seguirem suas pegadas, baseados nas informações que você nos trouxer.
            Um abração.
            Abreu

  67. Bom dia amigos. Estarei saindo amanha cedo em direção a porto seguro, pretendo dormir em vitoria da conquista, e seguir viagem no dia seguinte cedo. Vou passar por potiraguá, ai no sabado a noite eu digo aqui pra todos em que pé estao as obras desse trecho. abraços a todos.

  68. Ola abreu, obrigado por seu relato.

    estou pensando em sair daqui de bsb ate as 5, nao quero dirigir de noite exatamente por esses perigos de atropelamentos e tb por segurança. qd eu estiver passando por formosa, o dia vai estar quase amanhecendo ja. e no fim do dia, eu vou ver, se eu chegar a vitoria da conquista ate umas 16:00, 16:30, eu sigo ate itapetinga, senao, fico em vitoria mesmo. o negócio e nao viajar de noite, jamais.
    os alertas seguem os mesmos ne, um trecho pior antes de correntina, alguns buracos ne. o resto esta em condicoes razoaveis, eu espero.

    muito obrigado por sua ajuda, abraços

  69. Ola amigos, boa noite

    alguem que tenha ido pra porto seguro nos ultimos dias, sabe como estao as condiçoes das estradas pra la? ainda estao tendo obras com pare e siga entre o formosa e o posto rosario, ou operacoes tapa buracos que possam ocasionar atrasos na viagem?

    e o trecho de potiraguá, alguem tem informaççao se ja acabaram mesmo as obras, como parece ser?

    abraços e obrigado

    1. Olá, Diego. Bem-vindo de volta. Fui a Salvador no dia 6 e voltei na terça-feira passada. Não há obras nem pare-siga entre Formosa e o Posto Rosário. Não se pode esquecer é que, até Rosário, estamos no estado de Goiás, onde todas as cidadezinhas são protegidas por radares, com velocidades máximas entre 60 e 40 km/h e que, em todas as subidas e descidas mais longas, com terceira faixa, há dois radares, controlando os dois sentidos da via. Tudo isso acaba reduzindo muito a velocidade média, mas nada que prejudique a média geral da viagem. Nesse trecho encontramos na ida (saímos da roça às 07h00 e passamos por Formosa às 07h30min)) três vacas atropeladas na madrugada e os dois veículos atropeladores, em péssimo estado. Na volta, ao longo da rota, cinco animais atropelados, sendo 3 jumentos e dois cavalos. As informações sobre o trecho Rosário-Trevo-Correntina-Vitória da Conquista-Porto Seguro continuam as mesmas. Parece que o Ministério dos Transportes segurou a verba da obra, porque o governo da Bahia é de partido contrário ao do Presidente da República e o ano é eleitoral. Então, este blog mantém a bandeira vermelha sobre o trecho Itapetinga-Potiraguá e recomenda a rota mais longa por Itabuna-BR 101.
      Um abração e boa viagem.
      Abreu

    2. Boa noite estou indo do Jardin Inga para Porto Seguro por correntina quero saber como estrada por potiragua se realmete esta boa estou indo com minha família e a familha de um amigo

      1. Olá, Marcio. Bem-vindo ao blog. Dei um tempo para que o Diego se manifestasse, o que não ocorreu. O que podemos dizer para você é que a obra está sendo concluída em ritmo acelerado. Acreditamos que seja porque o governo só pode inaugurar com festa essa obra até o dia 07.04.2018 (a seis meses da eleição). Então, como só faltam ser asfaltados cerca de 10 km, acreditamos que até aquela data a obra esteja completa. Se você for viajar depois disso, tudo bem. Se for viajar antes, pode ter algum problema na reta final, mas, aparentemente pode valer o sacrifício.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Bom dia Abreu, e demais amigos, tudo.joia!?
          Vou passar por lá no dia 07 de abril,.e pelo.que pesquisei,inclusive no YouTube, a estrada já está pronta mesmo, só faltando a pintura. Com certeza.assim.que passar por lá atualizo as novidades. Grande abraço a todos👍

  70. Boa noite, estou em Porto Seguro! Cheguei hoje(06/03/18), passei por Potiraguá, a pista esta perfeita o asfalto, já terminaram de arrumar, só falta as sinalizações, a única parte é antes de Potiraguá, com alguns buracos na pista, espero ter ajudado a todos,
    Um grande abraço.

    1. Olá, Cleto. Bem-vindo ao blog e UAU!!!! Era a notícia pela qual estávamos esperando há mais de um ano! As eleições são um elemento catalisador, que acelera os acontecimentos à medida em que se aproxima o dia da votação. E você é o primeiro que traz a informação: o verão de 2017 já está praticamente encerrado na Bahia, mas o de 2018 já começou em Potiraguá. E tanto nas férias de julho de 2018, quanto no verão de 2018/2019, se tudo der certo, já poderemos recomendar a nossos sputniks a rota Vitória da Conquista-Potiraguá-BR101-Eunápolis-Porto Seguro. Vamos observar e esperar um pouco mais, inclusive por suas notícias na volta de Porto Seguro. Mas, indiscutivelmente, ficamos devendo essa notícia de primeira mão a você.
      Um grande abraço.
      Abreu

    2. Ola, bom dia. estou indo pra trancoso em abril, 06/04/18, e estou pesquisando as rotas possiveis. Queria saber de voces se saindo aqui de brasilia cedo, por volta de 4;30, e possivel almocar em bom jesus da lapa, e dormir em itapetinga. No dia seguinte cedo, quero pegar o tal atalho por potiguara, se ela estiver mesmo recem asfaltada, creio que é a BA-680, procede?

      1. Olá, Diego. Bem-vindo ao blog. Você escolheu a rota correta. Temos algumas ponderações a fazer em relação aos horários e à alternativa por Potiraguá. Vamos aos horários. Não há necessidade de sair de Brasília às 04h30min da madrugada, para tentar chegar a Itapetinga. Se você optar por Potiraguá, possivelmente chegará a Trancoso muito antes do meio-dia, quando o check-in do hotel ainda não estará aberto (haverá um hóspede no apartamento que lhe foi destinado e que só será liberado por volta das 13h). E você vai ter de esperar no carro a hora de fazer o check-in. É por isso que recomendamos o pernoite em Vitória da Conquista: é uma das cidades mais importantes do interior da Bahia, com boa estrutura hoteleira, bons restaurantes e shoppings. Itapetinga já não é tão aparelhada assim. Nossa recomendação é sair do Colorado às 06h30min e pernoitar em Vitória da Conquista. O almoço em Bom Jesus da Lapa é uma questão de escolha pessoal: nós, pessoalmente, não almoçamos ao longo da rota. Almoço para nós significa atraso na viagem, despesa adicional e sono no princípio da tarde, quando todos os demais “tripulantes” estão dormindo e o motorista tem de dirigir em silêncio. Nosso método é um bom café da manhã e sanduíches de pão e filezinho feitos em casa, biscoitos, frutas, ovos cozidos duros, biscoitos, pães de queijo e sucos e refrigerantes, que se vai comendo à medida que a viagem se desenvolve, com paradas a cada 200/250 km para abastecer, ir ao banheiro, tomar um cafezinho, fazer um alongamento para aliviar a coluna e…pé na tábua. Mas há quem não abra mão do almoço e aí achamos que não é nenhum pecado mortal parar por uma hora para essa refeição. Quanto a Potiraguá, a situação ainda não está resolvida, o que nos impede de indicá-la às famílias que por aqui passam. Esses 15 quilômetros que faltam estão muito conturbados, muitos buracos, os motoristas têm de reduzir a velocidade – e os assaltantes aproveitam, principalmente à noite. Mas são preciosas para nós as informações dos “voluntários” que, com paciência e espírito de aventura, decidem testar aquele pedaço de chão e repartir sua experiência aqui no blog. Então, a decisão é pessoal. Se você está com um grupo de rapazes a bordo e gostaria de fazer a tentativa, gostaríamos muito que você depois nos relatasse a experiência, como fez o Rodrigo Maia aqui, no dia 30.01.2018. Se você estiver levando mulheres, crianças ou idosos, nós pediríamos para você refletir um pouco se não vale a pena ir por Itabuna e chegar a Trancoso ainda antes do check-in no hotel. Além do mais, em abril começa o período de chuvas aqui no litoral baiano e enfrentar 15 km de buracos na chuva – ninguém merece. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras, onde há diversos outros posts que podem ser do seu interesse, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Dê uma lida nele, OK? Faça uma boa viagem e dê notícias, Diego.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Obrigado Abreu, voce e muito gentil.
          Vou só eu e minha esposa. Vou seguir a recomendação de nao viajar a noite, em hipotese alguma. Pensei em sair cedo daqui de Bsb, exatamente pra poder chegar em potiragua antes de anoitecer, sao 1167 km. Quero diminuir o tempo ate trancoso no dia seguinte, somente pelo fato de que tenho poucos dias pra poder tirar ao todo, por isso meio dia na praia pra mim, já soa bem bacana. Eu sento la, tomo um cerveja, e no fim do dia me viro com pousada. Na verdade, por ser baixa temporada, to pensando em nem reservar nada, deixar pra achar la na hora mesmo. estoiu dando uma olhada nos sites de reserva, e todas as pousadas que me interessam tem muitas vagas pros dias, entao… vou descer sem pressa ate cumuruxatiba, nao gosto de ficar fixo num lugar X dias. se eu gostar, fico mais numa, mais na outra, e assim vai. Essa e a vantagem de poder viajar fora de temporada, no meu caso, e a unica epoca que posso viajar, mesmo assim e bem raro.
          sobre dormir e vitoria da conquisa, eu na verdade me sinto mais seguro numa cidade pequena como itapetinga do que la. Ate itambe eu cogitei dormir, mas acho que da pra chegar em itapetinga, desde que saiamos cedo daqui.
          Sobre o trecho da tal estrada de potiragua, a BA-680, estou mais tranquilo, por que vi por outro colega que passou por la esses dias que os asfalto ja ta quase terminado, sao poucos quilometros ruins, e creio que ate o dia da minha ida, ja vao ser menos ainda. Ademais, vou fazer esse trecho de manha cedo, com dia claro ( no segundo dia nao vou acordar cedo, a hora que acordar, acordamos! ) , entao creio que vai ser mais seguro e mais facil de nao me perder.

          muito obrigado pelas consideraçoes, realmente ajudam muito

  71. Boa noite, estou em Porto Seguro! Cheguei hoje(06/03/18), passei por Potiraguá, a pista esta perfeita o asfalto, já terminaram de arrumar, só falta as sinalizações, a única parte é antes de Potiraguá, com alguns buracos na pista, espero ter ajudado a todos,
    Um grande abraço.

  72. Bom dia todos. Desculpe a demora em postar mas estava resolvendo alguns problemas pós viagem.
    Chegamos de Porto Seguro no dia 28/01 e gostaria de agradecer ao Abreu e demais viajantes pelas excelentes dicas.

    Na ida, dia 20/01, seguimos o que a maioria orientou e fomos por Itabuna. Pernoitamos em Vitória da Conquista no Esplendor Palace Hotel após uma dica de um viajante (recomendamos a todos por ser um hotel confortável, com preço justo e ter um restaurante com uma comida simples e deliciosa – Sem contar que não precisamos sair para jantar). O único incomodo neste caminho foi a grande quantidade de caminhões na BR 101. (Fizemos um trecho de aproximadamente 30km em quase uma hora.)

    Retornamos dia 27/01, por volta das 10h30min, e após algumas informações de moradores locais resolvemos arriscar indo por Potiraguá. Passamos por 38 Km de tapete o que nos surpreendeu muito. Pudemos constatar que a obra está em pleno andamento.
    Já estavam trabalhando em um trecho de aproximadamente 4km onde estavam nivelados e já colocando o piche. (Acho que terminam esse trecho até o fds). Os outros 15 km que faltaram até o trevo infelizmente estavam horríveis mesmo. Demoramos aproximadamente 40 minutos nessa estrada ruim. Saliento também que os 3 km entre o trevo e Potiranguá não está muito bom, mas dá pra manter uma boa velocidade (alguns buracos na via, mas nada que atrapalhe a viagem. Apenas um pouco de atenção). No total, economia de 1h15min. Dormimos em Brumado no Hotel Portal Premium (outro hotel confortável com preço justo e com boa alimentação – Também não precisamos sair para jantar). Ah, nesse intervalo de viagem, no trecho de correntina, fizeram uma operação tapa buraco e melhorou muito.
    Acho que é isso. Espero que tenha ajudado. Abraços a todos.

    1. Olá, Rodrigo. Não espere que você tenha ajudado: você ajudou MMMUUUITO! Essa questão de cortar caminho por Potiraguá, por exemplo, é uma preocupação, porque sabemos que a obra vai ser concluída antes de abril, por causa da legislação eleitoral, que proíbe eventos como inaugurações de obras públicas seis meses antes das eleições. Mas quando será concluída? Você traz um primor de informação: grande parte está pronta, outra parte em obras e a reta final está um desastre. Isso nos permite manter a recomendação de as famílias evitarem o atalho por Potiraguá. Esse fluxo de Brasília e Goiânia para Porto Seguro – extremamente forte este ano -, já começa a refluir e, após o Carnaval, vai reduzir-se mais ainda. Na Bahia, o Verão não termina no fim do Verão, mas no fim do Carnaval. Então, acho que a conclusão da obra deve ocorrer entre a Quarta-feira de Cinzas e o princípio de abril. Isso significa que as pessoas só vão usar, de forma maciça, o atalho de Potiraguá nas férias escolares de julho de 2018. Até lá, vamos manter a bandeira vermelha sobre aquele trecho. Foi maravilhoso receber o seu relato de viagem. Esperamos que muitos outros sputniks que estão voltando tenham a mesma disposição. Obrigadaço!
      P.S.: o blog não tem uma política de indicar restaurantes e hoteis, mas nossos sputniks podem fazê-lo à vontade, inclusive com a informação dos preços, informação MMUUITO importante para muitos de nós.
      Um abração.
      Abreu

  73. Abreu, Boa Noite!
    Primeiramente quero agradecer por suas dicas, foram de grande valia.
    Viajamos de Goiânia para Porto Seguro, seguindo o seu itinerário, inclusive com as recomendações de estadias.
    Deu tudo certo e agora quero retribuir informando o que ocorreu na viagem e dar algumas dicas que serão de grande ajuda para quem estiver pensando em viajar atualmente.
    O único trecho que encontramos que não está muito legal é quando saímos da BR 020 em direção à Correntina, mais ou menos uns 30 quilômetros antes de chegar na cidade, onde há uma presença maior de buracos que exige uma maior atenção, e não estou brincando, tem que ter atenção mesmo, pois vimos carros parados fazendo troca de estepe.
    Quanto a pernoite, ficamos em Vitória da Conquista e pernoitamos no Faixa Hotel, dentro da cidade, muito aconchegante. Com um preço bom, um excelente café da manhã e não estou exagerando.
    E no segundo dia de viagem foi só alegria.
    No retorno, foi bem tranquilo também, sem nenhuma surpresa desagradável e fazendo o mesmo percurso.
    Em resumo o trecho indicado, apesar de mais longo, foi realmente a melhor opção.
    Espero que com este simples comentário ajude aos viajantes que pretendam usar o mesmo trecho, para que façam uma boa viagem.
    Goiânia-Go 29/01/2018.

    1. Olá, João de Moraes Júnior. Bem-vindo ao blog. Uma antiga música do Zeca Baleiro dizia “Ando tão à flor da pele, que qualquer beijo de novela me faz chorar…”. Eu ando tão à flor da pele, que qualquer pessoa que passou por este blog e RETORNA para dividir sua experiência e suas informações com os outros, deixa-me extremamente emocionado. Esse seu comentário é uma dádiva, é um presente para todos nós. Primeiro, porque ratifica o que aqui temos postado: é preciso cuidado 30 km antes de Correntina, e no trecho entre Correntina e Santa Maria da Vitória, mas nada que um pouco de atenção não resolva. Nós estamos aqui nesta janela, fazendo o máximo que podemos para que as famílias viajem e retornem em paz, há 9 anos. Por conta do tempo, a gente ganha credibilidade, mas também sofre desgastes, suspeitas, desconfianças. Quem são esses caras? Quem é esse cara? O que ele ganha com isso? Etc, etc, etc. Aí, quando os próprios usuários de nossas informações aqui retornam, também sem interesses comerciais, sem ganhar nada, em puro voluntariado, e depositam o seu depoimento para uso de desconhecidos, pessoas sem rosto, sem perfis reais ou fake, apenas pelo desejo de dividir o que sabem de viagem de carro pelo Brasil, nós nos sentimos extremamente reconfortados, seguros do valor que agregamos ao conhecimento coletivo e, acima de tudo, emocionados. Comentário como o seu, como diria Zeca Baleiro, nos fazem chorar. Obrigado de verdade, João de Moraes Júnior.
      Um grande abraço.
      Abreu

  74. Boa noite Sr Abreu,
    Pelo segundo ano fizemos uma viagem olhando todos os comentários do site. Nós estamos em Guaibim e pegamos a rota por Barreiras, fazendo o trecho que passa por amargosa. Depois dessa cidade o trecho está muito ruim e não queríamos voltar por lá. Estou na dúvida pra chegar até Brumado saindo de Valença. Qual rota devo pegar? De Brumado vi vários comentários para irmos por correntina. Estamos retornando na quinta (dia 25/01).
    Retornando vou relatar o trecho que fizemos, e onde encontramos estradas ruins.

    Obrigada,
    Keyla

    1. Olá, Keyla. Bem-vinda ao blog. Essa saída de Morro de São Paulo e Guaibim para voltar a Brasília está bastante complexa, porque as estradas estaduais que levam à BR 116 estão bastante comprometidas. Recentemente orientamos, no dia 07.01.2018, o sputnik (companheiro de viagem, em russo) André, que estava na mesma situação, hospedado em Morro e vindo de Ilhéus. Por isso, o comentário dele e nossa resposta estão no post “Brasília-Ilhéus de carro”, publicado aqui mesmo no nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras. Você poderia dar um pulinho lá e dar uma olhada nas nossas recomendações. Para poupar trabalho, recortei e colei aqui embaixo nossa resposta a ele. Mas se você for lá, lerá inclusive as dúvidas dele, que são muito parecidas com as suas:

      Abreu 07/01/2018 at 22:48 Editar
      Olá, André. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de carinhoso estímulo. Essas estradas estaduais sempre são um enigma. Costumam ser feitas de “asfalto eleitoral”, que se dissolve com as primeiras chuvas. Ora estão boas, ora estão péssimas. Acho que essa alternativa por Lajes, que está no mesmo ambiente asfáltico do trecho Varzedo-Amargosa, deverá levar ao mesmo sofrimento da viagem de ida. Vamos mitigar esses riscos? Suba para Santo Antônio de Jesus, continue pela BR 101-Sapeaçu-Cruz das Almas-Muritiba, onde você tem uma passagem para a BR 116 em Santo Estêvão. A travessia BR 101-BR 116 por Amargosa é de 86 km, com 50 deles destruídos. Em Muritiba-Santo Estêvão a travessia é 36 km. Por outro lado, aquela rodovia estadual liga a BR 116 a uma das mais importantes cidades históricas da Bahia (Cachoeira de Félix), tanto que, todos os anos no dia 2 de julho, o Governo Estadual é transferido para Cachoeira, o que nos leva a acreditar que o asfalto naquela área seja de melhor qualidade. De qualquer modo, ao chegar a Muritiba, pergunte como está a estrada para Santo Estêvão. Se estiver boa, atravesse para Santo Estêvão, pegue a BR 116 no sentido sul, rode 36 km, entre no trevo de Argoim e apanhe a BR 242, que levará você diretamente a Lençóis, a 220 km dali. Se a estrada estiver muito ruim, continue mais 28 km pela BR 101, pegue a BR 324 em direção a Feira de Santana. Em Feira, pegue a BR 116 no sentido sul até Santo Estêvão e o trevo de Argoim e siga para Lençóis. Atravessar para Santo Estêvão em Muritiba significa 88 km a menos do que dar a volta por Feira. Mas se a travessia estiver ruim, melhor rodar mais esses 88 km e chegar em paz a Lençóis. A propósito, vou sair depois de amanhã para Salvador e pernoitarei em Lençóis. Quem sabe a gente não se vê por lá, hein? Dê notícias da sua decisão e dos resultados, Ok, André? Faça uma excelente viagem de volta.
      Um grande abraço.
      Abreu

      É isso aí, Keyla. Eu acrescentaria duas coisas. Primeiro: não faz muito sentido você voltar para a rota Vitória da Conquista-Correntina para voltar a Brasília. Segundo: chegando a Santo Estêvão, se a estrada estiver boa, desça para Argoim e pegue a BR 242. Se for para Feira de Santana, pegue a BR 116 e, 5 km depois pegue a direita para Ipirá e Itaberaba, na BR 242, tal como descrito em nosso post “Brasília-Salvador de carro”, publicado aqui mesmo no blog (www.expressaodaliberdade.com.br). Se restarem dúvidas, retorne aqui tantas vezes quantas precisar: será um prazer ajudá-la a sair daí e chegar aqui com tranquilidade e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  75. Prezado Abreu e queridos amigos viajantes,
    Viajei em Jan 2018 e vou deixar os comentários sobre a referida viagem.
    O percurso de ida tive que ir para MG, pois planejei parar perto de Cordisburgo, no park Hotel maquiné, próximo á referida cidade. Depois dele, a viagem foi um fiasco, pois eu não me planejei ao ponto de consultar este blog, passando por Curvelo-Diamantina-Couto de Magalhães-Carbonita-Turmalina-(Chapada no Norte-Berilo-Araçuaí:trecho de terra horrível)-Itinga- Itaobim-(Almenara-Jacinto: trecho de terra)-Itagimirim-Eunápolis-Porto seguro, num percurso total de 1780 km, o qual Não recomendo.
    A volta, planejada seguindo as indicações deste blog, foi tranquila e sem problemas, a qual passo detalhes abaixo:
    1) Percurso total Porto Seguro- Goiânia: 1750 Km;
    2) Trechos Pcp, na ordem de saída até o destino:
    a) Porto Seguro – Eunápolis (BR 367):
    – estrada em boas condições, ter atenção pois é bastante movimentada de carros com turistas.
    b) chegando em Eunápolis, pegar a BR 101, sentido Itabuna: trecho Eunápolis-Itagimirim-S.J do Paraíso/ Mascote-S.J Panelinha-Buerarema-Itabuna (BR 101):
    – BR 101 em boas condições, ter atenção pois é bastante movimentada de carros com turistas e caminhões;
    – postos de abastecimento na BR 101, além de Porto Seguro e Eunápolis: S J Panelinha e Itabuna;
    – chegando em Itabuna, no trevo da BR 101, pegar BR 415 sentido Vitória da Conquista.
    c) Ibicaraí – Floresta Azul – Santa Cruz da Vitória – Itororó – Itapetinga – Itambé – Vitória da Conquista (BR 415):
    – Ibicaraí: postos de abastecimento e restaurante;
    – Sta Cruz da Vitória: Posto e Restaurante Mirassol 4 km antes desta cidade;
    – Itororó: Postos de combustível Petrovales, BR (RS 4,48 a Gas Comum) e ALE. Trecho bom, o asfalto foi refeito;
    – Itapetinga: asfalto irregular, porém sem buracos (foram tapados);
    – Polícia Rodov Estadual;
    – Itambé: postos de combustível (Ipiranga). Serra do Marçal com curvas fechadas, não é extensa, porém demanda cuidado e diminuição da velocidade (não recomendo andar a noite);
    – Vitória da Conquista: abastecimento e restaurantes disponíveis. Após esta cidade, pegar para Anagé, pela BR 407 sentido Brumado.
    d) Anagé – Itibirá- Brumado: com 2 trechos diferentes, iniciando pela BR 407 (50 Km de asfalto irregular e alguns buracos, dando para manter 100 Km/h com atenção). Após 50 Km, a BR 407 encontra a BR 030 (pegar para esquerda sentido Brumado):
    – BR 030 está um tapete;
    – Brumado: sinal de celular, posto JF no Km 355 e posto PB no Km 315 da BR 030, curvas e subidas na BR 030 uns 40 Km antes de chegar a Caetité, mas tranquilo;
    – Itibirá: Posto BR antes de chegar em Caetité.
    – em Caetité, pegar a BA 430.
    e) Caetité – Igaporã – Bom Jesus da Lapa (BA 430):
    – Caetité: recomendo hotéis e abastecimento, tem sinal de celular: boa cidade para descansar a noite, melhor do que Bom Jesus da lapa, muito à frente;
    – em Bom Jesus da lapa, pegar a BR 349.
    f) Bom Jesus da Lapa – Santa Maria da Vitória – Correntina – Trevo para BR 020, sentido Vila do Rosário (BR 020):
    – BR 020 um tapete;
    – Bom Jesus da lapa, postos de combustível, sinal de celular;
    – Santa Maria da Vitória: Postos comb (BR e outros), trecho da Br arrumado, sem buracos;
    – Correntina: trecho de 30 km, após a cidade, de asfalto irregular e pequenos buracos, dando para manter 100 km com atenção;
    g) Trevo (encontro da BR 349 com a BR 020) – Vila Rosário – Alvorada do Norte – Planaltina – Formosa – Brasília:
    – são 14 Km até a Vila Rosário, onde tem o Posto Rosário: excelente para alimentações, abastecimento, sinal de celular somente da Vivo;
    h) Brasília – Goiania (BR 060)
    Bem, espero ter ajudado, qualquer coisa estou à disposição.
    Att
    Welllington
    (62) 99116-7492 (Whatsapp)

    1. Olá, Wellington. Lamentavelmente, não consegui recuperar contato seu anterior conosco, então, faltam-me condições de tratá-lo como alguém “da casa” ou como “visita”. Independentemente disso, adoramos o seu relato. Detalhado, atualíssimo, objetivo, informativo, conciso e orientador. Assim, contabilize aí nossos agradecimentos por sua disposição de vir aqui e depositar essas suas experiências pessoais no trajeto Goiânia-Porto Seguro aqui no blog, numa atitude de compartilhamento, de divisão, de solidariedade que só as pessoas espiritualmente mais evoluídos têm. Seu e-mail é um primor: não precisa explicar nada, está tudo aí. Só lembraríamos para os nossos “sputniks” que, ao sair de Vitória da Conquista, em vez de pegarem a BR 407, para Brumado, como fez o Wellington, deve-se pegar a BA 262, que está em muito melhores condições e é 24 km mais curta. Fora isso, assinaríamos tranquilamente sua carta junto com você: é um show de generosidade, de paciência e de precisão redacional. Imagino você viajando e olhando cada buraco, cada posto, cada lanchonete e tomando notas. É exatamente isso que fazemos em nossas viagens. Obrigadíssimo, Wellington. E volte sempre: a casa é sua e de pessoas como você.
      Um abração.
      Abreu

  76. Boa tarde, Abreu!
    Cheguei de Porto Seguro ontem. Achei a melhor opção de estrada pegando BA-680 rumo a Potiraguá que está sendo restaurada e tem um trecho de uns 20 km de muita buraqueira mas que com cuidado da pra seguir. Essa foi a dica de algumas pessoas que eu conversei em Porto Seguro, porque a estrada mais curta (+- 25 km de diferença apenas) está destruída e muito perigosa por causa de relatos de assaltos. Já a outra possibilidade indo em direção a Itabuna aumenta muito o trajeto. Já o restante do percurso está em boa condições, alguns buracos entre correntina e BR-020 que com bastante atenção não atrapalha a dirigibilidade e é possível andar na velocidade da via tranquilamente.
    Abraço, Abreu!!

    1. Olá, Eduardo. Bem-vindo ao blog e obrigado por sua disposição de vir aqui e dividir conosco as informações importantes e atuais que você colheu em sua viagem. Nós estamos observando o andamento das obras na BA 670, que passa por Potiraguá. Acreditamos que, nesse ano eleitoral, a obra deverá ser concluída antes do início da campanha política, ou seja, por volta de maio ou junho. Só quando ela estiver concluída teremos condições de recomendá-la para nossos “sputniks” (companheiros de viagem, em russo), porque, em sua maioria, são famílias, com crianças pequenas ou avós idosos e não podemos colocá-las em risco. O seu relato, Eduardo, vem contribuir muito para que as famílias que querem viajar em paz escolham o caminho mais longo mas mais confortável para chegar a Porto Seguro. Sua narrativa é muito enriquecedora e nosso sonho é que, um dia, muitos dos nossos visitantes se lembrem de fazer o que você fez. Muito obrigado, mais uma vez.
      Um abração.
      Abreu

  77. Olá, boa noite a todos! Primeiramente gostaria de parabenizar pelo site. Excelente auxílio àqueles que estão querendo pegar a estrada. Estamos indo para Porto Seguro dia 19/01 em dois carros sendo 4 adultos e 04 crianças. Gostaríamos de saber se há novidades a respeito da estrada por Potiranguá e dicas de restaurantes na estrada. A idéia é pernoitar em Vitória da Conquista. Precisamos também, se possível, de dicas de hotel, se possível. Obrigado pela atenção. Abraços, Rodrigo

    1. Olá, Rodrigo. Bem-vindo ao blog e obrigado por seus cumprimentos ao nosso trabalho. É uma força grande que você dá para todos nós. Não há novidades, Rodrigo, em relação à rota recomendada, inclusive sobre evitar-se Potiraguá. Nada mudou. Faça sua viagem acompanhando nossas recomendações e vai dar tudo certo. Quanto a hotéis e restaurantes, continuamos a evitar indicações, seja por causa das diferenças de gostos e rendas de nossos “sputniks”, seja porque poderia parecer algum interesse comercial. Mas, se você pesquisar no post, encontrará muitas indicações e relatos de nossos visitantes que pernoitaram em Vitória da Conquista. Eu, pessoalmente, costumo ficar no Ibis. Mas as alternativas de hotéis e pousadas são muitas. Não se preocupe. Faça uma boa viagem e dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa noite Abreu! Obrigado pela resposta. Santo Google que me trouxe a este site. Uma outra pergunta, se me permitir, nós devemos almoçar em Santa Maria da Vitória ou Bom Jesus da Lapa. Há alguma indicação de restaurantes para famílias tipo o posto Rosario?

        1. Olá, Rodrigo. Nós preferimos não fazer indicação de hotéis ou restaurantes, porque isso depende muito do poder aquisitivo das famílias, que é muito diversificado. Por outro lado, nós – eu e minha família – jamais almoçamos em viagens, exceto no Posto Rosário, pela qualidade dos alimentos. Normalmente, saímos de Brasília com refrigerantes, sucos, frutas, biscoitos, pães de queijo, ovos cozidos duros e sanduíches feitos em casa (pão francês e bifinhos de filé). As paradas são para abastecer, ir ao banheiro e fazer alongamento. Fazemos o almoço no hotel onde iremos pernoitar. Dê uma olhadinha em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Ele está publicado aqui mesmo no nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras, onde também se encontra o post “Brasília-Porto Seguro de carro”. Lá há um conjunto de informações que podem ser interessante para você, principalmente porque viaja com crianças. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
          Um abração.
          Abreu

          EM TEMPO: olhe só o comentário que o Charles Castro publicou logo depois que eu respondi a você. O relato dele está no post “Brasília-Ilhéus de carro”, publicado também aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br:

          Charles Castro

          Enviado em 15/01/2018 as 19:00
          Prezado Abreu,
          Utilizei a sua dica de viagem de Brasília a Itacaré passando por Correntina. Há dois anos tinha ido por Montes Claros porque soube que as estradas da Bahia estavam horríveis. Contudo, em viagem realizada entre o dia 3/1 e 14/1/2018, mudei o itinerário e fui por Correntina. Pista maravilhosa, quase sempre reta, com movimento muito inferior ao de Minas. Na ida, partindo de Brasília às 5h30, dormi em Brumado (Hotel São Lázaro – recomendo). Também gostei de almoçar em Correntina, no Posto Precioso do Oeste (banheiros limpíssimos que propiciam um bom banho no meio do dia, além de boa comida). Na volta, saindo de Itacaré às 5h30, pernoitei em Bom Jesus da Lapa (escolhi o Hotel Grutta – também muito bom e em frente ao Santuário). Também fiquei muito satisfeito com o local do almoço da volta, logo após Vitória da Conquista, a Churrascaria Irapuã (banheiros muitos limpos, comida boa e ótima estrutura). Muito obrigado por suas dicas!
          Charles Castro

  78. Boa tarde a todos.
    Acabo de chegar de porto. fui dia 29 de dezembro e voltei ontem 07 de janeiro. fiz o percusso e segui os conselhos de vcs, que foram postados aqui. quero agradecer porque foi e importancia relevante.
    Fiz o percusso por correntina, bom jesus, itambe, itabuna e descendo pela BR 101 tanto na ida como na volta; realmente um percusso um pouco mas longe mas muito tranquilo, asfalto perfeito em 95% da estrada; apenas um trecho muito pequeno proximo a correntina que por ser tal pequeno não merece comentários(afinal estamos no Brasil).
    Obrigado a todos pelam ajuda e fica minha gratidão ao Blog.

    1. Olá, Hélio. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho e pela disposição de vir ao blog para compartilhar sua experiência com informações detalhadas e tão úteis a todos nós. Que bom que tudo deu certo. Volte sempre!
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa tarde,

        Quero aqui também agradecer as dicas do Site, cumpri quase toda a rota, e o caminho que passei estava tudo como foi dito aqui, a estrada daqui até o posto Rosário excelente, os 198 km até chegar a Correntina realmente tem alguns buracos esporádicos e não atrapalha como atrapalhava antes, tranquilo mesmo, de Correntina pra frente, me surpreendi, um tapete só, passei de Itambé e depois de Itapetinga, como ainda eram 16:30 da tarde eu resolvi ir por Potiraguá, me informei e me disseram que tinham 30 km de buracos e tal, como eu tava com tempo e acostumado a passar por lá… fui, realmente fiz esse percurso em 45 minutos e, como passei 8 dias lá, quando voltei já tinha sido concluído mais 4 km, resumindo, quem tiver um tempo e paciência, ainda que tenha esses buracos compensa, se tiver de dia gente pelo amor de Deus, a noite no máximo até as 19:00 dar pra passar, depois disso não aconselho, mas se tu muita paciência, tiver com tempo e disposto a andar mais um pouco, por Itabuna é uma excelente opção, eu to falando da minha experiencia, não tive muito aborrecimentos em passar por Potiraguá…. tomara que tenha conseguido sanar alguma dúvida ou curiosidade de alguém que quisesse passar por este trajeto.
        Adalberto

        1. Olá, Adalberto. Bem-vindo ao blog e obrigado por sua disposição de vir aqui dividir conosco suas experiências na viagem nessa rota. Claro que quando falamos que não temos condição de recomendar ainda essa rota por Potiraguá, estamos pensando em nossos visitantes que são famílias constituídas por mulheres, crianças,idosos, além dos homens adultos. Então, a situação é outra. Mas a rapaziada que não tem esse tipo de tripulação e quiser tentar o atalho por Potiraguá, não há nada que impeça. A advertência sobre fazer a travessia à noite é válida – aqui não recomendamos viagens noturnas em nenhuma de nossas rotas indicadas. É um excelente relato, equilibrado e preciso. Muito obrigado de verdade.
          Um forte abraço.
          Abreu

          1. Imagina, sempre que puder vou deixar aqui minha opinião, obrigado pelo espaço, é sempre válido essa interação.

            Abraço!!!

  79. Bom dia Abreu e demais amigos desde incrível site. Venho aqui para agradecer e de novo tirar dúvidas, chegamos em Arraial d’Ajuda 06/01, viemos por Anapolis – Brasília – Formosa – Posto Rosario (que aliás realmente é bom porem bastante cheio e com muita fila) – Correntina – Bom Jesus da Lapa – Vitória da Conquista (pernoite) – Itabuna (apesar da vontade de cortar rsrsrs) – Arrial d’Ajuda (deu aproximadamente 1675 km)!!

    A estrada está exatamente como os amigos Sputiniks relataram por diversas vezes, na maioria do tempo muito boa com pequenos buracos ao longos de alguns trechos, muito movimentada essa época do ano. E devido ao trânsito acabamos chegando por volta das 14hs do dia seguinte. Mas sem nenhum problema, a dica de atentar para os abastecimentos é importante pois em alguns trechos roda-se bastante sem nenhuma estrutura confiável de abastecimento e paradas mais confortáveis para a família.

    Minha dúvida é: Abreu falamos muito aqui da ida, mas não percebi se falamos da volta, estamos pensando em antes de voltar (já que é “caminho”) dar um pulo em Itacaré (ainda não é certo mas quase), saindo de Arraial (ou Itacaré) fazendo o mesmo percurso porem inverso, onde você recomenda o pernoite?? Que tenha uma estrutura fácil de achar bons hotéis? Grande abraço!!!!

    1. Olá, Márcio. Nossa recomendação para o pernoite na volta, a partir de Itacaré ou de Arraial, é Bom Jesus da Lapa, exatamente pela melhor estrutura hoteleira. Para os que vêm de Itacaré, há uma reclamação de chegarem muito cedo, porque a jornada é de cerca de 700 km. Lembro a todos que chegar mais cedo a Bom Jesus da Lapa é uma oportunidade de conhecer o famoso santuário na gruta que dá nome à cidade e observar de perto o Rio Francisco, ao põr do sol. É preciso fazer limonadas, não?
      Um abração.
      Abreu

  80. Caro Abreu,
    não poderia deixar de vir aqui, parabeniza-lo pelo seu incrível trabalho! Encontrei este site através do google há umas três semanas atrás, no momento estava pesquisando o estado das estradas de Goiânia para Porto Seguro, visto que nos últimos dias havia chovido muito em Goiânia. Nossa viagem estava programada entre os dias 28/12 á 02/01, alugamos uma casa e estávamos indo em um grupo de 16 pessoas em 4 carros. Depois de ler os relatos aqui do site, montei a rota conforme sugerido por vocês, com todas as ressalvas e enviei no grupo da viagem no Whatsapp. Mesmo relatando as informações dois motoristas ainda resolveram não evitar o “atalho”, um foi orientado por um frentista de um posto que a pista estava ruim sim, más que já havia sido concertada e que poderia ir tranquilo por ela, resultado: demorou quase 4 hrs para andar 100km e o outro motorista do mesmo jeito, além de ter estourado um pneu no percurso.
    Já eu, segue os conselhos aqui do site e fiz uma ótima viagem, a pista esta um tapete, ressalva para uns 50km antes de chegar em Correntina que possui alguns buracos e na BA-263 próximo a Itapetinga.
    Como estávamos com um prazo pequeno de recesso, resolvemos ir direto, com três motorista no carro, enquanto um dirigia o outro descansava, saímos de Goiânia as 3:30(Com horário de verão) da manhã e chegamos em Porto Seguro as 23:00(Sem horário de verão), e do mesmo jeito na volta.
    Gostaria de deixar um alerta para o cuidado com alguns motorista de ônibus e caminhões, o desrespeito por eles na estrada esta extremo, ultrapassando em faixa continua, não facilitando ultrapassagens, dirigindo sem se dar a mínima para quem estar indo, vindo ou sendo ultrapassado, então vale redobrar a atenção.
    E outro detalhe é para os quebra mola altos e sem sinalização na Bahia, tenho um Honda Civic que é baixo por natureza, como peguei um trecho da viagem a noite, acabei alisando um quebra mola que quase acabou com nossa viagem.
    Tirando esses detalhes, fizemos uma ótima viagem!
    Muito obrigado Abreu.

    1. Olá, Guilherme. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras, que, lamentavelmente nos levam a cometer os pecados do orgulho e da vaidade. Afinal, somos humanos. Preciosíssimas suas informações atualizadas,vindas direto do front. Esse episódio do atalho por Potiraguá é importante e particularmente ilustrativo para todos aqueles que estão assediados pela tentação de encurtar o caminho. A gente fala, fala e fala e, com o tempo, nossa credibilidade vai caindo e as pessoas voltam a adorar o bezerro de ouro e cair naquela armadilha. Mas o seu relato vem dar uma nova força para nossa luta e, com certeza, mais pessoas pensarão duas vezes antes de fazer a tentativa. Quanto aos motoristas profissionais – caminhões e ônibus – estão se tornando um problema nacional. Eles e os motoqueiros estão envolvidos em quase 90% dos acidentes com vítimas nas estradas brasileiras. E, finalmente, quanto aos muros de contenção, como eu chamo os quebra-molas da Bahia, padeço do mesmo mal, pois tenho dois Civic. São carros extremamente estáveis, aderentes ao pavimento mesmo nas curvas mais fechadas. Mas essa aderência decorre principalmente da pouca altura e o preço nos é cobrado nos quebra-molas. Um lembrete: nada de passar nesses quebra-molas de modo enviesado, atravessado, como muitos motoristas novatos fazem: aquilo submete o carro a uma torção longitudinal para a qual ele não foi desenhado. E o resultado é a deformação do monobloco, com problemas sérios que vão se refletir no alinhamento, no desgaste de pneus e outras coisas. O correto é atravessar o quebra-molas de frente e mmmmmmuito lentamente. Mais uma vez, muito obrigado por suas palavras de estímulo, Guilherme. Dê notícias!
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Abreu, mais uma vez obrigado, achei aqui o Relato do amigo Guilherme, que passou pelo “front” por assim dizer, muito recentemente, e o engraçado é que em alguns locais, realmente se tem a noticia que em meados de dezembro, apenas 30km está ruim (deve ser de pessoas que lucram com essa informação, só pode – infelizmente!!), Beleza, seguirei o conselho do mestre navegador aqui e irei por Itabuna mesmo.

  81. Prezado Parabéns pelo site e pela iniciativa, nos auxilia muito quando preparamos uma viagem.
    No nosso caso estaremos saindo de Goianésia-GO no domingo 07.01.2018 as 03h00 da madrugada, pretendemos chegar a Vitória da Conquista e pernoitar por lá, seguindo no outro dia para Porto Seguro.
    Conversei com um morador de Barreiras o qual comentou que a rodovia por Correntina não está boa.
    Gostaria de confirmar a dica de passar por ela que é o caminho mais curto para nós.
    Muito obrigado, e mais uma vez parabéns.
    Guilherme Fajardo

    1. Olá, Guilherme Fajardo. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras, que representam uma força para nós. Você não disse qual a sua “tripulação”, isto é, se há crianças, idosos ou senhoras a bordo. Se houver, eu sugiro rever não a rota, mas a divisão das jornadas. Você tem uma viagem com o total de 1.808 km de Goianésia a Porto Seguro. E você planeja fazer quase 1.300 km no primeiro dia e 517 no segundo. Está desbalanceado. Não é necessário partir de madrugada de Goianésia, viajar à noite, nem chegar a Porto Seguro às 10h00, quando outro hóspede ainda está ocupando o seu quarto de hotel ou pousada e só vai sair de lá às 14 horas, quando o hotel libera o apartamento que você reservou. E olhe que nem estou discutindo o caminho que você vai usar para chegar a Brasília. Conheço os dois, tanto por Padre Bernardo, quanto por Anápolis. Mas tenho certeza de que sobre isso, você conhece muito mais do que eu. Quanto ao trecho de Correntina, realmente não está ótimo. Isso significa que é preciso um pouco mais de atenção cerca de 30 km antes e de 50 km depois da cidade. Há alguns buracos, mas também há reparos. Nada que nos obrigue a ir por Barreiras ou Montes Claros. A rota correta é essa mesmo: pode ir firme. Gostaríamos muito de que você voltasse aqui para discutirmos essa história da divisão da jornada. Ela é muito importante para o conforto e a segurança do pessoal você vai levar a bordo da sua “aeronave”. Deus ilumine você na decisão e conte conosco para o seu projeto ser um sucesso.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Bom dia, Abreu,
        Muitíssimo obrigado pela idéia. Nossa tripulação são 03 veículos, 02 pick-ups e um carro médio, são 09 adultos, sendo uma senhora e mais 04 crianças.
        Com relação a jornada, já fizemos outras vezes assim; de nossa parte preferimos uma maior no primeiro dia e outra menor no segundo dia, porém, fazemos paradas a cada 300km em média ou de acordo com a necessidade do grupo.
        Hoje pela manhã, vi no jornal Hora 1 que em Vitória da Conquista choveu 99mm em um dia o que me preocupou, porém, como já conhecemos a estrada, iremos adotar a rota sugerida.
        Vamos analisar quanto a dividir a jornada em duas etapas de mais ou menos a mesma quilometragem. Talvez dormir em Bom Jesus da Lapa seria melhor, ou em outro local?
        Quanto a rota para Brasília a melhor e mais curta para já pegarmos a saída para Formosa é por Padre Bernardo, optamos pela saída de madrugada pois andaremos em trechos conhecidos até amanhecer o dia.
        A chegada em Porto Seguro mais cedo é opção da turma para já ir ao mercado e fazer as compras para levar para a casa que alugamos.
        Um grande abraço e parabéns pelo blog.
        Guilherme Fajardo

  82. Boa noite prezado Abreu.
    Antes de mais nada, quero desejar um feliz 2018, repleto de boas realizações, tanto no âmbito pessoal como no profissional.
    Quero também agradecer e parabenizar por esta iniciativa e dedicação, pois saiba que seu trabalho certamente ajuda e muito a todos viajantes que tem a sorte de encontrar seu site, pois eu mesmo já usufrui das informações a um tempo atrás quando fui para Morro de São Paulo, e as dicas/informações me foram muito úteis.
    Pois bem, nesse ano resolvi viajar muito em cima da hora e os valores para passagens aéreas estão proibitivos e desta forma, estou indo para Porto Seguro na próxima quinta-feira, 04/01/18, e gostaria de saber se possui alguma informação adicional a respeito do trajeto, pois li todos os comentários aqui postados.
    Meu plano é sai de Goiânia as 04:00hs da manhã, e a idéia inicial é dormir em Brumado, para não ficar tão cansativo o primeiro dia, pois tenho que considerar as duas horas de Goiânia a Brasília, e estarei levando meu bem mais precioso que possuo, que é minha filha de 03 anos de idade.
    A idéia é encontrar algum hotel simples, mas que seja limpo, para poder pernoitar e no dia seguinte seguir viagem após o café da manhã. Sobre este tema, caso tenha alguma sugestão para pernoite, agradeço muito.
    Como viajei de carro a Bahia apenas uma única vez, e já fazem três anos, confesso que não me lembro bem dos detalhes, e montei uma rota, baseada nas suas sugestões, e te pergunto se as estradas estão transitáveis, em boas condições e em relação ao segundo dia, tem alguma observação a fazer sobre a rota? Alguma novidade, além do alerta para evitar o trajeto por Potiraguá?
    Em resumo são essas as minhas dúvidas, e agradeço antecipadamente pela atenção dispensada.
    Obrigado.
    Abraço.

    1. Olá, Giordano. Bem-vindo ao blog e muito obrigado por suas carinhosas palavras de estímulo, que são muito importantes para nós. Pelo que pudemos perceber, você já é um piloto conhecedor das nossas “manias” e não vamos ensinar “Pai Nosso a vigário”, ou seja, nada de viagens noturnas, nada de feijoadas no almoço, nada de álcool durante a jornada. Quanto ao seu “plano de voo”, temos algumas considerações a fazer. A sua viagem de Goiânia a Porto Seguro tem um total de 1.780 km, pela rota sugerida por nós. Você está pretendendo desdobrá-la em 1.122 km no primeiro dia e 657 no segundo. Poderíamos alterar isso? Afinal você tem a bordo uma possível futura ganhadora do primeiro Prêmio Nobel brasileiro de Física, quem sabe? E ela precisa chegar lá no futuro descansada! Se você pernoitar em Bom Jesus da Lapa, por exemplo, sua viagem fica 872 km no primeiro dia x 900 km no segundo dia. Não é tão cansativo, até porque, no segundo dia, mesmo andando mais, quando você olhar o mar o cansaço passa. Uma proposta intermediária nessa negociação também é pernoite em Caetité (1.015 km x 765 km). Que tal? O estado geral das estradas é bom, havendo necessidade de atenção por 30 km antes e 30 km depois de Correntina, bem como na reta final, onde há um trecho em pista única, 30 km antes de Eunápolis. Quanto a hotéis e pousadas, dê uma olhada na nossa resposta de hoje para Elisângela que está fazendo a mesma viagem e fez a mesma pergunta. Ficamos aqui ansiosos por sua contraproposta sobre a divisão da viagem. E, finalmente, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba Rodovias Brasileiras, onde também estão publicados outros posts, em especial o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, no qual publicamos algumas dicas bastante importantes para quem tem a responsabilidade de conduzir a bordo nossa futura especialista em Inteligência Artificial e ganhadora do Prêmio Nobel de Física de 2.044. Se restarem dúvidas, Giordano, retorne: será um prazer ajudá-lo a levar e trazer em paz e segurança a Dra. Giordana Bruna.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Boa tarde prezado Abreu.
        Antecipo minhas desculpas pela demora no retorno, mas o fato é que nos dias que antecederam a viagem foi bastante corrido no trabalho, e com isso não consegui lhe retornar antes.
        Mas vamos a viagem. Foi bem tranquila, e saímos de Goiânia as 04:00hs da manhã, com destino ao Posto Rosário, porem fizemos uma parada para abastecimento e café da manhã em Formosa-Go. Em seguida parei novamente no posto Rosário para abastecimento e para uma mamadeira da minha filha e seguimos viagem. Paramos para almoço em Correntina, e seguimos viagem rumo a Brumado. Como a viagem se desenrolou muito bem, chegamos em Brumado muito cedo, e resolvemos seguir até Vitória da conquista, onde dormimos.
        No dia seguinte, por volta de 07:00hs seguimos rumo a Porto Seguro, onde passamos por Itabuna e chegamos a Porto Seguro após o almoço.
        Na volta, saí de Porto Seguro as 13:00hs, e paramos para dormir, novamente em Vitória da Conquista, onde no dia seguinte, as 07:00hs, seguimos rumo a Goiânia, fazendo o mesmo trajeto e seguindo as orientações do guia de viagem, em relação às paradas para abastecimento a cada 250Km, para não correr nenhum risco relativo a combustível.
        As estradas, no geral, estão muito boas, tendo que ter atenção nos trechos já mencionados, antes e depois de Correntina, onde existem alguns buracos, mas nada absurdo e passando com velocidade reduzida e durante o dia, não há problemas. Outro ponto que merece atenção, é com algumas depressões existentes na chegada a Bom Jesus da Lapa, pois conforme a velocidade, podem ser muito perigosas, pois podem facilmente fazer o motorista perder o controle.
        Outro ponto de atenção, é que é bom ter cuidado com alguns quebra-molas sem nenhuma sinalização, em algumas cidades, pois da mesma forma que o alerta anterior, podem ser perigosos a depender da velocidade e do veículo.
        Por fim, o caminho indicado realmente é muito bom, mas a distância de Goiânia ficou/fica muito grande, pois são 1750KM, e é uma distância bastante grande.
        Como disse em meu post inicial, o motivo da viagem de carro neste ano foi devido a definição muito tardia a respeito, pois as passagens aéreas ficaram com valores absurdos, mas certamente, para quem planeja a viagem, vale muito a pela ir de avião, e chegando em Porto Seguro, fazer a locação de veículos para andar por lá (se necessário), pois os valores para locação, em locadoras locais, são muito bons.
        Agradeço mais uma vez pela grande ajuda deste site, e principalmente pela gentileza em me retornar, e espero poder trocar novas experiências com todos.
        Meu muito obrigado.
        Abraço.
        Giordano

        1. Olá, Giordano. Obrigado por se dar ao trabalho de retornar aqui, dividir conosco sua vivência e atualizar nossas informações sobre o trajeto. Concordo com você na questão de optar-se por avião e aluguel de carro em viagens extremamente curtas. Estou no momento em Salvador para um compromisso e vim de carro, porque a passagem aérea chegou a R$ 3.000,00 de ida e volta no dia crítico. Mas eu tenho a alternativa de prolongar minha estada aqui por mais umas semanas para compensar a viagem de carro. De qualquer modo, ficamos felizes por vocês irem e voltarem em paz. Apareça.
          Um abração.
          Abreu

  83. Edimar Rodrigues de Abreu,

    Parabéns pela iniciativa. Aproveito para agradecer aos demais pelos relatos contributivos em minha próxima aventura. Partirei de Brasília no dia 01.01.2018 com destino a Arraial D’Ajuda e as informações obtidas foram valiosas para elaboração de meu roteiro. Compartilho então meu plano e depois volto aqui para dizer quais foram os ajustes que, segundo espero, sejam pouco significativos.

    Destino: Arraial D’Ajuda – BA

    1º Dia 01.01.2018
    Trecho 1:
    [4:00] Brasília [EPIA – BR 450/BR 010] (Km 0)
    […] Planaltina [BR 030](Km )
    […] Formosa [BR 030/BR 020] (Km )
    […] Lago Azul [BR 020] (Km )
    […] Alvorada do Norte [BR 020] (Km )
    […] Posto Rosário [BR 020] (Km 312): lanche e abastecimento. Indicado como melhor ponto de apoio. Não tem horário de verão na Bahia!

    Trecho 2:
    […] Trevo para Correntina (Km 512 ) *Atenção aos buracos, 50 Km antes de Correntina*
    […] Correntina [BR 349] (Km ) *Atenção aos buracos após 30 Km*
    […] Bom Jesus da Lapa [BR 349] (Km 660): parada para o almoço e abastecimento. Seguir BR 430.

    Trecho 3:
    […] Igaporã [BR 430] (Km )
    […] Caetité [BR 430] (Km 800)
    […] Brumado [BR 030] (Km 900)
    […] Anagé [BA-262] (Km )
    […] Vitória da Conquista [BA-262] (Km 1040): parada para abastecimento e pernoite. Recomendações: Íbis, Katraca, Cafezal Palace, Esplendor Palace Hotel (R$ 150,00; casal + 1 criança-dica do Evandro em 10.12.2017) ou Palace Hotel Por do Sol. Passante tem desconto.

    2º Dia 02.01.2018

    Trecho 4:
    [6:30] Itapetinga [BR 415] (Km 1142)
    […] Itororó [BR 415] (Km 1176)
    […] Floresta Azul [BR 415] (Km 1236 )
    […] Trevo de Itabuna [Pegar BR 101] (Km )
    […] Buerarema [BR 101] (Km 1316)
    […] São João da Panelinha [BR 101/BA-251] (Km 1387) *Abastecimento*
    […] São João do Paraíso [BR 101] (Km 1419)
    […] Itagimirim [BR 101] (Km 1487)
    […] Eunápolis [BR 101] (Km 1525)
    [12:30] Arraial D’Ajuda: pegar BR 367, no Km 32 pegar BA-001, em seguida pegar BA-986. FIM. (Km 1591)

    1. Olá, Alan. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Achei muito interessante essa sua forma de compilar as informações esparsas e ordená-las dentro de uma lógica simples e clara. Acho que vamos copiar essa tecnologia e introduzi-la no corpo do post. E isso vai valer não apenas para o post “Brasília-Seguro de carro”, mas também para todos os posts da aba “Rodovia Brasileiras” do nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde tudo está publicado. Obrigado pela ideia. E não se esqueça de que, no segundo dia de viagem, a 30 km antes de Eunápolis, há um afundamento do asfalto, com o tráfego funcionando apenas em meia-pista.
      Um grande abraço e Feliz 2018.
      Abreu

      1. Mais um vez, obrigado pelas dicas, Abreu! Sempre muito prestativo!
        Passando para atualizar o dia de hoje. Viagem excelente até aqui.

        Roteiro de Viagem Arraial D’Ajuda – BA/2018

        1º Dia 01.01.2018

        Trecho 1:
        [4:45] Brasília [EPIA – BR 450/BR 010] (Km 0)
        [5:17] Planaltina [BR 030](Km 47)
        [5:40] Formosa [BR 030/BR 020] (Km 84)
        [7:17] Alvorada do Norte [BR 020] (Km 262)
        [7:58] Posto Rosário [BR 020] (Km 337): lanche e abastecimento. Indicado como melhor ponto de apoio. Não tem horário de verão na Bahia!
        Saída do Posto Rosário: [8:48]

        Trecho 2:
        [9:00] Trevo para Correntina [BR020] (Km 356). Após quebra-molas, pegue à direita. *Atenção aos buracos, 50 Km antes de Correntina*
        [10:31] Correntina [BR 349] (Km 536)
        [11:10] Santa Maria da Vitória (Km 590): muitas borboletas contra o carro.
        [12:10] [11:10*Local] Bom Jesus da Lapa [BR 349] (Km 679): parada para o almoço, passeio no Santuário e abastecimento. Seguir BR 430. Dica: almoço excelente no Restaurante Panela de Barro, a caminho da gruta/prefeitura.

        Trecho 3:
        [13:50] Igaporã [BR 430] (Km 780)
        [14:19] Caetité [BR 430] (Km 824)
        [15:24] Brumado [BR 030] (Km 920)
        [16:15] Anagé [BA-262] (Km 1005)
        [16:58]Vitória da Conquista [BA-262] (Km 1057): parada para abastecimento e pernoite. Recomendações: Íbis, Katraca, Cafezal Palace, Esplendor Palace Hotel (R$ 150,00; casal + 1 criança), Palace Hotel Por do Sol. Passante tem desconto. Fechei no Esplendor. Indico muito. Hotel novo e com estacionamento interno. Tem um posto BR ao lado, aproveitei para abastecer. Ao lado há também uma borracharia. Percebi que tenho um prego no pneu. Embora não tenha esvaziado irei ver isso amanhã cedo, hoje é feriado e não abriu.

        1. Legal, Alan. Que bom que tudo está correndo bem. E para nós também é muito bom mantê-lo em nosso radar e poder acompanhar detalhadamente sua viagem, com a sua ideia de organizar as informações principais de maneira sequencial.
          Um abração.
          Abreu

        2. Que bacana esse jeito de organizar que o Alan propôs e pelo visto nosso comandante Abreu irá fixar essa ideia. Como foi o segundo com relação a horários? Digo isso porque analisando seu relato, vejo que de repente sair antes das 5hs de Brasília não é necessário, já que você chegou a Vitória da Conquista bem cedo. Por isso fiquei curioso de saber, no dia seguinte, em cima do planejamento inicial, que horas você chegou em Porto/Arraial!

          1. Boa tarde, amigos! Perdão pela demora em atualizar o Roteiro. Bom, foi bem cansativo o último trecho. Muitos carros na via e, como já relatado aqui, muitos motoristas imprudentes. Reitero o alerta de outros aqui: tenham muita atenção e cautela. Sem mais demora vamos lá.
            2º Dia 02.01.2018

            Trecho 4:
            Saída: 7:15
            [8:05] Itambé [BR 415] (1130)
            [8:34] Itapetinga [BR 415] (Km 1170)
            [8:57] Itororó [BR 415] (Km 1203)
            [9:36] Floresta Azul [BR 415] (Km 1266)
            [10:21] Trevo de Itabuna [Pegar BR 101] (Km 1310). Parada para abastecimento.
            [10:37] Buerarema [BR 101] (Km 1326)
            [11:02] São José da Vitória [BR 101] (Km 1343) *Abastecimento*
            [12:00] São João do Paraíso [BR 101] (Km 1418). Atenção: Km 1453 depressão na via.
            [12:45] Itagimirim [BR 101] (Km 1482). Km 1488 e 1490, depressão na via.
            [13:13] Eunápolis [BR 101] (Km 1515)
            [14:10] Arraial D’Ajuda: pegar BR 367, no Km 32 pegar BA-001, em seguida pegar BA-986.
            FIM. (Km 1576). Excelente viagem.

            Como podem ver levei cerca de 7h neste último trecho, mas foi necessário para não comprometer o nível de segurança da viagem, afinal, o que tenho de mais importante estava no carro: minha amada família. E sim, Márcio! Creio que é possível sair mais tarde de BSB, porém como sai no feriado peguei pista limpa e sem imprevistos. Foi bom chegar cedo em Vitória da Conquista.
            Grande abraço para todos e mais uma vez deixo meu agradecimento ao Abreu, que foi fantástico na iniciativa do blog! Fiquem com Deus!

          2. Olá, Alan. Que bom que vocês chegaram em paz. Estamos trabalhando na adaptação da sua “tecnologia” de relato, para inserirmos no corpo do blog. Boas férias!
            Abração.
            Abreu

      2. Bom dia
        Gostaria de informações sobre pernoite em Correntina vamos sair dia 23/01 a tarde teremos que adiantar pra poder chegar em Porto Seguro dia 24/01 por causa da reserva de casa,sairemos por volta das 15:30 de Brasilia e queremos pernoitar em Correntina tem alguma pousada que indicas? Estaremos em 3 carros entorno de 16 pessoas…se puderem nos dar dicas pra nossa viagem…agradeço….

        1. Olá, Elisângela. Bem-vinda ao blog. Nós não costumamos indicar hotéis nas rotas que indicamos, Elisângela, porque nossos visitantes são de variado poder aquisitivo e as rotas sugeridas apresentam cidades ao longo do percurso com uma razoável estrutura hoteleira, que parte de pousadas extremamente simples (mas confortáveis) e diárias modestas até hotéis de rede, de três ou mais estrelas, com os preços correspondentes. Normalmente, hospedagem nessas cidades – Correntina incluída – não constitui problema e em todos esses anos ninguém retornou ao blog para denunciar, criticar ou registrar queixas ou advertências contra as pousadas ou hotéis utilizados. De modo que viaje tranquila, faça sua escolha previamente nos sites disponíveis e vá em frente. O seu “plano de voo”, está bom e é exequível. Saindo de Brasília às 15h30min é perfeitamente possível chegar-se a Correntina sem precisar de viajar à noite, porque na Bahia não existe Horário de Verão e você ganha uma hora a mais quando entrar naquele Estado. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde também se encontram publicados outros posts que podem ser do seu interesse, como, por exemplo, o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Não deixe de ler. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudar você e o seu grupo a ir e voltar em paz e segurança.
          Um grande abraço.
          Abreu

          1. Bom dia Abreu muito obrigada pelas dicas com certeza vai nos ajudar dei uma olhada sim nos comentariod e vou seguir as rotas indicadas…muito obrigada.Elisângela

  84. Caro Edimar Rodrigues de Abreu.
    Parabéns pelas informações das rodovias e aproveito para dar minha contribuição.

    Confirmo a rota: Brasília-Rosário-Trevo da BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-(via BA-262)-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Floresta Azul-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro.

    Saímos no dia 29/12/207 às 3h da manhã e chegamos às 22h do mesmo dia. Fizemos para para almoço e combustível.

    Segue algumas observações:

    Nos 20km finais antes de chegar a Correntina, atenção, alguns buracos na via BR-349.
    Há mais ou menos 40km de chegar em Caetité pista perigosa cheia de curvas e subida na vida BR430, atenção redobrada.
    De Brumado para Vitória da conquista pegar estrada que possa por Anagé. A pista está um tapete.
    No último trecho, de Itabuna para Eunápolis via BR-101, apesar da pista estar boa sem buracos, não dá para desenvolver velocidade pois muitas curvas, caminhos e pista sem sinalização. Atenção redobrada.
    Há 85km de Eunápolis a sinalização da pista melhora com os olhos de gato.
    Há 60km de Eunápolis a pista fica sem sinalização de olho de gato.

    1. Olá, Sérgio. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho, mas principalmente pela sua disposição de vir aqui e compartilhar preciosas informações com nossos “sputniks” (companheiros de viagem, em russo) que por aqui passam sequiosos delas. Simples, claro e extremamente objetivo, seu relato é uma demonstração notável da disposição de ajudar, de dividir, de compartilhar dados que possam aumentar a segurança do planejamento das viagens, a segurança da sua execução e a segurança do retorno em paz. Valeu demais, Sérgio, e volte sempre!
      Um grande abraço e Feliz 2018.
      Abreu

  85. Bom dia estarei saindo para Porto Seguro amanhã dia 25/12/17. Quero saber se realmente a rota de Vitória da conquista Porto, tenho que ir por itabuna? Ou se pode ir pelo atalho. ?
    Grato feliz nato

  86. Caro Edimar Rodrigues de Abreu.
    Parabenizo o presente editor pelas informações das nossas rodovias. Consigno uma pergunta, em janeiro de 2018, viajo de Brasília-DF para Porto Seguro-Ba. A rota será Bsb, Posto Rosário, Correntina, Sta Maria da Vitória, Bom Jesus, Caetité e pernoite em Vitória da Conquista. No dia seguinte até Itabuna, BR 101, Eunápolis e Porto Seguro. O trecho em comento permite velocidade de cruzeiro 110\130 km\h. Agradeço pela atenção.

    1. Olá, Gabriel. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo ao nosso trabalho. A rota está correta. Antes da viagem, não deixe de voltar aqui, porque, se tivermos notícias boas sobre o atalho por Potiraguá, nós as publicaremos prontamente. Registro que, quando aquele trecho ficar viável, tanto do ponto de vista da estado de conservação, quanto de segurança, a rota para Porto Seguro ficará 120 km mais curta. Mas, por enquanto, é só um sonho de uma noite de verão. Quanto à velocidade, a resposta é não. Há alguns trechos que permitem velocidades bastante altas, como é o caso do segmento BR 020-Correntina. Mas a velocidade média da viagem ficará normalmente por volta de 100 km/h. Assim, como a distância Brasília-Vitória da Conquista é de 1.049 km, coloque aí 11 horas de viagem, lembrando-se que você ganha uma hora ao entrar no estado da Bahia, uma vez que lá não há horário de verão.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Abreu sai hoje de Brasília destino Porto seguro. Sai de Planaltina as 4:30 da manhã e cheguei a vitoria da conquista as 16:00 horário de Brasília. Quanto a situação das estradas somente a de correntina tem uns trechos que foram recuperados outros estão com buracos. Muita atenção neste trecho porque se desenvolve muita velocidade e de repente tem que frear. Fora este trecho o restante da estrada está ótima.

        1. Olá, Lana. Bem-vinda de volta. Adoramos sua disposição de voltar aqui apenas 33 minutos após chegar a Vitória da Conquista, para nos trazer seu relato e compartilhar suas informações com os que irão depois de você. Essa versão atualizadíssima das condições da rota são da maior importância para todos nós, pelo que particularmente lhe agradecemos.
          Um abração, dê notícias e Boas Festas.
          abreu

        2. Oi Abreu para completar o post fiz a rota por Itabuna realmente um tapete. Na BR 101 onde teve o afundamento a sinalização está péssima e não tem nenhuma polícia ou órgão responsável fazendo a sinalização para os carros vc conta com a sorte. Uma coisa me chamou atenção quando passei na saída do atalho de Potiraguá tinha muitos carros vindo por essa estrada. Será que já está transitável? Se alguém do blog passou por lá atualiza pra nós

          1. Olá, Lana. Não há nada de novo naquele trecho. De qualquer modo, amanhã vou checar novamente. Obrigado pelo relato, mais uma vez.
            Um abração e Feliz Ano Novo.
            Abreu

      2. Abreu, o meu agradecimento. Fique certo da minha participação no dia anterior da viagem, dia 03.01.2018.

  87. Aquele momento “quase mágico” que você procura por informações atualizadas sobre como ir com maior segurança de Goiânia para Porto Seguo, e o google indica este site! Muito obrigado, Sr. Abreu! Viajarei nesta próxima semana, e graças a você já tenho meu deslocamento todo planejado!

    Abraços e feliz ano novo para vc e sua família!

    1. Olá, Diego. Bem-vindo ao blog. Receber uma mensagem como a sua foi o nosso melhor presente de Natal. Boas festas e uma excelente viagem!
      Um grande abraço.
      Abreu

    2. Oi. Boa noite. Vcs não sabem o quanto pesquisei na internet em busca de informações sobre as rodovias e não encontrei. Foi realmente uma benção ter encontrado este blog. Por favor me ajudem. Estou saindo com minha família de Gyn para Trancoso agora dia 02/01/18. A minha opção de rota também seria por Brasília/Correntina/Brumado/Vitória da conquista/ Itabuna/Eunápolis?
      Obrigada.

      1. Olá, Gleyce. Bem-vinda ao blog. Obrigado por suas palavras: elas são um importante estímulo para esse nosso trabalho. Sim, a rota recomendada por nós, saindo de Brasília é essa. E você, saindo de Goiânia, deve fazer o mesmo roteiro, para ir e vir sem problemas. Só que temos 220 km entre Goiânia e Brasília, o que significa que você não deverá pernoitar em Vitória da Conquista, mas em Bom Jesus da Lapa. No dia seguinte, seguindo a rota recomendada, você chegará a Porto Seguro um pouco depois do meio-dia. Está bom assim? Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também publicamos outros posts que podem ser do seu interesse, como o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Dê uma olhadinha lá, tá? Siga nossas recomendações. Não invente moda, não tente cortar caminho. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Obrigada pela resposta e as dicas.Farei questão de relatar aqui neste canal fantástico, se houve qualquer novidade durante a minha viagem. Boas férias e boa viagem para todos.

  88. Bom dia
    Por favor, gostaria de saber qual a melhor rota de Goiânia para Aracaju -SE e se para este percurso tem rota viável pelo Estado de Minas

    1. Olá, Alline. Bem-vinda ao blog. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também estão publicados dois posts que podem ser muito interessantes para você. São o “Brasília-Salvador de carro” e o “Brasília-Salvador-Natal de carro”. O trecho Brasília-Aracaju está descrito neles. Vale a pena dar uma olhada lá, OK? Se restarem dúvidas, retorne: sera um grande prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança. E não se esqueça de ler no mesmo local o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”.
      Feliz Natal e um grande abraço.
      Abreu

  89. Prezado Abreu

    Muito boa tarde, que site/blog incrível, o melhor que eu vi sobre o assunto certamente em anos, tenho 45 anos, e grande parte da minha família é Baiana (de Salvador mesmo) e por isso já viajei muito pelo interior da Bahia (como sou Brasiliense – Atualmente moro em Anápolis – GO que é do lado), sempre viajei muito para Salvador (e várias cidades litorâneas da BA) e saindo de Brasília, Já fiz todo tipo de percursos (tudo bem que o último deve ter mais de 5 anos), já fui por Montes Claros (quando Salinas tinhas uns 60km de estrada de chão muito ruim –e meu Voyage não tinha ar condicionado kkk, mas era melhor do que ir por Barreiras – que o povo chamava de Burraqueiras kkkk), Depois já usei Barreiras quando ficou boa, Luis Eduardo Magalhães, Correntina, enfim, acho que já cruzei várias estradas dessas que você cita (não sou bom com decorar rotas e números de rodovias) apesar de boas histórias para contar (como um carro “preso” em Montes Claros, porque ao invés do CRLV sai de casa com o DUT kkkkkkk), e que me rendeu 1 dia e meio de atrasado para chegar a tempo do carnaval soteropolitano (bons tempos de juventude e que tudo estava certo, mesmo quando dava errado rsrsrs).

    Desculpa o longo texto é que seu blog é muito bom. Enfim voltando, estou planejando ir para Porto Seguro (como disse depois de uns 5 anos sem passar por essa região – de carro) e pretendo sair entre o dia 3/1 e 10/1/18 (a depender das férias). E já vi que recomendas ir por Correntina (com parada boa em Posto Rosário correto)? Almoçar em Bom Jesus da Lapa Creio eu, e pernoitar em Vitória da Conquista (certo?), dia seguinte, seguir sentido Itabuna, depois Eunápolis e Porto. Ainda não sei se sairei de Anápolis bem cedo, ou se no dia anterior irei dormir em Brasília para já “ganhar” esses 160km ai. (minha mãe reside em Brasília e posso dormir lá). O que recomendas? Com relação as paradas, esposa grávida, (começo de gravidez ainda, 15 semanas), só mesmo paradas maiores para banheiro (rsrsrs) e abastecimento (lembrei disso, várias perrengues naquela época em que você rodava snme entre Posse e Correntina, sem 1 posto sequer e os carros não tinham a autonomia que tem hoje kkkk), mas queria estrutura boa, lugar para um café da manhã, almoço, e talvez lanche antes de Vitória da Conquista onde dormiríamos e Jantaríamos. E no dia seguinte, até porto, existe alguma parada boa para “quebrar” a viagem ao meio nesse trecho? Alguma recomendação com relação a cuidados com Combustível adulterado em algum posto específico? Geralmente em um trecho de 1000km, eu abasteço apenas 1 vez.

    Parabéns e continue alimentando esse excelente blog, se der tudo certo com nossa programação e a viagem sair do papel, certamente retornarei para deixar meu relato bem atualizado.

    1. Olá, Márcio. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras, que são um enorme estímulo para o nosso trabalho, principalmente partindo de um parente do nosso amado Tom Jobim (Antônio Carlos Brasileiro de Almeira Jobim). Hoje este blog está feliz com a presença de velhos lobos rodoviários, que apareceram por aqui pela primeira vez, como você, gente para quem não precisamos explicar “porque é bom viajar de carro num país de estradas horríveis”. Os lobos rodoviários sabem o porquê! E eles também cometem erros. Vendo sua história de trocar o CRLV pelo DUT, lembrei-me de uma vez que fui parado pela Polícia Rodoviária entre Ilhéus e Itacaré. Estava no meu Honda Civic 2007, mas havia levado os documentos do outro Honda 2001, que ficara na roça. Fiquei “confinado” em Ilhéus até que meu advogado conseguisse me enviar de Brasília pela TAM Express a segunda via do CRLV do carro correto. Quanto à sua viagem para Porto Seguro, a rota que recomendamos – e que já está testada diariamente – é essa mesma que você descreveu. A idéia de dormir em Brasília me pareceu digna de aplauso, porque esse pessoal grávido de 15 semanas precisa de muito carinho e pouco cansaço. Ao longo do percurso, você vai sempre ter a cada 200/250 km cidades de porte médio, capazes de oferecer estrutura de apoio minimamente decentes. O único senão em relação aos seus hábitos é nossa recomendação sistemática de não se deixar o tanque ficar a menos da metade nas estradas dessa região. Assim, aproveitando as paradinhas técnicas a cada 200 km, complete o tanque e faça exercícios de alongamento para aliviar a coluna. E dê preferência aos postos BR – presentes ao longo da rota – e jamais abasteça nos postos de bandeira genérica (mesmo que eles estejam pintados de verde e amarelo). Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram outros posts que podem ser do seu interesse, como o nosso “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, que traz algumas informações interessantes para quem viaja com grávidas, crianças e idosos. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigado Abreu pelo breve retorno e por manter esse site. Ontem após fazer um planejamento prévio de possíveis datas e roteiro para fazermos a viagem em 2 dias (com saída de Brasília) me deparei com uma dúvida que não é sobre estradas, sabe por acaso dizer como estão os casos de dengue/zica, e afins na região ali do sul da Bahia? Pois com a esposa grávida esse é um problema para nós, e se for o caso, abortaremos a missão para um futuro (espero não muito distante), mas como na mídia o assunto deu uma “esfriada” não sei como está, procurei informações no Google mas não achei nada relevante ou com informações corretas. Nessa fase, não podemos arriscar por conta de uma pequena viagem (por melhor que ela possa vir a ser né).
        Grande Abraço.

        1. Olá, Márcio. Como diria um falecido político daqui de Brasília, “Do alto da minha humildade” de velho lobo rodoviário, aprendi que viajar implica valer-se de equipamentos (veículos, rodovias, combustíveis), pessoas (frentistas, policiais,garçons, tripulação de bordo). Mas especialmente de dois fatores pouco lembrados: bom senso e intuição. O bom senso é um tanto polêmico (René Descartes já reclamou dele em “O discurso do método) e a intuição é mais polêmica ainda. Pois bem: diversas vezes eu e minha navegadora – há 42 anos – já decidimos cancelar a viagem depois de sairmos da garagem e já estarmos no Eixão de Brasília! E perdemos 3 diárias de hotel, no ano passado, no momento em que fazíamos o check-in, num resort sensacional, à beira mar, no litoral norte da Bahia, oportunidade em que decidimos fechar a conta. Voltamos para a rodovia e fomos dormir na Praia do Forte. E apesar de acreditarmos em Deus e sermos fãs dele, não temos religião alguma. Mas aprendemos a ler nossas premonições, o que a natureza nos passa em termos de energia, de orientação. E não tem muita complicação: basta um olhar entre nós e a decisão é tomada sem uma palavra! Estou dizendo isso porque o que você está chamando de dúvida, “esfriada” e riscos é uma leitura do seu instinto atávico, animal, em relação à possibilidade do perigo que pode ameaçar sua prole e sua caverna. Eu poderia apresentar algumas estatísticas interessantes, como a baixa probabilidade de chuvas no sul da Bahia no período da viagem, ou a redução dos casos de zica em 50% em relação a 2016 naquela região. Mas prefiro “ficar com a resposta das crianças” e recomendar a você: não vá, por duas razões. A primeira é esse sentimento primevo de perigo que a família está farejando no ar. Respeite-o, embora sem compreender. A segunda, é o bom senso: com essa preocupação, com esse desconforto psicológico, com essa insegurança, com essa sensação de medo em relação à probabilidade de zica+microcefalia, a viagem de férias já foi cancelada – apenas vocês ainda não tomaram as providências burocráticas para tanto. Nem se abale, Márcio: vocês farão o correto cancelando e adiando o projeto.
          Um fraternal abraço e boa estada em Anápolis.
          Abreu

          1. Bom dia Abreu e como sempre com sábias palavras do início ao fim, ontem por coincidência ao seu texto fiquei justamente lendo estáticas sobre a evolução (ou involução) de casos de Dengue (Zica e afins no Brasil) e ficamos estarrecidos ao descobrir que no Nordeste e mais especificamente na Bahia, de 2015 para agora 2017 (a redução do quadro mais crítico foi de 90%), e que atualmente, corre-se mais perigo aqui no Goiás, do que no Nordeste praticamente todo (http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2017/maio/05/Monitoramento-dos-casos-de-dengue-febre-de-chikungunya-e-febre-pelo-virus-Zika-ate-a-Semana-Epidemiologica.pdf). Fato esse que nos está fazendo repensar a viagem em si, alternativas e afins. Como você bem citou, meu “primo” por assim dizer rsrs, tem uma frase: “A gente leva da vida a vida que a gente leva.” (Tom Jobim), que vamos ver que vida levar nessas horas rs. Ainda não decidimos por descartar, nem encarar, se por lembrarmos desse detalhe durante a intenção de ir e com isso se mudamos de rota, mantemos ou desistimos. O fato é que, ao começar a pesquisar e estudar o assunto, nos deu uma certa tranquilidade (e ao mesmo tempo um certo medo de estarmos atualmente no foco do problema em questão agora levantado, ôoooo Goiás rsrsrs).
            Também já passei por desistências assim, numa viagem de 16 mil km (Ushuaia – Patagônia Argentina e Chilena) em algumas hospedagens/locais mais específicos (e previamente estudados), pois ou queríamos mais tempo em um local não previsto ou o contrário. De qualquer forma muito obrigado por manter esse blog, pelas sábias palavras que você sempre dá a todos e te manterei informado de nossa decisão. Seja ela qual for. Abraços.

          2. É, essa informação é quase uma ironia: é quase como estar dormindo com o inimigo. Ficamos no aguardo e que Deus o ilumine, Márcio. Feliz Natal para toda a família.
            Um abração.
            Abreu

          3. Abreu e demais, alguma novidade sobre o trecho de Potiraguá? Continua intransitável? Vi que são 116km x 295 km por Itabuna. Olhei isso no mapa 4rodas porém um pouco antigo (2010), não sei se está atualizado. A diferença é isso tudo mesmo? quase 180km?

          4. Oi, Márcio. O aumento de distância por Itabuna é de 155 km. O caminho por Potiraguá é, portanto, 155 km mais curto. Mas o tempo é o dobro e o desconforto, o sofrimento e o risco de segurança são o triplo. Como dois mais dois são quatro, vamos por Itabuna até a liberação do trecho às vésperas da campanha eleitoral de 2018, OK?
            Um abraço particularíssimo.
            Abreu

          5. Obrigado novamente Abreu

            Li um relato do dia 20 de dezembro mais ou menos, em uma lista de discussão que um usuário foi e disse que pegou “apenas” 30 km ruim, o resto já estava recuperado (se segundo ele é claro) muito bom. Mas não sei, por isso resolvi perguntar a ti se tinhas alguma novidade com relação ao trecho em questão. Vai que tinha melhorado né. Abraços.

          6. Olá, Márcio. Nada de novo sob o sol: aquele atalho continua tabu para nós. A propósito, veja o comentário postado hoje, às 15h31min por Guilherme Veiga. O grupo dele (04 carros, 16 pessoas) se dividiu: dois veículos foram por Itabuna e dois pelo atalho de Potiraguá. Corra lá e veja o resultado.
            Abração.
            Abreu

  90. Olá, saudações! Partirei de Brasília à Porto Seguro em 20/12/17, a meta é sair de Brasília umas 05:00h aproximadamente, qual o melhor caminho atualmente? Melhor estrada?

    1. Olá, Jovino. Bem-vindo ao blog. Sem alteração para a rota da viagem Brasília-Porto Seguro, ou seja, é Brasília-BR 020-Formosa-Alvorada do Norte-Posto Rosário-Divisa GO/BA-BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Atravessar de Itapetinga para Potiraguá e BR 101 continua inviável e registra-se o asfalto cedido 30 km antes de Eunápolis, com trânsito em meia-pista sem maiores problemas. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  91. Por favor, gostaria de uma orientação:

    Sairei de Goiânia para ir à Porto Seguro no dia 27/12.
    Planejo sair de Goiânia às 5h00 da manhã.
    Qual o melhor percurso? Mantem-se a orientação via Brasília, passando por Posse/GO, Correntina/BA, Santa Maria da Vitória/BA, Caetité/BA, Brumado/BA, Vitória da Conquista/BA, Itapetinga/BA e, finalmente, Eunápolis/BA?
    Saindo de Goiânia às 05h00 onde você orienta pernoitar?

    Grata,

    Simone

    1. Olá, Simone. Bem-vinda ao blog. O rota está correta, valendo insistir que, ao chegar a Itapetinga (após Vitória da Conquista), não caia na tentação de cortar caminho por Potiraguá, que é uma fria. Saindo de Goiânia às 05h00, o mais adequado, para não dar estresse, é pernoitar em Brumado, rodando 1.110 km no primeiro dia. Se houver atrasos, pernoite em Caetité, a 1.009 km de Goiânia. Se for um atraso maior ainda, pernoite em Bom Jesus da Lapa, a 871 km de Goiânia. Em qualquer dessas hipóteses de pernoite, você terá condição de chegar a Porto Seguro no dia seguinte entre 11h00 e 15h00 horas. Se houver dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e vir em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  92. Amigo Abreu,
    Estarei viajando de Goiânia a Arraial D’Ajuda no dia 14 de janeiro próximo. Se eu não conseguir trocar de veículo até lá, pretendo ir em um Nissan Tiida, que é um esportivo um pouco baixo. Qual seria a melhor rota, saindo de Goiânia. Meu filho gostaria de ir por Minas Gerais para conhecer o caminho, mas não sei a condição das estradas. Já fiz esta viajem indo por Correntina conforme suas ultimas indicações, mas isso foi há vários anos atras. Esta ainda seria a melhor opção? Outra coisa, na sua opinião, seria muito arriscado ir com um veículo tão baixo ?
    Desde já agradeço.
    Abraços.
    Adriano

    1. Olá, Adriano. Bem-vindo ao blog e desculpe o atraso: o seu comentário ficou preso no filtro anti-spam do meu e-mail e só hoje, ao fazer a limpeza, pude resgatá-lo. Quanto à rota adequada, para quem sai de Goiânia, nossa recomendação é por Correntina. Essa estrada passou anos destruída e impraticável. Mas um trabalho de recuperação em 2015 a restituiu para nosso uso e hoje ela se apresenta como a melhor opção para quem sai de Brasília e Goiânia para Ilhéus e Porto Seguro. A rota por Montes Claros é mais longa e está com alguns pontos críticos de irregularidade no pavimento (desníveis) após Montes Claros e buracos nas imediações de Francisco Sá, o que seria um veneno para a pouca altura, do seu Nissan. Por Correntina você vai precisar de algum cuidado com os buracos entre Correntina e Santa Maria da Vitória, que já estão sendo consertados, mas ainda exigem atenção. A partir daí, é só não entrar no “atalho” por Potiraguá após Itapetinga (você não vai conseguir passar) e seguir direto para Itabuna e de lá pela BR 101 até Eunápolis e Porto Seguro. A 30 km antes de Eunápolis, há um rebaixamento importante do asfalto, mas você não terá problemas, porque a faixa está impedida e o trânsito está sendo feito em meia pista, utilizando a faixa de rodagem que não sofreu o rebaixamento. Em resumo, não vejo maiores problemas com a altura do Nissan, desde que você esteja atento às nossas recomendações. Para você ter ideia, eu ando por essas plagas todas aí com o meu Honda New Civic, que, ao sair da roça para a viagem, ele já raspa o fundo no ressalto anti-enxurrada da porteira! E isso sem muita bagagem e com o pessoal fazendo dieta para o verão baiano! É isso: convença o herdeiro a desistir de Montes Claros, olho entre Correntina e Santa Maria da Vitória, nada de Potiraguá, meia pista em entre Itagimirim e Eunápolis e o resto é só alegria.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Muito obrigado pela presteza e especial atenção. Suas informações e detalhes nos foram preciosos e decisivos. Vamos acatar suas sugestões e daremos retorno desta aventura. Um grande abraço e parabéns pelo blog tão útil e valioso.

  93. !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    FATO RELEVANTE – 17.12.2017 – 21h06min:
    A BR 101 apresentou afundamento de pista, na reta final de chegada a Porto Seguro, entre as cidades de Itagimirim e Eunápolis. Não há necessidade de pegar a alternativa por Barrolândia e Santa Cruz Cabrália, uma vez que o DNIT já está trabalhando nos reparos e a Polícia Rodoviária Federal de Eunápolis está coordenando o tráfego em meia-pista. O trânsito está fluindo quase normalmente.
    Edimar Rodrigues de Abreu
    !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  94. Olá, vou sair de Iturama- MG para Porto Seguro – BA, gostaria de saber a melhor rota, e qual estrada pegaremos menas serras.

    1. Olá, Francielly. Bem-vinda ao blog. Existem diversos caminhos para sua viagem. Aqui neste blog, entretanto, dada nossa permanente preocupação com a segurança e o conforto dos nossos visitantes, só recomendamos a rota Iturama-Uberlândia-Patos de Minas-Pirapora-Montes Claros-Francisco Sá-Salinas-BR 116-Vitória da Conquista-Itambé-Itapetinga-Itororó-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Recomendamos fortemente não tentar encurtar a viagem na BR 116, atravessando por Pedra Azul ou Almenara para sair em Eunápolis: o que você encurta de distância, paga em estradas de terra, falta de estruturas de apoio, asfalto esburacado, risco de assaltos e enorme gasto de tempo. Pela mesma razão, orientamos a não usar o atalho por Potiraguá – depois de Itapetinga: embora a distância seja a metade (220 km x 110 km), as dores de cabeça, desconforto, poeira, buracos, falta de policiamento, velocidade máxima de 20 km/h e risco de assaltos levam-nos a manter, por enquanto, nossa recomendação de não utilizar aquele atalho. Assim que as obras estiverem concluídas e a passagem normalizada, informaremos aqui. Por enquanto e para nós Potiraguá é tabu! Sua viagem, Francielly, terá 1.877 km de extensão e deverá ser dividida em duas etapas. Nós propomos que você se programe para pernoitar em Salinas, a 1.094 km de Iturama. Lá os hotéis são simples e há alguma dificuldade de se encontrar bons restaurantes perto da estrada. Da ultima vez que passamos por lá, tivemos que jantar pizza. Mas há restaurantes mais estruturados dentro da cidade. Se você não conseguir chegar a Salinas, pernoite em Francisco Sá (936 km de Iturama) ou até Montes Claros (881 km daí). No dia seguinte, você chegará a Porto Seguro do meio para o final da tarde. Quanto a serras, não se preocupe: a maior parte da rota é de traçado plano, com poucas exceções. Um pouco mais de atenção deverá ser dada à Serra do Marçal, entre Vitória da Conquista e Itambé. Trata-se de uma descida para o litoral, de traçado sinuoso, mas sem maiores problemas para quem viaja de dia e com calma. A descida tem cerca de 7 km e significa descer de 840 metros de altitude para 400 metros. Nada de preocupações, portanto, se você passa por lá de dia (como estamos propondo). Em caso de chuva, reduza a velocidade (e nada de ligar o pisca-alerta, que é proibido por lei). Você chegou até aqui através de nosso post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde se encontram diversos outros posts que podem ser do seu interesse, especialmente o “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, com informações interessantes para quem não tem muita prática de viagens longas. Dê uma olhada lá, OK? E se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-la a ir e voltar em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  95. Amigo, eu devo sair de Catalão-GO para chegar a Porto Seguro. O melhor trajeto para mim é por Patos de Minas- Pirapora- Montes Claros- Salinas- Vitória da Conquista? Tem alguma informação de como está a pista por esse trajeto?

    1. Olá, Lucas. Bem-vindo ao blog. Sim, essa é a rota que nós recomendamos. Não se esqueça de que, de Vitória da Conquista, você deve passar por Itapetinga e chegar a Itabuna, para então descer pela BR 101 para Eunápolis. Todas as tentações para encurtar esse trajeto – por enquanto – são apenas isso: tentações. E normalmente dão dor de cabeça a granel para quem cai nessas tentações. O mesmo se aplica à vontade de, após passar por Salinas e pegar a BR 116, querer “cortar caminho” por Pedra Azul e Almenara: é só ermo, trechos em estrada de terra, sem policiamento, postos de bandeira genérica com combustível adulterado e risco de assalto, principalmente à noite. Ninguém merece! Assim, siga exatamente a rota que recomendamos aqui e você chegará a Porto Seguro no dia seguinte por volta do meio-dia, relaxado e tranquilo. Como a rota recomendada parte de Brasília, você irá encontra-se com ela na altura do antigo trevo do Posto Pirapatos (entre Patos de Minas e Pirapora, ou seja, BR040 x BR365), atualmente uma cidade chamada Luislândia do Oeste. Quanto ao trecho entre Catalão e Luislândia do Oeste, nossas informações dão conta de que as estradas estão em bom estado. Mas você, possivelmente, saberá disso melhor do que nós. Eu, particularmente, há décadas não passo por aí, fiz o roteiro Catalão-Estrela do Sul-Patrocínio-Patos de Minas-Pirapatos-Pirapora-Montes Claros, no tempo em que eu trabalhava no Banco do Brasil aí em Catalão. Mas acho que hoje eu faria Catalão-Araguari-Patrocínio, porque a pista está duplicada até Araguari. Deixo isso por sua conta, porque é o seu “quintal”. O trecho de aproximação a Salinas, que estava destruído, foi parcialmente recuperado recentemente, mas as crateras aparentemente mudaram-se, de armas e bagagens, para a aproximação e a saída de Francisco Sá. Dedique um pouco de atenção ali. Lucas, você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Não deixe de ler aqui mesmo nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, também publicado na mesma aba. Há ali informações, orientações e dicas interessantes para quem, como você, vai rodar por essas estradas. Em caso de dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e voltar com segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  96. Boa Noite Abreu
    Primeiramente parabéns pelo blog e nos ajuda muito suas dicas.
    gostaria de umas dicas estou saindo da cidade ocidental perto de Valparaíso no dia 14 de dezembro com meus filhos e esposa rumo a porto seguro vou pela rota indicada aqui do blog por Itabuna BR101, minha duvida é, tenho um filho de 4 meses e outra de 8 anos estou pensando em sair daqui umas 4:30 e não queremos estender muito a viagem por conta das crianças, qual cidade vc nos indica para pernoita, vc conhece algum hotel que vc possa indicar tbm, seria de muita ajuda, vc teria algumas dicas a mais ex: para almoçar de alguns lugares legal para para com crianças e algumas recomendações para viagens com bebes.
    obrigado e volto aqui depois da nossa viagem para conta como foi a viagem.

    1. Olá, Marcelo. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Você chegou até nós pelo post “Brasília-Porto Seguro de carro”, que está publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”. Na mesma aba, você encontra outros posts bastante interessantes para quem viaja para aquelas bandas. Mas é importante que você dê uma lida no post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, onde publicamos uma série de informações, principalmente para famílias que viajam com crianças pequenas e idosos. Quanto a refeições e hoteis, a rota está estruturada de tal maneira que, a cada 200 ou 250 km, você tem um ponto de apoio, em cidades de porte médio, que lhe permitirão parar para o lanche ou almoço, fazer alongamento, ir ao banheiro, refrescar as crianças e, também, para reabastecer. Mas vamos ficar aqui aguardando seu retorno depois de dar uma olhada no post que indicamos, OK? Aí, se restarem dúvidas, teremos o maior prazer em ajudar vocês a irem e voltarem em paz.
      Um grande abraço.
      Abreu

    2. Olá pessoal, venho deixar meu relato da viagem: saímos do Riacho Fundo 05:30h, dois carros, cada um com 2 casais e 2 crianças com idade de 02, 06, 07 e 11 anos,levamos muita fruta, peta, enrroladinhos de queijo, uma garrafa de café e leite em pó, para o café da manhã, e uma panela de galinhada para almoço.
      Primeira para 08:30hrs, posto Rosário – abastecimento e café da manhã.
      Segunda parada 12:30h, lembrando que nao tem horário de verão na Bahia, entao volta o relógio para 11:30h, abastecimento e almoço.
      Terceira parada – Vitória da Conquista 17:00h, pernoite Hotel Esplendor na entrada da cidade, lado esquerdo, valor casal e 2 crianças de 02 e 06 anos 150,00 e casal com 2 crianças de 07 anos, ótimo hotel com café da manhã a partir das 06:30h, valeu a pena esperar o café, pois estamos de férias.
      Quinta parada – Itabu na 09:30hrs, abastecimento.
      Sexta parada – Euná polis 13:00hrs, almoço.
      Chegamos em Porto Seguro 14:30hrs.
      Viagem super tranquila, estrada muito boa, um pouco de atenção nos 50 km antes de Correntina, e entre Itabuna é Eunápolis na BR 101, trecho muito sinuoso e muita carreta.
      Abreu, muito obrigado pelas dicas e boa viagem pra quem for viajar nessas férias!!

      1. Olá, Evandro. Que coisa boa é recebê-lo de volta, com esse relato minucioso da sua viagem. É tudo o que gostaríamos de ver por aqui: nossos sputniks alimentando o próprio blog com suas experiências e informações atualíssimas, para uso dos que estão na fila para viajar. A indicação do hotel, o registro dos preços, a análise da qualidade do café da manhã, o inventário das comidinhas levadas a bordo – tudo constitui informação importante para quem está planejando viajar por essa mesma rota. Volte sempre, Evandro.
        Um abração.
        Abreu

        1. Abreu, boa noite!! Saimos de Porto Seguro às 11:00hrs para pernoitar em Vitória da Conquista,e gostaria de informar que pegamos muita chuva no trecho Porto Seguro a Vitória da Conquista, e nos 30km antes de Eunápolis, tem uma parte da pista BR 101 abrindo enormes buracos devido a chuva, entre Itagemirim e Eunápolis, na pista de quem vai, interditando um lado da pista, e depois de Itambé a Itabuna, abrindo alguns buracos rasos.

          1. Olá, Evandro. Muito obrigado por retornar e trazer notícias quentinhas da frente de batalha. Vou inseri-las no corpo principal do post “Brasília-Porto Seguro de carro”, reportando esses buracos antes de Eunápolis e entre Itambé e Itabuna. A família Sputnik agradece!
            Um abração.
            Abreu

  97. GOIANIA – MORRO DE SÃO PAULO
    Olá Abreu , primeiramente parabens pelo Blog ( de grande ajuda ).
    No iniciio de Janeiro parto com a esposa e o filhote para Morro de São Paulo- BA . Vi apelas informaçoes do blog que para chegar até Brumado o melhor caminho atualmente seria por Gyn- Brasilia-Rosário- Correntina-Santa Maria ( parada para pernoite )-Bom Jesus da Lapa- Caetité- Brumado. MInha duvida é a partir dai, pretendo fazer o caminho proposto pelo google maps :

    https://www.google.com.br/maps/dir/Goi%C3%A2nia,+GO/Valen%C3%A7a+-+BA/@-13.8458789,-43.458153,7z/data=!4m14!4m13!1m5!1m1!1s0x935ef6bd58d80867:0xef692bad20d2678e!2m2!1d-49.2647943!2d-16.6868912!1m5!1m1!1s0x73e44067b7b5e6f:0x5da9c144d7e9a5d!2m2!1d-39.072909!2d-13.3708767!3e0!5m1!1e1
    Sabe me dizer as condiçoes de estrada de Brumado em diante ? Alguma outra dica para este estreante pelas estradas baianas ?
    Obrigado !!

    1. Olá, Washington. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Novamente nós estamos diante de um velho problema que sempre aparece aqui: o Google Maps, como um instrumento de alta tecnologia, indica normalmente a rota mais curta para o seu destino. Essa linha de ação é excelente em países de Primeiro Mundo: qualquer caminho mais curto na Holanda, na Alemanha ou nos Estados Unidos, é o caminho mais curto, sem prejuízo de conforto e segurança. Abaixo da linha do Equador a coisa muda. O caminho mais curto pode nos levar para estradas de terra abandonadas, ou vias asfaltadas em estado lamentável ou para o interior de área de alto perigo no que tange à violência. Você está saindo de Goiânia, mas vamos considerar as possibilidade a partir de Brasília. Para chegar a Morro de São Paulo, você dispõe de três alternativas válidas: por Montes Claros(MG), por Correntina-Vitória da Conquista e por Barreiras-Itaberaba. A opção por Montes Claros fica descartada por conta da distância e do tráfego de caminhões, embora haja notícias de que a parte esburacada do asfalto está sendo recuperada. Sobram duas: Brasilia-Correntina-Vitória da Conquista-Valença (1.414 km) e Brasília-Barreiras-Itaberaba-Valença (1.403 km). Como você percebe, a opção oferecida pelo Google Maps não está no cardápio deste blog. Com certeza é o caminho mais curto, mas, pelos nossos padrões, que são voltados para buscar os caminhos mais seguros no que respeita à criminalidade, mais estruturados no que tange à rede de postos de combustíveis, lojas de conveniência, lanchonetes, restaurantes, hoteis e pousadas, menos desertos no que se refere à existência de cidades médias a cada 200 ou 250 km que possam oferecer um atendimento médico normal ou de urgência além de sinal de celular e internet e, finalmente, que contem com a presença da Polícia Rodoviária Federal ao longo do trecho. Esses padrões de exigência decorrem do fato de que nossa atenção primária é para aqueles que viajam em família, com crianças e, às vezes, idosos. Pois bem: por todas essas razões somadas, não temos condições de recomendar aqui no blog aquela alternativa oferecida pelo Google Maps, ou seja, Brumado, Contendas do Sincorá, Pé de Serra, Maracás e Lajedo do Tabocal (ou Planaltino e Nova Itarana). Temos depoimentos aqui de pessoas que trafegam tranquilamente por essa rota. Mas notamos que são profundos conhecedores da estrada e das cidadezinhas, normalmente moradores da região, o que não é o caso da maioria dos nossos visitantes. Assim, descartada, sob nosso ponto de vista, essa rota, as alternativas que sobram são Brasília-Barreiras-Itaberaba-Valença ou Brasília-Correntina-Vitória da Conquista-Valença. A diferença entre as duas é de apenas 11 km. Mas a viagem pela rota Barreiras é muito mais estruturada, mais segura, mais simples e mais usada. E na rota por Correntina ainda temos uns pequenos problemas de buracos no asfalto entre Correntina e Santa Maria da Vitória. Em seu lugar, eu não teria dúvidas: Goiânia-Brasília-Barreiras-Ibotirama-Seabra-Itaberaba-Iaçu-Amargosa-Varzedo-Santo Antônio de Jesus-Nazaré das Farinhas-Ponta do Curral (local de estacionamento do veículo e tomada de barcos para travessia de 10 minutos para Morro de São Paulo, localizado imediatamente antes da entrada de Valença) e Morro de São Paulo. Sem querer bagunçar seu plano de voo mas já bagunçando, ficamos aqui aguardando qual a decisão da família. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-los. A propósito, para seguir pela rota recomendada, é interessante que você veja também o nosso post “Brasília-Salvador de carro”, publicado também aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, aba “Rodovias Brasileiras”.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. olá Abreu
        muito obrigado pelas dicas , com certeza seguirei seus conselhos . Os padroes de exigencia do blog sao os mesmos que os meus . Uma ultima duvida : Saindo de Goiania pela manha pensei em pernoitar em Barreiras e seguir no outro dia bem cedo .Será que consigo fazer Barreiras- Guaiabim antes do anoitecer ? (pois creio que nesta parte a viajem fica mais lenta sobre tudo ao atravessar a chapada Diamantina certo ?) se não onde indicaria um segundo pernoite antes de chegar a Guaiabim ?
        Mais uma vez obrigado

  98. Abreu, bom dia, estou eu aki novamente. Queria saber sobre sua opiniao sobre a minha volta Arraial (BA)/Rio Verde GO, tem como fazer esse percurso só com uma parada para dormir ?? porque na ida, apos sua sugestao, vou sair de rio verde dormir em posse (go) dia 26/12 (preferi andar um poucos mais no primeiro dia), depois em Vitoria da Coquista (BA) dia 27/12 e chegar no destino dia 28/12. Um grande abraço e agradeco muito pelos seus conselhos !!!!

    1. Olá, Geferson. Bem-vindo de volta. Na ida você irá conhecer a estrada, observar os pontos onde a velocidade é menor, onde há mais curvas, anotando todos esses detalhes para usá-los na volta. Sim, porque na volta você poderá fazer a viagem em dois dias, porque você já estará mais seguro em relação à rota. Para isso, nossa recomendação é de que você saia cedo de Arraial e pernoite em Correntina (1.032 km). No segundo dia, faça o estirão de Correntina-Rio Verde (959 km). Essa fórmula envolve uma distância menor no segundo dia porque, ao entrar em Goiás na volta, você perde uma hora, por causa do Horário de Verão vigente no Centro Oeste. Você pode ficar tentado a rever seu planejamento da ida, usando a mesma fórmula, ou seja, dormir em Correntina. Mas não faça isso: a sua intuição indicou a divisão da viagem em 3 etapas, porque sua segurança em relação à rota não é total. Mantenha seu planejamento de ida como está, porque é uma viagem de conhecimento e reconhecimento. A volta é só replay. Volte por aqui tantas vezes quantas julgar necessárias, OK? Para nós, ajudá-lo é um prazer.
      Um abração.
      Abreu

    2. Caro Abreu, parabens pelo blog e pelas valiosas dicas para viajar de carro pelo nosso país. Somente hoje descobri o blog ao consultar o doutor google sobre o estado das estradas no trajeto Brasília x Ilheus. Achei formidável o seu trabalho e os comentários dos visitantes. Costumo viajar de carro, principalmente no trecho Brasília x Campina Grande que faço via Barreiras-Feira-Paulo Afonso-Caruaru.
      daqui por diante, não deixarei de visitar o seu blog.
      abraços,.

      1. Olá, José Irenaldo. Bem-vindo ao blog e muito obrigado por comparecer aqui apenas para dar essa força ao nosso trabalho. Esse feed-back é muito importante para nós e nos traz um entusiasmo novo em relação ao nosso dia a dia nesse espaço da internet. Lembramos que o post “Brasília-Porto Seguro de carro” está publicado em nosso site http://www.expressadaliberdade.com.br, aba “Rodovias Brasileiras”, onde também se encontram diversos outros posts versando sobre o tema, mas abordando diferentes destinos e rodovias nacionais. Mais uma vez, muito obrigado.
        Um grande abraço.
        Abreu

  99. Boa tarde, olá Abreu, vi aqui seus comentários excelentes sobre a viagem de Brasília a Porto Seguro, ainda continua com a opinião de não utilizar a estrada por Potiragua? Ainda esta na mesma? Irei viajar agora dia 22 de dezembro de Brasília a Porto Seguro. Abraço e valeu…

    1. Olá, Sankeik. Bem-vindo ao blog. Obrigado por suas palavras de estímulo. Sim. Continuamos firmes na recomendação de evitar Potiraguá, a não ser para quem gosta de emoções fortes. A segurança, o conforto e tranquilidade continuam apontando para ir até Itabuna e de lá descer pela BR 101 até o seu destino OK? Desculpe, mas é o que temos no cardápio para hoje. Se houver modificações antes de 22 de dezembro, postaremos aqui. Então, não deixe de dar uma espiada antes de partir, certo?
      Um abração.
      Abreu

    2. Olá Abreu, bom dia!! Parabéns pelo blog!! Com essas dicas a gente viaja mais tranquilo, estarei saindo de Brasília para Porto Seguro amanhã por volta das 05:00h, vou fazer essa rota que vc indicou ae, qualquer alteraçãosobre as estradas e buracos informarei ao pessoal, e muito obrigado pelas informações, lembro quando não tinhamos esses recursos e viajavamos com o guia 4 rodas, era mais complicado e cheio de aventuras…rsrsrsrsrs

  100. Olá, pessoal.

    Vou deixar aqui meu relato de viagem,

    Entre os dias 09 e 14 de novembro minha esposa e eu estivemos em viagem a Arraial D’ajuda/BA, partindo de Montes Claros/MG, onde moramos. O veículo utilizado foi um Honda Fit LX 2011, manual. Gastamos por volta de R$ 550,00 de gasolina, que variou entre R$ 4,19 em Montes Claros e R$ 4,67 em Arraial. Não vale a pena abastecer o Fit com álcool na estrada. Seu consumo rodoviário não é bom e devido ao seu tanque ser pequeno (apenas 42 litros) a autonomia fica pequena. Ele faz em torno de 9,7 km/l na estrada com álcool e 14,8 km/l na gasolina, andando a 120 km/h com ar ligado. Então, a diferença é grande. No mais, é um caro muito bom. Espaçoso, confortável e com com ótima estabilidade.

    Saímos de Montes Claros às 04:30h e chegamos em Arraial às 18h. Pegamos a BR 251 sentido à Rio-Bahia (BR 116). A BR 251 está sendo reformada e a maior parte dela está com asfalto excelente, com pintura nova e sinalização também nova. Há apenas dois trechos que não estão muito bons: 30 km antes de Francisco Sá, onde não há buracos mas há imperfeições no asfalto causadas pelos caminhões pesados e muitos remendos e um trecho de 10km, após o Vale das Cancelas, perto de Salinas, onde também há imperfeições no asfalto e alguns poucos buracos, que dá pra desviar tranquilamente. Mas como disse, a estrada está sendo recuperada e em poucos meses estará toda em perfeitas condições. Subimos até Vitoria da Conquista – Itabuna e de lá descemos a Eunápolis e Arraial, seguindo orientação deste blog para não passar por Potiraguá. A BR 101 entre Itabuna e Eunápolis é linda demais; o visual é muito bacana. Muitas paisagens legais. Mas a viagem não rende. São apenas 200 km, mas que foram percorridos em quase 4h por causa do intenso transito de carros pesados, com incontáveis curvas e sem pontos de ultrapassagem. Contudo, o asfalto é muito bom. Chegando em Arraial, nos últimos 20 km a estrada está meio ruim. Há muitos buracos. Tem que ter muita atenção.

    Na volta, resolvemos cortar caminho. Achei a viagem de ida muito longa e estressante na parte da BR 101 entre Eunápolis e Itabuna. Então passamos por um atalho que passa pelo Vale do Jequitinhonha. Saindo de Arraial, fomos até Eunapolis e de lá até Itagimirim, a 30 km, na BR 101. Em Itagimirim/BA viramos à esquerda sentido à cidade de Salto da Divisa/MG. Este trecho tem os asfalto excepcional, todo novinho e com sinalização nova. De Salto da Divisa/MG até Jacinto/MG são 50 km de estrada de terra. Mas pensem numa estrada boa! É a BR 367. A estrada é larga e o piso muito bom, apesar de ser de terra. De Jacinto até Jequitinhonha/MG tem mais 12 km de terra, nas mesmas boas condições. Após Jequitinhonha fomos até Itaobim/MG, que fica ás margens da BR 116. De Itaobim subimos a BR 116 até o trevo com a BR 251.Este trecho tem 100 km. Do trevo, descemos a BR 251 até em casa.

    Na ida rodamos 989 km. Na volta, passando por este trecho de estrada de terra, rodamos 799 km. Este atalho nos economizou 2h de viagem e quase 200 km a menos. Apesar da BR 367 ( a de terra) ter pouco movimento, acredito que valha a pena passar por lá. A estrada é boa e a distância entre as cidades é pequena. Vale a pena passar durante o dia, por ser mais seguro.

    É isso, pessoal. Espero que o relato possa ajudar. Abraço!

    1. Olá, Leonardo. Bem-vindo de volta. É absolutamente fantástico esse seu relato da viagem. Tudo que nós aqui no blog temos buscado ao longo de todos esses anos é encontrar pessoas que, tendo inicialmente coletado aqui as informações básicas para o planejamento da viagem, se disponham a retornar, após a conclusão das férias, para compartilhar as informações, enriquecer com detalhes e atualizar o que estiver defasado. Você faz isso com uma paciência de dar inveja, uma didática irrepreensível e uma sinceridade rara nos momentos atuais. Veja, por exemplo, que nós somos acostumados com estradas de terra – até porque, para chegar aqui na roça temos de enfrentar diariamente 5 km delas -, mas não temos nenhuma condição de recomendar estradas de terra para as pessoas que nos procuram aqui, porque essas estradas não dispõem daquele mínimo de estrutura que nós exigimos de uma estrada para recomendar às famílias que aqui chegam. Mas há as pessoas que não se importam com banheiros sujos, postos sem confiabilidade, ausência da Polícia Rodoviária Federal, lanchonetes e restaurantes suspeitos. Geralmente são rapazes, em carros robustos (SUV) que adoram esses passeios. Então, a informação é válida sim, principalmente pela sua recomendação de passar por elas durante o dia, por questões de segurança. A abordagem do veículo, em relação ao consumo de combustível e os respectivos preços é puro ouro para quem viaja. Adoramos mesmo sua mensagem. Se muitos outros fizessem isso, as viagens ficariam tão mais tranquilas e fáceis. Agradecemos de coração.
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá, Abreu.
        As informações que colhi aqui no blog foram de grande importância para nós no planejamento da viagem. Tenho um grande amigo que mora em Montes Claros mas é de Jequitinhonha e que sempre vai lá visitar a família. Pedi a ele informação sobre as condições das estradas da região e ele me disse estarem em excelente estado, como de fato estão. A parte de terra são apenas 62 km que estão muito bons. Resolvi arriscar na volta e não me arrependi. Os trechos de asfalto da BR 367 entre Salto da Divisa e Itaobim estão em ótimo estado. Então vale muito a pena passar por lá. E a BR 251 está excelente. Mais uma vez, parabéns pelo blog. As informações são de grande valia para os viajantes. Já indiquei para vários amigos. Espero poder postar vários relatos de viagem de agora em diante. Grande abraço!

  101. Oi pessoal, estou indo para porto seguro no dia 25/12/2017, qual seria a melhor rota? vi muitas pessoas dizendo sobre ir por itabuna mais e não acessar a 242 para chegar na 101. Alguém que foi recentemente pode me ajudar? Obrigado.

    1. Olá, Arnaldo. Bem-vindo ao blog. De fato, até 2015, nossa orientação para os viajantes a Porto Seguro se resumia à rota por Montes Claros ou por Barreiras. Isso porque a rota intermediária (por Correntina) se encontrava há anos totalmente destruída, sem condições de ser recomendada por nós. No entanto, a partir de ações governamentais iniciadas em 2014 e 2015, a estrada ficou quase totalmente reconstruída, o que nos permitiu voltar a indicá-la para nossos “sputniks” a partir de 2016. Assim, para quem sai de Brasília ou Goiânia, nossa recomendação é pegar a BR 020 até Rosário e, em seguida, pegar a BR 349 para Correntina, Bom Jesus da Lapa, Brumado e Vitória da Conquista. A rota por Barreiras é muito mais longa e a por Montes Claros está bem danificada entre Montes Claros e Salinas, além de apresentar um tráfego pesado de caminhões, razão pela qual só a recomendamos para quem sai de Minas Gerais (desde que não seja do Triângulo Mineiro, que devem continuar vindo por Brasília para pegar a BR 020. Assim, fica respondido o primeiro ponto de sua pergunta: a rota que hoje indicamos é por Correntina e não mais por Barreiras, para quem sai de Brasilia. A segunda questão é um pouco mais complexa. De Vitória da Conquista para Porto Seguro, há uma rota mais curta, que passa por Vitória da Conquista, Itapetinga, Potiraguá e BR 101. Acontece que essa rota está meio destruída, meio em obras, e deixando os viajantes à beira de um ataque de nervos, além de problemas de assalto e de se gastar mais do que o tempo gasto na rota mais longa. A rota mais longa – que recomendamos – é evitar Potiraguá e seguir de Itapetinga para Itabuna e pegar a BR 101 para Eunápolis e Porto Seguro. Na rota que recomendamos (Brasília-Posto Rosário-Divisa GO/BA- BR 349-Correntina-Santa Maria da Vitória-Bom Jesus da Lapa-Caetité-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro), as estradas estão em bom estado, há cidades de porte médio e sinal de celular a cada 200 km, a rede de postos, lojas de conveniência, lanchonetes, restaurantes, hoteis e pousadas é razoável e a maioria do percurso é feito em estradas federais, sob jurisdição da Polícia Rodoviária Federal. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a planejar sua viagem. E não deixe de ver também outros posts publicados aqui em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, particularmente o post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”.
      Um grande abraço.
      Abreu

  102. Bom dia Abreu, parabéns pelo seu blog te acompanho desde novembro de 2015, quando fizemos uma viagem para Porto Seguro em janeiro de 2016, suas informações na época foram muito importante e precisas, mais uma vez parabéns por compartilhar essas informações importantes com nós viajantes. Deixa te fazer uma pergunta estou querendo sair no dia 09.01.18 destino Porto Seguro, saindo de João Pinheiro MG, sabe informar sobre as condições das estradas por lá?

    1. Olá, André. Bem-vindo ao blog – pelo menos à área de comentários, uma vez que você já nos acompanha a distância. Como respondemos há pouco para o Arnaldo (veja nossa resposta para ele às 19h49min de hoje), para os viajantes de Minas – que não são do Triângulo Mineiro, nossa indicação para Porto Seguro é via Montes Claros-Vitória da Conquista-Itapetinga-Itabuna-BR 101-Eunápolis-Porto Seguro. Ao sair de João Pinheiro, você vai enfrentar asfalto irregular (desníveis) após Montes Claros, alguns buracos em Francisco Sá e MUITOS buracos a partir de 80 km de Salinas até a BR 116. Um pouco de tráfego mais pesado de caminhões até Vitória da Conquista, mas a pista está em grande parte duplicada e não é nada que uma boa dose de paciência não resolva. Esse pequeno sacrifício compensa a economia de tempo e de estrada que outras alternativas representariam. Duas recomendações: evite a tentação de descer para BH e pegar a BR 381 (que está matando adoidado) e resista às tentações de deixar a BR 116 em busca de “caminhos mais curtos oferecidos pelo GPS” e que passam por Itaobim, ou Almenara, ou Pedra Azul. Ali está a maior concentração de micos por metro quadrado de toda a viagem! Siga para Vitória da Conquista e Itabuna e evite dores de cabeças atrozes. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo e ir e voltar em paz.
      Um grande abraço.
      Abreu

  103. Prezado Abreu,

    Parabéns pelo blog, as informações aqui estão me ajudando muito para viajar um pouco mais seguro pelas estradas da BA. Mas eu gostaria de lhe fazer uma pergunta. Vou sair de Monte Alegre de Goiás – GO dia 04/01 e a minha melhor opção é ir por Luiz Eduardo Magalhães. Tendo em vista seguir as dicas para chegar até Porto Seguro passando por Itabuna, o Google maps me dá 3 escolhas, uma por Vitória da Conquista como relatado aqui no site e outras 3, sendo uma por Seabra e Jequié passando ao lado do Parque Nacional da Chapada da Diamantina. Você conhece essa rota? Compensaria ir por ela, ou mantenho as suas dicas e de LEM vou até Barreiras, desço para Correntina e sigo a rota indicada por você?

    1. Olá, Ulisses. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas carinhosas palavras. Com efeito, há diversos caminhos que podem levar você até Porto Seguro, a partir de Luís Eduardo Magalhães. Mas para este blog, só há um: Luís Eduardo-Barreiras-Ibotirama-Seabra-Itaberaba-Porto Seguro. Vou explicar por quê. Na altura que está a sua cidade, o ideal seria atravessar a BR 020 na altura do Posto Rosário e pegar a BR-349 para Correntina e daí a Vitória da Conquista-Itabuna-Eunápolis-Porto Seguro. Mas você não tem estradas confiáveis para chegar à BR 020 partindo de Monte Alegre de Goiás, daí ter de subir até Luís Eduardo Magalhães. Uma vez lá em cima, na BR 242, todas as estradas transversais – ou seja, estradas que lhe permitiriam atravessar para a BR 349 – não são indicadas por nós. De Barreiras para Correntina é a BR 135, a estrada mais abandonada do Brasil, com um trecho “em pavimentação” há séculos. A BA 172, que sai de Javi e leva a Santa Maria da Vitória é uma incógnita: às vezes está bem, às vezes o pessoal tem de voltar da metade. A descida de Ibotirama para Bom Jesus da Lapa (BA 160) está destruída há tempos e a cada ano aumenta sua coleção de buracos. Há uma estradinha estadual que sai um pouco antes de Oliveira dos Brejinhos e desce até Brumado, mas só deve ser usada em condições de absoluta emergência, como aconteceu a algum tempo atrás, quando uma ponte rodou e interrompeu o tráfego pela BR 030. A partir dali, inicia-se a Chapada Diamantina, onde qualquer alternativa que não sejam a BR 242 ou a BR 349 é roleta russa, com altíssima chance de dar errado. Por isso, no seu caso, recomendamos que você siga viagem pela BR 242, passe direto por Itaberaba e alcance a BR 116. Ali você terá duas alternativas: descer por Jequié para Vitória da Conquista ou atravessar da BR 116 para a BR 101 e descer direto para Eunápolis e Porto Seguro. Ambas são viáveis tranquilas e seguras (na medida do possível, nos tempos atuais). É uma rota mais longa? Sim. Mas você estará rodando em estradas federais, sempre a cerca de 100 km de uma cidade de médio porte e sempre patrulhadas pela Polícia Rodoviária Federal. É o que temos em resposta à sua pergunta, Ulisses. Seguramente você gostará de discutir mais detalhes. Pode voltar que estaremos esperando: será um prazer ajudá-lo nessas empreitada.
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Obrigado pela ajuda Abreu, mas gostaria de fazer mais uma pergunta sobre esse trecho indicado, para eu passar direto de Itaberaba para acessar a 101, eu passaria por Castro Alves?

        1. Olá, Ulisses. Não é necessário passar em Castro Alves. Vindo de Itaberaba, você encontra a BR 116 em Argoim. De Argoim, você poderá descer pela BR 116 por 49 km, onde há uma entrada à direita (BA 245), para Amargosa e Santo Antônio de Jesus, onde você pega a BR 101. Uma alternativa que também indicamos é, ao chegar a Itaberaba, em vez de seguir em frente para Argoim, na BR 116, vire à direita para Iaçu. Ao chegar a Iaçu, você já está na BA 245, estrada que vai atravessar a BR 101, passar por Amargosa e chegar a Santo Antônio de Jesus. Essa estrada é estadual, mas está em boas condições na rota indicada. Só é impraticável o trecho dela que volta de Iaçu para a Chapada Diamantina – mas não é o seu caso. Como você vê, em qualquer dos opções, não há necessidade de passar por Castro Alves. Se continuar com dúvidas, não hesite: volte aqui e nós procuraremos esclarecê-las.
          Um abração.
          Abreu

  104. Meu caro Abreu, como está a recuperação do trecho Potiraguá até Eunápolis ?? A passos lentos ou largos ??

    1. Olá, Geferson. Estávamos na maior expectativa de poder dar uma notícia boa sobre aquela rota aos nossos visitantes do blog antes do final do ano. Mas tudo indica que as boas notícias vão ficar para a época eleitoral. Continuamos mantendo nossa indicação da rota mais longa, ou seja, Itapetinga-Floresta Azul-Itabuna, porque nada mudou significativamente no atalho por Potiraguá. Aliás, piorou um pouco mais com as obras iniciadas e suspensas, com áreas de asfalto arrancado, com muita poeira e a parte asfaltada cheia de buracos e assaltos ao anoitecer.
      Um abração.
      Abreu

  105. Olá Abreu, bom dia meu caro!!!!
    Como dito antes, vou fazer uma viagem para Guaibim, baixo sul da Bahia e gostaria de mais uma informação.
    Fiz meus cálculos de tempo de viagem pelo Google Maps e acho que vou chegar muito cedo onde vou pernoitar que é em Brumado, porém, não quero chegar tão cedo lá.
    Minha pergunta: Qual horário devo realmente sair de Planaltina-DF para chegar por volta das 17:00hs ou 18:00hs em Brumado? Sei que tem variáveis nessa questão tipo, velocidade, estrada, clima, tempo e ect. Incluímos aí uma velocidade de 120 Km/h. Desde já agradeço e seria uma grande satisfação poder um dia, ouvir uma de suas grandes histórias de viajante.

    1. Olá, Antoni. Bem-vindo de volta. A distância de Planaltina a Brumado é de 871 km. Se você conseguisse uma velocidade de 120 km/h, faria uma média de aproximadamente 105 km/h. Neste caso, você levaria cerca de 08h30min para chegar a Brumado. Mas a vida não é assim. Só para sair de Planaltina e pegar a BR 020, você não consegue passar de 50 km/h na Avenida Independência. O trecho goiano da BR 020 (até Rosário) é coalhado de pardais. E em toda cidade ou vila que a gente atravessa, a velocidade máxima cai para 50 ou 40 km/h. E não adianta forçar, porque em cada uma dessas cidadezinhas há um pardal de olho. A partir do trevo após Rosário, onde você pega a BR 349 para Correntina, a coisa corre mais frouxa. Mas os buracos esperam você entre Correntina e Santa Maria da Vitória. E há as paradas para abastecimento, banheiro, cafezinho, alongamento, bem como os caminhões para serem ultrapassados. Tudo isso somado, Antoni, vai reduzir sua velocidade média para aproximadamente 75 km/h, o que significa gastar 11h00min em média entre Planaltina e Brumado. Em compensação, é importante lembrar: a Bahia não tem Horário de Verão. Isso significa que você ganha uma hora ao atravessar a divisa lá em Rosário, ou seja, o seu relógio vai ter de ser atrasado uma hora: se já eram 11 horas da manhã no DF, o relógio tem de voltar para as 10h da manhã. Resumindo: se você sair de Planaltina às 07 horas da manhã, gastará 11 horas de viagem para chegar a Brumado. Em Brasília serão 18 horas, mas em Brumado serão 17 horas. Se você sair de casa com chuva, aumente a viagem de 11 para 12 horas de duração. Alguma dúvida?
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá meu caro Abreu, bom dia!!!
        Não entendi muito bem quando disse que o trecho entre Correntina e Santa Maria da Vitória estava esburacado e que demoraria um pouco mais,porém, quero passar uma informação de alguns familiares que foram para Guaibim no dia 21/11/2017 e disseram que a estrada não estava tão ruim assim e que dava pra rodar a uma velocidade considerável. Estou te passando para que fique mais atualizado. Você estando atualizado, o Brasileiro que roda pelo estado da BA está atualizado.Obrigado.

        1. Olá, Antoni. Há um equívoco. Minha ponderação foi no sentido de que a viagem desenvolve bem entre Rosário e Correntina (o trecho é plano, reto e ermo), o que significa velocidades BASTANTE altas. Mas, entre Correntina e Santa Maria da Vitória, os buracos obrigam a viajar mais devagar. A estrada não está destruída, porém os buracos são os mais perigosos, exatamente por serem esparsos. Quando você acelera achando que está viajando num tapete, lá aparece ele. É pois uma advertência para nossos viajantes reduzirem a velocidade naquele trecho, uma vez que estarão entusiasmados com os 181 km da BR 349 até Correntina. Para você ter ideia, já vi um cidadão fazer 228 km naquela reta. Eu estava no banco do carona, claro, mas fotografei o velocímetro digital. No trecho entre Correntina e Santa Maria não se pode nem sonhar em fazer isso.
          Um abração.
          Abreu

  106. Olá,

    Estarei fazendo a rota Brasília – Porto Seguro saindo de Brasília dia 29\12/2017 e retornando após o réveillon, gostaria de dicas para a viagem e a respeito também de obras feitas na rota, fiz essa mesma viagem na mesma época de réveillon em 2014 e tinham trechos ruins próximos a Correntina e também chegando a Eunápolis. Desde já agradeço.

    1. Olá, Nilton. Bem-vindo ao blog. Imaginamos que você esteja pretendendo sair no dia 29, pernoitar em Vitória da Conquista e chegar a Porto Seguro por volta do meio-dia de 30.12. Vai curtir o restante do dia 30, o dia 31, descansar no dia 01.01.2018 e retornar no dia 02. Se for isso, tudo bem. A estrada foi reconstruída em junho de 2016, o que tornou o trajeto Brasília-Correntina-Vitória da Conquista uma alternativa válida para quem vai para o sul da Bahia, aí incluída Porto Seguro. Apenas um pequeno trecho de cerca de 40 km entre Correntina e Santa Maria da Vitória exigem um pouco mais de atenção, uma vez que há ocorrência de buracos, embora rasos. Mas é melhor reduzir a velocidade até vencer o trecho. A nossa indicação é o pernoite em Vitória da Conquista e, no dia seguinte, seguir para Itabuna via Itapetinga e Floresta Azul, evitando pegar o atalho após Itapetinga e passar por Potiraguá, para pegar a BR 101 lá na frente. Aquele trecho, apesar de 120 km mais curto do que a rota por Itabuna, está consumindo o dobro do tempo, além da falta de estrutura, postos conhecidos, banheiros decentes ou lanchonetes aceitáveis, além da ocorrência de assaltos na área. O governo baiano anunciou em março a recuperação daquela estrada, o que reduziria bastante o tempo de viagem. Mas temos dúvidas se ficará pronta ainda em 2017. Por ser um ano eleitoral, o mais provável é que a inauguração ocorra em 2018. Até lá, nossa recomendação é ir por Itabuna. Se houver alteração nessa situação, publicaremos aqui antes de sua viagem. Por isso, não deixe de retornar aqui antes de sua partida, OK? Bem, Nilton, todas essas recomendações são feitas no pressuposto de que você vá a Porto Seguro em duas etapas, com pernoite em Vitória da Conquista. É claro que se você é dos que gostam de emoções fortes e viajam direto, inclusive à noite – prática com a qual não podemos concordar-, resta-nos pedir que esteja atento aos assaltos, à falta de sinalização noturna, aos jumentos abandonados na beira da estrada, aos buracos esparsos, ao cansaço, ao sono e às chuvas noturnas. Isso como forma de você não ajudar a aumentar as estatísticas: 82% dos acidentes com vítimas fatais nessas estradas ocorrem entre as seis horas da tarde e as seis horas da manhã. Deus ilumine e proteja você se for essa sua escolha. Se houver dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a ir e volta em paz e segurança.
      Um grande abraço.
      Abreu

  107. Olá Abreu,
    Já recebi muito bons conselhos do senhor prévios a minhas viagens para Brasília e Lençóis, desde Barreiras. Agora estou por aqui para pedir dicas ao senhor em relação à viagem que estou planejando fazer nas férias de dezembro. Quero viajar de Barreiras para Porto Seguro. Vou viajar com a minha esposa e meu filho de 1 ano . Primeiro queria saber se o percurso é seguro e se da para fazer paradas a cada duas horas aproximadamente. Pela experiência que tive das viagens para Brasília não gostaria percorrer mais de 700km por dia porque fica cansativo para meu filho.
    Agradeço e parabenizo uma vez mais ao senhor pelo excelente trabalho.
    Abraço,
    Elier

    1. Olá, Elier. Bem-vindo de volta. A viagem é tranquila. Apenas evite a tentação de descer da BR 242 para Correntina, Santa Maria da Vitória ou Bom Jesus da Lapa: todas as estradas transversais que possibilitam isso estão em lamentável ou péssimo estado. Siga direto de Barreiras para Itaberaba, pegue a BR 116 e pernoite em Jequié, que fica a 704 km de Barreiras. No outro dia, você viajará 451 km e chegará a Porto Seguro ainda pela manhã. Durante toda a viagem você terá rodovias em estado bom ou razoável, boa sinalização, patrulhamento da Polícia Rodoviária Federal e cidades médias a cada 150 ou 200 km (Ibotirama, Seabra, Itaberaba, Jequié, Vitória da Conquista, Itabuna, Eunápolis e Porto Seguro0. Se restarem dúvidas, retorne: será um prazer ajudá-lo a levar e trazer esse em paz e segurança esse brasileirinho que irá com você.
      Um abração.
      Abreu

      1. Olá Abreu e demais amigos que participam deste maravilhoso blog. De volta aqui para deixar meus comentários da minha viagem Barreiras – Porto Seguro. No final do ano não consegui fazer a viagem como tinha planejado porque tive que juntar os estudos (na UNB) com as férias e acabei indo para Caldas Novas. Finalmente consegui fazer minha viagem a Porto Seguro o dia 6/5/2018. Fiz a viagem pela BR-242 de acordo com suas orientações, que para mim são a garantia de uma viagem tranquila. No primeiro dia somente consegui chegar até Itaberaba porque sai de casa 9:30 da manhã organizando as coisas da minha rottweiler que ficou com um amigo. Peguei muitas filas de carretas no trecho Seabra – Itaberaba e além disso as paradas com meu filho de um ano demoraram mais do previsto. Pernoite no Hotel Belavista Web Hotel. Recomendo, até para quem viaja com criança. No dia seguinte peguei Iaçu até a BR-101. Depois BR 101 até Jequié. Em Jequié falei com os moradores de lá e peguei a BR-330. A estrada tem alguns buracos mais nada que atrapalhei a viagem, além disso o traçado da rodovia foi muito bem feito e as paisagem valem muito a pena. Depois BR-101, almoço em Itabuna, Eunápolis e Porto Seguro. Ficamos no Porbello Resort. Recomendo!!!
        A viagem de volta foi difícil. Saímos 7h de Porto Seguro planejando fazer o mesmo percurso na volta. Acabou que na BR-101 passando Itagimirim viraram duas carretas e ficamos parados duas horas. Começou a chuva e acabou a nossa paciência e acabamos decidindo ir pela BA-275 para pegar a BR-367. NÃO recomendo passar pela BR-367, somente fica boa após Almenara. Deu sorte que perguntamos a um cara numa moto, que quando percebeu que estávamos com uma criança ficou nos guiando pela estrada até Almenara. De aí continuamos pela BR-367 para não pegar mais estradas de chão. Logo BR-116 até Vitoria da Conquista. Pernoite no Hotel Ibis. Gosto muito dos Ibis, mas não recomendo para quem viaja com criança pequena, foi minha primeira experiência com meu filho nesses hotéis. Para adultos recomendo. No outro dia pelo atraso do dia anterior decidimos ir pelo caminho que o senhor recomenda para quem viaja de Brasília. Brumado-Caetite-Bom Jesus da Lapa-Santa Maria da Vitoria-Correntina. Tudo ok no trecho. A estrada Correntina-Barreiras não recomendo, estão terminados (asfaltados) os trechos retos e curvas longas, faltam ainda acho que uns 15km ou 20km, dos trechos com traçado ruim, largura de faixa pequena e curvas estreitas. Sendo assim somente recomendo para quem passa de dia e conhece bem o local. Espero meu relato seja útil.
        Uma vez mais obrigado senhor Abreu e demais colaboradores.
        Abraço,
        Elier

        1. Olá, Elier. Bom tê-lo por aqui de novo e muito obrigado por retornar ao blog e partilhar conosco suas experiências e informações: com certeza seu relato será útil para muitas pessoas que por aqui passam. Alguns itens do seu relato nos interessaram bastante, como é o caso da alternativa da BR 330 em Jequié. Nos últimos levantamentos que fizemos a cerca de 3 anos, essa estrada ainda não estava em condições de ser recomendada por nós, em função da destruição do asfalto. Com a sua informação de que “há alguns buracos, mas não atrapalham a viagem”, voltaremos nossa atenção para ela, porque reduziria a distância em 225 km. Já aquela sua aventura por Almenara, nossa posição aqui no blog é histórica: não indicamos em hipótese alguma. Trata-se de área erma, deserta, com trechos em estrada de terra e com registro de ocorrência de assaltos. Mas, ao examinar melhor a situação que você teve de passar (bloqueio da BR 101 em Itagimirim pelo capotamento de duas carretas), verificamos que você ficou sem altenativas. Foi uma solução de desespero que você procurou. Ainda bem que você encontrou um anjo da guarda para conduzi-los à BR 116 e tudo terminou bem. Assim, vamos estudar detalhadamente esses dois pontos: a BR 330 em Jequié e alternativas para sair de Porto Seguro em caso de bloqueio da BR 101 entre Eunápolis e o trevo da BR 101 para Potiraguá. Mais uma vez agradecemos a você pela disposição de retornar e trazer notícias fresquinhas da frente de batalha para nós.
          Um abração, Elier.
          Abreu

  108. Boa Tarde Abreu,

    Vou de Brasilia para Porto Seguro dia 03/01/2018, gostaria de saber o melhor caminho?????

    1. Olá, Jefferson. Bem-vindo ao blog. A nossa recomendação, no momento, para essa viagem é a rota Brasília-Rosário-BR 349-Correntina-Bom Jesus da Lapa-Brumado-Vitória da Conquista-Itapetinga-Itabuna-BR101-Eunápolis-Porto Seguro. Há grandes probabilidades de que, quando da sua viagem, no dia 3 de janeiro, já tenhamos a condição de orientar o encurtamento da viagem e ir de Itapetinga para a BR 101 passando por Potiraguá, o que encurta a viagem em cerca de 120 km. Mas até agora não podemos fazer isso, porque esse trecho mais curto é um mico da melhor qualidade. Está em obras, mas é continua um horror, onde se gasta o dobro do tempo gasto pelo caminho mais longo. Sugerimos que você retorne aqui ao blog antes da partida, OK? E não deixe de ler o nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”, publicado aqui mesmo em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, na aba “Rodovias Brasileiras”, onde você encontrou o post “Brasília Porto de Seguro de Carro”.
      Um grande abraço.
      Abreu

  109. Parabéns,Abreu acabei de chegar da minha viagem de ferias,segui como me aconselhou e foi tudo tranquilo,só mudei as dormidas devido os horários.
    sai de Valparaíso do goias no dia 11/10 as 6 Hs da manha atrasado ai para completar peguei o engarrafamento de 2 hs kkk mas estava de ferias tudo bem,parei no posto rosário para abastecer e fazer um lanche as 14 hs chegamos em Correntina para almoçar estrada um pouco ruim mas nada demais quando voltei já estava quase toda recapeada então quem estiver indo agora não vai ter problema,como estava atrasado dormi em caitité uns 200 km de Vitoria, sai as 4 hs da manha as 7:30 estava na serra do Macal bem nublada e perigosa na próxima cidade me aconselharam ir por Itabuna mais longe, mas compensava não fui pq já estava com uma rota, e realmente depois de Itapetinga tem 50 km de buracos, e só anda a 20 por hora,não aconselho passar a noite,abasteci em Eunápolis e cheguei em trancoso as 14;hs. Foi a viagem mais tranquila que fiz gracas as dicas do Abreu.Na volta voltei por Itabuna,dormi em Bom Jesus da Lapa,sai as 10 hs da manha cheguei em casa as 18:hs.OBRIGADO.

    1. Olá, Jurandi. Alegria tê-lo de volta e trazendo os relatos de sua viagem a Porto Seguro. Suas informações são preciosas para todos nós, particularmente quando você presta um testemunho que confirma nossas orientações no sentido de não se utilizar o trecho Itapetinga-Potiraguá-BR 101 antes de 31.12.2017. E olhe lá! Que bom que você voltou em paz e obrigado pelo retorno.
      Um abração.
      Abreu

  110. Abreu parabéns pelo seu blog, se tivesse visto a uns 4 anos atrás a minha viagem teria sido um sossego, fiz o percurso rio verde GO a porto seguro via Uberlândia, patos de minas, montes claros e etc, só foi um pneu rasgado e deu bolha em outros 2 , passado o susto foi um ótimo réveillon. Esse ano vamos passar o réveillon em arrAial d’ajuda, a dica de vcs eh rio verde, Brasília, Correntina, vitória da conquista e arraial. Se tiver alguma mudança nos avisem pois estou 100% com suas informações. Abraço e continue assim sempre !!!!

    1. Olá, Geferson. Bem-vindo ao blog e obrigado por seus cumprimentos ao nosso trabalho. De fato, os caminhos para Porto Seguro já foram pelas Minas Gerais, mas a rota se degradou tanto, acrescida do alto tráfego de caminhões e da destruição do asfalto entre Montes Claros e Salinas, que, para nós – que colocamos acima de tudo a segurança e o relativo conforto das famílias em férias -, não restou outra alternativa senão deixar de recomendá-la. E, como você mesmo reporta, nossa indicação atual é Rio Verde-Brasília-Correntina-Vitória da Conquista-Arraial d”Ajuda. Pode haver alterações de recomendações nossas, principalmente em relação ao terço final da viagem, naquela alternativa que passa por Potiraguá. Atualmente aquilo está inviável, mas pode ser que até 31.12.2017 tenhamos boas notícias em relação àquela opção. Por enquanto, é NÃO! Visite-nos antes de viajar, OK? E não deixe de ler, aqui mesmo no blog, hospedado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, o post “Manual de Sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Acreditamos que lá existam informações interessantes para você.
      Um grande abraço.
      Abreu

  111. Boa tarde Abreu, primeiramente gostaria de parabenizá-lo por tanto empenho e dedicação em passar tantas informações de suma importância para nós que precisamos viajar por essas estradas não tão boas do nosso país.
    Eu, meu marido, meu irmão e dois cachorros iremos sair de Brasília para Porto Seguro dia 19/10/2017, já acompanhei várias informações aqui no Blog e vi não é indicado ir pela BA-680 Itapetinga-Potiraguá. Porém em recentes pesquisas pude constatar que foi inciado as obras de recuperação desse trecho “O governo baiano vai investir R$ 27,18 milhões para recuperar 58 quilômetros da rodovia BA-680, no trecho entre o entroncamento da BA-270, em Potiraguá, até a BR-101.” Então gostaria de saber se já teve algum avanço dessa obra, se você tem alguma informação de melhoria desse trecho.
    Como vou com cachorros tenho uma restrição de hotéis no caminho, em Vitória da Conquista achei a Pousada Itajuípe que aceita animais, na volta gostaria de uma opinião de quais cidades parar e se tem alguma indicação de hotel para que eu possa me informar se aceitam animais.
    Desde já agradeço a atenção.

    1. Olá, Hellen. Bem-vinda ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. Essa estrada por Potiraguá é o sonho dourado de todos nós que viajamos de Brasília para o sul da Bahia. Como você deve ter lido aqui, o problema é que tanto o estado de conservação do asfalto, quanto a falta de estrutura de apoio no percurso e a ocorrência de assaltos têm-nos levado a recomendar fortemente nossos visitantes a NÃO UTILIZÁ-LA. Com isso, alongamos a viagem em mais 120 km, mas os riscos nos obrigam a manter essa posição. Em março, o governador do estado anunciou que iria restaurar esse trecho rodoviário. Acontece que, entre o anúncio da decisão política e a publicação do resultado da licitação para escolher a empreiteira, vai um tempo muito grande. E, da escolha da empreiteira até o início das obras, também há um intervalo importante. De fato, nossas informações dão conta de que os primeiros engenheiros, os primeiros peões e as primeiras máquinas só assinaram o ponto naquela obra no dia 27 de setembro, ou seja, há 13 dias. O término da obra está previsto para 31.12.2017. Até lá, manteremos nossa bandeira vermelha para aquela estrada, OK? Quanto à questão dos animais, o seu problema – se não está resolvido – pelo menos está equacionado, pelo seguinte: no retorno, você tem a possibilidade de fazer o plano da ida, ou seja, pernoitar em Vitória da Conquista e chegar a Brasília no dia seguinte ao final da tarde. Nesse caso, você pode se hospedar na própria Pousada Itajuípe. Se não houver vagas, lembro a você que o Hotel Ibis (pertinho do shopping) também aceita animais, mediante pagamento de uma taxa. Outra hipótese é você ir no primeiro dia de Porto Seguro direto para Bom Jesus da Lapa, onde o hotel Saulus também aceita animais. Em ambos os casos, consulte previamente os hoteis: essas políticas de aceitação de animais estão muito na moda, mas, às vezes, em função da demanda, o preço da taxa pode subir. Um dos hoteis mais sofisticados do Rio de Janeiro a meu ver ( o Copacabana Palace) aceita animais, mas a taxa é de R$ 480,00 por dia. Brincadeiras à parte, Hellen, como disse inicialmente, o seu problema está equacionado: esqueça Potiraguá, pegue a BR 101 em Itabuna e, na volta, pernoitando em Vitória da Conquista ou Bom Jesus da Lapa, os seus pets estarão bem. Se houver dúvidas ainda, retorne: será um prazer ajudá-los.
      Um grande abraço.
      Abreu

  112. Boa tarde,Abreu nossa estou encantado com tanta dedicação e empenho em ajudar ao próximo,já fiz varias viagens pelo nordeste e nem no 4 rodas tive tantas informações precisas.Ainda bem que descobri suas informações antes da minha próxima viagem que será dia 09/10/17 Brasilia a Porto Seguro como nunca fiz esse trecho,suas informações vão me ajudar e muito,e se tiver alguém viajando nessa data vai ser um prazer viajar junto.Se tiver alguma informação sobre hospedagem agradeço.

    1. Olá, Jurandi. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras: elas são um importante estímulo para nós. Fica aí o aviso aos navegantes: quem estiver viajando, no dia 09.10.2017, de Brasília para Porto Seguro e quiser acompanhar a viagem do Jurandi, é só aparecer por aqui. Não precisa ser um comboio (aliás, nós desaconselhamos comboios, exceto para famílias e amigos muito íntimos). Nós faremos o elo para que vocês se monitorem ao longo da viagem. Quanto a hospedagem, Jurandi, nossa política é não indicar hoteis, porque nossos visitantes são de diferentes níveis de renda e gosto, e os hoteis e pousadas existentes ao longo da rota são para todos os gostos e bolsos. Há desde pousadas a R$ 30,00 reais por família – pais e filhos – com ventilador e café da manhã (pão com manteiga e café com leite) até hoteis a R$ 300,00 por casal, com lauto café da manhã, ar condicionado, piscina e restaurante de alto nível. Mas o “spunik” (companheiro de viagem, em russo) Alex fez a rota recentemente e recomendou:
      Alex
      Em resposta a Abreu.
      Olá amigos!

      Retorno aqui para agradecer e contar minha experiência de BSB a Porto Seguro de carro!
      De forma geral a estrada está muito boa em 90% dos cerca de 1500 kms de percurso.
      Alterei minha data de saída planejada para manter o planejamento original.
      Saímos de Samambaia-DF no último dia 13 às 05h40 e chegamos em Vitória da Conquista às 19h00. Pernoitamos no Hotel Cafezal Palace (muito bom, R$ 160,00 com café). No dia 14/08 saímos às 08h e chegamos em Porto Seguro às 16h00.

      Como você vê, Jurandi, o Alex dá uma dica. Eu daria outra. Você, possivelmente, terá a de sua preferência e a descobrirá. Faça uma excelente viagem e dê notícias, OK?
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Bom dia,Abreu muito obrigado pelas dicas,creio que chegarei bem cedo em vitoria e vai dar tempo para procurar,e vou analisar a dica do Alex,e se ele puder falar se os 160,00 que ele pagou foi para a família todo ou por casal eu agradeço,pq irei em 5 pessoas.

        1. Olá, Jurandi. OK, fica aí o seu recado para o Alex ou qualquer outro “sputnik” que tenha tido a experiência de hospedar-se em Vitória da Conquista e a queira compartilhar. Antigamente eu ficava na Pousada de Conquista ou no Katraka Palace. Mas com a abertura do Hotel Ibis em Vitória, não tive escolha: a rede Ibis é minha preferida no Brasil e na Europa, tanto pelos preços, quando pela uniformidade dos apartamentos, pois não há surpresas: já sei o que vou encontrar. E o de Vitoria da Conquista aceita animais domésticos. Mas quando eu falo de hospedagens com diárias entre R$ 30,00 e R$ 300,00 a diária, o Ibis está na parte de cima dessa lista. Por isso, podemos até comentar, mas não indicar.
          Um abração.
          Abreu

        2. Jurandi, pena não ter retornado ao blog a tempo de responder seu questionamento. Na ocasião a tarifa balcão promocional p o casal estava R$ 180,00 no Cafezal Hotel Palace. Não cobraram das crianças, (talvez pela idade, 1 e 4a), pechinchei e consegui por R$ 160,00 em dinheiro. No Trip Advisor tem boas informações sobre este e outros hotéis em VDC.
          Comandante Abreu, todos os elogios à iniciativa e dedicação do site não são por acaso, então parabéns novamente. Dei uma passada rápida aqui para conferir a situação daquele trecho que passa por Potiraguá e vi que continua a contra indicação. Vou repassar para os meus pais que irão neste final de semana, pela primeira vez para Porto Seguro.
          Grande Abraço.

          1. Olá, Alex. Bem-vindo de volta e obrigado pela força de suas palavras. Boa viagem para seus pais e que eles nos dêem notícias fresquinhas daquelas bandas.
            Um abração.
            Abreu

    2. Olá amigos, descidi hoje pesquisar informações sobre a viagem que farei agora dia 08 para Cabrália em porto seguro e para minha surpresa,encontrei esse rico site e vc Jurandir que sairá no dia 09! Então fica o convite: Vamos dia 08? Forte abraço.

    3. Fechei no Palace hotel por só sol a 140 2 adultos e 1 crianças com café da manhã. Fechei pelo site e-booking

  113. Olá….

    Depois de muita pesquisa de rotas e conversas com quem ja viajou todos falavam para ir por montes claros, e eu sempre voltava aqui para ler os comentários atualizados da viagem pela rota BA. Minha primeira viagem para fora do Goiás e ocorreu tudo bem seguindo as orientações aqui do site, parabéns e obrigado por ajudar a fazer uma viagem tranquila e com segurança… Aqui vai as minhas informações..

    Luziânia-GO x Porto Seguro-BA

    3 abastecimentos: Meu carro é um pálio 1.0 2015, fez 15km por litro e ar condicionado desligado, média 100km/h
    Posto Rosário(Divisa GO/BA), Posto gruta da lapa(Bom jesus da lapa), Posto belo jardim (vitória da conquista) prepare o bolso pois a partir de vitória da conquista a gasolina vai subindo ate chegar em porto seguro o mais caro

    Saída de Luziânia-GO 4h da manhã 19/09/17
    Passagem pelo posto flamingo Colorado 5h
    Trecho até posto rosário a pista esta boa, alguns buraquinhos mas desviando com atenção não atrapalha o ritmo da viagem
    Parada obrigatória – Posto rosário 08:30 (abastece, banheiro, estica as pernas, café da manhã) saída do posto 9h
    Como disse o Fábio – 30 Km antes de Correntina com alguns buracos, é preciso atenção;
    Correntina 11h depois de correntina foi estendido o tapete vermelho até vitoria da conquista a pista esta excelente
    Bom jesus da lapa 12:50 (abastece, banheiro, estica as costas, +lanche) saída do posto 13:20 e o sol rachando
    Brumado 16:20 parada em um posto na saída da cidade (banheiro, alongamentos)10min
    Vitoria da conquista 18:15 (Procurar a janta e um hotel para dormir) saída de vitoria 20/09/17 5h da manhã
    Pegamos uma chuvinha fina em Itambé e a pista até porto seguro esta boa, alguns buraquinhos mas desviando com atenção não atrapalha o ritmo da viagem
    Itabuna 08:30 paramos em buerarema (banheiro, alongamento, café da manhã)15min
    BR 101 alguns trechos com chuva chegamos em Eunápolis 11:15 parada (banheiro) 10min
    Chegada em porto seguro 12:30 COM SUCESSO!

    Levamos muita água e lanches, sucos, refrigerante por isso não paramos para almoçar
    Tchau brigado, volto dia 25/09/17 pego o café da manhã do hotel e pé na estrada novamente
    Estou pensando em sair 10h da manhã dormir em vitoria da conquista denovo e no outro dia vim direto.

    1. Olá, Herbert. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras. Para nós é sempre bom saber que ajudamos nossos visitantes a planejarem sua viagem da modo mais correto possível. Mas o que vale destaque de verdade é a sua atitude. Embora seja a primeira vez que faz um comentário aqui no blog, você o faz com uma característica que é nosso sonho: um relato da viagem com detalhes interessantíssimos para quem vai fazer a mesma rota. São informações fresquinhas trazidas da realidade da estrada, que são de um valor inestimável. A impressão que fica é de que estávamos no carro com você. Graças a Deus esse tipo de atitude está se tornando mais frequente ultimamente. Alguns “sputniks”, como você, têm tido a disposição de compartilhar suas experiências com os demais. Veja-se, por exemplo, o caso do Franklim, que postou ontem comentário de mesma natureza e em relação à mesma rota (Brasília-Porto Seguro). MUUUUITO OBRIGADO, mesmo!
      Um grande abraço.
      Abreu

      1. Olá, Bruno. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de elogio. Fico sempre no Ibis, no Katraca ou na Pousada Conquista. Esta última está na faixa de R$ 230,00 e o Ibis, na de R$ 190,00. Esses hotéis, como a maioria da rede hoteleira, oferece descontos para o hóspede passante e que se apresenta diretamente no balcão. Esses descontos variam e podem chegar a até 40 ou 50%, conforme o horário de chegada, da lotação da unidade, do dia da semana, bem como da insistência do cliente. No caso do Ibis, o desconto mais comum é de 10%. Bruno, você chegou até nós pelo post Brasília-Porto Seguro de carro”, publicado em nosso site http://www.expressaodaliberdade.com.br, onde há diversos outros posts a respeito de estradas brasileiras. Não deixe de ler também, no mesmo endereço, nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Há informações lá que podem interessar a você.
        Um grande abraço e boa viagem.
        Abreu

        1. Obrigado pela atenção e carinho Abreu, certamente irei pesquisar por lá! Seria bom se o Jurandir Duarte fosse dia 08 pois assim iríamos juntos. Forte abraço.

    2. Ola Herbert, muito obrigado por compartilhar aqui no blog seu trajeto de Brasilia a Porto seguro, estou planejando minha viagem para o dia 18/11/17 e fazer o mesmo trajeto. Suas dicas é muito importante

  114. Olá gostei muito do site parabéns pelo empenho e dedicação. Gostaria de algumas dicas moramos em Brasilia temos 16 dias de férias queremos eu e meu marido viajarmos para o litoral do nordeste.Qual roteiro indicaria? Vamos viajar de carro. Grata

    1. Olá, Marilda. Bem-vinda ao blog e obrigado pelos cumprimentos e pelo estímulo. Para bem aproveitar os 16 dias de férias, em viagem rodoviária, existem múltiplas alternativas. Mas alguns detalhes dependem do estilão da família. Por exemplo: vocês são do tipo que gosta de chegar ao litoral, entrar em um resort e ficar lá até o final das férias, ou são do outro grupo, que adora ficar saltitando de cidade em cidade, de praia em praia, conhecendo e descobrindo lugares, pousadas e pessoas? Se vocês integram o primeiro grupo, a solução é simples, embora um pouco sem graça. Se integram o segundo, a solução é mais sofisticada, mais ativa e vibrante. Ou vocês podem integrar um terceiro grupo: aquele que quer conhecer tudo que for possível, mas sossegar na reta final das férias, de modo a voltarem para Brasília descansados. Então, vamos partir do pressuposto que vocês estejam no terceiro grupo e vamos sugerir um roteiro com essa característica, para utilização dentro dos 16 dias. Primeiro, vamos para a aritmética. Se vocês dispõem de 16 dias, nossa recomendação é de que vocês retornem de viagem num sábado à tarde, para reassumirem sua casa, desfazerem as malas, comemorar a ida e a volta sem problemas e disporem ainda do domingo inteirinho para o relax pré-segunda feira de trabalho. Para que isso aconteça, vocês precisarão sair numa sexta-feira, pois 16 dias depois, vocês chegarão num sábado. Podem brincar com esses números, fazerem suas contas, mas o jogo é esse. Então vamos lá. Numa bela sexta-feira, ao nascer do sol, por volta de 06h30min, vocês deverão estar no Colorado, km 0 da BR 020. Rodarão todo o dia e, ao final da tarde, 1.060 km depois, estarão em Lençóis, na Chapada Diamantina. Uma vez acomodados e antes de jantar, saiam para o centro da cidade, onde a juventude, a música, o artesanato e o agito estarão presentes. Ali pertinho está a Associação de Guias de Turismo de Lençóis. Contratem um guia para levá-los no dia seguinte, após o café da manhã, a um ou dois passeios – entre as centenas possíveis – na Chapada. Prefiram os mais próximos, por exemplo, conheçam o Mucugezinho (lindo) e o Morro do Pai Inácio (deslumbrante). Como vocês estão de carro, não precisam de alugar veículos de turismo: o guia irá com vocês no seu próprio carro. Tudo acertado, no dia seguinte, após o passeio, façam o check-out do hotel antes do vencimento da diária e retornem à BR 242, em direção a Salvador, que vocês contornarão, pegando o caminho do Aeroporto 2 de Julho (Eduardo Magalhães). No balão do Aeroporto, tomarão a Estrada do Coco e em seguida a Linha Verde, onde, por volta das 16 horas, chegarão à Praia do Forte. Esse lugar, a 50 km do Aeroporto de Salvador, tem uma paz e um charme indescritíveis. Uma vida calma e ao mesmo tempo energizada, um povo maravilhoso, uma gastronomia divina, turistas do mundo todo (no mês de abril, eu estava tentando colher na praça – e consegui – um tamarindo, que entreguei para minha esposa, quando alguém bateu no meu ombro e perguntou -“Qu’est-ce que c’est?”. E tivemos o prazer de explicar para a família francesa), além do Projeto Tamar. Em Praia do Forte, o dia oferece passeios pela redondeza, visita ao Castelo Dias D’Ávila, mil atividades e a noite é só alegria. Antes de continuar com o projeto, vamos ver o que vocês estão pensando e quais as suas respostas às nossas perguntas iniciais. A nossa ideia é levá-los até Aracaju ou talvez até Maceió, retornando pela Linha Verde a Salvador, para uma estada mais prolongada, com volta a Brasília numa sexta-feira, com chegada no sábado, conforme inicialmente esboçado. Com a palavra vocês, Marilda. E lembrem-se: estamos apenas no segundo dia da viagem!
      Um grande abraço.
      abreu

      1. Que lindo! Estou gostando do roteiro, grata! Vomos comemorar nossos 24 anos de casados viajando. Somos do terceiro grupo sem estresse mas com vontade de conhecer… Gostaríamos de ir para Ilheús ou Aracajú. Abraços…Aguardo as boas dicas…

        1. Olá, Marilda. Bem-vinda de volta. Pelo jeito, você havia se perdido de nós mas terminou achando o caminho, não é? Que bom. Primeiramente, parabéns pelos 24 anos de casados. É uma proeza, uma mágica, que só o amor ainda sabe fazer nos tempos atuais. Aliás, o amor e seus assessores: a paciência, a tolerância, a cumplicidade, a empatia, a admiração recíproca, os objetivos similares, a complementaridade, o côncavo e o convexo. Não é fácil, mas como vale a pena! Parabéns de verdade. Bem, nós havíamos deixado vocês na Praia do Forte, no segundo dia de viagem. Agora, pinta outra ideia: Ilhéus. É possível? Claro. Como diria o ex-Ministro da Fazenda, Delfim Neto, quando soltava seus pacotões econômicos: “Em princípio, não muda nada: são apenas pequenos ajustes”. Então, vamos para os pequenos ajustes. Esqueçam a rota por Barreiras. Vamos fazer a rota por Correntina, exatamente como acabamos de recomendar ao Gustavo, que vai para Ilhéus. Vocês devem ir lá em nosso post “Brasília-Ilhéus de carro” e ver o comentário do Gustavo e nossa resposta para ele, fazendo as necessárias adaptações, até porque o Gustavo estará saindo de Goiânia, depois de amanhã. Se tiverem dificuldade de de encontrar o site ou o post, voltem aqui que nós recortaremos e colaremos direto na resposta para vocês. Mas, digamos que vocês consigam ler o post e nossa orientação: vocês estarão chegando a Ilhéus no começo da tarde do sábado, segundo dia de sua viagem. Voltamos à questão da hospedagem: Ilhéus tem resorts de indiscutível gabarito, como o Canabrava e o Tororomba, e pousadas maravilhosas, onde você interage com os donos, ajuda no atendimento e conhece gente do outro lado do mundo. Tirem a tarde para conhecer o mundo de Jorge Amado, a casa dele, a praça principal, o Bar Vesúvio, mil coisas que a literatura de Jorge e Zélia trouxeram para nós, nos livros, no teatro e no cinema. Reserve-se o terceiro dia da viagem para uma visita a Itacaré, a 60 km de lá, numa linda rodovia a beira-mar. No quarto dia, depois do café da manhã, vamos continuar na BA 001 e atravessar um Paraíso Celeste litorâneo até Nazaré, onde atravessaremos para Santo Antônio de Jesus, pegando a BR 101, até o cruzamento com a BR 324, que liga Feira de Santana a Salvador. Uma vez na BR 324, o roteiro é o mesmo descrito ontem: descer em direção a Salvador até Simões Filho, apanhar a alça para o Aeroporto, pegar a Estrada do Coco e a Linha Verde e chegar à Praia do Forte, 487 km depois, por volta de meio-dia. Que tal? Estamos de novo Praia do Forte, só que no quarto dia. Bola com vocês.
          Um abração.
          Abreu

          1. Olá passamos por lençóis ficamos dois dias agora estamos na praia do forte ficaremos até quarta de manhã. Queremos ir para Salvador ficar um dia e após moro de São Paulo . Qual dica daria? Grata. Abraços!

          2. Olá, Marilda. Aí na Praia do Forte, você está a cerca de 80 km do Farol da Barra. É mais ou menos como se você estivesse no quintal de Salvador. Uma vez na capital baiana, pegue o ferry-boat para Itaparica (não tem nada a ver com as lanchas que levam pessoas, objeto de recente acidente). Desembarcando, é dirigir-se a Nazaré e Valença, onde, 10 km antes, pegue a esquerda para ir para Guaibim e Ponta do Curral, onde você deixará o seu carro, em estacionamento seguro e de preço razoável e pegará a barca para Morro de São Paulo. São cerca de 10 minutos de travessia tranquila. Aí você estará numa amostra grátis do Paraíso. Existem outras formas de se chegar lá. Mas é a que nós recomendamos por ser mais rápida, mais segura e com um visual digno de quem está de férias. Ah, você poderá comprar passagens pelo ferry-boat antecipadamente pela internet: informe-se. Curtam bastante. Se precisar, “fala, que eu te escuto”.
            Um abração.
            Abreu

  115. Boa noite Sr. Abreu, estou em Itapirapuã-Go e gostaria de saber se consigo fazer esta viajem somente com uma parada e qual o horário me recomendaria para sair daqui, pelos meus cálculos eu acho que dá para dormir em Bom Jesus da Lapa, tenho que chegar lá no dia 19/12/2017.
    Quero aproveitar e parabenizar este blog pelas informações dos motoristas, navegadores e também as suas.

    1. Olá, Erli. Bem-vindo ao blog e obrigado por suas palavras de estímulo. A gente precisa disso. O seu planejamento está correto: você sairá de Itapirapuã ao nascer do sol do dia 18, segunda-feira, e pegará a BR 020 em Brasília. Abasteça em Brasília e em Rosário, na divisa de Goiás e Bahia, na BR 020. Onze km depois de Rosário, vire à direita e pegue a BR 349, com destino a Correntina (novo reabastecimento) e Bom Jesus da Lapa, onde você chegará no final do dia, ainda com sol. Se a viagem atrasar por algum motivo, pernoite em Correntina, pois não recomendamos viajar à noite naquela estrada. No dia seguinte você deverá chegar a Porto Seguro no meio da tarde. Não deixe de retornar ao blog antes da viagem, porque poderemos ter notícias boas para os que fazem esse percurso no início de dezembro.
      Um grande abraço.
      Abreu

  116. Boa noite Sr Abreu excelente site de comunicação,parabéns pela iniciativa não é a Primero vez que uso esse meio de comunicação,Queria uma ajuda pesquisando aqui pela internet constatei que,estão revitalizado BA 680 e 270 potiragua até BR 101 estamos planejando viagem para Porto Seguro,segundo informações esse trecho estar passando por revitalização da rodovia. Esse trecho sem foi de muitos buracos intransitáveis.

    1. Olá,Elierkson. Bem-vindo de volta. Esse trecho aí, quando pronto, economizará 120 km na rota que recomendamos para Porto Seguro. O governador anunciou as obras em Abril passado, mas duvidamos que a conclusão delas ainda ocorra este ano. O ano que vem ele será candidato à reeleição e precisará de obras para inaugurar. Assim, lamentavelmente não temos como modificar nossa orientação atual: é ir para Floresta Azul e Itabuna e de lá descer. Potiraguá continua um inferno para quem passa por lá.
      Um abração.
      Abreu

      1. Boa noite, há dois dias atrás fiz contato com um jornalista de Itapetinga – BA sobre o estado dessas rodovias, ele me disse que elas estão piores que no ano passado e não tem previsão de nenhum reparo pra esse ano devido ao período chuvoso. Me informou que a melhor rota é passando por Itabuna.
        Grato.

        1. Olá, Erli. É exatamente o que diz o jornalista e que repetimos aqui. Quem quiser cortar caminho por Potiraguá, economizando cerca de 120 km, precisa preparar-se para emoções fortes. A nossa indicação, para quem não quer ter dores de cabeça é ir de Itapetinga para Itabuna e, lá, pegar a BR 101.
          Um abração.
          Abreu

  117. Boa noite Sr Abreu excelente site de comunicação,parabéns pela iniciativa não é a Primero vez que uso esse meio de comunicação,Queria uma ajuda pesquisando aqui pela internet constatei que,estão revitalizado BA 680 e 270 potiragua até BR 101 estamos planejando viagem para Porto Seguro,segundo informações esse trecho estar passando por revitalização da rodovia. Esse trecho sem foi de muitos buracos intransitáveis.

  118. Transcrevemos abaixo comentário de Alceu Simões Nader, postado em 19.08.2017, no post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas estradas brasileiras” e respectiva resposta:
    Enviado em 19/08/2017 as 13:41
    Prezado Abreu,
    Obrigado pela boa vontade e pelo serviço de sobrevivência nas nossas estradas dado pelo seu blog. Fui repórter-pesquisador do Guia 4 Rodas nos anos 70, sei o trabalho que dá atualizar as informações – o que dignifica ainda mais o seu blog.
    Vou fazer Brasília-Trancoso (BA) e encontrei aqui informação essencial para eu planejar a viagem. Muito obrigado.

    Em resposta a Alceu Simões Nader.
    Olá, Alceu. Bem-vindo ao blog. Este seu comentário encheu a gente de orgulho. E como orgulho é pecado, estamos pecando adoidado por aqui. É que receber uma mensagem desse teor de um profissional que ajudava a tocar o Guia 4 Rodas nos anos 70 é um estímulo monumental para esse trabalho de formiguinha que fazemos por aqui. O nosso primeiro Guia 4 Rodas foi-nos dado em 1978 por um amigo da Ivanizes, minha navegadora há 42 anos. Só que a edição era de 1975. E com ele fizemos a viagem de nossas vidas: Brasília-Guarapari-Eunápólis-Salvador-Aracaju-Maceió-Recife-Natal-Gruta de Ubajara(CE)-Fortaleza- Parque Nacional de Sete Cidades(PI)-São Luís(MA)-Belém(PA)-Belém/Brasília-Anápolis-Brasília. E tudo isso em 30 dias de férias. As estradas eram boas e vocês, repórteres-pesquisadores, eram extremamente confiáveis. Seguíamos religiosamente o roteiro de hoteis e restaurantes com o adesivo “Quatro Rodas esteve aqui”. Todas os comentários que aqui se publicam, independentemente do destino da viagem ou da natureza do post original (o blog tem outras seções que não Rodovias Brasileiras), sempre têm uma carga de estímulo para nós, seja porque as pessoas estão inseguras em relação à viagem, seja porque estão agradecidas por irem e voltarem em segurança. Mas uma mensagem como a sua, que parte de uma autoridade no assunto e que ajudou um guia que era uma luz nessa área, quando não existiam internet nem GPS, é particularmente gratificante. Você fez o comentário em nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”. Por certo deve ter visto os demais posts de nossa aba “Rodovias Brasileiras”, do site wwww.expressaodaliberdade.com.br, que abriga o blog. Dessa forma, gostaríamos ter a sua autorização para reproduzirmos o seu comentário em todos os posts da aba (Brasília-Porto Seguro de carro, Brasília-Ilhéus de carro, Brasília-Salvador-Natal de carro, Brasília-Buenos Aires de Carro e tantos outros que lá estão publicados). Isso porque alguns princípios nossos – segurança, segurança, segurança, ainda que por rotas mais longas e sem viagens noturnas – não são bem compreendidos por alguns de nossos visitantes. Acontece que a maioria de nosso público básico é composta de gente simples, marinheiros de primeira viagem, que partem com a família inteira, em veículos modestos. E é para essas pessoas que nós nos desdobramos para orientar, com responsabilidade, particularmente em relação aos cuidados com os idosos, com as crianças e atenção para com os buracos, os animais na pista, as estradas ermas, principalmente de terra, sem policiamento da PRF, os restaurantes de beira de estrada e os postos de combustíveis de marcas genéricas. Sua presença aqui e nos demais posts seria um importante reforço nessas nossas recomendações, o que muito nos honraria e ajudaria. Mais uma vez, obrigado, Alceu, e esperamos que você nos autorize a reproduzi-lo nos outros posts como solicitado. Faça uma boa viagem para Trancoso e aguardamos notícias suas.
    Um grande e fraternal abraço.
    Abreu
    O Alceu autorizou por e-mail, em 20.08.2017:
    “ Pode reproduzir sem problemas”.
    Abs

  119. Bom dia a todos. Resolvi vir a porto seguro e pesquisando na internet encontrei este blog que me ajudou bastante esta sendo minha primeira viagem de carro. Sou de Aparecida de Goiânia sai de casa as 03:25 cheguei em Vitoria da Conquista no hotel central as 17:00 em ponto velocidade media de 100 a 140 Km/h nas retas 60 a 80 na serra viagem bem tranquila o asfalto esta muito bom tem algumas irregularidades no trechos estre posse e correntina mas de 0 a 10 nota 7 para o trecho estarei saindo de vitoria as 08:40 para terminarmos a viagem. Acredito que a sinalização vertical ñ esta boa pode melhorar. Para este lado parece que o CTB ñ vale pra motociclista o povo anda para cima e para baixo sem capacete na rodovia estranhei bastante, não existe fiscalização policial, portanto cuidado ao viajar a noite durante o meu percurso até o momento me deparei com uma viatura em Bom Jesus da. Lapa.

    1. Olá, Thiago. Bem-vindo ao blog e obrigado por sua disposição de aparecer por aqui e relatar sua sua experiência na rota Goiânia-Porto Seguro. É muito importante essa atitude e, graças a Deus, ultimamente ela tem crescido, através de pessoas como você, que sabem que outros o seguirão e precisarão muito desse tipo de informação atual, rápida e confiável. Quanto ao policiamento, além de a rota contar apenas com dois postos da PRF (Correntina e Caetité), com pouquíssimo efetivo, a atual situação de restrição orçamentária do Governo Federal obrigou nossos anjos da guarda rodoviários a restringirem ainda mais o patrulhamento. Sistematicamente este blog recomenda não se viajar à noite em nossas estradas. A partir desse corte de verbas, essa recomendação tornou-se ainda mais crítica, porque, se nós sabemos da falta de dinheiro da PRF, a bandidagem também sabe. Reiterando nossos agradecimentos por sua disposição de compartilhar essas informações conosco, aguardamos novas notícias suas, após a chegada ao destino, o que, a esta hora (21h14min do dia 14.8.2017), já deve ter acontecido.
      Um grande abraço.
      Abreu

  120. Boa noite , Abreu
    Primeiramente quero parabeniza lo pelo maravilhoso serviço que seu site propõe… a quem quer viajar com máxima segurança e mínimo conforto …obrigada !
    Eu encontrei seu site buscando por rotas saindo de Brasília com destina a Alcobaça, cidade vizinha de Prado, ao sul da Bahia. Esta a primeira vez que saimos de carro em direção contraria aos destino das ferias anteriores… que sempre foram na Região dos Lagos no RJ. Dessa vez queremos inovar e decidimos por cidade tranquila, longe da violencia do RJ.
    Mas não temos nenhuma ideia de qual a melhor rota atualmente , que nos leve ao nosso destino com segurança.. Pelo googlo nos mostra caminho por Diamantina ou Montes Claros mas aqui li que por Correntina é possivel.
    Peço humildemente que me ajudem.. informado a melhor opção e pontos de apoio para abastecer e alimentação. e melhor cidade de pernoite .
    Desde já, agradeço. .

    1. Olá, Vânia. Bem-vinda ao blog e muito obrigado por suas palavras carinhosas e de estímulo. Realmente, o Rio de Janeiro tem-nos preocupado muito, principalmente pelo tanto que amamos aquela cidade, onde moramos durante quatro anos (2000 a 2004). Como este blog tem como uma de suas diretrizes principais a segurança de nossos “sputniks”, não temos absolutamente nenhuma condição de recomendar rotas que passem pela Cidade Maravilhosa. Mas você já está um passo adiante: quer chegar ao sul da Bahia pelas rotas de Minas ou do sertão baiano. Há poucos anos, identificamos aqui no blog esse fluxo – cada vez maior – de brasilienses em busca do sul da Bahia (Ilhéus e Porto Seguro, principalmente). Por isso, corremos para estudar os fluxos, viajar pela área e escolher o que mais tinha a ver conosco, com a filosofia deste blog e dos nossos “sputniks”. As alternativas estão aí, você já as deve ter lido. Não são as mesmas propostas do Google, porque aquele aplicativo tem como princípio básico a distância mais curta, não considerando o alto ou baixo risco de assaltos, incidência ou não de violência, presença ou não de áreas controladas pelo tráfico de drogas, incidência de assaltos, condições do asfalto ou mesmo se a estrada é asfaltada ou de terra, estrutura hoteleira, rede de postos de combustíveis confiáveis, com as respectivas conveniências higienicamente recomendáveis (banheiros limpos, lanchonetes e restaurantes confortáveis), além de pernoite em hotéis bem estruturados e de preços acessíveis. Por isso, sofremos muita pressão aqui por recomendarmos “roteiros excessivamente longos” ou “paranoia com segurança”. Como não temos interesse comercial algum, nem empresa que nos patrocine ou nos paguem comissões por indicações de tais serviços, não abrimos mão dos princípios que nos orientam, ou seja, ajudar as famílias a irem e voltarem de suas férias em paz, com o máximo de segurança e conforto disponíveis. Por isso, como moderadores, censuramos essas críticas, sim. Não permitimos que elas sejam publicadas. Como o cobertor é curto, para ter segurança para os adultos, idosos e crianças a bordo às vezes é preciso rodar um pouco mais. E este é o seu caso, Vânia. Você tem, sim, duas alternativas à sua disposição: Brasília-Montes Claros-Medina-Teófilo Otoni-Carlos Chagas-Teixeira de Freitas-Alcobaça ou Brasília-Bom Jesus da Lapa-Vitória da Conquista-Itabuna-Teixeira de Freitas-Alcobaça. A rota por Montes Claros tem 1.617 e aquela por Bom Jesus da Lapa tem 1.728. São 111 km a mais. As reclamações em relação roteiro por Montes Claros envolvem péssimas condições do asfalto entre Montes Claros e Francisco Sá e piores ainda entre Francisco Sá e Salinas; pedintes ao longo dos trechos esburacados, quando o motorista tem de reduzir a velocidade para algo em torno de 20 km por hora; e tráfego pesado de caminhões, em longos trechos de ultrapassagem proibida, gerando estresse, baixas velocidades e atrasos enormes no cronograma de paradas e pernoites. Pela rota via Correntina-Bom Jesus da Lapa, há reclamações, sim, de buracos antes de Correntina e entre esta e Santa Maria da Vitória, mas nada que um pouco de atenção e paciência não resolvam rapidamente, acrescentando-se o registro de que o DNIT está trabalhando no reparo do asfalto naquela área. Ora, diante dessas duas opções, nós não temos a mínima dúvida de recomendar que você vá por Correntina e, como planeja fazer o Davidson, que postou comentário aqui hoje, às 11h45min, saia ao nascer do sol, por volta de 06h ou 06h30min e planeje pernoitar em Vitória da Conquista. Assim, você deverá chegar a Alcobaça no começo da tarde do dia seguinte. Nestas férias escolares de julho de 2017, passaram por aqui dezenas de pessoas por dia, que acompanharam nossa recomendação, foram e voltaram sem maiores problemas. Algumas retornam e postam relatos de suas experiências. Ninguém registrou qualquer ocorrência adversa, complicações, tragédias: apenas contratempos naturais de quem viaja e que são perfeitamente administráveis. Você deverá sair de Brasilia ao nascer do sol, com o carro abastecido, pneus calibrados corretamente, documentação do veículo em ordem (já viajei de Brasilia para Itacaré com um carro e o documento de outro e a Polícia Rodoviária foi quem me informou) e CNH atualizada, macaco e triângulo a bordo, limpador de parabrisas funcionando, sem lâmpadas ou lanternas queimadas. Pegue a BR 020 no km 01 (Colorado) às 06h30min e reabasteça no Posto Rosário, na divisa entre Goiás e Bahia. A partir, reabasteça a cada 200 ou 250 km, não deixando o tanque ficar abaixo da metade. Prefira os postos da BR (Petrobrás), Ipiranga ou Shell. Evite postos de bandeiras desconhecidas (há muitas). Evite almoçar durante a viagem – prefira lanches leves, frutas, biscoitos e frutas – e faça a refeição de verdade onde você for pernoitar. Se houver crianças pequenas, meio comprimido de Dramin antes da partida ajuda a impedir que elas vomitem no princípio da viagem, estressando todos a bordo. Se precisar de comprar água, compre água mineral com gás ou refrigerantes conhecidos. E não esqueça de ler aqui mesmo no blog (www.expressaodaliberdade.com.br), aba Rodovias Brasileiras, o nosso post “Manual de sobrevivência em viagens de férias nas rodovias brasileiras”: há informações muito interessantes lá. Se restarem dúvidas, volte: será um prazer ajudar você. Faça um boa viagem e dê notícias, hein?
      Um grande abraço.
      Abreu

  121. Bom dia Sputiniks e Comandante Abreu!
    Sairei de Brasília para Porto Seguro em 12/08 (sábado). Todavia só poderei sair por volta das 11h devido a um evento escolar do meu filho. Qual seria a opção de pernoite nesse caso?

    1. Aliás, acabei de ler a resposta à Cristina em que o pernoite sugerido seria em Bom Jesus da Lapa ou Caetité, acho que seria esse tb meu caso né…

      1. Olá, Alex. Bem-vindo ao blog. Dada a hora da sua saída (11h), o mais indicado é planejar o pernoite em Bom Jesus da Lapa. Como esses “eventos escolares” não são necessariamente pontuais, você deverá pegar a estrada e, ao passar por Correntina, faça uma avaliação. Você já terá rodado cerca de 540 km e faltarão 140 km para Bom Jesus da Lapa. Se ainda não tiver ultrapassado as 16h, vale a pena prosseguir até Bom Jesus da Lapa. Caso contrário, se você já tiver ultrapassado esse horário, será melhor recolher-se ao hotel em Correntina. O importante é não viajar à noite nessa região. E, no dia seguinte, saia ao nascer do sol, para chegar a Porto Seguro antes do por-do-sol. Vai ser uma boa viagem.
        Um grande abraço.
        Abreu

        1. Boa noite, Abreu
          Agradeço pela pronta resposta.
          Nossa viagem de ferias comeca no momento em saímos de casa. Amo cada minuto da estrada porque é tão difícil juntar família de 4 adultos ( imagina como é difícil conciliar férias de 4 !!! ) que não me importo de fazer o caminho mais longo …Desde que seja o mais seguro.
          Queremos apenas uma semana longe do stress do dia a dia… E isso inclui a estrada.
          Com suas valiosas dicas decidimos ir por Correntina.
          Não conhecemos a estrada subindo em direção ao nordeste… E as dicas que encontrei aqui me tranquilizaram. Dentro do carro estarão os 3 rapazes da minha vida… hora o pai dirige hora oum dos filhos…mas a navegadora sempre sou eu.
          Sobre o RJ, também com tristeza vejo que a violência crescente impede até de reencontrar os queridos. Sou carioca da gema…Temos familiares na capital e região dos Lagos…mas dessa vez vamos tirar férias para desestressar…portanto, o RJ está fora dos planos de férias.
          E o litoral do Sul da Bahia fica logo ali na frente…É pra lá que vamos.
          Iremos pela rota que recomendou. Obrigada.

          1. OK, Vânia. Vá em frente. Avise-nos quando partirão. Vocês estarão no nosso radar, OK.
            Um abração.
            Abreu

        2. Olá amigos!

          Retorno aqui para agradecer e contar minha experiência de BSB a Porto Seguro de carro!
          De forma geral a estrada está muito boa em 90% dos cerca de 1500 kms de percurso.
          Alterei minha data de saída planejada para manter o planejamento original.
          Saímos de Samambaia-DF no último dia 13 às 05h40 e chegamos em Vitória da Conquista às 19h00. Pernoitamos no Hotel Cafezal Palace (muito bom, R$ 160,00 com café). No dia 14/08 saímos às 08h e chegamos em Porto Seguro às 16h00.
          Na volta Pernoitamos em Bom Jesus da Lapa conforme orientações. Desta forma a viagem foi muito tranquila. É a primeira vez que nos aventuramos de carro, por mais de 500km, e gostamos muito. A Bahia é linda e o povo baiano nos encantou com tamanha educação e cordialidade!
          Trechos de rodovia que merecem mais atenção:
          – BR 349, entre o Posto Rosário e correntina, apresenta algumas depressões (nem sempre sinalizadas), agora a boa notícia é que vários trechos da rodovia estão sendo recapeados, inclusive está em obras com interrupções momentâneas do fluxo que não atrapalham a viagem (fiquei parado por cerca de 5min);
          – Qto ao trecho citado pelo amigo Fábio, entre Brumado e Vitória da Conquista, acredito que houve operação tapa-buracos, me recordo de muitos remendos nessa e em outras partes da estrada, nesses trechos o carro balança um pouco conforme a velocidade;
          – BR 101 entre Buerarema e até o Pouco depois do Distrito de São João do Panelinha (Camacã-BA) há algumas panelinhas, rsrs que podem não ser percebidas pelas sombras das árvores na via, mas não são profundas;
          Bom que eu lembre é isso. Tem também a região do Parque Eólico pouco antes de Caetité e a Serra do Marçal, após Vitória da Conquista que são trechos que necessitam maior cuidado e pedem belas fotos!
          Na volta, o Waze me pregou uma peça, após Anagé o GPS me indicou a BA-142 como melhor rota até Brumado e eu segui. Acontece que a BA-142 está toda cheia de ondulações devido buracos recém tampados e não foi legal esses quase 50km senão me engano. Após isso, para compensar o prejuízo, peguei o melhor trecho que já conheci da BR 030 com retas infinitas e asfalto excelente. Isso aumentou em cerca de 24km o percurso.

          Escrevi demais né…

          1. Olá, Alex. Bem-vindo de volta e muito obrigado pela boa vontade de retornar e trazer esse relato detalhado sobre sua viagem. Não escreveu demais, não. Como se diz no futebol, “ainda cabia mais”. Com seu relato, você deu muitas aulas a todos que viajam por aquelas plagas, seja apontando os pontos turísticos dignos de fotos até os trechos quase intransitáveis da rodovia BA 142. Essa rodovia já foi objeto de matéria da Rede Globo ao final de 2016, dado o perigo que representa para os motoristas. Por isso, em nossas recomendações dificilmente indicamos rodovias que não sejam federais (BR), com raríssimas exceções. E você nos ajuda a convencer as pessoas de que o GPS é um grande instrumento para países e estradas do Primeiro Mundo, mas falta-lhe a malícia e a visão crítica necessárias a quem viaja pelas rodovias brasileiras. Valeu demais e reiteramos nossos agradecimentos a você.
            Um abração e até a próxima viagem.
            Abreu

  122. Boa noite Abreu volto aqui para relatar minha viagem p/ Arraial D”Ajuda,fizemos uma boa viagem em duas partes como de costume e recomendada por você,chegamos em V.da Conquista ao anoitecer c/ chuva fina,e ao amanhecer tomamos o café e pé na estrada por volta das 07:30hs e fiquei cauteloso pois a chuva aumentou e choveu até próximo à Itabuna graças à Deus cheguei ao meu destino as 15:10hs.Na volta tudo bem tranquilo pernoitei em São Félix na de um conhecido depois fui p/ Santa Rita pela BA 172 pois fui visitar uns parentes, conheço um pouco essa parte oeste da Bahia e apesar do cansaço a família amou a viagem e os passeios e agora é planejar a próxima um grande abraço e até breve.

    1. Oi, Paulo. Bem-vindo de volta e obrigado por isso: relatos de viagens são importantíssimos para todos nós, porque assim se constrói muito mais rapidamente um fundo de conhecimento conjunto sobre como viajar pelo Brasil. Minha experiência é relativamente grande, mas é microscópica comparada com a de todos os que passam por aqui. Se as pessoas voltam para colocar seu tijolinho na construção, sairemos da minha cabana para construir uma catedral. Que bom que você e sua família foram e voltaram – cansados – mas em paz e felizes. Era isso que desejávamos quando construímos o blog. Obrigado de verdade.
      Um grande abraço.
      Abreu